Oferta_de_formações.pdf

Doublevee
  • No tags were found...

Formações

Virgílio Varela


Contexto

À velocidade que o mundo está a mudar, os modelos antigos de organização e educação

estão a tornar-se ineficazes e obsoletos. O novo paradigma que estamos a viver requer

uma consciência colectiva e uma abordagem sistémica aos desafios que enfrentamos.

Para tal é necessário desenvolver estratégias flexíveis, criativas e inovadoras que actuam

como ponte para a nova sociedade do século XXI. É por esta razão que precisamos de

uma nova cultura baseada na comunicação autêntica, na confiança,no lúdico e na

celebração, no reconhecer quem somos e a nossa relação com o Outro. É neste processo

que descobrimos o valor da empatia- que nos permite ligarmo-nos e co-criarmos um

futuro melhor

Importa promover equipas de pessoas que realmente sabem como trabalhar juntas,

assumindo compromissos e responsabilidades partilhadas.Equipas alinhadas com a visão e

os valores das suas organizações facilmente tornam-se agentes de mudança e

intrapreneurs, contribuindo assim para a sustentabilidade de todo o sistema.


Para atingir os melhores resultados utilizamos um sistema holístico de

metodologias de desenvolvimento Humano focadas na sustentabilidade das

pessoas e das equipas


1. Dragon Dreaming

Dragon Dreaming leva-nos para fora da nossa zona de conforto para acedermos à nossa

criatividade máxima, adoptando-se, ao mesmo tempo, uma cultura de ganha - ganha ,

baseada na comunicação genuína. Em Dragon Dreaming trabalha-se um projecto em 4

fases: sonhar, planear, fazer e celebrar; 12 passos diferentes e mais de 60 ferramentas.

Usando estas ferramentas na sua organização ou projecto, a sua resiliência e

adaptabilidade às mudanças aumentarão e alcançarão maior coesão entre todas as partes

interessadas, contribuindo para projectos mais inclusivos e sustentáveis.

Nos últimos 8 anos, cerca de 3.500 pessoas foram treinadas nestas técnicas, desde

Moscovo a Ancara, Irlanda, Espanha, França, Alemanha, Portugal , ao Canadá, Brasil,

Sri Lanka, Gana e Congo. No mundo inteiro calcula-se que existem 2.900 projetos que

usam algumas ou todas as ferramentas de Dragon Dreaming.

1


Dragon Dreaming é uma abordagem holística que combina a teoria dos sistemas vivos e

ecologia profunda com os métodos tradicionais de gestão de projetos, bem como a sabedoria

ancestral dos indígenas australianos. Esta metodologia é o resultado de um trabalho de mais de

25 anos, que evoluiu graças as contribuições de centenas de pensadores, educadores e agentes

de mudança, como Gandhi, Paolo Freire, Jung, Joanna Macy, Scott Peck, Arnold Mindell,

Rosenberg.

Os benefícios pessoais e profissionais que Dragon Dreaming fornece:

1- Soluções para os problemas existentes com um sistema de pensamento diferente.

2- Ajudar a criar projetos e empresas para o século XXI através de estruturas

organizacionais, dinâmicas, flexíveis, inovadoras e resilientes.

3- Criar projetos sustentáveis: economicamente, socialmente, ambientalmente e culturalmente.

4- É crucial na criação de uma visão e uma estratégia comum de trabalho.

5- Integra paradigmas sociais e económicos, melhora a utilização dos recursos.

6- Fornece uma visão nova e abrangente da organização e do mercado.

7- Empodera membros da equipe, promovendo a sua autonomia, liderança e criatividade.

8- Promove a liderança positiva, comunicação transparente e confiança

9- É vital para criar equipas de trabalho e comunidades, fortes, activas e duradouras no tempo.

10- Pela sua visão Integrativa ajuda na resolução de conflitos.

2


As formações

1. Dragon Dreaming – Ferramentas

1 dia

Laboratório de partilha de ferramentas de acordo com as necessidades e escolha do grupo

2. Curso Introdutório Dragon Dreaming 2 dias e meio

Partilha das ferramentas essenciais para a criação de um projecto colaborativo e sustentável

3. Curso Intensivo Dragon Dreaming

5 dias

Aprofundamento das várias ferramentas e aplicação prática da metodologia a um projecto

real aumentando a sua sustentabilide

4. Empowered Fundraising

1 dia

Angariação de recursos para o projecto construindo relacionamentos com os outros e

oferecendo-lhes o dom de participar em projetos que acrescentam significado a suas vidas.

5. Dragon Dreaming + Open Space Technology 3 dias

Ideal para processos de consulta de grupos e comunidades : criação de projectos inovadores;

definição de objectivos candidaturas a financiamentos - processo participativo “bottom up”.

6. Dragon Dreaming + Design Thinking

3 dias

3


Exemplos onde o Dragon Dreaming foi aplicado

Comunidade

Campanha ”Let’s Do it!" - uma iniciativa que utilizou a metodologia Dragon Dreaming para

limpar o país de resíduos ilegais em apenas um dia. Havia mais de 10 000 toneladas de resíduos

ilegais espalhados por toda a Estônia. Em 3 de maio de 2008 com a ajuda de 50 000 de voluntários

conseguiram reunir mais de 10 000 toneladas de lixo e a Estónia foi limpa de resíduos ilegais.

Os resultados da ação na Estónia: Um investimento de 500 mil euros gerou 22,5 milhões de euros

em trabalho voluntario;O centro de gestão florestal afirmou que desde 2008, o problema dos

resíduos diminuiu 75%.

10 000 toneladas de lixo coletado da natureza e áreas públicas; - um recorde na Estónia

Alimentação

Saudável e

Poupança

Concurso Comer Junto- Concurso inter-geracional e inter-famílias para uma alimentação saudável

e económica. Perante a situação económica que o país atravessa, as famílias nacionais enfrentam

alguns desafios para se alimentarem de um modo saudável.

objectivo do concurso é a promoção de hábitos alimentares saudáveis, sensibilização à poupança e

a realização de actividades em família.

Já existem 3 réplicas deste concurso em Lisboa, no centro e Norte do país.

.

Foi utilzado a metodologia Dragon Dreaming em todo o processo.

https://www.facebook.com/#!/ConcursoComerJunto

Empresas

Incentivar a inovação e processos colaborativos; Fortalecer as relações de confiança nas

organizações; Libertar a inteligência colectiva para a criação de negócios inclusivos e sustentáveis.

Exemplos de empresas : Anoder-World, eco-Digma, The Seed

Campanha Let’s Do it: https://www.youtube.com/watch?v=A5GryIDl0qY

4


2. Jogo Oásis

A formação Jogo Oásis é um programa de formação de lideranças e empreendedores

sociais baseado na filosofia Elos e as suas 7 disciplinas: Olhar,

Afecto,Sonho,Cuidado,Milagre,Celebração e Re-Evolução.

O Jogo Oásis é uma ferramenta cooperativa de mobilização cidadã que movimenta

recursos e talentos locais de forma lúdica.

Objectivos:

1- Desenvolver as competências de escuta activa, olhar apreciativo e cooperação criando

uma abordagem positiva ao trabalho em equipa e ao empoderamento de comunidades

2-Partilhar os princípios do Jogo Oásis e a sua contribuição para o desenvolvimento

sustentável local

3-Sensilizar e mobilizar a comunidade para a construção física de um sonho colectivo.

4-Empoderar lideranças locais para a mobilização e capacitação de comunidades

5-Realizar um sonho colectivo da comunidade local mobilizando todos na sua

concretização

5


A Tecnologia Social é o processo de mobilização e organização dos grupos que criam a

dinâmica e ludicidade do Jogo Oasis para a vivência em comunidade. A Rede Social é o

elemento de conexão e intercâmbio do jogo que, composto por jogadores e comunidade,

considera uma definição ampla de comunidade que envolve diversos atores, como

moradores, ONG’s, governo local, lideranças e empresas. A rede é um espaço para

sonhos, talentos, recursos e soluções.

Concebido para ser praticado de forma totalmente cooperativa, para que todos, juntos,

realizem algo em comum, o Oasis propõe regras que permitem a vitória de todos, sem

exceção. Nesse cenário, o sucesso de um interdepende do sucesso do outro.

6


O Jogo Oásis promove a participação comunitária, a construção de

um sonho colectivo com elevado impacto

Participação comunitária

Transformação

Árvore dos sonhos colectivos

Elaboração do projecto

colectivamente

Antes do mão na massa

Depois do mão na massa – em 2 dias

Projeto e construção coletiva

Impacto

Maquetes

Construção coletiva com recursos e talentos locais

Acção –Dia do Milagre

7


Exemplos onde o Jogo Oásis foi aplicado…

http://www.youtube.com/watch?v=xU7xGFV_eMM&feature=player_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=pstImQzgp5w&feature=player_embedded

8


A Formação: Competências a desenvolver

No final da formação os participantes serão capazes de:

1. Compreender na prática as disciplinas do Olhar, Afecto e Sonho través das actividades: Oficina Comum-

Unidades, Mapeamento de talentos e recursos locais; encontro comunitário

2. Exercitar e compreender soluções criativas que mobilizem as pessoas para a construção de um sonhos comum

a partir da vivência das disciplinas do Cuidado, Milagre e Celebração

3. Avaliar e planear a rede de parceiros para a realização de sonhos futuros

Estas competências têm o potencial de:

a. Contribuir para um novo olhar da comunidade local. Ver a abundância onde muitos vêm escassez

b. Contribuir para relações mais positivas e empáticas. Criar afecto antes do Medo e do Julgamento

c. Valorizar o sonho como melhor impulso para a mudança

d. Contribuir para um maior sentido de comunidade. Cuidar de si próprio, dos outros e de um sonho comum

e. Ajudar a reconhecer e a celebrar o Outro. Celebrar e reconhecer o papel de cada na conquista colectiva

Duração: 8 dias.

Nota: Esta formação requere alguns dias de preparação, a serem negociados com a entidade promotora

9


3. Open Space Technology

O Open Space Technology (OST) é uma metodologia criada por Harrison Owen nos

anos 80, mundialmente conhecida pela sua aplicação na organização de grupos e

momentos de participação colectiva em situações complexas.

É um método de participação, organização de discussões e trabalho colectivo que permite

alcançar um grau elevado de envolvimento e motivação das pessoas presentes, pois

reproduz, de uma forma estruturada, as pausas de café das conferências, o que

proporciona espaço para as conversas que realmente precisam de ter lugar durante um

encontro.

OST consegue potenciar este efeito em grupos entre 5 a 5.000 pessoas que se juntam em

torno de um tema, como acontece numa conferência, reunião de trabalho, workshop

científico ou num momento de resposta a um desastre/crise numa comunidade.

10


3. Open Space Technology

Princípios essenciais do OST

• As pessoas que vierem ao encontro são as pessoas certas

• O que acontecer durante as sessões é a uníca coisa que deveria acontecer

• Quando começar é a hora certa para começar

• Termina quando terminar

• A regra dos dois pés; se numa sessão um participante sentir que não está a

aprender, nem a participar, pode usar os seus “dois pés” e mudar para outra sessão

OST tem por base dois fundamentos: paixão e responsabilidade. A paixão envolve

as pessoas na sala. Responsabilidade garante que as coisas são feitas.

Os participantes são convidados a identificar um problema para o qual tenham uma

paixão genuína e estão prepararados para assumir responsabilidade pessoal. As Reuniões

em OST realizam-se em círculo, com um tema claramente estabelecido, mas sem

agenda prédefinida. A agenda é criada pelos participantes e são produzidas tantas

sessões quantos as questões/ideias suscitadas por estes. Para cada sessão é produzida uma

síntese da mesma.

11


Imagem de um Open Space Technology


4. Design Thinking

EMPATIA DEFINIÇÃO IDEAÇÃO PROTOTIPO TESTE

Design Thinking é uma metodologia colaborativa e centrada no Ser Humano, para

desenvolver serviços ou produtos inovadores com o intuito de solucionar problemas ou

necessidades específicas. Facilita o desenvolvimento de um produto ou serviço alinhado

com as necessidades dos seus clientes ou beneficiários. . Como abordagem, é considerada

a capacidade para combinar empatia no contexto de um problema, de

forma a colocar as pessoas no centro do desenvolvimento de um projecto.

Neste processo desenvolve-se a criatividade para geração de soluções e a motivação para

analisar e adaptar as soluções ao contexto.

Design Thinking é eficaz no desenvolvimento do espírito de equipa, uma vez que é um

processo colaborativo e interdisciplinar que capta a inteligência colectiva do grupo e a

confiança

Adoptado por indivíduos e organizações, principalmente no mundo dos negócios, bem

como em engenharia e design contemporâneo, a influência do Design Thinking tem

aumentado nas diversas disciplinas da actualidade, como uma forma de abordar e

solucionar problemas sociais.

12


4. Design Thinking

EMPATIA DEFINIÇÃO IDEAÇÃO PROTOTIPO TESTE

Os Design Thinkers baseiam-se em rigorosas observações de como utilizamos os espaços,

bem como os objectos e os serviços ; descobrem padrões onde os outros vêm

complexidade e confusão, sintetizam novas ideias e convertem problemas em

oportunidades.

Dessa forma, procura-se “mapear a cultura, os contextos, as experiências pessoais e os

processos na vida dos indivíduos para ganhar uma visão mais completa e, assim, melhor

identificar as barreiras e gerar alternativas para transpô-las” .

Para que tal ocorra, o Design Thinking propõe que um novo olhar seja adoptado ao se

endereçar problemas complexos, um ponto de vista mais empático que permita colocar as

pessoas no centro do desenvolvimento de um projeto e gerar resultados que são mais

desejáveis para elas, mas que ao mesmo tempo financeiramente interessantes e

tecnicamente possíveis de serem transformados em realidade.

13


Exemplos onde o Design Thinking foi aplicado

Saúde

Aravind-Sistemas padronizados e simplificados de cirurgia de catarata para diminuir o custo para que

todos possam pagar o procedimento. Um cirurgião, por exemplo, normalmente executa 150 cirurgias de

catarata todas as semanas, seis vezes o número comum entre especialistas ocidentais

Ambiente

Aquaduct-Um triciclo projectado para filtrar água potável enquanto a transporta e armazena.Permindo

simultâneamente que o condutor faça exercício físico.

Acesso

O Hippo Roller Water é um recipiente em forma de barril, projetado para rolar

90 litros de água de uma só vez ao longo do solo.

Seu design inovador permite que a água a ser colocada no interior da 'roda',

resultando num peso eficaz apenas 10 quilogramas no nível do solo

14


A formação

No final da formação os participantes serão capazes de:

1- Reflectir sobre o seu papel como empreendedor/agente de mudança

2-Reflectir sobre o impacto que o espaço de trabalho tem sobre o que fazemos

3- Aplicar um processo de resolução de problemas e desafios

4-Criar empatia e definir detalhadamente o problema

5-Realizar um processo de ideação/geração de ideias/soluções

6-Criar um protótipo de um projecto e testá-lo na vida real

Duração: 1 dia

15


Sobre Virgílio Varela

Virgílio Varela

O Virgilio Varela é um apaixonado pela educação enquanto ferramenta de descoberta e crescimento.

Tem uma vasta experiência de utilização de ferramentas inovadoras no trabalho com jovens e comunidades.

Em Portugal trabalhou como formador no Instituto Português da Juventude e coordenou projectos no Programa Escolhas.

Em Inglaterra implementou o Youth Parliament em Hackney e o Youth Opportunity Fund em Camden, projecto que recebeu um

prémio de distinção.

Regressou a Portugal para trabalhar na associação TESE, onde lançou o projecto Do Something. E posteriormente ingressou a equipa

de Inovação Social da Fundação EDP, para gerir o Hub de Inovação Social durante 4 anos.

Actualmente trabalha com consultor independente na área da Inovação Social e formador na IES Social Business School

É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, mestre em Educação pelo King’s College, University of London, diplomado em

Gestão de Projectos pelo Institute of Leadership and Management e em Empreendedorismo Social pelo Insead, powered by IES. Tem

uma vasta experiência como formador (certificado nº EDF 27584/2002 DL) e consultor a nível nacional e internacional (Alemanha,

França, Brasil e Inglaterra) nas áreas da participação, capacitação, desenvolvimento pessoal, criatividade, Gestão de Conflitos,

Educação pela Arte, Inovação Comunitária.

É formador de Dragon Dreaming e fez a formação de formadores com John Croft, criador da metodologia Dragon Dreaming pela

Gaia Foundation na Austrália.


Contactos

E-mail

virgiliovarela1@gmail.com

Telefone

00351 96 380 74 31

More magazines by this user