Era o homem mais rico de todo o Oriente - Ibparque.org.br

ibparque.org.br

Era o homem mais rico de todo o Oriente - Ibparque.org.br

• Homem Íntegro<br />

• Reto<br />

• Temente a Deus<br />

• Se desvia do mal<br />

JÓ<br />

• 7 filhos<br />

• 3 filhas<br />

• 7.000 ovelhas<br />

• 3.000 camelos<br />

• 500 juntas de bois<br />

• 500 jumentas<br />

Era o homem mais rico<br />

de todo o Oriente


• E iam seus filhos à casa uns dos outros e faziam banquetes<br />

cada um por sua vez; e mandavam convidar as suas três<br />

irmãs a comerem e beberem com eles.<br />

• Sucedia, pois, que, decorrido o turno de dias de seus<br />

banquetes, chamava Jó a seus filhos , e os santificava, e se<br />

levantava de madrugada, e oferecia holocaustos segundo<br />

o número de todos eles; porque dizia Jó: Talvez pecaram<br />

meus filhos, e amaldiçoaram a Deus no seu coração. Assim<br />

fazia Jó continuamente. Jó 1:4-5


DEUS<br />

Declara<br />

a integridade<br />

de Jó<br />

Enquanto isso.....<br />

X<br />

SATANÁS<br />

Declara as<br />

más intenções<br />

de


A Declaração de Satanás<br />

• Ninguém adora e serve a Deus por nada<br />

• Por detrás de toda a retidão e integridade , o homem<br />

esconde sua verdadeira motivação: a recompensa<br />

• Ninguém ama Deus sem esperar retribuição<br />

• Se Satanás estiver certo ele encontrará justificação para<br />

sua própria queda.<br />

• O centro da guerra espiritual se dá na arena do conflito<br />

relacional e afetivo e não no do poder


A Declaração de Deus<br />

• Deus aposta no poder do amor, do<br />

relacionamento que existe por causa do afeto<br />

• Este é o poder que Deus dispõe para enfrentar a<br />

aposta que Satanás propõe<br />

• Por natureza este poder é frágil, cuja força está<br />

em cativar o coração e obter deste uma resposta<br />

igualmente afetiva e amorosa


O Campo de guerra<br />

• É um conflito entre Deus, que ama<br />

gratuitamente e incondicionalmente, e o<br />

acusador, que usa todos os recursos possíveis<br />

para provar a impossibilidade desse amor<br />

• O que está em jogo é a relação de Jó com o seu<br />

Senhor


JÓ PERDE QUASE TUDO<br />

• Seu rebanho de bois é saqueado<br />

• Seus empregados são mortos<br />

• Chuva de granizo mata as ovelhas<br />

• Os Caldeus levam os camelos<br />

• Um tempestade mata seus 10 filhos de uma<br />

única vez


A Declaração de Jó<br />

• ...Nu saí do ventre de minha mãe e nu<br />

tornarei para lá; o SENHOR o deu, e o<br />

SENHOR o tomou: bendito seja o nome do<br />

SENHOR.<br />

• Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a<br />

Deus falta alguma.<br />

Jó 1:21-22


DUALISMO<br />

RELIGIOSO<br />

• O bem contra<br />

o mal<br />

• Teologia<br />

retributiva<br />

CUIDADO!!!!!<br />

• A Esposa<br />

• Os amigos<br />

– Elifaz<br />

• Ortodoxia<br />

– Bildade<br />

• Tradicionalismo<br />

– Zofar<br />

• Parcialidade<br />

– Eliú<br />

• Trifunfalismo


Dualismo religioso<br />

• Há no mundo dois reinos em conflito, duas forças<br />

que se chocam em combate pelo destino eterno<br />

dos seres humanos, dois poderes em confronto: o<br />

poder das trevas contra o poder da luz.<br />

• Precisamos optar por um lado sacar as armas<br />

espirituais e partir para defender o reino do<br />

Senhor Jesus.


O problema do Dualismo religioso<br />

• A vida torna-se uma luta de poder<br />

• Usamos as mesmas armas de satanás, as<br />

armas do poder<br />

“Não há uma guerra espiritual, mas sim uma<br />

rebelião interna. O poder que venceu o pecado<br />

foi o poder do amor, da encarnação, da<br />

entrega, da doação.”<br />

C.S. Lewis


• Seu poder:<br />

Deus o único Senhor....<br />

– Transforma a vida<br />

– Transforma a alma humana<br />

– Nos livra das ambições do poder<br />

– Nos torna mais submissos e obedientes a Ele<br />

e sua palavra<br />

– Nos torna mais comprometidos com seu<br />

reino e sua justiça


Teologia Retributiva<br />

• “Deus abençoa o justo e pune o pecador;<br />

portanto, se Jó está sofrendo é por que<br />

Pecou.”<br />

• Sendo assim, ele deveria reconhecer seu<br />

pecado, confessá-lo, a fim de receber de volta<br />

o que lhe havia tirado.


O problema da Teologia Retributiva<br />

• Buscar a Deus não por causa de Deus, mas por<br />

causa de nós mesmos<br />

• Nós somos a razão da fé e o objeto de nosso<br />

amor


Opções de Jó<br />

• Reconhecer que os amigos tem razão, negar<br />

sua inocência e buscar a Deus por causa de si<br />

mesmo<br />

• Insistir que é inocente e negar a Deus<br />

• Reconhecer que Deus é justo, que ele é<br />

inocente, o que o levaria a negar a teologia<br />

dos amigos


A reposta de Jó<br />

• ... Antes eu te conhecia só de ouvir<br />

falar, mas agora de contigo andar.<br />

Jó 42.5


Consequências<br />

• O propósito da experiência de Jó, não foi<br />

determinado pela sua capacidade de vencer as<br />

catástrofes.<br />

• O propósito foi<br />

– O de render seu coração<br />

– Transformar sua teologia<br />

– Fazê-lo viver um encontro com Deus que<br />

transformou sua linguagem sobre Deus


• Jesus<br />

Outros exemplos<br />

• Pedro


A guerra espiritual e o<br />

silêncio de Deus<br />

• O silêncio da oração e da intercessão<br />

• O silêncio da espera por nossa resposta<br />

• O silêncio pelo reconhecimento de nossas<br />

motivações mais secretas


Conclusão<br />

• Nosso chamado é para subir ao Calvário ,<br />

para sofrer todas as implicações do amor e<br />

do serviço e resistir a todas as investidas<br />

malignas<br />

• A vitoria espiritual é resposta do amor<br />

incondicional e desinteressado a Deus e a<br />

seu reino


• Enquanto permanecermos íntegros nas<br />

nossas motivações e desejos;<br />

• Enquanto permanecermos no caminho do<br />

discipulado e da cruz;<br />

• Enquanto permanecermos obedientes e<br />

submissos ao Senhor e Sua palavra;<br />

• Permaneceremos ao lado de quem é e<br />

sempre será vencedor

More magazines by this user
Similar magazines