Mais potênCia para - Mahle.com

mahle.com

Mais potênCia para - Mahle.com

Mais potênCia para

Í N D I C E

Esta edição do mAHLe Aftermarket News é sobre nada

mais, nada menos, que o futuro. Sobre perguntas e respostas

a respeito de sistemas de propulsão automotivos

que estão por vir. Sobre abrir novas oportunidades, como

o lançamento de turbos, com o qual a MAHLE fará uma

valiosa contribuição ao mercado. Sobre o processo de

reestruturação e modernização de nossas marcas MAHLE

Original e Metal Leve. Sobre dicas importantes e úteis para

outro segmento de negócio em expansão nas ofi cinas – a

substituição de válvulas. Sobre os benefícios que você recebe

quando a MAHLE desenvolve equipamento original para

módulos de fi ltração do óleo – principalmente aumento de

vendas do produto – e as vantagens a partir do biodiesel.

Além disso, trazemos informações do Aftermarket no Brasil,

como lançamento de produtos, aniversários de parceiros,

inspeção técnica veicular, convenções, nossa reunião anual

de vendas, prêmios, cursos de motores, palestras e homenagem

a profi ssionais pelo Dia Internacional da Mulher.

o MErCado

CHEgou a linHa dE turbos MaHlE

2 EDITORIAL

Edvaldo R. S. de Souza,

Gerente Nacional de Vendas

3 MAHLE MUNDO

Sistemas de propulsão: perguntas

e respostas do Prof. Dr.

Heinz K. Junker, Presidente

Mundial do Grupo MAHLE

4 MAHLE MUNDO

Mais potência para o mercado:

chegou a linha de turbos

MAHLE

6 MAHLE MUNDO

Valiosas dicas sobre substituição

de válvulas

8 MAHLE MUNDO

Biodiesel: um desafi o para o

sistema de combustível

10 MAHLE MUNDO

Conheça a nova estratégia de

marcas do Grupo MAHLE

12 EVENTOS

Inspeção Técnica Veicular

A F T E R M A R K E T

J O R N A L P A R A O S D I S T R I B U I D O R E S , L O J I S T A S , A P L I -

C A D O R E S E R E P A R A D O R E S D O S E T O R D E A U T O P E Ç A S

13 EVENTOS

Homenagens pelo Dia

Internacional da Mulher

14 PRODUTOS

Lançamentos de produtos

no Brasil

16 EVENTOS

Convenção DPK:

Encontro Mais Liderança

Mais informações nas páginas 4 e 5.

17 EVENTOS

Reunião Anual de Vendas MAHLE

18 EVENTOS

Ações do Aftermarket

no Brasil

20 EVENTOS

Reconhecimentos e

Premiações

1/2010

www.mahle.com.br


Editorial

P R E z A D O S L E I T O R E S

Edvaldo R. S. de Souza,

Gerente Nacional de Vendas

2

Vamos aproveitar este espaço para falar um pouco sobre as

diretrizes do aftermarket mundial da MAHLE, já que todas as

plantas são regidas a partir das mesmas orientações gerais,

ainda que adaptadas localmente. Este editorial foca essencialmente

a influência exercida no aftermarket pelos turbocompressores,

também matéria de capa desta edição.

Há vários anos a MAHLE tem desenvolvido tecnologias do

futuro para motores com

turbocompressores. Na

IAA 2007, em Frankfurt,

os primeiros turbocompressores

desenvolvidos

pela MAHLE foram apresentados

para motores a

gasolina e diesel, assim

como um motor turbo

completo mostrando a

tecnologia do futuro.

Devido ao crescente

número de veículos com

t u r b o c o m p r e s s o r e s ,

especialmente no segmento

de carros de passageiros,

sua demanda

também está crescendo

no aftermarket. Além disso,

os motores a diesel

sem turbocompressores

se tornaram difíceis de imaginar e alguns motores a gasolina

aspirados não estão mais sendo fornecidos ao mercado.

Os turbocompressores agora também são parte do equipamento

padrão, no caso de versões básicas de motores para

todos os tipos de veículos.

No Brasil, a MAHLE Metal Leve S.A. está lançando uma

linha de turbos para motores diesel.

Essa é uma grande contribuição para o mercado, pois

garante melhor desempenho para os veículos e oferece

mais potência, resistência e durabilidade aos motores.

Comercialmente, é uma ótima oportunidade de turbinar as

vendas também. Confira a matéria nas páginas 4 e 5.

Outro assunto em destaque nesta edição é o processo de

reestruturação e modernização de nossas marcas MAHLE

Original e Metal Leve, visando o fortalecimento de nossa

identificação junto ao mercado. O logotipo MAHLE Original

passará a ser azul. A embalagem dos componentes de

motor da MAHLE continua vermelha e a embalagem dos

filtros continua azul, por uma questão de identificação já

firmada no mercado. As mudanças nas embalagens serão

implantadas gradativamente. Veja mais detalhes sobre o

assunto nas páginas 10 e 11.

No mais, continuamos usando esta publicação para atualizar

nossos leitores sobre as atividades de aftermarket.

De forma especial, destacamos que recebemos alguns

prêmios muito gratificantes, como o Mérito Reconhecido

2010, o Everest 2010, o Mais Diesel e o Sindirepa, temas de

matéria na página 20, dentre outros assuntos.

Esperamos que você aproveite bem a leitura.

Um abraço e até a próxima!

Edvaldo R. S. de Souza


a questão sobre o “ampliador de autonomia”: o motor de combustão

interna será em breve usado apenas para estender a faixa de propulsão

da bateria – sem conexão ao eixo de potência ?

Prof. Dr. Junker: O assunto do ampliador de autonomia ainda está voltado

para um futuro distante. É questionável, no entanto, se ele irá chegar ao mercado

em grandes números. Caso considere a cadeia de eficiência do sistema

completo, ainda restam algumas questões não respondidas. Para avaliar o

conceito do ampliador de autonomia corretamente, é necessário olhar a tecnologia

de vários ângulos distintos. A MAHLE está atualmente investigando as

diferentes opções de sistemas por meio de um estudo detalhado.

a questão do downsizing: híbrido pleno ou downsizing – qual conceito

de propulsão deverá prevalecer?

Prof. Dr. Junker: Será interessante ver como o híbrido pleno irá competir

com o downsizing. Ambas as tecnologias apontam na mesma direção,

que é operar os motores de combustão interna em faixas que os tornem

mais eficientes na operação do dia a dia. Com o downsizing, é possível

atingir 80 a 90% da redução de CO 2 de um híbrido pleno – a custos significativamente

menores.

a questão do motor de combustão interna: o motor de combustão interna

como propulsor de um veículo – qual será sua aparência em 2020?

Prof. Dr. Junker: Aqui também é necessário diferenciar entre um motor

de combustão autônomo e um sistema com motor elétrico como um

híbrido paralelo. Um motor de combustão interna, que é combinado com

um acionamento elétrico, será de alguma forma mais simples em projeto

que os motores atuais. Contudo, um motor de combustão interna para

operar como o único propulsor do veículo será muito mais versátil do que

hoje. Uma tendência geral se aplica a ambas as categorias de motor: eles

serão menores em termos de cilindradas e no número de cilindros.

a questão da otimização: qual é a tendência para motores de combustão

interna – em direção a motores a gasolina ou a diesel?

Prof. Dr. Junker: Para motores a gasolina, downsizing com supercompressão,

assim como a injeção direta, são tendências fortes. Para implementar

as potências específicas altas, geradas no downsizing, uma grande

quantidade de esforço é necessária em termos de projeto mecânico

dos motores. Isso é similar para motores a diesel, ainda que com prioridades

distintas. A tendência aqui também é no sentido do downsizing.

No entanto, o foco está sobre pressões de injeção e de carregamento

mais altas.

Professor Dr. Heinz K. Junker,

Presidente Mundial do Grupo

MAHLE.

de propulsão

(E outras sEtE)

uMa quEstão do sistEMa

Motor ElétriCo, ConCEitos Híbridos ou Motor dE CoMbustão intErna otiMizada – qual sErá a aparênCia do sistEMa dE

propulsão do futuro? prof. dr. HEinz K. JunKEr, prEsidEntE Mundial do grupo MaHlE, rEspondE quEstõEs sobrE o futuro

do Carro E sEus ConCEitos dE propulsão.

a questão do turbocompressor: como a MaHlE otimiza a troca de carga?

Prof. Dr. Junker: Isso pode ser feito com trens de válvulas totalmente ou

parcialmente variáveis, assim como desativação de cilindros durante a

condução. A tecnologia MAHLE CamInCam ® é basicamente um eixo de

comando duplo no qual um eixo interno é posicionado no interior de um

eixo externo para que possa girar, permitindo que ambos os eixos sejam

ajustados independentemente um do outro, possibilitando obter um tempo

variável de abertura e fechamento das válvulas. O motor gera até 10% mais

torque e tem consumo de combustível até 8% menor. O eixo de comando

variável também é a base para um trem de válvulas totalmente variável, que

é significativamente mais simples em projeto que outras soluções. Isso cria

uma vantagem para os turbocompressores, uma vez que compensa o efeito

de turbo lag na menor faixa de rotação do motor. Isso é significativamente

mais barato que uma turbocompressão de dois estágios e ainda fornece

características de respostas muito boas do motor.

a questão do material: pistão feito de alumínio ou aço – qual irá prevalecer?

Prof. Dr. Junker: Em motores a diesel de veículos de passageiros, picos de

pressão de 200 bar ou mais podem ser esperados – uma carga pesada para os

materiais. Para veículos comerciais, os fabricantes de motores optaram pelos

pistões de aço. Também os carros de corrida a diesel da Le Mans, com motores

similares aos dos veículos de passageiros, têm pistões de aço. No futuro, é

aceitável que eles deverão ser usados em carros de passageiros em série.

a questão do Co 2 : onde você vê o maior potencial de economia – nos

veículos elétricos ou no motor a combustão interna?

Prof. Dr. Junker: Se realmente quisermos tratar o assunto da redução de CO 2

com seriedade, motores a combustão interna com consumo significativamente

reduzido de combustível terão efeitos consideravelmente maiores do que

os carros elétricos, hoje e durante as próximas décadas. Pelo exemplo de um

motor downsizing de 3 cilindros, que foi desenvolvido como um demonstrador

de tecnologia e está equipado com inovações do portfólio de produtos

da MAHLE, atingimos uma redução de 30% no consumo de combustível – e,

portanto, uma redução de emissões de CO 2 semelhante.

a questão do combustível: o que abastecerá os tanques no futuro?

Prof. Dr. Junker: Biocombustíveis de segunda geração, que não estão em

conflito com a cadeia alimentar, ganharão importância significativa no futuro. O

portfólio de produtos da MAHLE inclui componentes especialmente projetados

para motores com combustíveis alternativos como etanol. Também na operação

com gás, componentes e materiais especiais são incluídos no programa.

MaHlE KolbEn Mundo

& Co.

3


MaHlE Mundo

ConHEça a linHa dE

turbos

MaHlE

VocÊ deScobrirá por que o LÍder mundiAL em componenTeS de moTor

AGorA TAmbém é GArAnTiA de mAiS poTÊnciA no brASiL.

a MaHlE Metal leve s.a. está lançando no brasil a linha de turbos

para motores diesel, que oferecem o máximo em potência, resistência

e durabilidade, garantindo um melhor desempenho para o veículo.

Como líder mundial em componentes de motor, consideramos que

essa é mais uma contribuição para acelerar a evolução do mercado e

potencializar a satisfação de nossos parceiros e do consumidor fi nal.

quALidAde reconHecidA mundiALmenTe

a qualidade MaHlE está presente em uma ampla linha de produtos

desenvolvidos por profi ssionais qualifi cados, testados em rigorosas

condições e aprovados pelos mais exigentes consumidores. Com es-

4

trutura organizada em escala mundial, respeitamos as características

de cada mercado, para melhor atender a todos.

ForTe preSenÇA no brASiL e no eXTerior

no brasil, oferecemos linhas completas de pistões, fi ltros e válvulas,

além de pistões com anéis, kits, bronzinas, camisas, anéis para pistões,

tuchos, engrenagens, juntas, eixos de comando, guias e sedes de válvulas

e bielas. para isso, o grupo MaHlE, por meio da MaHlE Metal leve

s.a., reúne seis fábricas no país, bem como um Centro tecnológico em

Jundiaí (sp) e um Centro de distribuição em limeira (sp), atendendo a

todo o mercado de reposição nacional e do exterior.


Linha de turbos incorpora toda a potência do Grupo MAHLE

Com essa estrutura e experiência, estamos prontos para

mais um importante passo em nossa trajetória rumo à inovação

e à tecnologia de ponta. O lançamento dessa linha de

turbos para motores diesel amplia ainda mais a nossa presença

no setor automotivo brasileiro. O padrão de qualidade

do Grupo MAHLE está presente no desenvolvimento e produção

da nova linha de turbos, garantindo o máximo desempenho

para todas as aplicações disponíveis.

Kit de lançamento

Para o lançamento de tão importante linha de nosso portfólio

e para o mercado conhecer um pouco mais sobre o Gru-

po MAHLE, algumas ações de divulgação

foram implementadas.

Uma delas foi o desenvolvimento de

um kit especial (ilustrado ao lado),

composto de um folheto institucional,

uma lista de aplicação, o certificado

de garantia e um folheto técnico

explicativo sobre falhas – esses

dois últimos itens acondicionados

dentro da embalagem, acompanhando

o produto.

Turbo: SAber TrocAr é Tão imporTAnTe quAnTo SAber comprAr

Não basta saber escolher na hora de comprar, é necessário seguir adequadamente as recomendações técnicas na hora de substituir

componentes. Alguns cuidados são fundamentais na hora da montagem, para garantir que a vida útil do turbo seja a maior possível.

siga essas dicas para o melhor rendimento de seu turbo:

substituir o filtro do ar: ele impede que ocorram contaminações

e que objetos estranhos entrem e danifiquem o turbo.

revisar tubos de passagem de ar, mangueiras, conexões,

alojamentos e caixas dos filtros do ar.

Entrada de corpo estranho que danificou o rotor frio do turbo.

(Fig. 1)

Entrada de abrasivo que desgastou o rotor e a carcaça. (Fig. 2)

substituir o filtro do óleo: para garantir a circulação adequada

de lubrificante e a remoção de resíduos e borra de óleo que

obstruem a lubrificação do turbo. A escolha do óleo e o período

de troca do lubrificante devem seguir as especificações da

montadora do motor ou do veículo.

Canais de circulação de lubrificantes obstruídos por borra. (Fig. 3)

Canais de circulação de lubrificantes livres. (Fig. 4)

Medir a pressão do sistema de lubrificação: para garantir

a correta lubrificação do sistema e do turbo.

Procedimento de medida da pressão do óleo. (Fig. 5)

Mancais danificados por baixa pressão e circulação do óleo.

(Fig. 6)

Quando necessário, é preciso trocar os flexíveis de lubrificação

do turbo e verificar se eles estão na posição correta para evitar

falha de lubrificação. (Fig. 7)

Aqui, o óleo sai do cabeçote do filtro, por onde ele deveria

estar entrando. Essa inversão bloqueia a circulação adequada

do lubrificante, danificando o turbo. (Fig. 8)

Cuide bem do seu veículo.

Escolha turbos e filtros com a reconhecida qualidade

MaHlE original e Metal leve e fique sempre atento às

recomendações do fabricante.

Fig. 1 Fig. 2

Fig. 3 Fig. 4

Fig. 5

Fig. 6 Fig. 7

Fig. 8

MaHlE Mundo

5


MaHlE Mundo

frEquênCia dE

troCa

apEsar da quiloMEtragEM CrEsCEntE dos atuais MotorEs a

6

CoMbustão intErna – ou EXataMEntE por Causa dEla, EXistE

uMa EXplosão no MErCado dE válvulas. Mais E Mais frEquEntEMEntE,

ofiCinas sE dEparaM CoM vEíCulos quE prECisaM

tEr suas válvulas substituídas. no Entanto, EXistEM alguns

pontos quE dEvEM sEr obsErvados.

válvulas são um exemplo clássico para a demanda das ofi cinas, devido à negligência na manutenção. isso porque as razões para danos de

válvulas são – além do desgaste normal – em muitos casos correias de distribuição velhas ou partidas, correntes quebradas ou trocas de óleo

atrasadas. outra razão comum para o dano à válvula: erros de direção, como inadvertidamente reduzir a marcha em altas velocidades do motor

– ocasionando válvulas empenadas ou até mesmo quebradas. E também não devem ser ignorados os casos quando o dano à válvula ocorre logo

após a sua substituição – devido a um erro (evitável) de encaixe.


válvulas dEvEM fornECEr uMa vEdação pErfEita

As válvulas vedam a câmara de combustão e cuidam da troca

otimizada de cargas. Como elas estão constantemente em movimento

– e isso sob condições tribológicas difíceis e o efeito

dos gases agressivos ou dos gases de escape – elas são sujeitas

ao desgaste natural. Isso pode ser acelerado devido a condições

extremas tais como sobrecargas térmicas ou mecânicas.

As válvulas devem, portanto, ser geralmente substituídas

quando qualquer sinal de dano é notado.

por quE é pErigoso rEaprovEitar as válvulas?

É arriscado recondicionar válvulas velhas. Frequentemente, não

é possível reconhecer a extensão do dano à válvula a olho nu.

O material da válvula pode ter sido submetido a sobrecargas

térmicas – ou sobrecargas mecânicas, que podem ter causado

microtrincas incipientes no componente. Também é difícil avaliar

se a área do assento da válvula e as áreas endurecidas são

resistentes o sufi ciente para retrabalho (e se o desgaste é ainda

admissível) ou se o assento pode ser retifi cado corretamente.

Esse recondicionamento não faz sentido em termos econômicos

de qualquer forma – e qualquer ofi cina respeitável não deve

correr o risco sério de dano ao motor devido a válvulas velhas.

dEsMontagEM: a fErraMEnta CorrEta é Muito

iMportantE

Para evitar danos irreparáveis ao cabeçote do motor, as molas

da válvula devem ser protegidas durante a desmontagem – por

exemplo, usando-se um compressor de mola de válvula ou um

dispositivo de tensionamento de mola de válvula (veja imagem).

As chavetas anelares são mais bem removidas com um bastão

magnético.

Dica: para evitar a montagem de peças incorretas é recomendado

comparar as válvulas desmontadas com as novas antes do

descarte – com relação ao diâmetro da haste, comprimento total,

diâmetro da cabeça da válvula e ângulo da sede da válvula .

MontagEM: vErifiquE taMbéM as guias E as sEdEs

das válvulas!

As condições das guias da válvula e dos insertos do assento da

válvula devem ser verifi cadas antes que as novas válvulas sejam

montadas. Caso marcas fortes de desgaste estejam presentes,

as guias e sedes de válvulas deverão ser retrabalhadas ou substituídas.

A nova válvula deverá ser inserida por baixo, através da

guia da válvula.

substituição das guias da válvula E bruniMEnto

dos furos

A folga entre a haste da válvula e a guia da válvula está muito grande?

Nesse caso, as guias da válvula devem ser substituídas juntamente

com as válvulas. Depois de instalar as novas guias de válvulas,

é recomendado brunir os furos. Somente esse procedimento

assegura que elas tenham o diâmetro correto, sejam cilíndricas e

não tenham rebarbas – e possam proporcionar bom desempenho

junto com as novas válvulas. O brunimento é um método muito

preciso e fi no de acabamento, que deve ser realizado apenas manualmente

com a ajuda de óleo de corte para lubrifi cação.

insErto do assEnto da válvula dEsgastado?

Nesse caso, ele deverá ser retrabalhado ou substituído por um

novo inserto do assento da válvula. As superfícies da guia e do

assento devem ser perfeitamente alinhadas – só então a nova

válvula poderá fornecer uma boa vedação.

assEnto E rECEsso

Depois da inserção da nova válvula, a posição correta do recesso

deverá ser checada. No próximo passo, as vedações da haste da

válvula devem ser encaixadas com a ajuda da bucha de montagem

(a bucha de montagem é fornecida pela maioria dos fabricantes

de vedações juntamente com a vedação da haste da válvula

e previne danos à extremidade sensível do selo).

a Mola da válvula não Está rEta?

Para continuar a montagem, assegure-se de que a mola da

válvula está posicionada corretamente no cabeçote do motor.

Existe um risco de que as molas da válvula estejam encaixadas

em ângulo devido ao desenho de alguns motores. Durante a

partida do motor, a mola pode se mover para um lado, em direção

ao bloco. O grande momento fl etor resultante no retentor

da mola da válvula pode levar à ruptura ou quebra da válvula

com o resultado de dano ao motor.

novas válvulas – novas travas dE válvulas

Uma chaveta anelar se apóia na válvula durante a operação.

As chavetas anelares das válvulas velhas não se encaixam

exatamente nas novas válvulas. Principalmente quando chavetas

anelares de válvulas individuais são reencaixadas de

maneira aleatória, existe um risco de cargas desiguais, esforços

torsionais, picos de pressão e, portanto, de válvulas quebradas

na região da ranhura. Resumindo: novas chavetas

anelares protegem contra danos ao motor.

livrE para girar

Válvulas com múltiplas ranhuras precisam ser capazes de

girar em suas travas de válvulas anelares. A rotação das válvulas

durante a operação auxilia a vedação e a dissipação

do calor, reduz o desgaste na base da válvula e evita o acúmulo

de depósitos na superfície de selagem. É necessário,

portanto, checar se as válvulas podem girar – uma válvula

que não pode girar pode impactar permanentemente o cabeçote

do motor.

as válvulas Estão rEalMEntE vEdando a passagEM

dE gasEs ?

Um teste de vácuo é a melhor verifi cação. Alternativamente, a

selagem da válvula pode ser checada usando-se um líquido

de baixa viscosidade (gasolina ou limpador de freio, por exemplo).

Para conseguir esse resultado, o cabeçote do motor deve

ser girado para cima e, então, o líquido será derramado nas

cabeças das válvulas. Caso o líquido drene, as válvulas não

estão selando corretamente.

válvulas Já fornECidas rEtifiCadas

Hoje em dia já não é necessário retifi car as válvulas como era

comum no passado. As superfícies de selagem das válvulas

são produzidas com alta precisão pela MAHLE – e graças às

ferramentas de pré-setagem precisas, os assentos das válvulas

são usinados adequadamente para fornecer vedações perfeitas

com as válvulas.

aJustE dE folga da válvula CoM tuCHo HidráuliCo

Caso tuchos hidráulicos de válvula sejam usados para acionamento

da válvula, é recomendável esperar 12 horas após a

montagem antes de ligar o motor novamente. Esse tempo é

necessário para permitir que qualquer excesso de óleo seja

drenado dos tuchos hidráulicos da válvula. Alternativamente,

os tuchos hidráulicos da válvula podem ser esvaziados antes

da montagem.

prograMa CoMplEto – CoMo uM ConJunto E individualMEntE

O programa de válvulas MAHLE compreende inúmeras aplicações

de veículos de passageiros ou comerciais em diferentes

materiais e projetos, de acordo com as demandas do

mercado de equipamentos originais. Todos os tipos de válvulas

estão disponíveis – o que fornece uma boa base para

reparos voltados para as necessidades dos clientes e para a

demanda.

1

MaHlE Mundo

Um dispositivo de tensionamento de mola

de válvula é útil durante a desmontagem da

válvula.

2

O furo da guia da válvula deve ser brunido

manualmente com a ajuda de óleo de corte.

3

Cuidado – se a mola não estiver encaixada

de forma reta, a válvula pode ser danifi cada

e causar falha do motor.

4

Travas de válvulas gastas não se encaixam

nas novas válvulas e são, portanto, causa de

sua quebra.

5

Por razões de segurança: um teste a vácuo

verifi ca a vedação das válvulas.

7


MaHlE Mundo

biodiEsEl:

uM dEsafio

para o sistEMa dE CoMbustívEl

a Mudança do CoMbustívEl fóssil para o biodiEsEl tEM suas arMadilHas, CoMo, por EXEMplo, filtros

do CoMbustívEl Entupidos dEvido a dEpósitos antigos dEsloCados. daMos aqui uMa visão gEral

dos possívEis EfEitos dEssEs CoMbustívEis altErnativos sobrE o sistEMa dE CoMbustívEl – bEM

CoMo suas Causas.

apesar das controvérsias, mais e mais proprietários de frotas e veículos estão preferindo o biodiesel – e mais e mais biodiesel fl ui dentro de tanques

de combustível. na maior parte do tempo, ele é adicionado ao diesel feito de combustível fóssil – em países europeus até 7% (b7) de biodiesel são

adicionados ao diesel fóssil por empresas como padrão – mas também o biodiesel puro (b100) é usado mais frequentemente. Entretanto, especialmente

em sua forma pura, ou alternado com o diesel fóssil, o biodiesel pode ser mais desafi ador para o sistema de combustível do veículo e, por

exemplo, pode entupir o fi ltro do combustível devido a depósitos deslocados dos tanques e tubulações.

8


dEpósitos no sistEMa dE CoMbustívEl Causados

pElo diEsEl fóssil E dEsloCados pElo biodiEsEl

Quando o diesel de origem fóssil é usado, ele leva à formação

de depósitos no sistema de combustível. Quando se muda

para o biodiesel, esse age como um solvente: os velhos depósitos

de diesel no tanque e nas tubulações são liberados e se

acumulam no filtro do combustível, que pode entupir completamente

devido à carga adicional e repentina. As possíveis

consequências: o fornecimento de combustível é interrompido

e o veículo para. Especialistas recomendam, portanto, substituir

os filtros do combustível algumas centenas de quilômetros

após a troca do diesel convencional para o biodiesel, apenas

por segurança.

Da mesma maneira, quando existem trocas frequentes entre

biodiesel e combustível fóssil, o entupimento crescente do filtro

do combustível poderá ser observado. Os depósitos que

são repetidamente causados por diesel fóssil são posteriormente

deslocados pelo biodiesel e levados para dentro do filtro

do combustível. Esse tipo de abastecimento misto não é

recomendado.

biodiEsEl – bastantE agrEssivo

O biodiesel não pode apenas dissolver depósitos antigos, mas

ocasionalmente também os materiais plásticos usados no sistema

de combustível, elastômeros, colas ou até mesmo metais.

Além disso, proteções contra corrosão, tais como galvanização

por zinco ou revestimentos internos de tanques baseados em

resina, podem ser afetadas pelo biodiesel. Quando o biodiesel

reage com os materiais usados no sistema de combustível,

substâncias com características de saponáceos podem se formar

e entupir seu filtro de combustível. É fortemente recomendado,

portanto, consultar as informações dos fabricantes de

veículos antes que o biodiesel seja usado.

água no diEsEl – uM CaMpo fértil para a rEprodução

dE MiCro-organisMos

Combustível diesel – seja de origem fóssil ou feito a partir de

matérias-primas renováveis – sempre contém uma pequena

quantidade de água com nutrientes que fornecem a base para

o crescimento livre de bactérias, leveduras, algas e fungos. Para

o biodiesel, a capacidade de sorver água e, portanto, sua capa-

cidade de acúmulo de água é ainda maior e a separação da

água no filtro do combustível é reduzida. Como a água promove

bioatividade, existe um risco crescente de que micro-organismos

possam se desenvolver e fazer com que o combustível se

quebre em seus componentes básicos e leve à corrosão ou

formação de biomassa. Quando o filtro do combustível é repetidamente

entupido pelo material gelatinoso, esse tipo de “praga

do óleo diesel” pode ser a razão.

A condensação da água no tanque do veículo pode constantemente

fornecer os nutrientes para os micro-organismos. Para

conter o crescimento de tais micro-organismos, o combustível

diesel não deve ser armazenado por longos períodos de tempo.

Caso isso não possa ser evitado, o tanque deve ser sempre

mantido o mais cheio possível – um maior volume de ar favorece

a formação de água de condensação. Também o armazenamento

em locais quentes (por exemplo, em tanques acima do

solo, expostos à radiação solar, como os usados na agricultura)

promove a formação de micro-organismos.

biodiEsEl E o ólEo do Motor – uMa Mistura problEMátiCa

O biodiesel também pode penetrar no óleo do motor, principalmente

através da saia do pistão. Isso pode diluir o óleo do motor

com combustível – com o resultado de uma lubrificação reduzida

e temperaturas do óleo aumentadas. Para veículos que

operam com biodiesel é, portanto, recomendado observar exatamente

os intervalos de troca de óleo ou, melhor ainda, encurtá-los.

Geralmente, pode-se dizer que, para veículos movidos a biodiesel,

é essencial cumprir os intervalos de troca e serviço para os

filtros do óleo e do combustível. No entanto, é aconselhável reduzir

os intervalos normais pela metade: filtros do combustível

devem ser, portanto, trocados após um máximo de 6 meses.

Biodiesel – o que, como e quando?

O nome biodiesel é dado a combustíveis que são obtidos de

matérias-primas renováveis. Na Europa, o biodiesel é predominantemente

obtido de óleo de colza, que é convertido em metil

éster de ácido graxo de óleo de colza (RME) com a ajuda do

metanol – um combustível que tem as propriedades do óleo

diesel. Também metil éster de ácido graxo (FME, FAME), metil

éster de girassol (SME) ou metil éster de óleo usado (AME) são

combustíveis de biodiesel.

O biodiesel é conhecido como um combustível neutro em termos

de CO 2 , uma vez que a quantidade de CO 2 que é liberada

durante sua combustão é a mesma que foi tomada pelas plantas

a partir da atmosfera anteriormente. Especialistas ambien-

tais apontam que o baixo nível de enxofre e as emissões significativamente

menores de fuligem, de hidrocarbonetos e de

material particulado, assim como sua rápida biodegradabilidade

quando comparada à do diesel fóssil, contam como pontos

ecológicos extras.

Por outro lado, as emissões que são geradas durante o cultivo,

a produção e a utilização (por exemplo, os gases promotores

da destruição da camada de ozônio, tais como dióxido de carbono

e óxido nitroso) também precisam ser computadas. Além

disso, é considerado problemático o fato de que terra cultivável,

que poderia ser usada para produção de alimentos, seja necessária

para o cultivo de biodiesel.

MaHlE Mundo

Papel filtrante plissado – resultado:

elemento filtrante colapsado.

9


MaHlE Mundo

ConHEça a nova

Estratégia

dE MarCas do grupo MaHlE

pArA ForTALecer AindA mAiS A noSSA idenTiFicAÇão peLoS cLienTeS, diAnTe do creScimenTo do Grupo mAHLe noS

ÚLTimoS AnoS, noSSAS mArcAS eSTão pASSAndo por um proceSSo de reeSTruTurAÇão e moderniZAÇão. conFirA o

que mudou.

10


M e t a l L e v e : u m a m a r c a d e c r e d i b i l i d a d e

MaHlE original: a “global star” no portfólio de marcas

do mercado de reposição

A marca MAHLE é sinônimo de qualidade em componentes

de motor e filtros para os mercados de reposição e equipamento

original. Até agora, nossos componentes de motor

estavam disponíveis com a marca MAHLE Original e os filtros,

com a marca MAHLE Filter. Estamos abolindo a distinção

entre os componentes de motor e os filtros. Agora você

encontrará os filtros MAHLE com a marca MAHLE Original.

O logotipo MAHLE Original passará a ser azul – a cor do

Grupo MAHLE. Como os componentes de motor têm sido

associados à cor vermelha e os filtros, à cor azul, mantivemos

esse padrão: a embalagem dos componentes de motor

da MAHLE continua vermelha e a embalagem dos filtros

continua azul.

Metal leve: a protagonista da américa do sul em componentes

de motor e filtros

A tradicional marca Metal Leve faz parte da família MAHLE

há muito tempo e se tornou símbolo de componentes de

motor. Há alguns anos, os filtros também foram incluídos

nessa linha e hoje o nome Metal Leve significa reconhecimento

e alta fidelidade de nossos clientes, com produtos

conhecidos por seu padrão internacional de qualidade. Essa

marca representa nossa história, experiência e credibilidade

para nossos clientes e parceiros do Brasil e de vários outros

países.

Agora, o portfólio de produtos da marca será novamente

ampliado, incluindo também os anéis de pistão Metal Leve,

em substituição à marca Cofap Rings, que será extinta a

partir de janeiro/2011. Por isso, o Grupo MAHLE decidiu reformular

a marca. O novo logotipo é uma evolução da versão

anterior – ou seja, uma pequena alteração na representação

da expressão “Metal Leve”. Já as embalagens de compo-

o que mudA nA práTicA?

anteriores

anteriores

nentes de motor e de filtros Metal Leve continuam amarelas,

como há décadas, apenas com a inclusão do logo azul do

Grupo MAHLE.

A nova marca Metal Leve traduz tudo o que já fizemos, toda

a inovação e qualidade que o mercado conhece. Ao mesmo

tempo, sendo uma evolução da versão anterior, ela reafirma

nosso compromisso com o aprimoramento constante de

produtos e serviços, para ampliar parcerias e a satisfação

dos clientes. Porque esses valores não mudam com o tempo,

apenas evoluem.

As mudanças nas embalagens serão implantadas gradativamente.

No período de transição, você receberá alguns produtos

nas embalagens antigas, mas nada foi alterado em

termos de qualidade.

novo

novo

anterior novo

MaHlE Mundo

11


EvEntos

inspEção téCniCa

vEiCular

O GMA – Grupo de Manutenção Automotiva é composto pelas entidades

Sindipeças – Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos

Automotores, Andap – Associação Nacional dos Distribuidores de

Autopeças, Sincopeças – Sindicato do Comércio Varejista de Peças e

Acessórios para Veículos e Sindirepa – Sindicato da Indústria de Reparação

de Veículos e Acessórios. Todos os elos dessa cadeia de negócios

estão unidos para garantir o sucesso do grupo, que tem uma agenda de

atividades com foco especial para a Inspeção Técnica Veicular e Ambiental.

A inspeção contempla importantes aspectos como a normalização e certificação

de produtos e serviços, a capacitação e certificação profissional,

a comunicação e a legislação relativas ao tema.

Sob a coordenação do grupo, destacam-se os projetos Carro 100%, Caminhão

100% e Moto 100% – iniciativas que mostram ao motorista a

importância da manutenção preventiva dos veículos.

12

A MAHLE apoia as ações do projeto, de forma irrestrita, por considerá-lo

de extrema importância para o setor.

“No caso de manutenção, destacamos a inspeção veicular gradativa da

Nova Dutra, na qual a MAHLE participa fazendo a checagem dos filtros. A

manutenção preventiva traz vantagens em termos de segurança, economia

e meio ambiente. Muitos acidentes acontecem por falhas nos veículos

ou uso de peças com qualidade e procedência duvidosas. Quem faz manutenção

preventiva evita custos desnecessários e imprevistos, previne o

desgaste prematuro e ainda ajuda a controlar a qualidade do ar, com o

acompanhamento das emissões”, afirma Edvaldo R. S. de Souza (Gerente

Nacional de Vendas).

A Inspeção Técnica Veicular é prevista no Código de Trânsito Brasileiro e

tem por objetivo verificar e atestar as reais condições dos itens de segurança

e de controle de emissão de gases poluentes e ruídos da frota em

circulação.

Vários benefícios são obtidos com a inspeção, dentre os quais se destacam:

a economia de combustível, menores custos de manutenção, a

possibilidade de evitar multas e mais segurança no trânsito, além da valorização

que pode ser obtida no preço de revenda de um veículo objeto

dessa manutenção preventiva.


HomenAGenS peLo diA inTernAcionAL dA muLHer

As transformações sociais ocorridas nas últimas décadas também desencadearam

profundas mudanças e redefinição do papel da mulher na sociedade

moderna, com a conquista de espaço não apenas no mundo dos negócios,

mas em todos os campos de atuação da humanidade.

As mulheres vêm ao longo dos anos participando para a construção de uma

sociedade mais justa e de um mundo melhor e mais equilibrado, no qual se

desenha um novo papel para a mulher de hoje e para as gerações futuras.

No Brasil, a mulher está definitivamente conquistando seu espaço na economia

contemporânea. Porém, a despeito de todo o caminho que já foi percorrido

– de conquistas no mercado de trabalho e na sociedade em geral – muito

ainda há para ser trilhado.

Sendo assim, nada mais justo que termos aproveitado o Dia Internacional da

Mulher, 8 de março, para homenagear algumas profissionais de nosso setor

que, certamente, muito bem representam a participação, cada vez mais atuante

e crescente, da mulher no setor automotivo.

Visitamos alguns parceiros para, pessoalmente, cumprimentarmos essas

equipes. As fotos acima mostram algumas dessas ações.

mAHLe é cAmpeã em Torneio Feminino de FuTeboL

Causou muita sensação o 1º Torneio Feminino de Futebol, do qual participamos,

realizado em 27/03/10, em Fortaleza (CE) – uma iniciativa da

Sincopeças–CE e Assopeças–CE.

EvEntos

1 2 3

4 5 6

7 8 9

dia da MulHEr

Com um público de 110 pessoas, o time da MAHLE Metal Leve S.A. foi

campeão, com placar de 2X1 contra a equipe da Assopeças–CE. “Esse

evento foi muito importante para o nosso setor, pois, além de reunirmos

as equipes femininas no mês da mulher, estávamos comemorando na

ocasião os 70 anos do Sr. Agamenon, Diretor Presidente da Autopeças

Campina Grande, um confesso aficcionado por futebol, torcedor declarado

do Fortaleza Sport Club”, explica Silvia Helena Teixeira de Oliveira (Inspetora

de Vendas).

LeGendAS

1 - Autopeças Campina Grande

2 - 1º Torneio de Futebol Feminino

3 - Pellegrino Curitiba

4 - Car Central Curitiba

5 - Pacaembu Curitiba

6 - Meridional Curitiba

7 - Comercial 5 de Agosto

8 - Comercial 5 de Agosto

9 - Pacaembu São Paulo

13


produtos

FILTRO DO AR

Produto LX 2830

Aplicação Linha Leve

Renault: Logan 1.6 8v (Hi-Flex) 10/07-> Logan 1.6 8v (Gasolina) 10/07-> Sandero 1.6

8v Hi-Flex (Hi-Torque) 11/07->

PISTÃO COM ANEL

Produto P&A 9282

BRONZINAS

Produto B44530

Aplicação TU5JP4: Citroën C3- 1.6 16v, Peugeot 206,

Xsara Picasso 1.6L 16v 01>

14

Aplicação Motor 1.8L 16v DOHC Família I – Meriva / Stilo

BRONZINAS

Produto BB552

Aplicação Honda Fit 1.4L/ 1.5L (L13A4/ L15A)

PISTÃO COM ANEL

Produto S14690

Aplicação Motor 1.8L 16v DOHC Família I – Meriva / Stilo

FILTRO DO AR

Produto LX 2818

Aplicação Linha Leve

Ford: Novo Fusion 3.0L V6 2009->

BRONZINAS DE MANCAL

Produto M51724

Aplicação Honda Fit 1.4L/ 1.5L (L13A4/ L15A)


PISTÃO COM ANEL

Produto S70565

Aplicação Motor AT 1.0L 16v Turbo

BRONZINAS

Produto BB530

Aplicação TU5JP4: Citroën C3 - 1.6 16v, Peugeot 206, Xsara Picasso 1.6L, 16v 01>

BRONZINAS DE BIELA

Produto B51552

Aplicação Honda Fit 1.4L/ 1.5L (L13A4/ L15A)

BRONZINAS

Produto BC733

Aplicação TU5JP4: Citroën C3 - 1.6 16v, Peugeot 206, Xsara Picasso 1.6L, 16v 01>

PISTÃO COM ANEL

Produto P&A9287

Aplicação Motor AT 1.0L 16v Turbo

BRONZINAS

Produto M44733

PISTÃO COM ANEL

Produto S94230

Aplicação Compressor de ar LK38NG, MB1938

BRONZINAS

Produto BC724

Aplicação Honda Fit 1.4L/ 1.5L (L13A4/ L15A)

Aplicação TU5JP4: Citroën C3- 1.6 16v, Peugeot 206, Xsara Picasso 1.6L, 16v 01>

produtos

15


EvEntos

Convenção DPK

a convenção de nosso parceiro dpK, do grupo dpaschoal, denominada

este ano “Encontro Mais liderança 2010”, foi um marco no

calendário das empresas presentes, na opinião dos participantes,

que se sentiram estimulados e motivados com os temas discutidos

durante o encontro.

Durante quatro dias, o Hotel Monreale, em Poços de Caldas (MG) tornouse

praticamente a casa de 400 gestores da Comercial Automotiva Ltda.,

que estiveram reunidos para alinhar a filosofia do grupo e as ações que

irão fazer este ano de 2010 ainda mais especial e vencedor. A participação

e o empenho de todos foram marcantes desde o primeiro dia, promovendo

a integração das diversas unidades de negócios e contribuindo

para o desenvolvimento da empresa, além da própria evolução profissional,

também abordada.

A MAHLE Metal Leve S.A. e outros fornecedores tiveram a oportunidade

de participar. Um informativo, fartamente ilustrado com imagens do

evento, foi produzido e nele a organização ressaltou a importância dessas

parcerias: “tão importante quanto crescer e ganhar mercado é continuar

fiel aos princípios que nos fizeram chegar lá. Nesse sentido, além

de tratar muito bem os clientes, a empresa sempre primou pelo respeito

aos colaboradores e fornecedores. Por isso, em um evento da importância

do Encontro Mais Liderança 2010, a participação dos nossos

fornecedores, parceiros de longa data, não poderia faltar. Afinal, são

eles que nos fazem atender cada vez melhor, com prazo, qualidade e

custo competitivo”.

reconhecimento a fornecedores

“Aproveitamos para agradecer o reconhecimento exposto em carta assinada

por Luís Norberto Pascoal (Presidente da DPaschoal) e Rodrigo Benatti

(Diretor de Supply Chain), na qual a direção do grupo se manifesta.

Transcrevemos a seguir seu teor”, informa Edvaldo R. S. de Souza (Gerente

Nacional de Vendas):

“Entre os dias 22 e 25 de fevereiro, reunimos as nossas equipes de liderança,

com o objetivo de discutir e construir as diretrizes que irão orientar

a atuação da DPaschoal, DPK e Auto z em 2010 e nos próximos anos. Se

por um lado esse evento teve o poder de engajar e reconhecer todo um

16

Mais lidErança 2010

trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos anos, também indicou

novas perspectivas e rumos, além de contribuir com o desenvolvimento

profissional e a integração de nossos mais de 400 líderes. Esse foi, sem

dúvida, um dos mais significativos eventos realizados pela nossa empresa,

pois alinhou e consolidou os desejos dos nossos Conselheiros, Diretores,

Gerentes, Supervisores e Líderes do setor automotivo, que ratificaram

a nossa Razão de Ser, Missão, Valores e Aspirações, superando todos os

nossos objetivos e expectativas.

O sucesso desse evento foi possível, também, devido à participação efetiva

da MAHLE, que colaborou para que tivéssemos um ambiente nobre e

participativo. Aproveitamos a oportunidade para reforçar o nosso compromisso!

Um abraço.”

Parabéns ao grupo pelo alcance e importância do encontro para o mercado.

Desejamos que todas as diretrizes, expectativas e objetivos traçados

nesses dias se concretizem.

Marcelo Bassani (Inspetor de Vendas), Luís Norberto Pascoal (Presidente da

DPaschoal), Edvaldo R. S. de Souza (Gerente Nacional de Vendas) e Franco Nardi

(Supervisor de Vendas), durante a convenção.


Eunião anual

de vendas MAHLE

Nossa tradicional Reunião Anual de Vendas foi realizada este ano no início

de março, na MAHLE Metal Leve S.A., em Mogi Guaçu. Durante três dias,

com a presença de toda a equipe de Vendas (gerente, supervisores, inspetores

e promotores de todo o Brasil), Marketing, Promoção, Produtos, Logística,

Engenharia e Assistência Técnica, foram mostrados aos participantes

os resultados obtidos em 2009 e as estratégias, perspectivas e

lançamentos de produtos previstos para 2010.

Edvaldo R. S. de Souza (Gerente Nacional de Vendas) fez uma apresentação

mostrando a performance de 2009, os números do aftermarket no período

e as metas para 2010. Falou também sobre o grande foco da MAHLE para

este ano: o lançamento da linha de turbos no Brasil. Para ilustrar ainda mais

o assunto, foi realizado um treinamento técnico sobre turbo.

Várias apresentações se sucederam. Maria Cristina Andrade (Marketing) falou

sobre estratégia de marcas e planejamento do ano. Luís Armando Tonioli

(Logística) abordou importantes aspectos de sua área. Humberto Canobre

(Promoção) discorreu sobre as ações promocionais planejadas para incentivo

das vendas. Roberto Hojo (Engenharia e Assistência Técnica) expôs

questões técnicas e Enrison Ladeia (Produtos) abordou o desenvolvimento

de produtos para 2010. Os presentes assistiram ainda a uma apresentação

institucional e sobre falhas de turbos. Marcos Clemente (CT) também se

pronunciou e acompanhou todos em uma visita ao Centro Tecnológico de

Jundiaí. Todos os supervisores regionais de vendas, representando suas

equipes, falaram sobre as características e performance de suas respectivas

localidades, bem como apresentaram um plano de sugestões de melhorias

(fatores críticos de sucesso).

O encerramento do encontro foi feito por Claus Hoppen (Diretor Presidente

da MAHLE Metal Leve S.A.) e contou com um “bate-papo” para sugestões

dos pontos de melhoria entre os participantes.

“Sem dúvida, esse plano de sugestões de melhorias contribuirá para a

conscientização de toda a equipe da MAHLE sobre a natureza da prestação

de serviços, da percepção de qualidade em serviços e do papel de

cada um na construção dessa qualidade. Além dos temas habituais discutidos,

como balanço de resultados, metas, estratégias, tecnologia e

lançamentos, o encontro teve uma função que consideramos fundamental:

a oportunidade de criar situações de integração de nossas equipes

para dividir experiências, conhecimentos, idéias e soluções. Acreditamos

que foi um momento de reflexão voltado ao crescimento pessoal e profissional,

qualidade de vida e superação. Agradecemos a presença e colaboração

de todos que possibilitaram a realização desse evento”, conclui

Edvaldo.

EvEntos

17


EvEntos

rEtífiCa abC

Visitamos a Retífica ABC para festejar seu cinquentenário, motivo de muito

orgulho, satisfação e comemoracão para a direção e os colaboradores

da empresa.

Na foto estão Ricardo C. Chingotti (Inspetor de Vendas), Ricardo Gambassi

Nonis (da ABC), seu pai Giuseppe Nonis (fundador da retífica), e

Susana Gonçalves Ribeiro (Supervisora de Vendas), que representou a

MAHLE Metal Leve S.A. na ocasião da entrega da placa comemorativa.

CoMando

A Comando também está comemorando aniversário: 25 anos de atividades

na distribuição de autopeças no Distrito Federal.

A placa comemorativa foi entregue a Celso Donizete da Silva e Maria de

Lourdes Souza, sócios proprietários. Humberto Canobre (Supervisor de

Promoção), Franco Nardi (Supervisor de Vendas) e Edison Alberto da Silva

(Inspetor de Vendas) estiveram presentes nessa homenagem pelas “bodas

de prata” da Comando.

paCaEMbu

Mais comemorações em nossos parceiros. A filial de Porto Alegre da Pacaembu

também recebeu nossa placa comemorativa pelo seu aniversário

de 10 anos.

Na foto estão Jean zwir (Gerente da filial Porto Alegre), que recebeu a

placa das mãos de Carlos Schneider (Inspetor de Vendas), e Felipe

Berwanger (Supervisor de Vendas da Pacaembu).

rpr

Outra empresa parceira homenageada pela MAHLE Metal Leve S.A. com

entrega de placa comemorativa foi a RPR Car Central, Filial Rio de Janeiro,

por seu 10º aniversário. A placa foi entregue ao representante da empresa

Celio Oliveira.

Na foto estão Celio Oliveira com as promotoras Leila Moreira (do Rio de

Janeiro) e Joana Lima (de Minas Gerais).

pit stop diEsEl

A MAHLE Metal Leve S.A. e o Sindirepa – Sindicato da Indústria de Reparação

de Veículos e Acessórios participaram do Pit Stop Diesel, evento

organizado pela CCR – Companhia de Concessões Rodoviárias e que

reuniu 180 caminhoneiros.

O evento teve como finalidade orientar os caminhoneiros sobre a troca e

manutenção dos filtros e também verificar suas condições de saúde. Uma

equipe especializada verifica a pressão arterial dos participantes e realiza

testes de diabetes e oftalmologia, entre outros cuidados. A ação tem sido

realizada nos últimos 10 anos pela CCR.

18


CCr E sindirEpa

Não tenho absolutamente nada para o texto dessa foto.......

Curso dE MotorEs

O Curso de Motores disponibilizado ao mercado pela MAHLE Metal Leve

S.A. continua sendo oferecido visando proporcionar treinamento e capacitação

aos profissionais da área.

As aulas sobre motores diesel foram ministradas a 11 aplicadores, clientes

e colaboradores da Pacaembu (Matriz), por Antonio Carlos Ferreira, do

Centro de Treinamento de Aftermarket.

ConvEnção orbid

Participamos da Convenção Gerencial da Orbid, que contou em sua programação

com uma palestra proferida por Edvaldo R. S. de Souza (Gerente

Nacional de Vendas).

O encontro acontece anualmente e reúne os diretores e gerentes da empresa.

Na ocasião são discutidos diversos assuntos, com destaque para

os resultados obtidos no ano anterior e aspectos ligados ao planejamento

para o período seguinte. Além da palestra referida, o evento também contou

com a presença de Humberto Canobre (Supervisor de Promoção) e de

Josemar Ribas (Supervisor de Vendas).

palEstra téCniCa

Dentre as várias formas de a MAHLE Metal Leve S.A. levar informação e

treinamento ao mercado, as palestras técnicas proferidas pelos colaboradores

têm sido alvo de muitas solicitações e comentários favoráveis dos

participantes.

A foto ao lado mostra a platéia que assistiu à palestra organizada e patrocinada

pela Retífica Líder, da cidade de Alfenas (MG), que foi ministrada

em Poços de Caldas (MG) por Renato Araújo (Inspetor de Vendas), ocasião

que reuniu 57 atentos profissionais.

dia dE foCo – filtros

Este ano várias ações estão planejadas para incentivar e motivar os profissionais

de vendas de nosso setor em relação à nossa linha de produtos.

A Campanha Dia de Foco é uma delas. Voltada à venda de filtros, foi implementada

na Distribuidora Embrepar Filial Curitiba, que conta com 12

televendas.

Na foto, Carlos Henrique Domingues (Promotor de Vendas) entrega o prêmio

ao melhor vendedor do dia, Jefferson Roberto Dornelles.

dia dE foCo – Kits

Ainda na Distribuidora Embrepar Filial Curitiba, a Campanha Dia de Foco

teve continuidade, agora voltada a incentivar a venda de nossa linha de

kits, e também premiou o vendedor que mais se destacou no dia.

Carlos Henrique Domingues (Promotor de Vendas) entrega o prêmio, em

nome da MAHLE Metal Leve S.A., ao vendedor campeão do dia, Alessandro

Munhoz, na foto ao lado.

EvEntos

19


EvEntos

e

rEConHECiMEntos

premiações

As iniciativas de Aftermarket do Grupo MAHLE têm recebido

o reconhecimento do mercado e da imprensa especializada,

por meio da concessão de vários prêmios, o que torna nossas

ações muito gratificantes. Confira alguns dos mais recentes:

Prêmio Everest (2010), no quesito “Adequação aos Processos”,

concedido pela Distribuidora Automotiva – SAMA;

Prêmio Sindirepa 2010, como “Melhor Indústria de Autopeças

– Motor”, concedido pelo Sindicato da Indústria de

Reparação de Veículos e Acessórios;

Prêmio Mérito Reconhecido (2010), em que frotistas de

todo o País escolheram os componentes internos para

motor Metal Leve como os produtos de preferência para a

EXpEdiEntE

MaHlE Aftermarket news é uma publicação externa do

Departamento de Marketing e Comunicação Corporativa

da MAHLE Metal Leve S.A.

CorrEspondênCia: Rodovia Limeira Mogi-Mirim, km 103

CEP: 13480-970 - Limeira - SP - Brasil

priscila.zuben@br.mahle.com

www.mahle.com.br

CoMitê Editorial: Edvaldo R. S. de Souza, Roberto Hojo, Maria

Cristina Zanco Andrade, Priscila Von Zuben, Robson Rezende,

Susana G. Ribeiro, Franco Nardi, Josemar Ribas e Sidney Oliveira

20

manutenção de seus veículos, concedido pela Revista Jornauto,

da Editorauto.

Prêmio Mais Diesel (2010), como a marca mais lembrada e

a melhor em componentes para motor, concedido pela

Editora Novo Meio.

“As premiações são muito importantes para a continuidade

de nossas atividades, pois atestam o reconhecimento ao

nosso trabalho, resultado de um esforço conjunto para que

nossas marcas se destaquem no mercado. Nosso objetivo

final se concentra no cliente. É para ele que trabalhamos.

Esperamos continuar merecendo toda essa preferência.

Muito obrigado”, declara Edvaldo R. S. de Souza (Gerente

Nacional de Vendas).

CoordEnação: Departamento de Marketing e Comunicação

Corporativa

rEdação: Sonia Rezende

Jornalista rEsponsávEl: Sonia Rezende – MTb 17.401 – SP

Criação E produção: Studiocasecom

Tels.: (11) 3034-5217 e 3812-2760 – São Paulo – SP

www.studiocasecom.com.br

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução e publicação, por meio impresso e/ou eletrônico,

salvo com o consentimento prévio por escrito da MAHLE Metal Leve S.A. Para mais informações

e autorizações, favor contatar-nos.

More magazines by this user
Similar magazines