Edição 16 - Julho/07

saudeeharmonia.com.br

Edição 16 - Julho/07

PARA ANUNCIAR

Fone: (11) 5031-4952

contato@homeopatiaecia.com.br

www.homeopatiaecia.com.br


Edição e Direção de Arte:

Sônia Maria M. Adoglio Dick

Direção Comercial:

Alvaro Augusto Dozzo

Assistente de Arte:

Cassiano Adoglio

Webmaster:

Paulo Eduardo A. Dick

Jornalista Responsável:

Ana Matilde Tenório da Motta

MTb nº 16.817

Editoração e Diagramação:

Sônia Maria M. Adoglio Dick

artcomputer@sti.com.br

Colaboração Especial

Lidia M. O. Sanzoni

Rumico Yamamoto Okada

Associação

APH - Associação Paulista de Homeopatia

Distribuição:

Gratuita

Tiragem:

10.000 exemplares

Redação, Publicidade

e Correspondência:

Prof. Filinto Guerra, 60 - Jd. Aeroporto

São Paulo - SP - CEP: 04356-040

Fone/fax: (011) 5031-4952

contato@homeopatiaecia.com.br

Impressão e fotolito:

Supergráfica

A revista Homeopatia & Cia.

é projeto gráfico, editorial e

publicação da L´Editora Ltda.

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial das

matérias publicadas nesta revista por qualquer

meio, eletrônico ou mecânico, sem a

prévia autorização por escrito da Editora.

A revista Homeopatia & Cia. não se responsabiliza

por informações e conceitos

emitidos em artigos assinados.

Os anúncios publicados nesta edição são

fornecidos por nossos clientes, únicos responsáveis

pela autenticidade e qualidade

dos produtos que anunciam.

Importante: Não tome medicamentos sem

antes consultar um médico.

Editorial

sta edição da Homeopatia e Cia. é dedicada à infância. Fase

maravilhosa, que revela em seu todo a perfeição da Natureza,

sem preconceito, sem maldade, com tudo por aprender e

tempo para se desenvolver.

Com o ritmo acelerado da vida no mundo moderno, as

crianças começam a participar cada vez mais cedo da

realidade dos adultos e vão sendo submetidas, cedo demais, às situações de

tensão, ao excesso de atividade, à violência física e psicológica e até ao

abandono, materializado na ausência de adultos.

Como conseqüência, a criança está sendo vítima de doenças, que até

algum tempo atrás, eram doenças dos maduros e dos velhos, como a depressão,

a obesidade, a gastrite, o diabetes, o colesterol elevado etc.

É de fundamental importância que a infância seja bem assistida em

todos os aspectos: físicos, emocionais, espirituais e educacionais e que

busquemos a orientação de profissionais competentes, que possam nos

oferecer as ferramentas capazes de promover a melhoria da qualidade de vida

das crianças.

Infância feliz é um direito! A infância é a base de formação do adulto

equilibrado, consciente, produtivo e feliz. Não nos esqueçamos nunca desta

verdade!

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

16

E

ÍNDICE

- Saúde é conquista de Educação Alimentar

- Criando adultos felizes

- O que fizemos com as nossas crianças

- Fadiga Crônica

- Que visão temos das crianças

ao nosso redor

- O seu animalzinho tem problemas de

comportamento?

- A criança que está por vir

- A Homeopatia na Puericultura

- A chegada de um filhote

- Infância e envelhecimento

- Constituição corporal

- Um galo sozinho não tece a manhã

- Hiperatividade ou falta de limites?

- Crianças Índigo

- Yogaterapia

- EMF - Balancing Technique®

- Depende de nós

- Viva Zen

- Equilíbrio

- Para uma infância mais equilibrada e feliz

- Novidade: Terapias Complementares

Prezado Leitor

Farmácia Vitalitas e Cisplatina

Foto da capa:

Carlos Henrique e

Maria Luisa Borges,

Raquel Fracalanza Pila e

Enzo Tagliaferro Boucault


- 2 -

SAÚDE É CONQUISTA

DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR

É

sabido por todos que doenças características de idosos estão ocorrendo também entre os jovens, dado o descuido na alimentação.

A saúde depende da boa gerência alimentar por parte de cada um de nós. Fornecer alimento adequado para as reações bioquímicas que

ocorrem no nosso organismo pode significar uma vida.

Toda degeneração é proveniente da má administração alimentar. Nossa cultura alimentar sobrecarrega a maior parte da população com

alimentos refinados, farináceos, enlatados, congelados, e assim por diante.

Esses alimentos, se consumidos em excesso, provocam desordens metabólicas, já na fase da juventude, que vão se manifestar na idade adulta, na

forma de doenças quase sempre irreversíveis e de difícil tratamento, como do diabetes.

Portanto, devemos rever os nossos hábitos alimentares e, se necessário, procurar a ajuda de um nutricionista.

Devemos priorizar as frutas, as verduras e os legumes in natura, além de dar preferência aos grãos integrais. Quanto menos conservantes,

agrotóxicos, açúcar, sal e gorduras trans nossa alimentação tiver, melhor será nossa saúde.

Nunca é tarde para uma mudança na alimentação, que deve ser a primeira atitude, quando o corpo começa a padecer de algum mal. Uma boa

alimentação limpa o organismo do que é tóxico e garante nutrientes e compostos bioativos para as células exercerem suas funções, promovendo saúde

e redução dos riscos de doenças.

É de suma importância, portanto, o envolvimento da família nos hábitos alimentares de crianças e adolescentes. A família precisa educar as crianças

para que elas desenvolvam hábitos saudáveis de vida, que incluem a atividade física, e possam fazer escolhas mais adequadas de alimentos. Só dessa

forma teremos adultos comprometidos com a saúde.

Ana Maria Monteis

Farmacêutica Homeopata

Farmácia Homeopática Naturaville - Alphaville - Barueri


Dra. Rosa Malena

CRIANDO ADULTOS

FELIZES

Quem já não ouviu o ditado: “é de pequeno que se torce o

pepino”? Pois é, que se entorta e que se conserta!

Desde os primeiros momentos de vida, a criança adota

os padrões de comportamento, as atitudes e o temperamento dos

pais e das pessoas com que convive. Essa “adoção” começa já no

ventre da mãe, se estende pela puberdade e é o modelo levado

para a vida adulta.

O papel dos pais é muito importante na formação do indivíduo.

Todo sucesso e insucesso na vida de um ser vem do conceito que

ele tem de si mesmo, do reconhecer-se como alguém de valor, do

seu aprendizado no exercício do amor, da aceitação de suas

habilidades e de suas limitações. Esses sentimentos estão

diretamente ligados à maneira pela qual a assistência emocional

foi oferecida à criança, desde seus primeiros passos, através do

cuidado físico e da assistência carinhosa em cada gesto de aceitação

e aprovação.

Por esse motivo, não bastam as conversas, os sermões e as

repreensões. Muito mais poderoso é o exemplo que damos às

nossas crianças. É preciso mudarmos a tônica do dia- a- dia,

usando sempre palavras positivas e encorajadoras. Crianças

incentivadas, respeitadas, acarinhadas e ouvidas serão adultos

mais seguros e felizes.

Que tal trocar aquelas velhas frases: “Você só tira nota baixa!

Agora não posso! Não agüento mais esse choro!”, por: “Você é

capaz de tirar boas notas, basta se esforçar mais! Estou disponível

para você! Chore, coloque todas as suas emoções pra fora!”.

Já que somos o resultado daquilo que vivenciamos na infância,

a única maneira de modificar as crianças é modificando os adultos.

Desta forma as crianças de hoje poderão ser adultos melhores e

mais felizes amanhã.

Para saber mais sobre o assunto, envie-nos um e-mail:

farmasimilia@uol.com.br.

Dra. Rosa Malena Doretto Massura

Farmácia Homeopática Similia

Santo André - SP

o que fizemos com as

nossas crianças?

- 3 -

Julho de 2007.

Deparamo-nos

com crianças fazendo

acrobacias

nos faróis, com

crianças cheirando

cola e dormindo ao relento, com

crianças em surto psicótico

violento, com crianças submetidas

a trabalho forçado

e com crianças exploradas

sexualmente.

O que temos feito por

nossas crianças? Acreditamos

por muitas décadas em Ordem

e Progresso, mas onde eles

Dra. Carmela Pedalino

estão? Nosso PIB sobe e é

notícia internacional, mas a atenção às nossas crianças nunca cresceu. Aquelas que

estão nos lares comuns não têm pais presentes, não têm refeições saudáveis, não

têm assistência mais permanente.

Tiramos os pais de casa, tiramos o alimento funcional e substituímos o futuro

por promessas. A orientação e o acompanhamento em puericultura oferecidos pela

medicina baseada na evidência científica produziram toda uma geração vitimada

por doenças incapacitantes (obesidade mórbida, diabetes, hipertensão, colesterol

alto, alterações de comportamento, déficits de aprendizado, câncer, etc.). Tiraram

o pediatra do atendimento e trouxeram super-especialistas (também necessários...),

que vêem as crianças de forma segmentada, trouxeram drogas, que viraram moda,

como a poderosa Ritalina, que deixam as crianças “normais”, a um custo muito alto

em seqüelas e efeitos colaterais.

Há 32 anos faço parte do grupo de cidadãos e profissionais que ousam orientar,

capacitar e promover pais e filhos. Busquei as mais diferentes orientações e

encontrei na Homeopatia e na Nutrição Funcional os conhecimentos necessários

para promover qualidade de vida aos futuros cidadãos brasileiros e suas famílias.

A Pediatria incentiva o aleitamento materno exclusivo por seis meses e a alimentação

mista até os dois anos de idade. Devemos apoiar a mulher nutriz.

A Homeopatia trouxe a noção de individualidade, promovendo o interesse dos

pais e do Pediatra no entendimento da criança, com suas particularidades genéticas,

bioquímicas e metabólicas, emocionais e psicológicas. A Homeopatia moderna, de

segunda geração, ensinou-nos a considerar, conhecer e controlar outras informações

como as homotoxinas (tudo o que faz o homem adoecer) e os processos individuais

fisiopatológicos do adoecer, em resposta às toxinas. A nutrição funcional mostrou

que existe a opção dos alimentos orgânicos e dos nutrientes mais naturais, sem

aditivos químicos que causam alergias, como o glutamato.

Criança bem assistida, bem nutrida, bem amada, bem educada significa a maior

parte da prosperidade de uma nação. Convoco a todos para um novo pensar,

refletir e agir sobre o que estamos fazendo com nossas crianças, que viverão 100

anos ou mais...

Dra. Carmela Pedalino

Médica com formação em Pediatria e Homeopatia


- 4 -

Uma Disfunção do Sistema Imunológico

ocê é vítima de prisão de ventre, desconforto abdominal, enxaqueca, excesso de gases, problemas

de memória, irritabilidade, diminuição da libido, dores articulares, resfriados freqüentes,

infecções vaginais e cistites de repetição, cansaço? Então você pode estar sofrendo de fadiga

crônica, devido ao estresse oxidativo e ao desequilíbrio da flora intestinal. Muitos pacientes

VAlgumas

chegam ao nosso consultório com todos esses sintomas.

vezes, através de exames pedidos por profissionais da saúde, pode-se diagnosticar diabetes,

anemia, hipotiroidismo ou alguma doença que explique a fadiga. Mas na maioria das vezes não se descobre

nada que possa explicar o cansaço ou o desânimo. Você fica feliz por não ter nenhuma doença grave, porém

frustrado por não encontrar solução para seu problema e passa a acreditar em algo psicossomático. É

importante entender o porquê do cansaço.

Estudos recentes mostram que o intestino produz vários neurotransmissores, enzimas e hormônios,

Solange Menta e Tiago Almeida entre eles um neurotransmissor chamado serotonina que, pode-se dizer, está relacionado à alegria de viver. No

intestino também se encontram

80% do nosso potencial imunológico.

Devido ao consumo de doces (açúcar refinado), carboidrato refinado

(farinha de trigo), carne vermelha e frituras (gordura saturada), o meio

intestinal torna-se inadequado para a presença dos lactobacilos, que são

bactérias fundamentais para o equilíbrio da flora intestinal. Essa alteração,

que recebe o nome de disbiose, piora com a prisão de ventre e o estresse

(pressões profissionais e pessoais, preocupações econômicas, irritação no

trânsito, poluição do ar, fumo, herbicida e pesticida nos alimentos etc). Em

meio a esse desequilíbrio, ocorre a diminuição da serotonina e aí vem o

desânimo e o mau-humor, que, prolongando-se no tempo pode levar a uma

depressão imunológica. Com o estresse aumentam também os radicais

livres (oxidação) no intestino, responsáveis por doenças crônicas,

envelhecimento precoce e aumento de peso.

Entenda também como agem os radicais livres. Nas células de nosso

corpo existe uma espécie de forno chamado mitocôndria. Imagine que diante

desse fogo há um tapete. A cinza que, por acaso, cair no tapete, abre pequenos

buracos. O tapete representa nosso corpo e as cinzas os radicais livres.

Uma pequena fagulha pode não fazer grande estrago, mas em grande

quantidade vai comprometer nosso equilíbrio e saúde. Este quadro torna-se

um ciclo vicioso, pois, com o desânimo, somos levados a comer mais doces

e mais carboidratos, desequilibrando cada vez mais nossa flora intestinal.

A Colonterapia é um processo de limpeza do intestino, capaz de reverter

esse quadro, através da remoção das fezes retidas no intestino grosso. Ela

é acompanhada de uma dieta alimentar, do uso de fitoterápicos, e da reposição

da flora intestinal com lactobacilos. Após o tratamento os pacientes são

orientados a praticar a reeducação alimentar, que lhes garantirá uma nova

vida.

Fonte: Tiago Almeida e Solange, autores do livro “Colonterapia:

Reeducação Alimentar, Desintoxicação, Rejuvenescimento” (editora Gran

Sol).

colonterapia@colonterapia.com.br

www.colonterapia.com.br


Dra. Cristina de Paula

Quando recebemos uma criança em nossos consultórios, podemos observar a visão da mãe sobre o comportamento do filho, no relato que

ela faz ao pediatra. Por exemplo, diz ela: “Dr. meu filho não come1” Na verdade, muitas vezes, ela pode estar se referindo ao fato de que

a criança não come aquilo que ela gostaria que ela comesse, ou não come na quantidade que ela imagina ser o ideal para a criança. Ou ainda:

“Dr. meu filho não dorme!” A mesma situação se repete. Talvez o filho dessa mãe não durma o tempo que ela quer, nem durma no

horário que ela pensa ser o ideal para ele.

Precisamos sempre refletir se a perspectiva

ideal que temos pode ser aplicada automaticamente.

Ou seja, queremos que a criança coma

bem, mas será que uma pequena quantidade de

alimento posta no prato não é suficiente para

saciar a fome da criança, naquele momento?

Muitas vezes, a mãe faz um prato enorme, que

só de olhar, a criança já desanima. Com certeza,

se souber falar, o mais prático será dizer à mãe

que não está com fome! Talvez se a mãe

trouxesse a refeição numa pequena porção e num

prato pequeno, pudesse causar na criança a

impressão de algo rápido a ser feito, quem sabe

a criança pudesse sentir-se motivada a comer e

até a repetir algum alimento, ou a aceitar uma

sobremesa.

Em todos os aspectos da vida da criança as

coisas funcionam dessa maneira. Nem sempre o

nosso relógio biológico funciona no mesmo ritmo

do da criança, por isso precisamos entender e

tentar nos colocar na posição da criança para

conseguir dela aquilo que será o mais saudável

para ela, da maneira mais agradável.

Da mesma forma, nem sempre aquilo que a

criança diz ou faz é aquilo que ela realmente

está sentindo. Por vezes, a criança poderá

manifestar um comportamento que é exatamente

o contrário daquilo que ela quer. Por exemplo,

quando chega um bebê na casa, a criança mais

velha sente que perdeu parte da atenção dos

pais e familiares, reagirá a isso. Fará mal-criações,

desobedecerá, só para chamar a atenção dos pais

sobre si. É uma criança fragilizada acreditando

que terá que competir com o irmão pelo amor

dos pais.

Assim como estas, muitas outras situações

se repetem e nos fazem refletir em como

deveremos agir frente às ocasiões que nos pegam

de surpresa no relacionamento com as crianças.

Com certeza cada mãe saberá, movida pelo

amor, lidar da melhor forma com seu filho.

Dra. Cristina A. Néias de Paula

Farmacêutica da Homeophytus Farm. e

Lab. de Man. Hom. e Alop. Ltda

Rudge Ramos - São Bernardo do Campo

Que visão temos das

crianças

ao nosso redor?

O SEU ANIMALZINHO TEM

PROBLEMAS DE

COMPORTAMENTO?

Tente tratá-lo com Homeopatia!

Oseu bichinho é medroso,

ataca outros animais, é ciumento,

possessivo, escondese

por medo de fogos ou

do trovão, não tolera animais

novos em casa, briga

demais, faz xixi e cocô na casa toda, se fica

sozinho, morde pessoas da casa, sem motivo,

late demais? Com certeza mais de uma das

atitudes citadas você identificou em seu

animal. A pergunta que se faz agora é: existe

tratamento para essas coisas? A resposta é

sim: por meio da Homeopatia. Obviamente,

promover saúde não é somente medicar.

A Homeopatia não funcionará, caso o manejo

ou o ambiente em que o animal vive, não sejam

adequados. O animal deve passear, viver em

ambiente saudável, com água limpa e alimento

de boa qualidade, caso contrário não será bom

candidato ao tratamento. Aliás, a nenhum

tratamento. A Homeopatia Veterinária,

especialidade reconhecida pelo Conselho

Federal de Medicina Veterinária, vem

crescendo nos últimos anos, graças aos

excelentes resultados observados, em

curtíssimo prazo, contrariamente ao que

muitos pensam. A Homeopatia é uma terapia

acessível, de baixo custo, com resultados

maravilhosos. Ela trata não somente os

sintomas, mas principalmente a totalidade do

indivíduo. Ao contrário da Alopatia, em que o

alvo é o sintoma e não o doente (por isso,

receita-se um anti-inflamatório para acabar

com a inflamação, por exemplo).

Se você não agüenta mais o

comportamento inadequado de seu

animalzinho, que a cada momento apresenta

- 5 -

uma doença diferente, toma cada vez mais

antibióticos ou ansiolíticos, que não acabam com

os problemas, que até volta pior, procure um

veterinário especializado em Homeopatia e faça

uma tentativa. Você não vai se arrepender. Dê

essa chance ao seu amiguinho, ele ficara

agradecido!

Helena Augusta Zullo

Médica Veterinária Homeopata

CRMV-SP 11.707


- 6 -

N

a

estado depressivo, baixa auto-estima, entre outras.

prática pediátrica diária há muitas queixas de natureza emocional: agitação, ansiedade, medos,

distúrbios alimentares, insegurança, irritabilidade, teimosia, falta de concentração, distúrbios urinários,

crianças de 3 a 5 anos tomando mamadeiras ou usando chupetas, síndrome do pânico, síndrome ou

Dra. Norma Honda

Não é surpreendente? Vocês perceberam que são sintomas habitualmente apresentados por adultos?

Atualmente, essas queixas tornaram-se “arroz com feijão” em meu consultório.

Faço um interrogatório (anamnese clínica) completo, para encontrar causas orgânicas para as enfermidades. Depois, com uma anamnese homeopática,

começo a procurar prováveis causas emocionais devidas à dinâmica familiar, capazes de terem dado origem a tais sintomas.

Muitas vezes, não encontrando causas mais recentes (aliás, na grande maioria dos casos), pergunto às mães e aos pais como foi sua aceitação da

gravidez, se foram “pegos de surpresa”, se estavam ou não psicologicamente preparados para receber um novo ser.

Como transcorreu a gravidez? O casal estava harmonioso durante todo o período gestacional? Houve problemas de perdas de entes queridos ou

problemas familiares que aborreceram o casal? Como a mãe se sentia albergando um novo ser?

Considero como básico esse tipo de questionário para conhecermos o Ambiente Fetal, uma vez que o espermatozóide e o oócito a ser fecundado,

carregam para a criatura que ainda nem se tornou um feto, todas as estruturas bioquímicas, celulares e energéticas, ou seja, adquiri a alma e portanto é

capaz de sentir tudo o que ocorre ao redor de si.

Hoje, há pesquisas científicas bem fundamentadas, comprovando esses fatos, o que nos possibilita entender porque os emocionais materno e

paterno influenciam tanto o futuro ser. Não há mais dúvidas sobre os efeitos do sentimento materno na gestação, uma vez que mãe e feto são uma só

criatura, que trocam “informações”, simbioticamente, durante os 9 meses.

Deixo essa terna mensagem em homenagem ao tema desta edição de nossa revista: a Infância.

Dra. Norma N. Yamamura Honda

Médica Homeopata

Dr. Adelson Santos

A HOMEOPATIA

NA

PUERICULTURA

A

puericultura é uma área eminentemente preventiva dentro da

pediatria. Assim como o obstetra, nas consultas do pré-natal,

vigia o desenvolvimento da gestação, na qual tudo acontece de modo

muito rápido; o pediatra, durante a puericultura, vigia o desenvolvimento do

recém-nascido, que continua acelerado, como no período gestacional. O recémnascido

começa a vida fora do útero de modo quase vegetativo e, no final do

primeiro ano, já é um ser bastante consciente. Noventa por cento do

desenvolvimento cerebral da vida toda se dá no primeiro ano de vida. O peso

corporal triplica no primeiro ano de vida.

Como a Homeopatia é apenas uma opção terapêutica, toda essa

observação, as orientações gerais, a orientação alimentar, a vacinação etc.,

devem ser feitas da mesma maneira pelo pediatra-homeopata.

Vejo a Homeopatia como um requinte no processo de puericultura.

Uma opção terapêutica em que se dispõe de vários medicamentos, que podem

favorecer o desenvolvimento do recém-nascido, e vários medicamentos, que

podem tratar os problemas que eventualmente surjam no processo de

puericultura, como: a cólica neonatal, os refluxos gastro-esofágicos, os

distúrbios do sono, a obstipação intestinal, os eczemas seborreicos etc., sem

nunca desconsiderar a existência da opção terapêutica com medicamentos

alopáticos, quando esta se fizer necessária.

Adelson José Fontes Santos

especialista em Pediatria e Homeopatia


Q

ue felicidade! Chegou o mais novo

membro da família! Que lindo filhote!

Mas o que fazer? Como cuidar desse

serzinho tão indefeso?

Em primeiro lugar, algumas dicas para a

hora de adquirir um filhote. É muito importante

adquirir o filhote num local, canil ou pet shop,

idôneo. Evite feiras de venda de animais, pois

nestes locais há uma promiscuidade muito

grande. Quanto ao filhote, observe a pelagem:

ela deve ser limpa e brilhante, sem presença de

pulgas e carrapatos; não deve haver secreção

nos olhos nem no nariz; o conduto auditivo deve

estar limpo; o abdômen não pode estar

aumentado de volume; o filhote deve ser alegre

e ativo.

Em segundo lugar, leve o filhote ao

veterinário de sua confiança para um exame

clínico completo e orientações em geral.

A mudança de ambiente gera stress no

filhote. A primeira semana do filhote na nova

casa é uma fase de adaptação, em que iremos

observar se o animal pode estar encubando algum

tipo de doença. Qualquer alteração no estado

geral do animal deve ser comunicada ao

veterinário.

A chegada de um

Prepare o ambiente para a

chegada do filhote. Determine

aonde ele irá se alimentar,

dormir, brincar e o local de seu

banheiro. Comedouros não

devem ficar próximos ao

banheiro. No local de dormir

coloque um relógio ou um rádio tocando baixinho,

o barulho do relógio ou do rádio, distrai o animal,

acalmando-o, principalmente à noite, pois ele

sentirá muita falta da mãe e dos irmãos. Podese

colocar também um bicho de pelúcia, para ele

se aninhar.

É muito importante realizar um exame de

fezes para certificar-se de que o filhote não esteja

com verminose.

Na área da prevenção de doenças devemos

ressaltar a importância das vacinas. A vacinação

dos cães e gatos inicia-se aos 60 dias de idade.

Para o cão, devemos aplicar três doses da vacina

octupla (V8), com intervalo de 30 dias entre

cada dose e aos cinco meses de idade devemos

aplicar a vacina contra a raiva e contra a tosse

dos canis. Para os gatos, devemos aplicar duas

doses da vacina quádrupla, com intervalo de 30

dias e aos cinco meses a vacina contra a raiva.

Lembrando que para os cães já existe também a

vacina para prevenir a giardíase.

A alimentação indicada para cães e gatos é

sempre a ração industrializada, já que ela foi

elaborada para suprir integralmente todas as

necessidades nutricionais desses animais. Assim,

teremos animais com pelo e pele saudáveis e um

bom funcionamento de todo o organismo.

Filhote!

- 7 -

Devemos oferecer aos filhotes ração de

crescimento até um ano de idade. Um filhote

deve receber alimentação três a quatro vezes

por dia, na quantidade indicada ao seu porte.

Quanto à higiene, é sempre muito

importante o animal viver num ambiente limpo

e arejado, evitando-se assim parasitas internos

(vermes) e externos (pulgas). Os animais também

devem tomar banho, certas raças, semanalmente,

outras mensalmente. É muito importante escoválos

diariamente, para eliminar pelos mortos e

manter a pele saudável. O banho deve sempre

ser dado com água morna e xampu específico

para animais. Depois deve-se secar muito bem

os animais com um secador, para evitar as

dermatites. Os banhos devem iniciar-se a partir

dos quatro meses de idade. Sempre proteger os

ouvidos com algodão.

A troca de dentes se inicia com quatro meses

de idade e desde cedo devemos ensiná-los a

permitir a escovação dentária. Existem escovas

e pastas dentais para cães e gatos. A escovação

deve ser diária.

As fêmeas entram no cio entre 7 meses e 1

ano de idade. O macho não tem cio e torna-se

apto à reprodução a partir de 1 ano. Ele pode

começar a ter manifestações sexuais a partir de

três meses de idade, principalmente quando

sentir o cheiro de uma fêmea no cio.

Antes de adquirir um bichinho pense bem,

escolha a espécie e a raça que melhor se adapta

à sua condição de vida e torne-se um proprietário

responsável.

Dra. Sirlei Rodrigues

Médica Veterinária

Centro Veterinário Bom Pastor


- 8 -

Dr. Paulo Casali – CRM 76648

Geriatria e Terapia Ortomolecular

INFÂNCIA

e Envelhecimento

O

uço com freqüência a frase “começamos a envelhecer

no momento em que nascemos”, e acredito que muitos

de vocês já a ouviram alguma vez. Outras vezes ouço

que a busca por um envelhecimento bem sucedido

começa na infância. Num primeiro momento, essas

colocações parecem exageradas, mas não são. Em alguns

aspectos a ciência foi até além, e já conseguiu demonstrar que crianças que

nascem com baixo peso têm risco aumentado de desenvolverem diabetes

quando adultas; as que têm baixo volume renal intra-útero têm risco

aumentado para hipertensão arterial, e baixo volume hepático para

dislipidemia (colesterol alto).

O momento do nascimento é talvez um dos mais agressivos e

traumáticos da nossa existência terrena. Somos “expulsos” de um ambiente

tranqüilo, silencioso, quente e aconchegante, onde não respiramos

diretamente, para um ambiente frio, barulhento, pouco acolhedor e,

principalmente onde precisamos aprender rapidamente a respirar para

sobreviver. Esse contraste abrupto gera, com certeza, altíssimos níveis de

estresse, fornecendo ao organismo plenas condições de iniciar o processo

progressivo e dinâmico de modificações diversas que é característico do

envelhecimento. Além disso, mesmo depois dessa etapa, o organismo

pode continuar a ser agredido de inúmeras maneiras, tanto no aspecto

físico quanto no emocional, no mental, e até no espiritual, que vão continuar

alimentando essa progressão de mudanças. Tudo isso, é claro, influenciado

pela carga genética de cada um, que individualizará as conseqüências dessas

agressões em potencial. Cabe a nós tentar minimizar essas agressões, da

melhor maneira possível, e o quanto antes, melhor. Desde a infância,

devemos incentivar nossos filhos a uma dieta saudável, à prática de

exercícios regulares, a não fumar e não beber, a manter boas relações

sociais. Oferecer a eles ambiente familiar harmonioso e, principalmente,

dar bons exemplos com as nossas ações no dia- a- dia, pois é aí onde a

criança mais aprende. Sem falar em mínimas condições de moradia e

saneamento básico, educação escolar e equilíbrio ecológico. Inúmeras

pesquisas já realizadas identificaram as características mais comuns aos

centenários: são magros, não fumam, têm bom humor e alegria de viver.

Vamos lá. Tenho certeza que vale a pena tentar!

U

m olhar atento sobre um grupo de pessoas nos traz a

percepção de que existem diferenças entre as proporções

corporais individuais, em todos os segmentos. Uma análise

objetiva agrupa os indivíduosem

quatro tipos fundamentais:

normolíneo: proporcionalidade entre

membros, tronco, cabeça e aspectos

faciais;

brevilíneo: predomínio horizontal de

todos os caracteres;

longilíneo: predomínio longitudinal de

todos os caracteres;

brevilíneo

normolíneo

anárquico: não se enquadra em nenhum dos anteriores; há uma mistura

das características em maior ou menor grau, ou uma irregularidade das

formas.

Essa constituição pessoal, característica

nata, hereditária, de representação

genética, sintetiza um conjunto morfopsico-fisiológico

que faz com que cada

um se desenvolva dentro de suas

margens de normalidade e tenha um tipo

de manifestação peculiar diante das

mesmas circunstâncias, ou seja, as

pessoas não são iguais frente à mesma

doença. Cada um reagirá ao seu modo. Esse modo reacional é dependente

não só da constituição, mas também do temperamento em que se encontra.

O temperamento traduz o modo de reagir perante a vida, perante o meio

ambiente, e se modifica com a idade. É o que o indivíduo “se torna”,

enquanto a constituição é imutável.

Exemplo freqüente dessa diferença de resposta frente ao mesmo estímulo

é a observação que os obesos fazem em relação à

quantidade de comida: “- Como a mesma coisa

que meu amigo. Ele é magro e eu sou gordo!”. A

constituição corporal é diferente, enquanto

este é brevilíneo (metabolismo intrínseco

lento), aquele é longilíneo (metabolismo

intrínseco acelerado).

Definir o biótipo na infância nos ajuda a

identificar as tendências de adoecer e a atuar

desde cedo na prevenção dessas doenças

longilíneo

possíveis, com orientações profiláticas, dietéticas, de atividades esportivas

e ocupacionais adequadas a cada um.

Também o médico, conhecendo as predisposições do paciente (por

meio da constituição), entende melhor o sintoma apresentado. Fica mais

atento aos de constituição frágil (os anárquicos), que desenvolvem doenças

sérias precocemente, mais graves ou de evolução mais rápida, e assim

pesquisa e intervem com mais agilidade.

A natureza individual não pode ser modificada, deve ser entendida e

respeitada.

Em outra oportunidade poderei caracterizar cada um dos biótipos.

Dra. Elpis Schmid Armani

Médica Homeopata - Endocrinologista


UM GALO SOZINHO

NÃO TECE A

MANHÃ...

da Homeopatia

Um galo sozinho não tece a manhã:

ele precisará sempre de outros galos.

De um que apanhe esse grito que ele

e o lance a outro: de um outro galo

que apanhe o grito que um galo antes

e o lance a outro; e de outros galos

que com muitos outros galos se cruzam

os fios de sol de seus gritos de galo

para que a manhã, desde uma tela tênue,

se vá tecendo, entre todos os galos(...)

N

este trecho da poesia “Tecendo a manhã”, de João Cabral de Melo Neto, se

reflete o desejo de união de muitos profissionais, pacientes e simpatizantes que

esperam ver a Homeopatia amplamente oferecida e à disposição dos usuários do

SUS.

Lá do Rio de Janeiro, já há algum tempo, ouvimos os primeiros galos cantarem. Eles

cantaram mais alto no dia 10 de junho passado, quando profissionais e simpatizantes coletaram,

em Copacabana, mais de 1.200 assinaturas, num lindo domingo ensolarado, para o abaixo

assinado “Homeopatia, Direito de Todos”.

Em 23 e 24 de junho, nós nos juntamos a esse canto novo. Coletamos 908 assinaturas no

Parque da Água Branca e a manhã ficou um pouco mais luminosa. Acredito que neste momento,

muitos outros galos devem estar ensaiando o seu canto pelo Brasil afora, para que em breve

tenhamos assinaturas suficientes para sensibilizar nossos gestores a implantar a Homeopatia

em muitos postos de saúde, unidades básicas e de especialidades, democratizando o seu

acesso.

São 15.000 profissionais homeopatas na clínica privada e apenas 514 no SUS de todo

o país.

Só a população que depende de assistência pública não tem acesso à Homeopatia.

Agradeço às colegas farmacêuticas Graziela e Stela Garbi, Vera Lucia Martins, Alcione de

Alencar Rocha, Vera Mercucci, Kayoko Nakamura e à advogada e simpatizante Márcia

Golfieri, em primeiro lugar pelo convite e também pelo esforço e determinação nesses dois

dias de coleta. Assim como fui convidada, também convido outros colegas e simpatizantes a

participarem de mais uma (espero em breve) mobilização de coleta de assinaturas.

Aos leitores fica o convite para que procurem pelo abaixo assinado nas farmácias

homeopáticas ou acessem o abaixo assinado eletrônico através do site:

www.semelhante.org.br

Helena Pires Fujiara Guerino

Farmácia Artemisia

Fique por dentro

- 9 -

Dra. Marisa Gutierrez

Hiperatividade

ou falta de limites?

A

tualmente é muito comum as escolas

mandarem os alunos chamados “problema”,

para uma avaliação com o pediatra,

para diagnóstico de uma possível

hiperatividade. Minha experiência

no consultório contradiz essa premissa.

Em mais de 80% dos casos não se trata de caos da

chamada hiperatividade, mas de casos de crianças

muito inquietas, sem nenhum controle por parte dos

pais, sem condições de distinguir entre o certo e o

errado, ou seja, crianças mal educadas, sem noção de

limite. A escola, para não perder a clientela, e também

para não precisar assumir o papel disciplinador,

transfere-o para o médico, “dourando” o caso com

esse título, que está em moda, atualmente. Isto tem

ocorrido cada vez mais, pois os pais, estando muito

tempo fora de casa, sentem-se culpados e evitam dizer

não aos filhos, o que gera o comportamento chamado

inquieto, agitado. Vale lembrar aos pais que não

existem exames para diagnosticar esse problema; o

diagnóstico é feito através da observação constante

da criança. Seria bom se tivéssemos cursos para ensinar

aos pais como educar os filhos, mas como tais cursos

não existem, e as crianças não vêm com manual de

uso, costumo mostrar aos pais aflitos que é errando e

corrigindo os erros que aprendemos.

A melhor palavra para demonstrarmos nosso amor

aos filhos é um solene “não”, quando necessário.

É difícil, não é? Mas vale a pena.

Dra. Marisa Gutierrez

Médica Homeopata


- 10 -

CRIANÇAS

ÍNDIGO

A

partir da década de 1980 foi observado o nascimento mais

constante de crianças com “aura azul índigo”. Esse campo

eletromagnético varia de cor de acordo com as emoções, os

pensamentos, a saúde, a personalidade, sendo que o azul indica

consciência superior e habilidade em influenciar espiritualmente.

São crianças intuitivas, criativas, que terão sua própria teoria sobre o

mundo e vieram para transformar o planeta.

Rompem os velhos sistemas e estruturas, por isso não aceitam

respostas sem explicação e parecem não ter tempo, são emergentes. Têm

uma alma gigante e por isso só entendem a linguagem do amor.

Se sentem confortáveis e merecedoras

por estarem aqui e transpiram

realeza. Não sentem culpa. A repetição

e espera os incomoda, não aceitam

autoridade e podem se tornar rebeldes e

desintegrados se não conviverem com

pessoas com o mesmo nível de consciência.

Podem apresentar déficit de

atenção ou hiperatividade.

Velhos modelos, como a competitividade, o sucesso, a fama não são

suas aspirações. Sabem quando mentimos e estão alterando conceitos e

comportamentos da sociedade.

Os humanistas: extrovertidos, sociáveis, não conseguem se concentrar,

falam demais, são distraídos e, por serem líderes, estão destinados a trabalhar

com grupos.

Os conceituais: introvertidos, intelectuais, não se dispersam, têm

grandes projetos.

Os artistas: sensíveis à luz, cores, cheiros, ruídos e muito intuitivos

criam grandes obras.

Os interdimensionais: atraídos pela espiritualidade e pela filosofia,

têm visão global. Têm amigos imaginários, são pacíficos e contempladores.

Ter um ser desses próximo a nós é um privilégio. Com certeza eles nos

tirarão da zona de conforto, estimulando nossa criatividade. Talvez, com

eles, aprenderemos mais com as nossas fraquezas e teremos mais coragem

de nos mostrar a esses pequeninos iluminados.

Marcia Ortiz

Psicanalista Transpessoal

Marcia Ortiz

Yogaterapia

É um trabalho personalizado, indicado na prevenção e no

tratamento de problemas específicos de saúde, tais como: ansiedade,

prisão de ventre entre outros. As aulas são planejadas de acordo com

as particularidades tipológicas de cada aluno, utilizando-se as

ferramentas do Hatha Yoga: ásanas (posturas), bandhas (contrações),

mudhrás (gestos energéticos), mantras (vocalizações energéticas), nidrá

(relaxamento) e meditação, sendo composta por quatro séries de

exercícios físicos e respiratórios.

1ª série....anti-reumática

2ª série...anti-gástrica

3ª série...energizante

4ª série...exercícios para os olhos

Aulas com duração de uma hora

Instrutora – Cristina Ribeiro

>>>Agende sua aula aberta de Hatha Yoga


Peggy Dubro e Tony Fleury

É uma técnica de liberação, transmutação e integração de nossas

potencialidades, de nossos projetos, de nossas memórias passadas

e futuras. Técnica de manifestação da Abundância de nosso Ser em

todos os aspetos de nossa vida!

Ela faz a alquimia entre nossa Essência e nossa biologia, dá

mais concentração, melhora o aprendizado, dá força e ânimo interior,

estabiliza a saúde, acelera a cura. Potencializa o REIKI e todas

demais terapias. Rompe bloqueios energéticos. Melhora a percepção

e a telepatia. Torna-te livre e autônomo!

Reconstrói o Ser Unitário que nós somos! Dá-nos acesso a

nossa Totalidade.

Intensifica nossa inter-relação com o Universo, aumentando

nosso poder de Co-Criação.

É uma Técnica canalizada por Peggy Phoenix Dubro,

conferencista Internacional, Mestra e porta-voz principal da

Universal Calibration Lattice ® .

Em seu livro “Evolução Elegante” – A expansão da

Consciência Peggy explica a UCL ® nos quadros da Física Quântica.

Veja este livro! Já à venda e acessível a todos!

Neste livro, escrito e explicado dentro da Física Quântica temos

todas as noções do mecanismo do Campo de Torção formado entre

as mãos e o corpo. Todos podem acessar essa energia, ela está

disponível para você. Aprenda conosco e pratique com sua família

e amigos e você verá o resultado de gratificação e avanço em sua

vida!

Pratique também exercícios propostos no livro para liberação

de estados doentios, relacionamentos difíceis e sensação de estar

bloqueado na vida. Experimente a EMF e comprove como podemos

mudar com graça, sem conflitos e sofrimentos! Aprenda muito

fazendo um dia de curso UCL.

Em nosso curso da UCL você aprende a fazer a Mini-Sessão,

Exercício com os Olhos, usa Símbolos a enviar, trabalha com a

Energia Dourada, ganha Manual e recebe Meditação, tudo

praticando.

SESSÕES: Todo trabalho é realizado em sessões individuais,

chamadas FASES, e é feito de maneira doce como em um Tai Chi,

usando um processo verbal e gestual.

Fases I – IV - As quatro primeiras Fases da EMF Balancing

Technique ® criam a base energética para que você possa sustentar

a sua habilidade de “co-criar a vida mais iluminada”:

Fase I – Sabedoria e Emoção

Libera o stress e estabelece um novo padrão de liberdade e bemestar.

Fornece o equilíbrio energético entre a cabeça e o coração.

Fase II – Auto-direção e Auto-sustentação

Libera com benefícios as restrições de energia do que chamamos

de passado e promove a consciência de autonomia e liberdade.

Fase III – Irradiação do Canal Central

A irradiação da energia central alimenta o fluxo incrementado de

inteligência espiritual em sua vida diária.

Fase IV – Realização Energética

Uma conexão e comunicação com o Ser futuro são estabelecidas

através do Prisma de Potencial Futuro, canalizando a energia

potencial futura na co-criação da realidade presente.

EMF Balancing Technique ®

EMF Balancing Technique ®

- 11 -

Fases V – VIII

Fortalecem os padrões energéticos de base e guiam o indivíduo a uma

expressão mais plena dos atributos ensinados.

Fase V – Ativação do Amor Infinito

Fase VI – Ativação da Compaixão Infinita

Fase VII – Ativação da Presença Infinita

Fase VIII – Ativação da Sabedoria Infinita

O curso divide-se em dois módulos:

Crescimento Pessoal - Acreditação Profissional º% Fase I a IV

Mestre em Prática º% Fase V a VIII

O curso básico é feito em três dias seguidos: UCL - FASE I - FASE II

Cada módulo tem trabalho teórico/prático e Alinhamento Energético

(meditação/iniciação) com base nos Manuais.

Trabalhando na UCL você desprograma, libera e transmuta padrões de

consciência emocionais e mentais antigos, que não servem mais permitindo que

seu corpo e sua célula respirem.

Regenera, fortifica e protege você desde a primeira Sessão, pratique com sua

família!

Faça seu desenvolvimento pessoal e entenda o mecanismo!

Silvia e Tony Fleury

www.solaraholistico.com (11) 8429-7035


- 12 -

Depende de nós...

Depende de nós...

A infância, inegavelmente, é a melhor fase de nossa

vida. Entretanto, infelizmente, nos dias atuais, a infância

encontra-se ameaçada.

A infância é o período da vida em que se constrói a

base da personalidade, em que se edificam os princípios

morais e éticos, em que se estabelecem os valores humanos.

Para que a criança cresça e se desenvolva harmoniosamente,

com equilíbrio e saúde, ela precisa de segurança e

bem-estar. Ela precisa, sobretudo, confiar no mundo à sua

volta, para entregar-se a ele. O sentimento de que “o mundo

é bom” faz com que ela se vincule afetivamente e se

relacione modo interessado com o mundo que a rodeia.

Assim ela o apreende e aprende, através das experiências.

Porém, nós educadores, temos que nos questionar,

sempre, sobre a qualidade dessas experiências, já que é,

através delas que as crianças crescem e se desenvolvem.

Quando nos comprometemos a educar uma criança temos

que nos questionar se estamos, realmente, oferecendo-lhe

condições para que ela viva sua infância plenamente,

atendendo às suas necessidades reais, e não às necessidades

de uma sociedade que acelera cada vez mais os processos

de “desenvolvimento”. É nosso dever preservar essa fase

da vida do ser humano, protegendo a criança pequena de

todas as influências negativas ao seu desenvolvimento.

A infância pede ajuda! Pede ajuda para que não se

queimem etapas fundamentais do desenvolvimento infantil

e se acelerem processos fundamentais para sua existência.

A atenção dos educadores deve estar voltada para a escolha

de ambientes e atividades salutares: excesso de estímulos

e racionalização, diferente do que se possa imaginar, não

conduz a um desenvolvimento saudável. Já a fantasia

adequada, alimenta a alma infantil e povoa de belas imagens

o mundo interno da criança. A atividade motora, natural na

criança, ajuda no desenvolvimento da vontade, sempre

associada a um significado. A agitação do dia-a dia do

mundo adulto é um péssimo modelo para a criança, que

necessita de tempo e paciência para crescer. O culto do

movimento pelo movimento, que leva a uma hiperatividade

desinforma (não dá forma), portanto, não ajuda na formação

da criança.

Ritmo e repetição ajudam no fortalecimento da

vitalidade, característica dessa fase humana. Criança

pequena, ao contrário do adulto, precisa de rotina.

Preservar a infância não é tarefa difícil. É preciso um

olhar verdadeiramente interessado e comprometido para

com o desenvolvimento desses pequeninos seres de quem

depende o futuro da humanidade.

Sônia Ruella

Fonoaudióloga, coordenadora de Educação Infantil do

Centro Educacional Waldorf Alecrim Dourado

VIVA ZEN

liberte a sua criança interior...

Sítio Luz e Paz – Spa de Relaxamento

“Zen” é uma daquelas palavras que ganharam múltiplos significados em nossa cultura.

Se perguntarmos a um oriental o que é “zen”, sua resposta talvez não encontre eco em

nós, pois a magia que envolve essas tradições ainda não está incutida à nossa cultura.

Zen talvez seja um estado de ser. Zen talvez seja o despertar, o tornar-se íntimo de si

mesmo, a grande porta para o fundir-se com todo o universo.

E surge a pergunta: dá para ser “zen”, tendo agenda abarrotada? Dá!

Enquanto escrevo este artigo, tenho roupa na máquina, meu banheiro está de molho

na água sanitária e, na minha varanda, uma cômoda aguarda uma segunda demão de tinta.

A porta aberta dá para o mato.... Ouço os passarinhos e identifico o canto de cada um.

Estou em sintonia com tudo, enquanto aguardo hóspedes, que chegarão ao final da

tarde. Claro que posso ser “zen” e fazer todas as minhas tarefas diárias. O importante

é fazê-las com alegria no coração e calmamente, consciente de cada uma delas, não

permitindo que a ansiedade gere o stress.

E concluo, por tudo que já li e ouvi, que “viver zen” é um exercício de aceitação da

vida como ela é. É um estado de plena receptividade aos acontecimentos diários. É a

capacidade de alegria e paz que a profunda compreensão dos acontecimentos da vida

pode nos trazer. Para ser zen, enfim, creio que é imprescindível tornar-se um pouco

criança - não pensar no amanhã, esquecer o que aconteceu ontem, e viver como se

somente o “aqui e o agora” importassem.

Mudanças acontecem, e com muita rapidez. É necessário elevar o coração em profunda

gratidão à medida que elas forem chegando e procurar ver sempre o lado melhor das

coisas. Como disse Mestre Buda, “reverencie as adversidades e até seus inimigos, pois

ali estão seus mestres”.

Viver só é bom, se estivermos em profundo estado de alerta e sempre prontos para

o que der e vier. Alegre-se! Surpreenda-se! Observe o colorido das árvores, de um pôrdo-sol,

das flores, dos pássaros, do rosto de seu amor... Agradeça por todos os seus

sentidos, que te permitem ver, ouvir, tocar, respirar, cheirar, sentir, experimentar...

E, sem medo, extasie-se diante da beleza da vida! Entregue o comando de sua vida ao seu

Eu Superior, à sua alma, à sua Criança Interior, e seja feliz agora. O ontem e o amanhã

são formas patéticas de se viver!

Fátima Gouvêa

Reikiana e Proprietária do Spa de Relaxamento Sítio Luz y Paz


Dê-se um

presente!

N

ós, Ivone e Alice, queremos presentear você.

Por isso, fizemos a seguinte parceria:

Se você fizer dez sessões de drenagem

linfática corporal você ganha uma sessão de

emagrecimento com gesso.

Se fizer dez sessões de emagrecimento com gesso,

ganha uma sessão de drenagem linfática corporal.

A drenagem linfática é uma técnica, cujas manobras

visam a eliminar inchaços e promover o bem-estar.

A drenagem é feita utilizando-se cosméticos ortomoleculares

franceses, que levam vitaminas, minerais e

aminoácidos ao sangue, em apenas sete segundos. A

ação dos produtos tem uma duração de seis horas.

Melhore sua circulação e acabe com o cansaço de suas

pernas.

Conheça também os benefícios dos oligoelementos

na terapia estética de emagrecimento, na cura da queda

de cabelos e na recuperação dos cabelos finos e

desvitalizados.

Use produtos que deixem seu couro cabeludo

respirar. Xampus à base de arnica, capucine, hortelã e

hamamélis, associados ao zinco e ao cobre são excelentes

para fortalecer os fios e combater a queda.

Vá até a Primordial, na Alameda dos Aicás, 120,

em Moema ou ligue para 5051.1356 e 5051.6528.

Ivone Fertit é Gerneticiènne, ou seja, esteticista

ortomolecular especialista no uso da Cosmética

Ortomolecular Gernetic. Possui especialização em

TVM (Terapia Vaccumlinfatica Manuale) com a Prof.

Dra. María Inés Fernández, Presidente Società Italiana

di LinfoDrenaggio.

Alice Calixto é terapeuta ortomecular formada pela

faculdade Anhembi Morumbi. 25 anos de experiência

em tratamentos capilares e corporais.

Para Para uma

infância infância

mais mais

equilibrada equilibrada

e feliz

- 13 -

Q

uem disse que na infância não temos problemas ou não sentimos

dificuldades não está lembrando como crescer foi difícil e, por vezes,

penoso. As crianças sofrem e muito, não só com problemas do mundo

externo, mas também com seu pequeno e intenso mundo interior; por

isso há fantasias que precisam ser ajustadas e até combatidas para

que possam sentir-se mais seguras, capazes e felizes.

Pensar que na infância só brincamos é irreal. É nessa fase que moldamos o caráter;

é nesta época que a personalidade pode ser ajustada para sermos uma pessoa melhor,

digo, alguém mais adaptado para conviver em sociedade, sem tantos medos e,

principalmente, sem fixar uma auto-imagem danosa.

Existem muitas Essências D’Água que podem ajudar as crianças a enfrentar esta

fase de crescimento, minimizando os traumas e as dores do crescimento. Aqui, vou falar

de apenas duas delas.

Sentir-se querido e aceito é a primeira das questões. Para tal, a essência das Baleias

em Abrolhos ganha destaque, pois para os pequenos nenhum colo basta, e a confiança

de que o colo está bem perto os fazem ficar calmos e seguros. Essa essência também é

boa para as mães que se sentem pesarosas por não ficarem em casa com os filhos em

tempo integral, mães que trabalham fora.

Outro ponto de suma importância é o aprendizado Quando se tem tanto a aprender,

por onde começar? A escola formal estraga toda e qualquer boa brincadeira. O vasto

mundo tem agora que se “enquadrar” dentro de uma sala de aula, com ordens a serem

seguidas. Difícil segurar a ansiedade de ver e tocar o mundo com as próprias mãos, a

boca, e os demais sentidos. Tudo tão gostoso e deslumbrante que tira a paz do aprender

o que querem nos ensinar, mas não o que temos vontade de aprender agora.

Nesta hora quem pode ajudar é a Essência dos Golfinhos de Noronha - professores

por excelência; ensinam brincando o que cada filhote teimoso; desatento ou meio

preguiçoso precisa aprender, para viver no grupo familiar, “social” e no mundo à sua

volta. Na verdade, esta é uma essência também para os pais, pois o aprendizado é uma

via de mão dupla, ensinar e aprender.

Não existe “crescer” ou “educar” sem dor, uma vez que educar é também colocar

limites; essas essências trarão equilíbrio para quem ensina e educa, ou seja, todos os

envolvidos com educação formal ou informal. E, se pensarmos que somos eternos

aprendizes, será melhor aprender com

segurança e calma, com educadores

capazes de, equilibradamente, darem

limites e ensinarem com ternura e

alegria. Assim, poderemos ter crianças

mais seguras e com auto-imagem

positiva, para a vida toda.

Para saber mais e melhor sobre estas

e outras Essências D’Água consulte o

livro:- Águas que Transformam –

conheça as essências vibracionais da

natureza / Ed.Ágora, ou visitar o site:

www.essenciasdagua.com.

Cássia Marina Moreira - Psicóloga

Terapeuta Floral – Vibracional

Produtora do Sistema das

Essências D´Água

Baleia em Abrolhos


- 14 -

ALEXANDRE CUNHA

PSICÓLOGO - PSICOTERAPEUTA

ADOLESCENTE e ADULTO

Rua Caiubi, 1563 - Perdizes - F. 3872-8667

Al. dos Aicás, 120 - Moema - F. 5051-1356

CRISTINA RIBEIRO

INSTRUTORA DE HATHA YOGA

YOGATERAPIA

Moema: (11) 5051-1356 / 5051-6528

Fones: (11) 5071-3273 (11) 9385-0674

Terapeutas

ANGELA MARIA PEREIRA

TERAPEUTA HOLÍSTICA - REIKI

EMF BALANCING TECHNIQUE ®

Sistema ATPP - Abordagem / Transformação

Programação Preconsciente

Rua Frei Euzébio da Soledade, 49 - V. Mariana

Metrô Ana Rosa - Fone: (11) 9874-4611

MARCIA ORTIZ cursos/atendimento

Psicanálise, Reiki, Karuna, Seichin,

Mesa radiônica, Harmonização Ambiental

Fones: (11) 9528-2384 (11) 5082-5068

ramaom@uol.com.br

Divulgue seu trabalho

Fone: (11) 5031-4952

contato@homeopatiaecia.com.br

www.homeopatiaecia.com.br

SALETE CORTEZ

PSICÓLOGIA CLÍNICA

Pós-Graduação pela FMUSP

Rua das Figueiras, 1637 - Sto. André

Fone: 3421-2018 saletesv@vivax.com.br

SOLANGE GARDESANNI LUZ

CURSOS E ATENDIMENTOS

Autoconhecimento, Chacras, Cristais

Florais, Massagem

Brooklin * Moema * Fone: (11) 9431-4682

MARIA YOKO TAKESHITA

TERAPEUTA HOLÍSTICA, SHIATSU,

MASSAGEM AYURVÉDICA, MAGNIFIED

HEALING, EMF BALANCING TECHNIQUE ®

Al. dos Aicás, 120 - Moema

Rua Bueno de Andrade, 619 - Liberdade

F. (11) 5051-1356 - Cel.: 9105-7934

Todas as matérias publicadas estão disponíveis no site: www.homeopatiaecia.com.br


Ipiranga

DR. ADELSON J. F. SANTOS

ESPECIALISTA - PEDIATRIA E HOMEOPATIA

CRM - 42.556

Rua Cisplatina, 45 - Ipiranga - São Paulo

Fones: 6160-0621 e 6161-2301

DR. PAULO ANTONIO CASALI

CLÍNICA MÉDICA / GERIATRIA

TERAPIA ORTOMOLECULAR

Rua Costa Aguiar, 1549 - Ipiranga - S. Paulo

Fone/Fax: (11) 6161-4726

Itaim Bibi

DR. YUJI EGUCHI

HOMEOPATIA - MEDICINA ESTÉTICA

NUTROLOGIA BIOMOLECULAR

Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 126

Itaim Bibi - Fones:(11) 3845-8316 / 3849-0433

Jardim da Saúde

DRA. CARMELA M. V. PEDALINO

MESTRE EM HOMEOPATIA

CRM 30.468

Av. Bosque da Saúde, 2020

Jd. da Saúde - Fone: (11) 5062-7806

DRA. HITOMI A. KUROIWA

CRM - 47.261

HOMEOPATIA CLÍNICA E PEDIATRIA

Av. Bosque da Saúde, 2020 - Jd. da Saúde

Fone: (11) 5062-7806

Médicos / Dentistas

Jardim Marajoara

DRA. MARISA GUTIERREZ

HOMEOPATIA - GINECOLOGIA - CRM 32.893

PEDIATRIA - ACUPUNTURA

R. Antônio Masi, 46 - Jd. Marajoara

Tel./Fax: (11) 5686-0896

Santo Amaro

DRA. NÉLIDA AMÉLIA FONTANA

CLÍNICA MÉDICA - HOMEOPATIA

ANTROPOSOFIA - TERMALISTA

Rua da Fraternidade, 134 - Alto da B. Vista

Fones: (11) 5522-4533 / 5548-0304

CIRURGIÃ-DENTISTA

Moema

DRA. CÉLIA LULO GALITESI

DIAGNOSE E TERAPÊUTICA ATRAVÉS

DA ODONTOLOGIA INTEGRAL

Av. Sabiá, 28 - Moema - São Paulo

Fones: (11) 5052-7400 / 5051-0324

OUTROS MUNICÍPIOS

SANTO ANDRÉ- SP

Todas as matérias publicadas estão disponíveis no site: www.homeopatiaecia.com.br

- 15 -

DR. HOMERO DE C. NEVES

HOMEOPATA

CLÍNICO GERAL - PEDIATRIA

Rua Silva Jardim, 582 - Sto. André

Fone: (11) 4996-1455

DR. NORBERTO A. HERNANDES

HOMEOPATIA - PEDIATRIA

R. Duque de Caxias, 445 - Jd. Bela Vista

Santo André - SP

Fone: (11) 4990-8811

DRA. ELPIS SCHMID ARMANI

HOMEOPATIA - ENDOCRINOLOGIA

Av. D. Pedro II, 2777

Sto. André - São Paulo

Fone: (11) 4991-1444

SÃO BERNARDO- SP

DR. MARCO ANTÔNIO NOBRE

HOMEOPATIA - ORTOMOLECULAR

Av. Dr. Rudge Ramos, 637

São Bernardo do Campo

Fone: (11) 4368-7215

ITÚ - SP

DRA. NORMA N. Y. HONDA

PEDIATRIA - HOMEOPATIA

Rua Marechal Deodoro, 425 - Itú - SP

Fone: (11) 4022-4472

e-mail: paulohonda@uol.com.br


- 16 -

Alunos do Curso de Aperfeiçoamento Profissional em

Terapias Complementares da FAMEC - 2007

O Curso

NOVIDADE NOVIDADE PARA PARA

O PESSOAL PESSOAL

INTERESSADO

INTERESSADO

EM TERAPIAS TERAPIAS

COMPLEMENTARES

COMPLEMENTARES

de Aperfeiçoamento em Terapias Complementares, oferecido pela Faculdade de Educação e Cultura Montessori

(Famec), na cidade de São Paulo, tem atraído pessoas de diversos municípios do Estado.

Iniciado em março de 2006 é o primeiro curso de aperfeiçoamento profissional para profissionais da área de saúde

complementar.

Sob a direção do professor Dr. Claudemir Viana e coordenado pela professora e psicóloga Sônia M. M. Dick, o curso

tem entre seus objetivos, a capacitação plena do profissional para que ele venha a aplicar seus recursos naturais na

promoção, na manutenção e no restabelecimento da saúde, através da melhoria do equilíbrio energético dos pacientes.

A repercussão dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos tem sido excelente, pois além de ser pioneiro, o curso é oferecido em horário

alternativo: um final de semana por mês.

Além do Certificado de Conclusão, fornecido pela Faculdade de Educação e Cultura Montessori, os formandos receberão o Certificado

de Filiação do Terapeuta Naturista e a Carteira de Identificação do Terapeuta Naturista, que lhes permitirá filiar-se ao Sindicato Nacional

dos Terapeutas Naturistas (Sinaten).

Devido à procura, o Curso de Aperfeiçoamento Profissional em Terapias Complementares está sendo implementado, também, na

Faculdade Associada de Cotia (Faac) e na Faculdade Montessori de Ibiúna (FMI). Nessas duas faculdades, também pertencentes ao

Grupo Montessori, os cursos serão oferecidos durante dois sábados por mês.

A presidente do Grupo Montessori, professora Selma Ligeiro Rein, destaca que os cursos de Cotia e Ibiúna serão oferecidos com a

mesma qualidade do curso realizado em São Paulo.

Mais informações pelos sites: www.montessorinet.com.br ou pelo fone: (11) 5031-4952.


PARA ANUNCIAR

Fone: (11) 5031-4952

contato@homeopatiaecia.com.br

www.homeopatiaecia.com.br

More magazines by this user
Similar magazines