07-01-2013 e 08-01-2013.pdf - Universidade Federal de Uberlândia

dirco.ufu.br

07-01-2013 e 08-01-2013.pdf - Universidade Federal de Uberlândia

Divulgado no G1 – 07/01/2013

UFU abre inscrições para mestrado em comunicação em Uberlândia, MG

Inscrições podem ser feitas até sexta-feira (11).

07/01/2013 e 08/01/2013

Interessados devem ter graduação de nível pleno reconhecido pelo MEC.

Estão abertas de 7 a 11 de janeiro, em Uberlândia as inscrições para o curso de

Mestrado Profissional Interdisciplinar em Tecnologias, Comunicação e Educação na

Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O curso é oferecido pelo Programa de

Pós-Graduação em Comunicação e Sociedade da Faculdade de Educação (Faced) e

os interessados devem ter um curso de graduação de nível pleno reconhecido pelo

Ministério da Educação (MEC).

As inscrições podem ser feitas no campus Santa Mônica, Bloco 1G, sala 156. As

aulas começam no primeiro semestre de 2013. Confira o edital no site.

http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/concursos-e-

emprego/noticia/2013/01/ufu-abre-inscricoes-para-mestrado-em-comunicacao-em-

uberlandia-mg.html

Divulgado no G1 – 07/01/2013

Geração de empregos em Uberlândia, MG, cai em 2012

Segundo Caged, foram cerca de 2 mil empregos a menos que em 2011.


Para especialista dados não são preocupantes.

Crediarista conseguiu passar de temporária para efetivada

Dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do

Ministério do Trabalho (Caged) apontam que de janeiro a novembro de 2012,

em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, o saldo de empregos ficou 20,6% menor que

o mesmo período do ano anterior. O acumulado de 2012 foi de 9.390 novos postos de

trabalho, ou seja, 2.357 empregos a menos que em 2011, quando foram registrados

11.747. Mas para os especialistas do Centro de Pesquisas Econômico-sociais da

Universidade Federal de Uberlândia (Cepes-UFU), os dados não são preocupantes.

Para a economista e pesquisadora do Cepes-UFU, Darcilene Gomes, apesar da

geração menor de empregos as perspectivas para 2013 são positivas. "No primeiro

semestre de 2012, Uberlândia teve uma geração de empregos melhor que o Brasil. A

partir de agosto arrefeceu o mercado de trabalho local e nós tivemos uma geração de

vagas no mercado de trabalho menor que o Brasil. A gente espera uma melhor

geração de empregos em 2013 até porque estão previstos para a cidade de Uberlândia

outros investimentos, então nós achamos que o desempenho em 2013, provavelmente

se nada acontecer será melhor que 2012", disse a especialista.

Na cidade o comércio foi um dos setores que movimentou a economia. Em uma loja

de calçados, no ano passado foram contratados 28 funcionários. Segundo a analista

de recursos humanos, Suellen Freitas Marra, a rotatividade de empregados no setor é

grande. "Muitos funcionários eles tentam migrar de área, eles passam para outros


setores e também buscam especializações. Procuram fazer alguma faculdade ou

algum curso e acabam pedindo conta e saindo da empresa", explicou a analista.

E foi aproveitando a rotatividade que a crediarista, Tatiane Divina conseguiu ser

contratada temporariamente e no fim do ano acabou efetivada e assumindo nova

função. "Entrei como empacotadora e tive a chance de entrar para o crediário. Eu

soube agarrar a oportunidade", disse.

http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2013/01/geracao-de-

empregos-em-uberlandia-mg-cai-em-2012.html

Divulgado no Portal do Ministério da Educação – 07/01/2013

Escola baiana une avós e netos para resgatar velhas brincadeiras

Brincadeiras antigas podem ser mais fascinantes para as crianças do que as

atuais. Afinal, são novidade para a geração dos brinquedos industrializados e dos

jogos eletrônicos. A professora Vânia Emília Dourado, 36 anos, da Escola Anísio

de Souza Marques, na zona rural de Iraquara, cidade baiana de 25 mil habitantes,

encravada na Chapada Diamantina, conseguiu envolver alunos da educação

infantil e seus avós numa proposta pedagógica para ensinar a brincar como

antigamente.

Cantigas de roda, como Seu Juquinha e Mulher Rendeira foram selecionadas

entre as muitas enviadas pelas famílias das crianças de quatro e cinco anos. O

projeto pedagógico Meus Avós Brincavam de Quê? foi um dos distinguidos este

ano no 6º Prêmio Professores do Brasil, promovido pelo Ministério da Educação.


“É preciso valorizar aquilo que está perdido. Tirar o aluno da sala para brincar,

resgatar brincadeiras antigas que a maioria das crianças de hoje não conhece”,

comenta a professora.

Foram selecionadas para o projeto pedagógico dez brincadeiras vinculadas a

vivências culturais da região. Assim, avós e pais puderam lembrar a infância e

brincar com filhos e netos.

Jaime Francisco Dourado, 78 anos, avô de Jaiane, de cinco, mostrou à neta como

ele e os amigos construíam os próprios carrinhos, com rodas de sabugo de milho

e casca de cabaça. “Nem me lembrava mais; há quanto tempo não fazia um”, diz

Dourado. “Ela gostou demais e as crianças da escola, também. Voltei a brincar, a

me divertir.”

Zulmira Emília, 68 anos, mulher de Dourado, também entrou na roda das

brincadeiras antigas. Além das cantigas cantadas em roda nos tempos de menina,

ela criava as próprias bonecas. “A gente brincava com bonecas de espiga de

milho”, lembra. “Os cabelos eram feitos de palha desfiada, que a gente amarrava;

os olhos, com carvão. Depois, era só enrolar nuns paninhos e fazer de conta que

era um nenê”, conta, feliz com as lembranças da infância. “Minha neta nunca

tinha visto esse tipo de boneca. Ela achou engraçada e brincou.”

O projeto ainda resgatou frutos típicos da caatinga que as crianças de

antigamente usavam para criar brinquedos, como o quiabento, arbusto coberto de

espinhos que pode chegar a cinco metros de altura. Com os frutos, eram

simulados animais em fazendinhas. Gravetos viravam pernas, rabos e chifres.

“As crianças de Iraquara, que é uma cidade pequena, ainda têm o hábito de

brincar na rua, mas com bola”, diz a professora. “As brincadeiras antigas, elas

não conhecem.”

Resgate — Autores como o historiador Câmara Cascudo [1898-1986] e a

professora Tizuko Kishimoto explicam que o resgate de jogos tradicionais

infantis é importante porque esses jogos partem da cultura popular e expressam a

produção espiritual de um povo em uma determinada época histórica. Como são


transmitidos pela oralidade, estão sempre em transformação, incorporando

criações anônimas das sucessivas gerações.

Pesquisas mostram a importância de resgatar os jogos tradicionais na educação e

socialização da infância, a exemplo do projeto da professora Vânia Emília. Ao

brincar e jogar, a criança cria vínculos sociais, ajusta-se ao grupo, obedece a

regras e aprende a ganhar e a perder. Valores que seguirão com ela na vida

futura.

Na experiência lúdica de brincar juntos, promovida pela Escola Anísio de Souza

Marques, netos e avós puderam cultivar a fantasia, vivenciar a amizade e a

solidariedade, traços fundamentais para o desenvolvimento de uma cultura

solidária na sociedade brasileira atual, como afirma a professora Elizabeth

Lannes Bernardes, da Universidade Federal de Uberlândia, no artigo Jogos e

Brincadeiras Tradicionais: um Passeio pela História.

Assim, durante os quatros meses do projeto da escola baiana, as crianças e seus

avós uniram-se para brincar como antigamente. “O projeto foi uma troca, um

resgate cultural e uma forma de aproximar e de integrar a comunidade escolar”,

comemora Vânia, que vai investir parte do dinheiro do prêmio em livros. “Fui

premiada, mas todos ganharam.”

Vânia começou a dar aulas antes mesmo de concluir o magistério. Já são 19 anos

de sala de aula. “A formação continuada para mim é tudo”, afirma. Ela já pensa

em um novo projeto para 2013. Agora, com a cultura escrita inserida em

cantinhos temáticos de brincar para crianças da educação infantil.

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1835

7

Divulgado no Portal Uipi – 07/01/2013

Inscrições abertas para o Mestrado Profissional em Comunicação da UFU

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) divulgou o edital do curso de

Mestrado Profissional Interdisciplinar em Tecnologias, Comunicação e


Educação, oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e

Sociedade da Faculdade de Educação (Faced). É preciso ter curso de graduação

de nível pleno reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). As inscrições

devem ser feitas de 7 a 11 de janeiro de 2013, no campus Santa Mônica, Bloco

1G, sala 156. As aulas começam no primeiro semestre de 2013.

Clique aqui para ver o edital

São 11 vagas para a linha de pesquisa “Tecnologias e Interfaces da

Comunicação” e nove para “Mídias, Educação e Comunicação”. Na primeira fase

será analisado o Plano de Trabalho, que deverá ser entregue no ato de

inscrição. A prova escrita está marcada para 18 de fevereiro. A avaliação de

currículo vai ser feita de 4 a 6 de março. O resultado final está previsto para 8 de

março. Confira abaixo o cronograma do processo seletivo:

http://uipi.com.br/destaques/destaque-2/2013/01/07/inscricoes-abertas-para-o-

mestrado-profissional-em-comunicacao-da-ufu/

Divulgado no Portal Uipi – 07/01/2013

Engenharia Biomédica da UFU oferece vagas no mestrado acadêmico


O Programa de Pós-graduação em Engenharia Biomédica da Universidade

Federal de Uberlândia (UFU) divulgou edital do processo seletivo para ingresso

no primeiro semestre de 2013. Serão ofertadas 10 vagas para alunos regulares nas

seguintes linhas de pesquisa: Engenharia de Reabilitação e Tecnologias

Assistivas (3), Sistemas Computacionais e Dispositivos aplicados à saúde (4) e

Engenharia de Sistemas de Saúde (3).

Os interessados terão o prazo de 21 a 23 de janeiro para realizar a inscrição. A

taxa é de R$ 60 e a documentação deverá ser entregue na secretaria do Programa

de Mestrado Acadêmico, localizado no Blobo 3N, no campus Santa Mônica.

O processo seletivo será realizado em duas etapas: a primeira, eliminatória, é a

prova escrita que está agendada para o dia 18 de fevereiro e a segunda,

classificatória, refere-se a análise de curriculum vitae e do histórico escolar do

candidato.

O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 27 de fevereiro. Para

mais informações acesse aqui o edital completo.

http://uipi.com.br/destaques/destaque-2/2013/01/07/engenharia-biomedica-da-

ufu-oferece-vagas-no-mestrado-academico/

Divulgado no Portal P10 Notícias – 07/01/2013

Inscrições abertas na UFU: Mestrado Profissional em Comunicação

Prazo termina no dia 11 de janeiro

UFU no bairro Santa Mônica, em Uberlândia


Foi divulgado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), o edital do curso

de Mestrado Profissional Interdisciplinar em Tecnologias, Comunicação e

Educação, oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e

Sociedade da Faculdade de Educação (Faced).

As inscrições devem ser feitas até 11 de janeiro de 2013, no campus Santa

Mônica, Bloco 1G, sala 156, em Uberlândia (MG). As aulas começam no

primeiro semestre de 2013.

A avaliação de currículo vai ser feita de 4 a 6 de março. É preciso ter curso de

graduação de nível pleno reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

São 11 vagas para a linha de pesquisa “Tecnologias e Interfaces da

Comunicação” e nove para “Mídias, Educação e Comunicação”.

A prova escrita está marcada para 18 de fevereiro. O resultado final está previsto

para 8 de março.

http://noticias.portalp10.com.br/noticia/ver/data/07-01-2013/arquivo/inscricoes-

abertas-na-ufu--mestrado-profissional-em-comunicacao-_07-01-2013_2384.htm

More magazines by this user
Similar magazines