Views
5 years ago

Memoráveis - Universidade de Coimbra

Memoráveis - Universidade de Coimbra

Memoráveis - Universidade de

Colecção Autores Gregos e Latinos Série Textos Xenofonte Memoráveis Tradução do grego, introdução e notas Ana Elias Pinheiro

  • Page 2 and 3: Xenofonte Memoráveis Tradução do
  • Page 4 and 5: Ín d i c e Introdução O processo
  • Page 6 and 7: Ana Elias Pinheiro juízes se teria
  • Page 8 and 9: Ana Elias Pinheiro com Cálias (Xen
  • Page 10 and 11: Ana Elias Pinheiro O texto de Memor
  • Page 12 and 13: Ana Elias Pinheiro Sócrates é cul
  • Page 14 and 15: Ana Elias Pinheiro Não podendo neg
  • Page 16 and 17: Ana Elias Pinheiro proibia a persec
  • Page 18 and 19: Ana Elias Pinheiro Também esta acu
  • Page 20 and 21: Ana Elias Pinheiro possuía uma par
  • Page 22 and 23: Ana Elias Pinheiro cronologia teria
  • Page 24 and 25: Ana Elias Pinheiro De modo que, na
  • Page 26 and 27: Ana Elias Pinheiro Contudo, é óbv
  • Page 28 and 29: Ana Elias Pinheiro as suas razões
  • Page 30 and 31: Ana Elias Pinheiro Sócrates pratic
  • Page 32 and 33: Ana Elias Pinheiro apenas que se tr
  • Page 34 and 35: Ana Elias Pinheiro a exclusividade
  • Page 36 and 37: Ana Elias Pinheiro ignora Xenofonte
  • Page 38 and 39: Ana Elias Pinheiro correcto que o d
  • Page 40 and 41: Ana Elias Pinheiro remetendo para u
  • Page 42 and 43: Ana Elias Pinheiro [à letra, Apomn
  • Page 44 and 45: Ana Elias Pinheiro Fiquemo-nos, con
  • Page 46 and 47: Ana Elias Pinheiro morte de Sócrat
  • Page 48 and 49: Ana Elias Pinheiro o d i á l o g o
  • Page 50 and 51: Ana Elias Pinheiro que Xenofonte re
  • Page 52 and 53:

    Ana Elias Pinheiro precisamente àq

  • Page 54 and 55:

    MeMoráveis Li v ro i

  • Page 56 and 57:

    3 4 5 Xenofonte o acusaram de ter i

  • Page 58 and 59:

    10 11 Xenofonte são todos obra da

  • Page 60 and 61:

    14 15 Xenofonte harmonizá-las e co

  • Page 62 and 63:

    18 19 20 Xenofonte enganado no seu

  • Page 64 and 65:

    5 6 7 8 Xenofonte ele. Mais ainda,

  • Page 66 and 67:

    11 12 Xenofonte a inteligência que

  • Page 68 and 69:

    17 18 19 Xenofonte confrontado com

  • Page 70 and 71:

    22 23 24 Xenofonte não é de estra

  • Page 72 and 73:

    28 29 30 Xenofonte não podem ter c

  • Page 74 and 75:

    34 35 36 Xenofonte intimaram Sócra

  • Page 76 and 77:

    40 41 42 Xenofonte Crítias nem a A

  • Page 78 and 79:

    46 47 48 Xenofonte ⎯ Acho que tud

  • Page 80 and 81:

    49 50 51 52 Xenofonte Mas, Sócrate

  • Page 82 and 83:

    57 58 Xenofonte e sim esforçar-se

  • Page 84 and 85:

    61 62 Xenofonte do povo 28 e preocu

  • Page 86 and 87:

    2 3 Xenofonte Quanto aos deuses, po

  • Page 88 and 89:

    6 7 8 Xenofonte ele um manjar. E ta

  • Page 90 and 91:

    13 14 Xenofonte aos homens dores te

  • Page 92 and 93:

    3 4 5 6 Xenofonte ⎯ Há, pois.

  • Page 94 and 95:

    9 10 11 Xenofonte ⎯ Pergunta lá,

  • Page 96 and 97:

    15 16 Xenofonte ou a desenvolver a

  • Page 98 and 99:

    5 2 3 Xenofonte Assim sendo, já qu

  • Page 100 and 101:

    2 3 Xenofonte É-lhe devido, a este

  • Page 102 and 103:

    8 9 Xenofonte pelo caminho que quis

  • Page 104 and 105:

    14 15 Xenofonte a vendem por dinhei

  • Page 106 and 107:

    4 5 Xenofonte ou, à frente do exé

  • Page 108 and 109:

    113 MeMoráveis Pois, pensava eu qu

  • Page 110 and 111:

    115 MeMoráveis adversários do que

  • Page 112 and 113:

    117 MeMoráveis meus escravos. Eu f

  • Page 114 and 115:

    119 MeMoráveis necessários, procu

  • Page 116 and 117:

    121 MeMoráveis mereça esse nome;

  • Page 118 and 119:

    123 MeMoráveis que costuma apresen

  • Page 120 and 121:

    125 MeMoráveis teus amigos, terás

  • Page 122 and 123:

    127 MeMoráveis amigos obtêm praze

  • Page 124 and 125:

    129 MeMoráveis outra coisa, todos

  • Page 126 and 127:

    131 MeMoráveis quer que tenhas tud

  • Page 128 and 129:

    133 MeMoráveis aqueles são insens

  • Page 130 and 131:

    135 MeMoráveis ⎯ Tenho receio, S

  • Page 132 and 133:

    137 MeMoráveis claro que és bom e

  • Page 134 and 135:

    139 MeMoráveis os amigos, mesmo qu

  • Page 136 and 137:

    141 MeMoráveis que lhe derem, tamb

  • Page 138 and 139:

    143 MeMoráveis julgando-os pelas s

  • Page 140 and 141:

    145 MeMoráveis ⎯ Não com feiti

  • Page 142 and 143:

    147 MeMoráveis quando têm fome e

  • Page 144 and 145:

    149 MeMoráveis quais aqueles de qu

  • Page 146 and 147:

    151 MeMoráveis tratando-os mal, pa

  • Page 148 and 149:

    153 MeMoráveis Também a este prop

  • Page 150 and 151:

    155 MeMoráveis e aos seus escravos

  • Page 152 and 153:

    157 MeMoráveis — parece-me que f

  • Page 154 and 155:

    159 MeMoráveis dediques a activida

  • Page 156 and 157:

    161 MeMoráveis Críton, por exempl

  • Page 158 and 159:

    163 MeMoráveis vale muito mais. E,

  • Page 160 and 161:

    167 MeMoráveis Como é que ajudava

  • Page 162 and 163:

    169 MeMoráveis um exército ordena

  • Page 164 and 165:

    171 MeMoráveis e cumpram a finalid

  • Page 166 and 167:

    173 MeMoráveis ⎯ Bem ⎯ replico

  • Page 168 and 169:

    175 MeMoráveis ⎯ Queres dizer qu

  • Page 170 and 171:

    177 MeMoráveis sempre que foi core

  • Page 172 and 173:

    179 MeMoráveis ⎯ E muito, mas n

  • Page 174 and 175:

    181 MeMoráveis tre os Beócios ou

  • Page 176 and 177:

    183 MeMoráveis que se esforcem por

  • Page 178 and 179:

    185 MeMoráveis ⎯ E o que é que

  • Page 180 and 181:

    187 MeMoráveis ⎯ E sabes de outr

  • Page 182 and 183:

    189 MeMoráveis será bom para ti e

  • Page 184 and 185:

    191 MeMoráveis ⎯ Bem, se não pe

  • Page 186 and 187:

    193 MeMoráveis ⎯ Estás a gozar-

  • Page 188 and 189:

    195 MeMoráveis desportivas e com e

  • Page 190 and 191:

    197 MeMoráveis ponhas à margem do

  • Page 192 and 193:

    199 MeMoráveis ⎯ Agora estás a

  • Page 194 and 195:

    201 MeMoráveis Mas creio também q

  • Page 196 and 197:

    203 MeMoráveis Analisando o que er

  • Page 198 and 199:

    205 MeMoráveis E se alguém levant

  • Page 200 and 201:

    207 MeMoráveis ⎯ E não é poss

  • Page 202 and 203:

    209 MeMoráveis ⎯ Por Hera 132 ,

  • Page 204 and 205:

    211 MeMoráveis seguiam aliciá-la.

  • Page 206 and 207:

    213 MeMoráveis ⎯ Estás a aconse

  • Page 208 and 209:

    215 MeMoráveis enquanto não lhes

  • Page 210 and 211:

    217 MeMoráveis escravidões, ou de

  • Page 212 and 213:

    219 MeMoráveis ⎯ Isso é ridícu

  • Page 214 and 215:

    221 MeMoráveis ⎯ Não, por Zeus,

  • Page 216 and 217:

    223 MeMoráveis Noutra ocasião, ai

  • Page 218 and 219:

    227 MeMoráveis De facto, Sócrates

  • Page 220 and 221:

    229 MeMoráveis obter tudo quanto q

  • Page 222 and 223:

    231 MeMoráveis Imaginem como um pr

  • Page 224 and 225:

    233 MeMoráveis ⎯ E em que é que

  • Page 226 and 227:

    235 MeMoráveis ⎯ É comum, entre

  • Page 228 and 229:

    237 MeMoráveis ⎯ Não, por Zeus,

  • Page 230 and 231:

    239 MeMoráveis ⎯ Não, também n

  • Page 232 and 233:

    241 MeMoráveis insucesso. Também

  • Page 234 and 235:

    243 MeMoráveis é indiscutivelment

  • Page 236 and 237:

    245 MeMoráveis ⎯ E muito bem!

  • Page 238 and 239:

    247 MeMoráveis por necessidade, e

  • Page 240 and 241:

    249 MeMoráveis agradáveis; e como

  • Page 242 and 243:

    251 MeMoráveis más? E não nos de

  • Page 244 and 245:

    253 MeMoráveis a honrar os deuses.

  • Page 246 and 247:

    255 MeMoráveis Tendo regressado a

  • Page 248 and 249:

    257 MeMoráveis coisas justas e pra

  • Page 250 and 251:

    259 MeMoráveis uma cidade em nada

  • Page 252 and 253:

    261 MeMoráveis ⎯ E leis que não

  • Page 254 and 255:

    263 MeMoráveis ⎯ E se procriam n

  • Page 256 and 257:

    265 MeMoráveis ⎯ Acho que sim, s

  • Page 258 and 259:

    267 MeMoráveis desfrutar com um pr

  • Page 260 and 261:

    269 MeMoráveis ⎯ Diz-me lá, Eut

  • Page 262 and 263:

    271 MeMoráveis ⎯ Não, também n

  • Page 264 and 265:

    273 MeMoráveis ⎯ É assim mesmo.

  • Page 266 and 267:

    275 MeMoráveis plutocrática quand

  • Page 268 and 269:

    277 MeMoráveis ao mesmo tempo, con

  • Page 270 and 271:

    279 MeMoráveis devemos estar atent

  • Page 272 and 273:

    281 MeMoráveis Hermógenes insisti

  • Page 274 and 275:

    283 MeMoráveis que conviviam com e

  • Page 276 and 277:

    Xenofonte Es t u d o s: J.K. Anders

  • Page 278 and 279:

    Xenofonte W.E. Higgins (1977), Xeno

  • Page 280:

    Vo l u m e s p u b l i c a d o s n

Apologia de Sócrates, Banquete - Universidade de Coimbra
Demóstenes e Cícero - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra
Séneca. Medeia - Universidade de Coimbra
Obra Completa - Universidade de Coimbra