“TENHO VERGONHA DOS RICOS DE PORTUGAL” - Lux - Iol

lux.iol.pt

“TENHO VERGONHA DOS RICOS DE PORTUGAL” - Lux - Iol

nº 647 . semanal . 24 de setembro de 2012 . €1,40 (Cont.)

EXCLUSIVO

MARIA ELISA fala

sem preconceitos

A morte da mãe,

o casamento,

a RTP, a crise

e a promiscuidade

na política

“TENHO

VERGONHA

DOS RICOS

DE PORTUGAL”

GUERRA ABERTA

CARLOS DANIEL

ACUSA

MÁRIO CRESPO

DE SER FALSO

E MENTIROSO

ENTREVISTA INÉDITA

ISABEL DOS SANTOS,

INFLUENTE EMPRESÁRIA E FILHA

DO PRESIDENTE DE ANGOLA,

FALA COM TERNURA DO PAI

67%

desconto em

Consulta de

Higiene Oral

na MALO

CLINIC*

* Consultar as condições de utilização do vale no interior da revista.

PIMPINHA

PROVA VESTIDO

DE NOIVA


PIMPINHA

JARDIM

mostra-se

segura

e radiante a

um mês e meio

do casamento

“Só me

imagino

mesmo

com ele

e não

consigo

pensar

na minha

vida sem a

presença

do

Francisco„

Junto há seis

anos, o casal

acredita que

esta é a altura

ideal para dar

este passo

Pimpinha Jardim e

Francisco Spínola casam-se

a 27 de outubro. Com 300

convidados, entre amigos

e família, o dia promete ser

inesquecível


“Não mudaria

nada na minha

vida neste

momento. Estou

estável, feliz

e bem„

Pimpinha escolheu na

Pronovias o vestido que

vai usar no casamento

e garante que não foi

difícil. Tal como diz, sentiu

imediatamente que

aquele era o seu preferido:

“É o que sempre quis

e idealizei”, conta


“Uma pessoa

só se casa

uma vez na

vida, portanto

queremos tudo

o mais próximo

do perfeito„

Pimpinha tem seis

madrinhas e Francisco,

três padrinhos. Segundo

a noiva, as suas madrinhas

têm sido uma grande

ajuda na preparação e na

organização do casamento

O

pedido de casamento

foi feito há três anos,

em Georgetown, Washington,

e, segundo

Pimpinha, foi muito

romântico. “Eu acho que já estava

à espera, mas não deixou de

ser uma surpresa porque não

sabia quando ia acontecer”,

garantiu. Porém, o casamento

foi sendo adiado. “Fiquei noiva

ainda antes de estar grávida e

não quis casar-me grávida. Nessa

altura, andava enjoada, maldisposta,

com quebras de tensão, e

não era uma boa altura para me

casar. No primeiro ano do nosso

fi lho, também não me apeteceu

casar, queria ter tempo para

organizar tudo. O casamento não

deve ser organizado em cima

do joelho. E o primeiro ano do

Francisco foi o voltar ao normal,

a rotina, o corpo... Mas sendo

este o terceiro ano de noivado,

já me sinto preparada, psicológica

e fi sicamente para o fazer”, admitiu.

A viver uma das fases mais especiais

da sua vida, Pimpinha, de

28 anos, não nega que se sente

plenamente segura para dar este

passo ao lado de Francisco, de

31. A cumplicidade e a estabilidade

que criaram ao longo dos

seis anos de namoro dão-lhes a

convicção de que são a pessoa

certa um para o outro.

Lux – Fazia todo o sentido

o casamento acontecer agora?

Pimpinha Jardim – O mais possível.


Casar-me sempre foi uma coisa

que quis fazer e sempre fez

parte dos meus planos. Como ter

fi lhos, ter uma casa, ter cães,

viajar... E acho que agora é a

altura ideal. Estamos os dois

bem, estabilizámos a nossa rotina,

a nossa vida. E acho que não

vai haver uma grande mudança.

Vamos estar casados pela Igreja

e vamos ter um papel assinado,

o que para mim é importante.

De resto, a nossa vida não vai

mudar nada.

Lux – Constatar isso é reconfortante?

P.J. – É. Acho que já cheguei

a uma fase da minha vida em

que estou bastante estável, feliz

e bem. Não mudaria nada neste

momento. A única coisa que me

falta é casar-me pela Igreja, ter

o papel assinado e fazer uma

festa para os meus amigos para

ofi cializar a coisa. Porque, de resto,

não temos muito a acrescentar.

Claro que ainda queremos fazer

muitas coisas na vida: queremos

viajar, ter mais fi lhos, ter uma vida

melhor. Mas se fi casse como está

agora, já era perfeito.

Lux – Essa vontade de aumentar

a família é algo para breve ou

vão esperar?

P.J. – Vamos deixar as coisas acontecerem.

Da mesma forma como

aconteceram com o Francisco.

Logo se vê. Se vier logo a seguir

ao casamento, vai ser bem-vindo,

se só vier depois, também vai

ser bem-vindo.

“A nossa vida

não vai mudar

nada com

o casamento.

Vamos é estar

casados

pela Igreja„

Pimpinha e Francisco vão

duas semanas de lua-de-

-mel. O roteiro passa por

Las Vegas, Havai e São

Francisco. “Pode ser que

nos casemos novamente

em Las Vegas”, brinca


A pouco mais de um

mês do casamento,

está tudo organizado:

o local escolhido e os

pormenores tratados

“Já sinto que

sou casada, mas

quero casar-me

pela Igreja e

fazer uma festa

para os amigos„

Lux – É o vosso fi lho que vai

levar as alianças?

P.J. – Sim, claro.

Lux – Acredito que para si e

para o Francisco seja ainda mais

especial ter o vosso fi lho a fazer

parte deste dia...

P.J. – Sem dúvida. Este é um

momento partilhado e vivido

em família. E o nosso fi lho é tudo

para nós. O dia não seria o mesmo

sem ele.

Lux – Como disse, o casamento é

um momento partilhado e vivido

em família. Como é que a sua

mãe está? Muito nervosa?

P.J. – A minha mãe está menos

nervosa do que eu. Ela é uma

pessoa muito especial e acho que

para ela a parte mais difícil foi

quando eu saí de casa. Ela sabe

perfeitamente que não tem de

estar nervosa porque eu estou

muito feliz com o Francisco. Ele

toma bem conta de mim e faz-me

feliz. E sei que vai fazer-me feliz

sempre. No fundo, o Francisco

está mais do que integrado na

família.

Lux – Foi ao lado do Francisco

que encontrou a estabilidade

emocional que procurava?

P.J. – Sim. Toda a gente procura

a sua cara-metade, aquela pessoa

que nos dá estabilidade a todos

os níveis e nos faz feliz, que nos

completa. Para mim, o Francisco

é essa pessoa. Só me imagino

mesmo com ele e não consigo

pensar na minha vida sem a

presença do Francisco. ■

texto Vanessa Bento (vcbento@lux.iol.pt)

fotos João Cabral cabelo e maquilhagem

Joana Oliveira para Toni&Guy Lisboa

agradecimentos Pronovias


No dia em que escolheu o vestido

na Pronovias, Pimpinha levou

consigo Isaurinha. “A minha irmã

faz parte de todos os momentos

importantes da minha vida e tinha de

lá estar na escolha do vestido”, adianta

“Vou recordar o dia

do casamento sempre

com muita alegria„


No dia em que foi apoiar o

fi lho, VASCO ARAÚJO, CRISTINA

AVIDES MOREIRA aparece mais

elegante ao lado de ZÉ PEDRO

“Estou mais magra

mas foi tudo natural.

É por estar feliz„

Só quando foi apurado

para a semi-fi nal

do Elite Model Look

Portugal é que Vasco

Araújo disse à mãe,

Cristina Avides Moreira, que se

tinha inscrito no concurso de

modelos. A relações públicas

e o namorado, o músico Zé

Pedro, estiveram na fi la da frente

a apoiar o estudante, de 19

anos, na noite da grande fi nal.

Vasco não se sagrou vencedor,

mas deixou a mãe orgulhosa.

E Cristina, de 43 anos, também

deu nas vistas pela sua exce-

lente forma física. “Depois de

um período complicado com

a saúde do Zé Pedro e da morte

da minha irmã, agora está tudo

mais tranquilo. Sinto na roupa

que estou mais magra, mas não

sei a razão. Foi tudo natural. Deve

ser por estar feliz”, assegura.

O casal prepara-se para dar

outro passo na relação. “Queremos

casar ainda este ano ou no

início do próximo. Não há mais

motivos para adiar. Mas ainda

não organizei nada.” ■

texto Natália Ribeiro (nribeiro@lux.iol.pt)

fotos Salvador Esteves

À esquerda, Cristina Avides Moreira e Zé Pedro. Em cima,

o abraço entre a relações públicas e o fi lho, Vasco Araújo,

de 19 anos, que é estudante de Ciências da Comunicação


“Vamos casar ainda este ano ou no

princípio do próximo„ Cristina Avides Moreira

À esquerda, o fi lho de Cristina durante o desfi le do Elite Model

Look Portugal. Em cima, o estudante com a mãe e Zé Pedro.

Este ano, o casal gozou férias entre o Algarve, Douro e Moledo


Presidente da

República entrega

o sexto Prémio

Champalimaud

de Visão

a norte-americanos

“António

Champalimaud

esteve

muito à frente

do seu tempo„

António Horta Osório

Em cima, Cavaco Silva

e Leonor Beleza entregam o prémio

aos vencedores, David Williams,

David Huang, Joel Schuman,

Eric Swanson, James Fujimoto

e Carmen Puliafi to. À esquerda,

Natália e Daniel Proença

de Carvalho. À direita,

Marcelo Rebelo de Sousa


Seis investigadores

norte-americanos

receberam, no passado

dia 14, o Prémio

Champalimaud de

Visão 2012, das mãos de Cavaco

Silva e de Leonor Beleza. “Aos galardoados,

os meus parabéns, na

certeza de que este prémio não

valoriza apenas o que já alcançaram,

sendo um estímulo decisivo”,

considerou o Presidente da

República. Fátima Campos

Ferreira também salientou a

importância deste prémio,

como forma de incentivo à investigação.

“Um dos lemas deste

prémio é contagiar um espírito

de investigação, de esforço. É um

dos melhores cartões de visita do

nosso país no mundo”, afi rmou

a jornalista. A recompensa dos

vencedores, que criaram “técnicas

que irão mudar vincadamente

a prática oftalmológica

e a compreensão do envelhecimento

ocular”, é de um milhão

de euros. E o seu resultado “servirá

toda a Humanidade”, continuou

Aníbal Cavaco Silva. Aí reside,

na opinião de António Horta

Osório, o sucesso desta iniciativa:

“Este projeto só enaltece a imagem

de António Champalimaud

e mostra que ele esteve muito à

frente do seu tempo.”“Esta fundação

foi um último golpe de

génio de Champalimaud, que,

no fi m da sua vida, já não via.

À esquerda, Luísa Champalimaud. Em cima, Paulo

Macedo e Assunção Esteves. À direita, Maria Cavaco

Silva. Em baixo, Ana e António Horta Osório

“Este prémio

não valoriza

apenas o que já

alcançaram.

É um estímulo„

Aníbal Cavaco Silva

“Venho transmitir a

enorme satisfação

da família

pelo contributo

da fundação„

Luísa Champalimaud


Em cima, Isabel Mota, Leonor Beleza e Teresa Morais, Fátima Campos Ferreira

e Rui Vilar. Em baixo, António e Manuela Ramalho Eanes e D. José Policarpo

Era um drama ver aquele homem

inteligente sem poder ver”, partilhou

Almeida Santos, amigo

e advogado do gestor. Por ele

próprio ter sofrido de cegueira

é que a neta Joana lhe dá

mais valor: “É um exemplo de

força. Quem me dera conseguir

segui-lo! Toda a vida o tive como

referência. Este prémio deixa-

-me, e a toda a família, muito

orgulhosos.” ■

texto Vanessa Barros da Cruz (redaccaolux@lux.iol.pt)

fotos Ricardo Santos

“Este prémio

é dos melhores

cartões de visita

do nosso país„

Fátima Campos Ferreira


Em cima, a atuação dos Violinhos, Almeida Santos e Simonetta Luz Afonso. Em baixo, Gonçalo Rodrigues

e Joana Champalimaud e Nuno Carvalho com Felipa Champalimaud, e Teresa Caeiro

“[O meu avô] é um exemplo de força. Quem me dera conseguir

segui-lo! Toda a vida o tive como referência„ Joana Champalimaud


Arrancou no passado

domingo a terceira edição

da “Casa dos Segredos”.

Teresa Guilherme não podia

estar mais radiante com a estreia

da nova temporada do reality

show mais famoso da televisão

portuguesa. A apresentadora

é, em boa parte, o segredo do

sucesso do programa da TVI.

Divertida e casamenteira, fez

jus ao estatuto que todos lhe

reconhecem e, nesta edição, está

mais elegante do que nunca.

“É o amor!”, disse a anfi triã sem

TERESA GUILHERME

regressa à Casa

dos Segredos fi el

aos seus “crocs” e revela

como fi cou mais magra

“Na verdade,

é mais exercício

e uma dieta

líquida à base

de sopas„

“Pouco habituada aos saltos altos”, Teresa

Guilherme não dispensa o calçado confortável

nos intervalos, nem a sua garrafa de cristal,

uma espécie de amuleto da sorte que

acompanha a apresentadora há vários anos

hesitar, duas semanas após ter

confi rmado à Lux estar apaixonada.

“Bom, na verdade é mais

exercício físico e uma dieta

líquida à base de sopas”, corrigiu

imediatamente, para explicar os

quilos a menos.

Durante o direto, passaram breves

imagens da época passada,

nas quais a anfi triã surgia de

vestido azul-escuro, e as diferenças

fi zeram-se notar. Em noite de

glória, vestiu-se de vermelho,

a cor “da paixão, da loucura,

do inferno”, e combinou a indu-

mentária com as já tradicionais

e indispensáveis “crocs” no

mesmo tom, a sua imagem de

marca nos momentos de pausa.

A viver uma fase feliz, a nível

pessoal e profi ssional, Teresa

Guilherme vai andar numa

roda-viva até ao fi nal do ano.

Durante 106 dias, a apresentadora

estará 24 horas ligada

à casa mais vigiada do país,

de onde um primo ou prima

de Cristiano Ronaldo poderá

sair vencedor e ganhar os 50

mil euros de prémio.

“O Cristiano foi informado antes

de o programa arrancar, e posso

dizer que ele é fã da ‘Casa

dos Segredos’. Pelo menos,

foi o que ele me disse”, garantiu

Teresa Guilherme, que, nas

últimas férias, se cruzou com o

craque num hotel numa cidade

europeia. “Gostava de ter aqui

na plateia a família Aveiro, porque

eles são uns amores”, confessou

a rainha dos reality shows,

entusiasmada com o segredo

que envolve CR7. ■

fotos Ricardo Santos


Pela primeira vez, os príncipes das

Astúrias abrem as portas de sua casa

e partilham momentos de ternura

Ao lado do marido e das

fi lhas, LETIZIA assinala

o seu 40º aniversário,

mais bonita do que nunca


Descontraídos e junto

das infantas Leonor

e Sofi a, Letizia e Felipe

protagonizaram

uma sessão fotográfi ca

exclusiva no dia em que

a princesa celebrou 40 anos


Para assinalar o seu 40º

aniversário, Letizia

Ortiz abriu as portas

da sua casa e deixou-

-se fotografar num

ambiente descontraído e muito

familiar, como nunca antes se

tinha visto. Os jardins do Palácio

da Zarzuela serviram de

cenário às dezasseis fotografi as

disponibilizadas pela casa real

espanhola precisamente a 15 de

setembro, o dia do aniversário

de Letizia. Nelas, revela-se uma

faceta mais íntima da ex-jornalista

que há oito anos abdicou

de uma carreira de sucesso para

casar com o herdeiro do trono

espanhol e se tornar princesa das

Astúrias e, consequentemente,

uma das mulheres mais faladas

do mundo.

Hoje, Letizia mostra-se totalmente

adaptada ao seu papel. Prova

disso é a serenidade que transmite

nas imagens captadas pela

fotógrafa Cristina Garcia Rodero.

Como não podia deixar de ser,

as fi lhas, Leonor, que completa

7 anos em outubro, e Sofi a,

de 5, também participaram na

sessão fotográfi ca que enterneceu

os espanhóis. A cumplicidade

entre mãe e fi lhas é mais do que

Letizia Ortiz

faz questão

de criar Leonor,

de 6 anos,

e Sofi a,

de 5, num

ambiente

familiar e o

mais normal

possível

A cumplicidade

entre Letizia e as fi lhas

fi cou bem evidente

nas fotografi as. Dedicada

à família, a princesa

tenta afastar as infantas

do mediatismo que

rodeia a família real

evidente e, nisso, Letizia é uma

mulher igual a tantas outras.

Apesar das responsabilidades

que teve de assumir desde o

casamento com o príncipe

Felipe, a ex-jornalista sempre

fez questão de criar as

fi lhas num ambiente normal,

longe do mediatismo que

rodeia a família real. Para isso, vai

levar e buscar Leonor e Sofi

a à escola com regularidade

e participa ativamente nas

tarefas do dia-a-dia das infantas,

como os trabalhos de casa ou os

programas culturais em família.

Aliás, para Letizia, a família é a sua

prioridade e não desperdiça um

segundo do seu tempo que

possa estar com o marido e as

fi lhas. Ao mesmo tempo, sabe

que tem os olhos postos em

si, ainda para mais numa altura

em que a família real está fragilizada

com os escândalos em

que tem estado envolvida. Ao

lado de Felipe, por quem não

esconde continuar apaixonada,

a ex-jornalista parece ser a

salvação de uma casa real que

já viveu melhores dias. Profi ssional,

dedicada e perfecionista,

a princesa das Astúrias superou

as expectativas nela depositadas,


A jornalista, que se tornou princesa em 2004 ao casar com o herdeiro

do trono espanhol, é hoje uma das mulheres mais mediáticas do mundo


Aos 40 anos,

Letizia vive uma

fase serena e

feliz ao lado do

príncipe Felipe

Preocupada com a sua

imagem, Letizia concentra,

muitas vezes, a atenção dos

media. Ainda assim, tem

sabido gerir o seu papel ao

lado de Felipe, com quem

trocou olhares apaixonados

na sessão fotográfi ca

como mostram os resultados de

uma sondagem publicada pelo

El Mundo: 55,4% dos inquiridos

defendem que Letizia tem feito

um bom trabalho como princesa,

ainda que nem todos sintam que

esteja preparada para ser rainha:

apenas 43,5% responderam

positivamente a essa questão. Se,

no início, Letizia foi criticada por

algumas atitudes menos corretas

(como interromper o discurso do

príncipe no anúncio do noivado,

em 2003), está hoje totalmente

adaptada ao seu papel de

princesa e usa-o da melhor forma,

assumindo um papel crucial

em áreas tão distintas como a

saúde, a educação e a inovação.

Nos últimos anos, Letizia Ortiz

fez dezenas de viagens ofi ciais

e centenas de discursos, e deu

visibilidade a inúmeras causas

sociais, tentando não ofuscar

a imagem do príncipe, como

tantas vezes chegou a acontecer.

E não é difícil. Bonita e elegante,

Letizia está sempre atenta às

últimas tendências da moda e

nunca descura a sua imagem,

sendo, por isso, notícia pelo guarda-roupa

escolhido, pela extrema

magreza ou pelos tratamentos

estéticos e cirurgias plásticas.

Segundo alguns dos seus

amigos, Letizia não gosta deste

protagonismo e assume-se como

uma princesa “trabalhadora”,

ao contrário de outras a que,

ironicamente, chama “decorativas”.


texto Nair Coelho (ncoelho@lux.iol.pt)

fotos Casa Real S. M. El Rey/Cristina Garcia Rodero


D.R.

saúde

Rui Oliveira Soares

Dermatologista

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE CABELO

Este produto é bom para o cabelo?

Sou confrontado todos os dias com esta

pergunta. A verdade é que tal panaceia

universal não existe. Se nos disserem que

tal produto é bom para a dor de barriga

desconfi amos, já que a forma de tratar

dependerá da causa que provoca a dor.

Relativamente ao cabelo, o mesmo acontece.

Importa primeiro se há ou não doença

e, no caso de haver, obter um diagnóstico

preciso para poder prescrever o melhor

tratamento. Assim, por exemplo, preparados

de vitaminas e oligoelementos só melhorarão

quem tenha carência dos mesmos. Minoxidil

em loção ou fi nasteride em comprimidos

só melhorarão quem tenha alopécia

androgenética. Irritantes e corticoesteróides

são para quem tenha alopécia areata.

Antibióticos, para quem tenha foliculite

decalvante; e assim por diante. Portanto,

o produto bom para o cabelo não

existe.

O cabelo cai mesmo no outono?

Desde há algum tempo, sabe-se que cerca

de 70% das pessoas tem queda sazonal,

que provavelmente é homóloga à muda

de pelo de outros mamíferos e que é

mediada pelas alterações endócrinas que

a exposição à luz provoca. O fenómeno

chama-se defl úvio telógeno e corresponde

a um aumento do número de cabelos

que estão na fase fi nal do ciclo capilar.

“Se nos disserem que tal produto é bom

para a dor de barriga, desconfi amos, já que a forma

de tratar dependerá da causa que provoca a dor.

Relativamente ao cabelo, acontece o mesmo„

Também pode ser provocado por outros

estímulos, como doença, cirurgia, medicamento,

pós-parto ou até por estarmos

mais preocupados. Nestes casos a queda

surge apenas durante algum tempo, cerca

de dois meses depois da situação que a

causou.

Lavar muitas vezes faz mal ao cabelo?

E produtos? E fazer tranças? E a secagem?

Lavar mais vezes o cabelo não faz cair mais

cabelo. Trabalhos que comparam, na mesma

pessoa, o número de cabelos que caem

lavando três vezes por dia e uma vez por

semana concluem não haver diferença no

número de cabelos perdidos. Também

o uso de gel ou amaciadores não aumenta

a queda de cabelo. Extensões e tranças,

se determinarem tração significativa,

podem aumentar a queda. O uso de

secadores normalmente não é prejudicial,

exceto se o cabelo não for previamente

limpo com a toalha. Secar com secador

cabelo muito molhado parte pontes

dissulfeto, o que altera a resistência e a

plasticidade do cabelo.

Cortar o cabelo torna o cabelo mais forte

e mais grosso?

Trata-se de um mito muito enraizado, mas

felizmente não corresponde à verdade.

Se fosse verdade, um homem que se

barbeasse todos os dias teria ao fi m de uns

anos pelos grossos como troncos na face.

A ilusão de que o cabelo fi ca mais forte é

dada por dois fatores. Primeiro: o cabelo

mais curto fi ca mais levantado, não encosta

tanto ao couro cabeludo como o cabelo

comprido, que cai mais devido à força da

gravidade. A técnica de corte de um bom

cabeleireiro consegue aparentar mais volume

onde ele é mais necessário. Segundo: quando

cortamos o cabelo, cortamos as pontas

partidas e espigadas, o cabelo que fi ca

é mais regular em toda a sua extensão,

daí o aspeto mais forte.

A permanente seca o cabelo?

A gordura do cabelo vem das glândulas

sebáceas que existem junto da raiz dos

cabelos. A produção de gordura depende

de vários fatores e é variável de pessoa

para pessoa. O cabelo absorve esta gordura,

tanto mais quanto mais em contacto

está com o couro cabeludo. Assim, o

cabelo encaracolado absorve menos do

que o cabelo liso porque não está tão

colado ao couro cabeludo, daí a permanente

secar o cabelo. Se o cabelo era muito oleoso,

este efeito é benéfi co, mas se o cabelo

já era seco antes da permanente, fi ca

exageradamente seco e quebradiço.

As nossas avós combatiam este problema

com escovagens prolongadas, para

arrastar a gordura da raiz para as pontas

do cabelo, hoje combate-se o problema

com produtos cosméticos apropriados.

centrodermatologia.hcd@jmellosaude.pt


citações

“Ou temos muito cuidado ou, daqui a poucos meses,

seremos iguais à Grécia”

Luís Marques Mendes in Correio da Manhã

“Estamos a assistir a uma espécie de divórcio

em direto… um reality show político-amoroso”

Ricardo Costa, sobre a crise na coligação PSD-CDS/PP, in SIC

“Portugal é como uma sala

sem oxigénio para respirar”

Eduardo Souto de Moura in i online

“A coligação vai fi car

como aqueles casais

que só não se divorciaram

porque não tinham

para onde ir, mas que já

não dormem no mesmo

quarto, e em que

nenhum deles vira

as costas às facas

da cozinha quando

o outro estiver por perto”

Miguel Sousa Tavares in SIC

“Passos Coelho

perdeu a ligação afetiva

com o eleitorado

e tem de fazer uma

remodelação governamental”

Marcelo Rebelo de Sousa in Correio da Manhã

“Estarmos a fazer reuniões

por causa do dr. Paulo Portas

é dar-lhe demasiada

importância”

Luís Filipe Menezes in Público

“Pode ser preciso um

governo de salvação nacional,

mas sem Passos Coelho”

António Capucho in i

“Não jogámos nada

contra o Getafe,

não jogámos nada hoje

e jogámos pouquíssimo

frente ao Granada.

Mais do que os pontos,

preocupa-me que neste

momento não tenho equipa”

José Mourinho, após os maus

resultados do Real Madrid, in Record

“Está esgotada a forma de relacionamento entre os dois

partidos e a forma de coordenação política no próprio

interior do governo. Não há química entre os dois partidos”

José Manuel Rodrigues, deputado e vice-presidente do CDS/PP, in i online

“Este governo é o mais revolucionário de todos

os governos desde o 25 de abril. Foi autorizado a dar cabo

de Portugal. E vai fazê-lo, perante a indignação geral”

Clara Ferreira Alves in Revista/Expresso

“Sabe-se hoje que, dentro

do Conselho de Ministros,

os manifestantes têm um

advogado, que é Paulo Portas.

Dentro do Conselho de Ministros,

há oposição. Por isso é que eu,

no lugar dele, tinha saído„

Henrique Medina Carreira in TVI 24

“No discurso popular, matou-se a galinha dos ovos de ouro,

que antes se chamava ‘classe média’. Sem classe média,

não há estabilidade social: só ricos fechados no castelo

e pobres, como zombies, a infestar as ruas”

Nuno Rogeiro in Sábado

“Estamos dentro de um túnel e com a suspeita de que,

se surgir uma luz, alguma coisa prolongará o túnel. Estamos

apagados – e isso é muito pior

e mais perigoso do que os euros

que nos estão a descontar”

Ferreira Fernandes in Diário de Notícias

“Não quero ser

primeiro-ministro

para pôr na minha

biografi a”

António José Seguro in RTP1

“Se não for reeleito,

demitir-me-ei de

presidente do Governo

para facilitar

as tais anunciadas

eleições antecipadas,

como é legítimo

que também me

demita de um partido

que me recusa

após lhe ter dado

45 vitórias e nunca,

em 38 anos, a oposição

nos ter derrotado”

Alberto João Jardim in Jornal da Madeira

“Tive amigos meus

que estiveram

na manifestação”

José Pedro Aguiar-Branco in i

“A TSU não foi

preparada dentro

do governo sem

o dr. Paulo Portas estar

envolvido na preparação

da própria medida”

Pedro Passos Coelho in RTP1

“Do ‘Pedro’ [Passos Coelho],

não quero saber mais do que

quero saber sobre qualquer

ser humano: desejo-lhe boa

sorte, e à família, e todas as felicidades. Mas espero que me

evite o spam de me enviar missivas delico-doces”

José Pacheco Pereira in Sábado

“Se me perguntam se eu alertei, alertei. Se me perguntam

se defendi outros caminhos, defendi”

Paulo Portas, sobre a TSU, em conferência de imprensa

“Não me ocorre nada pior de que ser

criado por dois pais homossexuais”

Rupert Everett, ator que assumiu publicamente a sua homossexualidade, in Sunday Times


Rui Moreno

paulo coelho

www.paulocoelhoblog.com

“As pessoas não se encontram mais.

Quando não se encontram, não conseguem crescer„

DA IMPORTÂNCIA DO OLHAR

No início, Theo Wierema era apenas um sujeito

insistente. Durante cinco anos enviou religiosamente

convites para o meu escritório em Barcelona,

para uma palestra em Haia, na Holanda.

Durante cinco anos, o meu escritório respondia

invariavelmente que a agenda estava completa.

Na verdade, nem sempre a agenda está completa;

entretanto, um escritor não é necessariamente

alguém que consiga falar bem em público.

Além do mais, tudo o que preciso de dizer está

nos livros e nas colunas que escrevo – por isso

procuro sempre evitar conferências.

Theo descobriu que eu iria gravar um programa

para um canal de TV na Holanda. Quando desci

para as fi lmagens, ele estava à minha espera no

saguão do hotel.

Apresentou-se e pediu-me para me acompanhar,

dizendo:

– Não sou uma pessoa capaz de ouvir “não”.

Apenas acredito que estou a tentar alcançar

o meu objetivo da maneira errada.

Há que lutar pelos sonhos, mas há que saber

também que quando certos caminhos se mostram

impossíveis, é melhor guardar as energias para

percorrer outras estradas. Podia simplesmente

dizer “não” (já disse e já ouvi várias vezes esta

palavra), mas resolvi tentar algo mais diplomático:

colocar condições impossíveis de cumprir.

Disse que daria a conferência de graça, mas

o ingresso não poderia ultrapassar €2, e a sala

teria de ter no máximo 200 pessoas.

Theo concordou.

– Você vai gastar mais do que vai ganhar – alertei.

– Pelas minhas contas, só o bilhete de avião

e o hotel custam o triplo do que receberá

se conseguir lotar a casa.

Além disso, existem custos de divulgação,

aluguer do local...

Theo interrompeu-me, dizendo que nada disso

tinha importância: estava a fazer isso por causa

daquilo a que assistia na sua profi ssão.

– Organizo eventos porque preciso de continuar a

acreditar que o ser humano está em busca de um

mundo melhor. Preciso de dar a minha contribuição

para que isso seja possível.

Qual era a sua profi ssão?

– Vendo igrejas.

E continuou, para meu espanto:

– Sou encarregado pelo Vaticano para selecionar

compradores, já que há mais igrejas do que

fi éis na Holanda. E como já tivemos péssimas

experiências no passado, ao ver lugares sagrados

transformarem-se em boîtes, condomínios,

boutiques, e até mesmo sex shops, o sistema de

venda mudou. O projeto tem de ser aprovado

pela comunidade, e o comprador tem de dizer

o que fará do imóvel: aceitamos geralmente

apenas as propostas que incluem um centro cultural,

uma instituição de caridade ou um museu. E o

que é que isso tem a ver com a sua conferência,

e as outras que estou a tentar organizar? As pessoas

não se encontram mais. Quando não se encontram,

não conseguem crescer.

Olhando-me fi xamente, concluiu:

– Encontros. O meu erro consigo foi justamente

esse. Em vez enviar correspondência eletrónica,

devia ter logo mostrado que sou feito de carne

e osso. Quando não consegui receber resposta

de determinado político, fui bater-lhe à porta,

e ele disse-me: se você quiser alguma coisa,

precisa antes de mostrar os seus olhos. Desde

então, tenho feito isso, e só tenho colhido bons

resultados. Podemos ter todos os meios de

comunicação do mundo, mas nada, absolutamente

nada, substitui o olhar do ser humano.

Claro que acabei por aceitar a proposta.

P.S. – Quando fui a Haia para a conferência,

sabendo que a minha mulher, artista plástica,

sempre desejou criar um centro cultural, pedi

para ver algumas das igrejas à venda. Perguntei

o preço de uma que normalmente abrigava

500 paroquianos aos domingos: custava €1

(UM euro!), embora os gastos de manutenção

possam atingir patamares proibitivos.


look vogue fashion’s night out 2012

fotos Ricardo Santos e Tiago Frazão

Bibá Pitta com

a fi lha, Maria

Vanessa Neffe

com o fi lho, Vasco

Paulo Pires,

Mi e Tó Romano

Margarida Prieto e

Maria João Saviotti

Helena

Costa

Rita Mendes e

Hugo Caetano

Helena

Coelho

Oceana

Basílio


Sara

Sampaio

Jorge Corrula

e Paula Lobo Antunes

Sofi a Paiva e Cristina

Jorge de Carvalho

Pedro

Lima

Flor José Maria Tallon com

os fi lhos, Rafael e Beatriz

Xana

Nunes

??? ???? ???

??? ??? ???

Cristina

Ferreira

Astrid

Werdnig


look vogue fashion’s night out 2012

fotos Ricardo Santos e Tiago Frazão

Paula Bobone

e Ana Macedo

Paula

Mateus

Andreia

Rodrigues

Rafaela Ribas

e Miguel Ângelo

Telma

Santos

Manuel Casal

e Isabel Palmela

Liliana

Santos

Bárbara

Taborda


Regressada

da lua-de-mel

no Brasil,

MARIA JOÃO ABREU

não afasta

a hipótese de voltar

a ser mãe

“O JOÃO não

tem nenhum

fi lho, também

tem direito„

Quinze dias após o casamento, Maria

João Abreu e João Soares fi zeram a

sua primeira aparição pública, depois

da viagem de núpcias ao Brasil, no cocktail

de apresentação das novas coleções do

joalheiro Eugénio Campos, na feira PortoJoia.

“Estamos e estaremos sempre em lua-de-

-mel”, afi rmou a atriz, de 48 anos, visivelmente

apaixonada pelo músico, de 38. A vida conjunta

não é estranha para o casal, que já partilhava

a mesma casa e que tem em comum

a paixão pela música. “O João acorda logo

a cantar, todos os dias muito bem disposto.

E depois, como ele está sempre a ensaiar,

em casa, e os meus fi lhos também tocam,

às vezes juntamo-nos todos. Lá está, quem

paga são os vizinhos!”, gracejou. Nas vésperas

do enlace, Maria João foi surpreendida pelo

casamento do fi lho mais novo, Ricardo Raposo,

de 19 anos, com Rita Rodrigues. “Já

fazíamos tenção de casar quando ele nos deu

a notícia. Só que ele decidiu casar e foi logo!

E eu achei muita piada, porque eles já estão

juntos há três anos, vivem connosco e estão

muito apaixonados, como nós”, exclamou.

De futuro, a atriz não afasta a hipótese de

voltar a ser mãe. “Se acontecer, será bem-vindo.

Eu adoro bebés e o João não tem nenhum

fi lho, também tem direito...”, concluiu. ■

foto Cristina Pinto e Pinto

Maria João Abreu e João Soares

estiveram na feira PortoJoia, na

Exponor, na apresentação das novas

coleções de Eugénio Campos



Passou mais um dia e a RTP

custou mais um milhão de

euros.” Foi com esta frase

– com a qual o jornalista se

tem despedido em direto do

“Jornal das 9”, o espaço informativo que

conduz na SIC Notícias – que Mário Crespo

causou uma onda de revolta junto

dos funcionários da RTP. A Comissão de

Trabalhadores da estação pública decidiu

apresentar uma queixa contra Crespo

ao Conselho Deon to lógico do Sindicato

dos Jornalistas e ou tra à Comissão da

Carteira Profi ssional dos Jornalistas. “É

inacreditável que ele esteja a usar tempo

de antena de uma televisão (neste

caso, a SIC) para fazer uma guerra pessoal

contra a RTP, violando todos os preceitos

éticos e deontológicos da profi ssão,

sem que a Direção de Informação da SIC

Comentários de

MÁRIO CRESPO

sobre os gastos

da RTP revoltam

funcionários

“O futuro

mostrou

que devia

ter sido

internado„

Carlos Daniel

no Facebook

Jornalista usou

o noticiário

que conduz

na SIC Notícias

para acusar

a estação pública

tome uma atitude”, diz à Lux, indignado,

António Esteves, subdiretor de Informação

da estação pública. As críticas à postura

de Mário Crespo têm-se multiplicado até

nas redes socias. Na sua página do Facebook,

o pivot Carlos Daniel não poupa o

jornalista da SIC. “Mário Crespo foi um

dos piores correspondentes da história

da RTP. Gastava rios de dinheiro em Washington

[quando foi correspondente da

RTP] e não trabalhava nada, mas nada

mesmo, e durante anos. Mário Crespo

deve julgar que a RTP ainda é esse regabofe

para o qual muito contribuiu. Não

é. Mário Crespo foi ‘emprateleirado’ na

RTP, mas o futuro mostrou que devia ter

sido internado”, atira. Contactado posteriormente

pela Lux, o pivot limita-se a

dizer: “Foi um desabafo pessoal em relação

a uma campanha diária. Chega-se a

um ponto em que não conseguimos passar

ao lado. É um discurso permanente com

intuitos que não se percebem.” Depois

de terem sido tornadas públicas algumas

críticas, Mário Crespo defendeu-se em

direto, novamente no fi nal do “Jornal das

9”, mostrando gráfi cos para comprovar

os gastos da RTP. António Esteves reage

e nega a veracidade dos números apresentados.

“A única coisa que sei e que

é pública e notória é que ele, há pouco

tempo, escreveu uma carta ao presidente

da RTP a pedir para vir para a empresa.

Na altura, não se incomodou com as

despesas da empresa. Ele queria ir para

Washington, e a verdade é que não foi...

Tudo indica que foi depois dessa altura

que ele começou a alimentar esta campanha

contra a RTP, baseada permanentemente

em dados falsos e gráfi cos que


À esquerda, Mário Crespo, Carlos Daniel

e Nuno Santos, diretor de informação da

RTP. Em cima, António Esteves, subdiretor

de informação da estação pública,

que já trabalhou com Crespo, ao lado,

com a mulher, Leonor Alfaro

“Custa-me ver

a carreira dele

manchada por este

episódio„ Nuno Santos

“Mais uma vez, está

a mentir em relação

à RTP„ António Esteves

ele apresenta sem nunca referir a fonte

e que desmentem todos os documentos

ofi ciais, nomeadamente aqueles que

foram auditados e que são públicos,

sobre as contas da empresa”, atira o

jornalista. Nuno Santos, diretor de Informação

da estação pública, esclarece:

“A reação das pessoas da RTP representa

o direito à indignação. A questão central

é: o que diz Crespo é verdade ou mentira?

Basta ver os números. Praticando a SIC

bom jornalismo, acredito que tome uma

posição, mas isso será com os seus jornalistas

e com a sua Direção. Tenho apreço

profi ssional pelo Mário Crespo e custa-me

ver a sua carreira manchada por este episódio.”

“Espero que a RTP enquanto empresa

avance com um processo judicial por

difamação”, remata António Esteves. ■

texto Natália Ribeiro (nribeiro@lux.iol.pt) fotos Arquivo Lux


RICARDO PEREIRA

surpreende FRANCISCA

PINTO RIBEIRO na noite

do seu 29º aniversário,

em festa luso-brasileira

“A Francisca

merece isto

e muito mais„

ORio de Janeiro está

em festa com o início

do Ano de Portugal

no Brasil. O arranque

oficial das celebrações

na cidade fi cou marcado

pelo 101º aniversário da Câmara

Portuguesa de Comércio e

Indústria do Rio de Janeiro, no

Jockey Club, e por um concerto

único no emblemático Teatro

Municipal, protagonizado

por Milton Nascimento e Mariza.

Na plateia, um sem número de

celebridades brasileiras e portuguesas

assistiram ao espetáculo.

Entre elas, estavam Ricardo

Pereira e Francisca Pinto Ribeiro.

A viver na cidade carioca com

o fi lho, Vicente, de 10 meses,

o casal aproveitou a noite para

namorar e terminar da melhor

forma o dia do 29º aniversário

da mulher do ator. No fi nal

do concerto e sem que Francisca

suspeitasse de nada, Ricardo

Pereira surpreendeu-

-a com um bolo de aniversário

Em cima, Ricardo Pereira e Francisca Pinto Ribeiro

e o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, onde Milton

Nascimento e Mariza deram um concerto memorável


improvisado, feito com queques

em miniatura. “Ao longo do dia,

fui-lhe fazendo várias surpresas.

O dia do aniversário (e ela, particularmente,

adora fazer anos)

tem de ser vivido com alguns

toques de originalidade. É muito

agradável ver as outras pessoas

felizes com coisas que nós

fazemos e, às vezes, são coisas

bem simples. Sempre que posso,

aí estou eu! [risos] A Francisca

merece isto e muito mais.” Embaixador

do ano que une Portugal

e o Brasil nas mais diferentes

áreas, Ricardo Pereira confessou:

“Foi uma honra ter apresentado

o evento, ainda para mais

À esquerda, Miguel Horta e Costa com Diana

Polignac de Barros, e Roberta Medina com

Ricardo Acto. Em cima, Francisca Pinto Ribeiro

surpreendida por Ricardo Pereira. Em baixo, José

Maria e Teresa Ricciardi, e Marta Leite Castro

“Ao longo do dia, fui-lhe

fazendo várias supresas„

Ricardo Pereira


À esquerda, Carmo Palha e Luísa Jardim. Em cima, o beijo apaixonado

entre Ricardo Pereira e Francisca Pinto Ribeiro, e Gonçalo Diniz.

Em baixo, a atuação de Cuca Roseta, e Mafalda Pinto. E ainda, Maitê

Proença, Joaquim de Almeida, Maria Adelaide Amaral e Edwin Luisi

porque acabo por ter a minha

vida dividida entre estes dois países.

E a noite foi incrível! Foi a junção

de dois grandes artistas.” Dois

dias depois, foi a vez de o ator ter

direito à sua festa surpresa, no dia

em que fez 33 anos. ■

texto Nair Coelho (ncoelho@lux.iol.pt)

fotos Paulo Jabur e Tiago de Paula Carvalho

Vários atores

portugueses

juntaram-se

à festa no Rio

de Janeiro


Isabel dos Santos tem

39 anos e sempre foi muito

independente. Nunca viveu

no palácio onde o pai, a sua

última mulher e os fi lhos

deste casamento vivem.

A empresária estudou em

Londres, cidade onde está

a mãe, e onde Isabel morou

grande parte da sua vida

José Eduardo dos Santos

fez 70 anos a 28

de agosto e, para

assinalar a data, a

Televisão Pública de

Angola emitiu uma entrevista

da sua fi lha mais velha, Isabel.

Um momento raro, no qual

a empresária angolana (que

detém a maioria do capital

Na sua primeira e única

entrevista, ISABEL DOS SANTOS

faz revelações inéditas sobre o

pai, JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS

“Tem muito afeto

pelos netos. É um

avô excecional„

da Zon, é a segunda maior

acionista do BPI e tem uma

participação indireta na Galp)

falou sobre o pai e o seu lado

mais privado. “Ele é uma

pessoa extremamente carinhosa.

Tem muito afeto pelos netos.

Passa todo o tempo que tem

livre com eles, a jogar à bola,

a ensiná-los a ler. É, realmente,

um avô excecional”, assegurou.

Durante a entrevista, dada

ao talk show “Hora Quente”,

Isabel dos Santos, de 39 anos,

mostrou-se sempre ponderada

nas respostas, mas acabou

por revelar que a cor preferida

do pai é o azul e que, em

casa, são todos apreciadores

de comida tradicional angola-


na, sendo que o prato preferido

de José Eduardo dos Santos é o

funge. “O meu pai é uma pessoa

extremamente jovem. Joga muito

futebol e faz ginásio, mas não é só

jovem fi sicamente, também o

é psicologicamente. É muito

fl exível”, sublinhou. “É uma

pessoa muito paciente e calma

e tem uma grande qualidade

José Eduardo dos

Santos é presidente

da República de

Angola há 33 anos,

cargo para o qual

foi reeleito no dia 2

de setembro. Vive

num palácio luxuoso,

junto à praia (em cima

e na página ao lado).

É pai de oito fi lhos,

de três casamentos

diferentes

de escuta. Ouve os outros

e preocupa-se muito com os

outros”, acrescentou Isabel, com

um sorriso. Frisando, a dada

altura, que o pai “é, sem dúvida,

um grande homem”, a empresária

terminou a entrevista com

um “parabéns, papá!” ■

texto Vanessa Bento (vcbento@lux.iol.pt)

fotos Lusa e D.R.

“O meu pai gosta muito de

música e toca guitarra muito bem.

Gosta de ler e é um autodidata„

“Foi o meu pai que me ensinou a

ler e a escrever. É uma inspiração„


Namorada de CRISTIANO RONALDO soma sucessos

e é uma das manequins mais requisitadas do mundo

Apesar da vida milionária, IRINA SHAYK

não esquece as suas origens humildes

Irina Shayk esteve em Espanha para posar para a campanha da marca de calçado espanhola Xti,

da qual é imagem há quatro anos. A modelo russa namora com Cristiano Ronaldo desde maio de 2010

Irina Shayk não precisa de

muito para arrasar. Uns

calções curtos e muita sensua

li dade bastaram para

que a nova campanha da

marca de calçado espanhola Xti

fosse um sucesso. Desde que

começou a namorar com Cristiano

Ronaldo, Irina, de 26 anos,

depressa se tornou uma

das modelos mais requisitadas

e bem pagas do mundo.

Apesar dos contratos milionários,

a manequim russa, que foi escolhida

para apresentar o programa

“Russia’s Next Top Model”,

não esquece as suas origens humildes

e faz questão de arranjar

tempo para visitar a família e proporcionar-lhe

o género de coisas

que só o dinheiro pode comprar.

Presentes de luxo e viagens

com a mãe, Olga, e a irmã mais

velha, Tatiana, são alguns dos

mimos que gosta de oferecer.

Recentemente, Irina partilhou no

Facebook fotografi as ao lado da

mãe, durante um open tour por

Paris. Aliás, apesar de ser raro

falar sobre a sua vida privada,

Irina não se inibe de partilhar

alguns momentos com os milhares

de fãs que tem nas redes socias.

Para além do trabalho e da

família, a modelo tem desempenhado

um papel importante


na vida do internacional português,

com quem namora desde

maio de 2010. Especula-se se

será ela a levar Ronaldo ao altar.

A julgar pela troca de olhares e

gestos cúmplices entre ambos

durante a cerimónia de entrega

do prémio de Melhor Jogador

da Europa, Irina provou que está

para fi car. ■

texto Nair Coelho (ncoelho@lux.iol.pt)

fotos D.R.

Em cima, uma imagem da nova campanha

protagonizada por Irina Shayk. Ao lado,

a modelo com a mãe, Olga, em Paris, com a avó,

Galina, na Rússia, e com a irmã mais velha, Tatiana

Irina Shayk partilhou no Facebook

fotos com a mãe, a avó e a irmã;

tem quase 500 mil fãs na rede


antena lux

Harry de

Inglaterra

TALIBÃS QUEREM RAPTAR

E MATAR O PRÍNCIPE

O ataque a Camp Bastion,

no Afeganistão, a base onde

Harry faz serviço militar, resultou

na morte de dois militares

norte-americanos. Os talibãs

reivindicaram o atentado,

alegando que o ataque foi

um ato de vingança pelo fi lme

“Innocence of Muslims”. Segundo

a imprensa inglesa, porém,

o príncipe seria o alvo dos

talibãs, cujo porta-voz, Zabihullah

Mujahid, afi rmou: “Estamos a

empregar as nossas forças para

nos livrarmos dele, matando-o

ou sequestrando-o.” Na noite

do ataque, Harry foi levado para

um local seguro. Neste momento,

o seu paradeiro é desconhecido.

Arquivo Lux

Renato Seabra

Maria Teresa Horta

RECUSA RECEBER PRÉMIO

DAS MÃOS DE PASSOS COELHO

Distinguida com o Prémio Dom Dinis

pelo romance “As Luzes de Leonor”,

Maria Teresa Horta fez saber que

recusa receber o galardão das mãos

de Pedro Passos Coelho, conforme

previsto. “Não poderia, com coerência,

fi car bem comigo mesma, ao receber

esse prémio das mãos de uma

pessoa que está empenhada em

destruir o nosso país”, disse à Lusa a

escritora, que foi uma das nomeadas na

categoria de Literatura na última edição

das Personalidades Femininas Lux.

CONFISSÃO VÁLIDA

Ao contrário do que a defesa

de Renato Seabra pretendia, o juiz

Michael Obus considerou que

a confi ssão do homicídio de Carlos

Castro feita pelo ex-manequim é

válida. Mas o julgamento foi agora

entregue a um novo juiz, Daniel

Fitzgerald, e aguarda o arranque da

seleção de jurados. Renato conta com

Lux

o apoio da mãe, Odília Pereirinha,

que está de férias em Nova Iorque. Arquivo

Reuters

Katie Holmes

Governo

Sombra

AGORA TAMBÉM

NA TVI24

A partir de 22 de setembro,

o “Governo Sombra” vai

animar os serões da TVI24,

ao mesmo tempo que

continua a ser emitido na TSF.

Os “ministros” João Miguel

Tavares, Pedro Mexia, Carlos

Vaz Marques e Ricardo Araújo

Pereira analisarão o estado

do país e do mundo através

do seu olhar peculiar.

“É o mesmo programa,

o dobro da produtividade

pelo mesmo trabalho. Haja

alguém que dê o exemplo!”,

disse Araújo Pereira na

apresentação do programa.

ESTREIA-SE COMO ESTILISTA

NA SEMANA DA MODA DE NOVA IORQUE

Pela primeira vez, a atriz apresentou a sua coleção

Holmes & Yang numa passerelle. O desfi le aconteceu

no Lincoln Center, durante a semana da moda

de Nova Iorque, e Katie mostrou estar à altura

do evento. A sua coleção foi muito aplaudida

e os números mostram que a sua linha de roupa,

que existe há três anos em parceria com a criadora

Jeanne Yang, está a vender muito melhor desde

que se divorciou de Tom Cruise. O modelo mais

procurado de todos é o vestido azul com que Kate

surgiu pela primeira vez em Nova Iorque após

o anúncio da separação.

Getty Images


Lucho González

INFORMADO DA MORTE DO PAI

A POUCAS HORAS DE ENTRAR EM CAMPO

O capitão do FC Porto tomou conhecimento

da morte do pai, doente há algum tempo

na Argentina, poucas horas antes do jogo frente

ao Dínamo de Zagreb. Apesar do momento de dor,

Lucho González pediu para jogar e marcou

na vitória dos dragões na fase de grupos da

Champions. O golo foi dedicado ao pai, com Lucho

no relvado a erguer os dedos indicadores ao céu.

Reuters

Artur Lourenço

Robert

Pattinson

PERDOA

KRISTEN

STEWART

Segundo o jornal

The Sun, que

garante ter um

exclusivo que o

confi rma, o ator

terá perdoado

a ex-namorada.

Fonte próxima do

casal terá alegado

ao tabloide inglês que “eles perceberam que não

poderiam viver um sem o outro e ela sabe que cometeu

um erro estúpido”. Robert Pattinson estará, assim, decidido

a esquecer a traição de Kristen, de 22 anos, com o realizador

Rupert Sanders, de 41. O casal estará mesmo a partilhar

um pequeno apartamento em Los Angeles. Os fãs

de Robert e Kristen esperam agora vê-los fi nalmente

juntos na passadeira vermelha para a promoção

do fi nal da saga “Crepúsculo”.

Arquivo Lux

Rex Features

Robin

Williams e

Ayda Field

JÁ FORAM PAIS

Theodora Rose

nasceu no dia 18,

com 3,290 kg,

e é a primeira fi lha

do cantor e da atriz,

que já anunciaram

que vão passar

a chamar-lhe Teddy.

O cantor também

já fez saber que,

após o nascimento

da fi lha, deseja

mudar-se de Los

Angeles, onde vive

atualmente, para

Londres, porque

não quer que Teddy

“ande na escola

com idiotas; prefi ro

que ela tenha

a sensibilidade

dos ingleses”.

Williams e a mulher

conheceram-se em

2008 e casaram-se

numa cerimónia

íntima, na sua casa,

em 2010.


De luto pela morte da mãe, MARIA ELISA diz-se

magoada com a saída da RTP, onde era “incómoda”,

e aponta o dedo a falhas na política atual

“Este Governo devia ter ido mais

longe em relação aos ricos„

Nesta fase complicada, a jornalista apoia-se no

marido norte-americano, com quem casou em junho

Nos últimos meses,

Maria Elisa saiu da

RTP, casou-se com o

norte-americano Sanford

Hartman, perdeu

a mãe, que lutava contra um cancro

da mama, e lançou “Amar e

Cuidar”, um manual para cuidadores

e doentes oncológicos, que

escreveu durante a doença da

progenitora. Todos estes temas

marcaram a entrevista da jornalista,

de 62 anos, à Lux, interrompida

por momentos emotivos.

Lux – O livro fala muito da

relação que mantinha com a sua

mãe. Como era a vossa relação

na sua adolescência?

Maria Elisa – Tensa. Quer com a

minha mãe, quer com o meu pai.

Ainda não tinha havido 25 de

abril, e as meninas não podiam

fazer nada. Então, passávamos a

vida a brigar com os pais. Só jantei

fora umas duas vezes sem os

meus pais, até me casar, aos 19

anos. Era um ambiente muito austero,

mas afetivo, parecíamos uma

família italiana.

Lux – E quando transitou para a

idade adulta, ia resolvida?

M.E. – Não. Num ambiente destes,

só se resolve a parte racional,

não a emocional. Não tínhamos

relacionamento com rapazes.

Eu andei no Liceu Filipa de Lencastre,

onde, se fôssemos vistas

com um rapaz a menos de 500

metros da escola, tínhamos uma

falta de castigo. Ao fi m de três,

éramos expulsas.

Lux – Sentiu o choque depois?

M.E. – Senti. Casei-me aos 19

anos, e foi certamente por falta

de preparação que me divorciei

oito anos depois.

Lux – Casou-se apaixonada?

M.E. – Ah, sim! Apaixonada e com

um homem que ainda admiro

imenso. Só tive o meu fi lho quatro

anos depois, e com a certeza

de que, acontecesse o que acontecesse,

ele seria um bom pai.

Lux – Voltando à relação com

a sua mãe, recorria a ela se

precisava de um conselho?

M.E. – Não. Não podíamos ser

abertos com os pais. A aproximação

com a minha mãe só passou

a ser total quando ela enviuvou,

há 19 anos.

Lux – Apesar dessa ligação,

diz no livro que, até ela descobrir

que tinha cancro, não dizia

“gosto de ti”.

M.E. – Dávamos imensos beijinhos,

mas nunca disse “gosto

de ti”. Creio que nunca o disse

ao meu pai [emociona-se].

Lux – E resolveu isso depois?

M.E. – Resolvi, porque as coisas

mudaram. A minha mãe tornou-

-se muito dependente de mim,

muito frágil. Ela era um ser doce,

e tornou-se ainda mais doce [tenta

controlar as lágrimas].

Lux – Mesmo sabendo que a

morte seria o desfecho provável,

foi um choque?

M.E. – Para mim, ainda não foi

choque. Ainda nem comecei a

fazer o luto [emociona-se]. Fugi

logo! A seguir ao funeral, fui para

os EUA com o meu marido. Fugi

de casa. Não queria estar no sítio

onde tínhamos estado as

duas. Para mim, ainda não é real.

Acordava todos os dias nos EUA

a pensar se já seria tarde para

ligar à minha mãe.

Lux – Este livro foi uma forma de

afogar a dor?

M.E. – De a canalizar. Foi uma

forma de me sentir útil. Grande

parte da minha vida trabalhei

em jornalismo, numa coisa que

se chama “serviço público”. E

é engraçado, porque a minha

editora gostava que eu escrevesse

fi cção e eu não me sinto

de todo capaz. Espero mudar,

um dia, até porque acho que a

minha história com o meu marido

daria um livro engraçado.

Lux – Como é essa história?

M.E. – É difícil uma pessoa que

vive em Lisboa casar com outra

que vive em São Francisco. Nem

a decisão de casar foi fácil, mas

a nossa história teve algumas

peripécias.

Lux – Pode partilhar algumas?

M.E. – Dizemos que vivemos

coisas que pareciam trechos de

sit com. Ele tem muita coisa dos

estereótipos dos judeus norte-

-americanos. Embora aqui também

haja uma partilha de valores,

somos de culturas muito diferentes.

Para mim, esta relação não

teria sido possível aos 30 anos.

Nem para ele. Tem de se ter uma

grande maturidade para gerir as

coisas a esta distância.

Lux – Foi essa maturidade que

a levou a sair da RTP? Foi uma

saída dolorosa?

M.E. – Muito. Tenho coisas para lá

ir buscar e ainda não consegui.


“PSD e PS

protegem-se

[em crimes

de colarinho

branco]„

Sobre os cortes

na saúde, considera

que “não se pode

cortar na oncologia”.

“Mas há centros de

saúde dimensionados

à altura dos egos

dos presidentes

de câmara, que são

completamente

despesistas”


Lux – Mas a decisão foi sua...

M.E. – A decisão foi minha, mas

estava sem trabalho e isso é a

coisa que menos tolero, mesmo

que me paguem. Não consigo.

Sinto-me inútil.

Lux – Está muito magoada, pelo

que se percebe.

M.E. – Estou. Aceitava que me dissessem:

“Faz mal o seu trabalho.”

Porém, até ao dia em que saí,

todos me diziam que era ótima

jornalista. Passa-se algo de muito

grave na RTP, porque desperdiça

os seus recursos humanos.

Lux – E mantém a sua posição de

2002, em que defendia que devia

haver só um canal público?

M.E. – É completamente evidente

que não há dinheiro para dois,

mas a ideia de concessionar um

canal, possivelmente a um grupo

estrangeiro, é desastrosa. Para

mim, é o fi m de tudo.

Lux – Nunca foi consultada? Afi -

nal, quando integrava o PSD por

Castelo Branco como independente,

interveio muitas vezes.

M.E. – Eu? [Gargalhada]. Nessa altura,

fui muito consultada, e bastantes

dissabores tive com colegas

da RTP, que não viam bem a

coisa. Aliás, uma das razões por

que saí da RTP foi porque estava

a perder o acesso a tudo o que

era formação. E transformação.

Deixei de ser convidada.

Lux – Porquê? Por ser uma voz

incómoda?

M.E. – Talvez. Há coisas que

ainda não acho oportuno dizer,

mas tenho provas disso. Não

só estava a diminuir-me como

pessoa, mas como jornalista.

Portanto, não podia lá estar.

Lux – Muitos dizem que estas

medidas são populistas.

M.E. – Claro que são! Mas isso é

tudo de propósito. A ideia é dizer

sempre que a RTP é despesista,

que as pessoas na RTP ganham

muito, que custa muitos milhões

aos portugueses. Fazer televisão

ou cinema é caro. Ponto fi nal.

É uma indústria muito própria.

Lux – Não há despesismo?

M.E. – Eu acho que há muitos anos

se vinha a cortar, a cortar. Se havia

despesismo, não sei muito bem

onde. Alguns dos meus colegas

são verdadeiros heróis, porque

fazem omoletas sem ovos. Mas

há, por exemplo, um problema

sério para resolver na RTP, que é

a dimensão do que se chamava

“centro de produção do Porto”.

Das duas uma: ou se aumenta a

produção do Porto, ou tem de

se reduzir os efetivos. Mas isso

é um problema com grandes

custos políticos, porque o centro

de produção do Porto foi sempre

um fator de afi rmação da

própria cidade.

Lux – Os ordenados na informação

e no entretenimento são

muito criticados. São justos?

M.E. – Suponhamos que se fala

no ordenado do José Rodrigues

dos Santos.

Lux – Diz-se que é na ordem dos

13 mil euros.

M.E. – É muito provável que, se

a RTP não quiser pagar-lhe isso,

“A decisão

de sair da RTP

foi minha.

Estar sem

trabalho

é a coisa que

menos tolero,

mesmo que

me paguem„

“Tenho

vergonha

dos ricos

de Portugal„

Maria Elisa terá recebido

150 mil euros, quando

saiu da RTP. “Não falo

de valores, mas recebi

a indemnização atribuída

de forma igual para todos”

ele arranje trabalho noutro canal.

O que é mais importante para a

RTP? O que dá mais audiência

e, logo, mais publicidade, é ter

o JRS ou não ter? É ter. E é assim

que as coisas têm de ser vistas. Há

outras fi guras no entretenimento

que não são uma mais-valia para

a RTP e ganham mais.

Lux – Quem, por exemplo?

M.E. – Não quero dizer.

Lux – Gostava de perguntar-

-lhe sobre a polémica à volta da

posição de Mário Crespo.

M.E. – Não dei por nada. Até costumo

ver o telejornal dele, mas

não estive cá nos últimos dias.

Lux – Passo a citar como ele

encerrou durante dias o “Jornal

das 9”, na SIC Notícias: “Passou

mais um dia e a RTP custou mais

um milhão de euros!” [Maria Elisa

leva a mão à cabeça]

M.E. – Não me faça comentar isso,

pelo amor de Deus. Isso é tão

triste. Isso é tão triste! É demasiado

redutor e pouco esclarecedor.

Tenho pena que o Mário Crespo,


que admiro profi ssionalmente

e com quem trabalhei, esteja a

fazer isso.

Lux – Entretanto, sabe o que vai

fazer a seguir?

M.E. – Não faço a menor ideia

[sorrisos]. Só sei que vou continuar

a escrever. E já tenho dois

livros pensados. Um deles tão

difícil como este, o outro mais

leve. Mais não digo.

Lux – Este contexto sócio-económico

não é de todo favorável

para recomeçar.

M.E. – Não, e não estou à espera

de algo que me dê um ordenado

extraordinário. Só estou à espera

de me sentir útil.

Lux – Além dos cortes que

viveu na RTP, já sentiu esta crise

na sua vida?

M.E. – Claro. Desperdicei algumas

ofertas que tive, até milionárias,

porque achava que não

eram éticas. Por exemplo, para

fazer publicidade. Não enriqueci

de todo. Portanto, senti muito.

Depois, uma pessoa que decide

cuidar de uma familiar doente em

sua casa gasta muito dinheiro.

Empobrece-se muito, mas não

me arrependo disso.

Lux – Teve de fazer ajustes?

M.E. – Tive e tenho. Fui apanhada,

por um mês, pela alteração

das reformas antecipadas. Pensei

que ia para a reforma antecipada

[e deixei de poder ir]. Atenção,

na esmagadora maioria das

matérias, não sou contra a política

deste Governo, porque não

vejo outra, e ainda não encontrei

alguém que conseguisse explicar

como era a alternativa.

Porém, em relação à comunicação

social, o Governo é um

desastre total, assim como é um

desastre em relação à comunicação

em geral, não sabe fazê-la.

O que é lamentável.

Lux – Voltando às medidas deste

Governo, acha que afetam todas

as classes?

M.E. – Só a classe média. Este

Governo devia ter ido muito mais

longe em relação aos mais ricos.

Vemos os ricos na América a

pedirem para pagar mais impostos

e aqui não vemos coisa

nenhuma. Pelo contrário. Isso faz-

-me ter vergonha dos ricos de

Portugal. Gostava que se portassem

melhor. O que não quer dizer

que não sejam grandes empresários,

que desenvolvem muito

o país. Não tenho nada contra os

ricos, mas que deem um contributo

maior ao país!

Lux – Um dos problemas será

também o dos crimes de colarinho

branco.

M.E. – Sei pouco disso, mas sei

que muitas pessoas e grupos se

servem de esquemas para que

as suas fortunas se tornem intaxáveis.

Por exemplo, a principal

incompatibilidade do Parlamento

eram os grandes advogados

que lá estavam e que eram advogados

de empresas e instituições

cujos interesses defendiam ao votar

no Parlamento, porque não

declaravam os sítios todos para

onde trabalhavam. Isso era assim e

continua assim. São crimes de colarinho

branco e não são sufi cientemente

investigados porque o PSD

e o PS protegem-se nisso.

Lux – A sua passagem pela política

foi turbulenta?

M.E. – Eu e alguns colegas fomos

convidados para injetar no Parlamento

pessoas do mundo do

trabalho, com experiência real,

que não tivessem vindo das

juventudes partidárias, sem conhecerem

o mundo. Saí porque

não aguentava mais. Enchia

jornais todos os dias. Senti-me alvo

de perseguição, e o PSD não ajudou.

Tornei-me incómoda para o

próprio partido que me convidara,

que não me soube defender. ■

texto Vanessa Barros Cruz (redaccaolux@lux.iol.pt)

fotos Artur Lourenço

agradecimentos Altis Belém Hotel & Spa

O marido de Maria Elisa vive em São Francisco,

mas quer gozar a reforma na Europa

“Ainda nem comecei a fazer

o luto. Logo a seguir ao funeral

da minha mãe, fugi para os EUA„


“ Esta sempre foi a maneira

de a minha mãe

enfrentar a vida. Quando

tem algum problema, sempre

a vi estudar a fundo aquilo

que está perante ela. Digerir, sintetizar

e ultrapassar os problemas.

Foi isso que ela fez.” Gil

Ferreira acompanhou de perto

o trabalho de Maria Elisa, que

escreveu a obra “Amar e Cuidar”

enquanto a sua mãe lutava

contra um cancro na mama.

A partir da sua experiência

enquanto cuidadora, a jornalista

estudou a doença e partilhou

a sua pesquisa num

livro que espera poder ajudar

“doentes e cuidadores”. Por

isso, o seu fi lho afi rmou: “Sinto-

-me profundamente orgulhoso

da minha mãe.” Este elogio foi

partilhado durante o lançamento

do livro, que teve lugar no

passado dia 18, no El Corte

Inglés, em Lisboa, no qual Maria

Elisa contou ainda com o apoio

do irmão, Francisco Contente

Domingues. “Ela foi o pilar da

mãe. Eu tentei ajudar, mas obviamente

que o mérito é dela.

É uma irmã fantástica”, considerou

o professor universitário.

Maria Elisa retribuiu as palavras

dos familiares, que estiveram

sempre ao seu lado, incluindo

o marido, Sanford Hartman:

“Partilhamos os mesmos

valores familiares. Ele percebeu

tudo, acompanhou tudo.”

Mesmo na elaboração da obra:

“Às vezes, o desânimo... as emo-

Com o marido

nos EUA, MARIA

ELISA DOMINGUES

lança novo livro

rodeada do fi lho,

GIL, da neta,

AMÉLIA, e do

irmão, FRANCISCO

“Sinto-me

profundamente

orgulhoso

da minha mãe„

Gil Ferreira

Em “Amar e Cuidar”,

a jornalista aborda

o tema do cancro,

doença que

acabou por lhe

roubar a mãe,

Maria Elisete

À esquerda, Maria Elisa com o

fi lho, Gil, a neta, Amélia, e o irmão,

Francisco Contente Domingues

ções... Foi um livro muito doloroso

de escrever, porque trata de um

tema muito delicado”, explicou.

O cancro marcou os últimos dois

anos de vida da mãe da jornalista

e escritora, Maria Elisete,

que morreu no passado dia 30

de julho. “Quando entreguei à

editora o livro para impressão,

a minha mãe ainda estava viva.

Pensei que ela iria resistir, como

resistiu a tantos outros ataques”,

concluiu. ■

foto Tiago Frazão


JOANA SOLNADO e NUNO QUEIROZ

RIBEIRO foram pais de uma menina que

nasceu no dia 16 de setembro, às 10h32

“É o momento mais feliz

da minha vida! Estou

apaixonada pela Flor„ Joana

Joana Solnado, de 27 anos, vive uma relação discreta

com Nuno Queiroz Ribeiro, de 34, há ano e meio. Alexandra Solnado,

mãe da atriz, está babada e diz que a neta “é linda de morrer”

Joana Solnado foi mãe no dia 16 de

setembro. Só no momento do parto

é que a atriz soube que era uma

menina, uma vez que quer ela quer o

namorado, o chef Nuno Queiroz Ribeiro,

quiseram manter o mistério sobre o

sexo do bebé até ao fi nal da gravidez.

Flor nasceu às 10h32 no Hospital Cuf

Descobertas, em Lisboa. “É o momento

mais feliz da minha vida! Estou apaixonada

pela Flor”, revelou Joana Solnado,

que, entretanto, já regressou a casa

com a bebé. A mãe da atriz, Alexandra

Solnado, que foi avó pela primeira

vez, não conseguiu esconder a emoção.

“Eu tinha uma curiosidade gigante de

saber quem era aquele ser que aí vinha.

Enquanto ela ia para o hospital, tive

uma sensação incrível de explosão do

coração. Nunca tinha sentido uma coisa

assim na vida. Com os fi lhos é diferente,

porque eles estão dentro de nós.

Esta coisa de ser avó é genial, porque

não dói nada. A minha neta é linda de

morrer e tem uma energia muito suave.

Foi giro pegar nela e começar a ver

as parecenças. É uma mistura dos dois,

mas ainda é cedo para perceber”, confi

denciou. Nuno, de 34 anos, e a atriz,

de 27, mantêm um namoro discreto há

cerca de um ano e meio. ■

fotos Arquivo Lux


Luísa Beirão foi a primeira

a chegar ao Tribunal dos

Juízos Criminais do Porto,

no dia 14, onde estava previsto

decorrer a primeira audiência do

processo de violência doméstica,

da qual a manequim alega ter

sido vítima por parte de Miguel

Pedrosa. De semblante carregado,

a manequim chegou na

companhia da advogada. Poucos

minutos depois, chegou o ex-futebolista.

Os dois cruzaram-se na

sala de testemunhas, mas não se

LUÍSA BEIRÃO

e MIGUEL

PEDROSA

chegam a acordo

Ex-casal reencontra-se

em tribunal e processo

de violência doméstica

fi ca resolvido

numa única audiência

Em cima, Luísa Beirão e Miguel Pedrosa à chegada ao Tribunal dos Juízos Criminais do Porto, no dia 14. Ao centro,

a manequim, dois dias depois, na fi nal do concurso Elite Model Look, em Lisboa, onde se mostrou muito sorridente

falaram. Porém, antes do início

da audiência, os advogados de

ambos reuniram-se e chegaram a

acordo, perante a juíza, que decretou

uma sentença imediata,

cujo teor não foi ainda revelado.

No tribunal, estavam presentes

várias testemunhas de ambas as

partes, incluindo familiares da

manequim e do agora treinador

da equipa de futebol sub-

21 do Sporting, e amigos, como

a antiga manequim Ana Isabel.

No entanto, ninguém quis pres-

tar declarações aos jornalistas,

nem mesmo os advogados do

casal.

Recorde-se que a queixa foi apresentada

pela manequim quando

esta era ainda casada com

Pedrosa. Uns meses mais tarde,

em março de 2011, os dois

assinaram o divórcio, tendo

Luísa Beirão obtido a guarda

dos dois fi lhos, Isabel, de 4 anos,

e Frederico, de 2. Dois dias

depois do acordo celebrado

no Porto, a manequim marcou

presença na fi nal do concurso

Elite Model Look, que decorreu

no Hotel Palácio Estoril, onde se

mostrou bem-disposta e sorridente,

provando que o capítulo

Pedrosa está encerrado. Aliás,

os dois refi zeram as suas vidas:

a manequim namora há cerca

de um ano com Filipe Gomes

e o treinador de futebol assumiu,

recentemente, a sua relação

com Carina Vaz, apresentadora

da TVI. ■

fotos Cristina Pinto e Pinto e Salvador Esteves


Divulgação

de imagens

das férias

românticas

deixam

o príncipe

WILLIAM

furioso

Fotos

de KATE

MIDDLETON

em topless

provocam

polémica

A

família real inglesa está a braços

com uma nova polémica.

Tudo por culpa de um inesperado

topless de Kate Middle

ton durante umas românticas

férias no sul de França, na primeira

semana de setembro. Os duques de Cambridge

julgavam estar a salvo de todos

os olhares indiscretos, uma vez que fi caram

hospedados na mansão do visconde

Em cima, a capa da revista italiana Chi,

a qual, alguns dias depois da divulgação

das primeiras imagens pela revista Closer

(em baixo), saiu para as bancas com uma

edição especial de 26 páginas com o título

“Escândalo na Corte. A Rainha Vai Nua”

David Linley, sobrinho da rainha Isabel II,

e esqueceram-se, por momentos, que

são um dos casais mais mediáticos do

mundo. Enquanto apanhava banhos

de sol na piscina, Kate Middleton fez

topless para evitar as inestéticas marcas do

biquíni. Estavam longe de imaginar que,

a 800 metros de distância, com uma lente

de longo alcance, um paparazzo captava

centenas de fotografi as do momento.


O tribunal

francês deu

razão à queixa

da Casa Real

Apesar

do escândalo,

os duques

não alteraram

a agenda

planeada

Depois de conhecerem

a decisão do tribunal francês,

Kate e William divertiram-se

dançando com uma espécie

de saia havaiana,

num tradicional ritual

de boas-vindas em Tuvalu


As imagens foram capa da revista Closer

e incendiaram imediatamente a polémica.

Furiosos, Kate e William, que estavam

em viagem pelo sueste asiático, pediram

aos advogados para apresentarem uma

queixa-crime no tribunal de Nanterre, em

Paris. A decisão foi célere e o juiz deu razão

aos duques, proibindo a revista de reeditar,

ceder ou difundir as fotografi as de Kate,

e obrigou a publicação a devolver as imagens

originais ao casal. A Closer incorre

numa multa de 10 mil euros por cada dia de

incumprimento. Para além da queixa civil,

a Casa Real apresentou também uma

queixa penal por atentado à intimidade.

A justiça francesa está a fazer uma

investigação preliminar que visa apurar

os “danos e prejuízos” que a divulgação

das fotografi as trouxe ao casal, mas

nem isto demove o interesse dos media:

já depois de conhecida esta decisão,

a revista dinamarquesa Se Og Hoer e a

sueca Se Och Hor publicaram as controversas

imagens. ■

texto Natália Ribeiro (nribeiro@lux.iol.pt)

fotos Atlântico Press, Getty Images e Reuters

As fotografi as de Kate em topless

foram publicadas por um jornal

irlandês e por duas revistas da

Mondadori, de Silvio Berlusconi

A possível gravidez

de Kate continua

a ser falada, por

culpa dos vestidos


Em cima, William e Kate durante a visita às ilhas Salomão.

À direita, a duquesa à chegada a uma receção em Kuala Lumpur

A revista Closer foi proibida de reeditar,

ceder ou divulgar as imagens,

e obrigada a devolver as fotos originais


panorama

Os fatos de banho da discórdia

Desde o padrão dos biquínis e fatos de banho às poses em que as

crianças foram fotografadas, tudo é motivo de discórdia e de vergonha

para alguns pais e diretores de centros de proteção da criança e da

família, que vieram acusar Liz Hurley, responsável pela coleção, de

sexualizar as crianças. “As peças são muito adultas, o que contribui para

a sexualização das meninas, especialmente nas poses retratadas”, disse

o diretor do centro de proteção infantil Kidscape. Um porta-voz da atriz

refutou estas afi rmações, revelando que a coleção se vende muito bem,

em diferentes países, e que as crianças e os pais adoram as peças.

D.R.

Tiago Frazão e D.R.

Portugal sai à rua

e mostra a sua indignação

Sem cor política como pano de fundo, a indignação

saiu à rua e mostrou que os portugueses atingiram

o limite. A união fez a força no passado dia 15, e isso

fi cou provado nas ruas cheias de gente que gritavam

até não poder mais, porque o futuro é negro.

Estudantes, reformados, trabalhadores por conta própria

e por conta de outrém, desempregados, crianças...

Segundo a organização, foram 500 mil pessoas

em Lisboa e 100 mil no Porto, sem contar com

as várias manifestações nas restantes cidades.


D.R.

Hora de ponta aérea

Tornado

de fogo

Nada fazia prever o que

o realizador Chris Tangey

estava prestes a viver,

durante a sua visita

à Austrália. Num dia

perfeitamente normal, sem

vento, surgiu um tornado

de fogo, um dos fenómenos

mais raros da Natureza, mas

também dos mais perigosos

e destrutivos. Normalmente,

estes acontecimentos

duram pouco mais de dois

minutos. Porém, neste

caso concreto, o fenómeno

prolongou-se durante 40

minutos, destruindo tudo

por onde passava. “Eu

estava a uns 300 metros de

distância e não havia vento.

O som do tornado parecia

o de um jato militar.

O meu queixo caiu

quando vi aquilo”, afi rmou

Tangey, que perpetuou

em vídeo aquilo que viu.

A qualquer momento do dia, estima-se que cinco mil

aviões comerciais sobrevoem os céus dos Estados Unidos.

Neste momento, já pode ver isso mesmo, em tempo real,

no Flightradar24. Através deste mapa, pode localizar qualquer

avião em todo o mundo, seja comercial, privado ou militar.

O site é atualizado em alguns segundos e dá a possibilidade

de marcar a rota de um avião específi co, o aeroporto de onde

partiu e aquele onde é suposto aterrar. É possível, ainda,

ver a altitude a que vai e a sua velocidade. A informação

pode ser agrupada por aeroportos: é possível ver que voos

saem de um aeroporto específi co e que aviões vão aterrar

nas próximas duas horas. Existe, também, uma aplicação

para iPhone: se um avião passar por si, basta apontar a câmara

na sua direção e fi ca a saber todas as informações sobre ele.

D.R.

DESTAQUES TV

“GLEE”

TVI, sábado,

22, 09h15

A segunda

temporada

de “Glee”

chega ao

fi m. Depois de muitos episódios

a tentarem chegar

aos Nacionais, os New Directions

conhecem agora o seu

destino, numa competição

renhida com outras escolas.

Alguns romances vão começar,

outros acabarão, num episódio

muito especial e com

muitos temas conhecidos.

“MONSTROS

E COMPANHIA”

Disney Chanel, sábado, 22,

21h

Sulley e o seu divertido assistente

Mike são dois monstros

que trabalham na Monstros e

Cia., a maior fábrica de sustos

de Monstropolis, onde a principal

fonte de energia provém

dos gritos das crianças

assustadas pelos monstros.

Além disso, existe a crença

de que as crianças são

perigosas e tóxicas. Assim,

quando Boo, uma pequena

menina, segue Sulley para

o seu mundo, este vê a sua

carreira e a sua própria vida

postas em perigo...

“HERMAN 2012”

RTP1, sábado, 22, 23h30

Herman José é o anfi trião

deste talk show, que tem

também muitos momentos

de humor. Neste programa,

o humorista homenageia a

música dos anos 80/90. Um

espetáculo essencialmente

musical, no qual cada convidado

cantará um tema. Com

Herman José, estarão em

estúdio Dora, António

Manuel Ribeiro e Ana.

“QUEM FALA ASSIM”

RTP2, domingo, 23,19h

A RTP2 estreia um novo concurso

vocacionado para os

mais jovens, em 13 edições

de 25 minutos, e produzido

em parceria pela RTP2, pela

Assembleia da República e

pela ARTV. No programa,

alunos do 10º ano de escolaridade

vão defender, em

versão “prós e contras”, um

ponto de um artigo da Constituição

da República Portuguesa.

O programa será

conduzido pela atriz Teresa

Tavares e terá como painel

de jurados Narana Coissoró,

Maria João Guardão e

Joana Poiares.

“TOCA A MEXER”

SIC, domingo, 23, 21h45

O novo programa de entretenimento

da SIC, apresentado

por Bárbara Guimarães, propõe

perder peso através da

dança. Os concorrentes, submetidos

a várias provas, terão

acompanhamento de especialistas

e terão de aprender

coreografi as para defender

em frente do júri, composto

por Diana Chaves, Miguel

Abreu e Paulo Futre.

“EMMYS”

AXN, segunda-feira, 24, 01h

Os nomeados foram conhecidos

em julho. Agora,

o Nokia Theatre veste-se de

gala, para dar a conhecer, em

direto, os vencedores dos

prémios mais aguardados

da televisão. O apresentador

e humorista Jimmy Kimmel

conduz o evento, que é também

um desfi le de estrelas

e glamour.


Home Nacional Internacional Moda e Beleza Destinos Culinária Decoração Casamentos Criança Saúde Signos

TOP 5 as mais votadas da semana

1

2

3

4

5

ROSTOS DA FICÇÃO

NACIONAL VINDIMAM

NA QUINTA DO GRADIL

Veja todas as fotos em Lux.pt!

MARIA TERESA

HORTA RECUSA

RECEBER PRÉMIO

DAS MÃOS

DE PASSOS COELHO

Autora não aceita

prémio Dom Dinis.

ANNIE LENNOX

CASA-SE PELA

TERCEIRA VEZ

Aos 57 anos,

a antiga vocalista

dos Eurythmics

redescobre o amor.

LINDSAY LOHAN

PRESA NOVAMENTE

A atriz foi detida

depois de atropelar

um homem em Nova

Iorque e abandonar

o local do acidente.

ONG PAGA

PLÁSTICA

A CRIANÇA VÍTIMA

DE BULLYING

Medida para acabar

com sofrimento

envolta em debate.

SÓSIA

DE CRISTIANO

RONALDO

FAZ FUROR

EM ESPANHA

Diego tem 19 anos

e quer ser modelo.

OS VÍDEOS MAIS VISTOS EM LUX.PT

Uma jovem brasileira leiloa a virgindade na internet com

um vídeo apelativo. Gianecchini, recuperado, faz campanha

contra o linfoma. Os trinta anos sobre a morte de Grace Kelly.

Irina Shayk em nova campanha sensual. Conheça ainda

a mascote do Mundial de Futebol 2014 e veja as incríveis

imagens das manifestações do dia 15 de setembro contra

as novas medidas de austeridade impostas aos portugueses.

SEMANA DA MODA

DE LONDRES

Veja os desfi les

de Vivienne Westwood,

Burberry Prorsum,

Mulberry e Moschino...


BEATRIZ BATARDA emociona-se ao recordar o marido,

o músico Bernardo Sassetti, em noite de homenagem

“A Maria, a Leonor e eu vamos poder

aprender a estar com o Bernardo

de uma outra maneira„

Em cima, Francisco Sassetti com Mário Laginha e Carlos Martins, e Marta Hugon com Beatriz Batarda. Em baixo, Catarina

Vaz Pinto com Maria de Lourdes Paes, mãe do compositor, e Beatriz Batarda, e Paula Varela Cid com Ricardo Zúquete


Partiu em maio deste

ano, e ainda hoje a

família e os amigos têm

difi culdade em aceitar

que Bernardo Sassetti,

um dos grandes nomes da música

portuguesa, já não está entre

nós. Num concerto emocionado,

no qual foram lembradas as suas

músicas e composições, o Teatro

São Luiz fechou o ciclo de homenagem

que dedicou ao artista,

durante três dias. “Depois destes

dias de música convosco, a Maria,

a Leonor e eu vamos poder

aprender a estar com o Bernardo

de uma outra maneira”, disse,

comovida, a viúva, a atriz Beatriz

Batarda, referindo-se às fi lhas, ao

receber a Medalha de Mérito Grau

Ouro que a Câmara Municipal de

Lisboa decidiu, por unanimidade,

entregar-lhe em honra de Bernardo

Sassetti. Músicos como Mário

Laginha e Rui Veloso subiram ao

palco para recordar a grandeza

do trabalho do compositor, desaparecido

aos 41 anos. “Custa-

-me acreditar que ele não esteja

cá. Pela alegria, pela simplicidade,

por ser uma pessoa que tinha

ausência total de mesquinhez”,

disse Sofi a Sá da Bandeira, prima

do homenageado. ■

texto Vanessa Bento (vcbento@lux.iol.pt)

fotos Tiago Frazão e José Frade

“Fazemos-lhe esta homenagem

com a maior dedicação„ Catarina Vaz Pinto

Em cima, Nuno Lopes e Bruno Nogueira, Maria Lucena

e Sofi a Sá da Bandeira com Maria do Carmo Sassetti.

Em baixo, Beatriz Batarda com António Costa


Juntos

pela primeira

vez em

palco,

JOAQUIM

MONCHIQUE e

MARIA RUEFF

estreiam

“Lar Doce Lar”

“Somos

amigos

e é muito

bom

trabalhar

com ele„

Maria Rueff

Em cima, Maria Rueff e Joaquim Monchique em palco, e Kátia Guerreiro com Jorge

Faustino. Em baixo, Manuel Marques com Ana Martins, e José Carlos Piano com Ana Bola


Lar Doce Lar” reúne em

palco, pela primeira

vez, os atores e amigos

Joaquim Monchique

e Maria Rueff.

Por isso, a expectativa era alta

e ninguém quis faltar à estreia

da peça, que esgotou o Auditório

dos Oceanos, no Casino

Lisboa. “Tenho a certeza de

que me vou divertir imenso,

porque vou ver dois grandes

atores, dois grandes comediantes

e dois grandes amigos.

Aposto que vou dar umas

valentes gargalhadas à conta

da Rueff e do Monchique”,

assegurava Maria Vieira, minutos

antes do espectáculo.

Ao longo de duas horas,

os dois atores desdobraram-

-se em diferentes personagens

numa história que começa

com a disputa de

duas idosas pelo acesso a

um quarto particular na re-


Em cima, Andreia Vale e Rita

Ferro Rodrigues. Em baixo,

Herman José. À direita, em cima,

Júlia Pinheiro com o marido,

Rui Pêgo, a fi lha, Matilde,

e o namorado dela, Gonçalo

Cabral Moncada; ao lado,

Sofi a Moreno com Miguel Beleza,

e os atores Maria Rueff

e Joaquim Monchique

“Dedico esta estreia à minha avó, que morreu

no dia em que fazia 90 anos„ Joaquim Monchique


Em cima, Joaquim Monchique à conversa com José Eduardo Moniz

e Manuela Moura Guedes. Em baixo, Diogo Valsassina e Ana Guiomar e Tó Pereira

e Merche Romero. À direita, Catarina Feio com Kiko Esteves

“Gostei

bastante,

percebe-se

que eles se

conhecem

muito bem„

Manuela Moura Guedes

sidência Antúrios Dourados

para Seniores de Qualidade.

“Gostei bastante, percebe-

-se que eles se conhecem

bem, que se dão bem, que se

divertem e que trabalharam

muito este texto. É uma peça

sobre a amizade no fi nal de

vida, um tempo que, para

muitos, pode ser uma terrível

solidão. É bom chegar ao fi nal

da vida e ter com quem par-


tilhar esses momentos”, diz

Manuela Moura Guedes. Elogios

partilhados por Herman

José: “Eles são muito bons

e este não é um exercício

simples. Faz lembrar um concerto

de jazz: pegaram num

tema e vão por aí fora, usando

os seus recursos e a sua

prática e experiência, nem

sempre pelo caminho mais

fácil”. “Imagino a minha velhice

mais ao estilo da Beatriz Costa,

num hotel e talvez longe de

Portugal”, confessou ainda

o apresentador. No final,

Maria Rueff e Joa quim

Monchique receberam os

parabéns de dezenas de

amigos e não escondiam a

satisfação. ”É fundamental

sentir o apoio dos amigos, e os

nervos da estreia ainda são

imensos. Foi muito bom partilhar

o palco com o Joaquim.

Somos amigos, divertimo-nos

à grande e é muito bom trabalhar

com ele”, garante a

atriz. Joaquim Monchique

agradeceu a uma das pessoas

mais importantes da sua vida.

”Dedico esta estreia à minha

avó, que morreu no dia em que

fazia 90 anos. Foi graças a ela

que aprendi que a vida tinha

cor”, confi denciou. ■

texto Evelise Moutinho (emoutinho@lux.iol.pt)

fotos Tiago Frazão

“Ao contrário de muitos pseudo

comediantes, o trabalho deles

é mesmo muito bom!„ Ângelo Rebelo

Em cima, da esquerda para a direita, Isabel Angelino

e Ângelo Rebelo, Henrique Garcia e Margarida Veloso,

Paulo Vintém com a namorada, Catarina Lima,

e Paula Marcelo com Camilo de Oliveira. Em baixo,

Maria Rueff com Maria Vieira e Ana Brito e Cunha


7 dias

Gwyneth Paltrow

só deixa os filhos

verem televisão em

francês e em espanhol.

A atriz, de 39

anos, que é mãe de

Apple, de 8, e Moses,

de 6, fruto do casamento

com o vocalista

dos Coldplay, Chris Martin, sempre publicitou

ideias muito radicais quanto ao seu modo

de vida e ao da sua família. Agora, numa

entrevista a um canal de televisão, mostrou

também ter regras muito estritas quanto à

educação dos fi lhos e afi rmou que não os

deixa ver programas de TV na sua língua

nativa, o inglês. “Quando estou em França,

compro-lhes todos os desenhos animados

que encontrar em francês.”

Madjer está radiante

por poder fi nalmente

conhecer a fi lha, fruto

da relação com Marta

Cruz. Kyara nasceu

no dia 7 de setembro,

mas o jogador não

pode estar presente

por estar ao serviço

do Lokomotiv de Moscovo, no campeonato

de futebol de praia. Depois de ter conquistado

o título, Madjer prepara-se para voltar

para o Brasil e estar com a fi lha pela primeira

vez: “Infelizmente, não pude estar presente...

Embora não tenha sido dispensado pelo

clube para assistir ao nascimento da minha

princesa, já tenho passagem marcada para

o Brasil, para fi nalmente poder conhecê-la

ao vivo e poder passar uns dias com ela”,

fez saber Madjer em comunicado.

Julian Assange continua

a tentar provar

que está inocente

das duas acusações

de abuso sexual, enquanto

permanece na

embaixada do Equador,

em Londres, para

evitar ser extraditado

para a Suécia. Os seus advogados revelaram

agora que um dos preservativos apresentados

como prova não contém o seu

ADN, ao contrário do que aconteceu com

o que foi apresentado pela segunda alegada

vítima. Uma das mulheres, de 33 anos,

afi rma que o fundador do Wikileaks a violou

em duas ocasiões e que numa delas

rompeu deliberadamente o preservativo.

A outra acusa-o de a ter violado enquanto

dormia. Ambas guardaram os preservativos

para usar como prova contra Assange.

Brad Pitt assumiu

numa entrevista à BBC

que os cachets dos

atores também estão

a ser infl uenciados

pela crise: “Isso de pagar

sete milhões a um

ator por fi lme já não

funciona. Essa aritmética

acabou.” O ator, um dos poucos que se

atreveram a falar publicamente de dinheiro,

afi rmou que a recessão que se vive, também

nos EUA, levou a que os valores pagos aos

atores em Hollywood baixassem muito. Por

outro lado, afi rmou que esta crise acabou por

abrir portas a produções menos dispendiosas

e ao aparecimento de novos talentos muito

mais baratos: “Estamos a viver tempos interessantes,

porque, ao mesmo tempo, as portas

estão a abrir-se a novos cineastas.”

Heidi Klum admitiu

estar envolvida com

o seu guarda-costas,

Martin Kirsten.

“É algo que começou

há pouco tempo

e não sei bem como

vai evoluir”, admitiu

a modelo, numa

entrevista íntima no talk show de Katie Couric.

No entanto, nega que a relação tenha começado

quando ainda estava com o marido, Seal.

“Durante o meu casamento, nunca estive com

ninguém que não fosse o meu marido”, garantiu.

Recorde-se que Seal acusou, recentemente,

a ainda mulher de o ter traído com o guarda-

-costas que contratara há cerca de quatro anos.

Heidi e Seal estão em processo de divórcio

e mantêm uma relação cordial apenas para

preservar os fi lhos, Leni, de 8 anos, Herry,

de 6, Johan, de 5, e Lou, de 2.

Laura Pausini está

grávida de uma

menina. A cantora italiana

tem partilhado

a sua felicidade com

os fãs através da

sua página no Facebook,

e foi o que fez

mal soube o sexo do

bebé: “Paolo e eu estamos muito contentes

por anunciar que vamos ser pais de uma

menina. Queria que esta notícia chegasse

a todos por mim”, escreveu, pedindo que

se respeite a sua “intimidade”. Laura, de 38

anos, vai ser mãe pela primeira vez; o pai da

criança é o diretor musical e guitarrista Paolo

Carta. Por indicações médicas, a cantora cancelou

os seus espetáculos agendados para

os próximos meses, em diversos países.

Eva Longoria, de 37

anos, assumiu o seu

namoro com o jogador

de futebol norte-americano

Mark

Sanchez, de 25. Após

vários rumores de que

a atriz teria voltado a

apaixonar-se, foi a

própria que confi rmou a relação no programa

televisivo “Extra”. Dias depois, o casal

foi fotografado, de mão dada, à saída do

restaurante do hotel Ritz-Hilton, em Nova

Iorque. Eva Longoria foi casada com outro

jogador, Tony Parker. Depois do divórcio,

envolveu-se com Eduardo Cruz, irmão da

atriz Penélope Cruz.

Roger Moore confessou

que foi vítima de

violência doméstica,

em dois casamentos.

O ator, que no cinema

vestiu a pele do

destemido e lendário

James Bond, era,

afi nal, uma vítima, em

casa. Moore, de 84 anos, admitiu num programa

televisivo um segredo que guardava

há seis décadas e meia. O ator descreveu

o seu primeiro casamento, com Doorn van

Steyn, como um desastre: passavam o tempo

a discutir e a patinadora batia-lhe com

uma chaleira, “a sua arma preferida”. Após

o divórcio, Moore casou-se com Dorothy

Squires, mas a relação não foi mais pacífi -

ca. As discussões em público e em privado

eram sempre muito acesas. O ponto alto

foi quando a cantora descobriu que Moore

lhe tinha sido infi el e lhe partiu uma guitarra

na cabeça.

José Carlos Malato

sofre da doença de

Ménière. O apresentador,

de 48 anos,

descobriu que o problema

foi causado

pelos auriculares que

usa nas gravações de

“Decisão Final” e que

lhe fazem grande pressão nos tímpanos.

O apresentador atribui o seu estado também

ao stress, devido ao ritmo do trabalho.

Malato afi rma que começou a sentir tonturas

e perdeu a noção de espaço, o que lhe

provocou desequilíbrio. Um dia, ao levantar-se

da cama, José Carlos Malato viu tudo a andar

à roda, sentiu a visão desfocada e acabou por

cair no chão. Dirigiu-se às urgências, onde

lhe foi diagnosticada a doença. Foi aconselhado

a repousar e a evitar conduzir.


BÁRBARA GUIMARÃES surpreende com visual

descontraído em evento de moda à beira-rio

“Nas férias gosto muito de usar lenços e uso-os

de todas as cores. E este almoço ainda soube a férias„

À esquerda, Sara Prata.

Em cima, Bárbara Guimarães.

À direita, Ana Marques

e Inês Castel-Branco.

Em baixo, Maria Ana Bobone


O

que levou dezasseis

mulheres a encaixarem

um almoço

à beira-rio na sua

agenda preenchida?

Algo que os homens detestam

e sem o qual elas não vivem:

uma carteira. O lançamento

da Duffl e, inspirada num

modelo emblemático dos anos

70, da marca norte-americana

Coach, foi o pretexto para um

“As malas, tal como

as convidadas, são todas

lindas de morrer„

Vanessa Martins

À esquerda, Sofi a Carvalho. Em cima, Vanessa

Martins. À direita, Bárbara Guimarães.

O almoço na Bica do Sapato juntou dezasseis

mulheres muito elegantes e femininas

encontro na Bica do Sapato.

Ainda a saborear os últimos

dias de verão e antes da estreia

do programa “Toca a

Mexer”, Bárbara Guimarães

surgiu no evento com um visual

mais descontraído do que

o habi tual, marcado pelo lenço

que lhe prendia o cabelo.

“Nas férias, gosto muito de usar

lenços, e uso-os de todas as

cores. E este almoço ainda sou-

be a férias! Era para ser rápido,

porque tínhamos compromissos,

mas arrastou-se e chegámos

todas atrasadas. Valeu a pena”,

contou, divertida, no fi nal do

almoço que juntou Sara Prata,

Ana Marques, Sofi a Carvalho,

Maria Ana Bobone e Inês Castel-Branco,

entre outras. Mãe

de Dinis, de 8 anos, e Carlota,

que faz 2 em outubro, Bárbara

confessa que, no dia-a-

-dia, opta por malas práticas:

“Esta é ótima, porque tem fecho

e assim não se perde nada.

A minha mala anda sempre muito

cheia: papéis, canetas, uma

boneca, um livro, uma bolsa com

fraldas... Metade é dos meus

fi lhos! De dois em dois dias, precisa

de uma arrumação, mas, passado

um dia, está igual! [risos]”. ■

texto Nair Coelho (ncoelho@lux.iol.pt)

fotos Artur Lourenço


Embora tenha a paixão da representação, Sandra Santos é nutricionista: “Acredito que os alimentos podem

ser o melhor remédio, mas é uma profi ssão pouco valorizada. É mais fácil acreditar num comprimido”, diz

Atriz SANDRA SANTOS está há cinco meses

a fazer voluntariado em São Tomé e Príncipe

“O que mais me choca é a vida e a morte estarem

do mesmo lado da moeda, serem uma só viagem„


“A minha passagem vai mudar pouca coisa por cá,

mas o que vivi e o que recebi tocar-me-á para sempre„

No início desta aventura, Sandra não tinha preferência por um país, mas, curiosamente, há 15 anos, uma tia sua

esteve em São Tomé em missão. “Acompanhei de muito perto as suas histórias são-tomenses”, conta

Aos 29 anos, Sandra

Santos trocou o conforto

da sua vida em

Portugal pela partilha

de experiências em

São Tomé e Príncipe. A atriz, que

já deu provas do seu talento na

televisão e no cinema, decidiu

juntar-se à AMI como voluntária

e ajudar numa missão de desenvolvimento

na qual, para além

de ensinar a lidar com os efeitos

da malnutrição, promove hábitos

alimentares e estilos de vida

mais saudáveis, supervisionando

a criação e manutenção de

cinco hortas escolares. Isto porque,

paralelamente à representação,

Sandra Santos teve formação

como nutricionista e dava

aulas e consultas em Portugal.

Apoiada pela família e pelo

namorado, concretizou esta vontade

de ajudar os outros e está

há cinco meses em Angolares.

Lux – O que é que a levou a

embarcar nesta aventura?

Sandra Santos – Acho que aca-

bei por ser contaminada ao

crescer num contexto familiar

em que o voluntariado e as

missões humanitárias faziam

parte do dia-a-dia. Depois de

terminar a minha licenciatura

em Nutrição, tinha vontade de

trabalhar com grupos sociais

vulneráveis e em condições

adversas, e achei que este era

o momento.

Lux – A instabilidade que caracteriza

a representação pesou

na decisão?

S.S. – Esta profi ssão, à semelhança

de São Tomé, deixa-nos

muitas vezes numa espiral de

emoções contraditórias. Fica-se

sempre a recear que, entretanto,

surja um projeto que gostaríamos

de fazer… Por outro

lado, achei que ser atriz não

podia ser uma limitação para

todas as outras coisas que queria

ver concretizadas, e esta

era, sem dúvida, uma delas.

Tenho crescido e aprendido muito,

e acredito que isso, para a


Sandra está em São Tomé há quase cinco meses e regressa a Portugal no fi nal de outubro.

Desde o início que conta com a força da família e do namorado. “Ele apoia-me todos os dias”, revela

“A minha família é a minha fortuna. É muito grande e eu tenho

muita sorte, porque somos os pilares uns dos outros„

minha carreira de atriz, só pode

ser visto como positivo.

Lux – Foi bem recebida?

S.S. – É sempre um choque,

quando se chega. Estou longe

da capital, em Angolares,

onde chove todos os dias.

O clima é muito húmido e quente,

o que difi culta até a manutenção

da nossa casa, para além de

poder ser um bocadinho depressivo.

Como vivemos em equipa

e não chegamos todos ao mesmo

tempo, temos de nos adaptar

a tudo, com todo o respeito,

disponibilidade e paciência que

isso exige. No início, sentia falta

de ter o meu espaço e sobretudo

o meu colchão, mas tenho

feito muitos amigos, que fi carão

comigo para sempre, mesmo

que nunca mais os reencontre.

Lux – O que é que mais a

chocou até agora?

S.S. – A vida e a morte estarem

do mesmo lado da moeda,

serem uma só viagem. Tive um

pai que me disse que não queria

internar a fi lha com malnutrição

grave porque a mulher teria

de ir para o hospital e ele fi caria

sem ter quem lhe fi zesse o jantar.

A fi lha tem 2 anos e meio, pesa

seis quilos e nem sequer anda.

Se ela morresse, ele mesmo se

encarregaria de a enterrar, como

já tinha acontecido a outra, há

um ou dois anos... É tão desconcertante,

até o simples facto de

partilhar esta visão assim friamente,

mas acabamos por aceitar.

É isso: somos obrigados a aceitar,

é maior do que nós.

Lux – Estava preparada para uma

realidade tão dura?

S.S. – Há dias em que somos

muito felizes e outros em que

desabamos, é como uma montanha-russa.

Não acredito que

alguém esteja completamente

preparado para isto.

Lux – Sente que esta experiência

a ensinou a relativizar

as coisas?

S.S. – Acho que sim, tenho a

certeza de que não voltarei a

ser a mesma. Continuo a sentir

falta das coisas do “meu”,

do “nosso” mundo, mas tudo

tem outro peso. É mais fácil

o desapego, há coisas que

deixam de ter importância, vão

e vêm, desde as coisas materiais

às emoções, os momentos

bons e maus que tantas vezes

se sobrepõem por cá. ■

texto Vanessa Bento (vcbento@lux.iol.pt)

fotos D.R.



Armindo e Teresa Araújo com o fi lho, Tomás.

A inauguração da loja de criança contou com

Na inauguração da nova loja de

FÁTIMA MENDES, o piloto ARMINDO

ARAÚJO fala da guerra que está

a travar com a Motosport Itália

“Propuseram-me

que eu assumisse

que estava doente„

Em Agosto, Armindo

Araújo entrou em rutura

com a equipa da

Motosport Itália, que

lhe sugeriu que se

assumisse como doente para

disfarçar problemas mecânicos.

Na sequência da sua recusa,

seria substituído pelo australiano

Chris Atkinson. O piloto,

que esteve presente na inauguração

de mais duas lojas da

sua sogra, Fátima Mendes, em

Guimarães, desabafou com a

Lux: “Propuseram-me que eu

assumisse que estava doente,

o que é uma grande injustiça,

e eu não queria assumir o que

não é verdade. Neste momento,

está lá outro piloto. Na prática,

a equipa começou a trabalhar

numa vertente um pouco mais

de imagem e menos desportiva,

e entrámos em rutura.” O piloto

de rallies já entregou o caso

aos seus advogados. “Há muitas

coisas que estão aqui envolvidas

e, portanto, o que é certo é que

eu não correrei mais pela Mini

e já estou a preparar o projeto

do próximo ano”, acrescentou.

“Era o representante da Mini

portuguesa e também era

o piloto ofi cial da Mini nos campeonatos

do mundo, mas foi

impossível ultrapassar estes

problemas com a equipa.” ■

muita animação para os mais novos texto Rodrigo Ferreira fotos Cristina Pinto e Pinto


Em cima, Fátima Mendes com as fi lhas, os

genros e os netos: Teresa e Armindo Araújo

com Tomás, de 3 anos; Sofi a Mendes e

Miguel Nogueira com Marta, de 12 anos,

e Mafalda, de 8. À esquerda, Goretti e

António Magalhães, presidente da Câmara

Municipal de Guimarães. Em baixo, Daniela

e Fernando Meira, Alfredo Pereira e Ana

Araújo. À direita, Fernanda Marinho

“Foi impossível

ultrapassar os problemas

com a equipa„ Armindo Araújo


destino lux

fotos D.R.

Conservatorium Hotel – Amesterdão

Luxo burguês na cidade

onde tudo é permitido

Projetado pelo holandês Daniel Knuttel, o edifício foi durante 77 anos sede de um banco. Mais tarde, acolheu o primeiro

conservatório de música de Amesterdão. Atualmente, mantém a traça original, com decoração do italiano Piero Lissoni


guia de viagem

O conhecido Red Light District

e o consumo e venda de

drogas leves permitidos por

lei dão, muitas vezes, uma

pintura de Amesterdão ligada

a loucura e diversão. Também

é isso, mas é muito mais.

Os passeios de bicicleta

ao longo dos canais,

os edifícios históricos que

escondem ou até salientam

a modernidade que se respira

contribuem para um ambiente

cosmopolita que esta mítica

cidade holandesa tem para

oferecer. Neste contexto nada

melhor do que fi car instalado

num boutique hotel de cinco

estrelas, num edifício construído

na viragem do século XIX,

que foi reabilitado e é agora

um ninho de design vanguardista,

junto do Vondel

Park e dos principais museus

da cidade. E apenas a minutos

a pé das praças centrais

e da zona comercial.

Lá dentro, respira-se conforto.

Desde o momento

em que entra no hotel é-

-lhe atribuído um mordomo

que fi ca responsável pela

sua estada. Certamente, vai

recomendar-lhe o Akasha

Holistic Wellbeing Center –

1000 m 2 de um spa exclusivo

com piscina interior e ginásio,

e com oferta de todos os

tratamentos de beleza. Tem

ainda um bar e um restaurante,

muito frequentados por

locais e turistas hospedados

noutros hotéis, onde a cozinha,

a cargo do chef holandês

Schilo van Coevorden, privilegia

a simplicidade e os

ingredientes de época.

Preços: São 129 quartos

e suites, cujos valores se

situam acima dos €325 (por

quarto/noite).

Como ir: Voos de Lisboa

e do Porto, a partir de €150,

ida e volta.

Informações:

http://www.conservatoriumhotel.com


moda

fotos Reuters

DIANE VON FURSTENBERG. OUTONO/INVERNO 2012/2013

Blocos de cor numa coleção sedutora


O primeiro grande contributo para a moda da designer belga Diane von Furstenberg foi o vestido envelope.

Desde então, a estilista tem apresentado coleções chiques, muito femininas, mas também práticas. É o caso da coleção

outono/inverno 2012/2013, Rendezvous (o encontro), que aposta em peças fl uidas com blocos de cor combinados

de forma sofi sticada. Tudo para salientar as curvas femininas. “É muito sobre a sedução”, explica a estilista.


eleza

Sérum

anti-idade

A Biotherm

lançou o Blue

Therapy, fusão

de três extratos

aquáticos

biologicamente ativos,

com três propriedades

extraordinárias para

uma nova geração de

tratamentos de pele

anti-idade. A gama

é composta

por um sérum

penetrador, com

correção para

todos os tipos de

pele, e um creme

de dia com proteção

SPF 15, para

conforto, proteção

e hidratação

da pele.

€70,26

ADEUS, RUGAS!

A beleza também é feita de expressões e sorrisos. Por isso, a Givenchy criou a gama

Smile’n Repair, que inclui o Perfecting Wrinkle Correction Cream, com SPF 15, o qual

ajuda a corrigir o aspeto das rugas de expressão no momento em que a pele se contrai.

Com um tom rosa e muito sedoso, o creme hidrata e reduz as rugas de forma visível,

atenuando os sinais da idade e da experiência. Com o uso diário, a pele fi ca radiante,

mais tonifi cada, regenerada e francamente mais jovem. A tez torna-se luminosa

e macia ao fi m de poucos dias de utilização. Preço sob consulta.

FIRMEZA EXTRA

Os Laboratórios Lancaster

apresentam o Creme Pescoço

e Decote Firmeza Extra, da gama

Suractif. Tem um efeito tensor

imediato e contém um agente

aperfeiçoador que contribui para

fechar o grão da pele de forma

a sublimar esta zona do corpo.

€59,90

O PODER DO CAVIAR

A La Prairie comemora

o 25.º aniversário

do lançamento

do seu emblemático

Caviar. As inimitáveis

pérolas douradas,

famosas pela sua

ação de fi rmeza

imediata, são agora

conjugadas com um

exclusivo Complexo

de Recuperação

que altera a estrutura

básica da pele,

conferindo-lhe

fi rmeza. €420

ANTIRRUGAS COM COR

O BB Cream Revitalift Total

Repair 10 garante uma pele

mais bonita hoje e mais jovem

amanhã. Este creme antirrugas

com um toque de cor corrige

imediatamente as imperfeições,

combate dez sinais do

envelhecimento e confere

hidratação anti-idade e perfeição

da pele, já que combina ativos

para atenuar os sinais do tempo

com um toque de maquilhagem.

50ml, €18.

POTENCIAL

DE HIDRATAÇÃO

O Hydra-Chrono+

Sérum é o produto

ideal para uma

hidratação profunda.

A sua frescura oil-free

garante uma

penetração rápida

na pele. De forma

pontual, pode ser

usado como

cura em casos

de desidratação

intensa. Umas

gotas na base

da maquilhagem

facilitam a sua

aplicação. €40


agenda lux

LIVROS

“A Firma”

John Grisham

BERTRAND

Mitchell McDeere

acaba de ser contratado

pela Bendini,

Lambert & Locke, uma firma

exclusiva de Memphis. Para Mitch

e a mulher, Abby, acabaram-se as

preocupações fi nanceiras: além

do salário chorudo, a fi rma deu-lhe

um BMW, uma bela casa e liquidou

os seus empréstimos... Mas

Mitch devia ter-se lembrado daquilo

que o seu irmão Ray já sabia:

não se recebe o que quer que seja

sem dar nada em troca.

“Marilyn

à Beira-Mar”

Vicente Alves do Ó

OFICINA DO LIVRO

Narrada pelo fi lho,

esta é a história de

Laura, uma mulher pouco convencional

que desafi a os limites

do permitido no Portugal

conservador dos anos 50. Laura

foge do marido que a maltrata e

descobre o universo dos sonhos

e do amor, tendo como o pano

de fundo a fi gura de Marilyn,

o ídolo de Laura.

PUB

SUGESTÃO

“Amália –

O Romance

da Sua

Vida”

Sónia Louro

Um romance

extraordinário

e uma verdadeira homenagem

à maior diva do fado.

Sónia Louro apresenta-nos

uma Amália igual a tantas

mulheres, humana, que

rouba fl ores em jardins e que

não suporta palavrões. Uma

Amália por quem os leitores

fi carão perdidamente apaixonados

ao chegarem

à última página.

Preço editor: €16,90

Preço Book.it: €15,21 10%

desconto

ESPETÁCULOS E EXPOSIÇÕES

“Cenas da Vida Conjugal”

LISBOA

A partir de 20 de setembro

e até 28 de outubro, o Teatro

Nacional D. Maria II apresenta

na Sala Garrett, pela primeira vez

em Portugal, o texto de Ingmar

Bergman. João (Adriano Luz) e

Mariana (Margarida Marinho) são

casados há dez anos, têm duas

fi lhas e uma vida confortável.

Mas são assaltados por todas

as dúvidas e as incertezas que

podem assombrar um casal.

De quarta-feira a sábado às 21h,

domingos às 16h. No último dia,

o espetáculo terá uma sessão

em língua gestual portuguesa.

Bilhetes desde €8.

www.teatro-dmaria.pt.

“Vila Moleza – Roboticus”

VILA DO CONDE

Depois do sucesso do último

espetáculo ao vivo da Vila

Moleza, o Teatro Municipal de

Vila do Conde recebe, no dia

CINEMA

“A Fuga Perfeita”

LUSOMUNDO,

ESTREIA DIA 27 DE SETEMBRO

Milla Jovovich, Steve Zahn,

Timothy Olyphant e Kiele

Sanchez protagonizam este

emocionante thriller sobre

uma ilha turística que se torna

fatal. Os recém-casados Cliff

e Cydney encontram-se no

interior do Hawai a percorrer

um trilho de selva quando

ouvem a notícia de que a

polícia descobriu um crime

macabro e que os suspeitos

7 de outubro, o super-herói

Sportacus e os seus amigos

para mais uma grande aventura.

À semelhança do anterior,

“Roboticus” é um espetáculo

pensado para toda a família,

cheio de alegria, música e muita

interatividade entre os mais novos

e os seus amigos de Vila Moleza.

Para que ninguém perca pitada

do que vai acontecer, existem

duas sessões, às 15h e às 17h30,

na sala 1 do teatro. Os bilhetes

para a plateia custam €17, mas

está disponível um pack familiar,

de quatro bilhetes, por €60.

Informações e reservas pelo

tel. 252 290 050.

Orelha Negra

CARCAVELOS

Os Orelha Negra

atuam na

praia de Carcavelos no dia 22

de setembro. O espetáculo da

banda está inserido no programa

do EDP Surf Pro Estoril

2012 presented by Billabong,

o maior evento de surf feminino

da Europa, que acontece entre

21 e 23 de setembro, em Carcavelos.

Com um segundo álbum

do assassinato se encontram

nas proximidades do sítio onde

estão. Sem saber se deve fi car

ou partir, o par junta-se a outros

dois casais no momento em

que as coisas começam a correr

mal. Longe da civilização, inicia

uma batalha pela sobrevivência

onde o perigo espreita em

cada encruzilhada e ninguém

é o que parece.

“Cirkus

Columbia”

LEOPARDO FILMES,

ESTREIA DIA 27

DE SETEMBRO

Numa pequena

cidade no sul da

Bósnia-Herzegovina, depois de

anos de domínio comunista,

lançado este ano, a banda de

Sam The Kid, Francisco Rebelo,

João Gomes, Fred Ferreira

e DJ Cruzfader vai animar a noite

com temas como “A Cura“,

“Throwback“ e “A Memória“,

entre outros. Início do espetáculo:

21h. Entrada livre.

“Madama Butterfl y –

Ópera de Puccini”

PORTO

Dia 28 de setembro,

o Coliseu do Porto

recebe a ópera “Madama Butterfl

y – Ópera de Puccini”. A história

começa em Nagasaki com

o casamento do capitão-tenente

da marinha americana, Pinkerton,

com a noiva por ele encomendada,

Cio-Cio-San. Durante

a festa, ela conta a Pinkerton

que a sua família perdeu tudo e

que agora, casada, seria uma

pessoa muito feliz. Três anos

após o casamento, Pinkerton

volta para os Estados Unidos,

deixando Butterfly com um

fi lho pequeno que não conheceu.

Bilhetes entre €10 e €30.

Informações e reservas através

do tel. 223 394 940.

um novo Governo democrático

é eleito. Todos os “pecadores”

do antigo sistema são perdoados

e este é um sinal para

Divko Buntic regressar a casa

e começar uma série de

pequenas vinganças após

anos de exílio. Volta à cidade

com uma nova mulher, 40

anos mais nova, um Mercedes

novo, um gato preto e imenso

dinheiro. A sua primeira vingança

bem-sucedida envolve

a ex-mulher e o filho. Durante

algum tempo, parece

que Divko e o seu dinheiro

levarão a melhor, mas depois

a vida toma um novo rumo.

O gato desaparece numa noite

e o seu filho e a sua nova

mulher apaixonam-se.


sabor lux

fotos João Cabral

A cozinha de Vasco Aragão

Bolinhos de Foie Gras com Amêndoas

INGREDIENTES

● 200 g de amêndoas

peladas

● 1 bloco de foie gras

● Pão de forma q.b.

Espetada de Porco Preto

com Mousse de Pimentos Verdes

INGREDIENTES

● 800 g de lombinhos

de porco preto

● 1 chouriço alentejano

● 2 pimentos verdes

● Azeite q.b

● Maionese q.b.

● Pimenta em grão q.b.

● 2 dentes de alho

● Sal q.b.

● Folhas de louro q.b.

● 4 paus de louro para

espetos

Pique as amêndoas grosseiramente

na picadora (1-2-3).

De seguida, corte pedacinhos

de e molde bolinhas.

Envolva-as com a amêndoa

Corte o chouriço em rodelas e

reserve. Corte os lombinhos em

fatias com um dedo de espessura,

tempere com sal e com os dentes

de alho esmagados.

Limpe os pimentos, retire-lhes

a polpa branca e as sementes

e corte em pedaços do tamanho

das rodelas de chouriço. Espete

a carne nos paus de louro,

alternando com o chouriço e

o pimento, pincele com o azeite

picada e leve ao frigorífi co para

que fi quem rijas.

Sirva sobre pão de forma cortado

em quadrados ou retângulos

a gosto.

e tempere com pimenta moída

na altura. Leve a grelhar.

Pique no 1-2-3 os bocados de

pimentos que lhe sobraram até

fi carem completamente desfeitos,

junte um pouco de maionese e

envolva suavemente para obter

uma mousse.

Sirva as espetadas sobre folhas

de louro e acompanhe com uma

salada e a mousse de pimentos

verdes.

Agradecimentos

LIVING ROOM ORGANIZAÇÃO DE FESTAS

Tel. 214 820 220


shopping

OUTONO VINTAGE

A American Vintage

vive com o essencial,

aliando ao seu

vocabulário

minimalista

tradicional alguns

piscares de olhos

ao universo rock

e pictórico.

Apesar

do cinzento

da estação,

as cores vivas

e alegres cintilam,

em volumes lisos

e audaciosos,

num toque

aveludado, suave

e acolhedor.

Modelo

da foto, €100.

SAÚDE ORAL

Para promover a educação, a prevenção e uma

maior acessibilidade à melhor higiene oral

na Europa, foi criada a Campanha Smiling,

com o apoio da Sensodyne, da Aquafresh,

da Corega, da Polident e da Parodontax.

A mensagem é simples: “Higiene

oral: só três minutos, duas vezes ao dia,

Dentes saudáveis todo o ano.”

A campanha pretende, ao longo do mês,

oferecer diariamente conjuntos de higiene

oral para um ano, a nível nacional.

DEPILAÇÃO

EM CASA

O aparelho de

depilação por

eletrólise

Evolution,

da InDiscreta,

permite

fazer uma

depilação

permanente,

através

da descarga

de uma

microcorrente sobre o folículo

piloso que altera o pH no sentido

da alcalinidade, eliminando o pelo.

Efi caz em qualquer cor de pele e de pelo.

Saiba mais em www.InDiscreta.pt ou pelos

telefones 966 981 381 e 214 570 357.

POUPE NA LAVAGEM DA ROUPA

Com Ariel Excel Tabs, nem uma simples

gota de poder de limpeza é desperdiçada.

Por ser superconcentrado, usa-se

uma menor quantidade de detergente

em cada lavagem de roupa, o que acaba

por ser benéfi co para o meio ambiente.

Cada cápsula de Ariel Excel Tabs

oferece um poder de limpeza brilhante

a cerca de 25 peças de roupa.

BELEZA INTEMPORAL

A expressão clássica da marca

internacional Tommy Hilfi ger volta

a estender-se ao seu universo

de joalharia, numa interpretação

única de cores, texturas e formas.

Femininos e trendy, os três sets

originais de pulseiras de couro

e aço da linha Classic Signature

refl etem a irreverência das cores

eternas da marca, num jogo

de silhuetas simples. €79

INVERNO COM ESTILO

A linha de casacos

desportivos

da coleção

outono/inverno

2012/13

da Camel

Active

inspira-se

na paisagem

das montanhas

dos Himalaias,

o que se

refl ete nos

tons usados.

Modelo

na foto: €270.

BARBEAR PERFEITO

A nova Gillette

Fusion ProGlide

Styler combina

a tecnologia dos

aparadores

elétricos

Braun

com a das

máquinas

Gillette

Fusion

ProGlide

Power.

Para ajudar

a aparar

e a barbear

com

rigor

e defi nir

com

precisão.

TEMPO SELVAGEM

Com a chegada

do outono, a Guess

lança duas novas

coleções de relógios

inspirados em

padrões animais,

que prometem

revelar o lado

mais selvagem.

A pensar nas

mulheres que

gostam de dar um

toque de irreverência

ao seu visual, as linhas

Animal Print e Fearless

primam pela ousadia.


jogos lux

SUDOKU

H

G

E

R

T

J

D

E

T

U

I

Z

O

A

Z

U

I

S

G

D

E

T

I

C

U

J

Complete as grelhas de forma a que cada coluna, linha e quadrado 3x3 contenha os algarismos de 1 a 9

V

R

F

N

R

N

L

I

P

S

F

E

U

C

E

I

U

D

V

H

R

A

W

D

L

S

J

F

E

I

E

I

E

I

R

B

R

H

E

E

L

R

M

T

Q

M

S

E

I

E

R

L

A

N

E

L

E

U

M

E

N

Ç

A

A

O

N

F

Y

L

U

D

E

B

R

J

P

G

D

O

N

U

A

G

G

N

S

A

T

L

E

J

Descubra os nomes de OITO TIPOS DE QUEIJO

S

T

R

N

C

R

T

O

X

A

E

S

I

A

E

G

K

A

R

A

V

D

T

U

P

G

C

D

R

I

I

C

L

E

E

B

P

R

U

N

L

D

U

S

V

D

R

U

N

E

U

W

G

B

E

C

V

N

N

Q

N

P

D

N

S

S

S

G

T

O

X

A

D

O

O

A

G

F

I

R

L

R

F

I

P

R

A

S

U

S

O

T

V

I

E

C

A

N

I

V

D

O

H

S

E

A

V

B

U

I

E

G

I

E

N

O

X

❐ Roquefort ❐ Emmental ❐ Brie ❐ Parmigiano ❐ Gruyère ❐ Ricotta ❐ Camembert ❐ Mascarpone

Encontre as 6 diferenças entre as imagens semelhantes

E

B

R

M

A

I

A

O

S

R

A

B

E

B

I

D

E

R

L

M

G

I

E

I

U

N

S

U

C

M

L

O

D

U

M

A

G

S

X

A

C

U

A

E

N

F

E

Z

S

I

I

S

D

X

T

C

P

G

A

V

U

U

M

C

I

B

V

T

R

O

F

E

U

Q

O

R

T

E

U

N

N

I

D

A

U

S

R

B

A

J

C

H

L

B

B

G

L

Q

D

A

N

P

O

J

E

V

L

L

E

A

E

I

R

C

A

R

T

P

G

D

N

D

F

S

C

I

B

I

A

O

I

O

E

S

X

R

V

S

G

I

M

E

T

N

R

S

N

R

I

C

O

T

T

A

N

U

F

C

O

T

F

A

E

V

V

I

U

O

E

H

C

J

M

P

H

V

Z

T

I

O

P

U

P

T

P

R

T

V

L

M

I

M

I

M

T

C

E

N

O

P

R

A

C

S

A

M

I

G

N

H

D

R

A

D

E

U

U

U

S

T

E

H

U

C

O

A

G

E

C

I

J

E

M

A


Coloque as palavras indicadas

nos seus lugares no Cruzadex.

A letra já colocada serve de guia

10 LETRAS ❐ ABALAMENTO ❐ ANABATISMO ❐ CARACOLEAR

❐ COTOVELADA 9 LETRAS ❐ AJEITARAM ❐ BARATARIA

❐ CALAFETAR ❐ LARANJADA 8 LETRAS ❐ CABELAME ❐ CAMBRAIA

❐ MELINDRE ❐ RABANADA 7 LETRAS ❐ ALONGOU ❐ BRECADA

❐ INCAPAZ 6 LETRAS ❐ CHOROU ❐ IMANAR ❐ MANCHA ❐ NABABO

❐ NASTRO 5 LETRAS ❐ CADOZ ❐ DEDAL 4 LETRAS ❐ LIAS ❐ NOME

❐ RASO 3 LETRAS ❐ AGÁ ❐ AIO ❐ IDE ❐ MAL ❐ SAI

2 LETRAS ❐ CL ❐ LI ❐ MU ❐ OC ❐ OO ❐ RÓ

DIREÇÃO EDITORIAL Diretora – Felipa Garnel

(fgarnel@lux.iol.pt) Editora Executiva Felipa Saraiva

(fsaraiva@lux.iol.pt) Editor Carlos Gonçalves

(cmgoncalves@lux.iol.pt) Editor de Fotografi a

Rui Moreno (rmoreno@lux.iol.pt) Subeditora Rita Pacheco

(rpacheco@lux.iol.pt) Assistente de Direção e Redação Margarida

Alves (mcalves@lux.iol.pt) Redação Evelise Moutinho (emoutinho@lux.iol.pt),

Helena Pestana (hpestana@lux.iol.pt), Nair Coelho (ncoelho@lux.iol.pt),

Natália Ribeiro (nribeiro@lux.iol.pt), Vanessa Bento (vcbento@

lux.iol.pt) Colaboradores Paulo Coelho (crónicas), Chakall e Vasco

Aragão (culinária), Catarina Roquette Durão, Humberto Barbosa, Madalena

Barata, Nuno Lobo Antunes, Paulo Oom, Paulo Malo e Vasco Sousa

Coutinho (saúde), Andreia Caturna Martins, Inês Alves, Joana Côrte-Real,

Rodrigo Ferreira, Vanda Jorge e Vanessa Barros Cruz (texto) Produção

Teresa Abrunhosa (Porto – tabrunhosa@lux.iol.pt) Revisão Margarida

Robalo (mrobalo@lux.iol.pt) Coordenação de Fotografia/Arquivo

Edite Costa (ecosta@lux.iol.pt) Fotógrafos Artur Lourenço e João

Cabral Colaboradores Álvaro Pereira, Cristina Pinto e Pinto, Hélder

Maia, Jessica Henrique Cardoso, Ricardo Santos, Salvador Esteves e

Tiago Frazão Relações Públicas Alexandra Jardim (xjardim@lux.iol.pt)

Complete a grelha de modo a formar quatro

palavras nas linhas e quatro palavras nas colunas

L

SOLUÇÕES

M

L

SOLUÇÃO

LINHAS: Lata, Amor, Cama, Rala

COLUNAS: Laca, Lama, Toma, Rara

Paginação – Patrícia Batista e Rui Barbosa DIREÇÃO DE PRODUÇÃO

E PAGINAÇÃO Diretor Ramiro Agapito (rjagapito@mce.iol.pt) Assistente

de Produção Inês Pereira Digitalização e Tratamento de Imagem

– Ricardo Pereira (coordenador), Diogo Sargento, Frederico Queirós

e Pedro Figueiredo DIRETOR DE CIRCULAÇÃO Bruno Ventura

(bventura@mce.iol.pt)

DIREÇÃO COMERCIAL E PUBLICIDADE Diretora-Geral de Publicidade

Isabel Magalhães (icmagalhaes@mce.iol.pt) 214 369 509 Coordenador

Comercial Ricardo Luwisch (rluwisch@mce.iol.pt) 214 369 521

Executivo de Contas – Hugo Santinho (hsantinho@mce.iol.pt)

214 369 520 Gestora de Materiais – Susana Morais (smorais@

mce.iol.pt) 214 369 496, Rua Mário Castelhano, 40, Queluz de Baixo,

2734 502 Barcarena, Fax 214 369 481/2 Delegação Norte Coordenadora

de Publicidade Maria João Eça (mjeca@mce.iol.pt) 226 057 544,

Rua Tenente Valadim, 181, 4100-479 Porto, Fax 226 057 503

DIREÇÃO DE COMUNICAÇÃO E EVENTOS Diretora Dina Nascimento

(dnascimento@mce.iol.pt) Gestora de Produto Cláudia Lima

(clima@mce.iol.pt) Assistente Dulce Almeida (dalmeida@mce.iol.pt)

M

E A N O S A C N G S I T E E B S A D B U H E P I N F H P C N H

L N F N T E D L B S R V A B I U C X V N L V G O R C C T E H U

R E Y U R G R D E G L I V R D C U T T N B L D E S O J P N D C

M L L A N K I U C T R E B M E M A C R I B L N S N T M R O R O

T E U G C A I S V O F C U A R L E P O D G E D X R F P T P A A

Q U D G R R C V N X I A I I L O N G F A L A F R I A H V R D G

M M E N T A L D N A P N E A M D F A E U Q E S V C E V L A E E

S E B S O V E R Q D R I G O G U E V U S D I C S O V Z M C U C

E N R A X D E U N O A V I S I M Z U Q R A R I G T V T I S U I

I Ç J T A T B N P O S D E R E A S U O B N C B I T I I M A U J

E A P L E U P E D A C O N A I G I M R A P A I M A U O I M S E

R A G E S P R U N G S H O B U S I C T J O R A E N O P M I T M

L O D J I G U W S F O S X E N X S I E C J T O T U E U T G E A

J

F

E

I

E

I

E

I

R

B

R

H

E

C

E

I

U

D

V

H

R

A

W

D

L

S

V

R

F

N

R

N

L

I

P

S

F

E

U

A

Z

U

I

S

G

D

E

T

I

C

U

J

H

G

E

R

T

J

D

E

T

U

I

Z

O

DIREÇÃO-GERAL Diretor-Geral – Ovidio

Ramón Cecos DIREÇÃO FINANCEIRA

Ana Ruivo (alruivo@mce.iol.pt) PROPRIETÁRIO E EDITOR Promotora

General de Revistas S.A., Sucursal em Portugal, Rua Mário Castelhano,

40, Queluz de Baixo, 2734-502 Barcarena, Tel. 214 369 400 –

Fax 214 369 539 NIF/NIPC: 980415276 – CRC Cascais Impressão:

Lisgráfi ca, Casal de Santa Leopoldina, Queluz de Baixo Distribuição:

Logista Publicações SA, Edifício Lojista Expansão da Área Industrial

do Passil, lote 1 A, 2894-002 Alcochete, Tel. 219 267 800

LINHA DE APOIO AO PONTO DE VENDA Automático: 219 267 825 Atendimento

da assistente: 707 200 229 Fax: 219 267 869 Tiragem: 90.000 Exemplares

Depósito Legal: 162003/01 Nº de Registo: 123611

ASSINATURAS

assinaturas@mce.iol.pt Tel. 214 369 621 Fax 214 369 633

Interdita a reprodução, mesmo parcial, de textos,

fotografi as ou ilustrações sob quaisquer meios

e para quaisquer fi ns, inclusive comerciais.


signos lux

ilustrações Rita Simões

CARNEIRO

21/03 a 20/04

Elemento: Fogo

Planeta Regente: Marte

Carta Dominante: Rainha de Ouros,

que signifi ca Ambição, Poder.

Amor: Poderão surgir novas paixões

na sua vida, pense no que quer.

Saúde: Tendência para dores de

cabeça e insónias, e também para

se sentir sonolento e sem vigor.

Dinheiro: O equilíbrio nesta

área está para breve. Trabalhe

afi ncadamente. Invista em roupa

confortável.

Pensamento Positivo: Tenho

o poder de tornar os meus sonhos

realidade.

LEÃO

23/07 a 23/08

Elemento: Fogo

Astro Regente: Sol

Carta Dominante: Rainha de

Espadas, que signifi ca Melancolia,

Separação.

Amor: Poderá surgir uma nova

amizade ou um novo relacionamento,

se está só.

Saúde: Tendência para problemas

digestivos. Esta semana tire algum

tempo para descansar.

Dinheiro: Evite comentar os seus

planos profi ssionais.

Pensamento Positivo: Tenho fé e

aceito as mudanças como passos

positivos na minha vida.

SAGITÁRIO

22/11 a 21/12

Elemento: Fogo

Planeta Regente:

Júpiter

Carta Dominante: 3 de Ouros,

que signifi ca Poder.

Amor: Honre os seus compromissos.

Faça valer a sua palavra junto de

alguém a quem prometeu algo.

Saúde: Respeite os limites do seu

corpo. Não exagere na prática de

exercício físico.

Dinheiro: O seu sucesso está

garantido, mas cuidado para não se

deixar levar pela ilusão do poder.

Pensamento Positivo: O poder

está dentro de mim.

Por Maria Helena

Martins – Taróloga

www.mariahelena.tv

Tel. 213 182 590

TOURO

21/04 a 21/05

Elemento: Terra

Planeta Regente: Vénus

Carta Dominante: 7 de Paus, que

signifi ca Discussão, Negociação

Difícil.

Amor: Procure distribuir amor

pelas pessoas que o rodeiam.

Revele os seus sentimentos.

Saúde: Faça um exame médico

completo, certamente fi cará mais

descansado.

Dinheiro: Época favorável para

pedidos de empréstimo. Poderá ser

o momento de realizar o seu sonho.

Pensamento Positivo: Faço o que

devo para ter o que quero.

VIRGEM

24/08 a 23/09

Elemento: Terra

Planeta Regente:

Mercúrio

Carta Dominante: 4 de Paus,

que signifi ca Ocasião Inesperada,

Amizade.

Amor: Pense bem no que quer para

não magoar os outros. Dê a si mesmo

uma oportunidade para conquistar

a felicidade.

Saúde: Proteja os olhos.

Dinheiro: Período positivo para pôr

os seus projetos em marcha.

Pensamento Positivo: A vida

oferece-me boas surpresas, quando

e de onde menos espero.

CAPRICÓRNIO

22/12 a 20/01

Elemento: Terra

Planeta Regente:

Saturno

Carta Dominante: O Papa, que

signifi ca Sabedoria.

Amor: Uma velha lembrança poderá

pairar na sua mente, causando dúvidas

no seu coração.

Saúde: Período suscetível a insónias.

Se necessário, tome um chá calmante.

Dinheiro: A impaciência e a inconstância

podem trazer-lhe dissabores.

Concentre-se nas suas tarefas

profi ssionais.

Pensamento Positivo: A intuição

é a minha mais sábia conselheira.

JOANA DUARTE

Esta jovem atriz é nativa do signo Balança,

evidenciando no seu trabalho a elegância que

caracteriza as mulheres deste signo. Simpática,

afável e sensível, procura cultivar a harmonia à sua

volta e ser sempre justa, diplomática e imparcial.

As nativas de Balança são geralmente vaidosas

e dão grande importância ao seu visual, procurando

estar sempre bonitas.

GÉMEOS

22/05 a 21/06

Elemento: Ar

Planeta Regente:

Mercúrio

Carta Dominante: 8 de Ouros, que

signifi ca Esforço Pessoal.

Amor: Planeie um período de

descanso a dois. A sua experiência

poderá ajudar um amigo na sua vida.

Saúde: Hidrate bem a pele, beba

mais líquidos.

Dinheiro: Aproveite a semana

para alargar os seus rendimentos.

Dedique-se mais ao trabalho.

Pensamento Positivo: Faço os

esforços necessários para alcançar

os meus objetivos.

BALANÇA

24/09 a 23/10

Elemento: Ar

Planeta Regente: Vénus

Carta Dominante: 7 de Copas, que

signifi ca Sonhos Premonitórios.

Amor: Você ainda não se apercebeu,

mas a paixão está no ar.

Saúde: Para recuperar energias,

passe um fi m de semana longe

da cidade.

Dinheiro: Período muito favorável.

Analise as suas fi nanças e veja como

as rentabilizar. Vá aos sítios certos

e não olhe a meios para decorar o

que pretende a seu gosto.

Pensamento Positivo: Presto atenção

às mensagens dos meus sonhos.

AQUÁRIO

21/01 a 19/02

Elemento: Ar

Planeta Regente: Úrano

Carta Dominante: 7 de Ouros,

que signifi ca Trabalho.

Amor: Poderá ter uma discussão

com alguém especial. Lembre-se de

que nem sempre tem razão. Aprenda

a pedir desculpa quando se engana.

Saúde: Possibilidade de uma infeção

nos membros inferiores.

Dinheiro: Com empenho e determinação,

poderá concluir um projeto

que se encontrava pendente.

Pensamento Positivo: Com trabalho

e dedicação, alcançarei todas as

minhas metas.

CARANGUEJO

22/06 a 22/07

Elemento: Água

Planeta Regente: Lua

Carta Dominante: A Morte, que

signifi ca Renovação.

Amor: Aproveite os momentos

com a família, pois dar-lhe-ão

um grande bem-estar emocional.

Período favorável ao romance.

Saúde: Não faça demasiado

esforço físico e mental. Durma mais

para recuperar energias.

Dinheiro: Controle a impulsividade

nos gastos. Acautele-se contra

possíveis perdas de dinheiro.

Pensamento Positivo: A vida é uma

dádiva que se renova a cada dia.

ESCORPIÃO

24/10 a 21/11

Elemento: Água

Planeta Regente: Plutão

Carta Dominante: 2 de Espadas,

que signifi ca Afeição, Falsidade.

Amor: Evite ser demasiado rabugento

com o seu amor. Mantenha

a boa disposição e divirta-se.

Saúde: Controle a tensão arterial,

tendo cuidado com o excesso de

sal nos alimentos.

Dinheiro: Mantenha o seu ritmo de

trabalho e não se deixe abalar pelos

obstáculos para conseguir alcançar

os objetivos que traçou.

Pensamento Positivo: Sei distinguir

os verdadeiros amigos.

PEIXES

20/02 a 20/03

Elemento: Água

Planeta Regente:

Neptuno

Carta Dominante: Cavaleiro de

Espadas, que signifi ca Guerreiro,

Cuidado.

Amor: É possível que encontre

alguém que não via há muito tempo.

Desfrute de bons momentos.

Saúde: Possibilidade de uma irritação

na pele. Consulte um dermatologista

o mais depressa possível.

Dinheiro: Poderá ter de usar as suas

poupanças. Mas seja cauteloso.

Pensamento Positivo: Estou preparado

para vencer todas as lutas.

More magazines by this user
Similar magazines