Views
5 years ago

Espaços e Paisagens. Vol. 1 - Universidade de Coimbra

Espaços e Paisagens. Vol. 1 - Universidade de Coimbra

Espaços e Paisagens. Vol. 1 - Universidade de

Espaços e Paisagens Antiguidade Clássica e Heranças Contemporâneas Vol. 1 Línguas e Literaturas. Grécia e Roma Francisco de Oliveira, Cláudia Teixeira, Paula Barata Dias (Coords.) As s o c i A ç ã o Po r t u g u e s A d e es t u d o s cl á s s i c o s

  • Page 2 and 3: Espaços e Paisagens Antiguidade Cl
  • Page 4 and 5: Título Espaços e Paisagens. Antig
  • Page 6 and 7: Os agradecimentos que endereçamos
  • Page 8 and 9: ÍNDICE Vo l . 1 lí n g u a s e li
  • Page 10 and 11: Os espaços das Troades de Séneca
  • Page 12 and 13: Paisagem do cárcere. O topos liter
  • Page 14 and 15: I VOLUME Línguas e Literaturas Ant
  • Page 16 and 17: ESPAçOS DO GREGO E ESPAçOS DO OUT
  • Page 18 and 19: Espaços do Grego e espaços do out
  • Page 20 and 21: Espaços do Grego e espaços do out
  • Page 22 and 23: Espaços do Grego e espaços do out
  • Page 24 and 25: apercebam, à noção implícita do
  • Page 26 and 27: Trezena, tem Ártemis um espaço sa
  • Page 28 and 29: M. C. Fialho (1996), “Afrodite e
  • Page 30 and 31: encontramo-la na figura da esfinge,
  • Page 32 and 33: um tirano. Exemplo claro de que a a
  • Page 34 and 35: NAS MORADAS DAS NINFAS O CENÁRIO D
  • Page 36 and 37: Nas moradas das ninfas: o cenário
  • Page 38 and 39: Nas moradas das ninfas: o cenário
  • Page 40 and 41: Nas moradas das ninfas: o cenário
  • Page 42 and 43: numa denúncia de dificuldades grit
  • Page 44 and 45: farta é, sem dúvida, a zona dos c
  • Page 46 and 47: e que, ao contrário da ágora, ten
  • Page 48 and 49: esquemas culturais aristocráticos
  • Page 50 and 51: desde o início da Guerra do Pelopo
  • Page 52 and 53:

    comemorar a paz, à cidade, deixa-a

  • Page 54 and 55:

    Evocando o coro, pan-helênico num

  • Page 56 and 57:

    Textos Modernos A. L. Chevitarese (

  • Page 58 and 59:

    60 Susana Marques Pereira uma satis

  • Page 60 and 61:

    visibilidade: Eurípides sublinha e

  • Page 62 and 63:

    Iphigenia in Tauris: M. J. Cropp (2

  • Page 64 and 65:

    discurso de Lísias e desejando ouv

  • Page 66 and 67:

    em estado de enthousiasmos, é poss

  • Page 68 and 69:

    afirmar que “o Fedro é um mundo

  • Page 70 and 71:

    TURISMO E PATRIMóNIO NA ANTIGUIDAD

  • Page 72 and 73:

    Turismo e património na Antiguidad

  • Page 74 and 75:

    Turismo e Património na Antiguidad

  • Page 76 and 77:

    II - An t I g u I d A d e Ro m A n

  • Page 78 and 79:

    dedicadas a la práctica de la medi

  • Page 80 and 81:

    3.2 86 El espacio médico José Pab

  • Page 82 and 83:

    88 José Pablo Barragán Nieto gyn.

  • Page 84 and 85:

    que ponen de relieve la importancia

  • Page 86 and 87:

    De estos tres tipos de vivienda, la

  • Page 88 and 89:

    visto que ya anunciaba Vitrubio. Es

  • Page 90 and 91:

    ESPACIOS LITERARIOS PARA LA BOTÁNI

  • Page 92 and 93:

    Espacios literarios para la botáni

  • Page 94 and 95:

    Espacios literarios para la botáni

  • Page 96 and 97:

    Espacios literarios para la botáni

  • Page 98 and 99:

    em latim (como os textos reunidos p

  • Page 100 and 101:

    operacional o valor contrastivo dos

  • Page 102 and 103:

    (daí chamarem-no senário iâmbico

  • Page 104 and 105:

    ENTRE VIDA PúBLICA E LVXVRiA PRIVA

  • Page 106 and 107:

    Entre vida pública e l u x u r i a

  • Page 108 and 109:

    Entre vida pública e l u x u r i a

  • Page 110 and 111:

    Entre vida pública e l u x u r i a

  • Page 112 and 113:

    quando fosse necessário. Ao questo

  • Page 114 and 115:

    Pollitt (1998:67), Cícero viu na c

  • Page 116 and 117:

    as cartas desse período revelam um

  • Page 118 and 119:

    128 Virgínia Soares Pereira melior

  • Page 120 and 121:

    PÍNDARO E HORÁCIO FACE A FACE Mar

  • Page 122 and 123:

    Píndaro e Horácio face a face - s

  • Page 124 and 125:

    Píndaro e Horácio face a face o p

  • Page 126 and 127:

    Píndaro e Horácio face a face des

  • Page 128 and 129:

    compreensão que torna o estudo da

  • Page 130 and 131:

    vida, apresenta-se cheia de tensõe

  • Page 132 and 133:

    diferente: não uma oposição magi

  • Page 134 and 135:

    do que a tomada de consciência do

  • Page 136 and 137:

    10), a idealizada terra de Pã, par

  • Page 138 and 139:

    com fartura de pasto, a caça abund

  • Page 140 and 141:

    ALIMENTOS TEMáTICOS SIMBóLICOS M

  • Page 142 and 143:

    A POETIZAçãO DO ESPAçO NAS BUCó

  • Page 144 and 145:

    A poetização do espaço nas Bucó

  • Page 146 and 147:

    A poetização do espaço nas Bucó

  • Page 148 and 149:

    âmbar untuoso 72 ; o mocho, rivali

  • Page 150 and 151:

    A poetização do espaço nas Bucó

  • Page 152 and 153:

    A poetização do espaço nas Bucó

  • Page 154 and 155:

    A poetização do espaço nas Bucó

  • Page 156 and 157:

    MITOS DE FUNDAçãO DE CIDADES E A

  • Page 158 and 159:

    Mitos de fundação de cidades e a

  • Page 160 and 161:

    cidade, urbi et orbi, arremate do c

  • Page 162 and 163:

    as noções de macro e microcosmos.

  • Page 164 and 165:

    acordo ou desagrado, ao manifestar

  • Page 166 and 167:

    (vv. 796-799). A movimentação irr

  • Page 168 and 169:

    OS ESPAçOS DAS TROADES DE SÉNECA

  • Page 170 and 171:

    Os espaços das tr o a d e S de Sé

  • Page 172 and 173:

    Os espaços das tr o a d e S de Sé

  • Page 174 and 175:

    Os espaços das tr o a d e S de Sé

  • Page 176 and 177:

    canto superior direito, enquanto, a

  • Page 178 and 179:

    inverosímil que a própria Berenic

  • Page 180 and 181:

    Assim, se o primeiro painel represe

  • Page 182 and 183:

    198 Nuno Simões Rodrigues Fig. 3 -

  • Page 184 and 185:

    jogos inaugurais! Tão significativ

  • Page 186 and 187:

    202 “Raptus abit media quod ad ae

  • Page 188 and 189:

    Pela primeira vez, tudo foi possív

  • Page 190 and 191:

    Beda (1975) Bedae Venerabilis Opera

  • Page 192 and 193:

    particular, os habitantes desta reg

  • Page 194 and 195:

    a repetição dos tópicos do anath

  • Page 196 and 197:

    of Empire 28 . A autora apoia a sua

  • Page 198 and 199:

    Bibliografia F. Cairns (1977a), “

  • Page 200 and 201:

    Plinio el Viejo 1 , que, en opinió

  • Page 202 and 203:

    historique dans les Commentaires de

  • Page 204 and 205:

    cuanto era capaz el valor de los ge

  • Page 206 and 207:

    4. Breve apreciación sobre la Germ

  • Page 208 and 209:

    tal o vestíbulo que nele se erguia

  • Page 210 and 211:

    amplamente desenvolvido nesta Vida.

  • Page 212 and 213:

    do sol 24 . Plínio e Suetónio apr

  • Page 214 and 215:

    Bibliografia A. Aiardi (1978), “P

  • Page 216 and 217:

    a la muerte, se expone de forma cro

  • Page 218 and 219:

    y unas islas mediterráneas cerca d

  • Page 220 and 221:

    iografiados sobre cuyas acciones ha

  • Page 222 and 223:

    não diria sobre o nascimento, a sa

  • Page 224 and 225:

    vínculo conjugal que lhe permitiri

  • Page 226 and 227:

    colossal de Hércules, que haveria

  • Page 228 and 229:

    deixa também de referir uma das ca

  • Page 230 and 231:

    O ESPAçO BRITâNICO E A PAISAGEM N

  • Page 232 and 233:

    O espaço britânico e a paisagem n

  • Page 234 and 235:

    O espaço britânico e a paisagem n

  • Page 236 and 237:

    Bibliografia O espaço britânico e

  • Page 238 and 239:

    pelo terror e pela arbitrariedade,

  • Page 240 and 241:

    dele. Pensara que um festim lhe ado

  • Page 242 and 243:

    seguro. Mas o leitor, a quem Tácit

  • Page 244 and 245:

    interfectusque, ao homeoteleuto dos

  • Page 246 and 247:

    O ESPAçO NO CONTO DE EROS E PSIQUE

  • Page 248 and 249:

    O espaço no conto de Eros e Psique

  • Page 250 and 251:

    de Juno, por cujos templos passa. M

  • Page 252 and 253:

    um palácio sobrenatural, cuja riqu

  • Page 254 and 255:

    Que los Romanos hayan nutrido un vi

  • Page 256 and 257:

    convencional contra la codicia, la

  • Page 258 and 259:

    malsana de la ciudad y el olor de l

  • Page 260 and 261:

    también aquellas llamadas primitiv

  • Page 262 and 263:

    A aemulatio 131 Afonso Africano 337

  • Page 264 and 265:

    mito 409 (clássico) 377 (de Orfeu)

O poeta e a cidade no mundo romano - Universidade de Coimbra
Arátor. História Apostólica - Universidade de Coimbra
De Excidio Urbis e outros Sermões - Universidade de Coimbra
A GLOBALIZAÇÃO NO MUNDO ANTIGO - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra