19.04.2013 Views

Uma vida Pródiga e os seus princípios

Uma vida Pródiga e os seus princípios

Uma vida Pródiga e os seus princípios

SHOW MORE
SHOW LESS

Create successful ePaper yourself

Turn your PDF publications into a flip-book with our unique Google optimized e-Paper software.

<strong>Uma</strong> <strong>vida</strong> <strong>Pródiga</strong> e <strong>os</strong> <strong>seus</strong><br />

princípi<strong>os</strong><br />

G<strong>os</strong>taria de analisar a <strong>vida</strong> de um personagem bíblico anônimo, mas muito<br />

conhecido: O filho pródigo.<br />

( Se você ainda não o conhece história dele está em Lucas 15)<br />

Tod<strong>os</strong> nós, a semelhança daquele jovem, som<strong>os</strong> ou já fom<strong>os</strong> filh<strong>os</strong> pródig<strong>os</strong>, assim as<br />

lições da <strong>vida</strong> dele se aplicam às n<strong>os</strong>sas <strong>vida</strong>s também.<br />

Lc15:11-32<br />

Pródigo: é aquele que dissipa <strong>seus</strong> bens, gasta mais do que o necessário: gastador,<br />

esbanjador.<br />

O texto conta a história de um jovem que não teve sabedoria para administrar suas<br />

riquezas.<br />

A seguir vam<strong>os</strong> aprender princípi<strong>os</strong> que farão toda a diferença em n<strong>os</strong>sas <strong>vida</strong>s para<br />

que não sejam<strong>os</strong> pródig<strong>os</strong>:<br />

1ª. – As suas decisões determinam as suas circunstâncias.<br />

Sua <strong>vida</strong> não muda a men<strong>os</strong> que você entenda que você cria suas circunstâncias.<br />

Você pode culpar as pessoas, pode culpar a Deus ou ao inimigo, mas o fato é que as<br />

suas decisões criam as suas circunstancias. Veja, o filho pródigo. Depois de pedir sua<br />

parte da herança, ele saiu de sua casa e junto com amig<strong>os</strong> caiu nas farras e torrou todo<br />

o dinheiro que p<strong>os</strong>suía. A situação foi ficando cada vez pior até que chegou ao fundo<br />

do poço. Passando a comer com <strong>os</strong> porc<strong>os</strong>, isso é o fim da linha para um judeu.<br />

Vam<strong>os</strong> imaginar aquele jovem imundo e comendo bolotas com <strong>os</strong> porc<strong>os</strong>. Um<br />

político vendo esta situação diria que o culpado por sua condição é o governo,<br />

causada pela falta de educação apropriada e pelo desemprego crescente. Um<br />

jornalista diria que a culpa é da globalização. Se não f<strong>os</strong>se a alta do dólar e a crise<br />

financeira, aquele jovem não teria perdido toda sua fortuna de forma tão rápida. Um<br />

psicólogo diria que a culpa certamente é do pai que o traumatizou. O pai foi<br />

irresponsável ao dar ao filho a herança, mesmo sabendo que o filho ainda não tinha<br />

condições de lidar com muito dinheiro. Um socialista diria que a culpa é do patrão<br />

que o explora. Um fatalista diria que a culpa é da sorte e do destino. Uns nascerem<br />

para serem pobres e nada pode ser feito a respeito disso.


Mas no final alguém dirá que o próprio Deus é o culpado pela condição dele. Se Deus<br />

é amor, como pode ele permitir alguém comer com <strong>os</strong> porc<strong>os</strong>? Diriam eles. Mas<br />

quant<strong>os</strong> ousariam dizer que o jovem mesmo foi o responsável? No entanto esta é a<br />

verdade. As decisões dele determinaram as suas circunstâncias.<br />

Você é responsável pelas consequências de suas ações.<br />

Você fez escolhas, então deve arcar com as consequências.<br />

Não adianta culpar quem quer que seja.<br />

2 - Aquele que não ajuda, inevitavelmente vai atrapalhar.<br />

Precisam<strong>os</strong> ter cuidado com pessoas que não n<strong>os</strong> acrescenta coisa alguma, mas que<br />

acabam por n<strong>os</strong> levar a perder coisas. Sempre se pergunte:<br />

“em que esta pessoa está contribuindo para melhorar minha <strong>vida</strong> em Deus ?”<br />

Se elas não fazem o melhor, vão acabar fazendo o pior.<br />

A sua <strong>vida</strong> depende das pessoas que você permite ao seu redor.<br />

As pessoas ao seu redor vão determinar as experiências que você terá com Deus.<br />

As pessoas ao seu redor vão alimenta força ou fraqueza em você. O texto não diz,<br />

mas o jovem gastou o seu dinheiro com amig<strong>os</strong>.<br />

3ª.- A intolerância com o seu presente cria o seu futuro.<br />

O filho pródigo não teria voltado para casa se não tivesse ido comer com <strong>os</strong> porc<strong>os</strong>.<br />

Deus coordena a dor e a crise para m<strong>os</strong>trar o que som<strong>os</strong>, mas é necessário que não<br />

n<strong>os</strong> conformem<strong>os</strong> com a dor. Não podem<strong>os</strong> n<strong>os</strong> ac<strong>os</strong>tumar com o que é ruim.<br />

Quando falarm<strong>os</strong> basta à situação, ela começará a mudar.<br />

O jovem não se conformou em viver com <strong>os</strong> porc<strong>os</strong>. Mas sabendo que era<br />

responsável por aquela situação, ele preferiu confiar no amor do pai e voltar para<br />

casa. (não se acomodou)<br />

4 – Não existe mudança sem dor.<br />

Toda mudança vem acompanhada por crises, perdas e pressões. Não podem<strong>os</strong> ter a<br />

ilusão de que crescerem<strong>os</strong> sem dor. Aqueles que estão buscando apenas conforto e o<br />

prazer terão dificuldades em avançar. Naturalmente não buscam<strong>os</strong> a dor, mas não<br />

tem<strong>os</strong> a ilusão de que poderem<strong>os</strong> mudar sem provar dela.<br />

Se o filho pródigo tivesse investido o seu dinheiro e pr<strong>os</strong>perado, ele nunca teria<br />

voltado. A PERDA O LEVOU À MUDANÇA. A perda é também a cura mais rápida<br />

para a ingratidão. Só depois de perder tudo foi que o n<strong>os</strong>so jovem percebeu o valor<br />

daquilo que havia perdido, como o valor da casa do pai que havia abandonado.<br />

5 – Você nunca mudará o que você é até perceber quem poderia ser.<br />

O que você vê determina o que você sente. O que você sente determina o que você<br />

faz e, o que você faz determina o que você é. Comece a ver o que Deus planejou que<br />

você f<strong>os</strong>se, e você terá fé para entrar na realidade. O Jovem pródigo estava ali<br />

sentado junto a<strong>os</strong> porc<strong>os</strong> pensando que ele poderia estar numa p<strong>os</strong>ição melhor se ele<br />

pelo men<strong>os</strong> pudesse ser um empregado de seu pai.


Ali ele começou a ver o que ele poderia ser. Ele não viu tudo claramente porque a<br />

sua mente comercial lhe permitia ver apenas uma parte do que ele poderia ser. Mas<br />

aquela pequena luz foi suficiente para levá-lo a sair da sua p<strong>os</strong>ição de miséria e<br />

avançar para o seu verdadeiro destino. Você ficará dando voltas intermináveis na sua<br />

<strong>vida</strong> a não que perceba aquilo que pode vir a ser em Deus. Mude o seu foco.<br />

6 – Você será lembrado pel<strong>os</strong> problemas que você resolveu ou pel<strong>os</strong> problemas<br />

que você criou.<br />

Nós decidim<strong>os</strong> como querem<strong>os</strong> ser lembrad<strong>os</strong> no futuro. Aqueles que resolvem<br />

problemas deixarão saudades, mas aqueles que são problema vão sem fazer falta<br />

alguma. O jovem tornou-se célebre pel<strong>os</strong> problemas que ele causou ao seu pai.<br />

Além do prejuízo financeiro e das noite em claro, podem<strong>os</strong> imaginar a angústia e a<br />

saudade daquele homem preocupado com o filho. Você decide como quer ser<br />

lembrado ou mesmo se quer ser lembrado! Se deseja ser lembrado mude a sua<br />

p<strong>os</strong>tura. Em vez de ser um problema, torne-se um solucionador de problemas. Faça<br />

parte da solução e não do problema.<br />

Talvez você não sabe, mas o Senhor te diz:<br />

7 – Ele (Deus) nunca consulta o seu passado para determinar o seu futuro.<br />

O pai nunca determinou o futuro do jovem com base nas suas decisões passadas, nem<br />

com base n<strong>os</strong> <strong>seus</strong> err<strong>os</strong> e orgias com <strong>os</strong> amig<strong>os</strong>, nem por ter perdido o dinheiro da<br />

família. Mas determinou com base em sua nova p<strong>os</strong>tura e decisão. Amém...<br />

Não fique preso ao seu passado como se o projeto de Deus para sua <strong>vida</strong> estivesse<br />

condicionado a ele. Jogue fora a culpa e creia no completo perdão do Pai. Amém...<br />

Imagine se o filho pródigo rejeitasse a festa dizendo não ser merecedor. Aquilo<br />

feriria o coração do pai muito mais. Muit<strong>os</strong> pródig<strong>os</strong> têm rejeitado a festa do pai<br />

porque não conseguem esquecer o passado. Afinal eles pensam “nem ao men<strong>os</strong> uma<br />

punição, uma repreensão, uma dura ?<br />

O amor do pai é absolutamente constrangedor. Alguns certamente se sentiriam mais<br />

confortáveis em casa se o pai lhe desse uma tremenda surra no regresso. Eu te<br />

confesso irmã<strong>os</strong>, certamente o Senhor está querendo me ensinar, porque minhas<br />

atitudes seriam totalmente diferente ( não abriria a porta ).<br />

8 – O principal ponto de entrada de satanás em n<strong>os</strong>sas <strong>vida</strong>s é sempre através de<br />

alguém próximo a nós.<br />

É interessante que o ponto de ataque de satanás foi justamente o irmão do filho<br />

pródigo. O inimigo sempre vai tentar n<strong>os</strong> atingir a partir de alguém próximo a nós.<br />

Esteja atento a<strong>os</strong> <strong>seus</strong> pais e irmã<strong>os</strong> naturais, amig<strong>os</strong> e colegas, pois o diabo tentará<br />

atingi-lo principalmente através deles.<br />

9 – Vá aonde você é celebrad<strong>os</strong> em vez de ir onde é tolerado.<br />

O jovem fez a escolha certa: ele foi para a casa do pai onde sua presença é aceito<br />

incondicionalmente e não para a turma onde você precisa ter dinheiro ou carrão.


Vá para uma célula onde eles festejam o seu aniversário, e não para onde eles se<br />

lembram com dificuldade o seu nome. Vá para casa de Deus onde você pode ser você<br />

mesmo e fuja daqueles lugares onde a sua espontaneidade se vai, e você tem que usar<br />

máscaras para ser aceito.<br />

10 – A bênção não é para quem merece, mas para quem confia na graça de<br />

Deus.<br />

Quando chegou em casa, o jovem disse que se sentia digno de ser chamado de filho,<br />

mas se contentaria em ser apenas um empregado. Mas quando o pai o avistou ao<br />

longe, diz a Palavra de Deus que ele saiu correndo ao encontro do filho. Para muit<strong>os</strong><br />

de nós é difícil imaginar que Deus p<strong>os</strong>sa estar alegre con<strong>os</strong>co e celebrar esta<br />

comunhão.<br />

Mas é exatamente isso que a Palavra de Deus afirma em Sofonias 3:17<br />

“O SENHOR, teu Deus, está no meio de ti, poder<strong>os</strong>o para salvar-te; ele se deleitará<br />

em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo.”<br />

O filho queria trabalhar, mas o pai o convidou para uma festa. Seja sábio e prudente,<br />

não rejeite as palavras que o Espírito de Deus tem colocado diante de você e mude<br />

sua história.<br />

Conclusão<br />

A medida que o Espírito Santo for te m<strong>os</strong>trando quais <strong>os</strong> pont<strong>os</strong> a serem quebrad<strong>os</strong>,<br />

se coloque diante do Senhor. As vezes você está na condição e com as atitudes de<br />

filho com medo de voltar e ser rejeitado... ou na condição de pai, que não libera<br />

perdão para o filho.

Hooray! Your file is uploaded and ready to be published.

Saved successfully!

Ooh no, something went wrong!