Clique aqui para visualizar a apresentação de slides - UninCor

portais.unincor.br

Clique aqui para visualizar a apresentação de slides - UninCor

O MARCENEIRO

E AS FERRAMENTAS

Autor Desconhecido


Contam que, em uma marcenaria, houve

uma estranha assembléia.

Foi uma reunião onde

as ferramentas juntaram-se

para acertar suas diferenças.


Um martelo estava exercendo a presidência,

mas os participantes exigiram

que ele renunciasse.

A causa?

Fazia demasiado barulho e além do mais,

passava todo tempo golpeando.


O martelo aceitou sua culpa,

mas pediu que também fosse expulso

o parafuso, alegando que ele dava

muitas voltas para conseguir algo.

Diante do ataque o parafuso

concordou, mas por sua vez pediu

a expulsão da lixa.


Disse que ela era muito áspera no tratamento

com os demais, entrando sempre em atritos.


A lixa acatou, com a condição de que

se expulsasse o metro, que sempre media

os outros segundo a sua medida,

como se fosse o único perfeito.


Nesse momento entrou o marceneiro,

juntou todos e iniciou o seu trabalho.

Utilizou o martelo, a lixa,

o metro, o parafuso...


E a rústica madeira se

converteu em belos móveis.

Quando o marceneiro foi embora,

as ferramentas voltaram à discussão.


Mas o serrote adiantou-se e disse:

- Senhores, ficou

demonstrado que temos

defeitos, mas o marceneiro

trabalha com nossas qualidades,

ressaltando nossos pontos valiosos...

Portanto, em vez de pensar em nossas

fraquezas, devemos nos concentrar

em nossos pontos fortes.


Então a assembléia entendeu

que o martelo era forte,

o parafuso unia e dava força,

a lixa era especial para limpar

e afinar asperezas,

e o metro era preciso e exato.


Sentiram-se como uma equipe, capaz de

produzir com qualidade;

e uma grande alegria tomou conta de todos

pela oportunidade de trabalharem juntos.


O mesmo ocorre com os

seres humanos.

Quando uma pessoa busca defeitos em outra,

a situação torna-se tensa e negativa.

Ao contrário, quando se busca com sinceridade os

pontos fortes dos outros, florescem as melhores

conquistas humanas.


É fácil encontrar defeitos...

Qualquer um pode fazê-lo !

Mas encontrar qualidades?

Isto é para os sábios !!!


PORQUE O DEFEITO

É SEMPRE

DO OUTRO?


“QUANDO O OUTRO NÃO

FAZ É PREGUIÇOSO.


QUANDO VOCÊ NÃO FAZ...

ESTÁ MUITO OCUPADO.


QUANDO O OUTRO FALA

É INTRIGANTE.


QUANDO VOCÊ FALA...

É CRÍTICA CONSTRUTIVA.


QUANDO O OUTRO SE DECIDE

A FAVOR DE UM PONTO,

É “CABEÇA DURA”.


QUANDO VOCÊ O FAZ...

ESTÁ SENDO FIRME.


QUANDO O OUTRO NÃO

CUMPRIMENTA,

É MASCARADO.


QUANDO VOCÊ PASSA SEM

CUMPRIMENTAR...

É APENAS DISTRAÇÃO.


QUANDO O OUTRO FALA

SOBRE SI MESMO,

É EGOÍSTA.


QUANDO VOCÊ FALA...

É PORQUE PRECISA

DESABAFAR.


QUANDO O OUTRO SE ESFORÇA

PARA SER AGRADÁVEL,

TEM UMA SEGUNDA INTENÇÃO.


QUANDO VOCÊ AGE ASSIM...

É GENTIL.


QUANDO O OUTRO FAZ

ALGUMA COISA SEM ORDEM,

ESTÁ SE EXCEDENDO.


QUANDO VOCÊ FAZ...

É INICIATIVA.


QUANDO O OUTRO

PROGRIDE,

TEVE OPORTUNIDADE.


QUANDO VOCÊ PROGRIDE...

É FRUTO DE MUITO

TRABALHO


QUANDO O OUTRO LUTA

PELOS SEUS DIREITOS

É TEIMOSO.


QUANDO VOCÊ O FAZ...

É PROVA DE CARÁTER.


QUANDO VOCÊ MANDA

UMA MENSAGEM COMO

ESTA, É PORQUE GOSTA

DOS AMIGOS.


QUANDO O OUTRO

MANDA...

É UM DESOCUPADO”.


QUANDO PENSAR EM JULGAR O

OUTRO...

OLHE PRIMEIRO PARA DENTRO

DE VOCÊ...

EM MUITOS JULGAMENTOS

MESQUINHOS,

JULGAMOS A NÓS MESMOS

NA FIGURA DO OUTRO.


TRABALHO

EM GRUPO

Dimensão

humana


“O ser humano não vive isoladamente,

mas em contínua interação com seus

semelhantes.”

(CHIAVENATO, 1994, p. 21.)


“Nas interações humanas ambas as

partes envolvem-se mutuamente,

uma influenciando a atitude que a

outra irá tomar e vice versa.”

(CHIAVENATO, 1994, p. 21.)


“Em face das suas limitações individuais

os seres humanos são obrigados a

cooperarem uns com os outros para

alcançarem certos objetivos que ação

individual isolada não conseguiria

alcançar.”

(CHIAVENATO, 1994, p. 21)


“Um grupo consiste de: (1) duas ou

mais pessoas, que são (2)

psicologicamente conscientes umas

das outras e que (3) interagem para

atingir uma (4) meta comum.

Assim, um grupo é mais do que um

simples ajuntamento de pessoas, e

essas quatro condições precisam ser

atendidas.”

(Bowditch; Buono, 1992, P. 95)


TRABALHAR EM GRUPO EXIGE

ter que trabalhar

envolvido uns

com os outros...


TRABALHAR EM GRUPO EXIGE

compartilhar metas e

comprometer-se com a equipe...


TRABALHAR EM GRUPO

requer dos

envolvidos

aceitação das

diferenças do

outro...


TRABALHAR EM GRUPO

EXIGE

capacidade de resolução dos

conflitos...


TRABALHAR EM GRUPO EXIGE

equilíbrio entre as necessidades coletivas

e individuais.


A LIDERANÇA NA EQUIPE

• serve sempre e somente aos propósitos da

equipe, nunca aos propósitos do líder;

• se algum líder confunde isso, a equipe tem a

obrigação de trocar o líder;

• a liderança não está incorporada em uma

única pessoa, mas depende sempre da

situação que está sendo enfrentada: o que se

está fazendo, para quem, onde e para

quando.


Para que haja uma equipe é

necessário transformar um mero

ajuntamento de pessoas em um

grupo que tenha objetivos comuns e

cujos integrantes dessa equipe

sejam:

1.comprometidos entre si e

2.determinados na busca de resultados

comuns.


A seleção brasileira de futebol de 2006

era um ajuntamento de craques, mas

não era uma equipe.


A seleção brasileira de 1994 não tinha

tantos craques, mas era uma equipe

determinada...


A diferença entre elas chama-se

resultado:

o ajuntamento de 2006 foi

um verdadeiro fiasco,


a equipe de 1994 foi

campeã mundial!


EU...

SEI FAZER BEM MUITAS TAREFAS.

VOCÊ...

NÓS...

FAZEMOS MUITO BEM TODAS AS TAREFAS!

+

SABE FAZER BEM OUTRAS TAREFAS.


BIBLIOGRAFIA

• BOWDITCH. J.L; BUONO. F.A . Elementos do comportamento

organizacional. São Paulo:Pioneira,1992. p. 81-92.

• CHIAVENATO. I. Recursos humanos na empresa.3.ed.São Paulo: Atlas,

1994. v.1 p. 89-134.


SEMENTE DO AMANHÃ

Gonzaguinha

Ontem um menino que brincava me falou

que hoje é semente do amanhã...

Para não ter medo que este tempo vai passar...

Não se desespere não, nem pare de sonhar

Nunca se entregue, nasça

sempre com as manhãs...

Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar!

Fé na vida. Fé no homem, fé no que virá!

Nós podemos tudo,

Nós podemos mais

Vamos lá fazer o que será...

More magazines by this user
Similar magazines