Mamíferos - Rede Pró-Fauna

redeprofauna.pr.gov.br

Mamíferos - Rede Pró-Fauna

A seguir serão comentadas informações sobre algumas

das espécies de mamíferos do Estado do Paraná. Para que

possamos compreender um pouco mais sobre o sucesso

evolutivo desse grupo, existem três características principais

que devemos lembrar: possuem pele revestida por pêlos,

específicos para proteger o corpo e manter a temperatura,

glândulas mamárias, com as quais alimentam seus filhotes e

os tornam aptos e fortes à vida, características que nenhum

outro animal na natureza possui; e são homeotermos, ou seja,

o corpo possui temperatura constante, não sendo influenciada

pelo ambiente.


ORDEM

Marsupialia

Família

DIDELPHIDAE

20

Gambá-de-orelha-preta

Didelphis aurita

Características gerais

O gambá-de-orelha-preta é uma espécie florestal que mede entre 60 e 90 centímetros de

comprimento, pesando em torno de 1,6 quilos. O que o distingue das outras espécies de gambás, é

sua orelha preta e sem pêlos, de onde nasceu o nome popular de gambá-de-orelha-preta. A cauda

também é preta com tons amarelados e poucos pêlos. Na região do ânus há uma glândula que exala

um cheiro forte e desagradável, utilizado como defesa em caso de perigo.

Habitat

O gambá é encontrado em todos os biomas paranaenses e em muitas regiões do Brasil.

Importante saber

Em determinadas regiões brasileiras, os gambás são chamados de raposa ou raposinha. Trata-se

de um engano, pois não existem raposas brasileiras. O gambá é onívoro, ou seja, sua alimentação

é bastante variada, incluindo desde insetos, cobras, frutas até roedores e galinhas. É um animal

solitário, não vive em grupos e sai para caçar a noite. Quando está em perigo, mostra os dentes e

rosna com ferocidade. Muitas vezes se finge de morto para desviar a atenção do inimigo.

Importância na natureza

Colabora no controle das espécies consideradas pragas para a agricultura, como os roedores e

insetos, pois fazem parte de sua alimentação. São também bons dispersores de sementes através das

fezes, ajudando a natureza a plantar o que o homem destrói.


21

Marsupialia


ORDEM

Marsupialia

Família

DIDELPHIDAE

22

Gambá-de-orelha-branca

Didelphis albiventris

Características gerais

O gambá-de-orelha-branca como o próprio nome já diz, apresenta como característica marcante as

orelhas cobertas por uma fina camada de pêlos brancos. Sua pelagem em geral é acinzentada. Essa

coloração, no entanto, varia durante a vida desta espécie de gambá, os mais velhos são mais claros,

enquanto os jovens, mais escuros. No corpo, observam-se pêlos pretos e brancos que encobrem

uma pelagem mais curta e clara. A cauda é grossa e afilada na ponta, quase sem pêlos. Possui a

cabeça grande com três listras pretas e focinho alongado.

Habitat

Encontrado em todos os biomas paranaenses e em grande parte do Brasil.

Importante saber

Como o gambá-de-orelha-preta, sua alimentação também é onívora. Aprecia aves e ovos, possui

ainda um gosto especial por sangue. Por isso, quando captura seu alimento, o gambá abre o pescoço

da presa, rompendo a jugular para se alimentar do sangue, que verte em abundância. Não é um

animal perigoso para o homem, desde que não seja incomodado.

Importância na natureza

O gambá-de-orelha-branca colabora no controle das espécies consideradas pragas para a agricultura,

como os roedores e insetos, os quais fazem parte de sua alimentação. Também são bons dispersores

de sementes através de suas fezes.


23

Marsupialia


ORDEM

Edentata

Família

DASYPODIDAE

24

Tatu-peludo

Euphractus sexcinctus

Características gerais

Essa espécie de tatu mede da cabeça até a ponta do rabo, entre 52 e 74 centímetros de comprimento,

e seu peso varia de 3 a 6 quilos. Seu corpo possui uma coloração pardo-amarelada ou acinzentada,

algumas vezes amarronzada. Na região das costas há uma carapaça dura e móvel servindo como

proteção contra seus predadores. As orelhas são pequenas e os dedos possuem unhas grandes e

grossas, próprias para escavar. Como os gambás, o tatu também apresenta uma glândula que expele

um cheiro forte quando se sente ameaçado. Essa espécie de tatu-peludo distingue-se das outras por

possuir pêlos longos espaçados um dos outros de coloração esbranquiçada.

Habitat

Prefere ambientes de campo e cerrado.

Importante saber

O tatu-peludo utiliza sua carapaça forte e rígida como escudo para se defender de seus predadores.

Em florestas e bosques, costuma deixar como sinal de sua presença, buracos com marcas de unhas,

utilizados para dormir ou criar seus filhotes. Sua alimentação é composta basicamente por vegetais

e insetos.

Importância na natureza

Contribui no controle populacional das espécies consideradas pragas para a agricultura, pois se

alimenta de muitos invertebrados.


25

Edentata


ORDEM

Edentata

Família

DASYPODIDAE

26

Tatu-galinha

Dasypus novemcinctus

Características gerais

Apesar do seu nome, o tatu-galinha não é nada parecido com uma galinha. Pode medir entre 60

centímetros e 1 metro de comprimento e pesar de 3 a 8 quilos. Seu focinho é pontudo e longo, as

orelhas são grandes, ovaladas e os olhos são pequenos. A coloração do corpo é marrom-escura,

enquanto a região lateral é mais clara.

Habitat

Está presente em regiões florestadas.

Importante saber

O tatu-galinha é carnívoro; alimenta-se de pequenos vertebrados e também de cupins, formigas e

vegetais. Possui diferentes hábitos conforme a estação do ano. No verão é visto com maior freqüência

no crepúsculo (começo da manhã e final da tarde); no inverno, durante o dia, mexendo na terra

a procura de alimentos. É uma espécie muito caçada para o consumo da carne.

Importância na natureza

Espécie com grande capacidade de dispersar sementes, devido a sua alimentação ser rica em vegetais.

Também auxilia na fertilidade do solo quando escavado, ajudando na aeração e entrada de

nutrientes.


27

Edentata


ORDEM

Edentata

Família

MYRMERCOPHAGIDAE

28

Tamanduá-mirim

Tamandua tetradactyla

Características gerais

É também chamado de tamanduá-de-colete, por apresentar a coloração amarelo-esbranquiçada,

com pêlos pretos formando um desenho semelhante a um colete. A cauda possui pêlos, exceto na

região de baixo e na ponta. Mede entre 93 centímetros e 1,47 metro de comprimento, e pesa de três

a 8,4 quilos. As unhas das patas da frente são grandes e grossas, próprias para escavar e se agarrar

nos galhos. Por não possuir dentes, o alimento é triturado no estômago.

Habitat

Vive em todos os biomas brasileiros, exceto em áreas alagáveis.

Importante saber

Sua maior atividade é ao entardecer, quando sai à procura de formigas, cupins e outros insetos. Possui

hábitos arborícolas, ou seja, é encontrado com freqüência em cima das árvores. Animal bastante

dócil e de movimentos lentos, quando está sob ameaça, seja ela por predadores, ou por humanos,

senta-se sobre as patas traseiras e usa os braços e unhas para se defender. Talvez desse comportamento

tenha nascido a expressão “abraço de tamanduá”.

Importância na natureza

Por se alimentar principalmente de insetos, o tamanduá-mirim contribui no controle das espécies

consideradas pragas para a agricultura.


29

Edentata


ORDEM

Carnivora

Família

CANIDAE

30

Lobo-guará

Chrysocyon brachyurus

Características gerais

O lobo-guará é o maior canídeo da América do Sul, facilmente identificado pelas pernas longas, orelhas

grandes e pêlos compridos. Sua coloração é pardo-avermelhado, o focinho é negro e os pêlos

da nuca e das costas formam uma pequena crina. Mede cerca de 1,25 metro de comprimento e 80

centímetros de altura, podendo pesar até 23 quilos.

Habitat

No Paraná, vive nos ambientes de cerrado e campos.

Importante saber

Esse canídeo é muito veloz e um excelente saltador, principalmente nas corridas em busca de suas

presas. Sua alimentação é bastante variada, incluindo pequenos mamíferos (roedores, tatus e gambás),

aves, insetos, répteis e também alguns frutos-silvestres. Se não fosse a influência humana, provavelmente

não estaria ameaçado de extinção, pois o seu hábitat está sendo trocado pela agricultura

e pecuária.

Importância na natureza

Seus hábitos alimentares são muito importantes no controle das populações de roedores, tatus e

gambás. Ajuda também na dispersão de sementes. Desde que não seja incomodado, não fornece

nenhum risco ao homem.


31

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

CANIDAE

32

Cachorro-do-mato

Cerdocyon thous

Características gerais

Esse canídeo pode medir de 92 centímetros a 1,20 metros de comprimento e pesar entre 5 e 8

quilos. É facilmente identificado quando observamos na região das costas uma linha preta, que se

estende da nuca até a base do rabo. O cachorro-do-mato possui uma coloração basicamente cinza,

com tonalidades amareladas. Os jovens são mais escuros que os adultos.

Habitat

É comum em áreas florestadas, mas pode ser encontrado em campos e cerrado. Está presente em

todo o Brasil, exceto na planície amazônica.

Importante Saber

Animal solitário, só anda em grupos na época da reprodução. Durante as atividades diárias, costuma

marcar território com urina, comportamento normal em grande parte dos carnívoros que precisam

de grandes áreas de floresta para viver. Sua alimentação consiste de vegetais, frutas, insetos, répteis,

aves e pequenos mamíferos.

Importância na natureza

É um bom dispersor de sementes. Contribui para o controle biológico das populações de pequenos

roedores, não permitindo que aumentem em excesso, e assim desequilibrem o ambiente, invadindo

as áreas urbanas e rurais.


33

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

PROCYONIDAE

34

Guaxinim ou mão-pelada

Procyon cancrivorus

Características gerais

O guaxinim, conhecido como zorrinho, por apresentar ao redor dos olhos, uma pelagem preta, parecida

com a máscara do Zorro é também chamado de mão-pelada, pois suas patas são pretas, com

cinco dedos e não possuem pêlos, lembrando muito a mão de uma criança. Mede de 80 centímetros

a 1,10 metro de comprimento, e pode pesar até 8 quilos. Em cima de cada olho, na região lateral do

focinho e nas bordas internas das orelhas, há uma mancha branca.

Habitat

É encontrado em todo o Brasil especialmente em áreas florestais e manguezais, sempre próximo a

cursos d’água de onde captura seu alimento.

Importante saber

O guaxinim possui um comportamento curioso: antes de cada refeição parece lavar cuidadosamente

seu alimento.

Importância na natureza

Além de ser um excelente dispersor de sementes, o guaxinim também ajuda a controlar o número

de indivíduos de populações das quais se alimenta, fazendo com que o ambiente se mantenha equilibrado.


35

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

PROCYONIDAE

36

Quati

Nasua nasua

Características gerais

Podemos encontrar quatis de 89 centímetros a 1,25 metro de comprimento e de até 10 quilos.

Possuem o corpo cinzento-amarelado, com as regiões laterais da barriga mais clara. Uma das suas

características mais notadas é o focinho alongado, com a ponta móvel e preta. A cauda é peluda,

com anéis pretos e amarelados.

Habitat

É encontrado em várias regiões do Brasil, principalmente em áreas florestadas de mata fechada,

principalmente na Floresta Atlântica. Mas também pode ser visto nos campos.

Importante Saber

O quati é um animal muito ágil e visto com freqüência em árvores, a procura de frutos e aves, base

de sua alimentação. Não constrói seu próprio ninho, utiliza os ocos das árvores para se esconder,

dormir e procriar. Anda pela floresta solitário ou em grupos. É bastante perseguido pelo homem, o

qual se alimenta de sua carne. Quando não é caçado para alimentação é morto por invadir plantações.

Importância na natureza

Como muitos outros animais da fauna paranaense, o quati espalha diversas espécies vegetais através

das sementes que são ingeridas junto aos frutos. Além disso, controla as populações de aves.


37

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

FELIDAE

38

Gato-do-mato-pequeno

Leopardus tigrinus

Características gerais

É o menor felino brasileiro; seu peso, quando adulto, pode chegar a 2 ou 3 quilos. Seu tamanho é

semelhante ao do gato doméstico. Possui a cabeça pequena e o focinho afilado, na região de cima do

corpo pode-se observar a presença de rosetas (pequenas manchas escuras lembrando as da onçapintada),

de tamanho e formas variadas.

Habitat

Vive em vários tipos de ambientes, mas normalmente é encontrado em florestas fechadas. Ocorre

em todo o Brasil. No Paraná, está presente principalmente na Floresta com Araucária, Floresta Atlântica,

nos campos naturais e no cerrado.

Importante saber

O gato-do-mato-pequeno possui hábitos noturnos, saindo à noite para caçar. É um animal solitário,

mas pode viver em casais. Quando isso acontece, há grandes chances de ficarem juntos pelo resto

da vida.

Importância na natureza

Como as demais espécies de carnívoros, o gato-do-mato-pequeno contribui no controle populacional

de marsupiais, aves e insetos, das quais se alimenta.


39

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

FELIDAE

40

Gato-mourisco

Puma yagouaroundi

Características gerais

O gato-mourisco é diferente dos demais felinos, principalmente por possuir uma coloração escura,

geralmente marrom-acinzentada, avermelhada ou quase preta. A região da barriga é mais clara que

a das costas, a cabeça é pequena, as orelhas são grandes e arredondadas, os olhos são castanhos e

a perna é curta.

Habitat

Prefere os ambientes de borda das florestas, próximo a rios e pequenos lagos.

Importante saber

Suas presas favoritas são roedores, pequenos veados, aves, répteis, anfíbios e peixes. Muito raramente

ataca galinheiros. Como a maioria dos felinos, o gato-mourisco é solitário, exceto em épocas de

reprodução, quando pode ser visto com uma parceira. Não sendo incomodado, não é agressivo.

Importância na natureza

Como autêntico carnívoro, o gato-mourisco ajuda no controle populacional das espécies de marsupiais,

aves, répteis, anfíbios e peixes das quais se alimenta.


41

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

FELIDAE

42

Puma ou suçuarana

Puma concolor

Características gerais

Do marrom-amarelado do seu corpo nasceu o nome de suçuarana, de origem indígena, que em tupi significa

“semelhante ao veado”. Possui coloração branca nas patas e em algumas regiões do peito e garganta.

Sua cauda é comprida e fina, escurecendo gradativamente até chegar em uma ponta preta.

Habitat

Habita florestas densas e bordas de florestas, mas também campos e cerrado, sempre próximo a regiões

com água em abundância. É encontrada em todo o Brasil.

Importante saber

A suçuarana é um animal carnívoro, possui uma alimentação bastante variada, desde pequenos vertebrados

até os de médio porte, como veados e porcos. Mata suas presas por asfixia, através de mordidas na

garganta, em seguida arrasta a presa para um local seguro e, depois de saciar a fome, cobre a carcaça com

folhas e pequenos gravetos. Geralmente retorna mais tarde para se alimentar. A suçuarana não oferece

risco ao homem, desde que não seja incomodada.

Importância na natureza

Realiza o controle populacional das espécies de roedores e marsupiais, evitando que suas populações

cresçam de forma descontrolada.


43

Carnivora


ORDEM

Carnivora

Família

FELIDAE

44

Onça-pintada

Panthera onca

Características gerais

A onça-pintada é um dos maiores e mais belos felinos das Américas. Possui o corpo robusto, com

pernas fortes e patas grandes. Apresenta uma coloração amarelada, com a presença de rosetas

negras espalhadas por todo o corpo. Os machos podem chegar a 2,40 metro de comprimento e

pesar até 140 quilos.

Habitat

É essencial para a vida da onça-pintada um ambiente conservado e com grande disponibilidade de

alimento. A onça pode ocupar ambientes tanto de florestas, como de áreas abertas. Prefere regiões

próximas a água, pois ali encontra maior fartura de alimento. A onça-pintada costuma estudar sua

presa antes de atacá-la. Observa seus movimentos e sua capacidade de fuga, para em seguida dar o

bote, geralmente com sucesso.

Importante saber

É um animal solitário e noturno, no entanto pode ser observado algumas vezes durante o dia, se

alimentando. É excelente nadadora e escala árvores com muita facilidade. Alimenta-se principalmente

de vertebrados de grande e médio porte, como capivaras, jacarés, antas, veados e também peixes.

Apesar de muito temida, a onça-pintada não é perigosa, prefere fugir na presença do homem.

Importância na natureza

Realiza o controle populacional de várias espécies de vertebrados.


45

Carnivora


ORDEM

Primates

Família

CEBIDAE

46

Bugio-ruivo

Alouatta guariba

Características gerais

O bugio-ruivo possui coloração marrom-avermelhada, com reflexos dourados. A fêmea é mais

escura que o macho, quase preta. Pode atingir até 0,75 centímetros de comprimento e pesar de

4 a 9 quilos. A espécie é identificada principalmente pela barba em volta da face, mais evidente nos

machos. Sua cauda é longa, peluda e preênsil, ou seja, o bugio é capaz de se pendurar nos galhos

pela cauda sem que a machuque.

Habitat

Encontra-se em grande parte do Brasil, da Floresta Atlântica ao cerrado, sempre no topo das árvores.

Sua população encontra-se reduzida devido à destruição das florestas.

Importante saber

O bugio-ruivo é um primata que possui a capacidade de emitir um som forte e rouco, que se

propaga pela floresta, inibindo seus inimigos e competidores. Dessa maneira delimita seu território.

Sua alimentação é basicamente vegetariana, mas também inclui insetos.

Importância na natureza

Possui grande capacidade de dispersar sementes, pois se alimenta, basicamente de vegetais.


47

Primates


ORDEM

Primates

Família

CEBIDAE

48

Bugio-preto

Alouatta caraya

Características gerais

O bugio-preto é um primata de tamanho avantajado e cauda longa, pesa em torno de 7,3 quilos. O

polegar é bem desenvolvido e tanto o macho quanto a fêmea possuem barba. Emite sons muito altos,

que podem ser ouvidos a grandes distâncias. Estes sons servem para organizar o seu grupo (pois não

é um animal solitário), ou então para disputar território, provavelmente com outro macho.

Habitat

Vive em grande parte do Brasil.

Importante saber

Possui hábitos diurnos, ou seja, se alimenta e explora o ambiente durante o dia, em grupos de 3 a 19

indivíduos. É arborícola, raramente desce ao chão. Alimenta-se de folhas, flores, frutos e brotos. O

bugio-preto está ameaçado de extinção, principalmente pela destruição das florestas.

Importância na natureza

Espalha sementes de várias espécies através de suas fezes. Muitas plantas necessitam passar pelo

aparelho digestório de certas espécies de aves ou mamíferos para germinarem, outras apenas

precisam que suas polpas sejam removidas para que possam se desenvolver.


49

Primates


ORDEM

Primates

Família

CEBIDAE

50

Macaco-prego

Cebus nigritus

Características gerais

Este primata é muito conhecido, principalmente por quem reside no interior do Paraná. Mede entre

72 e 97 centímetros e pode pesar até 4,5 quilos. O macho é maior que a fêmea e sua coloração

é marrom-escura, com algumas regiões do corpo mais claras. Na cabeça há um pequeno topete,

característica que diferencia o macaco-prego das outras espécies de primatas.

Habitat

Vive em áreas de floresta, é encontrado geralmente na copa das árvores, mas algumas vezes podemos

observar indivíduos no solo à procura de alimento. O macaco-prego é uma espécie muito inteligente

e faz de tudo para saciar sua fome. Quando se encontra em um ambiente com pouco alimento

e há na proximidade culturas agrícolas, principalmente de milho, cereais e banana o macaco-prego

pode invadir essas plantações. A espécie vive em todo o Brasil e em todos os biomas.

Importante saber

Vive em grupos que obedecem sempre uma ordem hierárquica, quando está se deslocando de um

ambiente para outro: primeiro os jovens, depois os machos e fêmeas adultos e por último as mães

e filhotes. É costume da espécie usar sempre o mesmo caminho para se locomover, deixando um

forte cheiro de urina por onde passa.

Importância na natureza

A dispersão de sementes é a maneira de garantir a vida em uma floresta. O macaco-prego, através

das fezes, espalha sementes de várias espécies.


51

Primates


ORDEM

Rodentia

Família

CAVIIDAE

52

Capivara

Hydrochoerus hydrochaeris

Características gerais

A capivara é o maior roedor do mundo, mede de 1 a 1,30 metros de comprimento e pode pesar até

80 quilos. Possui uma coloração marrom-avermelhada em quase todo o corpo. A região da barriga é

mais clara, com tons amarelados. O corpo é coberto por espessa camada de gordura, graças a qual

a capivara é capaz de permanecer muitas horas dentro da água, mesmo em dias muito frios.

Habitat

Pode ser encontrada em áreas de floresta e campos, mas, sempre próxima de rios e lagos.

Importante saber

A capivara é um animal dócil e uma excelente nadadora e mergulhadora, pois consegue permanecer

até 10 minutos em baixo da água sem respirar. Vive de 8 a 12 anos e geralmente é encontrada em

grupos de 8 a 16 indivíduos. Alimenta-se de plantas e grãos, algumas vezes pode invadir plantações

de cana-de-açúcar e milho, quando o seu ambiente não fornece a alimentação necessária para sua

sobrevivência. Por esse motivo é muito caçada.

Importância na natureza

A capivara realiza o controle populacional de várias espécies vegetais não permitindo que se

reproduzam em excesso e prejudiquem o ambiente.


53

Rodentia


ORDEM

Rodentia

Família

CAVIIDAE

54

Cutia

Dasyprocta azarae

Características gerais

Mede cerca de 60 centímetros de comprimento e pode pesar até 4 quilos. Possui a cauda e as

orelhas pequenas, sua coloração em geral é marrom-avermelhada, com a região da barriga mais

clara. As patas da frente, com cinco dedos, são mais curtas que as de trás, com apenas três dedos.

Essa diferença permite que a cutia dê pequenos saltos enquanto corre, fugindo mais rápido de seus

predadores.

Habitat

Ocorre em todo o Brasil, em regiões de floresta densa e no cerrado.

Importância na natureza

Através das fezes, a cutia espalha sementes de várias espécies de plantas, o que auxilia na manutenção

da vida na floresta. A cutia é uma grande amiga da Floresta com Araucária, pois enterra os pinhões

para se alimentar mais tarde. Como a quantidade de pinhões que cai das araucárias é muito grande,

a cutia esquece onde os enterrou, e quando os localiza, já é tarde demais, as sementes de pinhão já

germinaram.


55

Rodentia


ORDEM

Rodentia

Família

CAVIIDAE

56

Paca

Cuniculus paca

Características gerais

O corpo longo e forte é pardo-amarronzado com algumas listras brancas. As pernas são curtas e a

cabeça grande. Pêlos ásperos se espalham por todo o corpo com certa distância entre eles. Mede

cerca de 80 centímetros de comprimento e pode pesar até 13 quilos.

Habitat

A paca ocorre em todo o Brasil. Pode ocupar vários tipos de ambientes, mas prefere as florestas

bem conservadas e próximas aos rios ou pequenos córregos. Os cursos de água que correm entre

as florestas são muito importantes para a vida animal, por isso não poluir os rios, nem derrubar as

árvores é uma grande ajuda à essas espécies.

Importante saber

A paca possui hábitos noturnos, sai a noite para se alimentar. Durante o dia permanece escondida

em tocas escavadas em barrancos de rios ou em buracos de outros animais como, por exemplo, os

do tatu. Alimenta-se de vegetais como folhas, raízes e frutos.

Importância na natureza

É uma excelente dispersora de sementes, pela floresta. Muitas vezes as enterra, facilitando a germinação.


57

Rodentia


ORDEM

Rodentia

Família

CAPROMYIDAE

58

Ratão-do-banhado

Myocastor coypus

Características gerais:

Dependendo da maneira em que o ratão-do-banhado é observado, pode lembrar a capivara. Apresenta

uma coloração marrom-avermelhada, exceto na barriga onde o marrom-avermelhado é mais

claro. O corpo possui uma forma alongada, com as orelhas pequenas, arredondadas e longos bigodes,

que enfeitam o focinho. A cauda é grossa e menor que o tamanho do corpo.

Habitat

Vive em locais com bastante água, como lagoas, rios e banhados.

Importante saber

É um bom nadador, mas não mergulha tão bem. Vive aproximadamente 15 anos. Seus principais

predadores naturais são as onças e os jacarés. Alimenta-se principalmente de capim, raízes e plantas

aquáticas.

Importância na natureza

O ratão-do-banhado realiza o controle populacional de várias espécies vegetais, não permitindo que

se propaguem em excesso e prejudiquem o ambiente.


59

Rodentia


ORDEM

Artiodactyla

Família

TAYASSUIDAE

60

Queixada

Tayassu pecari

Características gerais

O queixada pode medir de 76 centímetros a 1,15 metro de comprimento e pesar até 40 quilos.

Seu corpo é coberto por pêlos grossos e longos, que lembram espinhos. Na região da cabeça e do

pescoço o queixada apresenta os pêlos em forma de crina, que se arrepiam quando se excita, tanto

na fuga de um predador, quanto em disputas com indivíduos do seu próprio grupo.

Habitat

Encontrado em todo o Brasil, esta espécie vive em regiões de floresta densa, especialmente a Floresta

com Araucária, seu ambiente preferido.

Importantes saber

É um animal que costuma andar em grupo de 20 a 30 indivíduos. Sua presença é facilmente identificada

na floresta, pois costuma escavar o solo à procura de alimentos. Quando ameaçado, bate os

dentes, produzindo um barulho que pode ser ouvido a longas distâncias. Sua alimentação é composta

basicamente de vegetais, mas pode incluir também animais de pequeno porte.

Importância na natureza

Pelas fezes, o queixada espalha sementes de várias espécies de plantas, ajudando a natureza nesse

difícil trabalho. Muitas plantas necessitam passar pelo aparelho digestório de certas espécies de aves

e mamíferos para poderem germinar. Outras apenas precisam que suas polpas sejam removidas para

se desenvolver. O queixada participa também da cadeia alimentar, servindo de alimento para várias

espécies de carnívoros.


61

Artiodactyla


ORDEM

Artiodactyla

Família

CERVIDAE

62

Veado-catingueiro ou veado-virá

Mazama gouazoubira

Características gerais

O veado-catingueiro possui uma coloração marrom-acinzentada por quase todo o corpo, sendo

que, na região das costas essa coloração é um pouco mais escura. No pescoço o tom do marrom é

acinzentado e na garganta, barriga e cauda, é esbranquiçado. Mede de 97 centímetros a 1,40 metro

de comprimento, da ponta do focinho à ponta da cauda e pode pesar até 23 quilos. Apenas o macho

possui chifres; na fêmea, ao invés do chifre, há uma suave elevação, enfeitada por duas pequenas

manchas brancas.

Habitat

Vive em todo o Brasil, em regiões de floresta densa e também em campos, sempre próximo a

água.

Importante saber

Espécie com hábitos diurnos esconde-se durante a noite entre a vegetação mais densa. Sua alimentação

é basicamente de gramíneas, frutas e flores. É muito perseguida pelo valor da pele e pelo sabor

da carne, situação que o colocou, nos dias de hoje, sob ameaça de extinção.

Importância na natureza

Por ser um animal herbívoro e se alimentar de alguns frutos, ajuda a natureza a espalhar sementes

através de suas fezes.


63

Artiodactyla


ORDEM

Artiodactyla

Família

CERVIDAE

64

Veado-bororó ou cambutá

Mazama nana

Características gerais

O veado-bororó mede cerca de 1 metro de comprimento e pode pesar até 20 quilos. O interessante

nesta espécie é a forma estranha com que anda, devido as pernas da frente serem menores

que as de trás, de onde nasceu o nome popular de veado-de-mão-curta. Os chifres são menores

que os do veado-mateiro e do veado-catingueiro, não ultrapassando oito centímetros. Na região das

costas apresenta uma coloração marrom-avermelhada; na barriga, marrom mais clara. As patas são

marrom-escuras e a ponta da cauda possui pêlos brancos.

Habitat

Vive em ambientes florestados do Rio Grande do Sul até Minas Gerais.

Importância na natureza

Como é herbívoro, alimenta-se de várias espécies de frutos, ajudando assim a espalhar, através das

fezes, sementes pela floresta.


65

Artiodactyla

More magazines by this user
Similar magazines