oS TaBlóideS de oFerTaS Se TranSFormaram em Uma daS ... - Amis

amis.org.br

oS TaBlóideS de oFerTaS Se TranSFormaram em Uma daS ... - Amis

aCertando o Passo [tAblóiDeS De oFertA]

direto no alvo

Fotos IgnácIo costa

oS TaBlóideS de oFerTaS Se TranSFormaram em Uma daS PrinCiPaiS

FerramenTaS de divUlGação doS SUPermerCadoS. Como eSTá o SeU?

n Stéphanie Carvalho

o

tablóide de ofertas é um meio essencial

para quem quer se destacar, atrair

e fidelizar um número cada vez maior de

clientes. Pode-se dizer que representam hoje

a principal ferramenta de comunicação com o

cliente na maioria das empresas supermercadistas,

suplantando Tv e rádio. afinal de contas, são

impressos e distribuídos milhões de tablóides

mensalmente em todo o estado.

e o supermercadista tem à sua disposição

uma variedade de formatos, estilos e idéias, que

podem até tornar seu veículo único, eficiente e

que chame a atenção do consumidor. mas como

isso pode ser feito? o que deve ser levado em

conta?

vale dizer que o tablóide de ofertas – também

conhecido como jornal de ofertas, caderno

de ofertas, jornalzão de ofertas, panfleto, encarte

de ofertas e outros – há muito tempo deixou de

ser apenas um informativo das promoções do

supermercado, para se tornar um ‘veículo de

comunicação’, que por sinal é muito eficaz. de

acordo com nágela Chaves, gerente de rH e

marketing do supermercado Casa rena, é importante

ter uma interação com o seu cliente, e um

tablóide bem planejado proporciona isso.

maiS qUe oFerTaS

“os clientes recebiam muito bem as informações

divulgadas, tudo que era veiculado repercutia

muito na comunidade. Foi aí que surgiu

a idéia de fazer do tablóide um canal mais amplo

maio de 2007 Gôndola

de informação, que contribuísse com o cliente

agregando valores que vão além dos comerciais:

valores culturais e educativos. Passamos então

a levar dicas, receitas, divulgar campanhas de

utilidade pública e muito mais”, diz nágela.

o supermercado Casa rena conta com quatro

lojas na cidade de itaúna, na região centro

oeste do estado. Cada loja possui em média 10

check outs e uma área de vendas de 1.000 m².

a opção feita pela Casa rena é recomendada

pelos consultores de marketing, pois o jornal

de ofertas pode gerar uma maior fidelidade do

cliente, além da credibilidade que ele passa.

Por isso, na hora de montar o seu tablóide,

use a criatividade; inclua nele dicas e informações,

além de receitas com os produtos que

estão anunciados. em muitos casos, o cliente

compra determinado produto porque viu ali uma

receita ou dica de preparo diferente e isso impulsiona

as vendas!

monTaGem

na hora de montar seu tablóide de ofertas,

uma série de fatores deve

ser levada em consideração:

o mais importante deles é o

seu público alvo. os produtos

anunciados têm que ser condizentes

com os seus clientes.

Com isso, a possibilidade de o

produto ‘encalhar’ nas prateleiras

é menor. Saiba também

que o encarte de oferta é uma

ótima possibilidade para a venda

casada de produtos.

“escolhemos produtos que

possam ser trabalhados com cross

merchandising, produtos sazonais

e aqueles que atraiam a atenção

do cliente (necessidade cotidiana),

entre outros etc”, diz o gerente de

compras e gestor da Central de Supermercados

rio Grande (Cergran)

adriano Gonçalo, uma importante

central de negócios do Sul de minas,

com 13 associados em oito cidades.

Para o gerente de marketing da rede

Bahamas, nelson júnior, a produção dos ta-

9


aCertando o Passo [tAblóiDeS De oFertA]

0

blóides tem que atender a demanda de campanha que a rede

está fazendo. “é importante que esta produção vá ao encontro

do anseio do consumidor”, diz nélson, que também é o responsável

pela produção dos tablóides da rede. a rede conta

com 19 lojas, distribuídas em cinco cidades da zona da mata,

sendo juiz de Fora a que conta com mais unidades, 15.

Tenha em mente que os clientes também procuram diversidade.

Um tablóide que mantém sempre o mesmo modelo,

produtos e embalagens afasta o consumidor, que procura

sempre por diversidade. varie no número de páginas, mostre

produtos diferentes (mas que estão de acordo com seu público

alvo), e preços diferenciados.

a criação do tablóide deve ser uma

união entre o departamento

comercial e o de

marketing da empresa; os

dois, em conjunto, podem

apontar quais produtos são

considerados ideais para

aquela edição e a estratégia

comercial que será usada.

número de iTenS

a disposição dos itens no jornal

de ofertas também é importante.

em primeiro lugar, o consumidor

é atraído pela quantidade

de itens ofertados. esta quantidade

está intimamente ligada ao conceito

promocional que o tablóide tem. é

importante que o tablóide siga um agrupamento

de produtos de mesma categoria, como forma

de facilitar a escolha”, diz o consultor e instrutor

do G10, Cláudio lima.

e o que deve ser colocado na primeira página do

jornal de ofertas? “na primeira página vão os produtos considerados

mais fortes e de maior apelo junto aos consumidores.

nesse caso, os produtos sazonais também têm prioridade”,

diz nélson júnior, da rede Bahamas.

PeriodiCidade e qUanTidade

a periodicidade do tablóide nos supermercados pode ser

trabalhada de diversas maneiras: podem ser semanais, quinzenais

ou até mesmo diários. Tudo vai de acordo com a

estratégia comercial de cada estabelecimento e a negociação

com os fornecedores. Segundo adriano Gonçalo, gerente de

compras da rede Cergran, por exemplo, uma loja da rede que

possui seis check outs e uma área de venda de 750 m² tem

contado com 40 mil tablóides por mês – 10 mil por semana.

o Supermercado Bahamas tem o seu ‘projeto de tablóides’:

a rede – que é a terceira maior do estado – trabalha com

seis tipos de tablóides, entre sazonais, diários e quinzenais.

Por mês são produzidos em torno de 3 milhões de exemplares,

sendo que 90% destes são distribuídos nas residências,

ficando o restante na entrada da loja.

a Casa rena, de itaúna, por exemplo, imprime uma média

de 240 mil tablóides por mês – 60 mil por semana. a cidade

de itaúna tem 77 mil habitantes, ou seja, dá uma média de

três tablóides por habitante!

Uma outra dica importante para o supermercadista

é investir em tablóides temáticos,

em feriados sazonais, como Páscoa, dia das

mães, dia dos pais e outros. esse tipo de

tablóide é atraente para o consumidor, e

traz retorno para o supermercado.

a GráFiCa

a escolha da gráfica tem que ser

cuidadosa. é preciso levar em conta

agilidade na entrega,

compromisso,

qualidade e preço;

escolha uma gráfica

que atenda as suas

necessidades, e que

esteja preparada para

lidar com eventuais

imprevistos, que muitas

vezes acontecem.

acima de tudo, procure

qualidade: um tablóide

com impressão ruim, fotos

tremidas e de má qualidade

não são atrativos para os

consumidores. “na hora de escolher a gráfica,

consideramos a qualidade, o preço e principalmente a capacidade

da gráfica em nos atender com agilidade e rapidez”, diz

nágela Chaves, da Casa rena.

diSTriBUição

na hora da distribuição, o supermercadista se depara

com uma dúvida: como distribuir os tablóides de maneira

eficaz e uniforme, evitando ao máximo a sua inutilização?

Há várias opções. uma delas é contratar uma empresa que

preste este tipo de serviço. elas têm equipe própria, que asseguram

a distribuição e evitam ao máximo que os encartes

maio de 2007

sejam entregues de maneira errada – jogados

em casas vazias, em lotes vagos, em garagens

de prédios etc.

”Para evitar o desperdício dos tablóides,

tem que haver uma pesquisa por amostragem,

na área em que foi feita a distribuição, mas

a vigilância neste sentido se torna difícil, dependendo

da quantidade distribuída”, explica

nágela Chaves. ainda segundo ela, é preciso

contar com uma margem de erro, considerando

que em todos os casos, alguns tablóides serão

inutilizados de alguma maneira (amassados,

rasgados e etc).

Um outro modo é contar com os próprios

funcionários do supermercado. isso cria, além de

um vínculo de equipe, a certeza de que os tablóides

serão bem distribuídos. no supermercado

Supermais, de Belo Horizonte, são os próprios

funcionários que fazem a distribuição: eles saem

organizados e uniformizados, com o ‘itinerário’ já

definido e ganham determinado valor por milheiro

distribuído.

“Conseguimos com isso um resultado fantástico

e tem até fila de funcionário querendo

fazer e cada vez vai um grupo diferente. a aceitação

das pessoas na rua é muito grande, e isso

de certa maneira cria um diferencial”, diz diogo

Pertence, comprador do supermercado.

na rede Bahamas, a distribuição também

é feita pelos colaboradores da empresa, que

geralmente conhecem o bairro/cidade, o que

facilita na hora da distribuição. a rede conta

ainda com líderes que ficam responsáveis pela

organização da distribuição dos tablóides,

numa tentativa de evitar a inutilização dos

mesmos.

algumas diCas

Contrate um publicitário ou agência para ajudar na montagem do seu

tablóide: é preciso se dar conta da importância de qualquer ferramenta

de comunicação com o mercado. deve-se sair do amadorismo, pois o

resultado será sempre melhor.

para trabalhar de forma adequada o tablóide, faça parcerias com fornecedores,

garanta tiragem suficiente dos tablóides e preocupe-se com a

distribuição dele.

A disponibilização dos tablóides na internet é uma boa estratégia, mas

mesmo assim é preciso conhecer o seu público.

Colaboração: Consultor Cláudio lima

na inTerneT

Uma tendência que vem crescendo é a disponibilização

dos tablóides de ofertas nos sites

dos supermercados. mas até que ponto vale

investir nessa ação? “a disponibilização de ofertas

no site da rede é para atender um público

crescente e que prefere a comodidade para tomar

conhecimento das ofertas do dia. mas reconhecemos

que em nossa atividade a tradição do

encarte impresso supera os acessos na internet,

não havendo parâmetro de comparação”, diz

nelson júnior, do Bahamas.

Para a rede ou supermercado que tem um

site na internet, e deseja aderir a essa tendência,

alguns cuidados básicos tem que ser

tomados. as informações colocadas no site

têm que ser as mesmas que estão no tablóide

em circulação: se o site não for atualizado à

medida que novos tablóides forem distribuídos,

o cliente terá uma informação errada, e ao não

encontrar aquela promoção nas lojas, pode

se sentir enganado. n

saiba mais

leia na página 2 o artigo

sobre os cuidados que se

deve ter na divulgação

das ofertas, escrito pela

gerente jurídico da AMIS,

Andréa Gilbert.

More magazines by this user
Similar magazines