Um Mosteiro em Seiça

figueiradigital.ficheirospt.com

Um Mosteiro em Seiça

Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça

nos meados do século XIX

Occidente – Revista Illustrada de Portugal e do Estrangeiro, nº 317, 11 Outubro 1887

Encontros de Cultura e Património – Mosteiro de Santa Maria de Seiça: Abordagens e Perspectivas

Inês Pinto e Sílvio Gaspar Figueira da Foz, 07.07.2011


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Um Mosteiro em Seiça: da fundação à reconstrução

Criado de D. Afonso Henriques caindo do cavalo


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Um Mosteiro em Seiça: da fundação à reconstrução (cont.)

Cura miraculosa do criado


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Um Mosteiro em Seiça: da fundação à reconstrução (cont.)

Eremitão e o Rei Dom Afonso Henriques que lhe promete fundar o Mosteiro de Santa Maria de Seiça


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Cronologia

1162 – O abade Martinho encontra-se presente na outorga da carta de isenção dos direitos

episcopais dada aos Crúzios, pelo Bispo D. Miguel Salomão

1175 – D. Afonso Henriques emite carta de doação do couto de Barra a D. Pelágio Egas (ou

Paio Egas), abade de Santa Maria de Seiça

1195 – D. Sancho I doa o Mosteiro de Seiça à Abadia de Santa Maria de Alcobaça

1555 – D. João III consegue a extinção do Mosteiro de Seiça e aplicação dos seus bens à

Ordem de Cristo (edificação de novo mosteiro em Carnide – Lisboa)


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Cronologia (cont.)

1559 – Através da Bula de Pio IV “Hodie a nobis emanarunt littere” é anulada a extinção do

Mosteiro de Seiça (reinado de D. Sebastião)

1561 – Assentimento Real à Bula de restauração do Mosteiro de Seiça

1567 – Criação da Congregação de Santa Maria de Alcobaça

1572 – Início das obras de construção dos novos lugares regulares (passam de Sul para Norte)

1672 – Derrube da Igreja velha e início da construção de nova Igreja (reinado de D. Afonso VI)

1834 – Extinção das Ordens Religiosas em Portugal


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

O destino da Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Seiça após 1834

1861 – Carta de Lei (de 22 de Fevereiro) emitida por D. Pedro V, cedendo a Igreja do

Mosteiro de Seiça à Junta de Paróquia de Nª Srª do Ó do Paião

1871 – A Junta de Paróquia delibera a demolição da sacristia do lado Sul e o gigante de

pedra para com essa pedra tapar o cemitério e o adro da Igreja Matriz do Paião

1888 – Construção do troço de caminho de ferro da Linha do Oeste, entre Leiria e Figueira

da Foz, o terá obrigado à demolição das estruturas subsistentes do presbítero e do

falso transepto


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

O destino da Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Seiça após 1834 (cont.)

Planta de Implantação do Troço da Linha do Oeste, na zona do Mosteiro de Seiça (29 Abril, 1886)

Fundo arquivístico da Direcção Fiscal de Exploração dos Caminhos de Ferro – Centro Nacional de Documentação Ferroviária


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

O destino da Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Seiça após 1834 (cont.)

1895 – A Junta de Paróquia vende o Mosteiro de Seiça a particulares

1911 – O Mosteiro é vendido novamente e é transformado em unidade industrial de

descasque de arroz

1976 – Encerramento da unidade industrial


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

O destino da Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Seiça após 1834 (cont.)

2000 – Assinatura de escritura de compra e venda entre o Município da Figueira da Foz e os

anteriores proprietários

2002 – Classificado como Imóvel de Interesse Público

2004 – Assinatura da escritura de compra

do Mosteiro de Seiça por parte da

Câmara Municipal da Figueira da Foz


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Reconstituição virtual da Igreja do Mosteiro de Stª Mª de Seiça

Sapo mapas

Autor desconhecido

Colecção particular


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

2004


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Occidente – Revista Illustrada de Portugal e do Estrangeiro, nº 317, 11 Outubro 1887


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Arquivo Fotográfico Municipal da Figueira da Foz

Vista do Mosteiro de Santa Maria de Seiça - Arquivo Fotográfico Municipal da Figueira da Foz, Autor desconhecido (s/d)

Fundo da Casa Havaneza


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Fragmentos de telhas provenientes do Mosteiro de

Santa Maria de Seiça – Museu Municipal Santos

Rocha

Fragmento localizado no arranque do telhado,

na fachada, entre as torres

Placas em barro, trilobada, esmaltada, azul, provenientes do Mosteiro de

Santa Maria de Seiça – Museu Municipal Santos Rocha


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Reconstituição do Mosteiro de Santa Maria de Seiça – Cúpula com cobertura abobadada – vista do lado Sul


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Reconstituição do Mosteiro de Santa Maria de Seiça – Cúpula com cobertura em telhado de quatro águas – vista do lado Sul


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Reconstituição do Mosteiro de Santa Maria de Seiça – vista do lado Norte

Embora atualmente o edifício só tenha um claustro, de acordo com o inventário efetuado em 1837 pelo Ministério das Finanças,

teria dois claustros: “A caza do mosteiro que comprehende uma grande propriedade regular com dous claustros (…)”


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Pormenor do arranque da abóbada do cruzeiro do transepto, vista de Este


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Mosteiro de Lorvão


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Interior da Igreja do Mosteiro de Seiça – Cruzeiro do transepto com tambor


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Corte do interior da Igreja do Mosteiro de Seiça – pormenor da cúpula em tambor, com cobertura de telhado de quatro águas


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Corte do interior da Igreja do Mosteiro de Seiça – pormenor da cúpula em tambor, com cobertura abobadada


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Corte do interior da Igreja do Mosteiro de Seiça – cúpula em tambor, com cobertura de telhado de quatro águas


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Corte do interior da Igreja do Mosteiro de Seiça – cúpula em tambor, com cobertura abobadada


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Bibliografia

BRITTO, Fr. Bernardo, CHRONICA DE CISTER onde se contam as cousas principaes desta Ordem, &

muytas antiguidades do Reyno de Portugal, Primeira Parte, Officina de Pascoal da Sylva, Lisboa

Occidental, 1720

COCHERIL, Maur, Routier des abbayes cisterciennes du Portugal, Paris, Centro Cultural Português,

Fundação Calouste Gulbenkian, 1986, 2ª edição

DIAS, José Fernandes, “Cister, a arquitectura e a cultura artística na época moderna”, Arte de Cister em

Portugal e Galiza (catálogo da exposição), pp. 230-279, Lisboa, 1998

GOMES, Saul António – A Congregação Cisterciense de Santa Maria de Alcobaça nos séculos XVI e XVII:

elementos para o seu conhecimento. Lusitania Sacra. Lisboa. 2ª S. 18, 2006, pp. 375-431

GUSMÃO, Artur Nobre de, A Expansão da Arquitectura Borgonhesa e os Mosteiros de Cister em

Portugal, Lisboa, 1956,

MADAHIL, António Gomes da Rocha, “Documentos Medievais de Seiça certificados por Frei Joaquim

de Santa Rosa Viterbo”, Separata da Revista Guimarães, Volume especial comemorativo dos

Centenários da Fundação e da Restauração de Portugal, 1940, p. 37-82

MARQUES, Maria Alegria, Estudos sobre a Ordem de Cister em Portugal, Edições Colibri e Faculdade

de Letras da Universidade de Coimbra, 2ª edição, Lisboa, Maio 2008


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Bibliografia (cont.)

MOTA, Salvador Magalhães, Cistercienses, Camponeses e Economia Rural no Minho na Época do

Antigo Regime – O Mosteiro de Santa Maria de Bouro e o seu Domínio – Vol. I, Imprensa Nacional-

Casa da Moeda, 2006

PAGARÁ, Ana F. Martelo, “Mosteiro de Santa Maria de Seiça (Portugal): História e Arquitectura”, in

AAVV, Actas do III Congreso Internacional sobre El Cister en Galicia y en Portugal, Tomo I, Ourense

(Espanha), 2006. ISBN 978-84-930553-5-2

PEREIRA, António J. S. Fernandes, O mosteiro de Santa Maria de Ceiça (da fundação ao séc. XIV),

trabalho de seminário da licenciatura de História, policopiado, FLUC, 2003

PRATAS, José Casaleiro, “Elementos para a História Eclesiástica da Freguesia do Paião”, [1927], in

Separata do Álbum Figueirense, Tipografia Popular, Figueira da Foz, 1936

RODRIGUES, José (coord.), Arte de Cister em Portugal e Galiza, Catálogo da Exposição, Fundação

Calouste Gulbenkian, 1998

SILVA, Eurico, Igreja do Paião – 100 anos, Fábrica da Igreja do Paião (Figueira da Foz), Maio de 2002

SOUSA, Maria Isabel Gaspar Ferreira de, O Mosteiro de Seiça e Industria de Descasque de Arroz (1917-

1926), trabalho de seminário em Património Industrial, FLUC, (Documento policopiado), Coimbra,

1991

VENTURA, Leontina, FARIA, Ana Santiago, Livro Santo de Santa Cruz, Coimbra, Instituto Nacional de

Investigação Científica, 1990


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Bibliografia (cont.)

Fontes Manuscritas

Arquivo Histórico Municipal da Figueira da Foz

Inventários dos Bens Cultuais do concelho (móveis e de raiz)

Biblioteca Municipal Pedro Fernandes Tomás

Documentos para a História do actual concelho da Figueira, Foz do Mondego, Livro 16

(manuscrito), de Mesquita de Figueiredo

Junta de Freguesia de Paião

Livro de Actas da Junta de Paróquia do Paião 1856-1865

Livro de Actas da Junta de Paróquia do Paião 1866-1878

Auto de Arrematação de 29-12-1895

Sitografia

Mosteiro de Santa Maria de Ceiça / Mosteiro de Seiça

http://www.monumentos.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=2791

http://www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/71634/


Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Sobre este assunto sugerimos a consulta do seguinte artigo, da nossa autoria:

“O Mosteiro de Santa Maria de Seiça nos meados do século XIX”,

in Litorais – estudos figueirenses, nº 13, ano 9, Associação Doutor Joaquim de Carvalho,

Figueira da Foz, Junho de 2012, pp. 71-101

Contacto da Associação Doutor Joaquim de Carvalho para pedidos da revista Litorais:

litorais@gmail.com

More magazines by this user
Similar magazines