4. Guilherme Rodrigues Lima: Artesão, Marceneiro, Embutidor

cm.mafra.pt

4. Guilherme Rodrigues Lima: Artesão, Marceneiro, Embutidor

No entanto, as dificuldades da vida naquela época obrigaram

Guilherme Lima a sair de Mafra aos 11 anos de idade, indo viver para

Lisboa, onde ficou até aos 19 anos em casa de uma das suas irmãs. Ali

estudou, na Escola Secundária Machado de Castro, e trabalhou na

Serralharia da Companhia Previdente e na carpintaria de Galiano Tostões,

no Casal de Santa Luzia.

Passados oito anos voltou para Mafra onde, em 28 de Novembro

de 1950, assentou praça na Escola Prática de Infantaria como aprendiz na

Banda de Música Militar que era chefiada pelo Sub-Chefe António Costa;

foi na Banda da EPI que voltou a tocar o instrumento que largou aos 11

anos: o clarinete.

Em 1956, com 25 anos de idade, casou com Ricarda da Conceição

Lima (natural da Murgeira) de quem ficou viúvo. Deste primeiro

casamento nasceram três filhos, a Ana Paula Duarte Lima (já falecida), o

António José Lima e a Filomena Lima.

Em 19 de Agosto de 1973 casou com Esmeralda da Purificação

Ribeiro Cardoso Lima (de Viseu) sua actual esposa. Deste segundo

casamento que dura há 34 anos, nasceu uma filha, a Carla Lima.

Depois de assentar praça na EPI, Guilherme Lima ficou em Mafra

até 1957, ano em que foi colocado numa Unidade Militar na Madeira.

Mais tarde regressou ao Continente para o Regimento de Caçadores 5 e,

em 1962, regressou à Casa Mãe da Infantaria onde ficou até 1985, data em

que foi para o Regimento de Infantaria de Tomar, onde permaneceu 18

meses.

570

More magazines by this user
Similar magazines