laboratório aberto

pessoa.fct.unl.pt

laboratório aberto

A actividade “Ciência divertida” surgiu no âmbito da iniciativa “Feira dos

clubes” da Escola Secundária de Romeu Correia. Esta iniciativa incluiu-se no

plano de projectos proposto no início do ano lectivo pelo núcleo de estágio

de Biologia e Geologia e tem como objectivo primordial divulgar à

comunidade escolar e educativa a existência e o trabalho desenvolvido

pelos clubes da escola.

A actividade “Ciência divertida” consiste na realização de pequenas e

divertidas experiências científicas com os alunos da Escola Básica nº1 do

Feijó. Assim, pretende-se despertar nestas crianças a curiosidade e o gosto

pela Ciência e criar um espaço de admiração e interesse pela

experimentação e manipulação de materiais. Trata-se por isso de uma

actividade de divulgação científica, a qual pretende igualmente promover

uma rede de comunicação entre a Escola Secundária de Romeu Correia e as

envolventes, assim como o contacto entre diferentes gerações, numa

perspectiva de partilha e aprendizagem.

Experiências laboratoriais a realizar:

1. O esparguete dançarino

2. O “pega-monstros”

3. O mergulhador

4. Mensagem secreta

5. Espuma colorida


Introdução:

O esparguete dançarino

Nesta experiência vais produzir um gás e utilizá-lo para fazer o teu

“esparguete dançarino”!

Material:

Aquário redondo pequeno

1 Copo de medição

Esparguete

1 Colher de café

1 Colher de sopa

Corante alimentar

Bicarbonato de sódio

Vinagre

Procedimento:

1. Mede 1l de água e coloca-a no aquário.

2. Parte 5 tiras de esparguete, em pedaços

muito pequenos, para dentro de um

aquário

3. Deita 1 colher de café de corante

alimentar no aquário e mexe.

4. Deita 2 colheres de sopa de bicarbonato de

sódio no aquário e mexe pa ra o dissolver.

5. Mede 150 ml de vinagre e deita-o no

aquário

6. Observa o que acontece.


Porque é que o “esparguete dança”?

O ácido do vinagre (ácido acético) reage com o bicarbonato de sódio,

formando

um gás chamado dióxido de carbono (CO2).

Quando as bolhas de gás ficam agarradas ao esparguete,

estas sobem e

levam

o esparguete até à superfície da água.

Quando as bolhas de gás se escapam da água para o ar, o esparguete

cai e volta para o fundo.

Experimenta em tua casa e diverte a tua

família com esta dança culinária!


Introdução:

O “pega-monstros”

Nesta

experiência vais aprender como se fazem “pega-monstros”.

Desafia

um amigo teu para te ajudar!

Material:

Água

1 Copo de medição

2 Copos

2 Colheres

de café

Borato de sódio

1 Tubo de cola líquida

transparente

Corante alimentar

1 Pau de gelado

Procedimento:

1. Mede 100 ml de água e verte-a para um

dos copos.

2. Deita 5 colheres de café de borato de sódio

no copo com água e mexe.

3. Despeja metade do tubo de cola no outro

copo.

4. Coloca 1 colher de café de corante

alimentar no copo com cola.

5. Mexe, com a ajuda do pau de gelado, a

cola e o corante alimentar.

6. Pede a um amigo que deite a água com o

borato de sódio ao mesmo tempo que

mexes a cola e o corante alimentar. Diz ao

teu amigo para parar de deitar a água com

o borato de sódio quando sentires a cola

ficar mais dura.

7. Puxa o pau de gelado para fora do copo e

segura o teu “pega-monstros” com as

mãos. Se o “pega-monstros” ficar dentro

do

copo, tira-o com a mão.


8.

Tenta dar várias formas ao teu

“pega-monstros”.

O que aconteceu?

O “pega-monstros” forma-se devido à reacção do borato de sódio com a

cola. Nas lojas vende-se um brinquedo parecido com

o que acabaste de

fazer. Foi inventado por acaso, quando, em 1941, se tentava fabricar uma

borracha

sintética.

Brinca com os teus amigos e diverte-te com

o teu próprio “pega-monstros”!


Introdução:

O mergulhador

Nesta

experiência vais controlar um mergulhador. Para isso só vais ter

de apertar os lados

de uma garrafa!

Material:

1 Tampa de caneta

Plasticina

1 Copo

Água

1 Garrafa de plástico (1,5 ou 2l)

Procedimento:

1. Coloca um pouco de plasticina na ponta da

tampa da caneta, mas

sem tapar a abertura.

Se a tampa tiver um buraco no topo, tapa-a

com plasticina.

2. Enche o copo com água. Põe a tampa com

plasticina dentro do copo com água. Verifica se

flutua. Tira ou acrescenta plasticina na ponta

da tampa, até que esta flutue.

3. Enche a garrafa de plástico com água, mas

sem que fique totalmente cheia.

4. Coloca a tampa com plasticina dentro da

garrafa e tapa-a.

5. Aperta os lados da garrafa. Observa o que

acontece à tampa.

6. Solta a garrafa e vê

o que acontece à tampa.


Porque é que a tampa sobe e desce?

A tampa fica a flutuar porque tem uma bolha de ar dentro, que a

sustenta.

Quando apertas a garrafa obrigas a água a entrar para dentro da

tampa. A bolha de ar diminui e a tampa vai ao fundo.

Quando soltas os lados da garrafa, a bolha de ar volta a aumentar e a

tampa

sobe para ficar a flutuar outra vez.

Experimenta em tua casa e diverte-te! E que

tal experimentares com mais que um

“mergulhador”?


Introdução:

Mensagem secreta

Nesta

experiência vais poder escrever uma mensagem utilizando um

limão

e só vais deixar que a leiam quando tu quiseres!

PEDE

AJUDA A UM ADULTO PARA REALIZARES ESTA

Material:

1 Limão

1 Faca

1 Copo

1 Pincel fino

Papel branco

Procedimento:

1.

Corta o limão ao meio.

EXPERIÊNCIA

PEDE AJUDA A UM ADULTO PARA

REALIZARES

ESTA TAREFA.

2. Espreme o sum o de metade de um limão

para dentro do copo

3. Utiliza o pincel e escreve uma mensagem

secreta com o sumo de limão no papel

branco.

4. Coloca o papel num local seco e deixa-o

secar completamente. Verifica que não se

consegue ver a tua mensagem.

5. Liga o ferro de engomar e deixa-o aquecer.

Coloca o papel com a parte do desenho para

baixo e passa com o ferro por todo o papel.

Repete este passo várias vezes. Desliga o

ferro e vira o papel ao contrário.

PEDE AJUDA

A UM ADULTO PARA REALIZARES ESTA TAREFA.


Como apareceu a tua mensagem?

O sumo de limão tem um ácido (áci do cítrico) que, com o calor do ferro,

sofre

uma reacção e fica castanho.

Agora já sabes como desvendar os teus

seg redos quando desejares! Experimenta em

tua casa, mas SEMPRE COM AJUDA DE UM

ADULTO.


Introdução:

Espuma colorida

Nesta

experiência

vai produzir um gás chamado dióxido de carbono

(CO2).

Apesar de ser um gás invisível, vais poder confirmar a sua

existência!

Material:

4 Copos de iogurte

1 Copo de medição

1 Colher de sopa

Bicarbonato de sódio

Detergente para a roupa

1 Colher de café

Corante alimentar

Procedimento:

1.

Coloca, em 2 copos,

100 ml de água,

adiciona 3 colheres de bicarbonato de

sódio e mexe. Põe estes copos de lado até

voltares e precisar deles.

2. Nos outros 2 copos, coloca 100 ml de

vinagre.

3. Junta ao vinagre 5 colheres de sopa de

detergente para lavar a roupa à mão.

Mexe com muito cuidado de modo que a

espuma não saia do copo.

4. Adiciona de seguida uma colher de café

de corante alimentar em cada copo e

mexe devagar.

5. Coloca estes copos num recipiente de

plástico.

6. Com a ajuda de um amigo, junta, ao mesmo

tempo, as soluções d e

bicarbonato de sódio às

soluções de vinagre.


Como é que a espuma se formou?

Uma partícula existente no ácido do vinagre (protão do ácido acético) reage

com

o bicarbonato de sódio (mais propriamente com o ião hidrogeno

carbonato). Desta reacção, liberta-se um gás, o dióxido de carbono (CO2) e

alguma água (H2O). O dióxido de carbono, juntamente com o detergente,

origina a espuma que sai para fora dos copos.

Experimenta em tua casa e diverte a tua

família com esta espuma colorida!


Fontes:

“Sítio dos Miúdos”, http://www.sitiodosmiudos.pt/brincareaprender/ ,

Porto Editora

(consultado em 20 de Maio de 2007)

SILVA, Vasco, “Ciência em Casa”,

http:// cienciaemcasa.cienciaviva.pt/

(consultado em 20 de Maio de 2007)

More magazines by this user
Similar magazines