15.04.2013 Views

Aterro Sanitário de Vila Albertina

Aterro Sanitário de Vila Albertina

Aterro Sanitário de Vila Albertina

SHOW MORE
SHOW LESS

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

Monitoramento em<br />

aterros sanitários nas fases <strong>de</strong><br />

encerramento e <strong>de</strong> recuperação:<br />

<strong>de</strong>sempenhos mecânico e ambiental<br />

Francisco Nogueira <strong>de</strong> Jorge<br />

Edson <strong>de</strong> Baptisti<br />

Alexandre Gonçalves<br />

Encerramento do <strong>Aterro</strong><br />

Desativação<br />

Disposição concluída<br />

Ajustes geométricos<br />

Cobertura com solo<br />

Revestimento vegetal<br />

Drenagem superficial e interna (águas<br />

pluviais, gases e percolados)


Deformações muito elevadas:<br />

horizontais e verticais<br />

Percolados e gases<br />

Ciclo <strong>de</strong> vida do <strong>Aterro</strong><br />

Recuperação ambiental<br />

Reintegração à paisagem<br />

Aproveitamento da área –<br />

uso seqüencial<br />

<strong>Aterro</strong> <strong>de</strong>sativado e encerrado!<br />

encerrado!


Decreto Estadual Nº 47.400,<br />

<strong>de</strong> 4 <strong>de</strong> Dezembro <strong>de</strong> 2002<br />

“Regulamenta dispositivos da Lei Estadual n°<br />

9.509, <strong>de</strong> 20 <strong>de</strong> março <strong>de</strong> 1997, referentes ao<br />

licenciamento ambiental, ...<br />

... institui procedimento obrigatório <strong>de</strong><br />

notificação <strong>de</strong> suspensão ou encerramento <strong>de</strong><br />

ativida<strong>de</strong>, ...”<br />

Decreto Estadual Nº 47.400,<br />

<strong>de</strong> 4 <strong>de</strong> Dezembro <strong>de</strong> 2002<br />

Artigo 5 º : comunicação da “suspensão<br />

ou encerramento das suas ativida<strong>de</strong>s”.<br />

Plano <strong>de</strong> Desativação<br />

Situação ambiental existente;<br />

Medidas <strong>de</strong> restauração e<br />

recuperação da qualida<strong>de</strong> ambiental


Desativação do <strong>Aterro</strong><br />

Projeto <strong>de</strong> recuperação ambiental<br />

- Diretrizes e procedimentos<br />

- Conservação e manutenção<br />

Projeto <strong>de</strong> aproveitamento da área:<br />

- Uso seqüencial a<strong>de</strong>quado<br />

Desativação -<br />

Encerram e nto<br />

da da operação<br />

Conservação e<br />

manutenção<br />

Monitoramento<br />

geotécnico e<br />

a m biental<br />

Reintegração<br />

à paisagem –<br />

Uso a<strong>de</strong>quado<br />

da da área


Situação ambiental<br />

Auditoria (“Due (“ Due Diligence”)<br />

Diligence”)<br />

Projeto e Obras – Condições técnicas do <strong>Aterro</strong><br />

Previsão <strong>de</strong> comportamento mecânico<br />

Plano <strong>de</strong> Monitoramento Geotécnico<br />

Avaliação Ambiental (Fase 1)<br />

Pluma <strong>de</strong> contaminação - Detecção<br />

Plano <strong>de</strong> Monitoramento Ambiental<br />

Monitoramento em base contínua<br />

Aquisição <strong>de</strong> dados<br />

Inspeções visuais<br />

Instrumentação<br />

Tratamento, análise e interpretação dos dados<br />

Gráficos e laudos técnicos<br />

Medidas corretivas e preventivas<br />

Conservação e manutenção<br />

Remediação e recuperação


Inspeções Visuais - Vistorias<br />

Trincas e rachaduras;<br />

Áreas <strong>de</strong>primidas, estufamentos;<br />

estufamentos<br />

Erosões, Instabilizações;<br />

Instabilizações<br />

Vazamentos e surgências <strong>de</strong> chorume; chorume<br />

Drenagem superficial: empoçamentos,<br />

empoçamentos,<br />

“sumidouros”, fluxos concentrados etc.<br />

Odores<br />

Trincas e Rachaduras


Instabilizações


Deformações – Áreas Deprimidas<br />

Instrumentação<br />

Marcos superficiais <strong>de</strong> <strong>de</strong>slocamentos<br />

Piez iezômetros metros (simples e câmaras c maras sifonadas),<br />

sifonadas),<br />

medidores <strong>de</strong> nível n vel d’á d’água<br />

gua e manômetros man metros <strong>de</strong> gás g<br />

Drenos <strong>de</strong> alívio <strong>de</strong> gás<br />

Poços <strong>de</strong> monitoramento<br />

Pluviômetro


Monitoramento Geotécnico<br />

Piezômetros<br />

Multinível Leitura<br />

Monitoramento Geotécnico<br />

Piezômetros – Manômetros <strong>de</strong> gás<br />

Simples Multinível


ENTRADA<br />

PARA O<br />

ATERRO<br />

FABRICA<br />

PM-11<br />

nº 259<br />

nº 259<br />

RUA CAPITÃO JOSÉ AGUIRRE CAMARGO<br />

GUARITA<br />

ESCRITORIO<br />

nº 365<br />

nº 17<br />

nº 18<br />

nº 361A<br />

nº 19<br />

nº 20<br />

nº 70<br />

nº 74<br />

nº 30A<br />

nº 29A<br />

nº 29<br />

nº 26<br />

nº 34<br />

nº 35<br />

RUA 7<br />

PM-25<br />

nº 30<br />

Portão<br />

nº 32B<br />

nº 33A<br />

Guarita<br />

CINTURÃO VERDE<br />

Guarita<br />

nº 18A<br />

nº 17A<br />

CX<br />

CX<br />

Guarita<br />

LINHA DE TRANSMISSÃO<br />

PM-15<br />

Piscina<br />

Piscina<br />

ENTRADA P/<br />

PQ. ECOLÓGICO<br />

CX<br />

Trinca Junho/2003<br />

A<br />

Avaliação Ambiental<br />

<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> <strong>de</strong> <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Guarita<br />

A'<br />

Guarita<br />

FABRICA<br />

nº 259<br />

nº 259<br />

nº 361A<br />

RUA CAPITÃO JOSÉ AGUIAR CAMARGO<br />

nº 35<br />

nº 365<br />

nº 34<br />

nº 30<br />

nº 32B<br />

nº 33A<br />

GARAGEM<br />

CONJUNTO DE TUBOS (PVC)<br />

DEPOSITO<br />

RUA CAPITÃO JOSÉ AGUIAR CAMARGO<br />

nº 70<br />

nº 74<br />

nº 30A<br />

nº 29A<br />

nº 29<br />

nº 26<br />

GUARITA<br />

ESCRITORIO<br />

nº 18A<br />

nº 17<br />

nº 18<br />

nº 19<br />

nº 20<br />

nº 17A<br />

Piscina<br />

dB<br />

4 8 12 16 20 24 28<br />

Avaliação Ambiental<br />

<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> Parque Santa Bárbara<br />

PM-17<br />

AS-02<br />

AS-03<br />

PM12<br />

LAGOA DO PARQUE ECOLÓGICO<br />

PM-16<br />

CÓRREGO PIÇARRÃO<br />

PM-15<br />

AS-03<br />

N<br />

PM-23<br />

PM-13<br />

0 20 40 60 80 100m<br />

L E G E N D A<br />

PM-24<br />

PM-14<br />

AS-01<br />

- POÇO DE MONITORAMENTO<br />

- PONTO DE AMOSTRAGEM<br />

(água superficial)<br />

NTRADA<br />

ARA O<br />

TERRO<br />

RUA 7<br />

CINTURÃO VERDE<br />

LINHA DE TRANSMISSÃO<br />

ENTRADA P/<br />

PQ. ECOLÓGICO<br />

ÁREA DO PARQUE ECOLÓGICO<br />

Balança<br />

Caixa Dàgua<br />

Balança<br />

0 20 40 60 80 100m<br />

N<br />

ESTAÇÃO DE MEDIDA<br />

CONDUTIVIDADE ELÉTRICA APAR<br />

0 40 80 120


Parque Santa Bárbara<br />

PM-15 - Construção<br />

<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> Parque Santa Bárbara<br />

Monitoramento Ambiental<br />

Poços <strong>de</strong> Monitoramento<br />

<strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Coleta <strong>de</strong> amostra


Profundida<strong>de</strong> do Nível d'Água (m)<br />

Tratamento, Análise e<br />

Interpretação dos Dados<br />

Monitoramento Geotécnico<br />

AS <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Piezômetros – Gráficos<br />

PIEZÔMETRO - Pz 45<br />

3<br />

4<br />

5<br />

6<br />

7<br />

8<br />

9<br />

10<br />

11<br />

12<br />

13<br />

14<br />

15<br />

16<br />

17<br />

18<br />

19<br />

20<br />

21<br />

22<br />

23<br />

24<br />

01/10/02 01/11/02 01/12/02 01/01/03 01/02/03 01/03/03 01/04/03 01/05/03 01/06/03 01/07/03 01/08/03 01/09/03 01/10/03 01/11/03 01/12/03 01/01/04 01/02/04 01/03/04<br />

DATA<br />

Câmara 1 Câmara 2


RECALQUE (cm)<br />

300<br />

350<br />

400<br />

450<br />

500<br />

550<br />

600<br />

Chuvas Mensais (mm)<br />

500<br />

450<br />

400<br />

350<br />

300<br />

250<br />

200<br />

150<br />

100<br />

50<br />

0<br />

4.799,35<br />

4.303,33<br />

AS <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Pluviometria e Chorume (Volume)<br />

3.763,93<br />

2.773,44<br />

2.768,38<br />

2.231,30<br />

2.622,88<br />

mar/03 abr/03 mai/03 jun/03 jul/03 ago/03 set/03 out/03 nov/03 <strong>de</strong>z/03 jan/04 fev/04 mar/04<br />

Meses<br />

Chuvas mensais (mm) Chorume - volume mensal (m3)<br />

Monitoramento Geotécnico<br />

AS <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Marcos Superficiais – Gráficos<br />

3.885,35<br />

4.466,26<br />

DESLOCAMENTO VERTICAL<br />

MS 56<br />

jul-96 jan-97 jul-97 jan-98 jul-98 jan-99 jul-99 jan-00 jul-00 jan-01 jul-01 jan-02 jul-02 jan-03 jul-03 jan-04<br />

DATA<br />

5.291,70<br />

6.403,51<br />

6.922,57<br />

7.936,63<br />

10.000<br />

9.000<br />

8.000<br />

7.000<br />

6.000<br />

5.000<br />

4.000<br />

3.000<br />

2.000<br />

1.000<br />

0<br />

Chorume - Volume (m3)<br />

RECALQUE (cm) VELOCIDADE (cm/dia)<br />

-0,3<br />

-0,2<br />

-0,1<br />

0<br />

0,1<br />

0,2<br />

0,3<br />

VELOCIDADE (cm/dia)


RECALQUE (cm)<br />

25<br />

75<br />

125<br />

175<br />

Monitoramento Geotécnico<br />

AS <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Marcos Superficiais – Gráficos<br />

DESLOCAMENTO VERTICAL<br />

MS 69<br />

jul-96 jan-97 jul-97 jan-98 jul-98 jan-99 jul-99 jan-00 jul-00 jan-01 jul-01 jan-02 jul-02 jan-03 jul-03 jan-04<br />

DATA<br />

Medidas Corretivas e Preventivas<br />

Conservação e Manutenção<br />

Remediação e Recuperação<br />

RECALQUE (cm) VELOCIDADE (cm/dia)<br />

-0,3<br />

-0,2<br />

-0,1<br />

0<br />

0,1<br />

0,2<br />

0,3<br />

VELOCIDADE (cm/dia)


Escorregamento<br />

Medidas Corretivas


Medidas Corretivas<br />

Medidas Corretivas


Deformações do maciço


Medidas Corretivas<br />

Medidas Corretivas


Deformações -<br />

Empoçamentos<br />

Medidas Corretivas


Recuperação ambiental e<br />

Reintegração à paisagem<br />

<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> Parque Santa Bárbara


<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> <strong>de</strong> <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> <strong>de</strong> <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong>


Recuperação ambiental<br />

Reintegração à paisagem<br />

Aproveitamento da área:<br />

Uso seqüencial a<strong>de</strong>quado<br />

<strong>Aterro</strong> <strong>Sanitário</strong> <strong>de</strong> <strong>Vila</strong> <strong>Albertina</strong><br />

Monitoramento geotécnico e ambiental

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!