Jornal Operação Verão - Verão Paraná - Governo do Paraná

verao.pr.gov.br

Jornal Operação Verão - Verão Paraná - Governo do Paraná

Operação Verão

Pesquisa mostra 65% dos

veranistas mais satisfeitos com

serviços no litoral do Paraná


Ações do governo no litoral

melhoram para

dos veranistas

65%

As ações desenvolvidas pelo governo

estadual no projeto Verão Paraná para

garantir praia limpa, bons serviços de

saúde e segurança pública alcançaram

altos índices de satisfação e aprovação

dos veranistas que passam as férias no

litoral paranaense. É o que atesta uma

pesquisa exclusiva feita pelo Instituto Paraná

Pesquisas, que consultou 408 veranistas

nos municípios de Guaratuba, Matinhos

e Pontal do Paraná entre os dias

27 e 29 de Janeiro de 2012. Para 65%

dos entrevistados que frequentaram as

praias do Paraná nos dois últimos anos,

os serviços prestados nesta temporada

foram melhores que no ano anterior. Confira

os índices de avaliação.

91,7%

consideraram ótimo

ou bom os serviços de

Bombeiros e Guarda-Vidas

81,6%

deram notas entre

bom e ótimo para a

coleta de lixo urbano

77,5%

aprovaram a ação da

polícia contra o som alto

67,9%

aprovaram a limpeza

das ruas e calçadas

82,3%

avaliaram como ótimo

ou bom as medidas de

Segurança Pública

80%

aprovaram os serviços

de abastecimento de água

73,5%

consideraram a limpeza

das praias ótima ou boa


Reforço no policiamento garante

tranquilidade nas praias

A Polícia Militar reforçou o policiamento

para a Operação Verão para garantir

a tranqüilidade da população local

e dos veranistas. Foram distribuídos

800 policiais em pontos estratégicos

das praias, com 130 viaturas e bicicletas,

e 132 policiais civis. Três módulos

móveis de apoio foram instalados em

Guaratuba, Pontal e Matinhos.

As ações realizadas envolveram bloqueios,

fiscalizações, operações de

trânsito, orientações e abordagens para

combater o tráfico de armas e drogas. Foi

adotado o conceito de Tolerância Zero

para coibir abusos como a perturbação

do sossego público, provocado principalmente

pelo som alto em veículos.

Além do policiamento ostensivo, a

Operação Verão teve participação dos

batalhões de Polícia Ambiental, Polícia

Rodoviária (BPRv), Operações Especiais

(Bope) e Polícia de Trânsito (BPTran). Foram

feitas diversas operações de Ação

Integrada de Fiscalização Urbana.

Polícia aperta fiscalização

e embriaguez ao

volante reduz 30%

A rígida fiscalização do Batalhão de

Polícia Rodoviária Estadual reduziu

em mais de 30% o número de casos

de motoristas flagrados embriagados

ao volante. A fiscalização, com uso de

bafômetros é diária. Se o teor de álcool

for superior a seis decigramas por litro

o motorista responde a processo penal.

Operação mobiliza

800 policiais militares e

132 agentes da Polícia Civil

82,3%

APROVADO

Detran atende

14 mil pessoas

na Operação Verão

O Departamento de Trânsito do Paraná

(Detran) atendeu mais de 14 mil

veranistas no Litoral do Estado durante

o verão. Duas unidades móveis ofereceram

praticamente todos os serviços

prestados nas sedes do órgão. Uma

tenda itinerante foi usada para atividades

de educação para o trânsito.


Guarda-vidas dão

segurança na areia

O Corpo de Bombeiros colocou 430

guarda-vidas para atender 105 postos

na orla paranaense neste verão. As operações

envolveram 25 embarcações de

salvamento e resgate em praia, além

de helicópteros do Grupamento Aéreo

e quadriciclos equipados para atendimento

inicial a vítimas de afogamento.

Foram feitos 761 salvamentos. Quase

90 mil pessoas receberam orientação e

advertências sobre condutas na areia e

no mar e 120 crianças foram localizadas

e devolvidas aos pais e familiares.

Quase 90 mil

pessoas receberam

orientação e

advertências sobre

condutas na areia e

no mar

91,7%

APROVADO

Helicópteros fizeram

32 resgates

Quatro helicópteros do Grupamento

de Resgate Aéreo (Graer) foram deslocados

para a Operação Verão. As aeronaves

realizam 32 resgates aeromédicos,

com atendimento rápido e seguro

para sete vítimas de afogamento e 25

pessoas em estado grave de saúde devido

a acidentes ou doença.

“Lidamos com a vida e qualquer minuto

ganho com a agilidade dos helicópteros

faz diferença para a sobrevivência

de uma vítima”, diz o tenente-coronel

Edemilson de Barros, coordenador dos

Bombeiros na Operação Verão.

As aeronaves também foram usadas

em buscas aquáticas e no treinamento

de guarda-vidas, no patrulhamento

ambiental e no monitoramento do trânsito

nas rodovias, pela Polícia Rodoviária

Estadual.

Os helicópteros permitem o transporte

de pacientes com maca na cabine,

acompanhado de material para primeiros

socorros e outros instrumentos. Um

médico plantonista permanece a bordo

nos fins de semana, quando o fluxo de

pessoas no litoral é maior.


Centro de atenção a

afogados é aprovado

O Centro de Recuperação de Afogados,

instalado pela secretaria estadual

da Saúde no Hospital Nossa Senhora

de Navegantes, em Matinhos, teve

aprovação total de moradores e veranistas.

A experiência inovadora envolveu

equipes de guarda-vidas, médicos

e socorristas treinados para garantir a

eficácia do novo serviço.

Maternidade já realizou

73 partos

Reformado e aberto no final de 2011

pelo Governo do Estado e prefeitura, o

Hospital Municipal de Guaratuba tem

no setor de maternidade a principal

área de atuação. Em cerca de três meses,

foram realizados 73 partos. “Antes

não nascia guaratubano”, destaca a diretora

administrativa do hospital, Patrícia

Correia Chaves Schatzmann.

“Antes não nascia

guaratubano”,

destaca a diretora

administrativa

do hospital

Atendimento de

saúde é reforçado

O Governo do Paraná reforçou o

atendimento médico nas unidades de

saúde do Litoral para a Operação Verão

2011/2012. A Secretaria da Saúde

enviou médicos, enfermeiros e técnicos

em enfermagem para unidades

que necessitavam de maior cobertura,

devido ao fluxo de turistas nos sete

municípios da região.

A ação incluiu as ilhas do Mel – que

teve o atendimento ampliado para 24

horas -, das Peças e Superagui, que

receberam médicos e técnicos de enfermagem

para os finais de semana e

feriados.

Dois médicos e um enfermeiro foram

contratados e treinados especialmente

para atuar em situação de risco na

central de atendimento de afogados e

no resgate aéreo. Também foram enviadas

oito novas ambulâncias para o

Litoral, inclusive com UTI.


Em média, oito

toneladas de lixo são

recolhidas por dia

em 63 quilômetros

de praia

73,5%

APROVADO

Solução inovadora garante

limpeza das

Um dos serviços inovadores desta

temporada foi feito pela Companhia

de Saneamento do Paraná (Sanepar).

A empresa trabalhou em parceria com

outros órgãos do Governo do Estado

para melhorar a limpeza e a balneabilidade

das praias paranaenses.

Máquinas especiais realizam durante

a noite a peneira da areia e retirada de

lixo. De dia, equipes de coletores, percorrem

as praias varrendo e recolhendo

resíduos com caçambas motorizadas.

O material coletado é depositado em

pontos estratégicos e o Instituto das

Águas do Paraná encaminha para aterros

sanitários. Em média, são recolhidas

oito toneladas de lixo por dia nos

63 quilômetros de faixas de banho en-


praias

tre a Barra do Saí, em Guaratuba, e o

balneário de Pontal do Sul, no município

de Pontal do Paraná.

Os coletores também entregam cartilhas

com orientação para zelar pela praia

e distribuem bituqueiras para fumantes

e sacolas de lixo biodegradáveis. A Sanepar

também instalou 1,2 mil tambores

para lixo orgânico e reciclável na orla.

Carrinhos elétricos

facilitam a coleta

na Ilha do Mel

A estratégia de coleta, transporte e

destinação final diária do lixo da Ilha do

Mel envolveu a comunidade, os veranistas

e contou com dois modernos carros

elétricos, adquiridos para facilitar a movimentação

de 12 toneladas diárias de

resíduos produzidos nas casas, pousa-

das e restaurantes. Os veículos disponibilizados

pelo governo estadual são

ecologicamente corretos. Movidos a bateria,

não emitem fumaça, são silenciosos

e não causam danos nas trilhas nem

na areia. Tudo para preservar o ecossistema

e manter a limpeza do local.

Governo retira

32 toneladas de lixo

das ilhas das Peças

e Superagui

Cerca de 32 toneladas de lixo doméstico

e resíduos sólidos estavam acumuladas

nas ilhas das Peças e de Superagui, no

município de Guaraqueçaba, há dois anos,

atraindo animais e causando mau cheiro.

O governo assumiu a coleta e destinação

de resíduos sólidos urbanos nos municípios

litorâneos durante o verão, devido ao

aumentoda população flutuante na região.


Matinhos terá novo projeto para

engorda da faixa de areia

O projeto de engorda da praia de Matinhos

vai ganhar um completo projeto executivo

de engenharia para revitalização e

proteção da orla do município contra a

erosão marinha. O projeto compreende

um trecho de 6,5 quilômetros, entre Caiobá

e o balneário Flórida. O trabalho técnico,

que não existia, é fundamental para

acesso a recursos federais para a execução

da obras, que incluem uma nova

proposta de urbanização das praias.

O projeto

compreende

um trecho de

6,5 quilômetros,

entre Caiobá e o

balneário Flórida

Governo executa

R$ 12 milhões

em obras no Litoral

O governo estadual, por meio da Secretaria

de Estado do Desenvolvimento

Urbano, executa um conjunto de obras

de infraestrutura que somam mais de R$

12,4 milhões nos municípios de Antonina,

Guaratuba, Matinhos e Paranaguá. São

projetos de pavimentação viária e nas

áreas da saúde e de assistência social

para oferecer melhor qualidade de vida à

população residente na região.


O Governo do Paraná assumiu a

responsabilidade pela limpeza pública

nos sete municípios do Litoral

na Operação Verão. Foram investidos

R$ 10,1 milhões para garantir a

coleta e destinação de resíduos sólidos

urbanos na região. O serviço

teve a aprovação foi de 81,6% dos

veranistas de acordo com levantamento

da Paraná Pesquisas.

A operação, que está sob a responsabilidade

do Instituto das Águas do

Paraná, envolveu 50 caminhões coletores

de lixo e 600 pessoas para a limpeza

pública (coleta de lixo, roçada e

varrição de vias públicas e limpeza das

praias). Foram instaladas 1,2 mil lixeiras

na orla — uma a cada 25 metros.

Por meio de um convênio com o Programa

do Voluntariado Paranaense,

associações de catadores de materiais

recicláveis foram capacitadas e

receberam equipamentos como prensa,

balança e esteira de separação,

para facilitar o trabalho e melhorar a

renda, colaborando para tornar as

praias mais limpas.

O Estado também aplicou R$ 2 milhões

na implantação da segunda célula

do aterro sanitário de Guaratuba,

que vai atender o município pelos próximos

10 anos. A capacidade é para

100 mil toneladas de resíduos.

Governo investe R$ 10 milhões

na limpeza urbana

do Litoral

Desassoreamento de rios

previne cheias no Litoral

Operação de

limpeza urbano

envolveu

50 caminhões

coletores

e 600 pessoas

O Governo do Estado promoveu a limpeza e desassoreamento

em 108 quilômetros de rios e canais em seis pontos nos

municípios de Antonina, Matinhos, Morretes, Paranaguá e

Pontal do Paraná. O objetivo é facilitar o controle de cheias,

que são comuns na região durante o verão.

81,6%

APROVADO


Copel assegura estabilidade do

fornecimento de energia

A Copel investiu R$ 6,5 milhões em

infraestrutura, manutenção e estrutura

de atendimento e executou uma série

de obras ao longo do ano para ampliar

a rede elétrica, incluindo uma nova subestação,

em Guaratuba, para garantir

o fornecimento de energia entre o Natal

e o Carnaval no Litoral.

A empresa enviou novos caminhões

para reforçar o atendimento à população

durante a Operação Verão ao Litoral.

Os veículos atendem pontos de

maior movimento em Guaratuba, Matinhos

e Pontal do Paraná. Cada um fez

mais de 350 atendimentos de serviços.

Investimento foi

de R$ 6,5 milhões

em infraestrutura,

manutenção

e estrutura de

atendimento

Estação melhora

previsão do tempo

e prevenção de desastres

O Instituto Tecnológico Simepar instalou

uma estação móvel de monitoramento

meteorológico em Caiobá. O

equipamento aperfeiçoará a prevenção

de desastres naturais no Estado. Serão

instaladas 20 unidades no Litoral nos

próximos dois anos, como parte de um

projeto de expansão do monitoramento

ambiental no Estado.


Trabalho do IAP orienta veranistas e

protege recursos naturais

O Instituto Ambiental do Paraná

(IAP) participa de diversas ações

realizadas pelo Governo do Estado

no Litoral. Além de fazer os testes

de balneabilidade das praias para

orientação de veranistas sobre as

condições da água do mar, o órgão

também reforçou a fiscalização para

a proteção da riqueza natural da região,

tanto na orla quando na área de

floresta atlântica. Uma ação do Ins-

tituto e da Polícia Ambiental encontrou

23 hectares de vegetação nativa

desmatada. A área de restinga recebeu

atenção especial e o Parque

Estadual do Rio da Onça, em Matinhos,

foi revitalizado para receber visitantes.

Com 118 hectares de área,

a unidade de conservação ganhou

um mirante e novas passarelas, que

facilitam a movimentação de turistas

e moradores.

Governo distribui

kits turísticos do Litoral

A Secretaria do Turismo, em parceria com a Paraná Turismo,

distribuiu 80 mil mapas da região, 10 mil guias e outros

materiais sobre os atrativos do Litoral. A expectativa é que

o material promocional ajude a ampliar a permanência média

do turista nas cidades litorâneas. O governo também

distribuiu 300 mil peças informativas para conscientização

e prevenção contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

no Litoral.


Governo leva internet

gratuita para a orla

Outra ação inovadora do governo estadual

na temporada 2011/2012 foi o serviço

gratuito de acesso à internet nas praias

paranaenses, oferecido por meio da Companhia

Paranaense de Energia (Copel).

A empresa instalou uma rede para

oferecer acesso em banda larga e sem

fio durante a temporada em Guaratu-

ba, Caiobá, Matinhos e Praia de Leste.

Além de veranistas e moradores, a solução

proporcionada pela Copel ajudou

a elevar a movimentação no comércio à

beira-mar. Nos quiosques instalados na

orla houve aumento dos clientes de fim

de tarde, atraídos pelo sinal de internet

da Copel, grátis e de qualidade.

Recuperação da

infraestrutura

continua

O Governo do Estado continua investindo

na recuperação das áreas atingidas

por um forte temporal em 2011 em

Antonina, Morretes, Paranaguá e Guaratuba.

No total, os projetos desenvolvidos

chegam a R$ 45,6 milhões. Os

investimentos são coordenados pela

Secretaria de Infraestrutura e Logística

e parte dos recursos é do governo federal.

Além de obras rodoviárias, estão

sendo construídas casas e realizada a

limpeza, desassoreamento e retirada

de madeira de rios. Também estão em

execução projetos de engenharia e estudos

para implantar sistemas de prevenção

de desastres naturais.

PUBLICAÇÃO DO GOVERNO DO PARANÁ | SECRETARIA DE ESTADO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL | FEVEREIRO/2012 | WWW.PR.GOV.BR

Similar magazines