28etnias no Brasil - Missões Nacionais

missoesnacionais.org.br

28etnias no Brasil - Missões Nacionais

A Revista da Campanha é

parte integrante do material

da Campanha Anual de 2012

publicado pela Junta de Missões

Nacionais da Convenção Batista

Brasileira

Direção Executiva

Fernando Macedo Brandão

Gerência Executiva de Soluções

Estratégicas

Jeremias Nunes dos Santos

Redação

Alzira de Souza Barroso

Jeremias Nunes dos Santos

Edição

Marize Gomes Garcia

Revisão

Adalberto Alves de Sousa

Colaboradores

Eduardo Luiz - Hudson Silva

Neander Kraul - Wellison Magalhães

Arte

Oliverartelucas

Diagramação

Wellington Nunes

Nossa Missão:

Conquistar a Pátria para Cristo.

Nossa Visão:

Ser uma agência missionária

dinâmica e criativa, com

excelência na gestão

missionária, voltada para

servir às igrejas da CBB no

cumprimento da sua missão.

Endereço da Sede:

Rua Gonzaga Bastos, 300

Vila Isabel - 20541-015

Rio de Janeiro – RJ

Telefax: (21) 2107-1818

ÍNDICE

PALAVRA AO PROMOTOR DE MISSÕES .......................... 2

ORIENTAÇÕES GERAIS

Planejando a Campanha .......................................................... 3

Kit da Campanha 2012 ............................................................ 4

Material de Apoio ................................................................... 5

COLOQUE A CAMPANHA NA RUA

Momento Missionário .............................................................. 6

Conheça as ênfases da Campanha .......................................... 7

DVD da Campanha 2012 ....................................................... 11

O que vai pelos campos ....................................................... 12

ACERTE O ALVO

Leve sua igreja a estabelecer um alvo de fé ........................ 17

Mobilização de recursos missionários é um tema bíblico .... 18

Painel de Oferta ................................................................... 19

Como enviar a oferta da sua igreja? ..................................... 20

SEMPRE ORANDO

30 dias de Intercessão pelo Brasil ........................................ 21

24 horas de oração pelo Brasil ............................................. 24

CADERNO DO MÚSICO

Hino Infantil ........................................................................... 26

Hino Oficial ........................................................................... 28

Trilha Sonora da Salvação do Brasil ....................................... 32

OUVE A PALAVRA

Reflexão ................................................................................ 33

Meditações diárias ................................................................ 36

Testemunhos missionários ..................................................... 39

PAM BRASIL

O que é PAM Brasil? .............................................................. 44

Acelerando com Missões Nacionais na mente e no coração .. 46

Termômetro do PAM Brasil .................................................... 48

SEMPRE PRONTA A SERVIR

Existem coisas que só Missões Nacionais faz ........................ 50

O que é uma Igreja com Visão Multiplicadora ...................... 51

Voluntários para a Transformação do Brasil

Este desafio é para você! ..................................................... 52

1


2

PALAVRA AO

PROMOTOR DE MISSÕES

Em um Brasil

Em TrEvas, sEJa luZ

Querido Promotor de Missões,

O desafio de ser luz é permanente na vida de todo crente

em Cristo Jesus. Brilhar no meio de um mundo que, segundo

a Bíblia, jaz no maligno é para todos nós um dos principais

objetivos da vida cristã. O inimigo das nossas almas veio matar,

roubar e destruir. Ele trabalha o tempo todo focado neste

propósito. Entretanto, o sucesso da expansão do reino das

trevas depende da omissão e da ausência daqueles que foram

enviados pelo Senhor Jesus para ser sal e luz, sua igreja, pois

as portas do inferno não prevalecem contra ela.

As trevas somente dominam um local se a luz não chegar.

Por isso temos que continuar avançando na proclamação

do evangelho do Senhor Jesus em todo o nosso país, testemunhando

do amor de Deus revelado na cruz do Calvário.

Não podemos recuar na multiplicação de igrejas em

áreas estratégicas nem no envio de mais missionários para

alcançar novos campos; a expansão das Cristolândias é

fundamental para abençoarmos aqueles que estão vivendo

cativos e sendo destruídos pelas drogas. É um dos maiores

desafios que temos na atualidade. É uma intensa batalha

contra a fúria destruidora de Satanás. Todos os dias somos

desafiados a abrir mais Cristolândias em todo o Brasil, pois

as drogas chegaram a todos os lugares. Somos desafiados

também a enviar mais missionários para o trabalho com

indígenas, grupos étnicos e presidiários.

Acordamos cada manhã com novos e velhos desafios batendo

à nossa porta. Em todo o tempo há um clamor vindo

das ruas de cada região do país, das cidades grandes e pequenas.

Vidas preciosas estão se perdendo sem a esperança

de salvação eterna porque nunca ouviram falar do amor de

Deus. Como corresponder a tantos desafios? Como não deixar

a chama missionária e o ardor evangelístico morrerem

no coração do povo de Deus e na visão das igrejas? Onde

encontraremos pessoas vocacionadas para atender tanta demanda?

De onde virão os recursos financeiros para sustentar

tantos projetos? Onde mobilizaremos voluntários para nos

ajudarem nessa grande obra? Quem assumirá o compromisso

diário de orar e permanecer na brecha intercedendo para

que vidas sejam transformadas e a obra continue avançando?

São questões que precisam ser respondidas e encaradas

inevitavelmente por todos nós diariamente. E as

respostas estão em cada um dos servos do Senhor Jesus que

amam a sua obra e foram enviados por Ele para resplandecer

no meio das trevas. Outra pergunta que nos incomoda todos

os dias é: podemos evangelizar o Brasil nesta geração? Na

minha opinião a resposta é sim. Com os recursos com os

quais o Senhor já abençoou as igrejas batistas da Convenção

Batista Brasileira nós podemos evangelizar o Brasil nesta geração.

Mas para isso é necessário o compromisso integral

de cada crente com a causa de Cristo. Sem pagar o preço

da obediência e submissão ao Senhor; sem renúncia e determinação

para buscar uma vida cheia do Espírito Santo, não

será viável conquistar a Pátria para Cristo e perderemos mais

uma geração. Se aplicarmos o nosso coração à obra obedientemente

e firmarmos nossa fé no Senhor alcançaremos cada

pessoa em solo brasileiro com a Palavra de Deus.

A campanha deste ano visa mobilizar e despertar o povo de

Deus para esta realidade: o compromisso integral do crente

com a Grande Comissão. Se todos os servos do Senhor se

submeterem ao Espírito Santo e assumirem o compromisso

integral da missão, o Brasil será do Senhor Jesus. Não queremos

fazer mais uma campanha missionária para levantar uma

oferta para missões apenas. Queremos salvar o Brasil. Desejamos

ver cada crente comprometido com a salvação da nossa

pátria, orando, evangelizando, discipulando e investindo para

fazer novos discípulos. Por isso, querido promotor de missões,

seu envolvimento, dedicação, criatividade e paixão pelas almas

perdidas serão imprescindíveis para o avanço da obra missionária.

Neste ano precisamos levantar 13 milhões de reais

para manter os projetos atuais e abrirmos novos. É um alvo

desafiador e requer de cada um de nós esforço e amor pela

obra. Certamente o atingimento do alvo redundará em mais

vidas alcançadas com a Palavra de Deus. Não podemos recuar.

Precisamos avançar sempre, pois muitas vidas estão correndo

perigo de morte eterna. Estamos juntos. Conto com você!

Um forte abraço missionário,

Pr. Fernando Brandão

Diretor executivo da

Junta de Missões Nacionais


ORIENTAÇÕES GERAIS

Planejando a Campanha

Planejar é estabelecer alvos, definir prioridade e escolher

qual o caminho a ser percorrido. Para que sua campanha

seja uma bênção e alcance os objetivos propostos, você

precisará fazer um planejamento. Primeiro você planejará,

depois executará e, finalmente, avaliará o trabalho realizado.

Utilize os calendários para marcar as atividades e tudo

o que acontecerá na sua campanha. Veja algumas dicas

para auxiliá-lo no planejamento.

Fase de preparação

No mês de agosto, você deverá:

– conferir o recebimento do material;

– preparar-se espiritualmente;

– analisar todo o material enviado pela JMN;

– reunir-se com o pastor;

– fazer o planejamento;

– reunir-se com os líderes e distribuir o material e responsabilidades.

Fase da implementação

Em setembro e outubro, você estará desenvolvendo a jornada

missionária, fase de implementação. Será o momento

de colocar a campanha em prática, você deverá:

– realizar o culto de abertura;

– definir o alvo com a igreja;

– apresentar tema, divisa e hino;

ConheCendo a Campanha 2012

Tema: “Em um Brasil em trevas, seja luz”

Divisa: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens

para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso

pai, que está nos céus” – Mateus 5.16

Hinos: Lamparina da Nação (oficial) e Deixe sua luz brilhar

(infantil)

Alvo: R$ 13.000.000,00 (treze milhões de reais)

O tema da campanha de Missões Nacionais para 2012 não

poderia ser outro senão este que nos guiou nos 100 Dias

que Impactarão o Brasil. Mas como dar vida nova a uma

campanha já conhecida do público sem descaracterizá-la e

ainda assim trazer um novo fôlego e frescor? Este foi o

nosso desafio que apresentamos a você agora.

Criamos uma nova identidade visual para a campanha, mas

FIQUE POR DENTRO:

– promover os momentos e atividades missionárias;

– envolver todas as organizações da igreja.

Fase de avaliação

Nossa terceira e última fase é a da avaliação. Durante a campanha,

verificar se os objetivos foram alcançados e anotar todos

os pontos positivos e negativos. Estas informações serão importantíssimas.

Para este mês, veja a possibilidade de marcar:

- culto de gratidão pela campanha realizada;

- avaliação da campanha com o pastor e toda a equipe;

- definir com a igreja a adesão também ao PAM Brasil;

- enviar fotos e relatórios da campanha à JMN.

SAIBA MAIS:

Ore - Todas as atividades devem ser realizadas

buscando a orientação de Deus.

Converse com seu pastor – Ele é a pessoa-chave na

igreja. Marque com ele a data do início e encerramento da

Campanha, a estratégia para alcançar o alvo e os objetivos.

Forme uma equipe – Reúna os líderes de missões e

evangelismo das organizações, e das áreas da música, educação

religiosa, infantil, etc.

Adapte – Todo o material da Campanha 2012 é apenas

para apoiar o seu trabalho. Adapte as sugestões de acordo

com as necessidades e realidade de sua igreja.

Planeje – Faça um planejamento envolvendo a fase de

preparação (agosto), implementação (setembro e outubro)

e avaliação (novembro e dezembro).

que guarda algumas semelhanças com a campanha de oração

e leva a campanha missionária a um novo patamar.

O primeiro passo foi recriar a marca SEJA LUZ, aplicando

um efeito de escrita com luz (light writing) tornando-a ainda

mais dinâmica e moderna.

A peça central, o cartaz principal, traz um grande mosaico

de 100 imagens que representam o Brasil, formando a bandeira

brasileira, mas mantendo as cores da campanha.

Uma frase de apoio ao tema nos faz refletir sobre nosso papel

na evangelização do Brasil: “É preciso mais luz. Junte-se a nós”.

Além do cartaz, teremos seis faixas e anúncios em que focamos

aqueles a quem a luz de Cristo precisa ser levada:

indígenas, estrangeiros, dependentes químicos, etc.

Oramos para que esta seja mais uma campanha vitoriosa, e

que acima de tudo leve o povo batista brasileiro a aceitar o

desafio de ser luz em meio à escuridão da nação.

3


4

Kit da Campanha 2012

Para a divulgação da campanha

missionária 2012 Missões

Nacionais oferece às

igrejas um kit promocional,

visando proporcionar uma

campanha interativa. Conheça

as revistas e as novidades

e saiba como utilizar

com mais eficiência todos

os recursos da Campanha.

Cartazes

Além do cartaz da campanha

(70x100 cm) teremos seis faixas

das ênfases (15x42 cm).

Coloque o cartaz em local de

grande visibilidade, bem como

as faixas para que sejam vistos

por todos.

Quadro de obreiros

Este ano o cartaz tem o

dobro do cartaz oficial

(140 x 200 cm),

trazendo a foto dos

676 obreiros divididos

por seus campos

de atuação. Exponha

num quadro

à vista de todos.

Fichas de oração

Incentive a intercessão missionária

usando as fichas de oração. Enviamos

32 fichas com 7 projetos em cada

uma, para uma semana de oração.

No site você encontra o kit completo

de fichas de todos os missionários. Baixe-o, imprima e

distribua.

Revistas da Campanha

promotor

Orientações e sugestões de estratégias de promoção,

intercessão, despertamento, momentos

e atividades missionárias de toda a igreja.

músico (encartada)

Partituras dos hinos oficial e infantil que

estão disponíveis no DVD da Campanha

e no Youtube. Aprenda e ensine sua

igreja a cantar. E baixe as ordens de culto

pelo site.

Crianças

Sugestão de cultos infantis, acompanhados

de histórias bíblicas e atividades.

No site pode-se baixar cartaz, painel

de ofertas, atividade extra e todas as

ilustrações e letras de cânticos.

Gratidão (consulte no site)

As ofertas e contribuições de sua igreja,

associação e convenção estarão disponíveis

exclusivamente no site e na carta-

-boleto que enviaremos separadamente

do kit promocional.

pastor (edição especial da revista

pregação & pregadores)

Textos, desafios e sugestões de mensagens

com informações e apoio para os

pastores mobilizarem todos os crentes,

serão publicados na edição especial da

revista da Ordem dos Pastores Batistas

do Brasil.

dvd da Campanha (em setembro

com a revista a pátria para Cristo).

Você não pode perder: este ano sua igreja

receberá o DVD na 1ª semana de setembro

juntamente com a revista “A Pátria Para Cristo”.

BAIXE AQUI:

Você encontrará no site www.sejaluz.com/

download todo o material da Campanha.


Material de Apoio

site

Você encontrará no site

www.sejaluz.com todo o

material da Campanha, bem

como as peças publicitárias

e inúmeros suplementos

dos materiais como

ilustrações, modelos, materiais em Power Point e outros

visuais que o auxiliarão nas atividades da campanha.

Revista a pátria para Cristo

Em setembro sua igreja receberá a

edição nº 259 especial com a cobertura

completa da MEGATRANS 2012.

Com a revista, enviaremos também o

DVD da Campanha 2012.

o Jornal Batista

Semanalmente na página 7

você encontrará informação

e inspiração, além de anúncios na

página 16.

Revista visão missionária

Apresenta na edição do 3º trimestre o

programa para a Semana de Oração

Pró-Missões Nacionais.

outras publicações da UFmBB,

UmhBB e Convicção

Várias revistas denominacionais neste período estão enfocando

Missões Nacionais com estudos, artigos, atividades

e desafios à oração. Esteja atento e incentive os líderes das

organizações a utilizá-los.

SAIBA MAIS:

Promotor, se estiver faltando algum material

ou sua igreja precisar de mais, entre em contato

com nossa Central de Atendimento. Todos terão

prazer em servi-lo. Ligue ou envie um e-mail, fazendo sua

pergunta, dando sugestões ou compartilhando as experiências

do seu trabalho.

Folhetos do pam Brasil

Por meio dos folhetos e cupons,

crentes, grupos e igrejas podem

aderir ao PAM Brasil, e também se

inscrever como intercessores, voluntários,

promotores e vocacionados.

programa de tv seja Luz

Os batistas, por intermédio de Missões Nacionais, estão

entrando na TV com um programa totalmente missionário.

Durante a campanha acompanhe as informações e desafios

que apresentaremos semanalmente.

FIQUE POR DENTRO:

Nos esforçamos para atender suas expectativas

e esperamos que você goste. Agora precisamos

contar com você para adaptar e corrigir aquilo em que falhamos.

Precisamos que você faça a sua parte, lembre-se:

é preciso mais luz! Mantenha acesa a chama de missões

nos corações! Precisamos levantar 13 milhões de reais

com esta campanha para sustentarmos missões até o próximo

ano.

Não deixe de abençoar sua igreja. A obra missionária depende

muito do que você vai fazer com todo este material.

Não desperdice, não guarde, não jogue fora, mas use

todo o material. Mas se você não vai usar, não vai promover

a campanha, devolva-nos este kit ou entre em contato

para orientarmos quanto a entregá-lo para outra igreja.

5


6

COLOQUE A

CAMPANHA NA RUA

Momento Missionário

É uma das estratégias na promoção da campanha missionária

que mais tem trazido resultado. Mas precisa ser variado,

dinâmico, desafiador e deve preparar os crentes para a ação

posterior. Pode ser um momento de oração em favor de

missões, com pedidos de oração em favor de missionários

e orações específicas pelas necessidades dos obreiros nos

campos, ou um momento para refletir sobre os desafios e

aprender sobre os fatos acontecidos nos campos, levando

os crentes a se comprometerem com o sustento financeiro

do trabalho missionário.

Embora promover a campanha seja uma atribuição do promotor

de missões (ou departamento, organização similar),

o momento missionário deve envolver todas as organizações

da igreja e o maior número possível de pessoas. Estas

atividades da campanha são extremamente úteis para os

crentes em geral porque lhes permite:

– demonstrar sua gratidão a Deus pelas vitórias que Missões

Nacionais alcançou na evangelização do Brasil;

– inspirar-se com as mais notáveis e marcantes experiências

dos obreiros, nos campos;

– refletir sobre os grandes desafios do povo sem Jesus;

– conhecer melhor o trabalho de Missões Nacionais;

– descobrir o que pode fazer em prol da evangelização.

Quando realizá-lo?

O ideal é realizá-lo dominicalmente, no culto da manhã e

da noite, nos cultos da semana, nos pequenos grupos ou

células. Para que esta atividade alcance seus objetivos, o

promotor deve:

– selecionar os momentos missionários;

– delegar, com razoável antecedência, as tarefas e responsabilidades

a cada pessoa;

– ornamentar a igreja;

– cuidar para que não se estenda por mais de dez minutos.

Como fazê-lo?

Realizar um momento missionário em cada atividade da sua

igreja não é tarefa complicada. Você pode fazê-lo:

– planeje cuidadosamente as atividades, selecione os temas

que serão abordados e escale as pessoas que irão

participar;

– providencie o material que será utilizado (cartazes, faixas,

power point, hinos, vídeos, etc);

– agende, quando necessário, ensaios para a apresentação;

– impacte os crentes, apresentando, vídeos, apresentações

ilustradas ou personagens caracterizados tipicamente,

enfatizando a região ou povo que representam;

– lance, no fim de cada Momento Missionário, um desafio

para os crentes. Desafie-os à intercessão, à contribuição

e à dedicação da própria vida em prol de missões.

o que fazer?

Nos momentos missionários é importante mencionar: a

data do início e do encerramento da campanha; explicar

sobre o que a igreja estará realizando no período; informar

o tema, divisa e alvo da campanha; falar constantemente

sobre o alvo da igreja, como será arrecadado, prazos e atividades

a serem desenvolvidas.

Use a sua criatividade para criar momentos e adaptar estas

sugestões à realidade da sua igreja. Nesta revista apresentamos

algumas sugestões após cada artigo e seção:

Veja alguns exemplos:

– Explique o tema e divisa da campanha mostrando o cartaz

oficial (ver pág. 3).

– Fale constantemente sobre o alvo da igreja – como será

arrecadado, prazos e atividades a serem desenvolvidas

(ver painel de oferta, pág. 19).

– Cante os hinos da campanha. Previamente, entregue à

pessoa responsável pela música o hino com partitura e

DVD, para ensaio e apresentação à igreja (ver pág. 25).

– Apresente os resultados e as metas do trabalho da JMN na

plantação de igrejas, ministérios sociais e evangelização em

todo o Brasil (ver O que vai pelos Campos, pág. 12).

– Use o boletim dominical para transmitir essas informações

(você encontrará conteúdo nas págs 12 e 33).

– PAM Brasil (ver pág. 44). Se a igreja é participante deste

programa, dê informações sobre o seu missionário e o

ministério que realiza. Se não é, desafie-a a fazer ainda

mais por Missões Nacionais. Convide um parceiro do

PAM Brasil para dar um breve testemunho e divulgue o

Encontro de Parceiro do PAM (ver pág. 46).

– Apresente o Painel de Ofertas e explique como a igreja

poderá acompanhar o movimento das ofertas (ver pág.

19).

– Se a igreja tem um grupo coreográfico, este poderá

apresentar a coreografia do hino da campanha.

– Fale sobre o trabalho da JMN como um todo. Levante

um clamor em favor dos missionários (ver texto “Existem

coisas que só Missões Nacionais faz” da pág. 50)


Conheça as ênfases da Campanha

seja luz e ajude a transformar as

cracolândias em Cristolândias

O Ministério Cristolândia é

de grande relevância social,

uma vez que oferece, diariamente,

oportunidade de

mudança de vida para os

que estão nas ruas sofrendo

as consequências da dependência

química, vítimas da

proliferação das cracolândias. Por

meio da formação espiritual e execução do processo

terapêutico com a realização de ações emergenciais de

acolhimento e direcionamento às várias etapas do programa

de recuperação, trabalhamos para transformar

cada cracolândia em Cristolândia – um lugar de esperança

para uma nova vida.

O trabalho na Cristolândia é feito por intermédio do

Programa do Ministério Cristolândia, dividido em cinco

dimensões: processo terapêutico, formação espiritual,

educação, profissionalização e ressocialização.

O processo terapêutico ocorre nas fases: acolhimento

e triagem (missão); diagnóstico psicossocial e regularização

civil (Centro de Formação Cristã 1); educação e

profissionalização (CFC 2); reinserção social (CFC 3) e

consolidação Cristã (Igreja, Família e Sociedade).

Atualmente contamos com Missão Batista Cristolândia

em: São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo,

Distrito Federal e Belo Horizonte; cinco Centros de

Formação em São Paulo sendo três para homens e dois

para mulheres e um CFC no Rio de Janeiro para homens.

Vale destacar a importância das igrejas na etapa final do

processo terapêutico, acompanhando a recuperação já

na sua fase madura com aconselhamento e grupos de

apoio. O grupo de apoio é um ministério que pode surgir

na igreja, abençoando a comunidade ao entorno. O

próprio aluno pode ser um potencial ajudador no trabalho

do grupo de apoio. Toda a ação do Ministério Cristolândia

pretende atuar na reinserção da pessoa atendida

na sociedade, família (quando esta existir) e vida plena

com o Senhor Jesus Cristo.

Este desafio também é seu! A participação de cada

irmão, por menor que seja, pode ampliar o alcance

deste ministério e o número de vidas a serem resgatadas

das trevas para a luz de Cristo.

seja luz para os indígenas

que ainda vivem em trevas

Atualmente, existem 240 grupos

indígenas no Brasil e um

pouco mais da metade foi alcançado

pelo evangelho. Somente

na grande selva amazônica,

existem 125 grupos

étnicos que ainda precisam ser

alcançados e que estão em lugares

de difícil acesso.

A tarefa de evangelização de indígenas começou na década

de 20, quando o missionário de Missões Nacionais Zacarias

Campelo iniciou os trabalhos na comunidade Krahô,

desenvolvendo também atividades entre os xerentes, no

atual Tocantins. Hoje, a Junta de Missões Nacionais conta

com 30 obreiros dedicados ao ministério indígena. São

17 diferentes etnias com trabalhos batistas já implantados.

Mas, porque Cristo se preocupa com os índios brasileiros,

desejamos ampliar este número, contando também com a

formação de missionários autóctones.

A formação de liderança recebeu grande impulso com a

chegada do casal de obreiros da etnia ticuna, pastor Eli e

Anita Ticuna. Por intermédio do trabalho destes irmãos,

centenas de líderes indígenas têm sido formados para alcançar

seu próprio povo. É a terceira onda missionária entre

os indígenas, ou seja, indígenas alcançando indígenas

com o evangelho de Cristo.

Este desafio também é seu! Você pode levar a luz de

Cristo aos indígenas. Com seu apoio, podemos formar

obreiros autóctones em várias etnias indígenas, facilitando

o processo de evangelização. Se você se sentiu

tocado para ir aos campos missionários, também poderá

tornar-se aquele que estará na linha de frente da evangelização,

como missionário de Missões Nacionais. Há

muitas opções para ser luz aos indígenas. Escolha a sua.

seja luz para as tribos urbanas

Vivemos no tempo das aldeias

culturais, onde limites territoriais

deixaram de ser um

impedimento para o pensamento

coletivo, agregando

pessoas em torno de uma

experiência comum, de uma

ideologia compartilhada. É

nesse cenário pós-moderno

7


8

que nascem as tribos urbanas. Com esse advento cultural,

surge também o desafio de entender o movimento

de cada grupo e conquistar seus adeptos para Cristo,

redimindo-os dos interesses que divergem das intenções

do Salvador.

No Brasil, podemos encontrar, entre as mais expressivas,

as seguintes tribos: pagodeiros, regueiros, torcidas organizadas,

punks, rappers, clubbers, emos, góticos, surfistas,

patricinhas e mauricinhos. Cremos que, se Jesus

viesse hoje, estes grupos estariam em sua fila de prioridades.

Ele também condenaria as instituições por se

preocuparem mais com as regras do que com as vidas

que perecem sem conhecer a Verdade, esquecendo-se

que a atuação do Espírito se manifesta no cotidiano e

transforma gradativamente o indivíduo.

Por isso, Missões Nacionais vem traçando estratégias

para o resgate das tribos urbanas e alertando igrejas para

este desafio da contemporaneidade.

Este desafio também é seu! É hora de enviar obreiros

a esta seara, formando pessoas capacitadas para a

missão, com o perfil ideal para o trabalho.

Tribos Urbanas: um desafio missionário para a igreja

contemporânea!

seja Luz para os ribeirinhos

Missões Nacionais, que tem

como missão evangelizar e

discipular cada pessoa em

solo brasileiro, dentro da

visão de “conquistar a Pátria

para Cristo”, volta seus

olhos para a Amazônia, com

o intuito de agir de forma corajosa

e empreendedora para marcar

sua presença nesta importante região de

nossa nação.

Anunciar Jesus Cristo aos ribeirinhos é o início de uma

obra grandiosa para a proclamação do evangelho na

Amazônia brasileira. Suas necessidades espirituais, materiais

e sociais são grandes, pois estas comunidades vivem

praticamente isoladas. Há em toda a Bacia Amazônica

aproximadamente 38 mil comunidades, aldeias e lugarejos

perto dos rios. E cerca de 30 mil delas não têm

sequer uma igreja evangélica.

Para apoiar a expansão do reino de Deus entre os

ribeirinhos, foi criado o Radical Amazônia. Uma

estratégia de preparo e envio de missionários

voluntários com o objetivo de plantar igrejas

multiplicadoras entre os ribeirinhos, preparar líderes

autóctones e abençoar a comunidade com desenvolvimento

social.

O projeto se divide em duas etapas básicas: treinamento

(3 meses) e trabalho de campo (9 ou 21 meses). O treinamento

é intenso e visa preparar o radical para adaptar-se

ao estilo de vida de uma comunidade ribeirinha. Após o

treinamento, os radicais são enviados em duplas para um

período na comunidade, onde moram com uma família

da comunidade e vivem como ribeirinhos.

Este desafio também é seu! Faça parte deste projeto

de transformação de vidas na Amazônia! Nossa

meta é enviar anualmente, 40 radicais (solteiros ou

casados sem filhos) para a região, divididos em duas

turmas (1º e 2º semestre). Se você adora um desafio

radical, não pode ficar de fora deste programa. Entre

em contato com Missões Nacionais e participe do

processo de seleção do Radical Amazônia.

seja luz para as etnias em trevas

Muitos fatores que limitavam a

expansão da obra missionária

no mundo têm sido rompidos

por uma ação poderosa

da soberania de Deus; muitas

nações, em particular as

não alcançadas, têm chegado

até nós. O processo chamado

globalização, juntamente com os

acordos entre os países têm acelerado

a vinda deles para o nosso país. Hoje, mais de 220 etnias

(estrangeiros) estão representando seus povos de origem

aqui mesmo junto de cada um de nós. O fato evidenciou

as portas sendo abertas para transmitirmos o amor de

Deus para cada um desses povos.

Para alcançar estas etnias, trabalhamos basicamente em

duas vertentes. Uma envolve a identificação regional, o

mapeamento urbano e rural, a seleção e capacitação dos

missionários para implantação do projeto.

A outra está vinculada a ações sociais focadas nas necessidades

existentes em cada grupo estrangeiro representado.

Isso abrangerá atividades sociais em si como

também focará as necessidades assistenciais que cada

grupo apresentar.

Atualmente temos projetos iniciados entre africanos,

árabes, chineses, ciganos, hispânicos e japoneses, envolvendo

11 missionários, mas precisamos ampliar ainda

mais este ministério.


Este desafio também é seu! Você pode apresentar-se

para ser um voluntário ou missionário entre os povos

étnicos ou apoiar financeiramente a expansão destes

ministérios por meio do PAM Brasil. Assim você contribuirá

para formar líderes de diferentes etnias, que

terão facilidade para levar o evangelho ao seu povo.

seja luz para os pequeninos

“Obrigado por investir em

crianças e adolescentes, que

com certeza terão um futuro

melhor. Meu nome

é Bruno e tenho 16 anos,

gosto muito do Lar, porque

me acolheram há oito

anos e me deram amor. Sem

esse lugar aqui, eu já teria me

envolvido com a malandragem e

não teria um bom futuro. Mas Deus

usa anjos como você para contribuir e ajudar gente como

eu. Deus dê a você muita paz e amor e que sua família

prospere e tenha paz!” Bruno Alves de Sousa (residente

do Lar Batista em Barreiras, BA).

Cientes da responsabilidade de oferecer aos pequeninos

a chance de conhecer Jesus e construir suas vidas firmados

em Sua Palavra, investimos em diferentes projetos

e programas para alcançá-los com a mensagem de salvação.

O trabalho dos lares foi iniciado na década de 40 e a

cada dia esmera-se para oferecer o melhor para crianças

e adolescentes em vulnerabilidade social. O texto acima

demonstra a relevância deste ministério na vida daqueles

que têm sido atendidos por ele.

O Pepe tem sido outro programa que tem abençoado

crianças de comunidades carentes com um preparo para

a etapa escolar, além de buscar também atender suas famílias

em suas necessidades materiais e espirituais. Muitos

têm sido os testemunhos de pais de crianças do Pepe

que veem seus filhos mudando seu comportamento e

até mesmo passando aos pais os ensinos recebidos no

programa.

Em outra esfera, o programa de evangelização Crianças

para Jesus visa conscientizar e capacitar igrejas a assumirem

a responsabilidade de evangelizar, discipular e integrar

as crianças que se encontram ao seu redor. Nesta

visão, oferecemos clínicas de capacitação, congressos e

disponibilizamos material didático e evangelístico para

crianças.

Este desafio também é seu! Cremos que uma

criança convertida tem, significativamente, reduzida

a possibilidade de envolvimento com vícios que destroem

a sua vida e apodrecem a sociedade, como o

álcool, as drogas e a imoralidade. Investir nas crianças

de hoje é transformar a nação de amanhã. Use sua

vida para impactar as crianças de nossa nação!

seja luz plantando igrejas multiplicadoras por

todo o Brasil

Missões Nacionais tem trabalhado

com a estratégia de

multiplicação de igrejas. Estratégia

bíblica que visa a

multiplicação de discípulos

que façam outros discípulos

e consequentemente a plantação

de igrejas que se multipliquem

em outras igrejas dentro

de uma área-alvo, permitindo

que cada pessoa tenha a oportunidade

de conhecer Jesus

pessoalmente e segui-lo na comunhão de uma igreja.

E nela possa amadurecer como discípulo e glorificar a

Cristo com os seus dons e serviço, como um crente fiel.

Fundamentados no ensino de Jesus contido na parábola

do Semeador (Mateus 13.1-23) e no eterno desafio de

Atos 1.14, podemos destacar seis elementos essenciais

para a semeadura da Palavra e a multiplicação de igrejas:

A oração; o Espírito Santo de Deus; a semente certa; o

semeador fiel; o solo preparado; e o suporte confiado.

Unidos, focados na missão e na total dependência do Espírito

Santo de Deus seremos capazes de levar avante a

grandiosa obra de transformação de vidas em nosso País.

Este desafio também é seu! Para cumprir esta missão

de produzir frutos para o reino de Deus, disponibilizamos

material como o “Manual de Igreja Multiplicadora”;

“Plantando Igrejas Contextualizadas”,

além de livros de discipulado como “Boas Novas

para Você” e “Uma nova vida, e agora?”. Lembre-

-se: uma igreja multiplicadora é uma igreja com a visão

missionária de Atos 1.8, em que cada membro

é um missionário. É uma igreja que forma líderes e

membros com visão multiplicadora; que ama, vive e

faz missões. Resgate em sua igreja este DNA multiplicador

de tal maneira que cada cristão faça da

multiplicação um estilo de vida!

9


10

FeiRa missionáRia soBRe

as ÊnFases da Campanha 2012

Esta atividade pode proporcionar aos participantes uma

experiência de conscientização, despertamento e envolvimento

com a obra de missões no Brasil; promover atividades

simultâneas sobre alguns desafios onde Missões

Nacionais tem trabalhado e envolver a igreja toda nas

atividades.

Orientações: Divida a igreja em cinco grupos e divida tarefas;

cada barraca ficará com uma ênfase e terá um jogo ou uma

brincadeira para intensificar o conhecimento e a mensagem

missionária. Faça promoção da feira com antecedência para

que toda a igreja participe; prepare os materiais com antecedência;

motive os participantes a visitarem as barras.

Para enriquecer a programação, cada grupo pode oferecer

em sua sala ou barraca pratos típicos dos diversos

estados brasileiros.

JoGos e BRinCadeiRas

paRa inteRação

seja Luz nas Cracolândias: Boliche

Você pode ter um jogo de boliche em que as garrafas sejam

pintadas de preto e com palavras que representem as trevas:

drogas, prostituição, abandono, violência, etc. E as bolas sejam

brancas e tenham a palavra

luz. Os participantes poderão

ter duas ou três tentativas para

derrubar as trevas(garrafas)

com a luz (bola).

seja Luz para

os indígenas:

Jogo de dardos

Usando o clássico jogo de

dardos (simbolizando o arco

e flecha), acertando o alvo

para alcançar os povos indígenas.

BAIXE AQUI:

Todas as ideias para as brincadeiras estão disponíveis

no site para serem baixadas e reproduzidas.

ATIVIDADE MISSIONÁRIA:

seja Luz para as tribos urbanas: Pintura corporal

Os visitantes poderiam ter uma pintura com tinta “pinta

cara” com imagens tribais. Outra opção seria grafitar e

distribuir lenços com o símbolo do programa.

seja Luz para os Ribeirinhos: Pescaria

Cada participante pescará nomes dos missionários que

atuam no Projeto Amazônia para apoiá-los em oração.

Escreva os nomes dos missionários (escreva-os em peixes)

e fixe-os numa caixa de areia. Prepare “anzóis” apropriados

para pescar os peixinhos. Os nomes pescados deverão

ser acompanhados pelo pescador por intermédio

de suas orações.

seja Luz para as etnias do Brasil: Foto maluca

Prepare uma foto maluca com alguns painéis com caricatura

de personagens. Os painéis terão uma abertura

para que o visitante coloque seu rosto e serão leves de

forma a permitir que o visitante segure o molde na frente

do rosto para tirar foto com sua máquina ou celular.

No site disponibilizamos vários painéis já prontos com

caricaturas dos personagens: africanos, chineses, ciganos,

árabes, hispânicos e japoneses. Cada molde retrata uma

etnia presente no Brasil. Você também pode ter elementos

de diferentes etnias para que a pessoa possa usar para

tirar a foto.

seja Luz para os pequeninos: Jogo de dado

Prepare um dado e em cinco de suas faces haverá

prendas; em uma, a marca Crianças para Jesus. Todos

que rolarem o dado e acertarem a marca do programa

ganham um brinde ou pagam prendas: inventar uma

dança, citar um versículo, imitar um artista, cantar o

refrão de um hino do Cantor Cristão, recitar uma poesia/verso,

etc.

seja Luz plantando igrejas: Mãos coloridas

O visitante pode passar a palma da mão numa vasilha

com tinta guache e aplicar em um painel previamente

preparado. No fim da programação a igreja pode expor o

painel, representando vidas comprometidas em multiplicar

discípulos de Jesus.

SAIBA MAIS:

Você encontrará no DVD da Campanha 2012,

que receberá em setembro com a edição nº 259

da revista A Pátria Para Cristo, filmes com testemunhos

e desafios missionários destas ênfases, que poderão ser

utilizados como momentos missionários e nas barracas

da feira.


DVD da Campanha 2012

Para auxiliá-lo em sua promoção missionária,

Missões Nacionais preparou

um DVD com o qual sua igreja viverá

momentos de enlevo, informação e inspiração

missionária.

abertura

Uma palavra do diretor executivo de Missões

Nacionais à igreja.

meGatRans 2012

Um vídeo com uma pequena mostra do que foi a maior

mobilização evangelística do Brasil.

projetos missionários

Dez documentários, de aproximadamente 5 minutos cada,

com cenas e testemunhos dos seguintes missionários: Diego

e Quésia Machado (Cristolândia, RJ), Leandro e Vânia

Poçam (Tribos Urbanas, SP), Péricles e Elisandre Coutinho

(Uberada, MG), Luzinaldo e Maria das Graças Tomaz (Patu,

RN), João Victor Cunha (João Pessoa, PB), Ronilce Ferreira

(Itapema, SC), Delton e Maria de Fátima Pereira (Passo Fundo,

RS) e Walter e Elizabet Caetano (Sapiranga, RS), Missionária

Adriana Almeida (Capelania Prisional, RS), Missionária

Marta Lúcia Pereira (Mutamba da Caeira, RN).

FiLme missionáRio

Promova exibição dos filmes entre os grupos de

sua igreja. A cada exibição, os crentes experimentarão

momentos de inspiração e desafio, além de receber

variada informação missionária. Veja as sugestões:

Crianças

Desde cedo, nossas crianças precisam conhecer o que

os batistas estão fazendo em prol da evangelização do

Brasil. Selecione um filme adequado às crianças e após a

exibição de um dos filmes e também do clipe do hino infantil,

organize as crianças em grupos menores, por faixa

etária. Ofereça a cada grupo uma folha de papel grande

(cartolina, papel 40k ou pardo). Cada grupo criará um

painel sobre como elas podem ser luz. Para tanto, providencie

gravuras, cola, tesoura (sem ponta), pincéis, tinta

guache, etc. No fim da atividade, exponha o trabalho das

ATIVIDADE MISSIONÁRIA:

vidas transformadas

Depoimentos marcantes de pessoas que tiveram

suas vidas transformadas pelo poder do evangelho

de Jesus Cristo. Podem ser utilizados

nos cultos, mas também nas reuniões das

organizações, células e pequenos grupos.

Imperdível.

Clipes musicais

Hino oficial Lamparina da Nação (Gilbervânio

José da Silva)

Hino infantil Deixe sua luz brilhar (Mônica Coropos)

É tempo de avançar

Um documentário institucional de Missões Nacionais com

aproximadamente 30 minutos, mas divididos em 8 blocos

independentes com cerca de 4 minutos cada um. São ideais

para serem apresentados em momentos missionários.

Blocos: Jesus Transforma; Novos missionários; Igreja Multiplicadora;

Cristolândias; Lar Batista F. F. Soren; Evangelização

de Crianças; Radical Amazônia e Ofertas Missionárias.

extras

Homenagem – À missionária Margarida Lemos Gonçalves,

falecida neste ano.

Testemunhos dramatizados – cigano, oração, romeiros,

drogados e crianças.

crianças no mural da sala. As crianças menores podem

usar blocos de construção e construir uma das cidades

apresentadas no filme. Podem, ainda, usando roupas e

calçados dos adultos, brincar de “faz de conta”. Podem

dramatizar situações vividas pelos missionários: nas ruas,

pregando o evangelho; na igreja, vivendo um momento

de culto; nas residências, visitando pessoas

ou ministrando estudo bíblico. Em todos os

grupos etários, ore com as crianças pelos

desafios de Missões Nacionais e entoe cânticos

missionários.

adolescentes

Promova um rodízio de pizza e exiba um dos vídeos missionários.

Se possível, providencie, para depois da exibição

do vídeo, uma filmadora ou tablet e colha entrevistas dos

11


12

mesmos sobre o que achou da programação e do vídeo

missionário. Peça que destaque o ponto alto da programação.

Em seguida (ou em outra ocasião) exiba o filme em

que os adolescentes apareçam sendo entrevistados.

Procure criar, durante toda a programação, um ambiente

de muita descontração. Faça, para a atividade, uma seleção

de cânticos missionários e cante com o grupo. Encerre

a atividade orando em favor de Missões Nacionais

e dos missionários nos campos.

Jovens

Reserve um dia, nas dependências da igreja ou na residência

de algum jovem, e exiba um dos vídeos missionários

que preparamos. Veja a possibilidade ainda de assistirem

juntos ao vivo à exibição do Programa Seja Luz

(para tanto confira a grade de programação e horários na

O que vai pelos campos

“O semeador saiu a semear...” Mateus 13.3

Jesus nos contou a parábola de um semeador que não

poupou seus esforços em espalhar a semente por toda

a parte, e ao encontrar terra boa colheu a cem por um.

A semeadura tem sido abundante em todo o solo brasileiro,

de forma que louvamos a Deus pela disposição

ao trabalho de cada um dos missionários da Junta de

Missões Nacionais. Eles têm atingido, na atuação poderosa

do Espírito Santo, grande êxito na evangelização

e discipulado de novos crentes, em diferentes grupos-

-alvo, seja na plantação de igrejas multiplicadoras do

norte ao sul e de leste a oeste do Brasil; em bairros

de classe alta, em condomínios fechados, em cidades e

vilas do interior, em bairros de periferia, em comunidades

carentes; entre grupos étnicos, entre os povos indígenas;

na evangelização e cuidado de crianças; entre

os dependentes químicos, enfim, a semente está sendo

lançada em cada canto deste país, no afã de alcançar

cada pessoa em solo brasileiro, avançando na conquista

da Pátria para Cristo!

Louvado seja Deus por sua bondosa mão sobre cada

missionário, renovando a alegria, a esperança e a disposição

de semear cada vez mais, e também por sua fidelidade

em permitir a colheita abundante. Vale a pena semear!

A seguir, algumas informações breves sobre o que

Deus tem feito nos campos de Missões Nacionais.

sua região com antecedência). Comece a reunião com um

período de intercessão missionária. Ofereça aos presentes

uma ficha de oração e desafie cada jovem a assumir o

compromisso de orar por aqueles missionários durante

a semana e trocarem entre eles as fichas semanalmente.

Após a atividade, abra um debate acerca do tema do

programa ou acerca dos desafios apresentados no vídeo.

adultos

Promova um chá ou jantar missionário e exiba, na ocasião,

um vídeo missionário. Convide o pastor da igreja

para fazer uma breve reflexão sobre o tema da campanha.

Durante a programação, enfatize os desafios da obra

missionária no Brasil, ofereça o maior número de

material informativo. Promova um período de intercessão

e cânticos missionários.

Plantação de Igrejas

Um dos grandes desafios continua sendo a plantação de

igrejas, pois estamos chegando a 200 milhões de habitantes,

e a maioria dessas pessoas ainda não conhece o

evangelho de Jesus Cristo. Se quisermos abençoar a vida

de nosso povo, precisaremos, com urgência, que os cristãos

cheguem a todos os lugares, levando a Boa-Nova de

salvação. Conscientes de nossa missão, estamos procurando,

em parceria com as igrejas existentes, enviar missionários

preparados para a plantação de novas igrejas.

Estamos seguros quanto às instruções bíblicas sobre o caminho

que devemos seguir no ideal de conquistar a Pátria para

Cristo, e temos certeza de que as igrejas com a visão multiplicadora

farão toda a diferença na evangelização de nosso país.

No Nordeste contamos com 195 missionários trabalhando

desde os lindos litorais até os sertões, pregando a

Palavra de Deus e ajudando as pessoas em suas necessidades.

Nessa região temos excelentes projetos de plantação

de igrejas multiplicadoras, como tem acontecido no

Vale do Açu/RN; dez anos de trabalho, 25 igrejas plantadas

e dirigidas por uma liderança preparada no local.

O Norte é o maior desafio geográfico que temos, onde

o acesso tem sido uma das grandes dificuldades para alcançar,

principalmente as comunidades ribeirinhas. Atuamos

nessa região com 82 missionários, reconhecendo

que precisamos triplicar esse número se quisermos alcançar

esta região. O projeto radical Amazônia é o início

de um grande avanço que acontecerá nessa região tão

necessitada de Jesus.


No Centro-Oeste contamos com a atuação de 33 obreiros

dedicados que estão lutando para resgatar almas preciosas,

que ainda se encontram nas trevas. Continuaremos

orando para que Deus levante mais trabalhadores,

pois esses campos estão maduros para a colheita.

No Sudeste, pela graça e misericórdia de Deus, 265

obreiros estão atuando para atender a explosão demográfica.

Aqui estão as grandes cidades, como São Paulo,

Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória e centenas de

outros desafios populacionais. Estamos nos esforçando

para alcançar as metrópoles dessa região com mais de

duas centenas de novas igrejas sendo plantadas por estes

obreiros.

Outro desafio é o sul do Brasil, que tomado pelo espiritismo

e outras seitas satanistas, mergulha em um caos

espiritual. Atuamos na região sul com 101 missionários,

que aceitaram o desafio de mudar a realidade evangélica

dessa região.

Acreditamos em um Brasil, cujos habitantes hão de dobrar

os joelhos e confessar Jesus Cristo como único Senhor

e Salvador e agradecemos às igrejas que somam

forças orando e contribuindo financeiramente para que

esses 676 missionários tenham o sustento necessário

para fazer a obra para a qual foram chamados por Deus.

Destes, 436 estão diretamente envolvidos com a plantação

de novas igrejas.

gruPos ÉtnIcos

Queremos alcançar o mundo que está vindo para o Brasil.

Este cenário de crise financeira em países importantes

do chamado primeiro mundo, e ao mesmo tempo de

grande crescimento e oportunidades no nosso país, tem

trazido muitos estrangeiros para perto de nós, movimen-

Pr. Eli e os frutos da Igreja Chinesa em Belo Horizonte

to que já aconteceu noutras décadas. Daí temos muitos

grupos étnicos vivendo há mais ou há menos tempo no

Brasil, e precisamos alcançá-los todos.

Neste intento estão trabalhando 13 missionários, que

atuam entre seis etnias: hispânicos, ciganos, árabes, africanos

(em São Paulo), chineses (em Minas Gerais) e japoneses

(no Paraná).

Num comum acordo inovador e estratégico com Missões

Mundiais, contratamos o pastor Marcos e Silvana

Calixto para assumirem a gerência nacional dos trabalhos

étnicos no Brasil, mplementando um novo ritmo

para expansão das atividades entre esta população.

gruPos Indígenas

A paixão antiga pela evangelização dos povos indígenas

só aumenta a cada dia, frente aos desafios que se nos

apresentam tanto pela tradução das Escrituras para línguas

indígenas ainda sem nenhuma porção delas, quanto

pelo acesso a grupos ainda não alcançados e isolados na

Amazônia, ou ainda pela formação de líderes indígenas

entre o seu próprio povo. Rogamos a Deus que desperte

vocações para missões indígenas. Hoje temos 28 missionários

atuando em 34 projetos entre os xerentes, macuxis,

yanomâmis, guaranis, kaingangs, ticunas, nyengatus,

araras, mamaindês, potyguaras e guajajaras.

Um projeto inovador e ousado é a implementação do

Centro de Formação de Líderes Indígenas, no Vale do

Javari, que é liderado por nosso missionário Eli Ticuna,

indígena de grande reconhecimento nacional, e que tem

por objetivo a formação de líderes indígenas de várias

etnias para a plantação de igrejas e evangelização do seu

povo, eliminando as barreiras da língua, da cultura e das

restrições governamentais, alcançando resultados muito

mais eficazes.

trIbos urbanas

Temos buscado todos os solos, e a semente tem sido

lançada também entre os grupos que às vezes ficam à

margem da ação evangelizadora da igreja: as tribos urbanas.

Nossos missionários têm realizado incursões

de evangelização de roqueiros, góticos, emos, rappers,

entre outros. Estas incursões são ligadas a treinamento

das igrejas próximas às aglomerações destas tribos,

no sentido de que haja uma ação contínua de abordagem,

evangelização, recepção, discipulado e integração

dos convertidos nas igrejas locais. Vários resultados

foram colhidos em diferentes localidades do Rio

13


de Janeiro, Duque de Caxias, Belford Roxo, São Paulo,

e nosso desejo é expandir este ministério para todo o

Brasil.

14

MInIstÉrIo entre PresIdIárIos

As unidades prisionais, em suas diversas modalidades,

compõem uma ênfase importante de alcance de brasileiros

que carecem de Jesus. A missionária Adriana atua

na FASE – Fundação de Atendimento Socioeducativo,

em Porto Alegre/RS, com menores em conflito com

a lei, num trabalho lindo que se desdobra das quatro

unidades implantadas para todas as demais do estado,

abrangendo todos os internos, funcionários, e muitas

vezes familiares, por meio do discipulado, recreação

(vôlei, skate, futebol) e oficinas de informática e violão.

Vários batismos já foram realizados pelas igrejas

que assumiram responsabilidade por alguma unidade,

receberam treinamento e acompanhamento para implantação

do trabalho.

Na região metropolitana de Belo Horizonte, continuamos

com o trabalho em oito unidades prisionais e uma

unidade socioeducativa, onde a missionária Mônica e sua

equipe de voluntários presta atendimento a aproximadamente

2.500 detentos e 100 adolescentes em conflito

com a Lei. No projeto de amparo integral às mães e

filhos, egressos do sistema prisional, que não têm para

onde ir, foram acolhidas quatro famílias neste período.

Destacamos o trabalho dos 15 voluntários distribuídos

entre os trabalhos de evangelização nos presídios, 15 na

assistência aos dependentes químicos e 10 na assistência

às mães e filhos egressos do sistema prisional.

Também estamos atuando em 11 presídios no Paraná,

um em Santa Catarina, um em Ciudad del Este e

estamos prestes a iniciar o trabalho na Penitenciária

Federal de Mossoró, Rio Grande do Norte. Ao todo

contamos com 95 voluntários liderados e treinados por

nosso missionário pastor Luís Carlos.

MInIstÉrIo coM surdos

Nosso alvo tem sido alcançar os surdos, famílias e comunidades

surdas com o evangelho do Senhor e promover

sua inclusão social. Sendo um grupo caracterizado como

minoria linguística, formando uma população de aproximadamente

6 milhões, segundo dados do Censo 2000. Tais

ações estão no âmbito da evangelização, discipulado, capacitação,

formação, mobilização, produção de material

e ação social.

Esdras é um dos

missionários surdos da JMN

Trabalhamos tanto na plantação de igrejas em Libras,

com os missionários nomeados para este fim, quanto na

capacitação de igrejas e formação de líderes para o Ministério

com Surdos nas igrejas locais.

Temos 11 missionários atuando em diferentes projetos

de multiplicação de líderes, plantação de igrejas, evangelização

e discipulado, nas regiões Nordeste, Norte e

Sudeste do Brasil, especificamente nas cidades Itabaiana,

SE, Arapiraca, AL, Morro do Chapéu, BA, Marituba,

PA, Macapá, AP, Nova Iguaçu, RJ e Rio de Janeiro, RJ.

Lar Batista F. F. soren

No Lar Batista F. F. Soren crianças e adolescentes são

assistidos integralmente como residentes, além das famílias

da comunidade vizinha. São desenvolvidos projetos

e atividades em diversas áreas temáticas, contando com

apoio de igrejas, parceiros, universitários e voluntários.

A Sala de Inclusão Digital e o Consultório Odontológico

estão em fase final de acabamento. O SENAC ministrará

os cursos na instituição e serão abertas vagas para adolescentes

da comunidade.

No dia 1º de maio, o Lar Batista completou 70 anos de

existência no estado do Tocantins. Uma grande festa foi

realizada durante o dia nas dependências da instituição

e à noite foi realizado um culto de gratidão a Deus. A

mídia esteve presente fazendo a cobertura do evento:

Rede Sat, Rede Record, TV Anhaguera (afiliada da Rede


Globo) e o Jornal do Tocantins. Toda a renda arrecadada

foi revertida para a instituição. Estima-se que 1.500 pessoas

estiveram presentes ao evento.

lar batIsta davId goMes

Igualmente, o Lar Batista David Gomes assiste crianças

e adolescentes em vulnerabilidade social, além de centenas

de crianças da comunidade. Ali são desenvolvidos

projetos, como granja, horta, pomar, culinária rentável,

confecção de bombons, artesanato, jiu-jítsu, judô, reforço

escolar, música e profissionalização. O lar conta

com o apoio de muitos parceiros, entre universidades,

supermercados, distribuidora de alimentos, padarias,

farmácias, escolas, empresas, igrejas, laboratórios, sorveteria,

hospital, instituições e pessoas físicas, além de

voluntários médicos, enfermeiros, dentistas, pastores e

profissionais. Estagiários da UNEB ministraram aulas de

reforço escolar, curso básico de Libras e literatura infantil.

No dia 10 de março foi comemorado o aniversário de

46 anos do Lar Batista David Gomes.

InstItuto batIsta de carolIna

O IBC conta hoje com 221 alunos, oferecendo cursos

de Educação Infantil e Ensino Fundamental (do 1º ao

9º ano), incluindo o atendimento a alunos com necessidades

especiais. Complementando o processo pedagógico,

são oferecidas atividades como: futsal; vôlei; balé;

violão; inclusão digital; coral de jovens e adolescentes;

musicalização infantil e teatro. Destacamos as aulas de

reforço escolar oferecidas a 628 crianças, os atendimentos

psicológicos e médicos; discipulado de 80 alunos; 60

familiares aconselhados; quatro conversões e 11 crianças

prontas para o batismo.

MInIstÉrIo crIstolândIa

O Ministério Cristolândia está hoje estabelecido em São

Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Distrito

Federal e Minas Gerais; conta atualmente com Missão

Batista Cristolândia nas capitais e com Centros de Formação

Cristã em Piratininga, Itaquaquecetuba, Cajobi, Campinas,

Pedra Bela e Santana, no estado de São Paulo, além

de Rio Bonito, no Rio de Janeiro, um Cento de Formação

Cristã em Pernambuco e outro em Águas Lindas de Goiás,

que atende a Cristolândia do Distrito Federal. Também

contamos com as Comunidades Terapêuticas em Muriaé,

Espera Feliz, Campos dos Goytacazes e Goiânia.

Deus tem nos surpreendido a cada dia com um despertamento

das igrejas, pastores, líderes, jovens, mulheres e

homens que se voluntariam e se envolvem diretamente

com a manutenção destes projetos, e por conseguinte

com a salvação de muitas vidas que são transformadas

pelo poder do evangelho, libertas do vício e da criminalidade,

reintegradas à família, à sociedade e à igreja.

A Cristolândia já atendeu mais de 4 mil pessoas com

corte de cabelo, roupas, calçados, refeições e sobretudo

com a porção da Palavra de Deus em seus cultos evangelísticos

diários. Destes, mais de 900 pessoas já foram

acolhidas, das quais mais de 100 já estão reintegrados à

sua família, cursando faculdade, reinseridas no mercado

de trabalho e completamente integradas nas igrejas locais.

Outros 500 homens e mulheres ainda encontram-se

em franca recuperação, acolhidos em nossos Centros de

Formação Cristã ou Comunidades Terapêuticas, dando

frutos que glorificam a Jesus.

pepe

MB Cristolândia DF foi inaugurada

durante a Megatrans

Por meio de parceria firmada com o PEPE Network

para divulgação, multiplicação e expansão da estratégia

dos PEPE’s no Brasil, temos hoje duas missionárias coordenadoras

do PEPE, cujas ações desenvolvidas com a

finalidade de mobilizarem e capacitarem líderes de igrejas,

associações e convenções estaduais para implantação

deste programa em todo o país já frutificaram em

mais de 5 mil crianças atendidas pelo programa.

15


Nossos planos são multiplicar e espalhar os PEPE’s por

todo o Brasil, em parceria com as convenções estaduais

e igreja locais, a fim de abençoar as crianças, evangelizá-

-las e utilizar esta plataforma para plantação e crescimento

das igrejas locais.

Conclusão

Cremos firmemente que isto é só o começo. Deus está nos

convocando para um movimento missionário e evangelístico

que alcançará toda a nossa nação. Nosso povo está aberto,

acessível, sedento, carente de esperança, buscando por salvação.

Queremos nos colocar como instrumentos nas Suas

mãos, para que cada um de nós seja despertado a se apresentar

ao Senhor da Seara pronto para semear abundantemente,

na expectativa infalível de que “aquele que leva a preciosa semente,

andando e chorando, voltará sem dúvida com alegria,

trazendo consigo os seus molhos” (Sl 126.6).

Queremos convidá-lo a participar conosco deste sonho,

deste esforço, deste sustento em oração, desta empreitada

missionária, deste dia a dia nos campos de nossa terra, a fim

de colhermos vidas transformadas pelo poderoso evangelho

do Senhor Jesus Cristo.

16

Pr. Samuel Meira Moutta

Gerente executivo de Missões

SAIBA MAIS:

Quantos missionários tem

missões nacionais?

A visão de igreja multiplicadora continua

em expansão e o foco na multiplicação de

discípulos e plantação de igrejas tem se

fortalecido cada vez mais, usando polos estratégicos

para a expansão missionária nas diversas regiões.

Estamos avançando e, consequentemente, os desafios se

multiplicam, mas o Senhor de Missões está conosco e nos

faz e fará prosperar na expansão do seu reino no Brasil!

Veja o resumo do Quadro de Missionários de Missões

Nacionais, que conta com 676 missionários*. No material

da Campanha 2012, há o cartaz que traz as fotos das

famílias missionárias em cada uma das regiões da nossa

Pátria. Confira o material e conheça aqueles que estão trabalhando

para levar a luz de Cristo a um Brasil em trevas.

Resumo do Quadro de Missionários

de Missões Nacionais

Regiões Estado Convenção

Norte

Frentes

Missionárias Missionários

AC AC 1 2

AM AM 10 27

AP AP 15 9

PA PA 14 12

RO RO 5 7

RR RR 2 4

TO TO 18 21

Total da Região Norte 65 82

Nordeste

BA BA 11 19

SE SE 15 11

AL AL 10 11

PE PE 9 29

PB PB 25 15

RN

RN 49 24

CIBUC 10 6

CE CE 37 27

PI

Meio

Norte

2 3

PI 14 32

MA MA 14 18

Total da Região Nordeste 196 195

Centro

Oeste

DF DF 2 11

GO GO 5 8

MT MT 5 10

MS MS 3 4

Total da Região Centro-Oeste 15 33

Sudeste

ES ES 6 11

MG MG 44 86

RJ

Carioca 4 38

Fluminense 6 14

SP SP 59 116

Total da Região Sudeste 119 265

Sul

PR PR 8 14

SC

SC 16 23

Pioneira 3 6

RS RS 34 58

Subtotal da Região Sul 61 101

TOTAL 456 676

* Missionários diretamente ligados a Missões Nacionais até 1º de julho de 2012. Além disso, a família missionária de

Missões Nacionais conta ainda com obreiros em convênios, funcionários nas instituições sociais e a equipe da sede.


ACERTE O ALVO

Leve sua igreja a estabelecer um alvo de fé

Estabelecer alvos é uma tarefa difícil porque o alvo precisa

ser um desafio à fé. Requer compromisso. Diante disso,

algumas perguntas surgem quando se aproxima a Campanha

de Missões Nacionais: “Qual será o nosso alvo? Como

estabelecê-lo? O que vamos tomar como base?” Todo alvo

deve ser estabelecido de maneira criativa, dentro da realidade

local e da necessidade missionária.

Cada crente deve colocar diante de Deus o seu alvo pessoal.

Lembre sempre que não é a realidade do crente que deve

definir a participação, mas a realidade de um Deus que está

acima da realidade pessoal de cada um, abençoando conforme

sua promessa: As janelas dos céus se abrirão.

Toda a igreja deve ser mobilizada para participar, mesmo que o

alvo de sua igreja seja dividido pelas classes da EBD ou outras

organizações. Desafie aqueles que não participam a terem essa

experiência. Dê uma palavra de incentivo nas reuniões da igreja.

Nome da Igreja - Verifique se o nome está correto, se

não há duplicidade, se está vinculada à associação regional e

convenção estadual correta. Havendo retificações, solicitá-

-las pelo e-mail falecom@missoesnacionais.org.br ou pela

Central de Atendimento. As informações da revista estão

pela ordem alfabética na seguinte sequência: convenção estadual,

associação e nome da igreja/congregação.

Código - Nesta coluna informamos o código de sua igreja

no nosso cadastro. Ao fazer contato com a Central de

Atendimento para resolver assuntos aqui apontados ou

qualquer outro assunto, informe o código da sua igreja para

agilizar seu atendimento.

Ordem - É a 1ª vez que divulgamos a associação à qual

consta que sua igreja está filiada. Em caso de divergência,

solicite a retificação pelo e-mail falecom@missoesnacionais.

org.br ou pela Central de Atendimento.

SAIBA MAIS:

Lembre-se: para que a mensagem de esperança do evangelho

de Jesus Cristo seja com ousadia proclamada por todo

o Brasil, precisamos ampliar o número de nossos missionários,

participar ainda mais de parcerias com os estados, e

tudo isso só pode ser realizado de acordo com a sua oferta.

Alvo é desafio. Desafie sua igreja a sustentar o trabalho

missionário no Brasil.

BAIXE AQUI:

No site www.sejaluz.com/download você

encontrará modelo de envelope de oferta e

também de fichas do “Meu compromisso” para você

poder promover um momento solene de compromisso.

Ao som do hino Minha Pátria Para Cristo os

crentes entregarão as fichas preenchidas com o seu

compromisso financeiro para a Campanha 2012. A

soma dos compromissos poderá ser transformada

no alvo da igreja.

Na Revista de Gratidão, as informações estarão assim demonstradas:

Período - As informações disponibilizadas

na Revista de Gratidão são referentes a 1 de

janeiro a 31 de dezembro de 2011; para as

igrejas que enviaram sua oferta da Campanha

2011 apenas em 2012, incluímos também o

valor da oferta parcial em 2012.

Endereço com problema - Se sua igreja estiver marcada

na coluna ENDEREÇO PENDENTE, entre em contato

através da Central de Atendimento para corrigir com urgência,

pois ela indica os casos em que as correspondências

estão sendo sistematicamente devolvidas pelos Correios e o

material da Campanha 2012 não foi enviado.

Sem contribuições - A coluna SEM OFERTA indica igrejas

que não registramos contribuições nos últimos três anos.

Eventuais retificações podem ser enviadas para o e-mail

oferta@missoesnacionais.org.br (ver orientações acima).

17


18

Quanto alcançamos?

Na campanha 2011 (“Minha Vida impacto para a

nação”) contabilizamos, até o mês de julho, a arrecadação

de R$ 10.643.880,10, o que representa 96,76% do nosso

alvo. Esta informação gera a expectativa de atingirmos o

alvo da referida campanha. Para essa campanha, nosso alvo

é de R$ 13 milhões de reais.

A oferta da sua igreja, associação e convenção pode ser

conferida na Revista de Gratidão que neste ano somente

será disponibiliza em nosso site, tendo inclusive a vantagem

de ser atualizada em três momentos: 31 de julho, 30

de agosto e 31 de setembro de 2012. Com isso, se houver

Mobilização de recursos missionários

é um tema bíblico

Dinheiro é um dos temas em destaque na Bíblia. Jesus

falou mais sobre dinheiro do que sobre o céu e o inferno

juntos. Há na Bíblia: 500 versículos sobre oração; 500 sobre

fé e 2000 sobre dinheiro e bens.

O tema dinheiro funciona como um termômetro do nosso

relacionamento com Deus. Veja o que Jesus disse em

Mateus 6.21: “Pois onde estiver o seu tesouro, aí também

estará o seu coração”.

Deus é Senhor de todas as coisas: “Ao Senhor pertence a

terra e tudo o que nela se contém” (Salmo 24.1). Ele quer

nos dirigir e nos conduzir à liberalidade. As pessoas têm

mais necessidade de contribuir do que qualquer pessoa

ou causa tem de receber. Deus é fonte direta de provisão

para a obra missionária e os parceiros funcionam como

coadjuvantes.

Em Números 18.24, lemos que os levitas entenderam

que Deus era a fonte de toda a provisão: “Em vez disso,

dou como herança aos levitas os dízimos que os israelitas

apresentaram como contribuição ao Senhor”. A frase

“dou como herança aos levitas”, mostra que os levitas

recebiam de Deus, não de seus semelhantes israelitas. O

“dar” e o “receber” estão ambos em uma relação vertical.

Paulo entendeu isso, conforme lemos em Filipenses 4.18:

“Recebi tudo, e o que tenho é mais que suficiente. Estou

amplamente suprido, agora que recebi de Epafrodito os

donativos que vocês enviaram. É uma oferta de aroma suave,

um sacrifício aceitável e agradável a Deus”. Ele chamou

de “aroma suave, um sacrifício aceitável e agradável a

Deus” dos filipenses para Deus e, logo, a Paulo.

FIQUE POR DENTRO:

qualquer divergência nos valores apresentados, sua igreja

poderá solicitar a retificação pelo e-mail oferta@missoesnacionais.org.br

(remetendo as cópias dos comprovantes dos

valores enviados) e assim, na nova edição já publicaremos

os valores corretos.

Além da revista on line, os valores das ofertas de sua igreja

também serão informados por meio do Certificado de Gratidão,

que será expedido juntamente com os boletos para

envio da oferta. Fique atento: o envio do certificado e dos

boletos é feito separadamente do kit do material promocional.

Se sua igreja não receber até 31 de agosto de 2012, por

favor, entre em contato com a Central de Atendimento.

Ao ofertamos na igreja, antes do tesoureiro abrir o envelope,

a oferta foi para Deus e voltou para a igreja.

Assim devemos ver as ofertas que entregamos. Antes

de chegarem aos missionários, elas foram para os céus

como “aroma suave, um sacrifício aceitável e agradável

a Deus”. É preciso ter em mente que Deus é a fonte de

provisão para a obra missionária, por intermédio do seu

povo. Deus não espera que a obra missionária viva da caridade

alheia, mas sim que vivamos na dependência dele.

Definitivamente, devemos fazer nossa parte, cada crente,

vocacionado ou missionário, deve pôr a sua confiança

em Deus e não em nossos esforços ou habilidades, ou

na expectativa dos resultados do nosso próprio trabalho.

Deus é a fonte de nossa provisão.

FIQUE POR DENTRO:

por que contribuir

com a obra missionária?

- Porque amamos Jesus, e acreditamos que contribuindo

com a obra missionária estamos dando a Deus;

– Pela alegria de nos tornarmos sócios, parceiros desta

obra;

– Pelo desejo de nos unirmos a algo que valha a pena,

maior do que nós mesmos e que tenha significado eterno;

– Para participar de forma indireta no ministério;

– Para cumprir um propósito ou uma missão;

– Para suprir necessidades, não somente espirituais, mas

físicas: fome, doenças, abandono, etc.

– Porque queremos ver a vontade de Deus sendo cumprida,

e sentimos responsabilidade de ser parte deste

ministério (Mt 28.19; Rm 10.15).


Fazendo o Painel de Oferta

Desafie os crentes a ultrapassarem o alvo proposto pela igreja, acompanhando o processo de alcance do alvo dominicalmente.

Confeccione um painel de oferta seguindo as sugestões e fixe-o em local visível para a congregação.

MOLDE

ORIENTAÇÕES:

Pinte a caixa de papelão do lado de fora

- utilize tinta acrílica com pouca água.

Na parte interna da caixa, marque

o lugar onde serão presas as

lâmpadas.Risque com lápis macio

ou caneta para não perder a

referência dos furos que serão

feitos em seguida. Depois de tudo

marcado retire o pisca-pisca para

que sejam feitos os furtos.

MODELO DO PAINEL PRONTO

Utilizando os lugares marcados,

faça os furos com cuidado.

Procure utilizar um apoio do tipo

massa de modelar embaixo para

não resgar o papelão.

Todas as lâpadas devem ser

rtetiradas. A medida que o alvo

por sendo atingido conecte as

lâmpadas.

Ilustração: Hudson Silva, baseado em ideia de Lilia Godoy

19


20

Como enviar a oferta da sua igreja?

Boleto bancário é a melhor opção. Sem dúvida a

introdução ao uso do boleto bancário facilitou tanto

para Missões Nacionais como para a igreja contribuinte.

Apesar das diferentes opções que Missões

Nacionais oferece para o envio da sua oferta,

nenhuma é tão fácil como o boleto bancário. Com

ele você pode pagar pela internet, evitando filas

em bancos, ou em qualquer agência bancária, em

qualquer data (os boletos são contra-apresentação,

portanto sem data de vencimento). Além de facilitar

a identificação da sua oferta.

Os boletos bancários são enviados separados do

kit promocional, mas foram gerados e postados

simultaneamente. As igrejas contribuintes receberão

o kit de material completo e três boletos. A

igreja pode enviar os valores alcançados ao longo

do período, não precisando aguardar o montante

final para só então enviá-los. Lembre-se de que

são vidas que dependem da sua oferta, e muitas

vezes as necessidades não podem esperar.

Os boletos bancários serão enviados em agosto,

juntamente com um certificado de gratidão com

um histórico dos três últimos anos. Se não tiver

recebido até 31 de agosto, entre em contato conosco.

Ao efetuar o pagamento, certifique-se de

que o boleto bancário se refere à Campanha 2012

(logomarca) e não de campanhas anteriores, nem

do PAM Brasil.

outras oPções:

Além dos boletos bancários você pode contribuir

através do:

• Depósito bancário – deposite a oferta na Conta

Corrente nº 87500-7, Agência 226-7, Banco Bradesco,

e envie uma cópia do comprovante de depósito

para identificarmos a oferta de sua igreja.

Atenção: mesmo que o depósito seja identificado,

nos envie a cópia do comprovante.

• Cheque – através de cheque nominal cruzado à

Junta de Missões Nacionais da Convenção Batista

Brasileira, em carta registrada.

• DOC – transferência da sua conta bancária para

a JMN.

Em caso de dúvida, entre em contato com nossa

Central de Atendimento.


SEMPRE ORANDO

30 dias de Intercessão pelo Brasil

“Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e põe

mãos à obra sem tardar, por amor de ti mesmo, ó Deus meu,

porque a tua cidade e o teu povo se chamam pelo teu nome.”

Daniel 9.19

avivamento espiritual e missionário – Por um

1 derramamento do Espírito Santo sobre os batistas

brasileiros; Deus nos dê fome e sede da sua Palavra; Paixão

pelas almas perdidas; Compaixão pelos carentes, necessitados

e marginalizados; Que sejamos instrumentos

de Deus para a transformação do Brasil; Por um avivamento

missionário em nossas igrejas; Por uma visão missionária

de fé e compaixão; Por líderes comprometidos

com a causa de Cristo; Pelo despertamento de vocações.

Um desafio chamado região sul do Brasil – Para

2 que os batistas do sul sejam melhores mordomos dos

seus bens, talentos e oportunidades e coloquem o reino

de Deus em primeiro lugar; Pelas igrejas pequenas que

estão sem pastor; Por maior espírito de cooperação entre

as igrejas; Pelo povo do sul que precisa ser alcançado.

evangelização de crianças – Pela salvação das

3 crianças brasileiras; Para que as igrejas assumam, de

fato, essa visão e grande desafio; Para que as crianças

crentes também ganhem os seus colegas e amigos para

Jesus; Para que invistamos tempo em oração pela salvação

das crianças.

a visão missionária da igreja – Para que sejamos

4 cheios do poder do Espírito Santo para testemunhar;

Por consagração, santificação e fé; Por estratégias bem

efetivas e práticas; Pela visão multiplicadora de todos os

crentes; Pela multiplicação dos discípulos de Jesus no

Brasil; Pela estruturação e implementação de Ministérios

de Discipulado Multiplicador em cada igreja; Que todos

os discípulos sejam multiplicadores; Que tenhamos

crentes verdadeiramente comprometidos com a obra do

Senhor.

tRansCopa – Evangelização durante a Copa do

5 Mundo em 2014 - Que Deus abençoe os evangélicos

do Brasil para que aproveitemos as oportunidades

de evangelizar os brasileiros e estrangeiros que estarão

entre nós; Por todo o planejamento para a realização da

TRANSCOPA, sob a liderança de Missões Nacionais;

Que Deus envie os recursos humanos e financeiros para

a viabilização desses projetos; Que até o fim de 2012,

Missões Nacionais tenha uma rede de 100 mil intercessores

pela obra missionária.

multiplicação de igrejas – Que cada igreja assu-

6 ma o desafio de plantar novas igrejas; Que o número

de discípulos e de discipuladores se multiplique; Que

haja no Brasil um grande movimento de multiplicação

de igrejas; Que Deus levante homens, mulheres e jovens

com a disposição de iniciar novos trabalhos; Que em um

ano, cada igreja batista inicie a plantação de, pelo menos,

uma nova igreja.

o senhorio de Cristo na vida dos cristãos –

7 Que permitamos que Jesus seja o Senhor de nossas

vidas; Que o nosso testemunho conduza outros a Jesus;

Que Jesus Cristo possa viver a Sua vida por intermédio

de nossas vidas; Que sejamos homens e mulheres de

oração e de estudo da Palavra de Deus.

dependência química, um gigante vencido

8 pela oração – Pelos que estão escravizados pelas

drogas; Pelo despertamento das igrejas para trabalharem

nessa realidade; Para que o tráfico de drogas chegue ao

fim em nosso País; Pelas Comunidades Terapêuticas de

Missões Nacionais; Pelas Cristolândias do Brasil e todas

as organizações que trabalham com dependentes químicos;

Pelos pastores, missionários, radicais e voluntários

que atuam entre eles; Pelo sustento material e espiritual

dessas organizações; Para que sejam verdadeiros laboratórios

do Espírito Santo de Deus para a restauração e

salvação de muitos; Para que igrejas cumpram seu papel

de acompanhar ex-dependentes na fase de reintegração

à sociedade.

Lisura e transparência nos contratos do setor

9 público – Lisura e Transparência nos Contratos do

Setor Público; Que os crentes sejam bons exemplos de

cumpridores das Leis; Pelas autoridades fiscais e alfandegárias

do Brasil; Que os crentes sejam agentes de mudanças

na sociedade.

testemunho cristão na sociedade – Que pe-

10 çamos mais trabalhadores para a seara; Que cada

crente assuma o dever de evangelizar e discipular pessoas

na sociedade; Pelos empresários e profissionais liberais

crentes; Pelos políticos e servidores públicos crentes.

trabalho com dignidade – Pelos que se en-

11 contram desempregados; Pela abertura de oportunidade

de trabalho; Por sensibilidade e atitude dos governantes

a essa realidade; Por compaixão e ajuda das

igrejas para os familiares.

12 orando pela presidente, ministros e secretários,

governadores e prefeitos – Pela presidente

Dilma Rousseff; Pelos ministros e secretários;

Pelos governadores e prefeitos de todo o Brasil; Para

que governem com o temor de Deus e tomem me-

21


didas e atitudes corretas; Para que todos sejam evangelizados

pelas igrejas; Pelos que são crentes para que deem

bom testemunho; Pela salvação do povo brasileiro; Pela

justiça social e solidariedade;

maturidade espiritual dos crentes – Por ma-

13 turidade na fé cristã; Por uma relação pessoal fervorosa

com Cristo; Por um ministério de Discipulado

Multiplicador em cada igreja; Investimento de tempo

diário para oração e leitura da Bíblia.

missionários – Pelos missionários espalhados

14 por todo o Brasil para que prossigam firmes e

constantes; Por proteção, provisão e saúde da família

missionária; Para que a visão missionária das igrejas seja

aumentada; Pelo despertamento de vocações.

Região Centro-oeste: clame pelo coração

15 do Brasil – Pela região Centro-Oeste do Brasil:

povo e governo; Pela atuação das igrejas batistas, pastores,

missionários e líderes; Pela salvação do povo do

Centro-Oeste; Pela plantação de novas igrejas na região.

Formação teológica transformadora – Pelos

16 seminários e faculdades teológicas batistas e seus

diretores, professores e alunos; Pela saúde financeira

dessas instituições; Pelos colégios e faculdades batistas

do Brasil, de ensino secular; Por novos vocacionados

para o ministério da Palavra.

a região norte: panorama, necessidades e

17 desafios – Pela região norte do Brasil: povo e

governo; Pela atuação das igrejas batistas, pastores, missionários

e líderes; Pela salvação dos nortistas; Pela plantação

de novas igrejas em toda a região Norte; Pela salvação

dos ribeirinhos da Amazônia; Pelos missionários

e voluntários do projeto Radical Amazônia; Pela vinda

de mais Radicais; Pela base do Projeto em Manaus, AM.

púlpitos, pregação e pregadores – Pelos

18 pregadores da Palavra de Deus; Pelos ouvintes

da Palavra de Deus para que obedeçam a ela; Para que

todos os crentes preguem a Palavra de Deus em todos

os lugares; Que Deus vocacione mais obreiros para a

sua seara.

Juventude evangélica – Para que os jovens

19 evangélicos não se desviem dos caminhos de

Deus; Para que sejam grandes protagonistas na evangelização;

Para que vivam um cristianismo autêntico; Para

que sirvam a Deus nesta geração; Para que os frutos das

Trans permaneçam firmes.

santidade e integridade – Pela busca de uma

20 vida de santificação; Por uma vida que evidencie

o amor de Deus; Por um testemunho de vida coerente,

manifestando o fruto do Espírito; Por um

22

caráter cristão cada vez maior; Por uma entrega de vida

total ao Senhor; Para os líderes espirituais buscarem em

primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça; Para manejarem

bem a Palavra da Verdade; Para serem usados

como instrumentos vivos nas mãos de Deus.

a Família brasileira está doente – Pela con-

21 versão das famílias brasileiras; Para que as famílias

cristãs influenciem positivamente as demais famílias;

Por melhor relacionamento entre as gerações; Para que

os pais deixem como herança valores cristãos aos filhos;

Para que casais cristãos discipulem casais não cristãos

em crise.

Região sudeste do Brasil – Pela região Su-

22 deste do Brasil; Pelas igrejas batistas já existentes

e pela plantação de novas igrejas; Por corações abertos

para receberem Jesus como Salvador.

missões indígenas no Brasil – Pelo fortale-

23 cimento dos 12 projetos de Missões Nacionais

e dos 30 missionários que neles atuam e pelo envio

de 5 novos casais para o trabalho indígena no biênio

2013/2014; Pela vida espiritual, emocional e física dos

nossos missionários dentro do trabalho indígena e pelo

trabalho de treinamento de líderes entre os povos xerente,

potiguara, guajajara e macuxí; Pelo envio de uma

equipe de missionários para o Vale do Javari e Atalaia do

Norte, AM; Pela captação de recursos financeiros para

o envio de novos obreiros e fortalecimento dos atuais

projetos; Pela Gerência Nacional para Evangelização

dos Povos Indígenas; Pelo despertamento de novos vocacionados

para esse ministério.

sua oferta faz missões – Para que todas as

24 igrejas batistas do Brasil sejam parceiras na obra

missionária; Que cada batista brasileiro seja um parceiro

na obra missionária; Pela obra missionária realizada por

Missões Nacionais, Mundiais e Estaduais: oração, vidas e

sustento; 4. Para que Deus envie mais trabalhadores para

os campos missionários.

moradores de rua – Que a proteção de Deus

25 esteja sobre eles, livrando-os dessa situação; Que

cada igreja esteja atenta às oportunidades de levar-lhes

amor, cuidado e condições de resgatá-los dessa condição;

Que evangelizemos os moradores de rua, sendo-

-lhes o amor de Deus antes de lhes falarmos sobre o

amor de Deus; Que o Brasil ofereça boas condições de

vida para o seu povo.

26 o Clamor do silêncio tem ecoado no Brasil!

– Pela salvação dos surdos; Pelos cursos de capacitação

e formação de liderança para este ministério; Por

novos vocacionados.


visão de compaixão da igreja! – Que haja em

27 nós o mesmo sentimento de Jesus pelos carentes;

Que possamos ouvir e agir ante aos gritos dos excluídos;

Que as igrejas organizem ou ampliem os ministérios

comunitários; Que contribuamos para as causas sociais

com sustento e trabalho voluntário; Transformação do

Brasil pela pregação do evangelho.

etnias no Brasil – Por uma visão da igreja em

28 transmitir o amor de Deus para todas as etnias;

Pela evangelização do povo cigano, africano e árabe; Pela

evangelização do povo chinês, japonês e hispânico; Pelo

crescimento no alcance de todas as etnias no Brasil.

FIQUE POR DENTRO:

Cartões de oração: um grande aliado

Incentive a intercessão missionária

usando as fichas de oração que Missões

Nacionais preparou. Os cartões de

oração podem ser utilizados de diversas

maneiras, o importante é que sejam distribuídos

com um critério definido, sem deixar

de dar uma palavra à igreja sobre a importância da

oração em favor dos nossos missionários. O ideal seria

haver um rodízio dos cartões, de modo que cada pessoa

recebesse mais de um cartão durante a Campanha. Veja

algumas sugestões para utilizar e distribuir os cartões:

- No momento devocional diário de cada membro da

igreja; na sala de oração; nas vigílias e reuniões de oração;

nas classes da EBD, anexados ao boletim dominical,

no culto de abertura você pode afixá-lo num grande mural

e desafiar para que cada crente pegue um cartão, assumindo

assim que estarão intercedendo durante a campanha.

Enfim, são muitas as maneiras de envolvermos

os crentes nesta batalha de oração. Utilize a que melhor

se adaptar à realidade da sua igreja.

E atenção: enviamos 32 fichas de oração com sete projetos

e seus missionários cada, totalizando 224 projetos,

para uma semana de oração. No site você encontrará o

kit completo com fichas de todos os missionários. Faça

download, imprima, distribua e incentive a troca das fichas

semanalmente. Assim, em um mês cada crente terá

orado por 28 projetos missionários.

BAIXE AQUI:

Você poderá baixar estes 30 motivos de

oração já no formato de uma folha A4 para

fazer cópias e disponibilizar para os irmãos da igreja.

Você pode colocá-los numa cesta de modo que os

irmãos possam pegar e levar para orarem em casa.

sistema prisional – Pela libertação espi-

29 ritual dos presos e agentes prisionais; Por

estratégias de expansão da Capelania Prisional em

todo o Brasil; Pelos atuais missionários e voluntários

que atuam entre eles e por novos vocacionados;

Pela reinserção dos egressos na sociedade e em suas

famílias.

nordeste, o desafio que clama: “Quem me

30 valerá?” – Pela região Nordeste do Brasil: povo

e governo; Pela atuação das igrejas batistas, pastores,

missionários e líderes; Pela salvação dos nordestinos;

Pela plantação de novas igrejas.

23


24

24 horas de oração pelo Brasil

“Clama a mim e responder-te-ei, anunciar-te-ei coisas grandes e

firmes que não sabes.” Jr 33.3

A Junta de Missões Nacionais convida a todos para dedicarmos

24h ininterruptas ao Senhor clamando pelo nosso

querido Brasil. Sugerimos que seja das 20h do dia 11 de outubro

às 20h do dia 12 de outubro. Os temas sugeridos para

cada período de oração poderão ser retirados dos 30 dias de

oração pelo Brasil (pág. 21), ou ainda selecionados entre os

temas do livro 100 Dias que Impactarão o Brasil. Coloque

sua criatividade em ação para que nenhum momento seja

perdido nesta maratona de oração. Use os filmes do DVD

da Campanha 2012, dos programas de TV Seja Luz ou

matérias de jornais. Decore o ambiente com trajes típicos,

bandeiras, tudo para não perder o foco de interceder com

afinco e compromisso.

As 24 horas poderão ser dividas por departamentos e áreas

da igreja tais como colegiado, MCA, Jovens casados, União

dos Homens, Juventude, Ministério Diaconal, Mensageiras

do Rei, Departamento Infantil, etc.

Organize a atividade de forma que não haja interrupção.

semana de oração pela pátria

Usando a revista Visão Missionária 3T2012 você

poderá levar sua igreja a uma sensacional aventura

pelos caminhos da oração. São 10 páginas com ótimas reflexões

sobre os desafios missionários do Brasil. Tudo para

você promover uma semana de oração ou cinco encontros

missionários. Envolva sua igreja, divida as responsabilida-

ATIVIDADE MISSIONÁRIA:

BAIXE AQUI:

Painel de Oração - Você poderá baixar e

montar em sua igreja. Trata-se do contorno

do mapa do Brasil e os motivos dos 30 dias de

oração em retângulos de 15x10 cm para facilitar a

visualização. Recorte os motivos e fixe-os no painel

em seus respectivos dias. O painel de oração poderá

ser utilizado nos dias de cultos, ensaios, reuniões

e pela equipe de administração. Sempre que houver

uma oração ou momentos de oração um dos pedidos

poderá ser retirado

e recolocado facilmente

no banner.

Reproduzir o

mapa ao lado com

1 m 20 cm X 80

cm ou algum outro

similar com título

acima: “Sempre

Orando pelo Brasil.”

Incluir também

o logo JMN e

da campanha 2012.

des e realize esta atividade. Com certeza os

crentes serão despertados a participar mais

da obra de missões em nossa Pátria. Vamos

mudar o Brasil com nossas orações!

Você encontra a revista na UFMBB pelo

site ufmbb.org.br/loja, pelo tel. (21) 2570-

2848 ou e-mail: loja@ufmbb.org.br.


destaQUe e entReGUe este CadeRno ao mÚsiCo


26

DEIXE SUA LUZ BRILHAR

Hino Infantil da Campanha de Missões Nacionais 2012 Letra e Música: Mônica Coropos


28

LAMPARINA DA NAÇÃO

Hino Oficial da Campanha de Missões Nacionais 2012 Letra e Música: Gilbervânio J. Silva


PALAVRA AOS MÚSICOS

Trilha sonora da salvação no Brasil

Pensar em Missões Nacionais remete nossos corações

a cânticos que nos desafiam e aquecem o ardor

missionário. Cada um de nós teria uma história para

contar sobre esse assunto.

Sempre cantei Minha Pátria para Cristo. À medida que

amadurecia, minha compreensão e visão pela causa

aumentavam. Até que a curiosidade me fez procurar

quem era o autor. Surpresa descobri que se tratava de

missionários americanos, mas de corações brasileiros:

William E. Entzminger e Emiline W. Lindsey.

O hino Minha Oração (título original), foi publicado

em 1916 por um jornal dos batistas texanos. Feita para

dueto feminino com acompanhamento para piano, o

arranjo atual foi preparado por Bill Ichter em 1971.

Outro hino de grande inspiração missionária é o

525 HCC, “Ah, Se Eu Tivesse Mil Vozes para o Brasil

Encher” que surgiu assim: Um grupo de batistas

subia o Amazonas à noite num pequeno barco

e com grande desejo de ver o reino de Deus estabelecido

na região. A bordo estavam Eurico Nelson

e William E. Entzminger. Em meio à escuridão

pequenas luzes indicavam que lá havia pessoas que

precisavam do evangelho. Depois de um tempo,

Nelson desabafa: “Ah, se eu tivesse mil vozes! Assim

proclamaria a mensagem de Cristo a todos!”

Estas palavras ficaram no coração de Entzminger,

que mais tarde escreveu a letra do hino.

Não poderíamos deixar de falar em Joan Sutton,

Werner Kaschel, Myrtes Mathias, Marcílio de Oliveira

Filho, Ivo e Gladis Seitz, Salomão Ginsburg,

Ralph Manuel entre muitos outros poetas e músicos

que com seus dons fazem a gente amar e compreender

mais Missões Nacionais.

Se fosse possível, gostaria de voltar no tempo, para

agradecer por palavras tão inspiradoras e contar, ou

pelo menos tentar, como é bom cantar hinos missionários

com emoção e lágrimas. Contaria também

que a emoção tem se transformado em ação. Muitos

nós foram convocados à obra missionária, mas pontos

de luz na escuridão continuam a nos indicar que

ainda “há muita terra para se conquistar”.

Percebe-se uma crescente maturidade pelo aumento

do envolvimento real com Missões Nacionais, não

só em ofertas, mais que isso, pelos intercessores que

estão em seus postos, clamando ao Senhor por mais

obreiros e pela libertação dos cativos do pecado.

O hino oficial da campanha 2012: “Em um Brasil

em trevas, seja luz” é: Lamparina da Nação e o autor

da letra e música é Gilbervânio J. Silva. Num ritmo

brasileiríssimo, um xote que nos convida a clarear o

nosso Brasil.

Dando seguimento à formação e envolvimento dos

nossos pequenos, sugerimos também um hino infantil,

cujo título é: Deixe sua luz brilhar, letra de

Monica Coropos. Convidando a todos: Deixe sua

luz brilhar/ Em casa, na escola/ em todo lugar/ A

luz de Cristo Vamos bilhar.

Cantar e contar a história de amor de Deus pelo

nosso povo deve nos envolver integralmente “a

tempo e fora de tempo” (2 Tm 4.2-3)

“Em um Brasil em trevas, seja luz” e nossa resposta

deve ser “Eu vou clareando o meu Brasil”.

Alzira de Souza Barroso - PAM Brasil

FIQUE POR DENTRO:

Destaque estas páginas e entregu ao responsável

pela música. Promova a Campanha em sua

igreja por meio da melodia e da poesia dos hinos

oficiais. Cante-os com a igreja, pequenos grupos e classes.

No Youtube da JMN e no DVD que seguirá com

a revista A Pátria Para Cristo, você encontrará clips dos

hinos com legenda, LIBRAS e play-backs.

BAIXE AQUI:

Acesse o site e confira dezenas de sugestões

de hinos e cânticos missionários para

adultos e crianças com a temática da luz. Baixe também

as sugestões de ordens de culto (abertura, encerramento,

ênfase infantil e cordel) e sugestões de

cânticos com a temática da luz.

A Revista da Campanha é parte integrante do material da Campanha Anual de 2012

publicado pela Junta de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira

Direção Executiva Fernando Macedo Brandão | Gerência Executiva Jeremias Nunes dos Santos

Colaboradores Alzira de Souza Barroso - Banda Alumiar - Gilbervanio José da Silva - Jilza Feitosa de Araújo -

João Marcos de Souza Soares - Mônica Coropos - West Ney Rodrigues Luz | Revisão Adalberto Alves de Sousa

Fontes: Hinário Para o Culto Cristão – Edith B. Mulholland, JUERP. Colaborou: Bill Ichter


OUVE A PALAVRA

Reflexão

Brilhar para glorificar

Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que

vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai,

que está nos céus. (Mt 5.16)

“O mundo é o teatro da glória de Deus”, afirmou o

reformador de Genebra. Realmente, a glória de Deus

não se restringe apenas ao que Deus faz no mundo.

Mas o mundo em si mesmo, o “teatro”, como chamou

Calvino, já reflete a majestosa glória do Criador, como

observou o salmista (Sl 19).

Toda a obra de Deus deve refletir a sua glória. Toda

obra realizada em nome de Deus deve produzir glória

ao seu Nome, porque suas obras “são perfeitas” (Dt

32.4).

A igreja é obra de Deus, portanto, expressão da sua

glória. Mas, além disso, a igreja também é agente de

Deus (Cl 3.17) neste “teatro global” cônscia de que

foi constituída para em todos os seus atos manifestar

e estimular a manifestação da glória que é devida ao

Grande Nome.

As projeções estabelecidas a partir do último censo religioso

indicam que, dentro de duas ou três décadas o

Brasil poderá se transformar num “país evangélico”.

As questões naturalmente decorrentes são simples: o

crescimento da igreja evangélica glorifica a Deus? As

obras da igreja evangélica que cresce glorificam Aquele

que a instituiu? As obras da igreja despertam a sociedade

para glorificar a Deus?

Se de alguma forma, como cristãos evangélicos, estamos

superando a antiga visão dicotômica do mundo em

dimensão espiritual e dimensão material e migrando da

concepção de “evangelho da salvação” para a amplitude

do “evangelho do Reino”, precisamos urgentemente

redefinir nossas estratégias de ação para

33


que a igreja, como corpo vivo, reflita verdadeiramente

a glória de Deus na sociedade não tanto pelos seus dados

numéricos mas efetivamente pelo seu valor qualitativo

expresso no poder de temperar a sociedade e

de iluminar a verdade (Mt 5.13-16). O Brasil do século

XXI precisa não de uma igreja batista enorme, mas de

uma igreja batista de influência.

Se a dimensão quantitativa de nosso projeto é alcançar

todo brasileiro, a dimensão qualitativa é trabalhar para que

todo brasileiro alcançado seja transformado num efetivo

discípulo de Jesus. Dessa forma, a salvação do pecador é o

ponto de partida na realização da obra de Deus na vida de

uma pessoa com o objetivo último de torná-la um agente

de boas obras para a glória do Senhor.

Assim sendo, proponho uma “agenda missionária” para

as nossas “boas obras” considerando alguns focos:

34

1. igreja

Precisamos plantar novas igrejas e recompor a imagem,

que muitas de nossas igrejas locais perderam, de espaços

e comunidades capazes de revelar à grande sociedade

e aos poderes espirituais a multiforme sabedoria

de Deus (Ef 3.10). A identidade dessa igreja não decorre

necessariamente de padrões litúrgicos ou de modelos

organizacionais mas da apropriação de valores

inegociáveis que incluem, sobretudo, a autoridade

bíblica, a fé no Deus revelado na pessoa de Cristo, a

salvação pela graça divina, o padrão ético alcançável

como definido por Jesus, a possibilidade de comunhão

dos santos, o poder do testemunho pessoal e coletivo

e o compromisso maior de permanentemente buscar a

glorificação do Senhor da igreja em todos os seus atos.

Carecemos mais de igreja e menos de templos. Precisamos,

ainda, valorizar a multiplicidade de vocações no

seio da igreja entendendo que pastores e líderes podem

ter influência política (na mais elevada acepção do termo),

mas não devem exercer controle político. A igreja

precisa ser o espaço de convivência onde as gerações

se encontram, as pessoas crescem, a mutualidade é prevalente,

o presente enriquece e o futuro é portador de

esperança. É na igreja de Cristo que graça e verdade se

encontram e justiça e paz se beijam (Sl 85.10).

2. Família

A valorização da família precisa ocupar a agenda missionária

da igreja. Infelizmente temos manifesto

um poder divino capaz de salvar nossas almas,

mas limitado para restaurar e manter nossas famílias.

Precisamos urgentemente recompor o sentido da família

no projeto de Deus. Família é a primeira instituição

criada por Deus. É estruturada necessariamente a partir

de um homem e uma mulher. É a primeira equipe de

trabalho formada pelo Senhor para cumprir um mandato

cultural. É a primeira e mais importante escola

do mundo constituindo-se numa verdadeira organização

de aprendizagem. É nessa escola que os principais

valores são transmitidos e o caráter é forjado. É a

família o primeiro ambiente social no qual Deus desejou

ser glorificado. É a família que recebeu do Senhor um

mandato espiritual – na família que crê serão benditas

as outras famílias. Não podemos nos conformar com o

crescimento de divórcios e separações entre o povo de

Deus. As famílias batistas devem tornar-se modelo de

famílias para a sociedade.

3. educação

A agenda de nossas boas obras deve incluir iniciativas

educacionais e educativas, seja pelo oferecimento

de escolas seja pela ação ungida e inteligente de professores

e profissionais da educação comprometidos

com os valores do Reino, seja por intervenções sociais

que busquem a mudança de comportamentos pecaminosos.

Com tristeza acompanhamos a fragilização do

sistema educacional batista, que abençoou tanta gente

e poderia ter abençoado muito mais se entendêssemos

realmente que educação é estratégia importante numa

agenda missionária de boas obras. Num tempo em que

valores morais distorcidos e hipóteses científicas são

apresentadas como verdade absoluta nos programas escolares

e acadêmicos, lamentamos o nosso baixo nível

de influência na área educacional. Perdemos ao longo

do tempo a preciosa oportunidade de estabelecer uma

linha pedagógica coerente com os valores bíblicos que

definisse como objetivo maior “tornar o homem semelhante

a Cristo”, como postulado por Comenius, o pastor

moraviano e educador, considerado o Copérnico da

educação. Nossas boas obras no Brasil contemporâneo

precisam considerar ações educacionais e educativas

nessa perspectiva.

4. Governo e política

Ouvi diretamente dos responsáveis pelo último censo

religioso como os números estavam sendo politizados.

Tenho ouvido também a falácia de que o


crescimento dos evangélicos no Brasil redundará em

mudanças políticas positivas. Não creio nisso. Creio,

sim, que os batistas precisam, individualmente, entender

seu papel cidadão e, coletivamente, investir na

capacitação de crentes para a ocupação de posições

políticas na sociedade de modo a imprimir nas decisões

de governo valores mais consistentes. Além disso,

precisamos assumir responsabilidades políticas

como cidadãos que necessariamente incluem a definição

clara de posicionamentos coerentes com nossos

valores quando proposições de políticas públicas

colidirem com os valores de nossa fé. Nossa participação

política tem sido pífia, desprezando aquilo

que a Bíblia nos ensina em termos de governo e de

exercício de autoridade política. Uma ação política

deve ser considerada em nossa agenda de boas obras.

O ambiente batista deve ser um modelo democrático

de probidade que espelhe a glória de Deus e estimule

a sociedade a segui-lo.

5. economia

Superando o fascínio da teologia da prosperidade e seu

contraponto, a teologia da pobreza, nossas boas obras

devem refletir os princípios de economia expressos

na Bíblia, que incluem a valorização do trabalho (2 Ts

3.10), a função social da terra (Lv 25.23), a limitação de

dívidas pessoais, o combate à pobreza, o evitar-se a dívida

nacional (Dt 15.1-10), o perigo do apego à riqueza

(1Tm 6.10), o princípio do equilíbrio e da equidade

(2Co 8.12-15). Nossa agenda de boas obras deve incluir

práticas e ensinos bíblicos focando a solidariedade e a

cooperatividade capazes de glorificar a Deus.

6. Ciência e tecnologia

A ciência também deve ser um tema relevante no exercício

de nossas boas obras. Ainda que a Bíblia não seja

um livro científico, fala de ciências. Os princípios de higiene

definidos por Deus para seu povo que caminhava

no deserto (Dt 23.9-14) revelam conhecimento que somente

seria apropriado via ciência milênios mais tarde.

Inúmeras passagens bíblicas apontam para o valor do

conhecimento científico plenamente ajustado ao propósito

definido por Deus para aquilo que chamamos de

mandato cultural confiado ao homem. Não podemos

esquecer que as primeiras academias de ciência contaram

com a presença de crentes fiéis que glorificavam a

Deus pelas descobertas efetuadas. Louvamos a Ele por-

que hoje temos muitos batistas envolvidos com ciência

e tecnologia evidenciando a perfeita sintonia entre fé

verdadeira num Deus criador e conhecimento científico

genuíno que glorifica Aquele que ao criar todas

as coisas viu que eram muito boas (Gn 1.31). Tanto a

ciência quanto a crítica da ciência e as questões éticas

decorrentes da utilização do conhecimento científico

precisam estar na pauta das boas obras dos batistas

para glória de Deus.

7. artes

As artes, não exclusivamente as sacras, devem fazer

parte das nossas boas obras para glorificar ao Pai das

Artes. A versão grega das Escrituras traduz o “bom”

que avalia cada obra diária divina em Gênesis 1 como

kalós. O termo inclui em sua compreensão a dimensão

estética, a beleza. A obra de Deus é boa, mas também

bela. As boas obras dos filhos de Deus devem acompanhar

esse padrão divino. Deus capacitou Bezalel, da

tribo de Judá, como desenhista, ouvires, lapidador e entalhador

bem como a seus companheiros (Êx 31.1-6).

O mesmo Deus dotou Davi e outros poetas e músicos

de extrema sensibilidade para cantar em verso o amor

de Deus, a criação e a própria história. Landa Cope

chega a afirmar que Deuteronômio 32 é uma ópera, se

a entendermos como a história em forma de música.

Literariamente a Bíblia traduz beleza em seus múltiplos

estilos. Jó é a tragédia hebraica que evidencia ao mundo

os limites humanos, a realidade do mal e a soberania e o

cuidado de Deus com seus filhos. A igreja de Jesus precisa

ampliar seu diálogo com as artes para celebrar as

belezas da criação de Deus e para falar com autoridade

a muita gente do mundo das artes que usa dos talentos

recebidos de Deus, mas ainda não o conhece como o

Pai das Artes.

De 22 de abril a 31 de julho estivemos orando por 100

temas específicos relacionados ao Brasil. A presente

agenda de boas obras simplesmente os categoriza em

sete campos. Que Deus nos capacite a testemunhar

para louvor da sua glória em todas essas dimensões.

Pr. Neander Kraul de Miranda Pinto –

presidente da Associação Evangélica de Fé e

da Sinal de Vida, membro do Conselho da

Fundação Técnico-Educacional Souza

Marques

35


36

Meditações diárias

Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que

vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai,

que está nos céus. (Mt 5.16)

“assim brilhe a luz de vocês...”

“Brilhar” como sinônimo de influenciar: Parece

coisa de artista, mas a proposta do texto não é bem

neste sentido. O brilhar aqui significa influenciar. E

isso é bem possível para um cristão. E não é uma

influência com base na imposição ou manipulação. É

com base no estilo de vida marcado pelos valores da

Palavra de Deus. Isso tem a ver com ética e caráter.

Precisamos entender que as pessoas não estão mais

interessadas no nosso discurso. Dizer, por exemplo,

que Jesus é bom não é mais suficiente. Elas estão

querendo ver em nosso viver, no nosso cotidiano e

na nossa história o quanto Jesus realmente é bom. E

isso facilita muito as coisas, sabe por quê? Preparar

um discurso certamente é bem mais difícil do que

falar das próprias experiências que se tem vivido em

Cristo. Existem muitos roteiros (que incluem textos

bíblicos e formas de aproximação) que servem de estratégia

para abordar alguém com a intenção de levá-

-lo a Cristo, mas nenhum deles é tão eficiente quanto

contar do seu próprio encontro com Jesus e de toda a

bondade que você mesmo tem experimentado a partir

de então. Só se brilha, conforme o texto sugere,

com uma vida de honestidade, integridade e fé. Os

nossos talentos naturais podem impactar as pessoas.

Um bom desenhista pode ficar famoso com quadros

bem pintados, mas poderá não “brilhar” se seu caráter

for de péssima qualidade. Quando “brilhamos”

na essência do nosso ser, vemos, consequentemente,

o brilho da luz de Jesus. Afinal, nem temos brilho

próprio. Se o temos é porque Ele, que é a Luz, brilha

em nós e por intermédio de nós. Para um cristão, é

isso que importa.

Exercício para pequeno grupo: Comece o encontro

perguntando qual foi, na semana passada, a última

experiência que cada um teve que revelou a bondade

de Deus. Explique que cada experiência servirá

para aprimorar o caráter de cada um a fim de que a

sua luz brilhe diante dos homens.

“assim brilhe a luz de vocês...”

“Brilhar” tem um preço a pagar: Não é automático.

Não basta apenas ter o nome no rol de membros de uma

igreja ou usar um quadro com um versículo bíblico na

porta de casa. É preciso entender que há um preço e bem

caro. O grande problema para muitos cristãos é não ter

a consciência dessa realidade, mais ainda, dessa necessidade.

Acreditam que a luz vai brilhar a partir do momento

em que se apresenta como um crente em Jesus sem

nada mais ser exigido. Ledo engano! Para que a luz de

Jesus brilhe em nós é preciso amor, alegria, paz, longanimidade,

benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e

domínio próprio, ou seja, é preciso buscar o enchimento

do Espírito Santo. Encher-se do Espírito pressupõe renúncia,

humildade e compromisso. Em termos práticos

significa encarar a batalha entre a carne e o espírito. Fato

que vai se tonar um pouco mais fácil na medida em que

discernimos bem aquilo que vemos e ouvimos. Vivemos

no mundo apesar de, em Cristo, não sermos mais dele

e, sinceramente, não podemos nem devemos no afastar

dessa condição. O nosso grande desafio não é nos afastar

do mundo, mas sim viver no mundo sem deixar que

ele nos influencie. Caso contrário, a nossa luz perde intensidade

e passamos a não iluminar mais ninguém. Muitos

podem achar que o preço é caro, mas saiba que vale

a pena! Todo e qualquer sacrifício para que Jesus seja

conhecido e recebido pelas pessoas será recompensador.

É maravilhoso ver os frutos do nosso trabalho, oriundos

de uma experiência com Deus que está se multiplicando

em outras vidas transformadas pelo seu poder.

Exercício para pequeno grupo: acenda uma vela,

pegue um copo de vidro e coloque por cima da vela

bem devagar. Você vai perceber que, na medida em

que você abafa a vela ela vai se apagando, mas não a

deixe se apagar por completo. Com essa demonstração,

mostramos que aquilo que está ao nosso redor

pode tentar apagar a nossa luz. Para tanto é preciso

trabalhar para que nada abafe o nosso brilho.

“... diante dos homens...”

Estamos rodeados de testemunhas: Relacionamento é

uma palavra-chave no reino de Deus. Tudo que aprendemos

de Jesus só possui valor verdadeiro se estiver voltado

para o bem das pessoas, sejam elas quais forem a começar

pela nossa família. A nossa luz tem de brilhar em casa pri-


meiro, diante das pessoas que estão bem próximas de nós.

Infelizmente muitos cristãos “brilham” no trabalho, na rua

e especialmente na igreja, mas não apresentam a mesma

disposição para o cônjuge, filhos e parentes mais próximos.

É sempre bom saber que é em casa que mostramos a nossa

verdadeira luz. O testemunho da nossa família sempre será

o mais transparente a nosso respeito. Portanto, primeiramente

devemos mostrar o nosso amor, carinho e compreensão

para os que estão mais próximos de nós. Em segundo

lugar, e tão importante quanto, precisamos, por meio

de atitudes, comportamentos e palavras mostrar o quanto

Jesus faz a diferença na vida. E é importante salientar que

este testemunho não se dá por intermédio de grandes atos

ou discursos bem preparados. Se dá também em pequenos

gestos, frases curtas ou singelas demonstrações de amor,

respeito e aceitação pelas pessoas que você encontra no dia

a dia. Para muitas delas, apenas ouvir com atenção a sua

história e os seus problemas e fazer uma oração, há de lhes

proporcionar o melhor momento da sua semana. É preciso

brilhar diante dos homens. Uma luz acesa sem necessidade

é apenas desperdício de energia e, conforme o texto que

serve de referência para esta semana, Jesus não nos manda

economizar. Essa luz, a sua luz, pode brilhar sempre!

“... para que vejam...”

Jesus ensinou que, ao orar, seus filhos não deveriam

ficar nas praças, nos palcos, nas luzes para transformar

a oração em si em motivo de exaltação (Mateus

6). Jesus pregou a seus seguidores para entrar nos

quartos solitários, e esperar que “o Deus que vê em

secreto” há de te recompensar. Contudo, o Mestre de

Nazaré não estava dizendo que não poderíamos fazê-

-lo em público, ou que ninguém pudesse vê-los. Ele

estava reafirmando que oração é plataforma de intimidade

com Deus e não apresentação religiosa. Os

homens vão ver, os homens querem ver e os homens

precisam ver nossa fé. Saber o que cremos, saber o

que pregamos e por que pregamos.

É para que eles realmente vejam que os filhos de Deus

precisam anunciar as Boas-Novas. Ser luz é tornar clara

a mensagem do evangelho. É tornar visível a palavra do

Deus bondoso. Seja Luz. Sim, seja para que todos vejam.

O amor de Deus não pode ser trancado, nem deixado

debaixo do velador. Não podemos ser luz na luz, porque

senão ninguém poderá vê-la. Quando os cristãos, seguidores

de Jesus, desejam expressá-lo, as ruas, as avenidas,

os escritórios se tornam seus púlpitos, onde podem re-

velar Cristo, não com as palavras que falam, mas revelam

com a vida que vivem. É para que vejam que tornamos

viva a Palavra de Deus. É para que vejam que somos seus

seguidores. É para que vejam que temos sua marca. É

para que vejam que não queremos que o mundo apodreça

de vez. É para que vejam a luz do Senhor que somos

missionários, todos os dias.

Exercício para pequeno grupo: Antes de começar,

consiga um pequeno abajur ou um objeto com

várias luzes, de preferência bem bonito, cubra com

um pano e acenda no meio do espaço onde o grupo

vai se reunir. Mesmo coberto pelo pano, pergunte

ao grupo o que acha daquele objeto, depois retire o

pano e faça a pergunta novamente. Faça uma aplicação

com o texto de hoje.

“... para que vejam...”

Nossa vida se tornou visível. O mundo diminuiu seus

espaços geográficos. A instantaneidade da fama se submeteu

a um clique num site de vídeos qualquer. Estamos

expostos. Nos tornamos peças observadas, em

cada canto da cidade. O que somos e o que fazemos

se dá a conhecer, todos os dias. Para nós, cristãos, ser

observados não é novidade alguma. As pessoas fazem

isso conosco todos os dias, seja na escola, no trabalho,

na vizinhança. Há uma expectativa que nossas manifestações

se tornem expressão da nossa fé, autêntica e

sincera. É pensando nisso que o Mestre de Nazaré convida

a seus seguidores a serem observados. “Eles querem

ver o que vocês fazem”, ou seja, suas boas obras.

Precisamos resgatar isso. Por muito tempo trabalhamos

a fé e desprezamos o fazer coisas boas. Mas ao sermos

salvos, nosso coração bate forte em direção a fazer algo

que possa mudar o mundo e mudar a vida das pessoas.

Quando seguidores de Jesus de Nazaré se prontificam

a trabalhar, se expressam no trabalho de cada um os

princípios do Reino. Sirva a pessoas, sirva a Deus, faça

algo diferente para o Senhor. Se cristãos no mundo inteiro

decidirem usar suas vidas, bens e talentos para

fazer boas obras, mudarão o mundo. Creio que isso tem

a ver com o Filho de Deus, com aquele que veio a este

mundo “para servir e não ser servido”. Aquele “que

humilhou-se a si mesmo”. Trabalhe mesmo para Deus.

Faça diferença onde está. Onde colocar a planta dos

pés, torne-se um verdadeiro representante de Cristo. E

não esqueça de que os homens, por certo, estarão

observando.

37


38

Exercício para pequeno grupo: desafie o seu grupo

a realizar algo até o próximo encontro que nunca

tenha feito até hoje na vida em prol de alguém.

“... e glorifiquem ao pai de vocês,

que está nos céus.”

Quando aceitamos a Cristo como Senhor e Salvador,

assumimos um compromisso de nos tornarmos servos

d’Ele. Isso implica que tudo que fazemos, que desejamos

ou sonhamos, tem que ser para honra e glória

d’Ele. Isso muda demais o foco de nossa vida. Acostumados

a viver para nós mesmos descobrimos a notável

experiência de viver para o outro e este nada mais é do

que o Rei do Universo. Viver para Ele é representado

numa ação: glorificá-lo. Jesus se utiliza desta expressão

para indicar o que as pessoas que veem a Luz de Jesus

em nós, vão fazer. Eles irão glorificar a Deus. Eles

irão glorificar aquele que é o Criador de todas as coisas.

Contudo, para que isso aconteça, é importante que

você não distraia o coração com as coisas deste mundo

e também glorifique o Pai. Não o glorificamos apenas

com as canções que cantamos em nome d’Ele. Não!

Glorificamos com a vida que vivemos. Deus está muito

mais interessado na vida que vivemos neste mundo,

com que intensidade a vivemos, do que com nossos

rituais litúrgicos. O convite a levarmos pessoas a glorificar

o Pai é antecipado a nós. Um dia também nós

conhecemos a Luz. Um dia alguém falou de Jesus para

nós, a fim de podermos glorifica-lo também. Portanto,

se queremos transformar nosso louvor a Ele como

pregação, se desejamos fazer com que nossa adoração a

Ele seja uma ação missionária, como missionários que

somos, glorifiquemos o Pai, porque muitos outros virão

atrás de nós para fazer o mesmo.

Exercício para grupo pequeno: Leve algumas canções

cuja letra apenas glorifique a Deus e, nesse momento,

ressalte a importância desse ato.

“... e glorifiquem ao pai de vocês,

que está nos céus.”

Somos cristãos, isso é fato, marcados pela experiência

espiritual de um dia termos aceito o Salvador. Essa

atitude marca um novo começo em nossas vidas,

e creio que você sabe disso muito bem. A Bíblia diz que

“se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas

já passaram e eis que tudo se fez novo” (2Co 5.17..

Isso implica que devemos ser parecidos com Jesus. Viver

como Ele. Esperar ansiosamente a sua volta para nos

encontrarmos com Ele nos céus. Ah, sim, o céu. É disso

que temos que partilhar agora. Jesus deseja que os

homens glorifiquem o Pai que está nos céus. Que notícia

boa para todos nós! Nosso Eterno Pai nos olha,

nos observa, assentado em seu trono de glória, nos céus.

Isso me faz pensar em tantas coisas boas para nossa vida

cristã: Primeiro, porque o céu não pode ser visto apenas

como um lugar, mas como um estado, um tipo de vida

e se isso é verdade, precisamos viver já o céu aqui, começar

a sentir seu cheiro, gosto e valores enquanto seres

viventes. Segundo, o céu é um lugar de habitação do

Pai, e, por conseguinte, de seus filhos. Que coisa linda!

Ao pregarmos o evangelho, estamos oportunizando que

milhares de homens e mulheres alimentem esperanças

na alma por um dia estar lá com o Senhor nos céus, já

que “na casa dele há muitas moradas”. Nosso Pai, que

está nos céus, será glorificado por todos aqueles que o

descobrirem e aceitarem. Viver o céu aqui é um desafio.

Ir para o céu, com Ele, uma esperança. Levar milhares

a conhecê-lo, um chamado que nós, como missionários

que somos, não podemos deixar passar.

Exercício para grupo pequeno: Proponha que

cada um fale de Jesus ao longo da semana. O desafio

é pregar o evangelho e perguntar para a pessoa sobre

uma tomada de decisão. No próximo encontro falaremos

sobre esta experiência.

Pr. Eduardo Luiz de Carvalho Faria

(Professor do Seminário Teológico Betel) e

Pr. Wellison Magalhães de Paula (PIB do Grajaú, RJ)

SAIBA MAIS:

pequenos grupos na Campanha

Preparamos sete meditações para que ao longo

da semana você possa refletir tendo por base a divisa de

nossa campanha. Você pode publicar no boletim da igreja

por ocasião da abertura da campanha de vocês. Outra

possibilidade de uso deste material é na abertura das reuniões

de pequenos grupos, denominadas quebra gelo.


Testemunhos missionários

Missionários de diferentes regiões do Brasil apresentam

breves testemunhos do que Deus tem realizado em seus

ministérios, bem como apresentam situações nos campos

em que atuam e revelam necessidades e desafios locais.

“mas quem pratica a verdade vem para a luz,

a fim de que as suas obras sejam manifestas,

porque são feitas em deus.” João 3.21

As crianças têm muito a nos ensinar quando prestamos

atenção nas suas atitudes em relação às suas respostas e

atos. Evangelizar crianças não é tarefa fácil, pois elas dependem

dos seus acompanhantes, sejam avós, tios, pais

ou seus responsáveis para uma aproximação mais calma

e tranquila. Temos essas oportunidades quando fazemos

trabalhos nas escolas, onde todas ouvem por igual

da Palavra de Deus. Os filhos de crentes em Jesus Cristo

têm uma abertura muito grande para falar de Jesus por

meio da amizade e também dos seus comportamentos,

mostrando que Jesus ama as criancinhas e quer que todas

o amem também. Em nossa igreja aqui em Beberibe

algumas crianças já falam de Jesus e até são exemplos por

onde andam. Temos a ovelhinha criança chamada Larissa.

Acompanhada de sua tia ela era levada à igreja para ouvir

do amor de Deus. Sua atenção em tudo era sempre bom

de ver. Uma menina amorosa e amiga. Larissa abriu seu

coraçãozinho para Jesus e não gosta de perder um culto.

Um dia em nossa casa a Larissa com uma conversa

que parecia de adulto me emocionou profundamente. Ela

disse: “Missionária Zilanda, eu quero me batizar, pois eu

já posso sustentar a igreja com os meus dízimos e ofertas,

pois eu já trabalho vendendo bijuterias na escola para

meus coleguinhas. Eu tenho muita vontade!”. Abracei

aquela menina e falei para a sua tia Rosângela, e também

para toda a igreja. Em maio Larissa se batizou juntamente

com mais quatro irmãos e foi uma grande festa, para glória

de Deus. Não abandone nossas crianças; elas precisam

de Jesus e têm muito a nos ensinar.

Que nosso desafio seja abraçado por todos de levar

nossas crianças para Jesus. Agradeço a Deus por você e

sua igreja, que não permite que a obra pare, pois Deus

continua contando com cada um de nós para que a luz

chegue também a nossas crianças. Que nossas orações

sejam para mover o coração de Deus e não pararmos de

lutar nesta grande batalha em que temos como capitão

o Senhor Jesus.

Vamos avançar, igreja, em busca de vidas que estão nas

trevas. Estamos orando e acreditando que eu aqui e vocês

aí vamos ganhar a nossa Pátria para Cristo.

Missionária Zilanda da Costa Maurício – Beberibe, CE

“porque não podemos deixar de falar do que

temos visto e ouvido.” atos 4.20

No Reviver, todos os dias a Palavra de Deus é anunciada.

Temos sempre os momentos de cultos, estudos bíblicos, dinâmicas

de grupo, gincanas bíblicas, aconselhamentos, etc.

Muitos residentes têm sido resgatados e restaurados pelo

Poder de Deus. É maravilhoso ver o agir de Deus mudando

essas vidas!

Um rapaz chamado Diogo chegou ao Reviver, olhando

para baixo, sem mostrar arrependimento ou raiva, somente

com um pouco de indiferença com ele mesmo. Aos poucos

ele começou a se relacionar com os outros residentes.

Naturalmente algumas amizades foram surgindo e aqui entendo

que Deus entrou, pois colocou as pessoas certas para

ajudarem o Diogo a dar os primeiros passos. Sempre muito

obediente, cumpria com as atividades da casa e agora já se

passaram nove meses e ficou muito claro o quanto ele evoluiu,

mudou, e procurou ser mais próximo dos novos que

agora estão chegando. Atualmente, já no fim do tratamento,

ele sentiu que deveria ficar mais um tempo aqui, para

agora ajudar na obra, e me pediu isso. É lógico que concordei!

Vale lembrar que ele se batizou na sua igreja, e já estava

ajudando no Reviver, mas ainda não tinha noção. Afinal,

o que ele pediu é o que nós precisamos, pessoas que

39


ajudem. Acredito que Deus está transformando completamente

o caráter deste jovem, para a glória do Senhor Jesus.

Hoje por intermédio do seu testemunho, outras vidas têm

sido mudadas.

O nosso grande desafio, ainda é a obra no novo Reviver.

Ela continua em andamento e esperamos que seja concretizada

ainda este ano.

Obrigado pela sua participação tão importante nesta obra e

contamos com as suas orações.

40

Missionários Pr. Fernando e Idinalva Arêde -

Comunidade Terapêutica Reviver – Muriaé, MG

“se o meu povo, que pertence somente a mim,

se arrepender, abandonar os seus pecados e

orar a mim, eu os ouvirei do céu, perdoarei

os seus pecados e farei o país progredir de

novo.” 2 Crônicas 7.14

Queremos compartilhar as bênçãos que Deus tem realizado no

nosso Amapá. A campanha de 100 dias de intercessão pelo Brasil

chegou para intensificar o clamor em favor das vidas que perecem

em meio às trevas. Cresci ouvindo a seguinte frase: “Muita

oração, muito poder; pouca oração, pouco poder; nenhuma

oração nenhum poder”. Não restam dúvidas de que todo o agir

de Deus em Laranjal do Jari é resposta de muita oração, pois

temos visto o poder de Deus agindo em nosso meio. Podermos

ouvir que hoje temos uma diminuição da violência, do tráfico

de drogas, da prostituição em um bairro onde o nome Malvinas

não era por acaso, mas por parecer um campo de guerra,

isso é motivo de darmos glórias a Deus. “A beira não é mais a

mesma...”, frase que volta e meia ouvimos pelas ruas da cidade.

Antes não podíamos sequer andar pelas passarelas sem sermos

certamente assaltados ou no mínimo ameaçados. Deus tem

transformado esse lugar, sua igreja tem anunciado o evangelho

e nós, como batistas, temos dado nossa contribuição. Começou

fechando o bar, depois atraindo as crianças para

a igreja, em seguida a implantação do PEPE. Vermos os irmãos

sonhando em abençoarem ainda mais a comunidade traz alegria

aos nossos corações. Alegria que não é pautada nas circunstâncias

que nos trouxeram até aqui, mas no fato de que Cristo está

sendo glorificado e vidas estão sendo salvas pelo Senhor Jesus.

Se intensificarmos mais nossas orações e nos disponibilizarmos

para o uso do Senhor, veremos o poder de Deus agindo com

grande glória em nossa nação. Não pare! Não desanime! Ore

sem cessar! Então veremos o povo brasileiro dizendo: “O Brasil

não é mais o mesmo...”, para a glória do Senhor.

Ore pelos líderes que atuam nas missões Beira-Rio, Portas

Abertas, Lírio dos Campos e projeto com surdos. Também

pelo processo de sucessão pastoral da igreja Batista Vida

Nova, na qual atuamos como missionários, e pela saúde de

nossa família.

Em Cristo

Missionários Pr. Alexandre e Carla Andréa Fernandes –

Laranjal do Jari, AP

servir para abençoar

Em novembro de 2011, entre outros dois trabalhos já estabelecidos,

nós implantamos o trabalho missionário no

Acampamento Passo Pirajy, na cidade de Dourados/MS. Inicialmente,

o contato foi feito por meio da visita ao Cacique

Carlito, que se encontrava hospitalizado nas dependências da

Missão Caiuá. Estratégia que, entendemos, Deus nos concedeu

para esta primeira abordagem de identificação e conhecimento.

Ali na enfermaria, compartilhamos da Palavra de

Deus e oramos com aquele líder indígena, combinando com

ele que o nosso próximo contato já seria no Acampamento

Passo Pirajy, local da sua moradia.

Logo em nossas primeiras viagens a esse acampamento, observamos

uma senhora, já de idade bem avançada, sentada na


ede próxima a um bambuzal. Não demorou muito para tomarmos

conhecimento de que se tratava da sogra do Carlito

e que ela apresentava muitas dificuldades para andar, e, por

esta razão, passava o dia todo na rede. Ele, o Carlito, concluiu

com a afirmação: “Se ela tivesse uma cadeira de rodas, poderia

locomover-se de tal forma que não precisaria permanecer

o dia todo na rede”.

Dispomos em nosso coração adquirir a cadeira de rodas para

que a Dª. Venância pudesse ter um pouco mais de liberdade

em seus movimentos. Procuramos a Primeira Igreja Batista

de Dourados, na pessoa do pastor Samuel, para informar

esta necessidade e indagar sobre o que a igreja poderia ajudar.

Prontamente este líder acionou o Ministério da Ação Social

que, no devido tempo, providenciou a cadeira de rodas para

atender a necessidade daquela senhora indígena.

Enfim, ao chegarmos ao acampamento e comunicarmos a

provisão de Deus para aquela necessidade, dona Venância

expressou a sua alegria em lágrimas, o que emocionou a todos

nós. Que recompensa foi ver a alegria daquela senhora,

em meio a lágrimas, ser rodeada por sua filha, genro e netos.

Queridos, é servindo ao Senhor que podemos abençoar

vidas. Quando nos dispomos a servi-lo, crescemos em comunhão

a Ele, somos edificados pelos serviços ministrados

para o Reino e principalmente, por permitir que vidas sejam

alcançadas com a graça do misericordioso Deus. Ações estas

que glorificam o seu nome.

Agradecemos ao Senhor, pela disponibilidade da 1ª IB de

Dourados e de seu pastor, que com sensibilidade, nos atendeu

e providenciou a resposta a esta necessidade do trabalho

missionário, concedendo à dona Venância, a oportunidade

de ter melhor qualidade de vida.

Ao finalizarmos estes pensamentos, queremos expressar a afirmativa:

Nhandejáry ta pende rovasa – Deus abençoe a todos.

Dona Venância,

sua filha e genro

ladeados pelos

missionários Pr.

Samuel e Ilma

Uma família resgatada pelo senhor

Como fruto do trabalho realizado em Sapiranga, RS,

quero destacar a conversão da família da irmã Zenilda,

mais conhecida como “cita” (na foto). Antes de sua conversão,

ela e suas filhas professavam a fé no catolicismo,

mas a sua vida estava sem sentido. Ela nos disse que

sempre que voltava da missa estava pior do que antes.

Ou seja, para seus problemas, anseios e angústias não

havia sido apresentada a solução, que é Jesus Cristo.

Sempre frequentava os bailões e fazia de tudo para fugir da

realidade em que vivia. Chegou a pensar em suicídio pelo

fato de não haver sentido em sua vida. Como infelizmente

o Rio Grande do Sul detém o título de estado com maior

incidência de suicídio dentro do Brasil, pois a cada 50 minutos

uma pessoa se suicida no estado, se ela tivesse cometido

o suicídio, seria mais uma pessoa neste dado estatístico.

Diante destas angústias vividas, uma irmã de outra igreja

a orientou a procurar uma igreja onde ela encontrasse

Jesus. A irmã Zenilda procurou nossa igreja e no primeiro

dia em que foi ao culto aceitou a Cristo e desde então

pudemos perceber uma transformação em sua vida.

Louvado seja Deus, que usou nossas vidas e hoje a irmã

Zenilda é serva fiel do Senhor Jesus, testemunha aos vizinhos,

parentes e colegas de trabalho sua fé em Cristo.

No mesmo dia em que aceitou a Cristo, ela chegou em casa

e contou as boas-novas às suas filhas, dizendo que elas deveriam

visitar nossa igreja e conhecer a Cristo como ela

havia conhecido.

As filhas – Jéssica e Daniela – a princípio se mostraram

resistentes, mas com muita oração e jejum realizamos estudos

bíblicos com elas e após algumas semanas as duas

aceitaram a Cristo.

No mês seguinte à sua conversão, elapediu seu envelope de

dízimo, pois entendeu que mesmo diante das dificuldades,

a fidelidade ao Senhor era algo fundamental na vida cristã.

A Bíblia é clara quanto às bênçãos de Deus àqueles que são

fiéis. Ela ainda não tinha sua casa própria, mas como por

um milagre, ela conseguiu comprar o terreno e construir

sua casa, um ano antes do planejado, testificando assim o

derramar das bênçãos do Senhor sobre os que são fiéis.

Mãe e filhas foram batizadas no mesmo dia e elas permanecem

firmes até hoje e participando dos trabalhos da igreja.

Realizamos um Pequeno Grupo semanalmente na casa delas,

as filhas hoje são líderes das crianças, participam do louvor,

grupo de teatro, grupo de coreografia, enfim, estão todas integradas

na igreja. A Daniela, com apenas um mês de batizada,

já participou da Trans como voluntária em Sapi-

41


anga e deseja participar de outras Trans. O desejo é inclusive

ir para outros estados. Em sua primeira experiência na Trans,

ela desejou compartilhar com sua ex-catequista (professora

da igreja católica) as Boas-Novas do Senhor Jesus, mas ao

chegar na casa foi muito mal recebida, agredida verbalmente,

ouvindo que a verdadeira igreja era aquela de que ela participava

anteriormente – Católica – e enquanto ocorriam as

agressões verbais, a Daniela simplesmente chorava. Sua ex-

-catequista fechou a porta e a deixou sozinha. Em meio às

lágrimas ela disse aos seus companheiros da Trans “eu entendo

a reação dela, pois se vocês tivessem batido na minha

porta a uns meses atrás, a minha reação seria igual a dela!”.

Que Deus nos abençoe e prossigamos a pregar as Boas-

-Novas.

Pr. Walter e Nair Azevedo – Sapiranga, RS

42

“mas, como está escrito: as coisas que

olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem

penetraram o coração do homem, são as

que deus preparou para os que o amam.”

1Coríntios 2.9

Este verso soa cheio de significado para os verdadeiros

cristãos, mas cheio de mistérios para a maioria das pessoas.

Por intermédio da mão do apóstolo Paulo, Deus está

falando que aquilo que os olhos humanos nunca viram,

os ouvidos humanos nunca ouviram, nem homem algum

jamais pensou em possuir é isso que Deus reservou para

os que o amam. A maioria esmagadora da humanidade,

neste exato momento, está preocupada em garantir para si

um futuro melhor aqui na terra e isso não é ruim, buscar

coisas edificantes é necessário à nossa vida, mas melhor

do que buscar prosperidade material é buscar os tesouros

do céu (Mateus 6.19), porque este mundo um dia cessará,

mas as coisas espirituais permanecem para sempre.

Há muitos anos o jovem casal Tancredo e Marla

viveram neste mundo dessa forma, procurando

alegria e prazer para satisfazerem seus desejos carnais.

Acreditavam que no mundo eles encontrariam a paz que

eles tanto procuravam. Eles tinham um comércio embaixo

de minha casa, e sempre que passava encontrava com

eles. Certo dia, ofereci um estudo bíblico para eles e logo

aceitaram e foi maravilhoso poder ensinar da Palavra de

Deus para esse jovem casal. O bom nisso tudo é a força

de vontade que eles têm de aprender, e o estudo foi ficando

cada vez mais proveitoso.

Mas na cidade de São José de Piranhas tem o Micaranhas

(carnaval fora de época), e o casal embora estivesse

fazendo os estudos, não havia ainda confessado

a Jesus como Senhor e programaram participar do

evento com seus amigos. Mas como a Palavra de Deus

não volta vazia, a semente estava germinando em seus

corações, principalmente em Marla, que estava com o

coração apertado porque não estava se sentindo bem.

E afirmou: “Missionária, eu não quero ir, só que dei

minha palavra e meus amigos estão chegando; acho

que vou dizer que me converti e não vou mais”. Seria

maravilhoso, se isso não fosse mentira, então disse:

“Você não pode dizer isso porque não é verdade. Só

há uma saída, ou vocês vão e descobrem que lá não é

mais o lugar de vocês, ou vocês descobrem que isso

é que vocês gostam de fazer”. Então, voltei pra casa

com o coração apertado e triste e fui orar, para que

fosse feita a vontade de Deus. E, como nosso Deus é

fiel e justo, ele atendeu a minha oração fazendo com

que seus amigos não pudessem vir, e sendo assim eles

não foram para o Micaranhas. E o legal é que neste

bendito dia fomos para sua casa e ali ficamos até tarde

assistindo um filme evangélico (José do Egito) e Deus

assim fez a sua obra, e no domingo eles tomaram a


decisão de confessar o Senhor como Salvador de suas

vidas. E hoje pra honra e glória do nome de Jesus são

excelentes pregadores da Palavra de Deus. Louvado

seja sempre o nome de Jesus.

Missionária Rozélia Oliveira Araújo –

São José de Piranhas, PB

existem campos e pessoas sedentas,

faltam anunciadores

Os estudos bíblicos continuam sempre crescendo em qualidade

com aqueles que têm o compromisso de separar seu

tempo para ouvir a voz de Deus. É sempre bom quando

somos recebidos com carinho pelas famílias que ouvem

com atenção sobre o poder de Deus que transforma, cura e

liberta. Muitos lares se abriram, e mais casas estão de portas

abertas. Toda honra e toda glória a Deus.

Certa ocasião, projetamos o filme Jesus, quando todos os

comunitários e moradores adjacentes puderam ver o sacrifício

de amor de Cristo por nós. O líder da comunidade nos

cedeu o espaço debaixo do chapéu de palha, uma construção

bem popular no interior, conseguimos um aparelho de

DVD emprestado de uma senhora e compramos gasolina,

para o gerador de luz. Mesmo em meio a uma noite chuvosa,

as pessoas foram chegando, pois fizemos muitos convites

e, acreditem, até na missa foi feita a “propaganda”. Mais

de 150 pessoas foram alcançadas naquela noite.

Deus tem nos mostrado pessoas que realmente decidiram

seguir a Cristo de corpo e alma, como os dois jovens

Marcos e Carlos. Já terminamos os estudos bíblicos com

eles, agora estamos ensinando doutrinas por meio de narrativas

bíblicas. Eles também nos ajudam dando aula para

as crianças, dirigindo e trazendo mensagens nos cultos. Detalhe:

um tem 15 e o outro12 anos. Vitória para o Reino!

Também realizamos com as crianças a feira dos talentos,

que foi uma grande festa santa. As crianças memorizaram

seus versículos e com os talentos que ganharam, trocaram

por pequenas lembranças. Um pai, ao perceber que seus filhos

tinham aprendido cerca de 11 versículos, me procurou

perguntando se eu poderia ensinar os irmãos da igreja católica...

Deus nos abriu mais uma porta, pois assim teremos

acesso aos adultos. Aleluia por isso!

Outra bênção nos alcançou. Ao saber do nosso trabalho

de evangelismo, moradores de uma comunidade, próxima

à nossa, nos convidaram para ensinar suas crianças sobre

a Palavra de Deus. Todos os domingos, dois meninos vêm

pilotando um motor rabeta e canoa para nos levar para a

comunidade. A viagem é de mais ou menos 1h40, mas eles,

essas duas crianças, nunca faltam. Os pais descobriram que

somos missionários e queriam que nós também «rezássemos»

a missa na igreja católica... Deus me deu um suspiro

de sua palavra, mostrando que campos existem, pessoas sedentas

também, mas que faltam pessoas para pregar. Deixo

aqui meu convite a todos que queiram fazer parte dessa

obra. Menino, homem ou mulher, todos podem ajudar no

crescimento do evangelho com os ribeirinhos. Ore, contribua,

ou venha para cá, estamos esperando por todos que

amam o evangelho. Existe lugar para todos na colheita.

Missionários Rafael Bonfim e Jovane Coelho –

Projeto Radical Amazônia, AM

ATIVIDADE MISSIONÁRIA:

deus tem operado maravilhas no Brasil

As orações e participação da igreja são fundamentais.

Por isso aproveite as experiências relatadas

para despertar sua igreja. Escolha alguns testemunhos,

ou extraia os dados que considerar mais importantes,

e apresente-os durante o momento missionário. Outra

opção é imprimi-los no boletim, ou distribuí-los para

as classes de treinamento de sua igreja.

BAIXE AQUI:

No site você encontrará muitos outros testemunhos

missionários.

43


44

PAM BRASIL

O que é o PAM Brasil

Parceiros na Ação Missionária?

PAM Brasil – Parceiros na Ação Missionária é um meio

pelo qual igrejas, grupos, empresas e pessoas físicas podem

sustentar missionários em todo o Brasil com suas

orações, ofertas e apoio. Este trabalho em parceria funciona

como uma empresa com vários sócios ou parceiros.

Em Filipenses 4.14 e 15 Paulo diz: “fizeste bem, associando-vos

na minha tribulação. E sabeis também vós,

ó filipenses, que, no início do evangelho, quando parti

da Macedônia, nenhuma igreja se associou comigo no

tocante a dar e receber, senão unicamente vós outros”.

A palavra que Paulo está usando aqui para “associar-

-se” é uma palavra comercial, usada quando duas pessoas

decidem formar uma parceria ou uma sociedade.

Assim como eles se tornaram parceiros, em um projeto

missionário um dos parceiros é Missões Nacionais, seu

missionário e sua família, e o outro é a igreja, os crentes;

a igreja, os missionários e Missões Nacionais estão

indo juntos ao campo. Parceria é, portanto, uma associação

mutuamente abençoadora tanto para quem sustenta

quanto para quem vai.

o pam BRasiL peRmite:

mais avanço - Novos projetos de plantação de igrejas, ministérios

sociais e evangelização em todo o Brasil.

mais oração - A troca de informações entre parceiros e

missionários torna o ministério da oração mais objetivo e

constante.

mais recursos - Igrejas, crentes, grupos (uniões, classes de

EBD, coros) e empresas obedecem ao imperativo da participação

para que muitas outras pessoas glorifiquem a Deus

com mais alegria.

mais alegria - Cada crente participa “segundo propõe em

seu coração”, tornando a contribuição sistemática mensal

acessível a todos, possibilitando o envio de mais obreiros.

mais vidas - Cada parceiro é motivado a conhecer de perto

o trabalho missionário, transferindo para sua vida diária

métodos e experiências que ajudam no testemunho

pessoal do evangelho.

FIQUE POR DENTRO:

tornando-se um parceiro na

ação missionária você:

• Participa diretamente da obra missionária;

• Obedece à Palavra de Deus;

• Fortalece os laços com os obreiros nos campos;

• Investe os bens que Deus lhe dá na busca dos frutos eternos;

• Permite que os obreiros tenham melhores condições para o

seu ministério;

• Possibilita o envio de mais obreiros;

• Participa do avanço da obra missionária no Brasil.

Conheça as CateGoRias do pam BRasiL

pam Brasil igreja

As igrejas podem contribuir, individualmente, com uma

oferta mensal a partir de R$ 20,00 no apoio à obra missionária.

Para algumas este valor é pequeno e pode ser

reajustado conforme sua realidade. Para outras é um desafio.

Mas, desta forma todos podem participar.

pam Brasil mulher

Oportunidade para mulheres que querem apoiar o trabalho

de outras mulheres que estão na linha de frente.

Há mulheres plantando igreja, evangelizando índios, alcançando

ciganos, assistindo crianças carentes. Mulheres

movidas à paixão e competência, que estão dia a dia reescrevendo

a história deste país.

pam Brasil adolescente

Com o objetivo de despertar o comprometimento missionário

na vida dos adolescentes. A partir de R$ 5,00

por mês o adolescente, 12 e 18 anos, salvo por Jesus

Cristo, poderá participar do sustento de um missionário

e contribuir para o avanço do reino de Deus.

pam Brasil do Clubinho missionário

Missões também é coisa de criança! Crianças até 11 anos

podem se tornar sócias do Clubinho e crescer no amor

a missões. O valor de contribuição é simbólico, no mínimo

R$ 5,00.

pam Brasil empreendedor

Não há lucro sem investimento. Esta lógica, que serve de

parâmetro para ações empreendedoras no mundo todo,

também é adequada à visão cristã de expansão do Reino


porque pessoas serão alcançadas quando investirmos em

vidas. Missões Nacionais incentiva a parceria de empresas

na proclamação do evangelho, por intermédio do

PAM Empreendedor.

pam Brasil mantenedores de Crianças

Nesta categoria o parceiro mantenedor escolhe se

deseja contribuir para um menino, uma menina ou

ainda um projeto que atende crianças e adolescentes,

e participa da manutenção de uma criança assistida

por nossos lares, permitindo que o amor de

Jesus transforme não só aquela vida, mas as futuras

gerações.

pam Brasil Grupo

Atende desde um grupo de amigos, que amam missões,

até classes de EBD, grupos corais, conjuntos musicais

dÚvidas FReQUentes

Quem pode ser parceiro?

Igrejas, congregações, associações, grupos (uniões, classes

de EBD, coros), empresas e indivíduos.

Quais são os valores mínimos?

Crianças e adolescentes podem participar com o valor

mínimo mensal de R$ 5,00. Os valores mínimos para os

demais crentes individualmente, grupos, igrejas, congregações

e empresas é de R$ 20,00 mensais.

Como tornar-se um parceiro na ação missionária

agora mesmo?

Acessando o site www.missoesnacionais.org.br, ligando

para a Central de Atendimento de Missões Nacionais

(21) 2107-1818; outras capitais e regiões metropolitanas

4007-1075, demais localidades 0800-707-1818, ou

e-mail pambrasil@missoesnacionais.org.br.

Quais as formas de contribuição?

Boleto bancário; débito automático em conta corrente e/

ou poupança nos bancos: Bradesco, Banco do Brasil, Itaú,

Banco Santander ou Caixa Econômica Federal; ou cartão

de crédito disponível no: Visa, Mastercard, Hipercard, Diners

Club e Aula. O depósito bancário deve ser evitado,

caso o faça, é imprescindível o envio de uma cópia do comprovante

para identificarmos a oferta.

SAIBA MAIS:

e outros. É mais uma oportunidade de cumprir o chamado

de Deus para o sustento da obra missionária no

Brasil.

pam Brasil - Compartilhe esta ideia em sua igreja

Se você ou sua igreja ainda não aderiram ao PAM

Brasil, ore a Deus e, sentindo-se tocado pelo Espírito

Santo, faça um contato ainda hoje com Missões

Nacionais. Quem participa do PAM Brasil tem a

alegria de fazer mais por missões. Que mais igrejas,

empresas e profissionais liberais, crianças, adolescentes,

homens e mulheres tornem-se parceiros na

ação missionária.

Assuma esse compromisso com Deus e ligue agora para

a Central de Atendimento de Missões Nacionais.

Não estou recebendo os boletos para contribuir o

que posso fazer?

Os boletos bancários são enviados por semestre na forma

de um carnê. Se o carnê não for entregue, o parceiro

deverá solicitar a segunda via à Central de Atendimento

ou por e-mail pambrasil@missoesnacionais.org.br. Outra

opção é acumular o valor do mês corrente no boleto

do mês seguinte.

Quem escolhe o missionário a ser apoiado?

O próprio parceiro, bastando escrever o nome do missionário

e o projeto no campo indicado. Qualquer divergência,

basta entrar em contato conosco.

Posso enviar meu dinheiro diretamente ao missionário?

Os missionários são enviados e sustentados pelos batistas

brasileiros por intermédio da JMN. Todo e qualquer

envio deve ser via JMN, por meio do PAM Brasil. O

envio de oferta fora do estabelecido entre a JMN e o

missionário foge à ética do procedimento e prejudica a

boa mordomia dos recursos.

Você pode também solicitar a lista de parceiros da sua

igreja por e-mail para pambrasil@missoesnacionais.org.

br (prazo de envio cinco dias úteis); e ainda verifique a

lista de missionários que estão precisando de parceiros

(pág. 48).

45


46

encontro dos parceiros do pam Brasil

Este é um momento de conquistar novos

parceiros e reconhecer o esforço daqueles que com

fidelidade participam do PAM Brasil. Apresente o

que é o PAM Brasil e quem pode participar. Valorize

a fidelidade dos atuais parceiros e dê oportunidade

para que alguns deles testemunhem da sua experiência.

Promova um momento de louvor e de oração pela

obra missionária.

Pode ser um café da manhã, um almoço, um jantar ou

uma simples reunião para louvar a Deus pela vida dos

parceiros na ação missionária. Se sua igreja ainda não

participa do PAM Brasil e nela não há nenhum mantenedor,

realize este encontro com a diretoria da igreja

e os líderes dos ministérios. Se a igreja já participa e

planeja aumentar o valor ou fazer uma nova parceria,

convide a liderança em geral e, especialmente, a equipe

que administra a vida financeira da igreja. Caso a igreja

tenha parceiros em seu rol de membros, procure encontrar

e conquistar novos parceiros. Para isso convide

os empresários e os profissionais liberais. Desafio cada

parceiro a trazer um amigo, um parceiro em potencial.

Além das informações contidas em todo o material,

separe especialmente a parte do termômetro do PAM

Brasil que traz os projetos missionários e obreiros que

necessitam de parceria. Solicite também pela Central

de Atendimento a lista dos parceiros da sua igreja. Utilize

os folhetos do PAM Brasil que enviamos com o

material promocional.

Sugestão de programa

Boas-vindas

Motivo do encontro

Devocional

Momento de Intercessão

Depoimentos

Entrega dos certificados

Lançando desafios

Encerramento

ATIVIDADE MISSIONÁRIA:

BAIXE AQUI:

No site www.sejaluz.com/download você

encontrará modelo de capa para o programa

e modelo de Certificado.

Acelerando com Missões Nacionais

na mente e no coração

Sempre é tempo de viver missões. A evangelização do nosso

povo deve sempre estar em nossas mentes e corações.

Evangelizar e discipular cada pessoa em solo brasileiro continua

sendo uma tarefa desafiadora. Ainda há muito que fazer.

Existem muitos grupos não alcançados entre nós: surdos,

ciganos, tribos urbanas, grupos indígenas totalmente

isolados, grupo étnicos dos mais variados, estrangeiros que

escolheram o Brasil para viver, crianças, etc. Não podemos

desacelerar agora, vamos continuar avançando, irmãos.

O calendário denominacional separa o mês de setembro,

conhecido também como o mês da Pátria, para oficialmente

celebrarmos Missões Nacionais. O grande desafio é

manter a chama acesa durante todos os meses do ano, sem

deixar de lado os outros enfoques.

Você está convocado a pensar, vivenciar, contribuir e principalmente

interceder por Missões Nacionais o ano inteiro.

Mas setembro continua sendo o nosso ápice. Setembro é

o nosso mês de campanha. Do Norte ao Sul, de Leste a

Oeste, este país continental, cada vez mais se compromete

e participa diretamente desta grande tarefa. Convenções,

associações, igrejas, grupos e pessoas físicas se unem para

continuar avançando. O que temos visto e ouvido são grandes

bênçãos, reflexos da boa mão do Senhor.

Durante a campanha, nossos cultos dão ênfase às necessidades

do nosso povo, intercedemos pelos brasileiros e,

cheios de compaixão, nos animamos a conquistá-los para

o Reino.

Estabelecemos um alvo, trabalhamos para levantar os recursos

e nos esforçamos para ultrapassá-lo. No fim da campanha

anual os recursos são enviados para a JMN.

Esses recursos levantados anualmente, por muitos anos,

é que permitiram o sustento de toda a obra realizada ao

longo de todo o ano, tornando a obra de evangelização de

nossa Pátria lenta, uma vez que custeava todos os projetos

já existentes e permitia, ou não, a expansão missionária.

Para anular este limitador da expansão missionária, foi introduzido

o programa de parcerias mensais por meio do

PAM Brasil. Assim, pessoas físicas e jurídicas passaram a

ter a oportunidade de contribuir mensalmente com valores,

à sua escolha, que serão empregados na manutenção dos

projetos existentes. Como cautela, evitando futuros problemas

de quebra de orçamento, os candidatos a missionários

aprovados aguardam ter um percentual de sustento para

serem enviados aos campos, não comprometendo a saúde

financeira da instituição. Como os recursos provenientes


das parcerias na ação missionária ainda não são suficientes

para cobrir os custos dos projetos existentes, os recursos

levantados por meio da campanha anual são utilizados para

complementar a manutenção do que já existe e ainda aplicados

em novos investimentos missionários.

Porém nossa meta é que o PAM Brasil seja a fonte mantenedora

dos obreiros nos campos, cobrindo suas despesas

mensais com salário, aluguel da residência, e do local de

culto, por exemplo. Em contrapartida os recursos da campanha

cobririam despesas com transporte dos candidatos

para processo de seleção, treinamentos, mudanças de campo,

divulgação missionária no período de campanha, congressos,

mobilizações missionárias Jesus Transforma e toda

a infraestrutura necessária para que a obra missionária se

desenvolva.

Logo, tanto os recursos enviados pela campanha anual

quanto pelo PAM Brasil são vitais para a efetivação da obra

missionária nos campos do Brasil. Com o crescimento do

PAM Brasil podemos sustentar mais obreiros e com o crescimento

da oferta da campanha anual poderemos abrir novos

projetos e investir nas melhorias para o avanço da obra

como um todo.

Outro aspecto diferenciador entre campanha anual e parceria

via PAM Brasil ocorre no campo do relacionamento.

Enquanto a campanha missionária é um momento de

celebração e mobilização de toda a igreja, em comunhão,

em favor da obra missionária nacional, o PAM Brasil representa

a oportunidade de estabelecer uma relação particular

do crente com a obra missionária e com seu respectivo missionário

ou campo escolhido. Por meio das cartas dos missionários

e publicações destinadas ao parceiro, ele acompanha

o desenvolvimento do trabalho missionário e também

pode manter contato com seu missionário, demonstrando

a este que não está só no campo de batalha, renovando seu

ânimo para seguir na conquista da Pátria para Cristo. Por

isso ressaltamos o conceito de parceria e não de adoção. O

termo parceria pressupõe relacionamento, troca, interação.

Contamos com você, promotor, promotora, para propagar

e fixar essa ideia. Não podemos perder o ritmo acelerando

e avançando rumo a cumprir a Grande Comissão. Contamos

com o compromisso de cada um para completarmos

a tarefa que nos foi confiada pelo Senhor Jesus. Conquistar

a Pátria para Cristo. Para que estes objetivos sejam

alcançados dependemos da direção divina, das orações e da

participação do povo batista brasileiro em todas as ações

que envolvem Missões Nacionais.

Alzira de Souza Barroso

PAM Brasil

47


Desafiamos você e sua igreja a contribuir, interceder e divulgar estes projetos

e seus missionários, a fim de que mais igrejas e irmãos participem no

seu sustento. Eles aceitaram o desafio, mas agora precisam contar com o

seu apoio para que a luz do evangelho brilhe nos quatro cantos deste país.

Aqui você fica sabendo quais missionários necessitam de parcerias. Se você

já participa do PAM Brasil, mobilize parentes e amigos para que também cooperem

com a expansão do Reino. E no site de Missões Nacionais www.missoesnacionais.org.br

você encontrará informações detalhadas sobre seus

desafios, conhecerá também suas biografias e estados de origem, motivos

de intercessão e fotografias.

sUL sUdeste

48

Esses missionários precisam de ajuda para continuar

70%

27%

59%

81%

14%

43%

36%

42%

31%

36%

64%

55%

51%

62%

13%

26%

11%

64%

27%

83%

98%

22%

70%

20%

paRa toRnaR-se

paRCeiRo de Um

destes pRoJetos,

entRe em Contato

Com a CentRaL de

atendimento.

87%

68%

91%

34%

20%

82%


sendo luz

CentRo-oeste noRte noRdeste

56%

25%

49%

62%

23%

25%

41%

37%

25%

60%

47%

25%

84%

77%

Este símbolo indica o quanto ainda falta para o pleno sustento do missionário e de seus projetos.

49%

48%

57%

31%

62%

58%

22%

25%

38%

39%

25%

83%

67%

19%

55%

96%

75%

38%

65%

69%

61%

49


SEMPRE PRONTA A SERVIR

50

Existem coisas que só Missões Nacionais faz

Uma igreja, se quiser, pode enviar seu próprio missionário,

mas por que não fazê-lo por meio de Missões Nacionais?

Existem coisas que só Missões Nacionais pode

fazer pelo missionário. Considere algumas razões para

sua igreja enviar e sustentar um missionário por intermédio

de Missões Nacionais:

Missões Nacionais oferece o sustento missionário integral,

de forma legal e constante por meio de parcerias

com as igrejas, grupos, empresas e crentes em geral. A

JMN, após analisar a situação econômica da cidade a ser

alcançada, garante ao obreiro e a sua família uma remuneração

digna.

• Além do sustento, também se responsabiliza, mesmo

sem ser um direito do autônomo, pela cobertura integral

da Previdência Social. Os missionários de Missões

Nacionais têm ainda direito a férias – com o adicional

de 1/3 do salário; gratificação de Natal – equivalente

ao 13º salário; e o FGTM - Fundo de Garantia por

Tempo Ministerial. Essas medidas garantem aos missionários:

aposentadoria, férias anuais e licenças médicas.

Missões Nacionais providencia e aluga a residência do

missionário no campo. Nossos obreiros vivem em casa

de médio conforto. A situação varia muito, dependendo

da realidade social do estado e cidade onde estão. Porém

é responsabilidade da JMN e seus parceiros o pagamento

mensal do aluguel.

Missões Nacionais dá acesso a um plano de saúde com

cobertura nacional e participa com 85% do investimento

para os obreiros.

Missões Nacionais desenvolve e avalia critérios para a

admissão de obreiros, treinamento e avaliação do seu

desempenho. O processo de seleção é rigoroso. Nossos

obreiros devem ser homens e mulheres qualificados física,

espiritual e emocionalmente. O treinamento é parte

obrigatória no processo de nomeação de obreiros.

• Por meio de amplo planejamento estratégico, Missões

Nacionais tem uma visão dos campos necessitados e

prioritários para o avanço da obra missionária, fazendo

de cada projeto um empreendimento e esforço de todos

os batistas para alcançar a Pátria para Cristo.

• Nossos obreiros dispõem de materiais evangelísticos e de

discipulado de qualidade para evangelização das pessoas

e treinamento de crentes.

Missões Nacionais une congregações, igrejas pequenas,

médias e grandes na evangelização da Pátria por meio da

cooperação missionária dando visibilidade aos obreiros e

possibilitando a formação de uma forte rede de parceiros,

voluntários e intercessores.

Missões Nacionais realiza mobilizações missionárias Jesus

Transforma e promove caravanas de equipes voluntárias

em suas frentes missionárias, além de viabilizar parcerias

com instituições teológicas para estágios supervisionados.

• Firma convênios e contratos com os órgãos governamentais

e entidades congêneres para realização do trabalho

com povos indígenas brasileiros, com atendimento nas

áreas da evangelização, educação, saúde, assistência social,

pesquisa e desenvolvimento da escrita da língua, produção

de livros didáticos e tradução da Bíblia, sempre

respeitando e dando dignidade à cultura local, dentro dos

princípios cristãos.

• Dispõe de uma equipe qualificada de apoio nas áreas administrativas,

de logística e de infraestrutura para a obra

missionária: remetendo salários, cuidando da previdência

social dos obreiros, providenciando aluguéis, mudanças

e tratamento de saúde, promovendo as campanhas especiais

para compra de terrenos em locais estratégicos,

construção de novos templos e operações de apoio em

calamidades.

Missões Nacionais oferece uma equipe de profissionais para

dar apoio logístico. Do total de nossas despesas anuais, menos

de 14% são aplicados na administração, para manter a

Sede e seu pessoal. São apenas 50 funcionários, para atender

676 obreiros e as 12 mil igrejas e congregações.

Missões Nacionais produz e envia materiais promocionais,

como a revista A Pátria Para Cristo e informativos

para todas as igrejas, pastores e promotores de missões

mostrando o que Deus tem feito no Brasil.

A Igreja pode fazer muito por seus missionários, mas

existem coisas que só por intermédio de Missões Nacionais

ela pode fazer.

Pastor, apresente sugestões, peça esclarecimentos, solicite

informações. Envie o seu missionário e o sustente por

meio de Missões Nacionais.

Pr. Jeremias Nunes dos Santos –

Gerente executivo de Soluções Estratégicas


O que é uma Igreja com Visão Multiplicadora

Ao escrever sobre Igrejas com visão Multiplicadora, estamos

pensando em Igrejas que acreditam na Bíblia, que

obedecem aos ensinos de Jesus, que estão envolvidas com

a obra missionária, que alcançam vidas com a mensagem

do evangelho, que oram por vocações, que formam e enviam

missionários; igrejas que fazem um grande esforço

para cumprir sua missão no mundo; igrejas que são relevantes

no meio da comunidade onde atuam, e que procuram

atender as pessoas em todas as suas necessidades.

Uma igreja com visão multiplicadora cumpre At 1.8, isto

é, reconhece a autoridade do Espírito Santo, procura viver

na dependência d’Ele e sabe que deve testemunhar de Jesus

– sua vida, morte e ressurreição – a todas as pessoas,

iniciando na cidade ou bairro onde está inserida, indo até

os confins da terra. É uma igreja apaixonada por Jesus e

pela obra missionária.

Uma igreja com visão multiplicadora está focada em pessoas

muito mais do que em tijolos e prédios; entende que

Jesus morreu para salvar gente e seu investimento principal

é para salvação dessas pessoas, pois entende que “uma

alma salva vale mais do que o mundo inteiro”. É uma igreja

que ama o próximo, investe em oração, prega a Palavra

de Deus e faz novos discípulos; entende que cada crente

deve ser um ministro com a visão bíblica de multiplicação;

entende que Jesus pagou um alto preço pela salvação eterna;

que Deus amou o mundo com um amor sem igual e

trabalhou muito pela salvação da humanidade entregando

seu único Filho para morrer na cruz pelos pecados de

todos. Uma igreja com visão multiplicadora entende que

Deus não faria isso com o objetivo de tornar o salvo em

mero religioso, membro de uma igreja local que passa a

vida toda sentado, só assistindo aos cultos. Ao contrário,

cada membro é um discípulo consciente de que todos os

salvos devem estar envolvidos na salvação de outras pessoas,

fazendo novos discípulos e acompanhando-os até a

maturidade espiritual.

Uma igreja com visão multiplicadora assume a responsabilidade

de alcançar seus parentes, amigos e vizinhos com

a mensagem do evangelho e investe em relacionamentos

sadios para que o evangelho impacte a vida das pessoas

que estão à sua volta; seus membros entendem que colocar

seus lares à disposição de Deus para iniciar estudos

bíblicos com as pessoas que residem perto de suas casas

é um privilégio e também uma obrigação. É uma igreja

ciente de que a responsabilidade de proclamar o evangelho

é pessoal, sabe que prestará contas diante de Deus, das

pessoas que partem deste mundo sem salvação.

Uma igreja com visão multiplicadora reconhece que o

Grande Mandamento e a Grande Comissão representam

a essência do ensino do Antigo e do Novo Testamento,

respectivamente; e que representam os dois trilhos que

conduzem a igreja ao cumprimento de sua missão no

mundo. “Jesus lhe respondeu: Amarás o Senhor teu Deus

de todo o coração, de toda a alma e de todo o entendimento.

Este é o maior e o primeiro mandamento. E o segundo

semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como

a ti mesmo” Mt 22.37-39. “Portanto, ide, fazei discípulos

de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho

e do Espírito Santo; ensinando-os a obedecer a todas

as coisas que vos ordenei; e eu estou convosco todos os

dias, até o final dos tempos” Mt 28.19, 20.

Uma igreja com visão multiplicadora tem conhecimento

bíblico e sabe que as pessoas que estão perdidas não

têm obrigação de irem ao templo para ouvir acerca da

salvação, pelo contrário, entende que é responsabilidade

de cada crente ir aonde as pessoas estão, seguindo o

exemplo de Jesus, que andava pelas cidades da Palestina,

pregando o evangelho, curando os enfermos, libertando

os possessos e alimentando os famintos. Entende que o

crescimento da igreja local e a plantação de novas igrejas

facilitará o alcance dessas pessoas, uma vez que os locais

de estudos bíblicos estarão bem próximos das casas das

pessoas.

Uma igreja com visão multiplicadora está fundamentada

nos seis pilares que encontramos no Novo Testamento

e, principalmente, no livro de Atos dos Apóstolos, que

priorizava a Oração, Evangelização, Discipulado, Compaixão,

Treinamento de Líderes e a Multiplicação. Com

isso o crescimento numérico dos cristãos impactou aquela

comunidade e igrejas foram plantadas em outras cidades

e países.

A visão multiplicadora pode ser aplicada a todos os modelos

de igrejas existentes; igrejas que estão em pleno

crescimento, igrejas que se encontram estagnadas ou em

declínio; e também na plantação de novas igrejas.

Estamos cientes de que o desejo de quase todos os pastores

e líderes é que suas igrejas sejam bíblicas e, assim

sendo, serão multiplicadoras. Deus deseja que o coração

de cada líder seja tomado pela visão de multiplicação e

assim alcançaremos a Pátria para Cristo.

Pr. Cirino Refosco – Gerência de Estratégias

Missionárias de Missões Nacionais

51


Voluntários para a Transformação do Brasil

Este desafio é para você!

O desafio de ganhar nossa Pátria para Cristo exige das

igrejas uma constante atualização das estratégias missionárias

adotadas.

Para atender a esta realidade, Missões Nacionais oferece

uma nova ferramenta para a ação missionária: o programa

Voluntário em Missões.

Por intermédio deste programa, crentes, tocados por

Deus para anunciar a mensagem de salvação por meio

de Jesus, poderão dedicar períodos de semanas, meses

ou até anos de suas vidas para esta obra, assumindo suas

próprias despesas (ou ser enviado pela igreja), para promover

a conquista da Pátria para Cristo.

Os voluntários que atuam nos campos missionários de

Missões Nacionais são pessoas dispostas a encarar de

frente a realidade do nosso país e fazer o que estiver ao

alcance de suas mãos para mudá-la. Portanto, o voluntário

é um agente de transformação que atua em benefício

do reino, atendendo às necessidade espirituais e sociais

do próximo.

Se este é o seu caso, você está no lugar certo.

Voluntário em Missões oferece oportunidades para você

cumprir sua missão utilizando seus dons, talentos e habilidades.

Para ser um voluntário é preciso ser um servo do Senhor

Jesus Cristo, estar pronto a atender uma missão,

ter no mínimo 18 anos completos (em alguns projetos,

voluntários com 16 anos poderão participar, mediante

aprovação do responsável), ser membro ativo de uma

igreja evangélica (alguns projetos são restritos a membros

das igrejas batistas); ter iniciativa, ser cooperador

no trabalho em equipe, ser criativo, ser comprometido

com a missão, ter formação na atividade que desenvolverá

(para os voluntários que realizam atendimentos sociais)

e ser fiel às orientações da coordenação do projeto.

52

Conheça as opções disponíveis, escolha

aquela mais adequada ao seu chamado e

atenda ao clamor do Brasil.

ação e Compaixão

Este projeto tem por finalidade envolver pessoas que tenham

como ministério o desejo de cuidar de vidas com

os que necessitam de cuidado e apoio. É para você,

que anseia por ministrar compaixão e graça aos

necessitados. É um projeto voltado para pessoas que se

disponibilizam a prestar um serviço gratuito na área social

e a abençoar vidas com seus dons e talentos. O voluntário

pode atuar nas instituições ou projetos sociais da JMN,

oferecendo apoio profissional ou ainda atuar em situações

de catástrofes naturais e calamidades públicas. Este trabalho

pode ser feito por meio de atendimentos individuais,

ministração de cursos ou palestras e outras atividades. Coloque

sua profissão a serviço do Reino.

Perfil: Profissionais da saúde, professores, artesãos e

músicos.

Duração: determinada pelo voluntário de acordo com

sua disponibilidade

Construtores do Futuro

Você pode ser um Construtor do Futuro por meio de

ações voluntárias, colocando suas aptidões a serviço do

reino. Contribua para a edificação desse grandioso empreendimento

que irá abençoar centenas de vidas em

nossas instituições e frentes missionárias.

Perfil: engenheiros, arquitetos, mestres de obra, pedreiros,

marceneiros, carpinteiros, serralheiros, pintores, decoradores,

eletricistas.

Duração: variável, de acordo com a disponibilidade de

cada profissional.

dentista Cidadão

No Brasil, mais de 25 milhões de pessoas não possuem

acesso à saúde bucal. O projeto Dentista Cidadão busca

interferir neste cenário restaurando a dignidade e qualidade

de vida desta população. Você, dentista ou auxiliar

de consultório, pode ser um agente transformador deste

cenário.

Perfil: Dentistas e auxiliares

Duração: variável, de acordo com a disponibilidade de

cada dentista

voluntário na sede

Este apoio pode ser presencial ou a distância. Na sede

e nos escritórios regionais há muitas demandas que por

diversas vezes são divididas com voluntários que dedicam

parte do seu tempo para missões. Você pode ser

um deles!

Perfil: Profissionais de marketing, comunicação, propaganda,

design, serviço social, digitação, webdesign, telefonista,

relações públicas são alguns dos exemplos.

Duração: variável


mobilizações Jesus transforma – trans

É um esforço missionário que envolve crentes cheios de

paixão pelas almas perdidas e uma grande visão missionária.

O objetivo das Trans é o fortalecimento e a plantação de

igrejas em cidades ou bairros ainda não alcançados.

Perfil: pastores e crentes em geral

Duração: 15 dias

tenda da esperança

O projeto tem como objetivo anunciar o evangelho de maneira

contextualizada e atender pessoas carentes, servindo

principalmente como estratégia para alcançar romeiros e

moradores locais. O projeto ainda tem como desafio promover

ações sociais e comunitárias para populações carentes.

Perfil: crentes em geral, grupos teatrais, músicos, dentistas,

médicos, enfermeiros, assistentes sociais.

Duração: 15 dias

Radical Brasil

Neste projeto estratégico e revolucionário uma nova

maneira de fazer missões tem quebrado paradigmas. Os

radicais recebem treinamento intensivo e depois são enviados

ao campo auxiliando o trabalho missionário.

Perfil: ter no mínimo 18 anos, casais sem filhos

Duração: 1 ano

transRadical Urbano

Este projeto é para você que gosta de desafios. O alvo é a

evangelização em comunidades carentes e de vulnerabilidade

social, visando à plantação ou fortalecimento de igrejas. Os voluntários

são capacitados para o trabalho com grupos específicos

e depois aplicam tudo o que aprenderam, numa atuação

intensa na comunidade, onde ficam hospedados durante todo

o período. Um diferencial neste projeto é o envolvimento da

igreja local, que envia seus membros como voluntários e será a

igreja responsável pela nova frente missionária.

Perfil: grupo de voluntários de uma igreja local

Duração: 1 mês

alcance surdos

Este projeto oferece a oportunidade para voluntários,

motivados pelo amor de Deus, a alcançar os surdos para

Jesus, além de atender os campos carentes do trabalho

com surdos. A ação evangelística se dá por meio de recenseamento,

estudos bíblicos, palestras nas escolas, atividades

para crianças e ação social.

Perfil: surdos e ouvintes que usam Libras

Duração: 15 dias

viagens missionárias

A presença de voluntários nos campos tem proporcionado

experiências inesquecíveis para os que vão e momentos

de ajuda e renovo para os missionários. Servos

de Jesus podem, individualmente, em dupla ou em caravanas,

dedicar suas férias ou um feriado prolongado para

participar de uma viagem missionária. Sua igreja pode

organizar uma caravana, onde cada voluntário arca com

suas próprias despesas, para abençoar um campo oferecendo

treinamentos, realizando evangelização, EBF’s

e muitas outras atividades de suporte ao trabalho local.

Perfil: crentes em geral

Duração: determinada pelo voluntário de acordo com

sua disponibilidade

estágio supervisionado

Este projeto é para estudantes que realizam curso de teologia,

missiologia ou educação religiosa (e outros cursos

mediante análise). Você pode fazer estágio em nossas

instituições ou frentes missionárias. Dessa forma você

aprende fazendo missões, abençoando vidas e apoiando

o ministério do missionário local.

Perfil: estudantes em período de estágio

Duração: variável

missionário voluntário

Este projeto visa integrar crentes que têm seu sustento

garantido e situação financeira estável, mas que desejam

dedicar seu tempo e sua vida na obra missionária. O voluntário

passa por um processo de seleção e capacitação

de Missões Nacionais.

Perfil: Membros atuantes de uma igreja batista integrada à

CBB; com vida cristã exemplar, firmeza doutrinária e aptidão

comprovada para liderança, evangelização e pregação

do evangelho. Ter disponibilidade de tempo integral.

Duração: indeterminada

missionário Bi-vocacional

Nesta categoria o obreiro além de exercer uma atividade

secular dedica parte de seu tempo para fazer missões.

Tem a mesma vocação e assume o mesmo compromisso

que um missionário que atua em tempo integral, mas

exerce uma atividade profissional com o conhecimento

da JMN. Se o trabalho secular lhe possibilitar sustento

integral, poderá exercer seu ministério voluntariamente

ou ter parte do sustento coberto por Missões Nacionais.

Duração: indeterminada

53


Estas igrejas já fazem parte do PAM Brasil.

ACRE: IB Bujari, CB Salém, CB Rosa Linda, IB Bosque, IB Colina ALAGOAS: CB Boas Novas, CB Siloé, MB Libras, CB Colônia Leopoldina, CB Pitanguinha, CB Pontal da Barra, IB Bom Parto, IB Canaã, I

IB Leão de Judá, IB Manancial, IB Monte Ararate, IB Petrópolis, IB União, IBm Pedro I, SIB Manaus, SIB Novo Israel AMAPÁ: CB Antioquia, CB Beira Rio, CB Vida Nova, MB Sarney, CB Boas Novas em M

Campo Seco, PIB Missionária de Brumado, SIB Candeias, IB Jerusalém, IB Arauaris, PIB Catu, CB Vila Carneiro, IB Peniel,. IB Nova Betânia, IB Alecrim Miúdo, IB Koinonia, IB Pedra do Descanso, IB Sobrad

Cristo, PIB Itamaraju, IB Casa de Oração, PIB Itarantim, IB Itororó, IB Filadélfia, PIB Jacobina, IB Jequiezinho, PIB Jequié, PIB Missionária em Livramento, IB Maragogipe, IB Pedra Grande, IB Paus Pretos,

Jerusalém, IB Memorial do Centenário CEARÁ: PIB Acaraú, CB Acopiara, CBM em Aquiraz, IB Aracoiaba, CB Araripe, CB Barro, PIB Beberibe, CB Boa Viagem, IB Brejo Santo, PIB Camocim, CB Vila Lob

Rio Jordão, PIB Fortaleza, PIB Alto Alegre, PIB Iguatu, CB Ipu, IB Itapagé, CB Lagoa Seca, IB Nova Vida, PIB Convenção em Barbalha, PIB Juazeiro do Norte, PIB Maracanaú, Comunidade Cristã Sal da T

DISTRITO FEDERAL: CB IB Betel no Recanto das Emas, CB PIB Brazlândia em Monte Alto, IB Água Viva, IB Asa Sul, IB Betel no Guará, IB Betsaida, IB Ceilândia Centro, IB Ebenézer, IB El Shadai, IB G

PIB Cruzeiro Novo, PIB Guará, PIB Renascer em Samambaia, PIB Sítio do Gama, PIB Sobradinho, SIB Paranoá, SIB Plano Piloto, TIB Plano Piloto ESPÍRITO SANTO: IB Afonso Cláudio, IB Celina, PIB A

PIB Boa Esperança, IB Alto Firme, IB Aquidabã, IB Monte Sião, IB Monte Sinai, IB Novo Pq, IB Paraíso, PIB Amaral, PIB Cachoeiro de Itapemirim, PIB Gilson Carone, PIB Rio Muqui, PIB Vila Rica, CB D

PIB Campo Grande, PIB Novo Brasil, PIB São Conrado, PIB Santos Dumont, PIB Vista da Serra, MB Dores do Rio Preto, MB Timbuí, CB Coroado, IB Praia do Morro, IB Santa Mônica, IB Iconha, PIB Iru

Pancas, CB Santa Lúcia, PIB Presidente Kennedy, CB Bairro Quarteirão, IB Santa Marta, PIB São Gabriel da Palha, 7IB São Mateus, 9IB São Mateus, CB Vila Nova, IB Nova Aymorés, SIB São Mateus, CB Plan

Bairro das Flores, SIB Jd Tropical, SIB Sooretama, PIB Canaã, PIB Vila Bethânia, PIB Vila Pavão, CB Village do Sol, CB Zumbi dos Palmares, IB Bairro Santa Rita, IB Capuaba, IB Cobi de Cima, IB Glória, IB

PIB Vila Velha, SIB Praia da Costa, CB Bairro de Lourdes, CB Bicanga, IB Andorinhas, IB Bairro Bonfim, IB Bela Vista, IB Maruípe, IB Mata da Praia, IB Missão no Romão, IB Praia do Canto, IB Santo An

Garavelo, CB Aruanã, CB Cachoeira Alta, CB Caiapônia, IB Emanuel, CB Estrela D’Alva, CB Residencial Eldorado, IB Balneário Meia Ponte, IB Criméia Oeste, IB Itatiaia, IB Jd Europa, IB Pq Atheneu, IB Set

CB Balsas, IB Príncipe da Paz, IB Carutapera, CB Vereda, PIB Codó, PIB Coelho , eto, IB Colinas, PIB Estreito, PIB Gonçalves Dias, CB Humberto de Campos, PIB Humberto de Campos, CB São Pedro dos

IB Nova Aliança, IB Reconciliação, CB Torre da Esperança, IB Aliança no Pq Amazonas, IB Betânia, IB Calvário, IB Celebrai, IB Celestial, IB Centenário, IB Cinquentenário, IB El Shadai, IB Esperança, IB Jd E

Cidade Operária, PIB Divinéia, PIB Sao Luis, CB na Cidade Nova, IB Jerusalém, TIB Viana, SIB Vitorino Freire MINAS GERAIS: PIB Aimorés, CB Paraguaçu, SIB Alfenas, IB Andradas, CB Andrelândia, C

IB Progresso, IB Rio Branco, IB Vila Marília, IBC Vista Alegre, PIB Belo Horizonte, PIB Tupi, PIB Belo Oriente, IB Imbiruçu, PIB Caeté, IB Monte Verde, CB Campina Verde, IB Córrego do Fama, PIB Capara

PIB Pq São João, PIB Retiro, PIB Coronel Fabriciano, SIB Coronel Fabriciano, CB Cruzília, PIB Divinópolis, QIB Divinópolis, SIB Divinópolis TIB Divinópolis, IBm Cavati, CB Elói Mendes, PIB Entre Folha

Itabira, PIB Itabirinha, CB Itapecerica, CB Pq Jd Santanense, CB Jacinto, PIB Janaúba, PIB Jequitinhonha, PIB João Pinheiro, 6IB Juiz de Fora, IB Nova Jerusalém, QIB Juiz de Fora IB Boas Novas, CB Lagoa

Muriaé, PIB Muriaé, PIB Nova Serrana, PIB Ouro Branco, CB Cristo Redentor, CB Vila Garcia IB Patos de Minas, CB Pedralva, CB Quintas do Sumidouro, CB Perdões, CB Piranga, CB Poço Fundo, CB Poços

IB Alegre, IB Novo Horizonte, IB Novo Tempo, IB Recanto Verde, PIB Acesita, IBC Três Corações, PIB Três Corações, PIB Três Marias, IBC Três Pontas, CB Ebenézer, CB Elza Amuí I, IB Pq das Américas, C

IB Ebenézer, IB Manancial, IB Vitória, IBM Campo Grande, MB Jd Parati, PIB Campo Grande, CB Corumbá, MB Monte Sinai, PIB Corumbá, SIB Corumbá, PIB Coxim, IB Boas Novas, PIB urados, PIB Eld

CB Jd das Palmeiras, IB Boas Novas, IB Getsêmani, IB Jd Universitário, IB Memorial de Cuiabá, IB Pirineu, PIB Cuiabá, IB Jaciara, MB Vida Plena, PIB Lucas do Rio Verde, PIB Matupá, PIB Primavera do Le

Terra Firme, IB Canaã, IB Perebebuí, IB Tapajós, PIB Pará, PIB Capitão Poço, CB Beija-Flor, IB Tabernáculo em Marituba, PIB Medicilândia, IB Centenário, CB Vila Rica, IB Rio verde, PIB Rondon do Pará,

Campina Grande, PIB Coremas, PIB Cuité, CB Bayeux, CB Colinas do Sul, IB Betânia, IB Funcionários II, PIB Bairro João Agripino, PIB Boa Vista, PIB João Pessoa, PIB Malvinas, PIB Miramar, PIB Preside

PIB Abreu e Lima, PIB Aliança, CB Altinho, IB Boa Vista, PIB Belém do São Francisco, IB São Domingos, IB Cabo, PIB Cabo, Primeira IB Pontezinha, IB Firme Promessa, CB Cupira, CB Plenitude, PIB Te

Emanuel, CB Casa Forte, CB Ibura, CBM de Petrolândia, CB Salgueiro, IB Alto José do Pinho, IB Arruda, IB Capunga, IB Concórdia IB Emanuel em Boa Viagem, IB Iputinga, IB Jaqueira, IBis Irmãos, PIB B

CB Redenção Bahia, CB Tábua Lascada, PIB Avelino Lopes, IBC Barras, IB Maranata, CB Bom Princípio do Piauí, CB Nova Santa Rosa, PIB Cristino Castro, IB Fronteiras, PIB Gilbués, IB Nova Aliança, CB

Universitária, IB Canaã, IB Morada Nova, IB Redenção, IB Redonda, IB Tabuleta, IB Zona Leste, PIB Água Mineral PARANÁ: CB Alexandra, PIB Apucarana, CB Assaí, SIB Assis Chateaubriand, CB Dionísi

Sandra, IB Aliança, IB Bacacheri, IB Barreirinha, IB Bom Retiro, IB Cajuru, IB Vila Americana, PIB Cidade Industrial Curitiba, PIB Curitiba, IBis Vizinhos, IB Faxinal, IB Morumbi, CB Cristo Rei, CB Pinhão,

Cristo Vive, IB Vida em Quatro Barras, CB Pérola D’Oeste, CB S. Ant. Sudoeste, IB Guatupê, PIB Terra Boa RIO DE JANEIRO: CB do Morro do Perez, IB Monte Calvário, IB Vida Plena, IBC Japuíba, PIB

Barra Mansa, SIB Barra Mansa, TIB Barra Mansa, CB Vale da Benção, IB Jerusalém, IB Monte Sinai, IB Piam, IB Vila Entre Rios, IB Vila Verde, IBC Belford Roxo, IBC Nova Aurora, IBC São Francisco, PIB H

TIB Areia Branca, 5IB Bom Jesus do Itabapoana, IB Bonsucesso, PIB Bom Jesus do Itabapoana, QIB Bom Jesus do Itabapoana, SIB Bom Jesus do Itabapoana, IB Canaã, IB Jd Peró, IB Memorial de Cabo Frio

SIB Cambuci, CB Chave do Paraíso, CB Quixaba, IB Chave de Davi, IB Ibitióca, IB Jd Regado, IB Koinonia, IB Ponta Grossa dos Fidalgos, IB Pq Calabouço, IB Pq Califórnia, IB Pq Guarus, IB Pq Prazeres,

Goytacazes, IB Boa Sorte, IB Carapebus, MB Ubás, PIB Ubás, IB Valão dos Pires, PIB Conceição de Macabu, TIB Conceição de Macabú, CB Bairro Jd Alah, PIB Cordeiro, SIB Cordeiro, CB Paulicéia, CB Pq I

Cruz da Serra, IBM Jd Primavera, PIB Bananal, PIB Centenário, PIB Chácara Ar Campo, PIB Jd Gramacho, PIB Miss em Pq das Missões, PIB Pq Fluminense, PIB Pq Guararapes, PIB Pq Uruguaiana, PIB São

Itambi, PIB Gebara, PIB Planalto da Marambaia, PIB Venda das Pedras, PIB Visconde Itaboraí, CB Bairro Brisamar, CB Brisamar, IBC Brisamar, IBC Piranema, PIB Agrovila Chaperó, PIB Brisamar, PIB Itag

Chica, IB Cubatão, IB Guarita, IB Jd Surubi, IB Pq s dos Ipês, QIB Itaperuna, TIB Itaperuna, PIB Itatiaia, PIB Pq Guandu, IB Laje do Muriaé, CB Jd Vitória, IB Bicuda Pequena, IB Centenário Praia Campista,

Rocha, IB Jd Novo Horizonte, IB Monte Verde, IB Pq Imperador, IB Vila Jaguaribe, IBM Mauá, MB Nova Vida em Pq Maitá, PIB Citrolândia, PIB Magé, PIB Nova Marília, PIB Piabetá, PIB Vila Ipiranga, SIB

PIB Mesquita, SIB Mesquita, PIB Natividade, SIB Natividade, IB Betel, IB Cabral, IB XV de Novembro, IBM Nilópolis, PIB Nova Cidade, 4IB Nilópolis, 5IB Nilópolis, IB Boa Vista, IB Coronel Leôncio, IB

Salinas, IB Jd Ouro Preto, IB Memorial de Nova Friburgo, IB Nova Suiça, IBC Nova Friburgo, CB Jd Palmira, IB Alto da Posse, IB Bairro Kennedy, IB Bairro Nova América, IB Bairro Primavera, IB Bairro S

IBM Cerâmica, IBM Nova Iguaçu, PIB Ambaí, PIB Bairro Botafogo, PIB Bairro da Luz, PIB Cerâmica, PIB Figueira, PIB Jd da Posse, PIB K-11, PIB Nova Brasília, PIB Nova Iguaçu, PIB Posse, PIB Pq das Pal

IB Purilândia, CB Jd Trevo, IB Bairro Inconfidência, IB Ponte Preta, IB Vila Guimarães, PIB Belmonte, PIB Queimados, IB Bethel, PIB Resende, IB Catimbau Pequeno, PIB Rio Bonito, PIB Jd Mariléa, PIB R

Boa Vista, IB Barão de Taquara, IB Betel Pavuna, IB Cachambi, IB Calvário, IB Camboata, IB Centenário, IBC Barra da Tijuca, IBC Ilha do Governador, IBC Penha, IBC Rio Janeiro, IBC Jacarezinho, IB Colôn

Jd Guanabara, IB Jd Inhaúma, IB Jd Joari, IB Jd Letícia, IB Jd Magarça, IB Jd Paraíso, IB Jd Santíssimo, IB Jd São Bento, IB Jd Sete de Abril, IB João Wesley, IB Largo do Machado, IB Liberdade, IB Manancial de

IB Memorial do Mallet, IB Missionária do Maracanã, IB Missionária em Marechal Hermes, IB Monte das Oliveiras, IB Monte Horebe, IB Nova Betel, IB Nova Canaã. IB Nova Esperança em Santa Cruz, IB No

Autodromo, IB Rio Grande, IB Rocha, IB Sarapuí, IB Silvestre, IB Suburbana, IB Tauá, IB Triunfo, IB Vidas em Cristo, IB Vila Isabel, IB Vila Jd, IB Vila Juaniza, IB Vila Realengo, IB Zona Norte, IBC Campo

Cruz, IB Marcílio Dias, MB Cristolândia, MB do Grajaú, MB Dona Marta, MB Estrela de Ouro, MB Libras em Nova Iguaçu, MB Primícias, PIB Andaraí, PIB Anil, PIB Arpoador, PIB Augusto Vasconcelos, PI

PIB Gávea, PIB Guadalupe, PIB Guandú I, PIB Honório Gurgel, PIB Ilha do Governador, PIB Irajá, PIB Itaóca, PIB Jacaré, PIB Jacarepagua, PIB Jd Nova Guaratiba, PIB Jd Novo Realengo, PIB Jd Terra Fi

Ramos, PIB Recreio, PIB Riachuelo, PIB Ricardo de Albuquerque, PIB Rio de Janeiro, PIB Santa Cruz, PIB Saquassu, PIB Senador Camará, PIB Sepetiba, PIB Urucânia, PIB Vigário Geral, PIB Vila do João,

Rocha Miranda, SIB Santa Cruz, SIB Santíssimo, TIB Anchieta, TIB Realengo, IB Boa Mente, IB Monte Alegre, PIB Santo Antônio de Pádua, TIB Pádua, IB Barro Branco, IB Nova Divinéia, IB Vila Pastor S

Laranjal, IB Paiva, IB Sete de Março, IB Tribobó, IBC Jd Catarina, IBC Trindade, IBM São Gonçalo, MB de Itaúna, MB Itacuruçá, MB Praia da Luz, MB Várzea das Moças, PIB Arsenal, PIB Boaçu, PIB Colu

Retiro, TIB Jd Catarina, IB Betel São João de Meriti, IB Missionaria em Éden, IB Missionária em Vila Tiradentes, IB Novo Horizonte, IB Pq Alian, IB Pq José Bonifácio, IB Pq Regina, IB Vale do Éden, IB Vi

Agostinho Porto, SIB Coelho da Rocha, TIB Éden, PIB Valeriopretana, IB Colinas, IBC Campo Redondo, PIB Baixo Grande, PIB Jd das Acácias, PIB Sambura, PIB São Pedro Aldeia, PIB Sapucaia, IB Farol, I

Betel, IB Conforto, IB Getsêmane, IB Monte Moriá, IBM Volta Redonda, PIB Retiro RIO GRANDE DO NORTE: CB Frutilândia, CB Mutamba da Caeira, IB Linda Flor, SIB Açu, CB do Alto, IB Angico

Rosado, IB Novo Horizonte, IB Pirangi, IB Potiguar, CB Parelhas I, CB Jockey Club, IB Emanuel, CB Portalegre, IB Betel Passa e Fica, IB Betel Santo Antônio, IB Água Viva, IB São Rafael RONDÔNIA: IB

IB Liberdade, IB Monte Sinai, IB Regular, IB Jd Getsemani RIO GRANDE DO SUL: CB Salomé, PIB Alvorada, CB Arroio dos Ratos, IB Videira, CB Canoas, IB Canoas, IBC Canoas, CB Bairro Santa Fé, CB

IB Terra Nova, IB Pioneira em Nonoai, CB Nova Prata, CB Capão da Canoa, CB Santo Antônio da Patrulha, PIB Brasileira em Osório, IB Arco Íris, CB Passo Fundo, CB do Areal, PIB Capão do Leão, CB Bet

São Lourenço do Sul, CB São Marcos, CB Sapiranga, PIB Parobé, CB Sarandi, CB Serafina Corrêa, CB Taquara, PIB Torres, CB Tramandaí, PIB Viamão SANTA CATARINA: PIB Balneário Camboriú, PIB

Joinville, IB Farol, IB Shalon, CB Palhoça, CB Rio Tavares, CB São José, CB Timbó, PIB Tubarão SERGIPE: IB Castelo Forte, IB Graça, IB Nova Jerusalém, PIB Aracaju, CB Brejo Grande, CB Gararu, IB Ma

PIB Artur Nogueira, IB Castelo Forte, PIB Atibaia, IB Avaí, CB Nova Vida, CB Bálsamo, PIB Barão de Antonina, IB Barbosa, PIB Barra Bonita, IB Paz, PIB Barrinha, IB Missionaria em Barueri, IB Jd Estoril,

IB Sousas, PIB Campinas, PIB Pq Valença, IB Pq Jandaia, PIB Vila Oportunidade, CB Cidade Jd, CB Itajobi, IB Jd Imperial, PIB Catanduva, CB Catiguá, IB Cotia, IB Ebenézer, IB Jd Rosemary, IB Memorial de

Alegre, IB Vila de Santo Antônio, IBC Ferraz de Vasconcelos, TIB Ferraz de Vasconcelos, IB Jd Redentor, IB Vera Cruz, PIB Guaratinguetá, IB Betel, IB Jd Primavera, CB Água Chata, CB Bom Clima, CB Cam

Vila Carmela, IBC Guarulhos, MB da Lagoa, MB Pq Continental III, PIB Cumbica, PIB Pq Jurema, IB Betel, IB Boas Novas, IB Todos os Povos, MB Nova Aliança, CB Vitória, IB Nova Aliança, IB Iracemápo

Rami, IB Jd Paulista, IB Nova Aliança, IB Redentor, IBM Jundiaí, IB Jd Águas da Serra, PIB Limeira, PIB Lins, IB Luiziânia, CB Macaubal, CB Poloni, CB Sebastianópolis, PIB Mairinque, PIB Marília, 7IB Ev

Souza, IB Vila Natal, CB Adonai, IB El Shaddai, IBC Osasco, MB Jesus é a Vida, PIB Osasco, SIB Osasco, PIB Ouroeste, CB Palestina, IB Palmeira D’Oeste, IBC Paulínia, MB Pedro de Toledo, IBM Penápolis

Praia Grande, IB Mário Amato, IB Quatá, IB Regente Feijó, IB Centenário, IB Missionária de Ribeirão Pires, PIB Ribeirão Pires, IB Boas Novas, IB Campos Elíseos, IB Jd Independência, IB Marincek, PIB Rio

de Menezes, IB Jd Utinga, IB Pq Capuava, IB Vida Nova, IBs Povos, PIB Cidade São Jorge, PIB Santo André, IB Centenário, IB Ponta da Praia, PIB Santos, CB São Bernardo do Campo, PIB Bairro Paulicéia, I

Jd Laranjeiras, IB Pq da Cidadania, IBC Rio Preto, PIB Icém, PIB São José Rio Preto, IB Nova Canaã, PIB Cidade Morumbi, PIB São José dos Campos, CB São Miguel Arcanjo, CB Campo Limpo, CB Ciganos,

IB Brooklin, IB Caminho, IB Campo Belo, IB Campo Limpo, IB Canaã, IB Canaã, IB Centenário de Vila Progresso, IB Cidade Júlia, IB Comunhão e Adoração, IB Conjunto Habitacional Itaquera I, IB Ebené

Popular, IB Jd Santana, IB Nova Aliança, IB Nova Aliança em Vila Guilhermina, IB Nova Jerusalém, IB Novo Horizonte, IB Peniel, IB Perdizes, IB Planalto Paulista, IB Povo, IB Pq Anhanguera, IB Pq Primav

Cangaiba, PIB Evangélica em Guaianazes, PIB Itaim Paulista, PIB Itaquera, PIB Jd Arpoador, PIB Jd Camargo Novo, PIB Jd Vera Cruz, PIB Penha, PIB Pinheiros, PIB Pq Boa Esperança, PIB São Miguel P

IB Pq das Bandeiras, PIB Sertãozinho, CB Jd Itanguá, IBC Sorocaba, CBl’Orto, IB Elienai, IB Jd Denadai, IB Nova Veneza, IB Planalto do Sol, IB Rocha Eterna, IBC Sumaré, MB Esperança, SIB Sum

Varpa, SIB Tupã, CB Ubarana, IB Betel, PIB Jd Vargem Grande Paulista, IB Jd Promeca, IBC Vinhedo, IB Viradouro, PIB Votuporanga TOCANTINS: IB Betel, PIB Araguina, CB Jd Sol N

54


E a sua?

B Cenáculo, IB Cinco de Maio, IB Comunhão, PIB Maceió, PIB Tabuleiro, CB Mata grande, CB Rocha Cavalcante, AMAZONAS: IB Siló, PIB Codajás, PIB Humaitá, CB Luz do Mundo, IB Constantinópolis,

arabaixo, IB Maranata, IBC Macapá, BAHIA: CB Missionária em Abaíra, CB Alagoinhas, CB do Tombador, CBM de Salvador, IB Emanuel, SIB Alagoinhas, PIB Andaraí, CB Barra da Estiva, CB Ibicoara, CB

inho, PIB Feira de Santana, IB Nova Aliança, CB Lagoa Grande, IB Memorial de Ilhéus, IB Olivença, CB Betel, IB Sete de Setembro, IB Bethania, IB Esperança, Ministério Águias de Cristo, IB Brilhando com

PIB Pindaí, IB Riachão do Jacuípe, CB Federação, CBvo Horizonte, IB Brotas, IB Garcia, IB Graça, IB Monte Tabor, PIB São Caetano, SIB Pernambués, IB Saubara, PIB Serrolândia, MB Alto Bela Vista, IB

o, PIB Convenção de Crato, CB Aerolândia, CB Cidade 2000, CB Maraponga, CB Porto Seguro, CB Varjota, CB Vila Ágape, IB Henrique Jorge, IB Liberdade, IB Monte Castelo, IB Nova Vida, IB Rhema, IB

erra, IB Vida Nova, CB Convenção em Mauriti, CB Pacatuba, CB São Bento, PIB Paracuru, PIB Quixadá, IB Russas, CB Pecém, CB São Gonçalo, IB Tauá, PIB Tianguá, IB Boas Novas, IB Viçosa do Ceará

eração Eleita, IB Jd das Oliveiras, IB Memorial Batista de Brasília, IB Monte Hermom, IB Monte Moriah, IB Nova Jerusalém, IB Novo Horizonte, IB Setor de Mansões, IB Vale do Amanhecer, PIB Brazlândia,

legre, SIB Alegre, IB Iriri, IB Esperança e Vida, IB Vida em Cristo, PIB Aracruz, PIB Barra do Riacho, PIB Jacupemba, SIB Aracruz, IB Nova Esperança do Sul, PIB Baixo Guandu, SIB Barra de São Francisco,

om Bosco, CB Porto Belo, IB Alto Lage, IB Bairro São Francisco, IB Bandeirantes, IB Bela Vista, IB Esperança, IB Itacibá, IB Santana, MB Morada de Campo Grande, PIB Alzira Ramos, PIB Bairro Modelo,

pi, SIB Jerônimo , onteiro, CB Planalto, IB Novo Horizonte, PIB Interlagos, PIB Linhares, CB Lagoa do Siri, IB Nova Canaã, IB Nova Esperança, IB Ponte do Itabapoana, IB Nova Venécia, IB Memorial de

alto Serrano (Bloco A), IB Alterosa, IB Mata da Serra, PIB André Carloni, PIB Bairro de Fátima, PIB Barcelona, PIB Cidade da Serra, PIB Féu Rosa, PIB Jacaraípe, PIB Lagoa de Jacaraípe, PIB Laranjeiras, SIB

Ibes, IB Novo Horizonte, IB Paul, IB Vila Garrido, IBm João Batista, MB Ponta da Fruta, PIB Cobilândia, PIB Itapoã, PIB Nova Rosa da Penha I, PIB Praia da Costa, PIB Riviera da Barra, PIB Vila Batista,

tônio, IBC Vitória, PIB Jd Camburi, PIB Morada de Bethania, PIB Vitoria GOIÁS: CB Acreúna, TIB Águas Lindas, CB Vila Jaiara, IB Heróis da Fé, PIB Anápolis, SIB Anápolis, PIB Colina Azul, PIB Setor

or Universitário, PIB Bairro Goyá, PIB Goiânia, PIB Vila Maria Dilce, PIB Pq Mingone, PIB Planaltina, SIB Planaltina, CB Canaã, CB Gameleira, IB Esperança, CB São Simão MARANHÃO: SIB Açailandia,

Crentes, IB Mangueira, IB Portuguesa em Cambridge, CB Nova Olinda do Maranhão, IB Passagem Franca, PIB Presidente Dutra, CB Santo Antônio dos Lopes, CB Ebenézer, CB Vila Alcione, IB Getsêmani,

ldorado, IB Manancial no Angelim, IB Memorial de São Luis, IB Novo Alvorecer, IB Novo Dia, IB Paraíso, IB Plenitude, IB Renascença, IB Rosa de Saron, IB Shalom, IB Tabernáculo, IB Vale do Jordão, PIB

B Pinheiro Grosso, PIB Barbacena, PIB Bela Vista de Minas, IB Alterosas, IB Bairro Guarani, IB Barro Preto, IB Boas Novas, IBC Ouro Minas, IB Chinesa, IB Independência, IB Memorial de Belo Horizonte,

ó Novo, CB Carandaí, TIB Caratinga, CB Cláudio, IB Congonhal, PIB Congonhas, IB Água Branca, IB Jesus Esperança Mundial, IB Memorial Unida, PIB Bairro Pedra Azul, PIB Colorado, PIB Metropolitana,

s, PIB Frutal, 7IB Governador Valadares, IB Altinópolis IB Morada do Vale, PIB Governador Valadares, PIB Ibirité, IB Ipanema, IB Bom Retiro, IB Veneza, IBM Veneza II, PIB Canaãzinho, IBC Itabira, TIB

Dourada, CB Graça em Luz, IB Vila Nova, PIB Mantena, PIB Mesquita, PIB Monte Azul, IB Esperança, IB Getsêmane, IB Monte Sinai, IB Nova Canaãm IB Nova Jerusalém, IB Pq Safira, IBC Muriaé, IBM

de Caldas, PIB Poços de Caldas, CB Porto Firme, PIB Pouso Alegre, CB Prata, IB Neviana, PIB Rio Pomba, PIB Vale da Eletrônica, CB Santa Vitória, IB Senador José Bento, CB Teixeiras, IBC Teófilo Otoni,

B Cidade Jd, CB Custódio Pereira, CB Pq São Jorge, IB Canaã, IB Pq Granada, IBC Uberlândia, IBM Uberlândia, PIB Uberlândia, PIB Unaí MATO GROSSO DO SUL: IB Ágape, IB Centenário Vila Carlota,

orado, IB Centenário em Iguatemi, PIB Lagoa Bonita, PIB Mundo Novo, PIB Nova Alvorada do Sul, MB Paranhos, IB União, PIB Ponta Porã, PIB Rio Verde MATO GROSSO: CB Campos Julho, CB Ágape,

ste, IB Jd Atlântico, CB Sinop, PIB Sinop, SIB Sinop, IB Emanuel, IB Pedra Viva PARÁ: CB Acará, CB Jd Oriente, IB Jerusalém, IB Maanaim, CB Icuí-Laranjeiras, CB Libras de Marituba, PIB Centenário, CB

PIB Santa Bárbara, PIB Santa Luzia do Pará, CB Getsêmani, IB São Domingos do Araguaia, IB Bonito de Santa Fé, CB Chico Mendes, CB Jd Paulistano, CB Palmeiras, IB Bodocongó, IB Jd Paulistano, PIB

nte Médici, PIB Soledade, IB Juazeirinho, PIB Potyguara, IB Potyguara, PIB Monteiro, PIB Patos, PIB Bairro Santa Cruz, PIB Santa Rita, CB São José de Piranhas, PIB Sapé PERNAMBUCO: IBC Caetés I,

jucupapo, CB Porto de Galinhas, IB Curado IV, IB Prazeres, IB Vale do Jordão, PIB Engenho Velho, PIB Jaboatão, PIB Socorro, IB Moreilândia, CB Aguazinha, IB Guadalupe, PIB Jd Paulista, SIB Janga, IB

eberibe, PIB Cidade Universitária, PIB Ibura, PIBis Unidos, SIB Areias, SIB Boa Viagem, IB São Joaquim do Monte, PIB Pq Capibaribe, IB Emanuel, CB Tabira, IB Tracunhaém, CB Xexéu PIAUÍ: IB Betel,

Itainópolis, IB Jerumenha, PIB Luiz Correia, IB Shammah, CB Palmeirais, IB São João do Piauí, CB São Miguel do Tapuio, PIB São Miguel do Tapuio, CB Lourival Parente, CB Manancial, CB Pq Poti, CB

o Cerqueira, PIB Bela Vista do Paraiso, PIB Cambé, IB Campina da Lagoa, IB Jd Maracanã, IBC Colombo, CB Bairro Alto, CB Cristo Reina, CB do Farol, CB Esperança, CB Paz, CB Vale da Bênção, CB Vila

IBC Guarapuava, IB Guaraquecaba, IB Iporã, IB Jd Vitória, IB Mandacaru, IB Vila Sete, IB Boas Novas, PIB Paiçandu, PIB Paranaguá, PIB Pinhais, PIB Pitanga, CB Planalto, CB Pranchita, IB Porto Rico, CB

Frade, PIB Aperibé, CB Outeiro, IB Lagoa, IB Praça da Bandeira, Missao Batista Itatiguara, PIB Araruama, SIB Búzios, IB Bairro Areal, IB Califórnia, IB Boa Sorte, IB Morada do Vale, IBC Barra Mansa, PIB

eliópolis, PIB Jd Gláucia, PIB Jd Xavante, PIB Nova Aurora, PIB Pq Hinterland, PIB Pq São Vicente, PIB Recantos, PIB Sargento Roncalli, PIB Vale do Ipê, PIB Vilar Novo, SIB Heliópolis, SIB Vila Pauline,

, IB Vila do Sol, IB Vista Alegre, PIB Cabo Frio, PIB Pq Eldorado I, PIB São Jacinto, SIB Cabo Frio, TIB Cabo Frio, IBC Cachoeiras de Macacu, PIB Cachoeiras Macacu, IB Nova Jerusalém, IB Três Irmãos,

IB Pq São Caetano, IB Travessão de Campos, IB Ururaí, PIB Campo Novo, PIB Campos dos Goytacazes, PIB IPS, PIB Turf Club, PIBM Pq Jockey, PIBnana, SIB Campos dos Goytacazes, TIB Campos dos

ndependência, CB Solar Campos, IB Betel, IB Boas Novas, IB Centenário dos Batistas, IB Monte Moriá, IB Nova Betânia, IB Peniel, IB Pq Lafaiete, IB Pq Paulista, IB Rosa de Saron, IB Vila Canaã, IBC Santa

Bento, PIB Sarapuí, SIB Duque de Caxias, SIB Figueira, SIB Jd Primavera, IBC no Vale das Pedrinhas, PIB Guapimirim, PIB Vale das Pedrinhas, CB Bairro das Flores, IB Aldeia da Prata, IB Campo Lindo, IBC

uaí, PIB Vila Geni, IB Betel, IB Surubi, PIB Italva, QIB Santo Antônio de Pádua, IB Aeroporto, IB Águas Claras, IB Bairro São Manoel, IB Boa Fortuna, IB Cehab, IB Comendador Venâncio, IB Córrego da

IB Ebenézer, IB Frade, IB Fronteira, IB Glicério, IB Imbetiba, IB Jd Aeroporto, IB Jd Nova Macaé, IB Vida Nova, PIB Barra de Macaé, PIB Macae, QIB Macaé, SIB Barra de Macaé, SIB Macaé, IB Bairro do

Fragoso, CB Cordeirinho, IB Cachoeira de Maricá, PIB Maricá, IB Martins Costa, IB Betel, IB Memorial de Mesquita, IBC Rocha Sobrinho, PIB Chatuba, PIB Cosmorama, PIB Edson Passos, PIB Jacutinga,

Icaraí, IB Ponta D’Areia, IB Vila Ipiranga, IB Vinte e Dois de Novembro, IBM Niterói, PIB Ingá, PIB Itaipu, PIB Niteroi, PIB Pendotiba, PIB Rio do Ouro, PIB Santa Rosa, IB Catarcione, IB Centenário de

ão Teodoro, IB Califórnia, IBC Bairro da Luz, IB Jd Bandeirantes, IB Lago dos Peixes, IB Marco ll, IB Memorial da Posse, IB Moquetá, IB Nova Betel, IB Nova Jerusalém, IB Nova Jerusalém, IBC Cerâmica,

meiras, PIB Pq Pera Flor, PIB Pq São Carlos, PIB Três Corações, QIB Austin, SIB Austin, SIB Comendador Soares, SIB Pq Estoril, IB Filadélfia, PIB Quitandinha, SIB Petrópolis, TIB Petrópolis, PIB Pinheiral,

io das Ostras, SIB Rio das Ostras, CB Coroa, CB Pão e Palavra, CB Portas Abertas, CB Pq Rúbens Vaz, CB Vaz Lobo, CB da PIB Moça Bonita, IB Ágape, IB Água da Vida em Jesuitas, IB Aliança, IB Alto da

ia Z-10, IB Cristo a Única Esperança, IB Farroupilha, IB Fé Monte Moriá, IB Filha de Sião, IB Freguesia, IB Gamboa, IB IAPC, IB Itacuruçá, IB Jd Arimatéia, IB Jd Botânico, IB Jd Carioca, IB Jd da Prata, IB

Campo Grande, IB Manancial em Santa Cruz, IB Maria Luíza, IB Meier, IB Memorial da Tijuca, IB Memorial de Bangu, IB Memorial de Campo Grande, IB Memorial de Sulacap, IB Memorial de Vila Valqueire,

vo Horizonte, IB Oásis da Esperança, IB Orla Sul, IB Paz, IB Piquirobe, IB Pq Alegria, IB Pq Roquete Pinto, IB Pq São Basílio, IB Quatro de Julho, IB Quintanilha, IB Quinze de Novembro, IB Renovada Vila

Grande, IBC Cosmos, IBC Costa Barros, IBC Guandu do Sena, IBC Olaria, IBC Ricardo de Albuquerque, IBM Guadalupe, IBM Pavuna, IBM Pedra de Guaratiba, Igreja CB de Campo Grande, IB Osvaldo

B Barra da Tijuca, PIB Botafogo, PIB Brás de Pina, PIB Camorim, PIB Campo Grande, PIB Cascadura, PIB Catiri, PIB Cesarão, PIB Copacabana, PIB Cosme Velho, PIB Curicica, PIB Dique, PIB Freguesia,

rme, PIB Lins de Vasconcelos, PIB Madureira, PIB Moça Bonita, PIB Monteiro, PIB Oiticica, PIB Pedra de Guaratiba, PIB Piedade, PIB Pq Anchieta, PIB Pq Independência, PIB Pq Real, PIB Pq União, PIB

PIB Vila Kennedy, PIB Vila Mariópolis, PIB Penha, QIB Pavuna, SIB Bonsucesso, SIB Grajaú, SIB Inhaúma, SIB Jd América, SIB Moça Bonita, SIB Pavuna, SIB Piedade, SIB Pilares, SIB Rio de Janeiro, SIB

alvador Borges, PIB Ernesto Machado, SIB São Fidélis, TIB São Fidélis, IB Praia de Santa Clara, PIB Guaxindiba, PIB Travessão da Barra, CB Coelho, IB Betel, IB Engenho do Roçado, IB Jd Progresso, IB

bandê, PIB Gradim, PIB Itaóca, PIB Itaúna, PIB Jd Alcântara, PIB Jd Bom Retiro, PIB Jd República, PIB Monjolos, PIB Pachecos, PIB Rocha, PIB São Gonçalo, SIB Jd Catarina, SIB Trindade, TIB Jd Bom

la Farrula, IB Vila Norma, IB Vila Tiradentes, IBC Agostinho Porto, IBC Tomazinho, PIB Coelho da Rocha, PIB Éden, PIB São João de Meriti, PIB São Mateus, PIB Vilar dos Teles, PIB Vilar Formoso, SIB

BC Jaconé, IBC Saquarema, PIB Bacaxá, PIB Barra Nova, PIB Jaconé, IB Vale do Sol, IB Varginha, PIB Silva Jd, IB Boas Novas, IB Murineli, CB Três Côrregos, IBC Teresópolis, PIB Vieira, IBM Canteiro, IB

s, CB Bacurau I, IB Apodi, CB Janduís, CB Triunfo Potiguar, IB Campo Grande, CB Carnaubais, CB Florânia, CB Jd do Seridó, CB Mossoró, IB Sumaré, SIB Mossoró, CB Taborda, IB Alecrim, IB Dix Sept

Novo Estado, PIB Pimenta Bueno, CB Jaci Paraná, CB Vila Tupi, IB Liberdade, IB Vitória Régia, PIB Porto Velho, PIB Vale do Anari, CB Povo Indígena Mamaindê, IB Boas Novas RORAIMA: CB Macuxi,

Cruzeiro, CB Jd Eldorado, CB Santa Catarina, CB Desvio Rizzo, IB Comunhão, PIB Caxias do Sul, CB Eldorado do Sul, IB Eldorado do Sul, CB Estância Velha, IB Peniel, CB Flores da Cunha, CB Gramado,

fagé, CB Humaitá, CB Metropolitana, CB Viva de Porto Alegre, IB Missionária em Porto Alegre, IB Palavra Viva, IB Passo D’Areia, CB Cassino, PIB Santa Maria, PIB São Borja, CB Scharlau, IB Campina, CB

Barra Velha, IB Itoupava Norte, CB Nova Esperança, IBC Chapecó, IB Campeche, IB Praia dos Ingleses, PIB Garopaba, CB Garuva, CB Gaspar, IB Itapema, CB Vida Nova, CB Floresta, CB Jd Paraíso, CB

ruim, CB Muribeca, IB Moriá, IB Centenário, CB Colônia Treze, CB do Salgado, PIB Tijuco SÃO PAULO: PIB Adolfo, CB Missionária de Andradina, CB Liberdade, PIB Araraquara, PIB Araras, SIB Araras,

IB Jd Marambá, PIB Bebedouro, IB Braúna, CB Brejo , legre, PIB Burí, IB Jacupiranguinha, IB Conexão Primeira, CB Betel, IB Aliança, IB Cambuí, IB Jd Carlos Lourenço, IB Monte Sião, IB Nova Jerusalém,

Cotia, CB Vila Esperança, IB Liberdade, IB Ebenézer, IB Emanuel, IB Jd Inamar, PIB Missionária Nova Conquista, PIB Vila Conceição, IBis Córregos, PIB Dracena, IB Esperança no Jd Mimas, PIB Jd Vista

po do Feijão, CB Jd dos Pimentas, CB Jd Marilena, CB Peniel em Jd Ottawa, CB Picanço, CB Vila Augusta, CB Vila Rio, IB Jd Jacy, IB Jd Paulista, IB Luz de Guarulhos, IB Nova Cidade, IB Ponte Grande, IB

lis, PIB Itanhaém, IB Idemori, CB Luz do Mundo, PIB Itapevi, IB Jd América, IB Jd Odete, PIB Jd Paineira, SIB Itatiba, PIB Jacupiranga, PIB Jales, CB Sagrado Coração, PIB Jandira, CB Centenário em Vila

angélica de Marília, IB Unida, IB Alto da Boa Vista, IB Bela Vista, IB Jd Mauá, IB Vila Falchi, PIB Jd Silvia Maria, PIB Jd Zaíra, SIB Mauá, PIB Miracatú, PIB Mirassol, CB Cidade Guararema II, IB Cézar de

, IB Jd Maricá, PIB Araritama, IB Piquerobi, CB Pq Primeiro de Maio, IB Betesda, IB Perdizes, PIB Piracicaba, PIB Pirangi, PIB Pirassununga, IB Piratininga, IB Vila Varela, PIB Pompéia, IB Potirendaba, PIB

das Pedras, IBC Rio Grande da Serra, CB Sales, IB Manancial, CB Santa Cruz das Palmeiras, CB Santana de Parnaíba, IB Fazendinha, CB ABC Paulista, IB Água Viva, IB Curuçá, IB Jd do Estádio, IB Jd Teles

B Vila Gerte, IBM São Caetano do Sul, PIB São Caetano do Sul, CB Itamaraty, IB Nova Canaã, PIB São Carlos, SIB São João da Boa Vista, CB Floresta Park, CB Jd Nazareth, CB Mendonça, IB Ana Célia, IB

CB Freguesia do Ó, CB Jabaquara, CB Lagoa, CB Ministério Hispana Bautista de Bras, CB Paraisópolis, IB Água Branca, IB Alto da Moóca, IB Bandeirante, IB Bereana, IB Betel, IB Boas Novas, IB Brasilândia,

zer, IB Freguesia do Ó, IB Imirim, IB Jd Assunção, IB Jd Brasil, IB Jd Brasília, IB Jd Cachoeira, IB Jd Colonial, IB Jd das Rosas, IB Jd Felicidade, IB Jd Helena, IB Jd Iporã, IB Jd Itápolis, IB Jd Marabá, IB Jd

era, IB Represa Nova, IB Sete Praias, IB Unida do Brás, IB Vila das Belezas, IB Vila Diva, IB Vila Guarani, IB Vila Itaim, IB Vila Primavera, IB São Mateus, MB Cristolândia, PIB Brás, PIB Campo Limpo, PIB

aulista, PIB Vila Mirante, PIB Vila Nova Cachoeirinha, PIB Vila Progresso, PIB Vila Ramos, SIB Capão Redondo, SIB Jaraguá, PIB São Roque, IB Ebenézer, SIB São Sebastião, IB Paz, IB Pq Continental,

aré, CB Miguel Badra, IB Memorial da Fé, IB Monte Sião, MB Jd Colorado, IB Jd São Judas, IB Jd São Salvador, IB Vila Carmelina, PIB Taboão da Serra, MB Tambaú, IB Tanabi, PIB Taquaritinga, IB

ascente, CB Lajeado, IB Vila Canaã, IB Nova Olinda, CB Moriá, CB Shalom, IB Ebenézer, PIB Palmas, PIB Taquaralto, SIB Palmas, CB Porto Nacional, PIB Porto Nacional, PIB Tocantínia

Igrejas e congregações com parcerias ativas até 1 º de julho de 2012

55


56

REGIÃO SUL

PARANÁ

Gerência Regional

Pr. Daniel Martins Eiras

Denise Barbosa Eiras

daniel@missoesnacionais.org.br

Tel.: 41 3022-3274 | 3091-4407 | 21 8720-5714

RIO GRANDE DO SUL

Coordenação Regional

Walter Luiz Braga de Azevedo

Nair da Silva Cabral de Azevedo

walter.azevedo@missoesnacionais.org.br

Tel.: 51 3559-4333 | 9975-0811 | 8143-8114

SANTA CATARINA

Coordenação Regional

Ronilce Ribeiro Ferreira

ronilce.ferreira@missoesnacionais.org.br

Tel.: 47 3368-9985 | 9171-0598

REGIÃO CENTRO-OESTE

DISTRITO FEDERAL

Gerência Regional

Pr. Valdir Soares da Silva

Ana Maria Pereira da Silva

valdir@missoesnacionais.org.br

Tel.: 61 3321-2531 | 9994-8154 | 21 8702-5969

MATO GROSSO

Coordenação Regional

Pr. Rubens de Souza Moreira

Marilene Dias Silva Moreira

rubens@missoesnacionais.org.br

Tel.: 65 3624-9715 | 3624-0131 | 9956-2626

MATO GROSSO DO SUL

Coordenação Regional

Pr. Eli Souza Junior

Suene Pinto da Silva Souza

eli@missoesnacionais.org.br

Tel.: 67 3306-9495 | 8115-9495 | 8478-1025

REGIÃO NORTE

AMAZONAS

Coordenação Regional

Josias Lira

Cristiane Marcia Andrade Santos Lira

twolira@terra.com.br

Tel.: 92 3568-4080 | 8114-1530

Gerentes, Coordenadores e Representantes Regionais de Missões Nacionais

entre em contato com missões nacionais para receber mais informações sobre como envolver sua igreja no pam Brasil.

será um prazer atendê-lo. veja abaixo os gerentes e coordenadores regionais.

REGIÃO NORDESTE

Gerente Regional do Nordeste

Pr. Eber Mesquita de Azevedo

Carine Costa Oliveira de Azevedo

eber.mesquita@missoesnacionais.org.br

Tel.: 21 8720-5716 | 71 3181-3343

PERNAMBUCO

Representante Regional

Pr. Marcos Aurélio da Silva de Azevedo

Alessandra Trugilho de Azevedo

marcosazevedo@missoesnacionais.org.br

Tel.: 81 3222-6118 | 3075-8082 | 9700-9932

CEARÁ

Coordenação Regional

Pr. Francisco Washington Oliveira

Maria de Fátima e Silveira Oliveira

washington@missoesnacionais.org.br

Tel.: 88 3572-0607 | 9966-9534 | 8847-0607

ALAGOAS

Coordenação Regional

Pr. Almir Gonçalves do Nascimento

Ormir Batista Gonçalves

almir.goncalves@missoesnacionais.org.br

Tel.: 82 3034-4494 | 3221-0752 | 9639-4719

MARANHÃO

Coordenação Regional

Pr. Raimundo Rodrigues Guimarães Filho

Edileusa Veras Silva Guimarães

raimundo.filho@missoesnacionais.org.br

Tel.: 98 3273-0122 | 3232-1238 | 9606-9991

PARAÍBA

Coordenação Regional

Pr. Rick Thompson

Jill Thompson

rick@missoesnacionais.org.br

Tel.: 83 3337-6806 | 9928-1308

RIO GRANDE DO NORTE

Coordenação Regional

Pr. Manoel Soares Moreira

Marta Lucinete da Silva Moreira

manoel.moreira@missoesnacionais.org.br

Tel.: 84 3331-3161 | 9906-0766

SERGIPE

Coordenadora Regional

Maria do Socorro Diniz

socorro.diniz@missoesnacionais.org.br

Tel.: 79 3231-5074 | 3236-3153 | 8115-8465 |

REGIÃO SUDESTE

SÃO PAULO

Gerência Regional

Pr. Exequias Cerqueira Santos

Maria Helena Leão Santos

exequias@missoesnacionais.org.br

Tel.: 11 3224-0916 | 99990-8892 | 21 9693-6613

Guarulhos

Coordenação Regional

Pr. Márcio Pureza de Lima

Talita Barros Pureza

marcio.pureza@missoesnacionais.org.br

Tel.: 11 2088-0781 | 8164-2418

São José do Rio Preto

Coordenação Regional

Sandro Fernandes Pereira

Denise Garcia Correia Pereira

sandro.pereira@missoesnacionais.org.br

Tel.: 11 8305-8758

ESPÍRITO SANTO

Gerência Regional

Fabiola Molulo Tavares

fabiola@missoesnacionais.org.br

Tel.: 27 3066-7110 | 9911-0191 | 21 8702-5973

RIO DE JANEIRO

Gerência Regional

Pr. Cleber Sebastião Faria de Souza

Claudia Regina S. Ribeiro de Souza

cleber@missoesnacionais.org.br

Tel.: 21 2238-9745 | 8544-3310 | 9692-8176

Coordenador Regional Norte Fluminense

Pr. João Marcos Mury Aquino

Elisabete Gonçalves Damasceno Aquino

joaomarcos@missoesnacionais.org.br

Tel.: 21 8151-1802 | 22 9982-1291

Representante

Aidete Brum da Costa

aidete.costa@missoesnacionais.org.br

Tel. 21 2107-1803 | 21 9178-2063

MINAS GERAIS

Gerência Regional

Pr. Gerson de Assis Perruci

Lizete de Souza Perruci

gerson@missoesnacionais.org.br

Tel.: 31 2514-0127 | 8676-1614 | 21 8702-5972

More magazines by this user
Similar magazines