Bioma Terrestre - Anglosl.com.br

anglosl.com.br

Bioma Terrestre - Anglosl.com.br

Os Principais Biomas<br />

Mundiais e Brasileiros


Fatores de Influencia: Radiação<br />

Solar


Zonas Térmicas


Altitude


Tipos de Chuvas


Definição.<br />

Biomas<br />

“Complexo de comunidades terrestres condicionado<br />

por fatores biogeográficos. Unidade geoecológica de<br />

grande extensão.”<br />

Diniz e Santos, 2003.


Relevo<br />

Fatores Limitantes<br />

Clima<br />

Biota<br />

Humanidade<br />

Solos


Bioma - Tundra


Clima: Polar<br />

Ocorre em altas latitudes, geralmente entre 70° e 80°N.<br />

Invernos extremamente frios e bastante longos, com<br />

temperaturas negativas e que chegam a atingir os -60°C, ou<br />

mesmo, em alguns casos raros, a ultrapassar os -80°C (o<br />

recorde da temperatura mais baixa registada - na Antártida - é<br />

de quase -90°C);<br />

Inexistência de Verão, embora durante um curto período de<br />

tempo (cerca de 2 meses) a temperatura possa atingir valores<br />

positivos, mas estes nunca vão além dos 10°C (é quase as<br />

temperaturas do "nosso" Inverno);<br />

Amplitudes térmicas anuais elevadíssimas;- só existe, na<br />

prática, uma estação: a fria<br />

Precipitações muito reduzidas e concentradas, em grande<br />

parte, no período menos frio.


Vegetação / Fauna<br />

É uma formação vegetal muito rasteira, constituída por ervas, musgos e<br />

líquenes. Contudo, podem surgir na tundra, alguns raros e dispersos tufos<br />

de arbustos e árvores anãs. Formando uma paisagem bastante monótona.<br />

No curto "Verão", se assim se pode chamar, a tundra não forma um tapete<br />

herbáceo contínuo, mas antes alterna com superfícies pantanosas e/ou<br />

grandes extensões de rocha nua.<br />

Uma característica muito interessante e peculiar da tundra, é o seu tipo de<br />

solo - o permafrost (à letra significa sempre gelado) - que dificulta o<br />

crescimento de raízes e a absorção de nutrientes minerais. Por isso (aliado<br />

aos ventos intensos e temperaturas baixas), quase não existe vegetação<br />

arbustiva e arbórea.<br />

No que respeita à fauna, as condições extremamente rigorosas e rudes do<br />

clima e a falta de alimentos, constituem um grande obstáculo à vida animal.<br />

Mesmo assim, ela é relativamente abundante. Os mamíferos estão<br />

representados por renas, caribus, lebres, lobos e raposas árcticas, ursos,<br />

martas, morsas, lontras, etc... São raras as aves sedentárias, mas na curta<br />

estação mais quente, existem grande número de aves migratórias. No curto<br />

"Verão", durante o degelo e nos inúmeros charcos das áreas pantanosas que<br />

entretanto se formaram, prosperam autênticas nuvens de mosquitos.


Bioma de Montanhas


Clima<br />

O clima de altitude está presente nas regiões de altas<br />

montanhas e de planaltos elevados e, normalmente, vão duma<br />

situação de frescura até ao muito frio. Nestas regiões, as<br />

condições atmosféricas podem mudar com grande rapidez e,<br />

devido à altitude que afecta bastante as precipitações, este tipo<br />

de clima pode ser encarado como um reservatório de água,<br />

uma vez que se encontra praticamente distribuído por todo o<br />

planeta.<br />

Precipitação abundante, ocorrendo em todos os meses do ano,<br />

normalmente, sob a forma de neve;<br />

Invernos muito frios. A temperatura, durante o Inverno, regista<br />

valores negativos;<br />

Verão: curto e fresco. A temperatura raramente vai além dos<br />

12ºC;<br />

Amplitude térmica anual pode ir de fraca a moderada.


Vegetação / Fauna<br />

Em termos de biomas/habitats, o clima de altitude é muito peculiar. Dum<br />

modo geral, quer plantas, quer animais, necessitam de se adaptarem a este<br />

tipo de clima. Ao contrário dos outros climas frios, em que as temperaturas<br />

baixas favorecem o aparecimento (e o desaparecimento) de determinadas<br />

espécies, no clima de altitude, para além das baixas temperaturas existem<br />

outros fatores que não existiam em nenhum dos outros tipos de climas. Já<br />

foi referido que a pressão atmosférica varia com a altitude, e a composição<br />

do ar atmosférico também. Então, no clima de altitude, vamos encontrar<br />

espécies adaptadas a temperaturas baixa, espécies adaptadas a pouca<br />

pressão atmosférica, espécies adaptadas a pouca quantidade de oxigénio e<br />

de CO2 (que é indispensável à fotossíntese) e espécies adaptadas a pouca<br />

proteção de raios UV.<br />

Dum modo geral, a vegetação dos climas de altitude, independentemente<br />

da região do Mundo, vai rareando conforma a altitude vai aumentando, de<br />

modo que em locais de "neves perpétuas", não se encontram praticamente<br />

nenhum ser vivo (tal como nas latitudes muito elevadas - perto dos 90°).<br />

Em termos animais, consoante a região do planeta, podem-se encontrar em<br />

locais de clima de altitude, o lama, a alpaca, a vicunha, a chinchila<br />

(pequeno roedor), o iaque (bovino), o condor, cabras de montanha,<br />

leopardo das neves, etc..


Bioma - Taiga


Clima: Subpolar<br />

Invernos muito frios e longos, com temperaturas médias<br />

mensais negativas, podendo atingir, nos meses mais frios,<br />

valores inferiores a -20°C (no exemplo, existem 7 meses com<br />

temperaturas médias abaixo de 0°C , e a temperatura média<br />

anual é de aproximadamente -5°C);<br />

Verões muito curtos e pouco quentes, com temperaturas<br />

médias mensais que raramente atingem os 18°C;<br />

Amplitudes térmicas anuais muito elevadas (no exemplo, a<br />

amplitude térmica ultrapassa os 30°C);<br />

Poucas precipitações e concentradas, em grande parte, no curto<br />

período de Verão.


Vegetação / Fauna<br />

A taiga não é mais do que uma designação para a floresta de coníferas (por os<br />

frutos das suas árvores se agruparem em pinhas de forma cónica). A taiga é a mais<br />

extensa floresta do mundo, estendendo-se nas regiões setentrionais da América, da<br />

Ásia e da Europa.<br />

Trata-se duma floresta muito densa, que não possui grande variedade de espécies,<br />

sendo as mais vulgares o abeto, o pinheiro, o larício e a bétula. O reduzido número<br />

de espécies e a predominância de árvores de folha persistente (as coníferas, de que<br />

o pinheiro é um exemplo, nunca perdem as folhas), fazem da taiga uma floresta<br />

monótona e sempre verde, quer no curto Verão, quer no Inverno. Porém, devido ao<br />

Inverno ser muito longo e frio, durante a maior parte do ano, a taiga está quase<br />

sempre coberta de neve.<br />

São aciculefoliadas, isto é, folhas pequenas e em forma de agulhas, com isso<br />

possuem uma superfície pequena e portanto, a área exposta ao frio também é<br />

pequena, o que resulta em pouca água por transpiração e resistencia a neve; a sua<br />

resina protege os tecidos do frio e também ajuda a diminuir a transpiração; os<br />

ramos são muito flexíveis o que lhes permite resistir aos ventos e dobram-se quando<br />

estão cobertos com muita neve, fazendo-a deslizar até ao chão.<br />

Entre as espécies de fauna mais importantes da taiga, contam-se a rena, a lebre, o<br />

lobo, a raposa, a marta, o arminho, a lontra, o alce, o lince e o urso. Há também<br />

muitas aves, principalmente espécies migratórias, que para ali se deslocam no curto<br />

Verão.


Bioma - Floresta Temperada


Clima: Temperado Oceânico<br />

Este gênero de clima está essencialmente localizado nas<br />

fachadas ocidentais dos continentes, entre os paralelos 40° e<br />

60 ° de cada hemisfério (norte e sul);<br />

Verões frescos e Invernos moderados. A temperatura média do<br />

mês mais quente raramente ultrapassa os 20°C, e a do mês<br />

mais frio poucas vezes atinge valores negativos;<br />

As amplitudes térmicas anuais são pouco acentuadas;<br />

Tem precipitações mais ou menos abundantes, e mais ou<br />

menos regulares distribuídas ao longo do ano, embora com<br />

máximos no Outono e Inverno e mínimos no Verão, contudo,<br />

há precipitações durante todo o ano;<br />

Grande nebulosidade, podendo o céu manter-se encoberto<br />

durante vários dias ou semanas.<br />

Este tipo de clima, apresenta também as quatro estações bem<br />

distintas entre si.


Vegetação / Fauna<br />

Floresta Caducifólia, significa que é uma floresta<br />

composta por árvores de folha caduca (que caí). A<br />

floresta caducifólia, constitui um bioma, mas este,<br />

não está apenas restrito ao clima temperado marítimo,<br />

sendo mais extenso, e ocupando áreas maiores do que<br />

as regiões de clima temperado marítimo.<br />

Os prado são formações herbáceas, geralmente<br />

rasteiras e sempre verdes, devido à abundância de<br />

umidade que este tipo de clima proporciona. Os<br />

prados são frequentemente resultado da destruição da<br />

floresta caducifólia.


Bioma - Estepes e Pradarias


Clima: Temperado Continental<br />

Os Invernos são muito frios (com temperaturas<br />

negativas), longos e secos, e os Verões são quentes,<br />

curtos e relativamente chuvosos;<br />

As amplitudes térmicas, quer anuais ou diurnas, são<br />

muito elevadas, sendo a anual frequentemente igual<br />

ou superior a 20°C;<br />

As precipitações são mais ou menos escassas (veja-se<br />

os valores na figura que serve de exemplo), com<br />

mínimos no Inverno (frequentemente sob a forma de<br />

neve) e máximos no Verão. Neste tipo de clima, vemos<br />

que as precipitações são muitas vezes de origem<br />

convectiva.


Vegetação / Fauna<br />

É constituída por vegetação herbácea, relativamente alta,<br />

contínua, muito densa, formando grandes extensões. Por vezes<br />

também é designada por estepe temperada. Este imenso manto<br />

herbáceo chega ocasionalmente a ultrapassar os 2 metros de<br />

altura. Como o clima é rigoroso, praticamente não existem<br />

árvores, embora estas surjam com frequência nas encostas<br />

montanhosas e ao longo dos cursos de água.<br />

Quanto à fauna destas formações vegetais, ela é constituída<br />

por grandes herbívoros (pois o imenso manto herbáceo<br />

fornece abundância de alimentos), tais como bisontes, cavalos<br />

selvagens, veados, gazelas, etc... Como em locais onde há<br />

muitos herbívoros, também costuma haver bastantes<br />

carnívoros (predadores), destacam-se os lobos, raposas, cãesda-pradaria,<br />

coiotes, chacais, linces, etc...


Bioma - Mediterrâneo


Clima<br />

Verões quentes, longos, secos e luminosos e Invernos suaves;<br />

Amplitudes térmicas anuais moderadas. A ATA (Amplitude Térmica<br />

Anual) não é significativa e fica próxima dos 15ºC. A média do mês mais<br />

quente é superior a 20ºC, por sua vez, a média do mês mais frio nunca é<br />

inferior a 0ºC.<br />

Chuvas relativamente escassas e irregulares, concentradas sobretudo no<br />

Outono e no Inverno sendo a precipitação de origem frontal (associada à<br />

passagem das frentes);<br />

Quatro estações bem marcadas e distintas (Primavera, Verão, Outono e<br />

Inverno);<br />

Fraca nebulosidade. Mesmo no Inverno, registam-se longos períodos de<br />

céu limpo e brilhante (normalmente associados à presença de anticiclones);<br />

Tem período seco no Verão. A secura do clima mediterrâneo,<br />

particularmente no Verão, explica-se pelo fato de as regiões onde ocorre<br />

este tipo de clima (entre os paralelos de 30° e de 40°, de ambos os<br />

hemisférios) serem invadidas, durante grande parte do ano, pelos<br />

anticiclones subtropicais


Vegetação / Fauna<br />

Maquis - Esta formação vegetal, também designada por<br />

chaparral, é constituída principalmente por arbustos, muito<br />

densa e fechada, formando um matagal de difícil penetração. O<br />

maquis desenvolve-se, geralmente, em solos graniticos. Entre<br />

as várias espécies de plantas que compõem o maquis,<br />

destacam-se a giesta espinhosa, a piteira e alguns cactos<br />

(xerófilas).<br />

Garrigue - É uma formação vegetal mais aberta do que o<br />

maquis, constituída por pequenos arbustos, mais ou menos<br />

dispersos. O garrigue desenvolve-se, geralmente, em solos<br />

calcários. Forma áreas muito aromáticas e onde predominam o<br />

o alecrim, a alfazema, etc.<br />

Entre os mamíferos, destacam-se os veados, os coelhos, as<br />

lebres, os lobos, as raposas, os javalis e pequenos roedores. Os<br />

insetos são muito abundantes durante o período de crescimento<br />

da vegetação, diminuindo no final do Verão. Há também<br />

muitos corvos, tentilhões, águias, corujas e falcões, e entre os<br />

répteis destacam-se os lagartos, as cobras e as víboras.


Desertos e semi-árido (quentes)


Fraca precipitação;<br />

Clima<br />

Influenciado pelos anticiclones tropicais;<br />

As temperaturas médias mensais são elevadas. Embora não<br />

seja facilmente observável nos gráficos, que dão a impressão<br />

de no clima desértico quente as temperaturas médias mensais,<br />

não serem muito diferentes das dos climas tropicais, a verdade<br />

é que são muito mais elevadas. O que se passa, é que neste<br />

tipo de clima, além de apresentar uma amplitude térmica anual<br />

relativamente acentuada (perto dos 20°C), possui amplitudes<br />

térmicas diurnas (durante o dia, ou as 24 horas), elevadíssimas,<br />

Que são uma característica importante deste clima; durante o<br />

dia, as temperaturas chegam a atingir os 50°C, mas durante a<br />

noite a temperatura tem valores próximos dos 0°C e até<br />

mesmo temperaturas negativas, originando assim, amplitudes<br />

térmicas diurnas de mais de 50°C.


Estepe seca / caatinga<br />

Com tanta secura ambiental, é óbvio que a vegetação é muito<br />

rudimentar, escassa ou mesmo nula. Nos locais onde ainda<br />

consegue cair algumas chuvas, predomina a vegetação<br />

herbácea baixa e pequenos arbustos, bem como alguns cactos.<br />

Em locais onde águas subterrâneas estão próximas da<br />

superfície, ou nas margens dos raros cursos de água, surgem<br />

pequenas zonas verdes que são chamadas de oásis, podendo<br />

até, nalguns deles, praticar-se a agricultura. por exemplo, as<br />

margens do rio Nilo, não são mais do que um extenso oásis no<br />

meio do grande deserto do Sara.<br />

A fauna dos desertos é representada por animais pouco<br />

exigentes em água e alimentos: algumas aves (como por<br />

exemplo a avestruz e o falcão), répteis (cascavel e monstrogila),<br />

roedores e insetos (como o escorpião). Em relação aos<br />

mamíferos, os mais típicos dos desertos, são o camelo e o<br />

dromedário


Bioma - Savanas / Matas tropicais


Clima: tropical<br />

Sofre variação devido a maritimidade e continentalidade;<br />

As temperaturas médias mensais são elevadas ao longo do ano,<br />

superiores a 24°C. Embora possa ocorrer um ou dois períodos<br />

relativamente frescos, a maior parte dos meses apresenta<br />

temperaturas médias superiores aos do clima equatorial.<br />

As amplitudes térmicas anuais, embora maiores do que as do<br />

clima equatorial, são pouco acentuadas, tendo um valor<br />

aproximado entre 10°C e 12°C.<br />

A precipitação distribui-se muito irregularmente ao longo do<br />

ano, concentrando-se, na sua quase totalidade, numa só<br />

estação.<br />

Verifica-se com facilidade a existência de apenas duas<br />

estações: a estação seca e a estação úmida.


Vegetação / Fauna<br />

Nas regiões de clima tropical, existem estes três gêneros de<br />

formações vegetais (estepes úmidas, savana e matas galerias<br />

ou ciliares), porque este tipo de clima é uma transição entre<br />

outros tipos de climas;<br />

Pode-se dizer que a savana é uma formação vegetal herbácea<br />

(ervas) alta, atingindo nalgumas regiões os 2 metros de altura,<br />

e "salpicada" de algumas árvores e arbustos. Os arbustos são<br />

quase sempre espinhosos e as árvores, são, na sua grande<br />

maioria, de folha caduca, com troncos muito duros e revestidos<br />

de casca espessa. As raízes das plantas da savana são muito<br />

profundas e ramificadas, para poderem captar o máximo de<br />

água (que lhe permite sobreviver na estação seca).


Bioma - Floresta Intertropical


Clima: Equatorial<br />

As temperaturas médias mensais são elevadas ao<br />

longo de todo o ano, superiores a 20°C (neste<br />

exemplo, superiores a 25°C).<br />

As amplitudes térmicas anuais são muito reduzidas,<br />

ou seja, a diferença entre a temperatura média<br />

máxima anual e a temperatura média mínima anual, é<br />

muito reduzida.<br />

Chove abundantemente durante todo o ano, não há<br />

nenhum mês sem precipitação.<br />

Não existem estações (nem Verão, nem Inverno...),<br />

pois todos os meses são chuvosos e quentes.


Vegetação / Fauna<br />

A vegetação é tão densa, ou seja, as<br />

plantas crescem umas por cima das<br />

outras e existe entre elas uma<br />

grande competição pela luz, pois élhes<br />

indispensável para a<br />

fotossíntese;<br />

Apresentam as copas apresentam<br />

uma forma arredondada (tipo<br />

guarda-chuva), e os seus troncos,<br />

de casca fina, são lisos, apenas<br />

ramificados na parte superior.<br />

É raro haver nestas florestas<br />

animais muito grandes, pois a<br />

vegetação é tão densa, que os<br />

animais grandes não se<br />

conseguiriam movimentar ali<br />

dentro

More magazines by this user
Similar magazines