Visão Judaica

visaojudaica.com.br

Visão Judaica

4

VISÃO JUDAICA • julho de 2003 • Av • 5763

Alunos de escola municipal

aprendem a comer melhor

Pais e alunos de Santa Felicidade envolvidos no trabalho

sobre importância da alimentação e qualidade de vida

As férias de julho não são apenas tempo de brincadeiras

e diversão, mas também o período em que

os pais devem ficar atentos à alimentação correta

das crianças. O alerta foi feito no início deste mês

por alunos da Escola Municipal Santo Inácio, em

Santa Felicidade, durante exposição dos trabalhos

realizados no semestre. O tema foi qualidade de vida,

que teve como foco a alimentação e o caminho para

uma vida saudável.

Pais, professores e alunos participaram de peças

teatrais e apresentações de música e dança. O objetivo,

segundo a pedagoga da escola, Luci Francisca da

Silva, foi conscientizar as famílias sobre a importância

da continuidade do trabalho iniciado na escola.

“As famílias mudam de rotina durante as férias, e a

falta da disciplina escolar e o excesso de brincadeiras

acabam fazendo com que as crianças consumam mais

doces, salgadinhos ou lanches pouco nutritivos. Tentamos

fazer com que pais e filhos aprendessem a montar

cardápios saborosos, mas saudáveis”, disse Luci.

O trabalho envolveu todas as disciplinas. Em sala

de aula, as crianças conheceram formas de aproveitar

corretamente os alimentos. As folhas de beterraba,

por exemplo, serviram como ingrediente de uma omelete.

Depois de discutir a questão em sala, cada aluno

preparou a receita em casa para servir a família.

O prato virou o tema de pesquisa. Com a ajuda

dos computadores do Digitando o Futuro, os resultados

foram transformados em gráficos. “Das 78 pessoas

entrevistadas, 59 aprovaram a nossa receita e

apenas 19 não gostaram do sabor da folha da beterraba”,

disse o aluno Julio Staak, de 10 anos.

Cada professor trabalhou o tema relacionando-o

com a com a sua disciplina. Nas aulas de educação

artística, os alunos fizeram a leitura de obras e imagens

que retratam a alimentação, mostrando aos

alunos como a arte se apropriou do tema e inspirou

artistas consagrados como Van Gogh, Rembrandt e

Paul Klee. Nas aulas de educação física, atividades

corporais e jogos atuaram como apoio na conscientização

da importância do alimento no desenvolvimento

do corpo. Os alunos também assistiram filmes,

desenvolveram coreografias de dança, produziram

textos e gráficos.

“O trabalho realizado pela escola é fundamental

para prevenir e controlar a obesidade infantil, um

problema que está crescendo em todo o mundo. O

período escolar é o momento da formação dos hábitos

da criança”, disse a nutricionista da Secretaria

Municipal da Educação (SME), Sirlei Valaski. Segundo

ela, a família e a escola são prioridade no combate

à obesidade através de atenção à dieta alimentar

equilibrada, incentivo à atividade física diária e

cuidados gerais com a saúde.

A SME está planejando novo curso de alimentação

e nutrição para os professores da rede. Há dois

anos, representantes das escolas municipais participaram

de 20 horas de capacitação que possibilitou

aos professores, o desenvolvimento de ações

relacionadas ao tema.

Transporte coletivo

Pessoas com mais de 65 anos devem

renovar cartão até o fim deste mês

Quase 45 mil idosos

usuários da Rede Integrada

de Transporte (RIT) estão

embarcando nos ônibus com

o cartão-transporte vencido.

A Urbs, empresa que gerencia

a RIT, lembra que as pessoas

com 65 anos ou mais

que tenham feito o seu cartão

entre março e julho do

Idosos devem renovar o cartão

nas Ruas da Cidadania

ano passado devem renovar o documento até o fim deste mês.

Com o cartão-transporte os idosos de Curitiba embarcam nos

ônibus pela porta da frente como todos os passageiros.

“Cerca de 18 mil idosos já renovaram o cartão. É importante

que todos que fizeram o documento há um ano procurem

as Ruas da Cidadania para atualizar os dados”, disse Edson

Berleze, da Urbs. É necessário apenas levar o cartão e o

documento de identidade. Quem trocou de endereço deve

informar a mudança.

A renovação pode ser feita nas Ruas da Cidadania da Matriz,

Boa Vista, Carmo, Pinheirinho e Fazendinha, das 8h30

às 17h. Berleze informou que não é necessário chegar cedo

porque o atendimento é rápido e tranqüilo. O recadastramento

pode ser feito perto de casa e não é preciso ir ao

centro para isso.

Os dados dos usuários do cartão transporte com direito a

gratuidade devem ser confirmados anualmente. A revalidação

é necessária para que o benefício seja garantido exclusivamente

aos que têm direito a ele. Em Curitiba, 98.250 idosos

usam o cartão.

A partir de agosto, quem não tiver recadastrado verá no

validador do ônibus, no momento do embarque, uma mensagem

com o prazo para a renovação e poderá até perder o

direito à gratuidade se o cadastro não for renovado.

Cesar Brustolin/SMCS

More magazines by this user
Similar magazines