fi201[online]

deptecnico

ACTUALIDADE SOCIAL MADEIRENSE Nº201 Mensal • Setembro 2021

II Festival Gastronómico do Porto Santo

Dia da Assembleia Regional

45º Aniversário

Rocío

Márquez

Profissionais da Saúde

Homenageados

Rotary Club Funchal

Homenageia Maurício Melim

Nº201 Mensal

Setembro 2021 • €2,50

"Ser capaz de chegar aos

jovens é o grande desafio

para nós, artistas flamencos"


PUB

A revista Da madeira

www.sabermadeira.pt

Revista Saber Madeira

saber.fiesta.madeira

sabermadeira@yahoo.com

291 911 300


email:

fiestamadeira@yahoo.com

Propriedade:

O.L.C. Unipessoal Lda.

Sociedade por Quotas; Capital Social:

€500.000,00 Contribuinte: 509865720

Matriculado na Conservatória Registo

Comercial de Lisboa

Sede: Centro Comercial Sol Mar, Sala 303,

Av. Infante D. Henrique, nº71

9500 - 769 Ponta Delgada Açores

Sócio-Gerente com mais de 10% do capital:

Edgar R. de Aguiar

Sede do Editor

Edgar R. de Aguiar

Parque Empresarial Zona Oeste - PEZO

Lote 7, 9304-006 Câmara de Lobos

Director

Edgar Rodrigues de Aguiar

Redação

Dulcina Branco Miguens

Secretária de Redação

Maria Camacho

Depart. Imagem

O Liberal

Design Gráfico

O Liberal

04 O Teatro Municipal Baltazar

Dias encerrou a temporada artística

com um ‘especialíssimo’ concerto da

cantora de flamenco, Rocío Marquéz. A

prestigiada artista espanhola,

vencedora de vários prémios e

distinções, apresentou as canções de

‘Visto en El Jueves’, ábum que, em

2020, arrecadou o prestigiado prémio

‘Les Victoires du Jazz’na categoria

Melhor Álbum de Músicas do Mundo.

Rocío Marquéz respondeu à nossa

entrevista via email.

06 1 de Julho, Dia da Região,

assinalado com diversas iniciativas

09 Presidente da República no Dia

da Assembleia Legislativa Regional da

Madeira

12 Região homenageou profissionais

da Saúde com escultura de Martim

Veloza

14 Presidente da República visitou

Banco Alimentar da Madeira

16 Concerto ‘Lado Luso’ nos 45

anos da ALRM

18 Rotary Club do Funchal

homenageou o médico Maurício Melim

20 Vice-Almirante Gouveia e Melo

no Funchal

Sumário

16

21 Abertura no Funchal do

inovador espaço de restauração,

Arraial da Imperatriz

23 Estilista de Câmara de Lobos

João Pedro apresentou nova coleção

em desfile

24 O estilista camaralobense João

Pedro em entrevista

26 Presidente da ALR visitou Feira

Solidária da Paróquia da Nazaré

27 Presidente da Câmara do

Funchal inaugurou o VI ‘Summer

Market’

28 Funchal recebeu o Campeonato

Europeu de Natação Adaptada

31 Direção da Associação de

Motociclismo da Madeira tomou posse

34

34 ‘Ornamentação de Ruas com Arte

Reciclada’ embelezou Câmara de Lobos

36 II Festival Gastronómico do

Porto Santo dedicada ao tema dos

‘Santos Populares’

41 Fiesta Aconteceu

Summer Opening regressa em 2022

42 Fiesta LifeStyle

Luxemburgo

43 Fiesta 7Arte

Filme ‘Bem Bom’ revisita carreira da

girl banda portuguesa, Doce

44 Fiesta Décor

Decorar a mesa de verão

45 Cocktail Olim: ‘Maracujá’

46 Momentos DDiArte

‘Eloisa à luz da vela’

Departamento Comercial

O Liberal

Serviço de Assinaturas

Luísa Agrela

Administração, Redação,

Secretariado, Publicidade,

Composição e Impressão

Edifício ‘O Liberal’,

Parque Empresarial Zona Oeste

PEZO, Lote 7,

9304-006 Câmara de Lobos

Madeira / Portugal

Telefones: 291 911 300

Email: preimpressao@oliberal.pt

Depósito Legal nº 109138/97

Registo de Marca Nacional nº 376915

ISSN 0873-7290

Registado no Instituto da Comunicação

Social com o nº 124584

Membro da Associação da Imprensa

Não Diária - Sócio P-881

Tiragem

10.000 exemplares

[Nova Ortografia]

_______ •

_______

FOTO CAPA

D.R.

www.revistafiesta.pt

Fiesta! É uma revista mensal de informação

geral que dá, principalmente

através da imagem, uma ampla

cobertura dos mais importantes

e significativos acontecimentos

regionais, com especial incidência

para os eventos festivos, espetáculos

e às pessoas, não esquecendo

temáticas que, embora

saindo do âmbito regional, sejam

de interesse geral, nomeadamente

para os conterrâneos espalhados

pelo mundo;

••

Estatuto Editorial

Fiesta! É um projeto jornalístico e dirige-se

essencialmente aos quadros

médios e de topo, gestores,

empresários, professores, estudantes,

técnicos superiores, profissionais

liberais, comerciantes,

industriais, marketing e recursos

humanos;

Fiesta! Identifica-se com os valores da

autonomia, da democracia pluralista

e solidária, defendendo o

pluralismo de opinião, sem prejuízo

de poder assumir as suas

próprias posições;

Fiesta! Mais do que a mera descrição dos

factos, tenta descortinar as razões

por detrás dos acontecimentos,

antecipando tendências,

oportunidades informativas;

••

Fiesta! Pauta-se pelo princípio de que os

factos e as opiniões devem ser

claramente separadas: os primeiros

são intocáveis e as segundas

são livres;

Fiesta! Como iniciativa privada, tem como

objetivo o resultado, pois só

assim assegura a sua independência

editorial;

Fiesta! Através dos seus acionistas, direção,

jornalistas e fotógrafos,

rege-se, no exercício da sua atividade,

pelo cumprimento rigoroso

das normas éticas e deontológicas

do jornalismo.

3


Rocío

Márquez

• Dulcina Branco

• Fotos: D.R.

4


“É um prazer ver como novas

gerações de jovens artistas

estão a emergir com muito

entusiasmo e um novo olhar

sobre o flamenco”

O Teatro Municipal Baltazar Dias encerrou a temporada

artística 2020/2021 com o concerto desta que é, e citando

o Le Monde: «a jóia do flamenco». No palco do belíssimo

Baltazar Dias, a não menos ‘bela’ Rocío Márquez apresentou

as canções de ‘Visto en El Jueves’, ábum que, em 2020,

arrecadou o prestigiado prémio Les Victoires du Jazz na

categoria Melhor Álbum de Músicas do Mundo. Foi a

primeira vez que um álbum de flamenco e uma artista

espanhola foram distinguidos com este prémio. Rocío

Márquez foi galardoada em 2008 com um dos mais

prestigiados prémios do flamenco, «Lámpara Minera», entre

outros. A artista já atuou em alguns dos mais emblemáticos

palcos e festivais internacionais e esteve recentemente em

Portugal com concertos nas cidades do Funchal (29 de julho)

e Lagos (7 de agosto), acompanhada pelo virtuoso guitarrista

‘Canito’ (Juan Antonio Suárez) e pelo percussionista Agustín

Diassera. A artista respondeu a esta entrevista via email em

que falou das suas expetativas para o concerto no Funchal e

do seu novo disco que terá lançamento em 2022.

Rocío, expetativas para este concerto

no Funchal?

- Quero realmente partilhar a minha

música num lugar que, por um

lado, é muito longe e, por outro lado,

sinto-me muito próxima. Estou

curiosa para ver como o público recebe

o meu concerto.

O que vai apresentar?

- Vou apresentar a actuação ao vivo

do meu último álbum, Visto en El

Jueves. É um repertório de cantares

e canções que ouvi ao longo da minha

vida e está ligado a discos que

tenho comprado num mercado de

rua em Sevilha chamado El Jueves.

O trabalho que tenho feito com Canito

na guitarra e Agustín Diassera

na percussão é actualizar e tornar estas

canções nossas para lhes dar uma

nova vida e, ao mesmo tempo, uma

coerência e significado.

É a primeira vez que a Rocío está

na Madeira e o que espera encontrar

na ilha?

- Sim, é a primeira vez. É uma ocasião

especial, por isso vamos viajar

alguns dias antes para conhecer a

ilha e entrar em sintonia com o local

e a sua gente mas faz mais sentido,

para mim, partilhar a minha

música.

O flamenco é um símbolo da cultura

espanhola que continua a unir

as diferentes regiões espanholas?

- A música é uma linguagem comum

da humanidade e, claro, é um

apoio a partir do qual todos nos podemos

unir e empatizar. Mesmo na

música de raízes como o flamenco,

cujo nascimento e evolução está ligado

ao território de Espanha, existe

uma vocação para apelar às questões

universais da experiência humana,

para que possa atravessar fronteiras e

diferenças culturais e encontrarmo-

-nos na música.

O flamenco para Espanha é como

o fado para Portugal?

- Têm muitas semelhanças em termos

de ser música de raiz. Gosto

de salientar que ainda estão a viver

música, com criadores maravilhosos

que estão constantemente a actualizar

e a revitalizar este rico património.

Há uma nova geração interessada

no flamenco? Gosta do que vê?

- É claro que é um prazer ver como

novas gerações de jovens artistas estão

a emergir com muito entusiasmo

e um novo olhar sobre o género

flamenco. Penso que, o desafio que

enfrentamos é o de transferir esta

mudança geracional no campo artístico

para uma mudança geracional

no público. Ser capaz de chegar aos

jovens é o grande desafio para nós,

artistas flamencos.

A Rocío nasceu no ambiente musical

e estava destinada a cantar flamenco

mas se não fosse a música,

que profissão poderia ter seguido?

- Muitas vezes penso que gosto muito

de design de interiores, tudo o

que tem a ver com decoração faço-o

por diversão e sem qualquer esforço.

O que gosta de fazer quando não

está a trabalhar?

- Como vivo no campo, aproveito a

oportunidade para tomar a terra. Caminhar,

desfrutar das coisas simples,

da minha família, dos meus animais,

da natureza e do ritmo lento.

A pandemia afetou o seu trabalho?

- É claro, como toda a gente. Felizmente,

estamos a recuperar e isso

ajudou-nos a fazer uma nova digressão

com energia e empenho renovados.

Está a trabalhar em novos projectos

musicais?

- Sim, estou a trabalhar no meu próximo

álbum, que será lançado em

2022. É um encontro de flamenco

com música urbana e música

electrónica em que estou a trabalhar

com o produtor musical Bronquio.

É um projecto o qual se irá falar

muito. ••

5


Salão nobre da Assembleia Legislativa da Madeira acolheu a sessão solene

‘Dia da Região Autónoma da

Madeira e das Comunidades

Madeirenses’

O

salão nobre acolheu a sessão

solene do Dia da Região,

que se assinalou no

dia 1 de Julho, cerimónia marcada

pelo discurso dos partidos e intervenção

do presidente da Assembleia

Legislativa da Madeira.

O programa de comemoração incluiu

a homenagem de deposição

de flores na Praça da Autonomia e

a cerimónia de imposição das insígnias

honoríficas madeirenses no

Centro de Congressos da Madeira

com limitação de número de

participantes por causa da pandemia.

O Governo Regional homenageou

dez personalidades e duas

instituições. A Insígnia Autonómica

de Valor foi atribuída ao médico

Maurício Melim, a Insígnia

Autonómica de Distinção foi entregue

a Mikhail Benilov e a Insígnia

Autonómica de Bons Serviços

a Ana Maria Alves Gouveia,

José Agostinho Mendonça Franco,

Carla Margarida Rocha Carvalho,

Ludivina Maria Teixeira Freitas,

Anaclet Teixeira de Freitas, Willy

Sousa, José Ornelas, Fernando

Renato Andrade, Centro Social

e Paroquial de Santo António e

CPF – Corpo de Polícia Florestal

– IFCN, IP-RAM. Na Sé do Funchal

a Missa Solene foi conduzida

pelo Bispo D. Nuno Brás. As

comemorações terminaram com

o concerto da Orquestra Clássica

da Madeira na Praça do Povo. O

Dia da Madeira celebra a autonomia

da Região Autónoma da Madeira

concedida por Portugal na

Constituição Portuguesa de 1976,

data em que a ilha ganhou poder

legislativo. Passados 45 anos, o Governo

Regional voltou a assinalar,

uma vez mais, esta data, através do

programa comemorativo do Dia

da Região Autónoma da Madeira

e das Comunidades Madeirenses,

ainda com alguns condicionamentos

causados pela pandemia da covid-19.

••

• Dulcina Branco • Fotos: Amílcar Figueira (assessoria ALRM)

6


7


8

‘Dia da Região Autónoma da Madeira

e das Comunidades Madeirenses’


Presidente da República nos 45 anos do parlamento madeirense

Dia da Assembleia Legislativa

da Região Autónoma da Madeira

O

Presidente Marcelo Rebelo

de Sousa presidiu

à comemoração do Dia

da Assembleia Legislativa da Região

Autónoma da Madeira, que

celebrou 45 anos da sua constituição,

no passado dia 19 de julho.

A sessão solene teve início

com as intervenções dos partidos

políticos com assento na Assembleia

Legislativa e Presidente da

Assembleia Legislativa da Região

Autónoma da Madeira, José Manuel

Rodrigues, e do Presidente

da República. Numa análise

geral aos discursos, os partidos

que suportam o Governo apelaram

à magistratura de influência

de Marcelo Rebelo de Sousa para

a necessidade de mais autonomia

do parlamento madeirense,

enquanto a oposição denunciou

as forças de bloqueio e a falta de

transparência do Governo Regional

e dos partidos PSD e CDS.

O Presidente da República, Marcelo

Rebelo de Sousa, sublinhou

a urgência de uma maior aposta

do país no crescimento económico.

••

• Dulcina Branco • Fotos: Amílcar Figueira

(assessoria ALRM)

9


10

Dia da Assembleia Legislativa

da Região Autónoma da Madeira


11


Presidente da República inaugurou monumento

Estátua homenageia

profissionais da saúde

O

s profissionais da saúde

da Madeira envolvidos

no combate à covid-19 foram

homenageados pela Assembleia

Legislativa com uma estátua

que foi inaugurada pelo Presidente

da República. O monumento

encontra-se junto à sede do primeiro

órgão de governo próprio

da Madeira, da autoria do escultor

madeirense Martim Velosa. A

estátua foi inaugurada no dia em

que a Assembleia Legislativa da

Madeira assinalou os 45 anos da

sua instalação, numa cerimónia

presidida pelo Presidente Marcelo

Rebelo de Sousa. Na memória

descritiva do projeto foi destacado

que “a obra pretende levar à reflexão

sobre o trabalho que milhares

de profissionais de saúde desenvolveram

durante este longo período,

que ainda não terminou”.

O autor da escultura (em bronze

platinado), o escultor madeirense

Martim Velosa, destacou que

“a peça, visitável individualmente,

permite uma experiência ímpar

e pessoal, um ato de agradecimento

ou momento de saudade”.

Martim Velosa, 48 anos, é licenciado

em artes plásticas/escultura

pelo Instituto Superior de Arte

e Design da Madeira e tem várias

esculturas públicas e prémios na

sua carreira. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Amílcar Figueira (assessoria ALRM)

12


13


Presidente da República partiu o bolo

Aniversário

do Banco Alimentar da Madeira

O

Presidente da República

subiu até ao cimo do Caminho

da Ribeira Grande,

na freguesia de Santo António,

para visitar o Banco Alimentar da

Madeira, depois de ter participado

na sessão solene comemorativa

dos 45 anos da instalação da Assembleia

Legislativa Regional. O

chefe de Estado contou que a presidente

deste Banco Alimentar, Fátima

Aveiro, o abordou no centro

de Lisboa e o convidou a visitar esta

instituição, criada há nove anos.

Dito e feito, Marcelo Rebelo de

Sousa cumpriu a visita a qual não

podia falhar, isto porque “acompanho

a história dos bancos alimentares

desde que nasceram. Quando

nasceu o primeiro banco alimentar,

eu estava lá. E depois, ano após

ano, sem cargo nenhuma, sem função

nenhuma, ou com funções,

eu fui aparecendo sempre”, disse.

“Porque é importante colaborar?

Porque depende dessa colaboração

o apoiar 450 mil portugueses, através

de 2.700 instituições por todo o

país”, salientou, referindo que existem

“mais de dois milhões” de cidadãos

em situação de pobreza e,

desses, há “quase meio milhão que

está ao nível do básico”. O Banco

Alimentar Contra a Fome da Madeira

celebrou o nono aniversário

e coube à mais alta figura do Estado

Português partir o bolo de aniversário.

••

• Dulcina Branco • Fotos: Amílcar Figueira (assessoria ALRM)

14


15


45 anos da Assembleia Legislativa da Madeira

Concerto ‘Lado Luso’

encerrou programa comemorativo

O

projeto Lado Luso, da

cantora madeirense Vânia

Fernandes, encerrou

o programa comemorativo dos 45

anos da Assembleia Legislativa Regional

da Madeira. O concerto, de

uma hora, decorreu no largo da

capela de Santo António da Mouraria

e cumpriu com as regras sanitárias

e decorreu no largo da capela

de Santo António da Mouraria

na presença de diversas individualidades

madeirenses. Vânia Fernandes

representou Portugal no

Festival da Eurovisão de 2008 com

a canção “Senhora do Mar”, é licenciada

em música, na área do

Jazz, e tem uma carreira desenvolvida

em várias vertentes musicais,

desde o Jazz até ao Fado. ‘Lado

Luso’ integrou o ciclo de concertos

Parlamento Musical, tendo sido

transmitido transmitido em direto

pela RTP Madeira. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Amílcar Figueira (assessoria ALRM)

16


17


Evento reuniu rotários em unidade hoteleira do Funchal

Rotary Club do Funchal

homenageou Maurício Melim

É

um dos médicos que tem

estado na linha da frente

no combate à covid-19 na

Madeira e, pelos serviços prestados,

foi lhe atribuída a Insígnia Autonómica

de Valor no Dia da Região.

O Rotary Club do Funchal

– é presidente o advogado Edgar

de Aguiar - prestou-lhe igualmente

uma homenagem num jantar

que decorreu numa unidade hoteleira

do Funchal. José Maurício

da Silva Melim é Assistente

Graduado Sénior da Carreira Especial

Médica na área de exercício

profissional de Saúde Pública,

Delegado de Saúde do Município

do Funchal e coordenador da

Unidade de Emergência em Saúde

Pública. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Cícero Castro

18


19


Madeira alcançou em julho a marca das 200 mil doses de vacinas contra a Covid-19

Coordenador do Plano Nacional

de Vacinação na Madeira

A

Madeira alcançou em julho

a marca das 200 mil doses

de vacinas contra a Covid-19

e o momento foi assinalado

no Centro de Vacinação do Funchal,

que se encontra no Madeira

Tecnopolo, com a presença do

coordenador do Plano Nacional de

Vacinação, Vice-Almirante Gouveia

e Melo. Acompanharam esta

visita o Vice-Presidente do Governo

Regional e o Diretor Regional

da Saúde. Nesta visita à Madeira,

Henrique Gouveia e Melo esteve

também na Unidade de Emergência

e Saúde Pública do Centro

de Saúde do Bom Jesus e em Porto

Santo, onde o processo de vacinação

deverá ficar concluído durante

o verão. “Vejo coisas muito positivas,

muito bem organizadas, muito

bem estruturadas. Fico muito bem

impressionado com o que vejo. Vê-

-se o centro a fluir sem um único

problema.”, disse o Vice-Almirante

Gouveia e Melo. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Miguel Lira (Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil)

20


Com as presenças do Presidente do Governo Regional

e do Secretário Regional do Turismo

Abertura do Arraial da Imperatriz

A

briu ao público, com as

presenças do Presidente do

Governo Regional da Madeira,

Miguel Albuquerque, e do

Secretário Regional do Turismo,

Eduardo Jesus, o Arraial da Imperatriz.

O espaço, do Savoy Palace

Hotel, é comercializado e gerido

pela Widerproperty. Encontra-

-se na rua Imperatriz D. Amélia,

Funchal, com 11 restaurantes

e bares que reproduzem não só

conceitos de restauração internacional

como também dos arraiais

madeirenses. Foi pensado «para

proporcionar aos Madeirenses e

aos turistas uma experiência inovadora,

em que o convívio social e

a partilha são o mote do espaço»,

explica a empresa em comunicado,

acrescentando que o Arraial

da Imperatriz «vai ao encontro

das tendências internacionais,

criar espaços de destino e proporcionar

uma experiência física,

reunir pessoas num ambiente social

e descontraído para saborear

comidas e bebidas tradicionais ou

com posicionamento internacional.

É um ótimo exemplo de “placemaking”,

proporciona um sentido

de pertença, em cada visitante

criar o seu próprio ambiente, independentemente

das preferências

alimentares, da idade ou do

número de convidados». João Xavier,

diretor Geral Retail da Widerproperty,

comenta que «este

novo projeto comercializado durante

a pandemia, é um ótimo

exemplo da nossa capacidade em

criar valor em momentos de incerteza

e retração económica. Por

outro lado, vem confirmar a nossa

experiência e conhecimento em

desenvolver e gerir todo o tipo de

ativos imobiliários, em qualquer

região do país». ••

• Dulcina Branco • Fotos: gentilmente cedidas por Joaquina Freitas (Widerproprty)

21


Wanderlust Madeira trouxe à região evento nacional

Evento gastronómico

‘Amar, Beber e Comer’

A

empresa Wanderlust Madeira

organizou este evento

gastronómico que teve a sua

primeira edição no mês de maio na

Quinta do Barbusano, em São Vicente,

e a segunda no cais de Ponta

do Sol. Os almoços acontecem nos

primeiros sábados de cada mês inseridos

em cenários criados à medida.

A Secretaria Regional de Turismo

e Cultura, a Associação de

Promoção da Madeira e a Vista

Alegre apoiam este evento nacional

que é organizado na Madeira

por Fábio Abreu, ‘expert’ em experiências

culturais, e Nuno Nobre,

consultor gastronómico, para além

dos chefs convidados. Entre as várias

delícias já apresentadas, destaque

para a espetada, a macarronada,

a cataplana de peixes do chef

Eleutério Costa que foi acompanhada

pelos vinhos João Portugal

Ramos e precedida por uma salada

mediterrânica – e o sempre presente

dentinho. “A garantia é aquela

que os eventos ABC já nos habituaram:

os melhores produtos locais,

trabalhados por um chef da terra,

cozinhados devagar para que o lume

lhes dê tudo o que precisam para

libertarem toda a frescura e sabor

que os tornam únicos.”, explica

a organização. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Wanderlust Madeira

22


Casa da Cultura de Câmara de Lobos acolheu evento

Desfile de Moda

de João Pedro Oliveira

ACasa da Cultura de Câmara

de Lobos acolheu o desfile

de moda criado por

João Pedro Oliveira, jovem estilista

camaralobense. O desfile teve

o apoio da Câmara Municipal

de Câmara de Lobos e nele o estilista

avançou as novidades da sua

próxima linha de roupa e que foram

apresentados por 12 modelos,

na sua grande maioria naturais

do concelho. João Pedro

Oliveira voltou a uma casa onde

já foi feliz, isto porque foi na Casa

da Cultura de Câmara de Lobos

que se estreou no papel de estilista,

ao apresentar o seu primeiro

desfile de moda. João Pedro Oliveira,

22 anos, natural de Câmara

de Lobos, iniciou-se no mundo

da moda com 15 anos, ao realizar

um desfile com roupas feitas com

restos de cortinas e toalhas de mesa.

Autodidata e apesar de ser ainda

muito novo, leva a moda muito

a sério, lutando para criar uma

marca diferente e única através

dos desfiles e coordenados que ao

longo destes anos tem dado a conhecer.

O estilista anunciou que

prepara já nova coleção a apresentar

no final deste ano. ••

• Dulcina Branco • Fotos: gentilmente cedidas por João Pedro Oliveira

23


“A maior escola que tive foi a escola da vida,

que é a que nos ensina a lutar pelos nossos objetivos”

João Pedro Oliveira

Começou em criança a mostrar

interesse pelo mundo da moda,

desenhando nos cadernos da escola

peças de roupa que o encantavam;

mais tarde, fez alguns cursos

mas o ‘bichinho’ da moda esteve

sempre lá, levando-o a criar, com

15 anos, as primeiras peças de roupa.

Hoje, com 22 anos, tem criações

em nome próprio, desfiles de

moda e um mundo de sonhos para

concretizar. João Pedro Oliveira

prepara uma nova coleção que

espera vir a apresentar ao grande

público num grande evento, no final

deste ano.

• Dulcina Branco

• Fotos: D.R.

24


Quem é o João Pedro Oliveira e

como surge no mundo da moda?

- Sou um jovem sonhador e lutador,

com muitos sonhos para realizar

e muita vontade de vencer no

mundo da moda. Desde criança

que sempre gostei muito da área

da moda, sempre fui muito ligado

ao desenho...Um lápis e um caderno

era suficiente para me fazer

feliz. Os professores reclamavam

comigo porque, em vez de passar

a matéria da aula, passava o tempo

a desenhar peças de roupa. Fiz

alguns cursos que não me satisfaziam

porque sempre gostei muito

das artes, e a moda sempre foi algo

que eu quis. Abdiquei dos cursos

e decidi seguir o meu sonho.

Aos 15 anos fiz a minha primeira

coleção com roupas feitas com

restos de cortinas e toalhas de mesa.

Percebi que esta era a minha

vocação, segui em frente, estudava

de setembro a junho e preparava

um desfile nos meses de verão

para apresentar em setembro.

A maior escola que tive foi a escola

da vida, que é a que nos ensina

a lutar pelos nossos objetivos. É a

mais dificil de todas mas quando

nos dedicamos, vale a pena o esforço.

Sei que tenho pela frente

um longo caminho mas já fiz algumas

coisas, criei projetos...Estes

quase oito anos que levo na moda

foram de muitas conquistas pessoais

e profissionais. Tem valido

a pena.

Que momentos destaca no seu

percurso ligado à moda?

- Todos os momentos são marcantes

e importantes, um desfile

é uma história que é sempre diferente...

O desfile que mais me

marcou foi ‘Igualdade’, em 2018.

Foi marcante porque deu a possibilidade

a pessoas ditas ‘diferentes’

de participarem, de terem voz, de

mostrarem as respetivas diferenças

e talentos. Uma criança em cadeira

de rodas, uma mulher com

cancro, modelos plusize, casais

homossexuais...Sou especialmente

sensível a estes temas sociais

em que a diferença discrimina as

pessoas o que faz com que me envolva

em projetos que apelam à

igualdade.

Como é uma peça concebida pelo

João Pedro e a que público se

dirige?

- É a maior responsabilidade da

minha vida porque levo a moda

muito a sério. Tenho lutado toda a

minha vida para criar uma marca

que seja diferente e única, então,

uma mulher ou homem que veste

João Pedro é uma pessoa segura

de si, que sabe vestir uma roupa

livre de preconceitos, única e

exclusiva. Por norma, crio apenas

um coordenado de cada peça de

forma a manter a exclusividade

da peça e a identidade de quem

a veste.

A pandemia de que forma interferiu

com o seu trabalho?

- A minha vida mudou muito desde

que a pandemia começou porque,

como trabalho em exclusivo

na área da moda, vi-me impossibilitado,

durante vários meses, de

fazer o que me faz feliz. Tem sido

uma luta constante mas nós, artistas,

sabemos dar a volta por cima,

e então tive de me reinventar. Comecei

a criar e a vender as minhas

máscaras e que foram um sucesso,

lancei depois uma linha de t-

-shirts com frases motivacionais e

que foram igualmente bem recebidas.

Mais recentemente, apresentei

um desfile na Casa da Cultura

de Câmara de Lobos com o

apoio da Câmara Municipal e que

deu a todos muito ânimo e vontade

de fazer mais e melhor.

Tem novos projetos a caminho?

- Felizmente sim. Irei apresentar

a coleção A/MAR no cais de Câmara

de Lobos, terei a Festa Branca,

que se realiza pelo terceiro ano

consecutivo e que visa celebrar os

meus oito anos de carreira. Se a

pandemia o permitir, irei apresentar

uma nova coleção num grande

evento a realizar em novembro.

Irei também participar no ‘Maspalomas

Fashion Weekend’ que

decorrerá nas ilhas Canarias, entre

outros. O futuro é incerto mas

vamos acreditar que o melhor está

por vir. Quero ser um dos melhores

do mundo, sou ambicioso. Sonho

em, um dia, ter a minha marca

e ter lojas em diversos países do

mundo, criar eventos/desfiles com

grandes artistas porque gosto muito

de juntar o canto e a dança nos

meus desfiles. De resto, é acreditar

e trabalhar muito. Tenho a certeza

que é isto que quero para a

minha vida. ••

25


Presidente da ALR visitou iniciativa que decorreu na Paróquia da Nazaré

I Edição

Feira do Livro Solidária

A

Galeria S. João Paulo II, na

Igreja da Nazaré, no Funchal,

acolheu a I Edição

Feira do Livro Solidária. A iniciativa

teve como objetivos promover

hábitos de leitura e, com as

verbas resultantes dos livros vendidos,

apoiar as iniciativas caritativas

desenvolvidas pela Paróquia

da Nazaré. O Presidente da ALR

da Madeira marcou presença na

abertura deste evento que seguiu

as recomendações do Plano de

contingência da Paróquia da Nazaré

em vigor no atual contexto

de pandemia. José Manuel Rodrigues

comprou o livro “Nenhum

Caminho Será Longo”, de José

Tolentino de Mendonça e disse,

em relação ao evento, que “esta é

uma ação meritória que deve ser

apoiada”. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Amílcar Figueira (assessoria ALRM)

26


Iniciativa da Câmara Municipal do Funchal voltou ao Mercado dos Lavradores

VI ‘Summer Market’

Miguel Silva Gouveia,

Presidente da Câmara

Municipal do Funchal,

e Dina Letra, Vereadora com o

pelouro dos Mercados Municipais,

presidiram no Mercado dos

Lavradores à abertura da VI edição

do Summer Market, uma iniciativa

que pretende promover os

produtos e o consumo de marcas

locais. “Já retomamos há algum

tempo a programação anual

dos nossos mercados municipais

e, nesse sentido, este Mercado de

Verão surge como uma mais-valia,

tanto para as marcas regionais

que aqui estão representadas, como

também para os restantes comerciantes

que acabam por beneficiar

com esta dinamização e

com a presença de mais pessoas

neste espaço.”, disse Dina Letra.

“Tal como tem acontecido em

contexto pandémico, e de forma

a evitar ajuntamentos e a descentralizar

o evento, esta edição tem

lugar no primeiro e no segundo

piso do Mercado, nomeadamente

nas zonas do Terrado e do Terraço,

potenciando, desta forma,

que os visitantes também circulem

por todo o edifício”, acrescentou

a autarca. A edição deste

ano do Summer Market contou

com a presença de 13 parceiros:

Dona Xica; Luna Bijuteria; Maui

Made More; Home Joeira; M13

Naturals; Karla Vieira Bijuteria;

Patrícia Pinto; Fio de Seda; Cláudia

Henriques; Moku Handmade;

Atelier dos Gatafunhos; Coisas

Minhas; e Isabel França, e que

apresentaram diversos artigos de

design e vestuário, tais como artigos

de bebé, malas, colares de fio

de seda, camurça, brincos, anéis e

diversos outros artigos inspirados

nas tradições madeirenses. ••

• Dulcina Branco • Fotos: André Gonçalves

(Fotografia Câmara Municipal do Funchal)

27


Evento decorreu em maio no Complexo de Piscinas Olímpicas do Funchal

Europeus de natação

‘World Para Swimming’

O

Complexo de Piscinas

Olímpicas do Funchal

recebeu o Campeonato

da Europa de Natação Adaptada,

que se realizou de 16 a 22 de

maio. Um ano depois do previsto,

o Funchal recebeu estes europeus

que foram a última grande

prova de apuramento para os Jogos

Paralímpicos Tóquio’2020. A

competição contou com 380 atletas,

entre os quais oito portugueses,

e cerca de 200 elementos de

‘staff’ de 47 países. Previstos para

maio do ano passado, estes europeus

foram sendo adiados sucessivamente

devido à pandemia

de covid-19, que também ditou

a passagem dos Jogos Paralímpicos

de Tóquio de 2020 para 2021.

Refira-se que, a Madeira acolheu

a competição pela primeira

vez em 2016. A Associação de

Natação da Madeira e a Federação

Portuguesa de Natação organizaram

este evento no Funchal

com os apoios do Governo Regional

e da Câmara Municipal do

Funchal. Avelino Silva, presidente

da Associação de Natação da

Madeira disse à nossa revista que,

“a experiência que fomos adquirindo

desde 2015 na organização

de eventos nacionais e internacionais,

destacando-se a realização

do Campeonato Europeu de

Natação Adaptada em 2016, deu-

-nos alguma bagagem e garantia

de realizar estes eventos nas melhores

condições para os atletas.”.

Foi anunciado que a Madeira vai

receber os campeonatos mundiais

de natação adaptada entre 12 e

18 de junho de 2022, o que será o

maior evento de desporto adaptado

realizado em Portugal. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Pedro Vasconcelos

28


29


30

Europeus de natação

‘World Para Swimming’


Nélio Olim foi reconduzido na cerimónia que teve lugar no Instituto do Vinho

Tomada de posse da Associação

de Motociclismo da Madeira

R

ealizou-se no Instituto do

Vinho da Madeira a cerimónia

de tomada de posse

da direção da Associação de Motociclismo

da Madeira nas presenças

do Secretário Regional da

Agricultura e Desenvolvimento

Rural, Humberto Vasconcelos, o

Presidente da Câmara Municipal

do Funchal, Miguel Silva Gouveia

e o Diretor Regional de Desporto,

David Gomes. “Presidir a

esta instituição, com uma história

que antecede a sua data de constituição

é, para mim e para toda

a minha equipa uma honra, pelo

que estamos empenhados em valorizar

todo o trabalho feito pelas

anteriores direções, mas sempre

de olhos postos no futuro, tentando

inovar e melhorar as condições

para a prática da modalidade sempre

que tal for humana e financeiramente

possível” disse Nélio

Olim que foi reconduzido no cargo

de presidente da AMM, instituição

fundada em 1984 que regula

e coordena a prática lúdica e

desportiva da modalidade de motociclismo

da RAM. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Nelson Martins

31


32

Tomada de posse da Associação

de Motociclismo da Madeira


33


Edição 2021 do projeto de Arte Urbana voltou a embelezar Câmara de Lobos

‘Ornamentação de Ruas

com Arte Reciclada ’

A

cidade de Câmara de Lobos

voltou a ficar mais bonita

com a edição 2021 do Projeto

Arte Urbana “Ornamentação

de Ruas com Arte Reciclada”, iniciativa

cuja primeira edição aconteceu

em 2015 e idealizada como

complemento às tradicionais Festas

de São Pedro, organizadas pelo

Município de Câmara de Lobos.

O secretário regional de Turismo

e Cultura marcou presença

na abertura oficial das decorações

e considerou que este evento

é já um cartaz turístico, atraindo

muitos estrangeiros e residentes.

Composto por um conjunto de

construções decorativas originais,

este projeto afirma-se também pela

promoção da consciência ambiental

através da reutilização de

materiais, como plástico, latas, entre

outros, nas decorações que embelezam

as ruas e a baixa da cidade

de Câmara de Lobos. Este

projeto, que recebeu em 2019, a

Menção Menção Honrosa - “Prémio

Melhores Municípios para

Viver”, voltou a contar com o

envolvimento de diversas instituições

de cariz sociocultural camarolobenses,

nomeadamente: CAO

Câmara de Lobos, Casa do Povo

Câmara de Lobos, Centro de

Apoio a Crianças e Jovens de Câmara

de Lobos, Centros Sociais e

Paroquiais do Carmo e Encarnação,

Império da Ilha; Centros Comunitários

Municipais Cidade Viva

e Vila viva, Teatro Metáphora,

Centro Social e Paroquial de Santa

Cecília, Associação Câmara de

Lobos Viva e Confraria do Santíssimo

Sacramento. ••

• Dulcina Branco • Fotos: Cícero Castro

34


35


27 restaurantes participaram na edição deste ano

II Festival Gastronómico do Porto

Santo – Edição Santos Populares

S

ob a organização da Associação

de Indústria, Comércio e

Turismo do Porto Santo, decorreu

em junho a segunda edição

do Festival Gastronómico do

Porto Santo. A edição deste ano

foi dedicada aos santos populares

e, como tal, todos os espaços de

restauração esmeraram-se na confeção

da deliciosa gastronomia típica

desta época, com destaque

para a sardinha grelhada na brasa,

o atum de escabeche e o gaiado

acompanhados pela semilha nova,

o feijão cozido e um bom vinho

da região. De deixar água na

boca e pedir por mais ou não fosse

este um evento de elevada qualidade

evidenciada pela cozinha

dos diversos restaurantes que aderem

ao evento, este ano na ordem

dos 27, ultrapassando os 19 do ano

transato. “É com grande satisfação

que vimos este festival crescer e

promover os restaurantes, a nossa

gastronomia e os artistas locais

perante o turismo que nos visitou

nesta semana do São João”, lê-se

num comunicado da AICTPS,

que agradeceu ao Município do

Porto Santo e à Empresa de Cervejas

da Madeira o apoio na realização

deste evento que promete

voltar no próximo ano. ••

• Dulcina Branco • Fotos: gentilmente cedidas por Fábio Brito

36


37


38

II Festival Gastronómico do Porto

Santo – Edição Santos Populares


39


40

II Festival Gastronómico do Porto

Santo – Edição Santos Populares


Fiesta! Aconteceu

Festival Summer Opening

vai dar música ao verão em 2022

N

os últimos anos, tem sido um dos grandes eventos ‘out door’

mas que a pandemia também adiou, mas não por pouco tempo,

já que, se tudo correr bem como se espera, está de regresso em

2022. No verão do próximo ano, o Funchal irá receber a 8ª edição do

Summer Opening, festival urbano que destaca o que de melhor se faz

na música nacional e a insere num contexto natural único como é o Parque

de Santa Catarina. Realizado no amplo espaço verde e ao ar livre, o

cartaz musical já tem alinhamento assegurado com os ritmos enérgicos

dos consagrados Capicua, Carlão, Jimmy P, Valete, Regula ou Richie

Campbell, bem como de novos talentos que deixaram a sua marca este

ano, como Nenny e Elisa, entre cerca de 20 artistas nacionais. O Summer

Opening realiza-se há 7 anos consecutivos. Em 2020 e 2021 não se

realizou devido à atual situação pandémica sendo a sua 8ª edição adiada

para 2022. Todos os anos aposta em celebrar as boas vibrações do verão

com artistas nacionais de referência do mundo do Hip-Hop, Soul, Funk

e Reggae. Pelo seu palco já passaram nomes como Natiruts, Buraka Som

Sistema, Gabriel, o Pensador, Dengaz, Frankie Chavez, Seu Jorge, Nelson

Freitas, Mundo Segundo & Sam the Kid, Dillaz, entre muitos outros.

Para adquirir bilhetes ou saber mais, basta consultar o site oficial

https://summeropening.pt/ ou o PRESS KIT SO2022. ••

• Dulcina Branco

• Foto: Puppetry Productions

41


Fiesta! Lifestyle

Luxemburgo

País arrumado, organizado, em que o caos é palavra raramente ouvida,

o Luxemburgo prima por ser um exemplo de civismo, respeito

para com o próximo – ainda que os luxemburgueses nativos

sejam mais antipáticos que simpáticos – higiene e cuidados extremos

em manter a disciplina e uma linha de educação que deveria ser extensível

a muitos países. (…) Há quem a considere “a mais bela varanda

do mundo”. Sendo ou não sendo, a verdade é que deste ponto intermédio

(em altitude) da cidade, conseguem-se algumas das mais belas

fotos da capital luxemburguesa. Um bálsamo para a vista e um reconforto

para a alma. ••

• Texto & Fotos: António Cruz, autor e viajante

42


Fiesta! Sé7ima Arte

‘Doce’ no cinema: Bem Bom

Realizado por Patrícia Sequeira e protagonizado por Bárbara Franco

(Fátima Padinha), Lia Carvalho (Teresa Miguel), Carolina

Carvalho (Lena Coelho) e Ana Marta Ferreira (Laura Diogo),

Bem Bom estava originalmente planeado para estrear em novembro

de 2020 mas, devido à pandemia, foi adiado para julho deste ano. O

filme biográfico da icónica ‘girl band’ portuguesa dos anos 80 marca o

ano cinematográfico português. Foi há 40 anos que quatro jovens mulheres,

com um visual arrojado, coreografias sensuais e uma atitude ousada

para a época, agitaram as mentalidades. Foram tanto um fenómeno

de popularidade como um alvo do preconceito. A história da banda

que foi criada em 1979 por Tozé Brito está agora contada em filme que

é também um convite à reflexão sobre a emancipação da mulher portuguesa.

“Na altura, havia por um lado o novo rock e por outro os artistas

estabelecidos. Entre uma coisa e outra, havia um espaço enorme e pareceu-me

que podia funcionar muitíssimo bem. Para isso, pesou e muito

o facto de já ter trabalhado com Fátima [Padinha], Teresa [Miguel]

e Lena [Helena Coelho] nos Gemini e de não as querer deixar sem trabalho.

Então, pensei: ‘Porque não um grupo de quatro mulheres?’ E foi

assim que a ideia nasceu. Um projeto pop, puro e duro, mas com influências

do que estava na moda na altura, como a dance music”, contou

o músico à imprensa. O êxito foi imediato. A canção ‘Amanhã de

Manhã’ foi Disco de Ouro e o grupo fica em segundo lugar no Festival

da Canção. Lançaram três álbuns, colecionaram singles que foram discos

de ouro e platina, participaram quatro vezes no Festival da Canção

– que venceram em 1982, com “Bem Bom” -, foram à Eurovisão e, antes

de cair o pano, em 1986, tentaram a internacionalização. As Doce

permaneceram estigmatizadas, quase esquecidas. Até 2021. Com o lançamento

do filme biográfico, em julho deste ano, evidencia-se o talento

das cantoras e presta-se homenagem ao grupo pioneiro e inovador. Até

hoje, nenhum outro grupo exclusivamente feminino substituiu as Doce.

Em relação às integrantes do grupo, Fátima Padinha cedo deixou o

mundo do espetáculo. Foi secretária e esteve casada com o ex-primeiro-

-ministro Pedro Passos Coelho até 2003. Atualmente, devido a problemas

de saúde, não trabalha. Helena Coelho ainda se aventurou num

projeto musical, fez teatro e foi manager das Docemania. Hoje, vive no

campo e dedicada à família. Laura Diogo mudou-se para os EUA, formou-se

em Psicologia e abriu uma clínica onde trabalha com crianças

autistas. Teresa Miguel manteve-se durante largos anos ligada à área do

espetáculo, sobretudo ao teatro de revista. Entretanto, afastou-se por

motivos de saúde. Ágata, que substituiu Lena Coelho em 1985, continua

a cantar e abriu recentemente uma clínica de medicinas alternativas

e terapias holísticas. ••

• Dulcina Branco • Fonte: Wikipédia • Foto: Doce-Fan Club e NOS Filmes

43


Fiesta! Décor

Decorar a mesa de verão

C

om o alívio das restrições aumentam os convívios com a família

e os amigos. Para realizar encontros com mais precauções e

que também envolvam uma boa refeição, nada como preparar

uma linda mesa de verão. Aproveite a comida para tornar a apresentação

mais apelativa visualmente. Depois de selecionar um lindo prato ou travessa,

emprate queijos de forma pensada, taças com frutas coloridas ou

uma salada vibrante para valorizar a loiça. Não há nada mais divertido

– e leve como o verão – do que reunir algumas loiças diferentes e montar

uma mesa com pratos que não fazem parte do mesmo conjunto. O

resultado final é uma decoração despojada e única. Mas, claro, não descure

o lado prático. É maravilhoso pensar na decoração da mesa, contudo

a praticidade é tão importante quanto a questão estética. Conseguir

aceder facilmente às iguarias que estão na mesa – e de forma confortável

– é primordial. Com tudo a postos, basta relaxar e degustar! Conheça

todos as opções de loiças que a La Redoute tem para oferecer na loja

online, em laredoute.pt. ••

• Dulcina Branco

• Texto: Aline Fernandez [alinefernandez@taylor365.pt] Dora Sousa [dorasousa@redoute.pt] • Fotos: laredoute.pt

44


Cocktail

‘Maracujá’

Éum dos frutos exóticos mais

conhecidos da Madeira e

tem diversas utilizações,

como alimento, ornamento e fármaco.

O Maracujá é produzido

pelas plantas do género Passiflora

da família Passifloraceae; o nome

da planta é conhecido como maracujazeiro.

Estima-se que existam

mais de quinhentas espécies

de Passiflora. O maracujá mais caraterístico

da Madeira é o maracujá

roxo, mas existem muitos outros

como o maracujá banana, maracujá

ananás e maracujá limão. De

polpa gelatinosa e com sementes,

este fruto é muito utilizado em cocktails

e drinks, e pastelaria. ••

• Produção: Fernando Olim

• Foto: D.R.

• Fonte: www.visitmadeira.pt

Composição

• 60 ml Aguardente Madeira

• 40 ml Licor Maracujá Madeira

• Sumo de Maracujá q.b.

• Cubo de gelo

• Açúcar q.b.

Preparação

Preparado no shaker com gelo

Servido em copo médio

Decoração

Maracujá e manjericão

categoria

Drink aperitivo

2021 CUPÃO DE ASSINATURA

Nova Assinatura Renovação Assinatura

Nome

Empresa

Morada

Código Postal

Localidade

Concelho Contribuinte Nº

Data de nascimento

Telem.

Fax

Telefone

E-mail

Assinatura Data / /

SIM, quero assinar e escolho as seguintes modalidades:

Cheque

à ordem de ‘’O Liberal Comunicações, Lda’’

Pago por transferência Bancária/Multibanco

MPG NIB nº 0036.0130.99100037568.29

“O Liberal”

Parque Emp.da Zona Oeste, Lote 7, Socorridos,

9304-006 Câmara de Lobos • Madeira / Portugal

291 911 300

fiestamadeira@yahoo.com • sabermadeira@yahoo.com

assinaturas@tribunadamadeira.pt

www.revistafiesta.pt

Revista fiesta

saber.fiesta.madeira

PREÇOS ESPECIAIS!

TABELA DE ASSINATURA - 1 ANO

MADEIRA € 24,00

EUROPA € 48,00

RESTO DO MUNDO € 111,00

Os valores indicados incluem os portes do correio e I.V.A. à taxa em vigor

45


Momentos

“Eloisa à luz da vela”

Foto realizada no estúdio DDiArte com a modelo Eloisa Vieira e Henna Tattoo feita pela artista plástica Cristina Perneta

46


PUB


www.REVISTAFIESTA.pt

Revista fiesta

saber.fiesta.madeira

sabermadeira@yahoo.com

291 911 300

PUB

More magazines by this user
Similar magazines