Vereador quer bancas de jornal sem pornografia - Povo Metropolitano

povometropolitano.com.br

Vereador quer bancas de jornal sem pornografia - Povo Metropolitano

ANO X Fundado em 17 de Abril de 1999 Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012 Edição nº 358

Vereador

quer

bancas de

jornal sem

pornografia

xx

Página 3

Fiama é convocada

para a Seleção

Brasileira que

participará do

Panamericano Sênior

de Karate

Projeto

Página 8

Página 12

Página 11

cidadão

Cidadania e

animais de estimação

Vila

Esperança

quer diálogo

com a

Prefeitura

Falta de critérios para as remoções estimula

novas ocupações e a construção de barracos

em várias áreas de Vila Esperança, inclusive

além da antiga cerca que demarcava o núcleo

de famílias.

Página 6

Ex-prefeito

de Cubatão,

Carlos Campos,

diz que

demagogia é a

marca da atual

administração

Em entrevista exclusiva ao Povo, concedida esta

semana, o ex-prefeito de Cubatão, Carlos Frederico

Soares Campos, ou simplesmente Campos, fala

sobre a cidade que administrou entre dezembro

de 1.975 a fevereiro de 1.982. Na conversa com a

reportagem, ele criticou a postura da atual prefeita,

que considera demagógica em vários aspectos,

especialmente quando promove inaugurações de

obras que foram realizadas por administrações anteriores,

que ela faz questão de não reconhecer. Ou

quando insiste em falar que paga salários de até R$

100 mil a determinados funcionários, que de acordo

com ele não corresponde à realidade. Campos

relembra também uma série de obras importantes

do seu governo e explica porque optou pelo PSDB

além do apoio à candidatura de Nei Serra.

Página 7

Assalto impede feito de

ultramaratonista cubatense

Equipe Semes/Cubatão

de Pedestrianismo domina

1ª Etapa do Campeonato

Santista da modalidade

Página 10

Prefeitura de

Cubatão sem

dinheiro?

Observatório

por Raul Christiano

Página 3


2

Opinião

Linha Direta

Feira invasora

Eu Roberto Nunes conhecido

como Beto do alho, quero reclamar

da falta de respeito que

venho sentindo, pois a feira de

quinta-feira já está invadindo

a Avenida Nossa Senhora da

Lapa e eu estou trabalhando no

meio da rua, correndo o risco

de sofrer um acidente.

Trabalho desde 1964

pagando meus impostos, sou

cadeirante e minha barraca

está sendo “empurrada” para o

meio da rua. Procurei o fiscal

da Prefeitura que mandou eu

procurar os meus direitos.

Isso não está certo.

Quero trabalhar com segurança

e em paz para poder ganhar

o meu sustento.

Roberto Nunes- Beto do alho.

Cadeirante.

Campo da Cota 200

Campo da Cota 200, a empreiteira

da CURSAN destruiu as

GRADES de ferro instaladas

e já faz mais de três meses,

que as obras estão paralisadas,

colocando em risco crianças e

idosos, em receber uma bolada

fatal. Aguardamos providências

da prefeita.

Agenor Antonio de Camargo,

por email

No Facebook

Água Fria

Pedimos às autoridades competentes

que providenciem

a manutenção da estrada da

Água Fria. A mesma se encontra

esburacada com risco

até mesmo de acontecer um

acidente, pois nesta mesma estrada

circulam muitos ônibus

escolares, urbanos, sem falar

das ambulâncias que circulam

com dificuldade por causa do

balanço devido aos buracos na

estrada depois vem aqui pedir

voto peço providencia e apoio

de pessoas competentes.

Roberto Soares,

pelo Facebook

Cemitério de Cubatão

Jornal Povo de Cubatão é uma publicação semanal

do Povo da Baixada Empresa de Comunicação Ltda.

CNPJ. 03.477.810/0001-21 - Circula na Baixada Santista

Editor-Chefe:

Diretor Presidente: Raul Christiano

Redação: Edgard Boturão, Leandro Frota

Fotos: Kaka Moraes e divulgação

Impressão: Diário do Grande ABC

e-mail: editor@povodecubatao.com.br

Portal: www.povodecubatao.com.br

Avenida 9 de Abril, 2068 , conj. 24 , Galeria Piaçaguera , Centro

CEP 11.510-001 - CUBATÃO, SP - Telefone (13) 3361-2023

Os artigos assinados não refletem

necessariamente a opinião do jornal

Frase

“Impacto

ambiental é maior

na Vila Esperança

com o lixo deixado

pela prefeitura com

a derrubada das

casas.”

Iraci Nascimento

Dantas - da

Associação de

Moradores de Vila

CAIC

Artigos

Um ano após a Eco-92, a

Conferência das Nações

Unidas sobre o Meio Ambiente

e o Desenvolvimento,

recém formado, participei e

tive a honra de ganhar um

concurso de monografias

com o tema A Tecnologia e

o Meio Ambiente. Hoje, reli

meu texto Desenvolver é

Preciso, Destruir Não é Preciso.

Fiquei chocado. Quase

não avançamos nestes vinte

anos.

À época, minha

principal conclusão foi que

Causou-me indignação ao ver a situação em que se encontra

o Cemitério Municipal de Cubatão...Estive lá no dia 01

de maio e vi de perto o abandono que está o local: sujeira

de toda ordem, cães e suas fezes por todos os lados, lixo

espalhado, água acumulada, enfim, uma falta de respeito

com os mortos e suas famílias. Não sou um apaixonado

em defender ou atacar a administração, pois a algum tempo

tomei a decisão de deixar a cidade, com isso deixei de

ter também o direito à critica. Mas, situações como a do

cemitério municipal nos dá condições de analisarmos a

competência ou a falta dela dos responsáveis em administrar.

Eu lamento profundamente essa situação. Enquanto

muitos na cidade discute o porquê de Cubatão não ter Mc

Donald’s, a cidade, infelizmente, vai ficando pra trás.

Décio Gil de Oliveira, pelo Facebook

os maiores desafios para o

desenvolvimento sustentável

não eram tecnológicos,

mas políticos e econômicos.

De lá para cá, o Protocolo

de Kyoto, a única iniciativa

concreta adotada, ruiu pois a

maior economia do planeta,

os EUA, não aderiu a ele.

Ponderei também

que a questão ecológica precisa

ser vista sob um prisma

abrangente, incluindo

também questões sociais.

Caminhamos tanto nesta

direção que a solução virou

problema. O meio ambiente

perdeu foco enquanto outros

assuntos ganharam relevância,

inclusive na agora

Rio+20.

A nova ordem econômica

empurrou para a direção

contrária. A entrada da

China na Organização Mundial

do Comércio em 2001

deslocou o centro de gravidade

da economia mundial

para os países emergentes,

permitindo que centenas de

milhões de pessoas deixassem

a pobreza. Apenas no

Cubordel vivia um tempo de medo e violência.

Fosse dia, fosse noite, não havia mais decência.

Há tempos não se via paz e tranquilidade,

O crime não respeitava sexo, cor ou idade.

Num belo parque de nome São Luis,

Que o povo ia pra rua seguro e feliz,

Ninguém imaginava que tudo acabaria

Numa triste realidade, dura e fria.

Dentro de casa, na rua ou na calçada,

Gente de bem era sempre assaltada.

Bandido chegava, roubava e partia,

A polícia não pegava, a justiça não prendia.

A revolta dominava os cansados moradores,

Fartos da impunidade aos cruéis malfeitores.

Reuniram-se, debateram exaustivamente,

A fim de acabar com o mal pela semente.

Restava apelar a super-heróis,

Já que autoridades os deixaram a sós.

Somente os Vingadores poderiam combater

A onda de violência sem nada a temer.

Cada um se apresentou com o devido poder:

A Viúva Rosa passou a prometer

Que a criminalidade seria exterminada

Porém numa data ainda não determinada.

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

Minha Rio+20

ricardo Amorim

Brasil, 57 milhões de pessoas

emergiram às classes A,

B e C. Na China e na Índia,

os números foram muito

maiores.

Do ponto de visto

econômico e social, os

avanços foram brutais.

Em apenas uma década, o

mundo ganhou um número

de novos consumidores de

classe média ou alta similar

ao de todo o século 20.

Novos consumidores, novos

poluidores.

Já a questão ecológica,

grave há vinte anos,

hoje é exponencialmente

pior. Ignorá-la significa

condenarmos nossos filhos

e netos a ajustes brutais de

padrão de vida.

Uma vez que os desafios

são políticos, assim

também hão de ser as soluções.

Urge encontrarmos

pontos de interesses mútuos

e dividirmos sacrifícios

e ganhos. Países ricos tem

de reconhecer que o grosso

da destruição ambiental e

da poluição planetária foi,

e ainda hoje é, causada por

eles. Grande parte do custo

de recuperação ambiental é

sua responsabilidade. Por

outro lado, a maior parte do

crescimento vem e virá de

países emergentes, que precisam

cobrir os custos para

torná-lo sustentável.

O agronegócio e a

indústria precisam assumir

suas responsabilidades ambientais,

mas os consumidores

tem de aceitar que certas

medidas ecologicamente necessárias

tem custos expressivos

que serão repassados

aos preços dos produtos.

Governos devem incentivar

formas sustentáveis

de energia, mas os ecologistas,

que se opõem à construção

de usinas hidrelétricas,

devem propor formas alternativas

mais sustentáveis, e

os consumidores precisam

reduzir o desperdício no

consumo de energia.

A questão ecológica

não pode ser ignorada, mas

tampouco pode impedir investimentos

fundamentais

Como os Vingadores

salvaram Cubordel

Mário torres Filho (*)

Voando chegou o Homem de Serra

Pomposo com a velha armadura de guerra

Disse: “Meu poder emana do povo;

Ele pediu, aqui estou de novo”.

Geraldião Arqueiro era bem esperto,

Mirava o alvo de longe ou perto.

Com sua flecha ligeira e afiada

Deixava assim sua marca registrada.

Filho de Zeus, ele era Pedrhor,

E sua tarefa ele sabia de cor.

Seu martelo usava de forma diferente,

Mostrando força e confiança a muita gente.

Por trás do escudo, Capitião América,

Não enfrentava o inimigo de forma genérica.

Já Hulkonico sem raiva o verde abraçava,

Amava, beijava e no bolso guardava.

Nesta terra a realidade se une à ficção

Contra o crime, a vaidade, o sim e o não.

Quando precisar, basta olhar pro céu

E chamar os Vingadores de Cubordel.

para o desenvolvimento,

como tem acontecido no

Brasil. A infraestrutura do

país sofre com a lentidão na

análise de projetos e na liberação

de licenças ambientais.

Impactos devem ser

devidamente considerados

e corrigidos, mas é preciso

rapidez e objetividade, sem

vieses dogmáticos.

Tomo emprestadas

as palavras que usei há vinte

anos e que espero não voltar

a usar na Rio+40: “Técnicos

e cientistas tem demonstrado

competência para desempenhar

o seu papel. É

preciso cobrar dos políticos

a mesma competência.”

(*) Ricardo Amorim,

economista, apresentador

do programa Manhattan

Connection da Globonews

e presidente da Ricam

Consultoria. E-mail: administrador@ricamconsultoria.com.br

(*) Mário Torres Filho é professor das

redes pública e particular de ensino em Cubatão.

E-mail: matofi68@hotmail.com


Na boca do Povo

Dor de cabeça

Dar explicações a respeito

de problemas junto

ao Tribunal de Contas

do Estado costuma ser

assunto dos mais desagradáveis

para um governante.

Ter que fazer

isso em ano eleitoral, pior

ainda. A prefeita Márcia

Rosa experimenta agora

esse dissabor, após a notícia

de que o TCE impôs

uma multa à prefeitura de

Cubatão.

Sem licitação

Segundo apurou a coluna,

trata-se de uma multa

no valor de R$ 9.220,00(

nove mil, duzentos e vinte

e dois reais) referente à dispensa

de licitação na contratação

emergencial, em 2009,

primeiro ano da atual administração,

da empresa Bom Jesus

para a exploração do transporte

público do município.

Motivo

De acordo com as informações

do próprio TCE, a concessão

foi estimada no valor de R$

6 milhões, por seis meses de

trabalho. O Tribunal diz ainda

que em novembro de 2008, a

prefeitura foi intimada judicialmente

a abrir concorrência

para o serviço, fato que não

ocorreu. Vale ressaltar que a

prefeita tem até o próximo dia

25 de junho para apresentar

as medidas tomadas sobre o

caso.

Munição

Experientes observadores políticos

de Cubatão avaliam

que essa decisão do Tribunal

de Contas do Estado oferece

boa munição aos partidos que

fazem oposição ao governo

petista de Cubatão, sempre

atentos e à espera de boas

oportunidades, como essa,

para disparar contra Márcia

Rosa.

Fortalecido

Os mesmos observadores políticos

ressaltam que quem pode

se aproveitar dessa situação

é o pré-candidato do PSDB,

o ex-prefeito Nei Serra, que

recentemente, em entrevista

coletiva, criticou a atual administração,

que segundo ele,

entre outras coisas aplica mal

o dinheiro arrecadado junto

aos munícipes.

“Cara” do PSDB

Segunda-feira à noite, durante

uma reunião do diretório municipal

do PSDB, ficou muito

clara a necessidade de Ademário

Oliveira (foto) não se afastar

da presidência do partido

mesmo durante a sua campanha

para vereador de Cubatão.

É quase unânime o entendimento

de que só Ademário une

e consegue mobilizar todo o

PSDB na eleição que deve ser

a mais disputada da história.

Bons tempos

Ao reaparecer no cenário político

de Cubatão, concedendo

entrevista exclusiva ao Povo,

o ex-prefeito Carlos Campos

fez algumas revelações interessantes.

Entre elas, o reconhecimento

a Paulo Egídio

Martins, que para ele foi o governador

que mais colaborou

com o município.

Bolsões

Para embasar suas declarações,

Campos voltou no tempo

até a década de 70, quando

surgiu a idéia da criação dos

nove bolsões para adequar o

problema habitacional. De

acordo com o ex-prefeito,

isso só foi possível graças ao

envolvimento pessoal de Paulo

Egídio no processo o que

possibilitou os investimentos

necessários.

Momento difícil

Campos ainda recordou um

momento difícil ao final de

seu mandato, quando foi acusado

de corrupção. Ele lembra

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

Edgar Boturão e colaboradores

que respondeu um processo

que durou oito anos e que ao

final acabou sendo arquivado.

As contas de sua administração

foram aprovadas por

unanimidade pelo Tribunal de

Contas do Estado.

Frustração

O ex-prefeito disse também

que passou por um momento

de grande frustração na política

de Cubatão. Foi em 1.992,

quando disputou uma vaga na

Câmara e cerca de mil votos

lhe foram tirados. De acordo

com ele, isso ocorreu por causa

de uma manobra dos adversários

que teriam envolvido na

eleição outro candidato com o

mesmo sobrenome. Assim, ele

viu frustrada a tentativa de se

eleger vereador.

LDO

Os vereadores de Cubatão tem

prazo até a próxima quintafeira,

dia 17, para apresentar

emendas à Lei de Diretrizes

Orçamentárias, LDO, para o

ano de 2013. Na última segunda-feira,

a Câmara realizou

audiência pública para debater

o assunto. A população

também pode se manifestar.

Para isso, é preciso procurar a

Assessoria Jurídica da Casa e

apresentar sugestões.

Exportando

O cartão servidor, implantado

pela administração de Cubatão

pode romper as fronteiras

do município se depender da

vontade do vereador Adilson

Júnior, do PT de Santos. É que

ele apresentou essa propositura

ao Poder Legislativo santista

e, inclusive, levou o secretário

de Gestão do governo de

Márcia Rosa, Haroldo Oliveira,

para dar uma palestra sobre

o assunto na Casa de Leis de

Santos.

Ascensão

Sobre essa tentativa de implantar

o cartão servidor em

Santos, já existem leituras diferentes

rolando nos bastidores

políticos da região. Uma

delas é de que isso faz parte

da estratégia de um grupo de

petistas interessados em transformar

a prefeita de Cubatão

na principal liderança do partido

na região, desbancando

definitivamente a deputada estadual

Telma de Souza. Será?

Vetomania!

Os vetos da prefeita Márcia

Rosa aos diversos projetos de

Lei aprovados recentemente

na Câmara, tanto pela oposição

como por parlamentares

governistas, como os vereadores

José Roberto Azzoline

(Alemão/PSB) e Nega Pieruzi/PT

foram motivos de comentários

curiosos na última

sessão do legislativo cubatense.

Há quem diga que a prefeita

está com vetomania! Existe

isso?

Última notícia

A edição desta sexta-feira estava

quase pronta e recebemos

a informação do rompimento

do PMDB com o chapão do

PT de Márcia Rosa. O fim de

semana promete ser agitado

nos bastidores e nos diretórios

locais dos partidos, a um mês

das convenções que escolherão

os nomes para a disputa da

Prefeitura em 7 de outubro.

Projeto determina que

revistas, livros, CDs e

DVDs eróticos devem ser

comercializados dentro de

embalagem opaca

“Hoje muitas bancas de jornal

deixam expostas revistas

com mulheres nuas. E há idosos

e crianças que passam em

frente e veem este material.

Nosso objetivo não é proibir,

apenas manter esse material

dentro da banca, sem essa exposição

toda”. Assim o vereador

Agnaldo de Araújo (PDT)

justificou o projeto de lei da

própria autoria que tem como

objetivo regular a exposição

de conteúdo pornográfico em

Cubatão.

Durante a sessão da

Câmara realizada na última

terça-feira, dia 8, ele fez

questão de afirmar que não há

intenção de proibir qualquer

tipo de comercialização, garantindo

se tratar apenas de

uma disciplina de cunho moral.

Na ocasião, o projeto

foi aprovado em primeira

discussão pelos vereadores, e

voltará à pauta na semana que

vem. No texto, consta que revistas,

livros, CDs e DVDs

eróticos devem ser comercializados

dentro de uma embalagem

opaca, contendo selo

identificador de que o material

é impróprio para menores

de idade.

Opiniões

No plenário, a proposta dividiu

opiniões. Geraldo Guedes

(PR), por exemplo, apoiou a

ideia do colega. “É uma iniciativa

louvável do vereador

Agnaldo Araújo. Voto favoravelmente

ao projeto e aviso

que, se ele for vetado, votarei

contrário ao veto”.

Já Francisco Leite

Política

Vereador quer bancas de jornal

sem pornografia

Observatório

3

(Bigode, do PSD) teme que a

impossibilidade de exposição

do material erótico possa gerar

prejuízos aos comerciantes

cubatenses. “Fico preocupado

porque, em São Paulo, vemos

estas revistas expostas e, aqui

em Cubatão, isso será diferente.

Muitos donos de banca de

jornal podem ter suas vendas

prejudicadas”.

Prefeitura de Cubatão sem dinheiro?

Raul Christiano

Nos últimos dias vem

crescendo os comentários

de que a Prefeitura

de Cubatão não está conseguindo

arrecadar os

recursos suficientes para

honrar os compromissos

financeiros estimados em

seu Orçamento bilionário.

No final do ano passado,

quando a Câmara

de Vereadores aprovou a

previsão de que as contas

municipais movimentariam

em torno de R$ 1

bilhão e 200 milhões, em

2012, conforme estimativa

definida pela equipe da

prefeita Márcia Rosa, não

faltaram análises sobre o

fato de Cubatão prolongar

o contraste da riqueza com

a enorme dívida social de

muitos anos.

Sem dúvida, os

prefeitos da região da Baixada

Santista e de outras

regiões do Estado e do

país invejam a performance

de Cubatão, que previu

investimentos em todas as

áreas do município, sendo

as maiores fatias destinadas

à educação (R$ 233

milhões), à administração

(R$ 198 milhões) e à saúde

(R$ 176 milhões). Sabese

que esse dinheiro não

é gerado exclusivamente

pela contribuição do município

com as suas atividades

industriais. Cuba-

tão conta com recursos

municipais e também com

os repasses dos governos

estadual e federal, além

de investimentos privados

muito importantes.

Em 2011, a receita

orçamentária líquida

prevista era de R$ 902

milhões, mas o município

conseguiu arrecadar

R$ 627 milhões, sobrando

um déficit de R$ 275 milhões,

que explicam muitas

promessas não realizadas

pela prefeita e pelo

seu governo.

Quero acreditar

que isso tudo não passa de

especulação maldosa em

um ano político-eleitoral.

Imagine uma prefeitura

com a fama de ricaça e

bem administrada devendo

os subsídios dos transportes

municipais, a coleta

e destinação do lixo

doméstico, os serviços da

Raul Christiano é jornalista.

email

raulchristiano@uol.com.br

blog

http://www.raul.blog.br/

twitter

twitter.com/raulchristiano

mantenedora do Hospital

Modelo, os custos decorrentes

do uso do cartão de

crédito dos servidores...

Se ainda não bastassem

essas especulações,

qual o motivo da

Caixa de Previdência dos

Servidores passar o boné

na Prefeitura para receber

um aporte de R$ 2,5 milhões,

porque não consegue

pagar as suas dívidas,

inclusive com o atendimento

à saúde do funcionalismo

público e seus

dependentes legais?

São cerca de 13

mil pessoas, teoricamente

beneficiadas pelo convênio

médico da Caixa de

Previdência, enfrentando

dificuldades para marcar

consultas, exames e outros

procedimentos clínicos.

Depois de contribuir

ao longo das suas

carreiras na Prefeitura, os

Aguinaldo: disciplina exposição

de material erótico em Cubatão.

servidores acompanham

com preocupação algumas

ideias e propostas

que prevêem a cobrança

de contribuição para dependentes

(R$ 30,00 por

pessoa); a ampliação do

percentual de contribuição

feito pela Prefeitura;

a dobrada da contribuição

hoje paga pelos funcionários

em cargos comissionados;

o impedimento da

admissão de dependentes

que já estão vinculados a

outros planos de saúde; a

suspensão parcial e temporária

(60 dias) de cirurgias

eletivas e exames de

alto custo para diminuir

os gastos atuais etc.

Quando não existia

a Lei de Responsabilidade

Fiscal, criada durante

o governo Fernando

Henrique, esses acontecimentos

eram corriqueiros

e os prefeitos deixavam

os problemas para os seus

sucessores. Principalmente

as dívidas, dificultando

os primeiros meses de

governo. Se todas essas

informações forem verdadeiras,

a gestão atual

da Prefeitura será bastante

questionada durante a

próxima campanha eleitoral,

justamente porque

pontos vitais de Cubatão

estão sendo atingidos e

prejudicados.


E você achando que 100%

fosse o máximo que alguém

pudesse se dedicar.

Sabesp 300%: 100% de água tratada, 100%

de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado.

O saneamento transforma a vida das pessoas. Por isso, não

medimos esforços para levar, até 2014, o Sabesp 300% para

todos os municípios do interior atendidos pela Sabesp. E, até 2018,

para todas as outras cidades atendidas por nós. Saiba mais

acessando www.sabesp.com.br/RS2011


6

Cidade

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

Vila Esperança quer diálogo com a Prefeitura

Moradores da Vila Esperança

estão decepcionados com a

maneira com que a Prefeitura

de Cubatão vem encaminhando

o projeto de urbanização

do bairro. Os impactos negativos

seriam menores na comunidade,

“se houvesse um

detalhamento do projeto”,

destaca o líder comunitário e

ambiental Sebastião Ribeiro

do Nascimento, mais conhecido

como “Zumbi”. Essa é a

mesma opinião do presidente

da Associação de Moradores

da Vila CAIC, Jair Nascimento,

que não consegue esconder

a sua irritação com a falta de

diálogo da equipe da prefeita

Márcia Rosa com os moradores

das áreas que poderão

ser atendidas pelo projeto: “A

prefeita alega que não pode

mexer na proposta municipal,

porque ela é do tempo do prefeito

Clermont (Castor). Ora,

mas ela não se cansa de dizer

que fez barraquinha no Jardim

Casqueiro para melhorar o

projeto da CDHU. O projeto

da prefeitura não pode ser melhorado

por quem decide na

cidade? Não entendo.”

O alvo dessa insatisfação

é o andamento do Projeto

de Urbanização da Vila

Esperança, que conta com

recursos do PAC – Programa

de Aceleração do Crescimento

do governo federal e também

do governo do Estado de São

Paulo. Cerca de R$ 183 milhões

estão sendo investidos

aleatoriamente, segundo os

moradores ouvidos pela reportagem

do Jornal Povo de

Cubatão.

Iraci Aparecida do

Nascimento Dantas, uma das

dirigentes da Associação de

Moradores da Vila CAIC, relembra

que a prefeita Márcia

Rosa esteve recentemente no

ponto final de ônibus, perto do

viaduto da Rodovia dos Imigrantes,

mas não trouxe as novidades

esperadas. Indagada

sobre a última vez que a prefeita

visitou o local das obras,

Iraci disse que Márcia ainda

era apenas candidata a prefeita:

“Foi há 4 anos, na Vila

CAIC, durante a campanha.

siNDiCAL

Operários de empreiteiras recusam reajuste

de 7,47% e marcam greve para segunda-feira

Nova negociação e nova

assembleia acontecem

hoje, às 11 e às 18 horas,

respectivamente

Com o auditório lotado, além

da calçada e parte da rua tomada,

os trabalhadores das

empreiteiras que operam no

Polo Industrial de Cubatão

rejeitaram a primeira contraproposta

patronal para a

data-base de maio.

A reunião aconteceu

na subsede do Sindicato dos

Trabalhadores na Construção

Civil, Montagem e Manutenção

Industrial. O índice

de reajuste salarial recusado

foi de 7,47%. A categoria

reivindica reposição pelo

INPC mais 5% de aumento

real, algo em torno de 10%.

O presidente do

Sintracomos, Macaé Marcos

Braz de Oliveira, abriu

a assembleia informando o

resultado da negociação que

manteve com as empreiteiras,

na manhã de terça-feira

(8). “O que ouvimos foi ape-

Ela garantiu que o projeto seria

realizado com a participação

das pessoas moradoras”.

Com o detalhamento

do projeto, os moradores teriam

condições de se planejar,

inclusive para as reformas das

casas atuais na Vila Esperança.

Jair Nascimento conta que

esteve na Prefeitura, várias vezes

nas últimas semanas, para

tentar resolver o problema do

lixo acumulado em virtude do

desmonte de barracos. A resposta

é sempre a mesma: “Não

podem fazer nada porque estão

ocupados cuidando da remoção

das famílias que aceitaram

mudar para os apartamentos

do Bolsão 9”, lamenta o presidente

da Vila CAIC.

Ratazanas parecem cães

A Vila Esperança conta com

6.300 moradores cadastrados

para serem beneficiados

com o projeto de urbanização.

Zumbi faz questão de citar

que esse trabalho é resultado

de um TAC – Termo de Ajuste

de Conduta entre o Ministério

Público, a Prefeitura, o Ibama

e o governo do Estado, e que

está completando 12 anos. Os

primeiros passos foram dados

com a construção de uma cerca

com postes de concretos

e fios de aço, atualmente em

grande parte desgastados por

causa dos efeitos das marés.

“Esse TAC só foi consumado

porque houve a concordância

de instalar a cerca

de limitação das ocupações,

de cadastrar todas as famílias

moradoras naquela época e

de definir que nenhuma nova

ocupação poderia ser beneficiada

com os serviços de água

e luz elétrica pelas concessionárias”,

argumenta Zumbi.

Os problemas começaram

a aparecer durante o

atual governo, que começou

os trabalhos de construção dos

apartamentos no Bolsão 9, em

parceria com os governos federal

e estadual, sem observar

os mesmos critérios adotados

pela CDHU para a remoção

dos moradores de oito núcleos

cubatenses – Cotas 400 e

500, Água Fria, Sítio Queirós,

nas ‘não’. Ao fim da negociação,

avisei aos representantes

das empresas que a nossa resposta

também seria um grande

‘não’, com a casa cheia,

como está agora”, disse.

Das 22 cláusulas

reivindicatórias, explicou

Macaé, as empresas concordaram

apenas com a dispensa

do aviso prévio ao traba-

Pilões, Grotão, Mantiqueira,

75% das Cotas 200 e 95. “Nesses

projetos da CDHU a população

foi bastante ouvida, aqui

não há diálogo. Pegam parte

de nós e dizem que é para ir

para o Bolsão 9, com escola,

transporte, ponto de negócio,

mas quem aceita chega lá e

logo descobre que nada disso

acontece de verdade”, comenta

Jair Nascimento.

Iraci Dantas completa

dizendo que o “impacto ambiental

é maior na Vila Esperança

com o lixo deixado pela

Prefeitura, com a derrubada

das casas. Esse lixo está espalhado

por toda parte, criando

ratazanas que outro dia pensei

que fosse um cachorro, de tão

grandes”.

Reunião na Prefeitura

Ontem (quinta-feira) estava

prevista a realização de uma

reunião na Prefeitura, com

técnicos das áreas de obras,

habitação e engenheiros da

Terracom (empresa responsável

pelas obras do projeto de

urbanização e dos prédios no

Bolsão 9). Até o fechamento

desta edição não houve a confirmação

de que tenha ocorrido.

lhador que conseguir outro

emprego ou estiver em vias

de obtê-lo e a manutenção do

atual acordo coletivo. “Nem

mesmo o plano de saúde bucal

elas aceitaram”, reclamou

o sindicalista. “Uma simples

cárie pode atingir o coração

e outros órgãos, causando

sérios problemas no organismo.

Sem contar que o sorri-

Zumbi, da Associação Cubatão

de Bem com o Mangue, Iraci

Dantas e Jair Nascimento,

da Associação de Moradores

de Vila CAIC, acham que

com diálogo o projeto pode

melhorar.

O presidente da Associação

de Moradores da Vila

CAIC, Jair Nascimento, confia

que o diálogo acontecerá na

próxima quarta-feira (16), em

reunião com a prefeita Márcia

Rosa, para tratar de assuntos

relativos à permanência ou

não dos moradores em áreas

programadas para a movimentação

de maquinários e obras.

Quarta-feira (9), a reportagem

do “Jornal Povo de

Cubatão” solicitou entrevista

com o secretário Silvano Lacerda

(obras e habitação), por

escrito, seguindo orientação

da Assessoria de Imprensa da

prefeita Márcia Rosa. Até às

00h46, desta sexta-feira (11),

ninguém respondeu ao jornal.

so é o nosso cartão postal”.

Macaé anunciou que

haverá nova negociação com

as empreiteiras, na manhã de

hoje, na Avenida Joaquim Miguel

Couto, 337, Centro, Cubatão.

Ele lembrou ainda que a

primeira negociação aconteceu

em 18 de abril, quando as empreiteiras

“não apresentaram

nada de concreto”.

ANiMAis

Programa Segunda

Chance: Sinatra,

Pitoco & Cia

Pitoco, Jorge e Sinatra: Programa Segunda Chance inclui os

cães abrigados no Centro de Controle de Zoonoses

Aos chamativos olhos

azuis, Sinatra incorporou

também a obediência aos

comandos. “Senta, dá a

pata, rola…”. Foi o adestrador

Jorge Pereira quem

o tornou um cão mais do

que gracioso. A nova condição

é bem diferente da que

há um ano o fez ser trazido

pela Ecovias para o Centro

de Controle de Zoonoses

de Cubatão. Atropelado na

pista, perto dos bairros cotas,

Sinatra não conseguia

andar. Recebeu cuidados,

carinho e, no fim do ano

passado integrou a turma

inaugural do Projeto Segunda

Chance.

“Sinatra e mais

quatro cães não agressivos

foram treinados. Com o

adestramento, as chances

de serem adotados aumentaram”,

afirma a veterinária

Mônica Botelho, chefe

do Serviço. Ela cita o caso

da Pretinha. “A vira lata de

5 anos estava com a gente

há uns dois. Outro dia vieram

aqui querendo adotar

um filhote, mas a apresentação

da adestrada Pretinha

despertou a atenção.

Graças a isso, a cachorrinha

de meia idade acabou

conquistando um dono”.

Assim espera-se também

aconteça com Pitoco (na

foto com o cão Sinatra e o

adestrador Jorge).

Mas, o Segunda

Chance é um programa

voltado também à ressocialização

de cães agressivos.

O trabalho permite que sejam

recolocados no convívio

humano. Nestes casos,

são removidos para o Canil

Matilha de Nobres, na

Capital. Assim ficam mais

próximos do Jorge Pereira

e passam por um processo

mais criterioso. “Dois pit

bulls e um rottweiler que

foram pra lá acabaram adotados

depois de ressocializados

e nem voltaram”.

O programa desenvolvido

no Segunda Chance

é amplo. Inclui também os

demais cães abrigados no

Centro de Controle de Zoonoses

(Rua João Paulo I,

100, Sítio Cafezal). “Fazemos

de tudo para que haja o

maior número de cães adotados

e conscientizamos a

comunidade sobre posse

responsável”. Segundo a

veterinária, os animais já

saem castrados e os donos

recebem toda a orientação.

Mônica Botelho ressalta

que os tempos são outros

nessa convivência com os

animais domésticos. “Inclusive

evitamos até usar

o nome Canil. Ficou muito

marcado na cabeça das pessoas

com aquele conceito

arcaico da carrocinha que

faz as apreensões de cães

soltos e até daquela risível

lenda urbana do cachorro

que vira sabão”, diz. Quem

quiser conhecer mais o Segunda

Chance, pode acessar

www.youtube.com e

buscar por projeto segunda

chance de cubatao.


Alexandre Sartorato

pretendia correr 3 mil

quilômetros em 30 dias, entre

Cubatão e Praia Grande,

em prol do Instituto Ayrton

Senna

O sonho do ultramaratonista

cubatense Alexandre Sartorato

de ser o primeiro no mundo

a percorrer a pé mais de 3

mil quilômetros em 30 dias

teve que ser adiado. O motivo:

um assalto ocorrido no último

sábado, dia 5, por volta das

15h30, na Rodovia Padre Manoel

da Nóbrega, no km 289,

em Praia Grande.

O atleta conta que,

enquanto corria, foi abordado

por dois homens de bicicleta,

que, armados, o ordenaram

que entregasse a carteira. No

mesmo momento, um dos integrantes

da equipe de corrida,

que pedalava a poucos metros

atrás com uma mochila de

utensílios de primeiros socorros,

acabou parado por outros

dois assaltantes e teve o material

roubado. Já o fisioterapeuta

que o acompanhava estava

de carro em outra pista e escapou

da ação.

“Preferimos parar por

segurança, pois passaríamos

ali mais 102 vezes. Poderiam

até achar que eu estava tirando

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

onda. Até a polícia informou

que aquele é um local complicado”,

conta Sartorato, com

referência ao trajeto de 50

quilômetros entre o Cruzeiro

Quinhentista, em Cubatão, e o

trecho da Rodovia padre Manoel

da Nóbrega conhecido

como “Curva do S”, em Praia

Grande.

Agora, ele lamenta a

interrupção, ainda no quinto

dia, de um trabalho que contou

com uma preparação de

quatro anos e pode demorar

a ser retomado. “É preciso

tratar toda a parte fisiológica.

Tem que treinar, no mínimo,

um ano”, explica, lembrando

que os 469 quilômetros que

já havia percorrido deixaram

consequências que precisam

ser sanadas antes de uma retomada.

“Tem que estar 100%

para entrar em outra. As dores

começam a surgir no segundo

ou no terceiro dia. Eu já estava

com tendinite e duas unhas estavam

caindo”.

Sartorato também lamenta

que não apenas a parte

física foi prejudicada com

o episódio, já que tinha um

contrato de direitos cedidos

ao Instituto Ayrton Senna, que

pretendia divulgar com a atividade.

“As pessoas que nos

assaltaram não tinham noção

do que estava envolvido”, comenta,

lembrando ainda que

o trabalho ainda incluía uma

equipe com profissionais de fisioterapeuta

e ortopedia, além

de um clínico geral.

Segurança

Para uma próxima empreitada

como ultramaratonista, o

atleta garante que dará maior

relevância às condições de segurança.

“Sei que corro risco

de ser atropelado, de ter fratura,

de ter tendinite e de meus

órgãos internos estourarem.

Mas são riscos previsíveis. De

ser assaltado, nunca havia previsto,

pois já havia atravessado

todo o país sem este tipo de

problema. E, em Cubatão, todos

me conhecem. Sabem que

eu não corro por dinheiro, que

sempre doei minhas cotas”.

Histórico

Em 2007, na “Volta ao Mundo”,

Sartorato passou por 20

países em 116 dias – percorrendo

até 126 quilômetros por

dia – em prol da organização

SOS Kinderdorf International,

voltada à proteção de crianças.

Cidade

Assalto impede feito de ultramaratonista cubatense

A cada três casamentos realizados,

um acaba em separação.

O Divórcio decreta o

fim do casamento, mas não o

fim da Família. O conceito de

Família está mudando. Sendo

assim, cabe aos Pais a árdua

tarefa de amenizar os impactos

deste conflito na cabeça

dos seus Filhos.

Antigamente cada

Família possuía sua respectiva

árvore Genealógica, com a figura

tradicional do Pai, da Mãe

e dos Filhos. Hoje podemos

dizer que temos verdadeiras

florestas Genealógicas. Dessa

forma, se tornou perfeitamente

normal escutar: - o “Irmão

e a Irmã por parte de Pai”, o

“Marido da Mãe”, a “Esposa

do Pai”, os “Filhos do Marido

da Mãe”, os “Filhos da Mulher

do Pai”, e por aí vai. Essa rede

familiar, que mais lembra uma

colcha de retalhos, vem sendo

denominada por estudiosos e

especialistas como “Família

Mosaico”.

É perfeitamente natural

que seja assim. Natural,

mas não necessariamente

Oração

Reze 9 Ave-Marias

Durante 9 dias peça 3 desejos: 1

de negócios e 2 impossíveis. Ao 9º

dia publicar este aviso e cumprirse-ão

mesmo que não acredite.

M.F.M.P.

Simpatia para deixar de beber

Pegar meio copo de cachaça, colocar

em um lugar que ninguém

veja, oferecer as Santas Almas

Benditas e dizer: Assim como este

cheiro vai sumir, o vício do fulano

também vai acabar. No outro

dia, pegar o copo com a cachaça

e jogar em um lugar qualquer,

inclusive o copo. Depois publicar

esta simpatia 3 dias num jornal.

M.F.M.P

tranquilo; por conta disso,

os mais diversos imbróglios

acabam batendo às portas do

Poder Judiciário. Muitas vezes,

situações que poderiam

ser evitadas com uma simples

conversa são tomadas por reações

motivadas pelo ciúme,

mágoa, rancor e sentimento

de posse.

Felizmente o próprio

Poder Judiciário tem promovido

avanços significativos

no tocante à proteção de Pais

e Filhos separados, tais como

a regulamentação da Guarda

Compartilhada, deferimento

da Guarda para os Pais, abrangência

da discussão da alienação

Parental. Contudo, em

ações judiciais envolvendo

relações familiares não há o

que se falar em vencedor. De

certa maneira todos perdem:

uns mais, outros menos.

Em recente decisão,

a Terceira Turma do Superior

Tribunal de Justiça condenou

um pai a indenizar a filha em

R$ 200,00 mil por “abandono

afetivo”. A decisão é inédita

no Brasil. E abre a possibi-

Raul Virgilio, advogado Email: advogadojornalpovo@gmail.com

FAMíLiA MOSAiCO

lidade de exigir indenização

por dano moral decorrente de

abandono afetivo pelos pais.

A Sociedade por sua vez, também

tem se adaptado a essa

nova realidade. Programas de

rádio e TV exibem histórias

do gênero com naturalidade,

abordando o cotidiano de filhos

de Pais Separados. Antes

o que era motivo de preconceito

ou considerado pecado,

agora é uma situação normal,

corriqueira. Dois exemplos

ilustram essa afirmação: a

“Esposa do Pai” levando o enteado

para a Escola como se

estivesse cuidando do próprio

filho ou a criança que, no dia

dos pais, faz dois desenhos na

escola para presentear o seu

Padrasto e o seu Pai.

Após a separação,

muitos Pais que antes eram

considerados ausentes passam

a ser muito mais presentes. O

respeito, antes inexistente em

virtude do desgaste da relação

conjugal, se tornou muito salutar.

Com Homens e Mulheres

inseridos no mercado de

trabalho e, portanto, com a

mesma disponibilidade de horários

para ficar com os filhos.

A “Guarda dos Filhos” que

parecia óbvio ser exclusiva

da Mãe (não existe nenhuma

imposição legal para isso),

hoje é discutível e pode pertencer

ao Pai ou repartir entre

os dois, nascendo a figura da

“Guarda Compartilhada”. Já

foi o tempo em que a ocupação

feminina era apenas cuidar

dos filhos. Nada mais justo,

então, que os pais dividam

igualmente todas as tarefas

que lhes cabem.

A guarda compartilhada com

alternância de casas, por sua

vez, só funciona com Pais

participativos, que emocionalmente

dão segurança aos

filhos. A presença dos Pais

contribui para a superação de

mágoas e conflitos que anteriormente

predominavam e

aumentavam a distância da

chance de convivência.

O sonho de constituir

uma Família convencional

continua sendo o objetivo

da maioria das pessoas.

Todavia há outros caminhos

de constituí-la em harmonia

com a vida de todos os seus

membros. Família não significa

união de pessoas com

o mesmo sangue. Mas sim

o compartilhamento de valores,

proximidade, respeito

e afeto conduzem estruturas

familiares muito bem sucedidas

hoje.

O respeito é tudo.

Ninguém deseja formar uma

família baseada em conflitos

de relacionamento e em

constante pé de guerra, ape-

7

Enquanto corria, Sartorato

foi abordado por dois homens

de bicicleta, que, armados, o

ordenaram que entregasse a

carteira.

Em 2003, correu do Oiapoque

(AP) ao Chuí (RS) para ajudar

o Movimento Amanhã sem

Câncer.

nas para exibir e manter os

costumes da Sociedade. Uma

vida de aparência não constrói

nada. O bem estar pessoal

e dos filhos dependem diretamente

de uma orientação

harmônica e bem estruturada.

Assim, quando a separação

dos pais acontece e o núcleo

familiar conhece as razões

dessa decisão, os filhos não

se sentirão desamparados e

prosseguirão se formando

para uma vida segura e normal

em sociedade.


8

Cidade

Projeto

cidadão

CiDADANiA E

ANiMAiS DE ESTiMAçãO

O bom senso, as boas práticas ambientais

e até a Constituição da República

dizem que todos os cidadãos

têm direito a um ambiente sadio e

ecologicamente equilibrado. No entanto,

em pleno século XXI continuamos,

em muitos centros urbanos, a

ter que escolher o caminho por onde

andamos, em plena calçada, devido

a esse grande problema dos dejetos

caninos.

Não entrando em consideração

com a falta de civismo e de respeito

pelo próximo, esta questão põe em

causa a saúde pública, dado que a sua

presença levanta problemas de contaminação

ambiental, são veículos de

transmissão de doenças graves para

outros animais e para os humanos,

além do incômodo odorífero e visual.

A responsabilidade e o dever

de proceder à limpeza e remoção

imediata dos dejetos produzidos pelos

seus animais de estimação na via

pública, cabe aos donos e/ou acompanhantes

dos animais.

Todos têm o direito de ter o

seu animal de estimação, mas a liberdade

de cada um termina quando

interfere com a liberdade dos outros.

Todas as crianças têm o direito de

brincar nos espaços públicos sem estarem

sujeitas a contaminações por

bactérias, vírus ou fungos que abundam

em locais onde proliferam os

presentes dos bichinhos de estimação.

Todos temos o direito de não ter

que escolher caminho entre os dejetos

para entrar na porta de casa.

Apesar das campanhas de

sensibilização levadas a efeito por alguns

municípios brasileiros, verificase

que nem sempre atingem o seu

objetivo. A par das campanhas têm

que existir contentores adequados,

assim como sacos para a recolha dos

respectivos presentes, manutenção e

limpeza da via pública, bem como dos

contentores e reposição dos sacos, o

que nem sempre acontece.

Será que a solução para este

problema deverá passar pela taxação

efectiva de coimas já previstas na legislação,

mas não aplicadas? Serão os

donos destes animais de companhia

alheios ao perigo em que se colocam

e à restante comunidade? Até onde

vai a falta de civismo e de respeito

pelo próximo? O que é que é preciso

para alterar a postura dos cidadãos

relativamente a esta e a outras questões

referentes à higiene urbana?

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

NAS JANELAS: CORTiNAS OU PERSiANAS?

Um item importante na decoração de uma casa

ou apartamento é o que colocar nas janelas da

sala, quartos e cozinhas. As opções são as mais

diversas, graças à ampla variedade em persianas

e tecidos para as cortinas. Além disso, a

praticidade e as características de cada cômodo

são fundamentais na hora da escolha.

Na sala, temos que levar em consideração,

a quantidade de janelas e a qualidade da

ilumina-ção que elas dão ambiente. Caso você

more em um apartamento de andar baixo, as

cortinas ou persianas tem que ser de fácil higienização,

pela poluição que vem pelo ar das

janelas. É fundamental adequar sua escolha à

decoração da sala, o estilo mais clássico fica

bem com cortinas ou xale, enquanto um estilo

mais moderno pede uma persiana.

Nos quartos os cuidados são com a

iluminação para facilitar o descanso, estudos e

os traba-lhos em computador ou escrivaninha.

Materiais de fácil higienização para cortinas e

persianas, são os ideais para evitar problemas

respiratórios com a poeira ou ácaros.

As cortinas e persianas exercem um

papel muito importante na decoração. A cada

ano surgem novos modelos no mercado que

permitem diferentes combinações, porém é

importante ter cuidado para não escolher uma

peça extravagante ou com medidas desproporcionais

e acabar prejudicando a decoração.

Elas completam o ambiente, dão charme e

também filtram ou bloqueiam a luz do sol.

Existem sempre dúvidas na hora da escolha

do modelo, a opção mais utilizada são as persianas

horizontais em cozinhas, banheiros ou

escritórios, já as cortinas em tecido tem seu lugar

de destaque nas salas e quartos. A escolha

vai depender de uma série de fatores como já

citamos, alguns com necessidade de blackout

ou semi-transparência, e a função do ambiente

dentro do estilo utilizado na decoração.

A opção de estilos e materiais das persianas

não se limita a cozinha, banheiro ou escritórios,

o mercado disponibiliza modelos que

ficam muito bem na sala do estilo mais clean

ou despoja-da. Uma mistura muito utilizada na

decoração atualmente, é acrescentar um xale

ou cortina em tecido fixado com cabo de aço

nas laterais da janela, dando um acabamento

mais acon-chegante.Um detalhe que faz a diferença,

a cortina de tecido fica mais elegante se

o seu comprimento for do teto ao chão.

e-mail: dariella05@hotmail.com

Há vários modelos de cortina com ou

sem estampas, cores neutras e tantas outras formas

de acabamento. Para contribuir com a aparência

da casa é necessário escolher as cortinas

de acordo com as necessidades do cômodo. As

peças claras (tons pastéis) e confeccionadas em

tecidos leves combinam com as salas modernas

e criam uma sensação de amplitude no espaço.Deve

se atentar ao estofamento do sofá e

a cor do tapete na escolha certa da cortina na

sala,sendo um ambiente receptivo e com caráter

social, a sala merece uma cortina simples, com

cor neutra e sem exageros no acabamento.

Já nos quartos, as pessoas possuem

mais liberdade para escolher o modelo da cortina,

podendo apostar em modelos românticos

e confeccionados em tecidos encorpados. Uma

dica ao decorar qualquer cômodo da casa, evite

as cortinas pesadas e repletas de sobreposições,

elas estão ultrapassadas e fora de moda.Evitar

o uso de tecidos estampados é uma recomendação

dos designers de interiores.

Assim como as cortinas as persianas

são importantes complementos na decoração,

e têm a função de equilibrar ou vedar a luminosidade

e conservar a privacidade de cada

ambiente, dependendo da sua função. Alguns

modelos permitem um controle mais preciso,

porque você regula a abertura de acordo com a

quantidade de luz que quer deixar entrar . Existem

no mercado diversos modelos e materiais

de persianas. Os mais usados são as persianas

horizontais tipo rolo, e a persianas horizontais

tipo romano.

-Persianas tipo rolo: As persianas estilo rolo

funcionam como painéis que, quando recolhidos,

ficam enrolados. Na moda novamente as

persianas tipo rolo em madeira.

-Persianas tipo romano: Têm o mesmo uso e

função da de rolo, mas sua estética e mais interessante,

já que ela se dobra a medida que é

suspensa.Quando fechada, os locais das dobras

formam listas horizontais nos painéis.

Geralmente o que se vê no ambiente é só cortina

ou só a persiana. Mas, quem disse que não

se pode ter as duas opções no mesmo espaço?

A integração desses dois acessórios traz possibilidades

como vedar totalmente a entrada de

luz, integrar ou dividir os espaços. São múltiplas

as vantagens das cortinas e persianas escolha

a que trazer mais conforto, harmonia ao

seu lar.


Caderno 2

ANO VIII Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012 Edição nº 358

** E chega mais um dia das mães -

que foi antecedido pelo dia do índio.

Antes desse, porém, veio o dia da

mulher - e logo virá o dos namorados,

o das avós, o dia dos pais e o das

crianças, sem contar o do próprio

Jesus Cristo... Talvez me escape algum

“dia” mas o interessante, aqui, é

considerar o condicionamento da

massa humana: seja bom prá sua

mãe no dia tal, para o seu pai naquele

outro - e não maltrate sua mulher

no dia x, no outro você pensa nisso,

mas no dia x você dá flores”. É mais

fácil assim. Dá menos trabalho, não

temos que ficar beijando, abraçando

e cuidando das pessoas, não temos

que amar todos os dias - não é isso

o que a mídia nos quer impôr? Por

isso respeito os que amam de graça

- existe outro jeito de amar? Os

que perdoam, mimam, protegem,

educam, carregam, beijam, abraçam

- e ainda se dedicam a descobrir nos

outros coisas especiais que ninguém,

antes, prestou atenção. Aos que

parecem bobos, aos que se dedicam

enfim: aos que amam como uma mãe

- a esses vai minha homenagem, meu

carinho e admiração. E um pedaço de

bolo de desaniversário - como o que

Alice aprendeu a comer no País das

Maravilhas.

CIRCUITO:

** HOJE, às 9:30 horas, Natan

Alencar, Eliana Tavares e Lucia

Oliver farão performance de

“O menino azul” - de Cecília

Meireles. No Bloco Cultural

- parte do Encontro dos

Contadores de História.

** Enquanto isso, às 9 horas,

na Biblioteca, será encenado o

projeto “À Sala do Conto” - com

Alberes de Barros e Débora

Carvalho (ProAC - Difusão da

Literatura no Estado de São

Paulo e Cooperativa Cultural

Brasileira).

** Às 10 horas, os contadores

vão às escolas com “Conte outra

vez”.

** Às 10:30 é a vez do Teatro de

Fantoches, ainda na Biblioteca

(Cia Beto Fantoches).

** Às 13:30, no Bloco Cultural,

haverá roda de histórias com

Nalva Leal, Tatyane Felix, Ana

Correia, Eliana Grecco e Tótila

Artigas.

**Às 15:00 - espetáculo

“Recontando Histórias do Céu

e do Mar”(Instituto Cultural

Vasco Carmano).

** No sábado 12, às 20 horas,

teremos a “Retrospectiva 10

anos” com a Banda Sinfônica -

no Bloco Cultural, com entrada

franca.

Um feliz

aniversário ao

nosso Lourimar

Vieira - muito

sucesso e

felicidades! (16.5)

jordanalimaduarte@gmail.com

“Para o verdadeiro sucesso, faça a si mesmo 4 perguntas:

Por quê? Por que não? Por que não eu? Por que não agora?” (James Allen)

Felicidades ao

vereador Doda

- que completou

anos dia 4 de maio,

parabéns!

Um feliz aniversário a

nosso querido Fabiano

di Melo - 29.4

Felicidades

à Gislaine

- parabéns

pelo seu

aniversário! -

18.5

E feliz aniversário

à Irinna Duarte

Leandro -

princesinha

amada! (27.5)

Parabéns à Sandy

Andrade, pelos seus 19

anos! - 10.5

Parabéns ao Edmur Mesquita, pelo seu

aniversário - 17.5

Feliz aniversário ao Jackson

Carvalho - na foto com Dan

Lisboa. 10.4


10

Esporte e Horóscopo

peDestriANisMo

ZODÍACO DO POVO

ÁRIES

20/03 a 20/04

TOURO

21/04 a 20/05

GÊMEOS

21/05 a 20/06

CÂNCER

21/06 a 22/07

LEÃO

23/07 a 22/08

VIRGEM

23/08 a 22/09

Procure ser mais dedicado(a) às suas atividades profissionais, poderá ter

o reconhecimento que deseja, porém, evite entrar em conflito com colegas.

Momento favorável para lidar com contratos e documentos.

Fique de olho nas oportunidades que podem surgir no trabalho. Sua capacidade

de liderar está em alta, aproveite para dividir as tarefas para não

se sobrecarregar.

Há boas chances de mostrar seu talento, esforço e dedicação e, assim,

construir o caminho para uma promoção na carreira ou para a melhoria

dos seus rendimentos. Convém gastar menos ou poderá se endividar.

Pode se sentir pressionado(a) no trabalho, mantenha a serenidade e procure

se organizar para dar conta dos seus compromissos. Criatividade e

otimismo não vão faltar.

Pense na possibilidade de pedir ajuda aos colegas, assim, suas tarefas irão

render mais. Busque momentos de diversão ao lado de amigos e familiares.

Tente não misturar vida pessoal e profissional.

Um colega de trabalho poderá causar decepção. Isso ajudará a definir em

quem realmente pode confiar. No serviço, não se acomode, procure inovar

e usar a sua criatividade que está em alta.

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

Equipe Semes/Cubatão de Pedestrianismo domina 1ª

Etapa do Campeonato Santista da modalidade

Maria dos Remédios foi a

vencedora entre as mulheres

A equipe Semes/Cubatão de

Pedestrianismo dominou a prova

10 km Cidade-Porto, válida

pela 1ª Etapa da 27ª edição

do Campeonato Santista de

Pedestrianismo, realizada no

domingo, dia 6, pelas ruas de

Santos. Além do título no geral

masculino, e vice-campeã no

feminino, a equipe cubatense

teve também a atleta Maria dos

Remédios Castro (Semes-Cubatão/Ao

Fiel Barateiro), campeã

entre as mulheres, e Geovane de

Jesus Santos, em 2º lugar no geral

masculino.

Maria dos Remédios

completou os 10 km com o tempo

de 37 minutos e 30 segundos,

deixando para trás a campeã na

edição de 2011, Angelina das

Graças Rafael, da equipe Semes/Santos.

No masculino o

destaque cubatense foi Geovane

de Jesus Santos, que completou

a prova em 31 minutos

e 12 segundos, atrás apenas do

corredor santista, José Uiton do

Nascimento, com o tempo de 30

minutos e 06 segundos.

A equipe cubatense

que participou da prova com 54

atletas, além de Maria dos Remédios

e Geovane, teve outros

20 corredores subindo ao pódio,

caso de Jonas Alves Silva, campeão

na categoria 35/39 anos;

José Adilson A. Santos (Sinthoress),

campeão na catego-

jiu jitsu

Das quatro competições

disputadas no ano, Benedetti

venceu em três delas

Integrante da equipe Alliance

Pernalonga/Semes Cubatão,

Danilo Benedetti foi o grande

destaque da 1ª Copa Lutando

para o Bem de Jiu Jitsu, realizada

no domingo, dia 6, no

Colégio Castro Alves, em São

Paulo. Danilo levantou dois

títulos, pela categoria Adulto

Médio Azul, e pelo Absoluto,

que envolve todas as categorias

participantes.

Para o treinador Beto

Pernalonga, Benedetti vem

se destacando como o grande

nome da temporada, tendo

vencido três das quatro compe-

ria 40/44 anos; Daniel Ricardo

Damasio, campeão na categoria

30/34 anos; Severo Salustiano

dos Santos, campeão na categoria

70/74 anos; Luiz Carlos

dos Santos (Eternity), 2º lugar

na categoria 45/49 anos; Joaldo

Costa Pinto (Rede Krill de

Cubatão), 2º, categoria 40/44

anos.

Também subiram ao

pódio os atletas: Adilson Alves

do Nascimento, 3º, categoria

40/44 anos; Fábio dos Santos

Sanches Postos Portal de Santos),

4º lugar categoria 35/39

anos; Claudionor R. da Silva Filho

(Tia Jô/Clomac), 4º, categoria

45/49 anos; Antonio Carlos

dos Santos (Flexion Academia),

4º lugar, categoria 50/54 anos;

Ivan Celino da Silva, 5º lugar,

45/49 anos; Lino Morais Neto,

5º lugar, categoria 55/59 anos.

Entre as mulheres, os

destaques foram: Rosineide

Flor da Silva, campeã, na categoria

35/39 anos; Maria Helena

Azzoline Soares, campeã na categoria

60/64 anos; Karina Aparecida

S. Cordeiro (Mia Ação

SV), 3ª colocada na categoria

30/34 anos; Josefa L. da S. Andrade

(Flexion Academia), 4º

lugar na categoria 30/34 anos;

Tania Regina da Silva, 4º lugar

na categoria 35/39 anos.

Na prova dos 5 km, se

deram bem Marcos Rene dos

Santos Santana, vice-campeão

na categoria Deficiente Intelectual;

Reni Maria de Paulo, vice-

tições realizadas

neste ano. “Das

três etapas do

Circuito Paulista

de Jiu Jitsu, Benedetti

venceu

duas, garantindo

desta forma o título

do Circuito,

o que mostra seu

valor”, afirma o treinador que

destaca ainda o valor da equipe

que foi montada em 2006 e

que, a cada ano, melhora consideravelmente

o rendimento de

todos os atletas participantes.

Além de Danilo Benedetti,

também se destacaram no

grupo: Gustavo G. Fernandes,

vice-campeão infantil B/ peso

pluma/branca; Gleisson Ricar-

A equipe cubatense dominou

a prova válida pela 1ª Etapa

da 27ª edição do Campeonato

Santista de Pedestrianismo.

campeã na categoria acima de

70 anos feminina, e Ivan Celino

da Silva Júnior, 5º colocado na

categoria Juvenil, 16/17 anos.

A próxima etapa do Santista de

Pedestrianismo será os 10 km

do 6º GB/Bombeiros, marcada

para o dia 24 de junho próximo,

também em Santos.

Danilo Benedetti a 1ª Copa Lutando para o

Bem de Jiu Jitsu

do, 3º lugar adulto, peso pluma/azul;

Willians S. Oliveira,

4º lugar absoluto faixa azul e 5º

lugar médio faixa azul; Danilo

Macedo, 4º lugar adulto peso

pesado faixa azul; Fábio César

do C. Silva, 4º lugar adulto

peso pesado faixa azul; Geovane

Alves, 4º colocado adulto,

peso pena azul; e Thiago Santos

Silva, 5º lugar adulto, peso

médio faixa branca.

Anuncios

LIBRA

23/09 a 21/10

ESCORPIÃO

22/10 a 21/11

SAGITÁRIO

22/11 a 22/12

CAPRICÓRNIO

23/12 a 19/01

AQUÁRIO

20/01 a 19/02

PEIXES

20/02 a 19/03

FONTE: João Bidu

Não vai faltar entusiasmo nesta semana e você irá contagiar todos à sua

volta. Pode ser que tenha que tomar decisões importantes. Sua vida financeira

precisa de um pouco mais de disciplina.

Se deseja aumentar seus rendimentos, pode investir em uma atividade

extra ou mesmo mostrar suas habilidades aos chefes e superiores. Deixe

os problemas de lado e divirta-se mais.

No trabalho, tente encontrar maneiras mais práticas de realizar as mesmas

atividades. Favorecidas viagens e passeios. É tempo de compartilhar

sonhos e ideais em família.

Discrição será fundamental no ambiente profissional, fique longe de conversas

que não levam a nada. Porém, é uma boa semana para mostrar

toda sua força e determinação ao realizar suas atividades.

Semana boa para concentrar suas forças em suas atividades, mas cuidado

com pessoas oportunistas. Graças ao bom entrosamento com os colegas

de trabalho, as tarefas realizadas em equipe recebem proteção.

Podem surgir boas oportunidades de crescer na profissão, fique de olho.

Mantenha a discrição sobre seus planos, evite comentá-los perto dos colegas

de trabalho.


Com certeza, na cabeça do torcedor

do Santos, o time já é campeão

paulista de 2012. Ou melhor: tricampeão,

levando-se em consideração

as conquistas de 2011 e

2010. Desde 69, ainda na Era Pelé,

o clube persegue o tricampeonato

tradicional, caracterizado pela vitória

maior durante três anos consecutivos.

Não há como negar que o

Santos é favorito ao título e que, ao

golear o Guarani no último domingo,

por 3 a 0, praticamente decidiu

a questão. Ao time de Campinas

resta vencer pelo mesmo placar,

para definir nos pênaltis, ou golear

por 4 ou mais gols de diferença.

Sem dúvida, uma missão muito

difícil, quase impossível.

Preliminarmente, há o aspecto

emocional, fundamental em

qualquer competição esportiva e

principalmente em uma final. Com

certeza, a goleada sofrida domingo

causou um forte abalo, sob vários

aspectos. O mais contundente é

que ficou clara a diferença técnica

entre as duas equipes, tanto em

termos de conjunto como individualmente.

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012 Esporte

MUNDO ESPORTiVO com Márcio Calves (marciocalves@ymail.com)

A LÓGiCA

kArAtê

Para ir ao limite, o Guarani

não tem Neymar e muito menos

Paulo Henrique Ganso. Sem contar

Arouca, Elano e outros. Há,

na sequência, o aspecto tático:

o time de Campinas não pode

mais ter cautela ou se dar ao luxo

de “aguardar os acontecimentos”.

Terá, obviamente, como se diz na

gíria do futebol, que “sair para

o jogo”, expondo-se ao risco de

contra-ataques e principalmente à

fúria do melhor jogador do Brasil

e, pelo menos, um dos três melhores

do mundo.

Se der espaços ao Santos,

com certeza, poderá sofrer até uma

goleada histórica. Ninguém hoje,

de forma consciente, tem condições

de entrar em campo contra o

Santos como franco-atirador. Rigorosamente,

o risco de “morte”

será enorme.

Na prática, ao longo da

fase decisiva, o Santos foi o melhor

entre os oito classificados.

Mais do que qualquer outro, merece

o título e a glória de ser novamente

tricampeão, como nos tempos

de Pelé. Aliás, ouso dizer (ou

escrever) que Neymar está bem

próximo de Pelé. A cada jogo surpreende,

a cada jogada improvisa,

a cada lance cria uma nova manobra.

Sua habilidade e velocidade

impressionam, assim com a sua

capacidade de sobreviver à caçada

física imposta pelos adversários.

Os adversários do Santos

já adotaram até a “tática do rodízio”,

para conter Neymar na força,

ou na pancada, e evitar a expulsão.

M ais ou menos o seguinte: “Cada

um bate um pouco e, se for o caso,

o técnico até promove substitui-

Fiama é convocada para a Seleção Brasileira que

participará do Panamericano Sênior de Karate

Competição será entre 28

de maio a 3 de junho na

Nicarágua

A karateca cubatense Fiama Almeida

dos Santos foi convocada

pela Confederação Brasileira de

Karate, para integrar a Seleção

que disputará o Campeonato

Panamericano Sênior de Karate,

no período de 28 de maio a 3 de

junho, na cidade de Managua,

capital da Nicarágua. Atleta adotada

pela Prefeitura de Cubatão,

Fiama dividirá com a mineira

Jéssica Candido a responsabilidade

de representar o País no

Kumite Feminino, categoria até

50 kg.

Integrante da equipe

Associação Unidos/Cubatão,

Fiama conta hoje, com 19 anos

de idade, dos quais, 15 anos de-

hipisMo

Grupo se qualificou no

Paulista, realizado no final de

semana, em São Paulo

A equipe cubatense de Muai

Thai conseguiu classificar 13

de seus atletas para o Campeonato

Brasileiro da Modalidade,

a ser realizado no período

de 7 a 10 de junho, na cidade

de Piracicaba, no Interior do

Estado. A equipe de Cubatão

participou neste final de semana

do Campeonato Paulista de

Muai Thai, realizado no Ginásio

Baby Barione, na Capital,

que serviu de seletiva para o

Brasileiro.

Segundo o responsável

pela equipe, Jarbas do Amaral se

destacaram os seguintes atletas:

Ricardo Madureira, ouro na categoria

71 kg; Erich Fernando,

ouro na categoria 57 kg; Juliana

Rosa, ouro na categoria 48 kg;

Lucas Neris, ouro na categoria

91 kg; Daniel Neri, ouro na ca-

dicados ao karate, período em

que conquistou importantes títulos

a nível estadual, nacional e

até internacional. Entre as principais

conquistas destacam-se o

tri-campeonato do Mundialito

da Shorin, entre 2008 e 2010,

vice-campeã sulamericana do

Wuko, no Chile, e em 2011,

sagrou-se campeã nos Jogos

Abertos do Interior e 5º lugar no

Campeonato Panamericano.

Além de competir, Fiama

tem dedicado parte de seu

tempo, participando de projetos

sociais, ministrando aulas de

karate para jovens participantes

do projeto do Corpo de Bombeiros.

A atleta ministra aulas

também na Associação Unidos,

dando sua contribuição para o

fortalecimento da modalidade

em Cubatão.

Cubatão terá 13 lutadores de Muai Thai no

Brasileiro da Modalidade, em Piracicaba

tegoria 71 kg. As medalhas de

prata foram conseguidas por:

Pedro Bonifácio, na categoria

71 kg; Bruno Lima, 75 kg.

Os medalhistas de

bronze foram: Diego Ramos,

91 kg; Rafael Graciano, 67 kg;

Washington Luiz, 75 kg; Alex

Sander Dias, 57 kg; e Heidy

Robattini, 56 kg. A equipe é

treinada por Jarbas do Amaral e

por Anderson Buda. Os treinos

são realizados nas terças e quintas-feiras,

das 20h às 21h30, no

Centro Social Urbano, no Jardim

Costa e Silva, e as segundas

e quartas-feiras, das 18h às

19h30, no Centro Esportivo Armando

Cunha, no Jardim Casqueiro.

ções para que o time não fique com

10 ou até 9 jogadores. Nesse aspecto,

a arbitragem é ponto fundamental,

até para preservar o maior

fenômeno dos últimos tempos no

futebol brasileiro e mundial.

P.S.: Em função do horário de fechamento

desta edição e da grande

pressão do diretor de Redação,

o amigo Raul Christiano, escrevo

esse artigo sem saber o resultado

do Santos na segunda partida

contra o Bolivar, pela Libertado-

karateca cubatense Fiama Almeida dos Santos

A equipe de Cubatão

participou neste final de

semana do Campeonato

Paulista de Muai Thai,

realizado no Ginásio

Baby Barione, na Capital,

que serviu de seletiva

para o Brasileiro.

FutsAL

Presidente diz que

pretende movimentar

atletas que fizeram

história no clube

O presidente do EC

Cubatão, Bráulio de

Oliveira plantou uma

semente que ele quer

ver germinar em toda

a cidade. Ele juntou exatletas

com idade acima

de 60 anos, para a realização

de partidas de

futebol de salão contra

outras agremiações que

tenham atletas na mesma

faixa etária.

Bráulio destaca

que o objetivo é colocar

este pessoal para se

movimentar com aquilo

que eles ainda gostam

de fazer, que é bater

uma bola entre amigos.

“Quem sabe não

11

NOTA DO EDITOR: O time do Bolivar

sofreu uma goleada histórica na noite

desta quinta-feira, dia 10, na Vila

Belmiro: 8x0. Fora o baile. Neymar,

mais uma vez foi decisivo, com

assistências e dois gols na partida.

res. Inegavelmente, também tinha

que ser considerado grande

favorito, mas o futebol é surpreendente,

irônico e muitas vezes

contraria até lógica.

EC Cubatão

monta equipe de

sessentões de

futsal e aceita

adversários para

amistosos

surjam outros times na

mesma faixa etária e a

gente possa promover

torneios até contra times

de outras cidades”,

justifica o dirigente que

aponta alguns ex-atletas

que fizeram história no

Cubatão e que compraram

a ideia, caso do

meia Dudu, o zagueiro

Louzada, o Milton, que

era um grande lateral,

assim como o atacante

Wagner Antiório, entre

outros. “Todos com

passagens marcantes

pelo Cubatão, entre as

décadas de 60 e 70”,

completou Bráulio que

coloca seus telefones à

disposição para quem

quiser marcar jogos:

3361-8125, ou 8817-

4860.


12

Entrevista

Cubatão, 11 a 17 de maio de 2012

Campos diz que demagogia é a marca da

atual administração

Em entrevista exclusiva

ao Povo, concedida esta

semana, o ex-prefeito de

Cubatão, Carlos Frederico

Soares Campos, ou simplesmente

Campos, fala

sobre a cidade que administrou

entre dezembro de

1.975 a fevereiro de 1.982.

Na conversa com a reportagem,

ele criticou a postura

da atual prefeita, que

considera demagógica

em vários aspectos, especialmente

quando promove

inaugurações de obras

que foram realizadas por

administrações anteriores,

que ela faz questão de não

reconhecer. Ou quando

insiste em falar que paga

salários de até R$ 100 mil

a determinados funcionários,

que de acordo com

ele não corresponde à

realidade. Campos relembra

também uma série de

obras importantes do seu

governo e explica porque

optou pelo PSDB além do

apoio à candidatura de

Nei Serra.

Acompanhe, na seqüência,

os principais pontos da entrevista.

ADMINISTRAÇÃO

ATUAL

Apesar de reconhecer alguns

aspectos positivos no

atual governo petista de

Cubatão, como a política

de revitalização no comércio

local, o ex-prefeito de

Cubatão, Carlos Campos,

considera que a prefeita comete

um profundo equívoco

ao evocar para si a salvação

da cidade. De acordo com

ele, é inaceitável que Márcia

Rosa insista no discurso

de que nada foi feito antes

da administração dela. É

preciso reconhecer os méritos

de outros prefeitos que

também colaboraram para o

progresso da cidade.

ANILINAS

Campos cita como exemplo

o que vem sendo propagado

pelo atual governo em relação

às obras de recuperação

do Parque Anilinas. “Parece

que estão criando um paraíso

em Cubatão, quando na

verdade, o parque foi inaugurado

na minha administração”

disse. Sobre o tema,

ele afirmou que reconhece

a importância dessa obra

de recuperação do Anilinas

e dos investimentos feitos

ali mas insiste que a administração

exagera na propaganda

que faz.

ESCOLAS

Para ele, a prefeita também

comete exageros ao falar

sobre a política educacional

implantada pela atual

administração, com a reforma

de várias escolas. O

ex-prefeito explica que no

seu governo, Cubatão já

era um exemplo para toda

a região na área do ensino,

com escolas de nível muito

elevado. Portanto, Márcia

Rosa não está promovendo

nenhuma revolução nessa

área.

NADA PESSOAL

Campos fez questão de registrar

que não tem nada

pessoal contra a prefeita,

mas sim contra a política

implantada em diversos

setores da administração.

Ele ressaltou que tem por

ela um profundo respeito e

lembrou a carta que enviou

à presidência da Câmara em

2005, quando a Casa analisava

a possibilidade de cassação

do mandato da então

vereadora Márcia Rosa. No

documento, Campos repudiava

a iniciativa dos legisladores

e defendia a parlamentar.

REALIZAÇÕES

O ex-prefeito fez questão

de lembrar várias iniciativas

desenvolvidas no seu

governo e que, segundo

ele, foram importantes para

a cidade. Entre elas, a retificação

do rio Cubatão, a

canalização de córregos, a

construção de galerias subterrâneas

e a drenagem de

águas pluviais. Ele citou

também a construção de

CONSTRUÇÃO

DE 5 ESCOLAS

E CRECHES,

E MAIS

18 UNIDADES

DE ENSINO

EM REFORMA.

diversas praças, a atenção

especial com a iluminação

pública, além de ligação de

água e luz para vários bairros.

Campos lembrou também

das obras de conclusão

do Paço Municipal e de vários

outros investimentos

em saúde, educação, transportes

e pavimentação de

ruas e avenidas. E ressaltou

que em seu governo os servidores

municipais tiveram

o devido reconhecimento.

OPÇÃO PELO PSDB

Carlos Campos afirma que

decidiu acompanhar o atual

vice-prefeito de Cubatão,

Arlindo Fagundes,

quando este deixou o PSB

e migrou para o PSDB. De

acordo com o ex-prefeito,

Fagundes foi injustiçado

pela prefeita Márcia Rosa,

que o perseguiu até deixálo

isolado no governo,

esquecendo-se de que ele

foi um dos principais colaboradores

durante a campanha

de 2008. Segundo

Campos, Fagundes poderia

dar uma grande contribuição

ao governo.

APOIO A NEI SERRA

Campos afirmou à reportagem

que acompanhou

todo o processo de escolha

do candidato a prefeito por

parte do PSDB. E, confessou,

que como amigo particular

sua primeira opção

seria Arlindo Fagundes,

mas como Nei Serra venceu

as prévias terá seu apoio.

De acordo com Campos,

Serra tem longa experiência

administrativa, além de

conhecer os principais problemas

da cidade. “Ele tem

todas as condições para fazer

um bom governo e recuperar

Cubatão”, afirmou

o ex-prefeito.

Campos, que governou a

cidade entre 1975 e 1982,

mostra uma placa em

referência ao seu trabalho:

“Título de um dos prefeitos

mais atuantes do Estado de

São Paulo”

Respeito

More magazines by this user
Similar magazines