Slides 01 da Unidade 01 - rochaarnaldo

rochaarnaldo.files.wordpress.com

Slides 01 da Unidade 01 - rochaarnaldo

Unidade 01

Prof.ª Fernanda Mendizabal

Instituto de Educação Superior de Brasília


Afirmar a importância do estudo da história para a

compreensão da Psicologia contemporânea.

Destacar a relevância das forças contextuais para a

compreensão da evolução histórica da Psicologia.


“Não há uma única forma, abordagem ou definição de

Psicologia com as quais todos os psicólogos concordem”.

Diante dessa enorme diversidade, “a única linha de

trabalho que une essas áreas e esses tratamentos distintos

para formar um contexto coerente é a história”

(Schultz & Schultz, 2009).


“O conhecimento histórico organiza a desordem e

estabelece um significado ao que parece ser um caos,

colocando o passado em perspectiva para explicar o

presente” (Schultz & Schultz, 2009).

O estudo da história é a maneira

mais sistemática de integrar as

diversas áreas e abordagens que

constituem a Psicologia moderna.


A Psicologia é uma ciência recente.

Sua institucionalização ocorreu em 1879, quando

Wilhelm Wundt (1832-1920) fundou seu laboratório na

universidade de Leipzig, na Alemanha, o qual foi

considerado o primeiro centro de Psicologia Científica da

história.


Wundt era especialista em

Fisiologia.

Foi Wundt quem empregou,

pela primeira vez, o termo

psicologia experimental, ao

descrever seus estudos sobre a

fisiologia das sensações.


As sensações já eram objeto de estudo de diversos

estudiosos da Filosofia, como os empiristas britânicos,

que as julgavam como elementos fundamentais da

mente humana.

Foi o interesse comum entre filósofos e fisiologistas que

permitiu a Wundt conceber e sistematizar a Psicologia

como uma disciplina científica experimental

independente.

Até então, o estudo de questões psicológicas era campo

exclusivo da Filosofia.


O interesse e as investigações a

respeito da natureza humana

têm os seus primeiros registros

no século V a.C., quando os

filósofos da antiguidade se

debruçavam sobre temas até

hoje contemplados pela

Psicologia contemporânea

(e.g., percepção, imaginação,

memória).


O que distingue a moderna Psicologia de suas origens

filosóficas?

- Método Científico

“Somente quando os pesquisadores

passaram a confiar na observação e

na experimentação cuidadosamente

controladas para estudar a mente

humana é que a Psicologia começou a

adquirir uma identidade distinta das

suas raízes filosóficas”

(Schultz & Schultz, 2009)


Características da ciência:

- Explicação objetiva do mundo

- Busca de relações causais

- Método experimental (controle de

variáveis)

- Busca constante de explicações

- Previsão de eventos

- Probabilidade


Historiografia: dados sobre acontecimentos históricos

estão disponíveis em fragmentos, cartas e diários,

fotografias, entrevistas, relatos oficiais, entre outros.

Dificuldades enfrentadas pelos historiadores:

- Dados perdidos ou omitidos

- Informações distorcidas (e.g., tradução)

- Informações obtidas mediante relatos tendenciosos


1. Quais foram as duas disciplinas que mais

influenciaram o desenvolvimento da moderna

Psicologia Científica? Como ocorreu essa influência?

2. Antes da emancipação da Psicologia enquanto ciência

autônoma, o estudo de questões psicológicas era campo

exclusivo de qual disciplina?

3. O que afastou a moderna Psicologia de suas origens

filosóficas?

4. O que distingue o método científico de outras formas

de produção de conhecimento? Aproveite para listar e

refletir sobre as principais características da ciência.


5. Em que consiste o termo “controle de variáveis”?

6. Defina os termos: (1) objeto de estudo e (2) método.

7. Por que os psicólogos têm tanto interesse no

desenvolvimento histórico de sua área?

8. Quais são as principais dificuldades enfrentadas pelos

historiadores no resgate de material histórico?

More magazines by this user
Similar magazines