Views
5 years ago

Oclusão do Tronco Comum numa Doente com Angor Estável [48]

Oclusão do Tronco Comum numa Doente com Angor Estável [48]

Oclusão do Tronco Comum numa Doente com Angor Estável

IMAGEM EM CARDIOLOGIA Oclusão do Tronco Comum numa Doente com Angor Estável [48] ANTÓNIO MIGUEL FERREIRA, MANUEL DE SOUSA ALMEIDA, RUI CAMPANTE TELES, PEDRO DE ARAÚJO GONÇALVES, FRANCISCO PEREIRA MACHADO, VÍTOR MARTINS, JOSÉ PEDRO NEVES, JOÃO QUEIROZ E MELO, JOSÉ ANICETO SILVA Laboratório de Hemodinâmica, Serviço de Cardiologia, Hospital de Santa Cruz, Carnaxide, Portugal Serviço de Cirurgia Cardiotorácica, Hospital de Santa Cruz, Carnaxide, Portugal Doente de 61 anos, sexo feminino, com hipertensão arterial e hipercolesterolémia, sem antecedentes cardiovasculares relevantes. Referenciada para cateterismo cardíaco por queixas de angor de esforço típico com três anos de evolução, de agravamento lento e progressivo, encontrando-se à data do exame em classe III da Canadian Cardiovascular Society. A prova de esforço efectuada em ambulatório foi precocemente positiva por critérios clínicos e electrocardiográficos. A coronariografia revelou uma oclusão ostial do tronco comum, com enchimento completo da rede coronária esquerda através de circulação colateral proveniente da coronária direita, a qual não apresentava qualquer lesão angiográfica. A ventriculografia mostrava boa função ventricular, com uma fracção de ejecção estimada de 64 % (Fig. 1 e 2). Não se efectuou tentativa de angioplastia do tronco comum dada a inexistência de coto visível. A doente foi submetida a dupla pontagem aortocoronária com mamária interna esquerda pediculada para a descendente anterior média e mamária interna direita pediculada para a primeira marginal. O internamento decorreu sem intercorrências significativas tendo tido alta para o domicílio uma semana depois. A oclusão crónica do tronco comum é um achado angiográfico muito raro em doentes sem pontagens aortocoronárias, estando descritos Rev Port Cardiol 2006; 25 (5) :549-550 Palavras-Chave Tronco comum; Angor estável Total Occlusion of the Left Main Coronary Artery in a Patient with Chronic Stable Angina - Case Report Key words Left main; Chronic stable angina This 61-year-old female patient with hypertension and hypercholesterolemia and no history of prior myocardial infarction was referred for cardiac catheterization for typical effort angina of three years duration. Her symptoms had become increasingly frequent and were graded as Canadian Cardiovascular Society class III. During exercise stress testing, she developed chest pain and early ST depression. Coronary angiography revealed complete ostial occlusion of the main trunk of the left coronary artery, the left coronary network being fill-ed by collaterals from a normal right coronary artery. Left ventriculography showed normal systolic function with an estimated ejection fraction of 64% (Figs. 1 and 2). Left main angioplasty was not attempted since the ostium could not be engaged. The patient underwent bypass grafting of the left anterior descending artery with the left internal mammary artery, and of the first obtuse marginal with the right internal mammary artery. The surgery was uneventful and she was safely discharged home a week later. Chronic total occlusion of the left main is a very rare finding in patients without coronary artery bypass grafts, with around 70 cases reported in the English-language literature (1) . Recebido para publicação: Fevereiro de 2006 • Aceite para publicação: Março de 2006 Received for publication: February 2006 • Accepted for publication: March 2006 549

Cirurgia Coronária em Doentes com Aorta «Porcelana»[54]
1º Semestre 2011/2012 - HORÁRIOS DO TRONCO COMUM - ESMAE
Horário Tronco Comum - ano letivo 2011/2012 - ESMAE