,«5=^ história 2 - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro

cpvsp.org.br

,«5=^ história 2 - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro

ECONOMIA

trô durante o governo Maluf.

Na semana passada, o escândalo Mogi

voltou a ter destaque, com o depoimmto

do advogado e empresdrio Clóvis Beznos

à Comissão Especial de Inquérito da As-

sembléia Legislativa de SSo Paulo, reafir-

mando que foi vítima de um plano de ex-

torsão de Cr$ 200 milhões. Em troca,

Beznos não veria cassadas as oito linhas

intermunicipais exploradas pela Empresa

Auto-ònibus Mogi das Cruzes, da qual é

sócio e diretor. O depoimento de Beznos

levantou dúvidas sobre a participação ou

não do secretário Almino Afonso no caso.

Construtoras. Fontes ligadas à Compa-

nhia do Metrô asseguraram que estão en-

volvidas no episódio duas grandes cons-

trutoras: Andrade Gutierrez e Camargo

Correia. E assessores da Companhia do

Metrô esclareceram que, realmente, é pos-

sível que sejam anuladas todas as concor-

rências irregulares. Tanto que recente-

mente a empresa convocou todas as em-

preiteiras e mostrou-lhes as irregularida-

des, obrigando-as a refazerem os contra-

tos. Os custos dos projetos foram todos

revistos. Mas o que mais dificulta a Com-

panhia do Metrô, segundo as fontes, são

os reajustes periódicos dos custos das

obras iniciadas em governos anteriores.

As fontes da Companhia do Metrô

disseram que a maioria das informações

sobre a anulação das concorrências públi-

cas partiu da Secretaria de Negócios Me-

tropolitanos. A sindicância para apurar as

irregularidades foi aberta no dia 5 de se-

tembro, com prazo de dois meses. Essa

comissão tinha chegado a uma conclusão

cinco dias antes de Almino Afonso ter si-

do acusado de estar envolvido no escânda-

lo de Mogi. Almino não divulgou esse re-

latório e insiste que oficialmente não o

tem em mãos.

SINDICALISMO

w

«

ÜJ

<

<

tf» <

s M

P4

p* *<

CO

g 1

M

O

More magazines by this user
Similar magazines