07.04.2013 Views

Novembro - Cenibra

Novembro - Cenibra

Novembro - Cenibra

SHOW MORE
SHOW LESS

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

Mala Direta<br />

Postal<br />

9912238796/2014/DR/MG<br />

CENIBRA<br />

DEVOLUÇÃO<br />

GARANTIDA<br />

Jornal da CENIBRA<br />

N o 301 . Ano 26<br />

<strong>Novembro</strong> 2010<br />

Um olhar que enxerga<br />

novos horizontes<br />

CENIBRA comemora<br />

20 anos do Projeto<br />

Mutum - Pág. 6


EDITORIAL<br />

DUAS DÉCADAS DE PRESERVAÇÃO<br />

Hoje comemoramos os frutos de uma iniciativa; a consequência de um olhar. Um<br />

olhar às avessas do processo de degradação da biodiversidade. Um olhar que protege<br />

a vida e vislumbra novos horizontes. Esse olhar é meu, seu e também das<br />

aves ameaçadas de extinção reintroduzidas ao habitat natural.<br />

Refiro-me ao sustentável Projeto Mutum, por meio do qual a CENIBRA, há 20<br />

anos, promove a reintrodução dessas aves de forma pioneira, em parceria com<br />

a Sociedade de Pesquisa do Manejo e da Reprodução da Fauna Silvestre (CRAX).<br />

Esta entidade não governamental exerce um papel fundamental no projeto, realizando<br />

todo o trabalho de preparação e manejo adequado, de forma a proporcionar<br />

à ave uma maior facilidade de readaptação. A CENIBRA tem orgulho de ser<br />

parceira de uma entidade que se preocupa com a vida.<br />

A iniciativa desenvolvida representa uma esperança de sobrevivência às aves típicas<br />

da Mata Atlântica, que estão ameaçadas de extinção. Livre na natureza, o<br />

mutum, ave símbolo do projeto, só existe em outros seis lugares no país: quatro<br />

deles na Bahia e dois no Espírito Santo. Na Fazenda Macedônia, único local em<br />

Minas Gerais, eles têm a chance de se reproduzirem, migrarem e colonizarem<br />

novas áreas, como o Parque Estadual do Rio Doce. Cerca de 20% da população<br />

mundial da ave mutum encontra-se nas áreas da CENIBRA. Entretanto, além do<br />

mutum, também foram reintroduzidas espécies de inhambuaçú, jacutinga, macuco,<br />

capoeira e jaó.<br />

O protocolo de intenções que assinamos é um exemplo prático de que reintegrar<br />

as espécies ameaçadas ao seu ecossistema natural é uma solução para prevenir<br />

a extinção.<br />

Os resultados alcançados e as novas perspectivas são fruto da inovação dos idealizadores,<br />

do esforço de todos envolvidos e do compromisso da CENIBRA e parceiras<br />

para a construção de um mundo melhor.<br />

EXPEDIENTE<br />

DIRETOR-PRESIDENTE<br />

Paulo Eduardo Rocha Brant<br />

DIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO<br />

Naohiro Doi<br />

DIRETOR INDUSTRIAL E TÉCNICO<br />

Kenji Takashima<br />

DIRETOR COMERCIAL<br />

Satoshi Miyake<br />

COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO CORPORATIVA<br />

Leida Hermsdorff Horst Gomes<br />

COMITÊ EDITORIAL<br />

Afonso Carlos dos Reis Fioravante<br />

Érica de Souza Pinheiro Costa<br />

Fernando Palha Leite<br />

Jacinto Moreira Lana<br />

José Roberto Gonçalves<br />

Marcelo Silva Coelho<br />

Yara Aparecida Furbino de Melo<br />

Paulo Eduardo Rocha Brant<br />

Diretor-Presidente<br />

PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO<br />

Café c/ Design<br />

Fotos | Arquivo<br />

Foto capa | Grão Fotografia<br />

Foto editorial | Paulo Sérgio Oliveira<br />

Foto páginas 6 e 7 | João Marcos Rosa<br />

Tiragem | 4.500 exemplares<br />

FALE COM O FIBRA<br />

31 3829.5038<br />

comunicacaocorporativa@cenibra.com.br<br />

SEDE FÁBRICA<br />

BR 381 | km 172 | Belo Oriente<br />

Minas Gerais | CEP 35196-972<br />

Telefone: 31 3829.5010<br />

Fax: 31 3829.5260<br />

BELO HORIZONTE<br />

Rua Bernardo Guimarães | 245 | 8º andar<br />

Bairro Funcionários | CEP 30140-080<br />

Telefone: 31 3235.4041<br />

Fax: 31 3235.4002<br />

NA FÁBRICA<br />

CENIBRA RECEBE PRÊMIOS EM CONGRESSO<br />

INTERNACIONAL<br />

EMPREGADOS CONqUISTARAM O PRIMEIRO LUGAR ENTRE MAIS DE 100<br />

TRABALHOS TÉCNICOS<br />

A Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (AB-<br />

TCP) realizou, em São Paulo, o 43º Congresso e Exposição<br />

Internacional de Celulose e Papel. O evento, em que a CE-<br />

NIBRA foi premiada pela apresentação de dois trabalhos,<br />

é considerado o mais prestigiado e representativo do setor<br />

na América Latina.<br />

A Empresa recebeu prêmios pela apresentação de dois<br />

trabalhos, sendo o primeiro: Otimização do processo de<br />

deslignificação com oxigênio - Estudo de caso CENIBRA,<br />

de autoria do Técnico Especializado de Manutenção do Departamento<br />

Técnico de Manutenção Flávio Hirotaka Mine,<br />

do Especialista do Departamento de Fabricação Leonardo<br />

Soares Figueiredo e do Professor do Unileste/MG Roselito<br />

de Albuquerque Teixeira. O trabalho recebeu o Prêmio<br />

Acácia, como o melhor da Sessão Técnica de Automação e<br />

Controle de Processo. Além disso, foi eleito o melhor de todos<br />

artigos técnicos pela Comissão Avaliadora dos trabalhos<br />

do 43º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e<br />

Papel, entre mais de 100 trabalhos técnicos avaliados, e será<br />

publicado em versão bilíngue na Revista O Papel.<br />

Outro trabalho que garantiu premiação para a Empresa<br />

foi o de Modelagem semiempírica de um real sistema de<br />

caustificação, de autoria do Especialista Leonardo Soares<br />

Figueiredo em parceria com os professores da UFES Esly<br />

Ferreira da Costa Jr. e Andréa Oliveira Souza da Costa, tendo<br />

recebido o Prêmio Pinus, como o melhor trabalho da Sessão<br />

Técnica de Recuperação e Utilidades.<br />

Em entrevista, Flávio Mine disse que “o foco central era a<br />

substituição do sistema de controle vigente por outro que<br />

melhorasse e simplificasse o processo. O apoio gerencial<br />

prestado pelo Coordenador do Departamento de Manutenção<br />

José Antônio Oliveira, e o do Supervisor da Equipe<br />

de Otimização de Processos Ailton Gonçalves Vieira, permitindo<br />

dar foco ao trabalho, foram decisivos para o seu<br />

desenvolvimento. A implantação, bem como os excelentes<br />

resultados alcançados, foi possível graças à parceria entre<br />

as Áreas de Automação e Processo, além do alto nível de<br />

qualidade técnica dos profissionais envolvidos. A participa-<br />

O CONGRESSO<br />

ção no congresso foi de fundamental importância, sendo<br />

possível prestigiar trabalhos de alto nível técnico e possibilitar<br />

a troca de informações entre os profissionais do setor”.<br />

Para Leonardo Figueiredo, o prêmio recebido pelo trabalho<br />

realizado no processo de caustificação significou o fechamento<br />

com chave de ouro de um ciclo iniciado em 2007.<br />

“A pesquisa sobre o tema começou como monografia de<br />

conclusão do Curso de Especialização em Papel e Celulose,<br />

orientada pelo Coordenador de Recuperação e Utilidades<br />

Júlio César Torres Ribeiro. Os resultados desse estudo foram<br />

implementados nas linhas de caustificação, nos anos<br />

de 2008 e 2009, trazendo bons resultados operacionais.<br />

Isso mostra a importância do investimento em qualificação<br />

profissional, realizado por meio da parceria entre CENIBRA<br />

e UFV, na realização do curso de pós-graduação e/ou pesquisas.<br />

A participação em congressos como esse é muito<br />

importante para a troca de informações técnicas, resultando<br />

em novas ideias para melhoria da Empresa”, finaliza.<br />

Os empregados Leonardo Figueiredo e Flávio Mine foram<br />

premiados pela apresentação de dois trabalhos<br />

O Congresso e Exposição da ABTCP deste ano contou com a parceria da Associação Congênere Norte-Americana (TAPPI),<br />

que reúne fabricantes de papel e celulose de todo o mundo, além de indústrias transformadoras e de embalagens.<br />

Trata-se de uma importante oportunidade de interação e atualização tecnológica para os profissionais do setor, com<br />

mais de 600 especialistas e técnicos de renome internacional.<br />

2 3


RECURSOS HUMANOS<br />

PROFISSIONAL DO FUTURO<br />

ESTAGIÁRIOS APRESENTAM PROJETOS NO VIII SEMINÁRIO TÉCNICO<br />

Como em todos os anos, como parte<br />

de uma das ações do Programa Profissional<br />

do Futuro, a CENIBRA realizou<br />

o Seminário Técnico com Estagiários,<br />

que neste ano contou com a apresentação<br />

de oito trabalhos. A apresentação<br />

contou também com uma<br />

peça teatral, preparada pelos próprios<br />

estagiários. Na ocasião, o Diretor-Presidente<br />

da Empresa, Paulo Brant, fez o<br />

discurso de abertura do evento.<br />

A seleção dos projetos para participação<br />

no Seminário Técnico levou em<br />

consideração a relevância do tema,<br />

conteúdo teórico e contribuição da<br />

proposta do trabalho para a área de<br />

atuação do estagiário. Os requisitos<br />

MOTIVAÇÃO E INCENTIVO à LEITURA<br />

ATIVIDADES MARCAM O DIA DO LIVRO NA GALERIA ROMEU DO NASCIMENTO<br />

TEIxEIRA<br />

“Faça uma leitura que lhe dê prazer”, esse é o lema da Biblioteca<br />

da CENIBRA, que tem como objetivo incentivar os<br />

empregados à leitura. E com esse mesmo objetivo, em comemoração<br />

ao Dia do Livro (29/10), a CENIBRA preparou<br />

algo inusitado na Galeria Romeu do Nascimento Teixeira.<br />

Neste ano, as comemorações do Dia do Livro foram realizadas<br />

em dois dias: 28 e 29/10. No dia 28, a comemoração<br />

contou com a apresentação da peça “A Legítima e as<br />

Outras”, com texto adaptado da obra Novas Comédias da<br />

Vida Privada, de Luís Fernando Veríssimo - adaptação do<br />

empregado da CENIBRA e também diretor da peça, Luiz<br />

Mauro Miranda Carneiro. Os estagiários da Empresa atuaram<br />

na peça e apresentaram uma excelente performance.<br />

“Na Biblioteca da CENIBRA encontrei o livro Novas Comédias<br />

da Vida Privada, li, achei muito interessante, então<br />

resolvi fazer uma adaptação para uma peça. O livro possibilita<br />

que cada leitor faça uma viagem, e na adaptação<br />

que fiz, tentamos mostrar a minha viagem para o público.<br />

Os estagiários participaram atuando e mostraram boa<br />

vontade”, conta o empregado, diretor da peça, Luiz Mauro<br />

Miranda Carneiro.<br />

No dia 29, o grupo de teatro Luminus fez intervenções<br />

poéticas nos restaurantes da Empresa e distribuíu livros<br />

como brindes. Logo após, com muita descontração e um<br />

leve toque de humor, o grupo encantou os empregados no<br />

horário do almoço com a apresentação na própria Galeria<br />

avaliados foram: Normas Técnicas,<br />

incluindo sua metodologia, objetivos<br />

e referências; além da avaliação por<br />

representante da empresa e terceiros<br />

sobre todo desenvolvimento do<br />

projeto e sua desenvoltura na apresentação<br />

durante o Seminário.<br />

Os três estagiários que tiveram as melhores<br />

pontuações foram: 1º Camila<br />

Reis, do curso Sistemas de Informação<br />

do Unileste/MG; 2º Grassielle<br />

Gonçalves, do curso de Psicologia da<br />

Unipac Vale do Aço e 3º Geraldo Magela,<br />

do curso de Engenharia Florestal<br />

da UFLA. Os melhores pontuados foram<br />

premiados com um jantar e uma<br />

quantia em dinheiro.<br />

da peça “Fui no moinho buscar mó”. A peça é baseada em<br />

um conto russo e lembra a importância da leitura. Ao final<br />

da apresentação da peça teatral houve sorteio de “Vale<br />

livros” e distribuição de bombons para os presentes.<br />

A Técnica-administrativa Simone Reis Gomes ficou fascinada<br />

com as apresentações teatrais. “Eu adorei! Eu, que<br />

gosto de ler, me senti motivada. Acredito que as pessoas<br />

que não são leitoras e assistiram à apresentação teatral<br />

vão se sentir muito mais motivadas. O teatro mexe com a<br />

gente. Achei muito interessante”, afirma.<br />

Ainda em comemoração ao Dia do Livro, foi montada na<br />

Galeria Romeu do Nascimento Teixeira uma mesa com os<br />

livros e outra com jogos de estratégia e quebra cabeças.<br />

Todos recém adquiridos pela CENIBRA.<br />

“Praticar jogos de estratégia é o amolar o machado”, afirma<br />

a Bibliotecária Valéria Notini, fazendo referência a um conto<br />

de domínio público.<br />

DECORAÇÃO<br />

Vários representantes de empresas<br />

parceiras da CENIBRA, professores<br />

e coordenadores de universidades e<br />

os pais dos estagiários foram convidados<br />

para assistirem ao Seminário.<br />

Para a Analista de Recursos Humanos<br />

Lidiane Mendes Nazareno, o Seminário<br />

tem como objetivo divulgar para<br />

toda a Empresa os projetos desenvolvidos<br />

durante o período de estágio<br />

de 2010 e proporciona uma série de<br />

benefícios. “Contribui para melhor<br />

formação do estagiário, favorece sua<br />

atuação como profissional e fortalece<br />

o potencial do trabalho entre Empresa<br />

e Escola”, explica.<br />

Durante todo o mês, a Galeria ficou decorada com desenhos<br />

coloridos pelos próprios empregados. Vários<br />

desenhos e lápis de cor ficaram disponíveis para que os<br />

empregados, nos horários de almoço, pudessem colorir e<br />

expressar sua arte.<br />

INCENTIVO à CULTURA<br />

CORAL CENIBRA COMPLETA CINCO ANOS<br />

Empregados da CENIBRA conciliam o trabalho na Empresa e o<br />

gosto pela música<br />

“Com a música temos a oportunidade de enxergar as coisas<br />

de uma maneira diferente”. Essas foram as palavras<br />

do Maestro Marcelo Vianna Portela, que timidamente,<br />

aos 18 anos, começou a estudar teclado, depois órgão,<br />

técnica vocal, se especializou em regência e, atualmente,<br />

conduz uma equipe de 24 pessoas no Coral CENIBRA, que<br />

completa cinco anos de existência.<br />

Fundado em 2005, pela Área de Recursos Humanos, dentro<br />

do “Programa Qualidade de Vida Vivendo Melhor”, o<br />

Coral CENIBRA tem a finalidade de fortalecer a prática<br />

do canto coral, estimular aptidões musicais, desenvolver<br />

nos coristas suas potencialidades e criatividades, e ainda<br />

difundir a arte musical.<br />

Durante esses cinco anos, o Maestro enumera conquistas<br />

e fala dos desafios que fazem do Coral CENIBRA um diferencial<br />

no segmento. Para ele, cantar também significa<br />

experimentar uma cultura diferente. “Com um repertório<br />

eclético, sempre com um tom de muita descontração saímos<br />

do modelo tradicional na interpretação das canções.<br />

É PENTA!<br />

A equipe feminina de voleibol da<br />

CENIBRA participou dos Jogos SESI -<br />

Fase Sudeste, em Copacabana, Rio de<br />

Janeiro. Foram três disputas com as<br />

empresas, CSN do RJ, Arcelor do ES<br />

e Lupo de SP. A equipe da CENIBRA<br />

venceu todas as partidas e se tornou<br />

Pentacampeã. Agora o time se prepara<br />

para disputar a Nacional, que<br />

acontece em Salvador-BA em março<br />

de 2011.<br />

Para a Analista de Sistemas, ponta do<br />

time, Sônia Ferrari, a disciplina, inte-<br />

Dois grandes desafios que tivemos foram cantar Encontros<br />

e Despedidas, de Milton Nascimento e Fernando Brant,<br />

e cantar em japonês a música Kanpai, de Tsuyoshi Nagabuchi,<br />

que em português significa ‘brinde’. Para esta, os<br />

coristas tiveram aulas em japonês e se empenharam muito<br />

nos ensaios”, conta.<br />

Atualmente, o Coral CENIBRA está em fase de aulas teóricas.<br />

Os ensaios são realizados todas as terças e quintas-feiras.<br />

Para 2011, o Maestro já adianta os próximos desafios<br />

do Coral: “Pretendemos associar a música ao teatro, interpretando<br />

peças. No ano que vem, vamos tentar interpretar<br />

a missa da coroação, de Mozart”, disse.<br />

Marcelo ainda relata sobre a coragem e boa vontade dos<br />

coristas em aceitar os desafios e ressalta o importante<br />

apoio das coordenações. “Os coristas nunca rejeitaram<br />

um convite e sempre estiveram dispostos a encarar os<br />

desafios das apresentações. É importante lembrar que<br />

sem o apoio das coordenações na liberação dos coristas<br />

não seria possível realizar este belo trabalho”, afirma.<br />

APRESENTAÇÃO<br />

gração das jogadoras e o apoio técnico<br />

foram fatores primordiais para<br />

a conquista. “O espírito de equipe,<br />

o comprometimento de cada uma<br />

para manter a rotina de treinamentos<br />

foi fundamental. As competições<br />

do SESI ocorrem somente no segundo<br />

semestre, mas treinamos durante<br />

o ano todo. Lembrando que na<br />

Fase Estadual, as atletas demonstraram<br />

mais uma vez garra e determinação<br />

e tornaram-se Hexacampeãs, na<br />

cidade de Uberlândia-MG, no mês<br />

de outubro.<br />

Recentemente, o Coral CENIBRA participou pela 3ª vez do<br />

Encontro Nacional de Coros do Espírito Santo (CantarES),<br />

promovido pela Universidade Federal do Espírito Santo<br />

(UFES). No total, o evento contou com apresentações de<br />

14 corais e 560 coristas.<br />

Sob regência do Maestro Marcelo Portela, os coristas da<br />

CENIBRA realizaram seis apresentações abertas ao público<br />

e entoaram canções da MPB, eruditas e do rock<br />

internacional.<br />

GARRA E DETERMINAÇÃO GARANTIRAM O TíTULO à EqUIPE FEMININA DE<br />

VOLEIBOL DA CENIBRA<br />

Disciplina e espírito de equipe foram<br />

fundamentais para a conquista do título<br />

4 5


Durante a solenidade, foram homenageados os idealizadores e colaboradores do Projeto<br />

20 ANOS PRESERVANDO VIDAS<br />

DESTAQUE<br />

CENIBRA COMEMORA DUAS DÉCADAS DO PROJETO MUTUM<br />

Promover o desenvolvimento socioeconômico e não apenas<br />

preservar a biodiversidade, mas promover ações para<br />

aumentar a qualidade das florestas nativas e livrar espécies<br />

da extinção. Assim é o trabalho realizado na CENIBRA<br />

com o pioneiro projeto de reintrodução de aves silvestres<br />

ameaçadas de extinção, o Projeto Mutum, que completou<br />

20 anos de existência. Para comemorar, a CENIBRA organizou<br />

uma solenidade na Reserva Particular do Patrimônio<br />

Natural RPPN Fazenda Macedônia, em Ipaba.<br />

O evento contou com a presença do Diretor-Presidente da<br />

CENIBRA, Paulo Brant, do Presidente da CRAX Internacional,<br />

Geer Scheres, do Presidente da CRAX Brasil, Roberto<br />

Azeredo, do Gerente de Proteção à Fauna e Flora e Bioprospecção<br />

do IEF, Miguel Ribon, do Gerente do Parque<br />

Estadual do Rio Doce, Marcus Vinícius de Freitas, além de<br />

representantes das entidades Manejo Instituto de Pesquisas,<br />

Bicho do Mato, Fundação Relictos, Associação Mineira<br />

de Defesa do Meio Ambiente - AMDA, IBAMA, FEAM, bem<br />

como de outros proprietários de criatórios de aves, que participaram<br />

do projeto de reintrodução. Na ocasião, foram<br />

realizadas homenagens aos idealizadores e colaboradores<br />

do Projeto e a soltura de três casais de mutum.<br />

O Projeto Mutum é desenvolvido em parceria com a Sociedade<br />

de Pesquisa do Manejo e Reprodução da Fauna<br />

Silvestre (CRAX) por meio de um acordo de cooperação<br />

técnica e científica e já possibilitou a reintrodução do<br />

mutum-do-sudeste (Crax blumembachii), do macuco<br />

(Tinamus solitarius), da capoeira (Odontophorus capueira),<br />

do jaó (Crytpturellus n. noctivagus), do inhambuaçú<br />

(Crytpturellus obsoletus), do jacuaçu (Penelope obscura)<br />

e da jacutinga (Pipile jacutinga).<br />

Na abertura do evento, o Diretor-Presidente da CENIBRA,<br />

Paulo Brant, ressaltou o importante trabalho da Empresa<br />

em relação à preservação do meio ambiente. “Esse é um<br />

momento importante para a CENIBRA. Somos uma empresa<br />

com sonhos, com estratégias, estilos e valores. O valor<br />

fundamental da CENIBRA é a preservação do ambiente,<br />

temos respeito por ele e o Projeto Mutum simboliza isso”,<br />

declarou Paulo Brant.<br />

A estrutura da CRAX é a base do Projeto Mutum. Em sua<br />

sede, em Contagem-MG, são feitos todos os trabalhos de<br />

preparação e manejo adequado, de forma a proporcionar<br />

às aves mais facilidade para adaptação ao habitat natural,<br />

até seguirem para a Fazenda Macedônia, onde elas são<br />

soltas e monitoradas pela equipe de meio ambiente da<br />

CENIBRA. Em um estudo realizado em 2006 calculou-se<br />

que cerca de 200 indivíduos de mutum-do-sudeste habitam<br />

a Fazenda Macedônia, o que representa 20% da<br />

população mundial da espécie. Praticamente todos os demais<br />

indivíduos estão em cativeiro, cuja população mundial<br />

é estimada em apenas 1.000 aves, razão pela qual o<br />

mutum-do-sudeste é considerado criticamente ameaçado<br />

de extinção.<br />

Presente no evento, o Presidente da CRAX Brasil, Roberto<br />

Azeredo, destacou a participação coletiva no Projeto<br />

Mutum. “É um orgulho muito grande estar na solenidade<br />

deste Projeto que completa 20 anos. Isso mostra o quanto<br />

é importante a participação de todos para a realização<br />

de um trabalho de tão relevante importância. A CENIBRA<br />

pensa como um todo, nada é feito sem a inclusão das<br />

pessoas”, afirmou.<br />

Emocionado, o Presidente da CRAX Internacional, Geer<br />

Scheres agradeceu e reafirmou a importante participação<br />

de todos. “Quero muito agradecer a todos que desde o<br />

início ajudaram a construir esse Projeto. Se hoje ele é um<br />

sucesso foi devido ao envolvimento e contribuição de cada<br />

um”, disse.<br />

Quem fez questão de ressaltar as parcerias para consolidação<br />

do Projeto foi o Gerente de Proteção à Fauna,<br />

Flora e Bioprospecção do IEF, Miguel Ribon Júnior. “Tão<br />

importante para a fauna e flora é o Projeto Mutum. Temos<br />

que lembrar sempre das parcerias, uma vez que sem elas<br />

ninguém faz nada”, enfatizou.<br />

Na abertura do evento, o Diretor-Presidente Paulo Brant<br />

ressaltou a importância do trabalho de preservação realizado<br />

pela Empresa No dia em que o Projeto completou 20 anos foi realizada a soltura de três casais de mutum<br />

Durante a solenidade foi assinado um protocolo de intenções<br />

para ampliação do Projeto Mutum, tendo como<br />

principal ação a implantação de uma nova área de reintrodução<br />

de aves silvestres em uma propriedade da CENIBRA<br />

situada próxima ao Parque Estadual do Rio Doce, em Revés<br />

do Belém, município de Bom Jesus do Galho.<br />

“O Projeto Mutum se insere dentro de um contexto maior,<br />

o de livrar espécies da extinção. Por essa razão, representa<br />

fundamental importância, e os resultados efetivos<br />

obtidos demonstram isso. Por entender a importância da<br />

continuidade do Projeto, a CENIBRA visualizou a necessidade<br />

de sua projeção, fato imediatamente aceito pela<br />

CRAX Internacional e CRAX do Brasil”, explica o Gerente<br />

de Meio Ambiente e Qualidade, Sandro Morais Santos.<br />

TROFÉU MUTUM<br />

Durante o evento, pessoas que têm a sua história ligada<br />

à criação e manutenção do Projeto Mutum foram homenageadas<br />

com um troféu. O Ornitólogo alemão naturalizado<br />

brasileiro Helmut Sick, falecido no ano de 1991, foi o<br />

primeiro a ser lembrado. Quem recebeu o troféu em seu<br />

nome foi o Presidente da CRAX Internacional, Geer Scheres.<br />

Depois foi a vez do Professor e Conservacionista Hugo<br />

Werneck, também falecido, que teve sua filha Ana Maria<br />

Werneck recebendo as homenagens. Roberto Azeredo<br />

também recebeu o troféu, seguido por Francisco de Assis<br />

Morais, empregado aposentado da CENIBRA conhecido<br />

como Chico Mutum, devido a sua expressiva dedicação ao<br />

Projeto, e Luiz Amaral, que trabalhou 20 anos na Fazenda<br />

Macedônia e cuja dedicação no cuidado com as aves foi<br />

fundamental para o sucesso do Projeto Mutum.<br />

6 7


MEIO AMBIENTE<br />

CONSCIENTIZAÇÃO E RESPEITO PELO<br />

MEIO AMBIENTE<br />

CENIBRA REALIZA FORMATURA DE PROFESSORES PARTICIPANTES DO<br />

PROJETO ESCOLA DE VIDA<br />

Proporcionar conhecimento, a autodisciplina e a conscientização<br />

com respeito ao meio ambiente foram ações<br />

promovidas pela CENIBRA na Casa de Hóspedes, que<br />

culminaram com a formatura dos professores do Projeto<br />

Escola de Vida 2010. Na ocasião, 95 professores dos municípios<br />

de Naque e Periquito receberam o certificado de<br />

participação no Projeto.<br />

Realizado desde 1996, o Projeto promove a conscientização<br />

ambiental dos professores do 1º ao 5º ano das séries<br />

iniciais do ensino fundamental das escolas localizadas nos<br />

municípios onde a Empresa atua. Para a sua realização,<br />

a CENIBRA conta com a parceria das Superintendências<br />

Regionais de Ensino Polo Vale do Aço e da Fundação Relictos,<br />

entidade ambientalista sediada em Ipatinga. Em 16<br />

anos de atividade, o projeto contemplou 29 municípios,<br />

capacitando 1.654 professores de 316 escolas da rede<br />

pública de ensino.<br />

Na avaliação da Professora Terezinha Mendes Pereira,<br />

da Escola Municipal Pedro Fernandes Mafra, localizada<br />

no município de Naque-MG, a participação no Projeto<br />

enriqueceu o conteúdo aplicado em sala de aula. “Aprendemos<br />

muita coisa no Escola de Vida, e isso contribuiu de<br />

forma significativa para a nossa metodologia em sala de<br />

aula. A conscientização em relação ao meio ambiente e<br />

a todo o conteúdo abordado trouxe uma série de benefícios<br />

para a nossa escola. Ficamos muito felizes por ter<br />

participado”, afirma.<br />

Para o Especialista do Departamento de Meio Ambiente<br />

Edson Valgas, o Escola de Vida é muito mais do que um<br />

projeto de capacitação. “O Projeto contribui significativamente<br />

para que os participantes encontrem em si mesmos<br />

os verdadeiros valores da vida e o papel de cada um no<br />

exercício da cidadania, atuando como multiplicadores dos<br />

conceitos e práticas abordados nos encontros”, disse.<br />

CONTEúDO<br />

O Escola de Vida é desenvolvido em seis módulos, estruturados<br />

em forma de seminários com carga horária de oito<br />

horas cada um. Dentre os temas trabalhados destacam-se:<br />

Educação Ambiental - princípios e práticas; Fauna e Flora<br />

Regionais - os seres vivos em seu próprio direito; Ecologia<br />

e Saúde Integrais; Ecologia do Cotidiano - a escola e a<br />

comunidade; Ética e Direitos Humanos; Água, Mudanças<br />

Climáticas e Biodiversidade; Aspectos Ambientais, Econômicos<br />

e Sociais do Cultivo do Eucalipto.<br />

COMPROMISSO COM A GESTÃO DA qUALIDADE<br />

3ª AUDITORIA DE MANUTENÇÃO É REALIZADA NA EMPRESA<br />

A Auditoria de Manutenção é definida como um exame<br />

objetivo dos sistemas e procedimentos utilizados por uma<br />

organização no gerenciamento completo de seus ativos.<br />

Na CENIBRA, foi realizada no mês de outubro a 3ª Auditoria<br />

de Manutenção das certificações ISO 9001: 2008 e<br />

14001:2004 no processo industrial e florestal. Participaram<br />

diretamente do processo coordenadores e responsáveis<br />

das áreas auditadas.<br />

Esse tipo de auditoria é realizado na CENIBRA semestralmente<br />

e, na opinião da Coordenadora Maria José de Oliveira<br />

Fonseca, é uma excelente ferramenta para auxiliar<br />

no desenvolvimento de ações, produzindo uma imagem<br />

clara da situação analisada a partir da comparação com<br />

as melhores práticas. Além disso, indica os caminhos para<br />

o estabelecimento de um processo de melhoria contínua<br />

O Projeto contribui<br />

para que os participantes<br />

encontrem em si<br />

mesmo os verdadeiros<br />

das atividades. “Durante uma auditoria, quando registrado<br />

uma não conformidade, é efetuada uma abrangência para<br />

todas as unidades da Empresa para evitar reincidência. A<br />

Empresa entende que é uma oportunidade para promover<br />

melhorias”, explica.<br />

A Coordenadora ainda ressalta o melhor desempenho<br />

alcançado na última auditoria. “Em comparação com a<br />

auditoria realizada em março deste ano, obtivemos melhores<br />

resultados”, conta Maria José, que ainda destaca a<br />

contribuição de toda a equipe. “Dá uma certa tranquilidade<br />

gerenciar o processo, uma vez que existe um alto grau de<br />

comprometimento da diretoria, corpo gerencial e demais<br />

empregados da Empresa. Todo o processo é muito importante<br />

porque garante a sustentabilidade para a conquista<br />

de novas certificações”, finaliza.<br />

PORTOCEL<br />

PORTOCEL PODE RECEBER NAVIOS DE MAIOR<br />

PORTE E COM MAIS CARGA<br />

O AUMENTO DO CALADO DO PORTO FOI OFICIALMENTE HOMOLOGADO PELAS<br />

AUTORIDADES PORTUÁRIA E MARíTIMA<br />

O Terminal Especializado de Barra do<br />

Riacho (Portocel) teve oficialmente<br />

reconhecido o aumento de profundidade<br />

obtida na dragagem da obra<br />

de expansão do porto. Com a dragagem,<br />

o calado máximo de saída passou<br />

de 10,3 metros para 11,2 metros<br />

(na maré zero) e, na prática, esses 90<br />

centímetros a mais permitem que os<br />

navios carreguem mais carga, podendo<br />

chegar a 12,80 metros de calado<br />

utilizando-se a maré máxima de 1,60<br />

metros.<br />

O reconhecimento veio no dia 28 de<br />

outubro, a partir da emissão da Norma<br />

de Tráfego e Permanência de Navios<br />

e Embarcações no Porto de Barra<br />

do Riacho (Normap II). O documento<br />

SEGURANÇA<br />

TRABALHO COLETIVO<br />

é emitido pela Autoridade Portuária<br />

- Companhia Docas do Espírito Santo<br />

(Codesa), com a anuência da Autoridade<br />

Marítima - Capitania dos Portos<br />

do Espírito Santo.<br />

A Normap II estabelece o porte bruto<br />

máximo (DWT) das embarcações<br />

em 70 mil toneladas (capacidade de<br />

carga). “Com o calado anterior, os<br />

navios carregavam, em média, até<br />

45 mil toneladas”, disse a Gerente<br />

de Operações da Portocel, Patrícia<br />

Dutra Lascosque.<br />

“Com o estabelecimento do novo<br />

calado, os navios atracados em<br />

Portocel podem aproveitar melhor<br />

a sua capacidade de carga”, obser-<br />

vou o Diretor-Superintendente do<br />

porto, Wellington Ângelo Giacomin.<br />

Além disso, navios de maior porte,<br />

que antes não escalavam Portocel,<br />

agora podem incluir o terminal em<br />

sua rota, aumentando o ‘intake’ de<br />

carga por viagem.<br />

Portocel recebe, em média, 25 embarcações<br />

por mês e, a partir de<br />

novembro, esses navios já podem<br />

levar maior volume de carga por escala.<br />

Controlado pela Fibria e pela<br />

CENIBRA, Portocel é o maior porto<br />

do Brasil especializado no embarque<br />

de celulose, respondendo pelo embarque<br />

de aproximadamente 70% da<br />

celulose exportada pelo país.<br />

valores da vida... Integração da equIpe é peça-chave na Implantação da ohSaS 18001<br />

A OHSAS 18001, versão 2007, aplica-se a qualquer tipo de<br />

empresa e possui três elementos principais: atendimento<br />

à legislação, melhoria contínua e prevenção de lesões<br />

e doenças ocupacionais. Na busca pela implantação da<br />

Norma, o grupo responsável por conduzir os trabalhos<br />

no Departamento de Manutenção, de forma a garantir<br />

a mudança cultural em relação às práticas de segurança<br />

e saúde ocupacional entre os empregados da CENIBRA e<br />

prestadores de serviços, segue determinado no cumprimento<br />

do cronograma estabelecido para as atividades.<br />

De acordo com o Consultor Especialista Ronaldo Ribeiro,<br />

responsável pela condução dos trabalhos no Departamento<br />

Técnico de Manutenção, todas as planilhas de<br />

levantamento dos perigos e riscos já foram concluídas e<br />

o andamento do processo segue conforme planejado. “Os<br />

prazos estão sendo cumpridos conforme estabelecido no<br />

cronograma. Agora estamos aguardando a visita periódica<br />

da consultoria, que auxiliará na revisão dos procedimentos<br />

internos e validará o processo para consolidação<br />

dos perigos e riscos relacionados aos trabalhadores do<br />

Departamento Técnico de Manutenção e das empresas<br />

prestadoras de serviços (EPS) sob nossa administração”,<br />

explica Ronaldo.<br />

O conjunto de iniciativas da Norma, formalizado por meio<br />

de políticas, programas, procedimentos e processos de<br />

negócio da organização, serve para auxiliar a Empresa e<br />

as demais partes interessadas no cumprimento das exigências<br />

legais e na condução de suas atividades com ética<br />

e responsabilidade social. Assim sendo, a organização do<br />

grupo é fundamental para o andamento das atividades.<br />

“Realizamos reuniões para discutir as planilhas de forma<br />

a ter uma abrangência mais correta possível, pois os trabalhos<br />

sequentes dependem dos itens relacionados. A<br />

participação de todos é imprescindível, uma vez que o<br />

trabalho é coletivo”, finaliza Ribeiro.<br />

A implantação da Norma OHSAS 18001, aprovada pela<br />

Diretoria da CENIBRA em janeiro deste ano, coincide com<br />

a necessidade da Empresa de reafirmar seu compromisso<br />

com a melhoria contínua de seu desempenho em segurança<br />

e saúde ocupacional de seus empregados e prestadores<br />

de serviço.<br />

8 9


SEGURANÇA<br />

SEGURANÇA EM PRIMEIRO LUGAR<br />

EMPOSSADOS NOVOS MEMBROS DA CIPA, qUE NESTE ANO CONTOU COM<br />

MELHORIAS EM SEU SISTEMA ELETRôNICO DE ELEIÇÃO<br />

Manter a segurança no ambiente de trabalho e atuar na<br />

prevenção dos riscos de acidentes são ações promovidas<br />

na CENIBRA que se aliam às novas práticas e atividades<br />

desenvolvidas pelos novos integrantes da Comissão Interna<br />

de Prevenção de Acidentes (CIPA), que no mês de<br />

novembro assumiram o mandato de um ano. A posse,<br />

realizada no auditório do Setor de Treinamentos, contou<br />

com a presença de diretores, gerentes e demais empregados<br />

da Empresa, além de representantes de diversas<br />

empresas prestadoras de serviços.<br />

A nova equipe, composta por 15 membros, tem como<br />

proposta dar continuidade aos trabalhos já implantados<br />

na gestão anterior e manter um diálogo aberto com todos<br />

os empregados da Empresa. O novo Presidente da CIPA,<br />

José Antônio Oliveira, já planeja ações para potencializar<br />

o papel da gestão participativa. “Já agendamos reuniões<br />

para discutir nossas ações. Sabemos da enorme responsabilidade<br />

de continuar o brilhante trabalho desenvolvido<br />

em busca da melhoria das condições de trabalho e redução<br />

dos riscos de acidentes. Para isso, contamos com a<br />

participação de todos os indicados e eleitos em diversos<br />

comitês internos da CIPA”, afirma.<br />

Para José Antônio, a mudança de hábitos e comportamentos<br />

na Empresa em relação à prevenção de acidentes<br />

também está ligada à cultura familiar. “Temos que ser<br />

promotores da nossa própria segurança, pois ela não se<br />

faz apenas com normas, se faz em casa, com nossa família”,<br />

explica.<br />

O Presidente ainda ressalta a importância de trabalhar em<br />

equipe. “Todo resultado provém da participação coletiva.<br />

Assim sendo, para que possamos colher novos frutos, va-<br />

mos estruturar nossas ações com as da Coordenação de<br />

Segurança da CENIBRA”, finaliza.<br />

INOVAÇÃO NO PROCESSO ELEITORAL<br />

A eleição da CIPA foi realizada pelo quarto ano consecutivo<br />

por meio eletrônico. O Sistema Eletrônico de Eleição da<br />

CIPA (SEEC) foi redesenhado utilizando novas tecnologias<br />

e recursos computacionais. Em atendimento à Norma Regulamentadora<br />

NR-5 (Do Processo Eleitoral), o Sistema<br />

recebeu todas as adequações exigidas e melhorias que<br />

maximizaram ainda mais a integridade e confidencialidade<br />

do processo eleitoral.<br />

A melhoria do sistema de gestão do processo eleitoral da<br />

CIPA foi desenvolvida por meio de um projeto da Estagiária<br />

Camila Aparecida Ferreira Reis, sob orientação dos<br />

analistas André Anderson Araújo e Sônia Maria Ferrari.<br />

A nova cédula eletrônica manteve a mesma dinâmica da<br />

antiga e ganhou uma nova interface, com recursos visuais<br />

mais modernos e novas técnicas de segurança da informação.<br />

Isso tudo sem falar na facilidade para o empregado,<br />

que pôde votar no próprio local de trabalho e a qualquer<br />

hora.<br />

Na opinião da usuária que auxiliou no projeto, a empregada<br />

Elizete Maria Silva de Miranda, muitos foram os<br />

benefícios alcançados. “Os benefícios alcançados com a<br />

melhoria do sistema foram significativos. Interface moderna<br />

(Web) de fácil utilização e manutenção do sistema;<br />

agilidade, integridade e confidencialidade em todo o<br />

processo eleitoral, além de estar em total conformidade<br />

com a NR-5”, disse.<br />

INSTITUTO CENIBRA<br />

MAIS DO qUE UMA SIMPLES ORIENTAÇÃO<br />

INSTITUTO CENIBRA REALIZA PRIMEIRA EDIÇÃO DA CAMPANHA DE SAúDE 2010<br />

Com o tema “Drogas: Tô fora”, a CENI-<br />

BRA, por meio do Instituto CENIBRA,<br />

realizou nos municípios de Bela Vista<br />

de Minas, Sem Peixe, Peçanha, Gonzaga,<br />

Sardoá, Periquito e Bugre, a primeira<br />

edição da Campanha de Saúde<br />

2010. Entre crianças e adolescentes,<br />

estiveram presentes representantes<br />

de entidades, prefeitos e autoridades<br />

locais. A campanha é uma parceria<br />

entre CENIBRA e prefeituras municipais<br />

por meio de suas respectivas secretarias<br />

de Saúde, Assistência Social<br />

e Educação.<br />

Durante os dias de campanha, uma<br />

das ações foi a apresentação da Cia<br />

de Teatro Condelon, que, com a peça<br />

“Pedaços de Vida”, abordou questões<br />

relativas ao desenvolvimento humano,<br />

à sexualidade, aos valores e à<br />

prevenção da violência. O espetáculo<br />

ressaltou ainda pontos importantes<br />

para a assertividade quanto aos as-<br />

pectos éticos, psicológicos, sociais e<br />

judiciais dos temas, além de alertar as<br />

famílias para os cuidados na formação<br />

dos jovens.<br />

De acordo com as assistentes sociais,<br />

Isabel Mônica de Freitas e Deise Lúcia,<br />

o foco principal das ações é a prevenção.<br />

“A cada dia cresce o número de<br />

usuários de drogas e casos de gravidez<br />

na adolescência. Muitas vezes os pais<br />

desconhecem a realidade do filho e<br />

não dão a devida atenção. Nos municípios<br />

em que realizamos a campanha<br />

de saúde avaliamos, juntamente com<br />

os secretários municipais de saúde e<br />

assistência social, qual é o maior problema<br />

do município, para atuarmos<br />

de forma preventiva. Dessa forma,<br />

damos a nossa contribuição para que<br />

a situação se amenize” afirmam.<br />

Para o Assistente Social Laudenir de<br />

Moura, ações como essa contribuem<br />

Ponte Córrego do Caeté<br />

não apenas para o desenvolvimento<br />

socioeconômico do município, mas<br />

para a formação de conduta do<br />

próprio cidadão. “Para os adolescentes,<br />

a orientação quanto ao não<br />

uso de drogas deve ser um processo<br />

estruturado que pode ser definido<br />

por instâncias oficiais na tentativa<br />

de ajudá-los a desenvolver atitudes<br />

frente ao uso de drogas”, disse.<br />

PLANO DE AÇÃO<br />

A partir da análise do Índice de Desenvolvimento<br />

Humano (IDH) dos<br />

municípios em que atua, a CENIBRA<br />

realiza um plano de ação para contribuir<br />

de forma eficaz com o desenvolvimento<br />

desses municípios,<br />

garantindo a melhoria da qualidade<br />

de vida, por meio de ações de geração<br />

de renda, educação ambiental e<br />

orientações para o combate e prevenção<br />

a doenças.<br />

PONTES PARA O DESENVOLVIMENTO<br />

CONSTRUÇÃO E REFORMA DE PONTES BENEFICIAM EMPRESA E COMUNIDADE<br />

Alicerçar a sustentabilidade e o bem-estar das comunidades<br />

também faz parte dos princípios da CENIBRA quando o assunto<br />

é a construção e reforma de pontes. Somente neste<br />

ano, a Empresa já construiu/reformou 12 pontes, distribuídas<br />

nas regiões dos municípios de Ipaba, Guanhães, Nova<br />

Era e Santa Bárbara. As obras contam também com apoio<br />

das prefeituras municipais.<br />

Para o Coordenador de Logística Francisco Faria, todos os<br />

requisitos de segurança e fiscalização das condições da obra<br />

são essenciais para iniciar o trabalho. “A CENIBRA avalia a<br />

questão estratégica, econômica, ambiental e social. Todo o<br />

trabalho é realizado com o máximo de segurança e de forma<br />

legal. A CENIBRA trabalha de acordo com seus princípios,<br />

sendo ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente<br />

viável”, afirma.<br />

Para garantir a segurança das obras de reforma e construção,<br />

são realizados ensaios de compactação de solos, moldagem<br />

e rompimentos de corpos de prova, bem como testes para<br />

segurança da estrutura metálica, como líquido penetrante<br />

e ultrassom. Além disso, são planejadas as seguintes atividades:<br />

limpeza da área, serviços de escavação, execução de<br />

base, execução das alas, superestrutura, reaterro e compactação<br />

e, por último, o acabamento.<br />

“As construções e reformas beneficiam a Empresa com relação<br />

a desvio de tráfego, possibilitando menor prazo para<br />

o escoamento de madeira e também a comunidade que<br />

ganha com relação a novos acessos, mais segurança, entre<br />

outros benefícios”, ressalta o Coordenador.<br />

10 11


12<br />

Durante dois dias, empregados<br />

da CENIBRA e EPS’s participaram<br />

da 4º Campanha Integrada de<br />

Segurança e Saúde no Trânsito<br />

NO CAMPO<br />

TRâNSITO SEGURO, VIDAS PRESERVADAS<br />

CENIBRA PARTICIPA DA 4ª CAMPANHA INTEGRADA DE SEGURANÇA E SAúDE<br />

NO TRâNSITO<br />

Com o tema “Trânsito Seguro, Vidas Preservadas”, a<br />

CENIBRA, por meio da Comissão Interna de Prevenção<br />

de Acidentes do Trabalhador Rural (CIPATR), realizou, juntamente<br />

com empresas prestadoras de serviço (EPS), a 4ª<br />

Campanha Integrada de Segurança e Saúde no Trânsito.<br />

O principal objetivo foi conscientizar sobre os meios de<br />

evitar acidentes, alertando também para a saúde.<br />

A blitz educativa foi realizada próximo à CENIBRA, na BR-<br />

381, e na BR-458, no Trevo dos Cordeiros, próximo ao<br />

município de Caratinga-MG. Além dos empregados da<br />

CENIBRA, participaram ativamente da Campanha empregados<br />

das empresas: GMR, LEM, CNB Logística, Líder, JCA,<br />

KTM, BEM, Embrater, Morais, Juru, Komatsu e Padrão. As<br />

empresas contaram também com o apoio da Polícia Rodoviária<br />

Federal.<br />

Os empregados, divididos em equipes, distribuíram<br />

panfletos educativos contendo informações e dicas de<br />

segurança e saúde, brindes como chaveiros, adesivos,<br />

canetas e camisas. Foram oferecidos ainda serviços de<br />

saúde como aferição de pressão, entre outros. Os postos<br />

de saúde dos municípios próximos à área de atuação da<br />

CENIBRA contribuíram com a doação de cartilhas com dicas<br />

de saúde.<br />

Para o representante da CIPATR, Welliton Leite, a conscientização<br />

das pessoas é fundamental, uma vez que muitas<br />

ainda são imprudentes no trânsito. “A maioria dos<br />

acidentes acontece por imprudência no trânsito, desinformação,<br />

descuidos com a saúde, falta de descanso após<br />

jornada de trabalho, o que acarreta sonolência e uma série<br />

de outros prejuízos”, alerta o representante da CIPATR.<br />

“O motorista deve se conscientizar que no trânsito não é<br />

apenas a vida dele que corre riscos”, lembra a Técnica de<br />

Enfermagem da empresa Morais, Geisiane Vieira Souza.<br />

A campanha alertou muitos motoristas, mas também<br />

chamou a atenção da comunidade. “Tivemos um retorno<br />

muito positivo da comunidade, que nos agradeceu pela<br />

realização da Campanha. Muitas famílias que residem nas<br />

comunidades próximas aos locais onde realizamos a blitz<br />

educativa possuem familiares que trabalham nas empresas,<br />

então elas entendem essa preocupação”, conta a<br />

Técnica de Segurança da empresa Morais, Gilvânia Rocha.<br />

MAIS AÇõES<br />

Em Cocais, empregados da Regional Nova Era e empresas<br />

parceiras, com o apoio da Polícia Militar, Prefeitura Municipal<br />

e da Escola Estadual Vicente Inácio Bispo, realizaram<br />

uma blitz educativa com orientações de segurança e saúde<br />

no trânsito. Nos dois dias de blitz, foram distribuídos<br />

brindes, cartilhas, preservativos e oferecidos serviços e<br />

orientações de saúde.<br />

Para a Enfermeira da Regional de Nova Era, Joyce Mara<br />

Carvalho Paiva, as pessoas devem estar atentas e cuidar<br />

da saúde antes de pegar no volante. “Nos últimos anos,<br />

milhares de pessoas têm sido vítimas de acidentes. As<br />

campanhas e os projetos de educação para o trânsito são<br />

ferramentas importantes para a prevenção de acidentes.<br />

Por meio delas, muitas pessoas se conscientizam e mudam<br />

seus hábitos, tornando o trânsito mais seguro. O motorista<br />

deve sempre lembrar que estar em dia com a saúde<br />

é fundamental para um bom desempenho na estrada”,<br />

destaca a Enfermeira.<br />

As ações de educação no trânsito se estenderam também<br />

até a escola. De forma descontraída, os alunos receberam<br />

brindes e tiveram a oportunidade de aprender mais sobre<br />

segurança e saúde no trânsito. “Foi muito positiva e importante<br />

a participação com os alunos, uma vez que eles<br />

possivelmente serão futuros condutores”, ressalta Joyce.<br />

www.cenibra.com.br - Correspondência: Caixa Postal 100 - Agência CENIBRA - Distrito de Perpétuo Socorro - CEP 35.196-972 - Belo Oriente - MG.<br />

100% da celulose e do papel produzidos no Brasil vem de florestas plantadas, que ajudam a reduzir o aquecimento global.

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!