15.04.2013 Views

Apresentação Final

Apresentação Final

Apresentação Final

SHOW MORE
SHOW LESS

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

Ler é uma

paixão…


Sempre existe no

mundo uma pessoa que

espera a outra. E

quando essas pessoas se

cruzam, e seus olhos se

encontram, todo o

passado e todo o futuro

perde qualquer

importância, e só existe

aquele momento…

Porque sem isso não

haveria qualquer

sentido para os sonhos

da raça humana.


Quando se

ama, as coisas

fazem ainda

mais sentido.


Tenho medo do

amor, porque ele

envolve coisas que

estão além de nossa

compreensão; sua

luz é imensa, mas

sua sombra me

assusta.

Fugir da luta é o pior

que nos pode

acontecer. É pior do

que perder a luta,

porque na derrota

sempre podemos

aprender alguma coisa,

mas na fuga tudo o

que conseguimos é

declarar a vitória de

nosso inimigo.


No momento em que

partimos em busca do

amor, ele também parte ao

nosso encontro. E salva-

nos.

É preciso ir buscar o amor

onde estiver, mesmo que

isso signifique horas, dias,

semanas de decepção e

tristeza.


Gostaria muito

que ficasse

comigo. Preciso

que me ensine a

amar, meu

coração já está

pronto.


Ainda que fale a língua dos

homens e dos anjos; ainda

que eu tenha o dom de

profetizar e tenha fé ao

ponto de transportar

montes, se não tiver amor,

nada serei.

Quando se ama,

não temos

necessidade

alguma de

entender o que

acontece, porque

tudo passa a

acontecer dentro

de nós.


Quando alguém encontrar seu caminho,

não pode ter medo. Precisa ter

coragem suficiente para dar passos

errados. As decepções, as derrotas, o

desânimo, são ferramentas que Deus

utiliza para mostrar a estrada.

Não são as explicações que nos levam para a

frente; é a nossa vontade de seguir adiante.


O medo faz com

que tenhamos

vergonha de

mostrar os

nossos afectos

O barco está mais

seguro quando

está no porto, mas

não foi para isto

que foram

construídos os

barcos.


Cada pessoa na sua

existência pode ter duas

atitudes: construir ou

plantar. Os construtores

ficam limitados por suas

próprias paredes. Os que

plantam sofrem com

tempestades, as estações e

raramente descansam. O

jardim jamais pára de

crescer.


Às vezes é melhor

estar com as ovelhas,

que são caladas, e

apenas procuram

alimento e água. Ou é

melhor estar com os

livros, que contam

histórias incríveis

sempre nas horas que

a gente quer ouvir.


Só quem é feliz pode espalhar felicidade.

A felicidade

às vezes é uma

bênção – mas

geralmente é

uma conquista.


Todos nós nos

preparamos para

matar dragões e

terminamos sendo

devorados pelas

formigas dos

detalhes, às quais

nunca prestamos

atenção.


O Universo não acaba nas paredes do

nosso quarto.

Como podemos

fazer algo

impossível?

Com

entusiasmo.


O verdadeiro

caminho da

sabedoria pode ser

identificado por

três coisas:

precisa de ter amor

deve ser prático

e poder ser

percorrido por

qualquer um.


Semana da Leitura 2010

Biblioteca escolar

Escola Miguel Torga - Sabrosa


Tudo depende da

posição…


Fazê-lo parado fortalece a

coluna,

A boca em baixo

estimula a circulação do sangue,


A boca em cima é mais agradável,

Fazê-lo sozinho é mais rico,

mas egoísta,


Em grupo pode ser

divertido,

No banho é muito

digestivo,


No carro pode ser

perigoso…

Fazê-lo muitas

vezes desenvolve

a imaginação,


a dois, enriquece o

conhecimento,

de joelhos, é doloroso…


Enfim, sobre a mesa ou no escritório,

antes de comer ou depois da sobremesa,

em cima da cama ou na poltrona,

despidos ou vestidos,

por cima do edredon ou da almofada,


com música ou em silêncio,

entre as cortinas ou no armário:


Fazê-lo


Ler é um

prazer


O melhor é ler e desfrutar da imaginação

E tu acabas de o experimentar…

Lê muito…sempre!!!!!


O Dia em que te esqueci


- E aquilo o que é?

- Um sonho. Um sonho

mecânico. Deixei-o aí

para me lembrar que

também aos sonhos os

devora a ferrugem. A

ferrugem nunca dorme.

(J. E. Agualusa in As Mulheres do Meu Pai)


Esta carta já foi um ajuste de contas, uma

confissão, um grito de revolta, um lamento de

tristeza.

Quando comecei a escrever queria esquecer-te à

viva força, como quem arranca as crostas de uma

ferida que ainda não sarou…

Pode existir maior cliché? Não, mas só quem nunca

sofreu um grande desgosto de amor é que não sabe

do que falo.


Nisto, como em tantos

outros pequenos nadas , que

todos somados se revelam

maiores do que o todo, sou

tragicamente igual a ti…

Somos os dois tão carentes,

tu e eu, que não

conhecemos outra forma de

atravessar a vida sem

procurar

desesperadamente tábuas

de salvação afectivas.


É mais fácil

arrancar uma árvore

à terra com todas as

suas raízes do que

esquecer a

intimidade.

A intimidade é outra

coisa, e disso sabemos

nós.

A nossa assusta-te

tanto, que ainda hoje

foges dela.


Quando duas pessoas

foram tão próximas

como nós, e viveram

essa proximidade de

uma maneira única,

aquilo a que

raramente podemos

chamar intimidade,

há marcas que

ficam para sempre

na nossa memória,

sendo por isso inútil, e

até ingénuo, tentar

apagá-las.


Só nos apercebemos de que

vivemos num labirinto quando

se nos deparam labirintos ainda

maiores. E o teu, meu querido e

confuso amor, é dos mais vastos

e complexos que já visitei.


O que fiz foi afinal

bastante previsível:

apanhei a boleia

emocional de um

homem capaz de mudar

a sua vida por mim e

forcei-me a acreditar

que gostava dele.


Ser profundamente bom é ser dominado

pela integridade.

É pensar sempre nos outros.

É saber ajudar sem interferir.

É acreditar que um grande amor

pode apagar todas as fronteiras,

derrubar todos os muros e construir

uma nova ordem natural das coisas.

Quem me dera ser profundamente boa.

Tenho a certeza que seria uma pessoa

mais feliz.


Não somos

perfeitos, nunca.

Apenas

conseguimos por

instantes tocar a

perfeição.

E uma das formas de

a tocar é sermos

sempre verdadeiros,

sempre, sem excepção,

sobretudo para nós

próprios.


Não tenho medo

do futuro, nunca

tive, talvez por ter

sido educada a

esperar o melhor

dos outros.


Amar alguém é querer o melhor para

essa pessoa.

Amar é sonhar, é proteger, é dar a mão

quando é preciso e soltá-la quando

assim tem de ser.

É assim que devemos amar os nossos

filhos, foi assim que eu aprendi a

amar os homens.


Quando amamos alguém, não perdemos só a cabeça…

… p e r d e m os t a m b é m o n o s s o c o r a ção . E l e

s a l t a p a r a f o r a d o p e i t o e depois, q u a n d o

v o l t a , j á n ã o é o mesmo, é o u t r o , c o m

cicatrizes n o v a s . À s vezes v o l t a m a i o r , s e

o a m o r f o i f e l i z ; o u t r a s r e g r e s s a f e i t o

n u m a b o l a d e t r a p o s …

…E outras vezes não volta. Fica do outro lado

da vida, na vida de quem não quis ficar ao

nosso lado.


Constrói-se do chão, levantando pedra

atrás de pedra…

Sem medo, sem esforço, apenas com

vontade.

Dando espaço e tempo, dando a mão.

O amor é um caminho a dois.

E a grandeza de um homem está em ser

uma ponte, não uma meta, e ninguém

consegue construir uma ponte sozinho

O amor é

outra

coisa.


Não guardes esta carta no teu coração,

ela não te pertence.

Pertence a todas as mulheres que

aprenderam a deixar de sofrer por amor e

conseguiram seguir o seu caminho,

encontrando a saída.


A tua chave está dentro de ti,

ninguém tem o poder de ta

entregar.

Descobre-a e usa-a para encontrares o

teu próprio caminho.

Afinal, não é o que

todos tentamos fazer?


Margarida Rebelo Pinto

O Dia em que

te Esqueci

SEMANA DA LEITURA 2010

BIBLIOTECA ESCOLAR

ESCOLA MIGUEL TORGA - SABROSA


Tudo depende da

posição…


Fazê-lo parado fortalece a

coluna,

A boca em baixo

estimula a circulação do sangue,


A boca em cima é mais agradável,

Fazê-lo sozinho é mais rico,

mas egoísta,


Em grupo pode ser

divertido,

No banho é muito

digestivo,


No carro pode ser

perigoso…

Fazê-lo muitas

vezes desenvolve

a imaginação,


a dois, enriquece o

conhecimento,

de joelhos, é doloroso…


Enfim, sobre a mesa ou no escritório,

antes de comer ou depois da sobremesa,

em cima da cama ou na poltrona,

despidos ou vestidos,

por cima do edredon ou da almofada,


com música ou em silêncio,

entre as cortinas ou no armário:


Fazê-lo


Ler é um

prazer


O melhor é ler e desfrutar da imaginação

E tu acabas de o experimentar…

Lê muito…sempre!!!!!


Vai aonde te leva o coração…

Susanna Tamaro

Querida Mathilda…


Como já vivi muito e

deixei atrás de mim

muitas pessoas, sei que os

mortos pesam menos

pela ausência do que por

aquilo que – entre eles e

nós – não foi dito.


Ao longo das

encruzilhadas do teu

caminho encontras outras

vidas, conhecê-las ou não,

vivê-las a fundo ou

desperdiçá-las depende

da escolha que fazes num

segundo


Ao longo dos anos,

esqueci-me de mim

mesma, da parte mais

profunda de mim, para

me transformar noutra

pessoa, naquela pessoa

que os meus pais

esperavam que eu

fosse.

Pus de parte a minha

personalidade para

adquirir um carácter.

O carácter, terás forma

de o sentir, é muito

mais apreciado no

mundo que a

personalidade


E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de

escolher, não metas por uma ao acaso, senta-te e espera.

Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em

que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a

esperar.

Fica quieta, em silêncio, e ouve o teu coração.

Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar.


E o medo?

O medo ainda cá está,

paira sobre mim,

enorme e prepotente

como um balão de ar

quente.

Mas os medos existem

precisamente para

isso, para serem

vencidos.


As utopias sociais foram a trágica desilusão

deste século

O erro fundamental foi acreditar que, modificando as

estruturas da sociedade, se modificaria naturalmente o

homem.

…só o homem que conseguiu crescer na sua interioridade, só o

homem consciente é que pode fazer qualquer coisa para que

as coisas mudem.

Procurar a esperança e fazê-la crescer, cultivá-la em nós

mesmos e em quem nos rodeia, não nos rendermos ao que a

sociedade de hoje nos impõe, à sua vulgaridade…


Num livro japonês…

Numa semente sã, num terreno

naturalmente rico, há toda a

vitalidade necessária para que a

planta cresça e se desenvolva como

a natureza a programou.

Se o terreno está doente, se a sua

riqueza original foi alterada, as

coisas mudam…a planta que nasce já

é uma planta potencialmente

doente.


Pensando bem, ler não é mais do

que criar um pequeno jardim no

interior da nossa memória.

Cada livro vai trazendo alguns

elementos, um canteiro, um

carreiro, um banco onde podemos

descansar quando estamos

cansados.


Escandalizar as crianças é

apresentar-lhes um

mundo sem luz, sem

alegria, sem poesia.

É apagar nelas a

esperança, a capacidade

de imaginarem um

sentir diferente daquele

que lhes é imposto.


O espelho é um grande mestre,

devíamos andar sempre com

um e, logo que o mau humor

começasse a despontar,

devíamos olhar para o espelho

e ficarmos apavorados com a

nossa fealdade.


Susanna Tamaro

• Semana da Leitura 2010

• Biblioteca escolar

• Escola Miguel Torga - Sabrosa


Tudo depende da

posição…


Fazê-lo parado fortalece a

coluna,

A boca em baixo

estimula a circulação do sangue,


A boca em cima é mais agradável,

Fazê-lo sozinho é mais rico,

mas egoísta,


Em grupo pode ser

divertido,

No banho é muito

digestivo,


No carro pode ser

perigoso…

Fazê-lo muitas

vezes desenvolve

a imaginação,


a dois, enriquece o

conhecimento,

de joelhos, é doloroso…


Enfim, sobre a mesa ou no escritório,

antes de comer ou depois da sobremesa,

em cima da cama ou na poltrona,

despidos ou vestidos,

por cima do edredon ou da almofada,


com música ou em silêncio,

entre as cortinas ou no armário:


Fazê-lo


Ler é um

prazer


O melhor é ler e desfrutar da imaginação

E tu acabas de o experimentar…

Lê muito…sempre!!!!!


Sete hábitos dos bons pais e dos pais

brilhantes

Os filhos não precisam de pais

extraordinários, mas de seres que

falem a sua linguagem e sejam capazes

de penetrar no seu coração.


Os bons pais dão presentes, os pais

brilhantes dão o seu próprio ser.


Diga aos seus filhos que eles

não estão no rodapé da sua

vida, mas nas páginas centrais

da sua história.


Os filhos não precisam de

seres extraordinários,

precisam de seres

humanos.


Chorar e abraçar são mais

importantes do que dar-lhes

fortunas ou fazer-lhes

imensas criticas.


Prepare o seu filho para

“ser”, pois o mundo o

preparará para“ter”.


Os bons pais corrigem os

erros, os pais

brilhantes ensinam a

pensar.


Educar não é

repetir palavras, é

criar ideias, é

encantar.


Os bons pais dizem aos filhos: “ Tu

estás errado.”

Os pais brilhantes dizem: “ O que

achas do teu comportamento?”


Os bons pais preparam os filhos para os

aplausos, os pais brilhantes preparam os

filhos para o fracasso.


A capacidade de se queixar

é o adubo da miséria

emocional.

A capacidade de agradecer é

o combustível da felicidade.


Os bons pais conversam,

os pais brilhantes dialogam

como amigos.


Os bons pais dão

informação, os pais

brilhantes contam

histórias.


Cative os seus filhos pela

sua inteligência e

afectividade, não pela sua

autoridade, dinheiro ou

poder.


Os bons pais dão oportunidades,

os pais brilhantes nunca desistem.


Os pais brilhantes são

semeadores de ideias e não

controladores dos seus filhos.


Se os filhos não ouvirem

“não” dos seus pais, não

estarão preparados para

ouvir “não” da vida.


A vida é uma grande

escola que pouco ensina

a quem não sabe ler.


Sete hábitos dos bons professores e dos

professores fascinantes

• Educar é ser um artesão da

personalidade, um poeta da

inteligência, um semeador de ideias.


Os bons professores são eloquentes, os

professores fascinantes conhecem o

funcionamento da mente.


Os bons professores usam a

memória como depósito de

informação, os professores

fascinantes usam-na como

suporte da arte de pensar.


Todos temos uma mente especial.

Onde chegamos depende do quanto libertamos a

arte de pensar.


Os bons professores são mestres

temporários,

os professores fascinantes são mestres

inesquecíveis.


O objectivo dos professores fascinantes é

ensinar os alunos a serem pensadores e não

repetidores de informação.


Os bons professores corrigem

comportamentos, os

professores fascinantes

resolvem conflitos na sala de

aula.


Não devemos ter medo de

perder a nossa autoridade,

devemos ter medo de perder

os nosso filhos.


Os fracos condenam, os fortes

compreendem, os fracos julgam, os

fortes perdoam.

Não é possível ser forte sem nos

apercebermos das nossas limitações.


Nunca coloque

limites sem antes

dar explicações.


Não importa o tamanho

dos obstáculos, mas o

tamanho da motivação

que temos para os

superar.


Sem sonhos, não há fôlego

emocional.

Sem esperança, não há coragem

para viver.


Todos erram: a maioria usa os

erros para se destruir; a minoria,

para se construir.

Esses são os sábios.


Augusto Cury

Pais Brilhantes, Professores Fascinantes

Semana da Leitura 2010

Biblioteca escolar

Escola Miguel Torga


Tudo depende da

posição…


Fazê-lo parado fortalece a

coluna,

A boca em baixo

estimula a circulação do sangue,


A boca em cima é mais agradável,

Fazê-lo sozinho é mais rico,

mas egoísta,


Em grupo pode ser

divertido,

No banho é muito

digestivo,


No carro pode ser

perigoso…

Fazê-lo muitas

vezes desenvolve

a imaginação,


a dois, enriquece o

conhecimento,

de joelhos, é doloroso…


Enfim, sobre a mesa ou no escritório,

antes de comer ou depois da sobremesa,

em cima da cama ou na poltrona,

despidos ou vestidos,

por cima do edredon ou da almofada,


com música ou em silêncio,

entre as cortinas ou no armário:


Fazê-lo


Ler é um

prazer


O melhor é ler e desfrutar da imaginação

E tu acabas de o experimentar…

Lê muito…sempre!!!!!


Ler é uma

paixão


Nunca te esqueças da

felicidade…


Tudo o que sabia

era que não

passava de uma

pessoa vulgar

num mundo que

idolatrava o

extraordinário…


Contudo à medida que ia arrastando os pés pela

areia, não conseguiu evitar sentir-se um amador,

uma pessoa que anda à procura das verdades de Deus

como uma criança anda à procura de conchas;


A vida… assemelhava-se muito a uma melodia. No

princípio, há um mistério, no final, uma confirmação,

mas é no meio que toda a emoção reside e faz que a

totalidade valha a pena.


Ao observar aquele

rosto expressivo,

maravilhei-me com

o facto de, numa

altura ou noutra,

ter beijado cada

pedacinho dele.


O amor alimenta-se de gestos, da

devoção que pomos nas coisas que

fazemos pelo outro todos os dias.


Sinto a tua

falta, meu

amor, como

sempre, mas

hoje é

particularment

e difícil porque

o oceano tem

estado a cantar

para mim, e a

canção é a da

nossa vida


…fico sozinho

no pontão e

não me

importo com o

que os outros

pensam

quando baixo

a cabeça e

choro e choro

e choro.


Sinto-me perdido sem ti.

Sinto-me sem alma, um

vagabundo sem casa, um

pássaro solitário em voo para

lado nenhum.


Tu sabias sempre as palavras

certas para apaziguar a

dor que sentia.

Tu sempre soubeste como

fazer para que eu me

sentisse bem por dentro.


Quando

estavam

juntos

durante

esses finsde-semana,

era como se

nada mais

tivesse

importância

no mundo.


Como um viajante cuidadoso, tentei

proteger-me do vento e perdi a alma

em troca.


… o verdadeiro amor não pode

ser negado


O que significa amar

verdadeiramente alguém?


A chave da

felicidad

e é ter

sonhos

concretiz

áveis


Eu apaixonei-me por ti, mas,

mais que isso, encontrar-te

deu-me a conhecer o

significado de verdadeiro

amor


Nicholas Sparks

Semana da Leitura

2010

Biblioteca Escolar

Escola Miguel Torga -

Sabrosa


Tudo depende da

posição…


Fazê-lo parado fortalece a

coluna,

A boca em baixo

estimula a circulação do sangue,


A boca em cima é mais agradável,

Fazê-lo sozinho é mais rico,

mas egoísta,


Em grupo pode ser

divertido,

No banho é muito

digestivo,


No carro pode ser

perigoso…

Fazê-lo muitas

vezes desenvolve

a imaginação,


a dois, enriquece o

conhecimento,

de joelhos, é doloroso…


Enfim, sobre a mesa ou no escritório,

antes de comer ou depois da sobremesa,

em cima da cama ou na poltrona,

despidos ou vestidos,

por cima do edredon ou da almofada,


com música ou em silêncio,

entre as cortinas ou no armário:


Fazê-lo


Ler é um

prazer


O melhor é ler e desfrutar da imaginação

E tu acabas de o experimentar…

Lê muito…sempre!!!!!


Ler é uma paixão


Procura no centro de ti

próprio, onde está a

tua força. Respira.

Ao inspirar enches-te

de energia, ao

exalar libertas-te da

tensão. Não penses,

obedece ao teu

instinto


Lei inexorável da

Natureza: dar

o mesmo que

se recebe


A criança e a jovem que fui, a

mulher que sou, a anciã que

serei, todas as etapas são

água o mesmo impetuoso

manacial


Aquele que procura a

verdade corre o risco de a

encontrar


A vida é puro ruído entre

dois silêncios abismais.

Silêncio antes de nascer,

silêncio após a morte


Sou o vazio, sou tudo o que existe,

estou em cada folha do bosque, em

cada gota do orvalho, em cada

partícula de cinza que a água

arrasta…


A memória é

ficção.

Seleccionamos o

mais brilhante e

mais escura,

ignorando o que

nos envergonha, e

assim bordamos a

larga tapeçaria da

nossa vida


Com a idade adquire-se

uma certa humildade…

Quando mais anos tenho,

mais ignorante me sinto. Só

os jovens têm explicações

para tudo. Na tua idade

pode-se ser arrogante, e não

importa muito fazer figuras

ridículas...


Isabel Allende

Semana da Leitura 2010

Biblioteca Escolar

Escola Miguel Torga - Sabrosa


A BE deseja

a todos

uma boa

leitura

Projecto da BE em colaboração

com o PESES e o SPO.

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!