aftermarket - Mahle.com

gcY3FAu69S

aftermarket - Mahle.com

ÍNDICE

Que fi nalidade tem uma revista para o aftermarket do setor

automotivo? Em primeiro lugar, motivar a leitura. Nem sempre

essa é uma tarefa fácil nestes tempos de conexão à Internet

de alta velocidade, com um mundo de imagens e informações

que se atualizam rapidamente. Por isso, em todas as reuniões

de pauta, para a escolha dos assuntos a serem explorados,

a equipe do mAhle After market news precisa responder

à pergunta: “O que poderemos trazer de interessante? O que

nossos leitores querem saber?” E também: “Como poderemos

apresentar essas informações – de interesse e exclusivas

– de maneira que os leitores fi quem realmente animados

a lê-las por completo, e não apenas passar os olhos nelas?”

2 EDITORIAL

Edvaldo R. S. de Souza,

Gerente Nacional de Vendas

3 MAHLE MUNDO

Busca e apreensão de falsifi cações

na Automechanika

4 MAHLE MUNDO

Pausa para bronzinas

A F T E R M A R K E T

JORNAL PARA OS DISTRIBUIDORES, LOJISTAS, APLI-

CADORES E REPARADORES DO SETOR DE AUTOPEÇAS

Para estimular nosso público, decidimos informá-lo sobre alguns

assuntos especiais, sobre os quais temos informações

exclusivas. Por exemplo, como estão as nossas ações contra

a pirataria, que tanto prejudica o nosso mercado. Ou matérias

técnicas sobre bronzinas e sobre fi ltros. Nesta edição vocês

também vão conhecer os vários lançamentos de produtos

no Brasil e suas respectivas aplicações, a primeira moto bicombustível

do mercado – com fi ltro MAHLE – bem como os

eventos de aftermarket, como campanhas de vendas, homenagens,

cursos e competições esportivas. Bom, não vamos

segurá-los neste editorial nem mais um segundo... desejamos

a vocês uma ótima leitura!

COnTInuAmOs nOssO COmBATE à

pIRATARIA

Os pROBLEmAs CAusADOs pELAs FALsIFICAÇÕEs sÃO BEm COnhECIDOs E TÊm

pREJuDICADO muITO O sETOR DE COmpOnEnTEs AuTOmOTIvOs

6 MAHLE MUNDO

Filtros MAHLE: sobre ar,

fogo e chama

8 EVENTOS

Campanha de combate

à pirataria

9 PRODUTOS

Filtro MAHLE equipa a primeira

moto bicombustível do mundo

10 PRODUTOS

Lançamentos de

produtos no Brasil

13 EVENTOS

Campanha de vendas

Carlton Automotiva

14 EVENTOS

MAHLE na Fórmula Truck

1/2009

Mais informações nas páginas 3 e 8

15 EVENTOS

Ações realizadas pelo

Aftermarket

16 EVENTOS

1º Encontro de Mecânicos e

cursos de motores

www.mahle.com.br


EDITORIAL

pREzADOs LEITOREs.

Nesta edição voltamos a focar um assunto que tem sido tema recorrente

na mídia mundial e muito importante para o nosso mercado, com o qual

todo cuidado é pouco: as falsificações de produtos. Continuamos reafirmando

nossa posição de que pirataria é crime e deve ser tratada como

tal, de forma punitiva e dentro dos rigores da lei.

Essa mesma posição é defendida em todo o mundo pelo Grupo MAHLE.

Uma amostra exemplar dessa nossa postura foi a atuação em plena Automechanika,

realizada em Frankfurt, um dos mais representativos eventos

do setor automotivo. Em uma operação conjunta com as autoridades alfandegárias

alemãs, foi realizada uma busca com apreensões e abertura

de processos judiciais contra expositores envolvidos no crime de falsifica-

AFTE RMARKE T

n e w s

2

Edvaldo R. S. de Souza,

Gerente Nacional de

Vendas

ção de componentes. A matéria na página ao lado dá mais detalhes sobre

a operação. Não deixe de ler.

No Brasil, o tema também vem sendo tratado com a maior seriedade. Na

página 8 você vai conferir uma matéria sobre o assunto, também publicada

pelo Sindirepa – Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios

do Estado de São Paulo, sobre as medidas que estamos adotando contra as

falsificações.

Vale lembrar que todos os que fabricam, distribuem, comercializam ou aplicam

peça falsificada estão cometendo um crime passível de severas punições.

Como todos estamos expostos aos perigos decorrentes dessa prática,

devemos ficar atentos para detectar a ação ilegal, denunciá-la e

combatê-la energicamente. O esforço conjunto é importante para exterminar

esse mal, em nosso mercado e em todos os outros setores da economia por

ele atingidos.

Veja também nesta edição os muitos lançamentos de produtos no Brasil, a

primeira moto bicombustível do mundo equipada com filtro MAHLE, bem

como os mais recentes eventos que movimentaram o Aftermarket, como

cursos de motores, Dia de Foco, campanhas de vendas, palestras, homenagens

e competições esportivas.

Boa leitura e até a próxima.

Um abraço,

Edvaldo R. S. de Souza


BEm-FEITO!

A mAhLE COmBATE vIOLAÇÕEs DE pATEnTEs E A FALsIFICAÇÃO DE

pRODuTOs nO pRÓpRIO LOCAL DOs FATOs – Em pLEnA FEIRA InTERnA-

CIOnAL AuTOmEChAnIKA, Em FRAnKFuRT, ALEmAnhA.

O tema falsifi cação de produtos vem dominando o setor

já há algum tempo. Durante esse período, os problemas e

riscos de falta de segurança, que são causados por produtos

falsifi cados, são bem conhecidos em toda a cadeia

do setor automotivo. Antes de tudo, faz-se necessário e

de suma importância um trabalho educativo. mas isso não

é o sufi ciente. para dar um exemplo claro, é hora de agir

e não de falar apenas. por isso, a mAhLE realizou pela

primeira vez – em conjunto com as autoridades alfandegárias

alemãs – uma busca na Automechanika 2008. E ela

foi coroada de êxito: 250 produtos foram encontrados, os

quais se baseavam em patentes roubadas e, portanto, ilegais.

As falsifi cações foram apreendidas imediatamente

pelas autoridades alfandegárias e a mAhLE abriu processos

judiciais contra os expositores envolvidos.

Filtros do óleo e de água, bem como o fi ltro do óleo patenteado

Öko da MAHLE foram o foco da operação. Um desses elementos

de fi ltragem é equipado com um dispositivo de drenagem

de óleo especialmente desenvolvido para esse fi m. Trata-se de

um dos produtos MAHLE para fi ltros campeões de venda e, por

isso, também o objeto favorito dos ladrões de idéias e de desenvolvimento

de produtos.

A busca havia sido planejada com bastante antecedência e foi

organizada também de uma maneira bem profi ssional: meses

antes do início da feira, a equipe da MAHLE checou a lista de

expositores, consultou advogados especialistas em patentes,

comunicou as autoridades alfandegárias e também a polícia sobre

a operação. Até mesmo treinamento sobre os produtos

para os agentes da alfândega em Frankfurt foi realizado – afi nal,

eles precisavam conhecer bem o que estavam procurando.

Diversas equipes, compostas de agentes da alfândega, advogados

e policiais armados, causaram um enorme alvoroço nos corredores

da feira. Juntas, essas equipes realizaram uma apurada

busca em cerca de 50 estandes sobre os quais haviam recebido

informações sobre produtos piratas. Durante a investigação, a

audácia de alguns expositores foi demonstrada de maneiras diferentes:

alguns exibiam os produtos falsifi cados claramente visíveis

em mostruários, outros mantinham os produtos embaixo

do balcão ou faziam a sua divulgação apenas por meio de folhetos.

Mas os agentes da alfândega já sabiam dessas artimanhas

e foram implacáveis. Cada gaveta, cada caixa e cada canto passaram

por um pente-fi no. Tentativas de esconder os produtos

ilegais e desculpas esfarrapadas não foram aceitas.

Isso resultou na apreensão de 253 falsifi cações em 19 estandes.

Dessas, 114 eram fi ltros do óleo, dos quais 98 foram descobertos

graças às informações da MAHLE. A propósito, a maioria

dos expositores de estandes suspeitos vinha da Ásia. Apesar

disso, produtos falsifi cados também foram encontrados com

revendedores da Turquia, Marrocos, Tunísia e Egito. As respostas

das pessoas fl agradas variaram de teimosia pomposa a tentativas

de se safar daquela situação com conversas mirabolantes,

com imensa criatividade. Entretanto, o fi scal da alfândega

responsável pela operação e sua equipe foram irredutíveis – e a

MAHLE registrou queixa contra os expositores implicados.

Essa ação demonstrou mais uma vez a que ponto a pirataria de

produtos chegou desde que esse tema passou a ser discutido no

setor e o quanto é importante combater as falsifi cações e violações

de patentes. A Automechanika foi uma plataforma ideal

para deixar o público ainda mais consciente desse tema: a ação

gerou tanta repercussão que uma rede de TV local exibiu uma

reportagem detalhada sobre a apreensão na feira na mesma noite.

A reportagem mostrou imagens impressionantes da busca

com policiais armados, expositores surpreendidos e fi ltros do

óleo falsifi cados apreendidos, além de informar um público maior

sobre os perigos dos componentes automotivos ilegais.

Com esse tipo de combate visível ao crime, teve início uma ação

decisiva no constante combate à pirataria desses produtos e foi

dado um sinal claro do setor para os fabricantes de produtos

falsifi cados, o setor automotivo, o aftermarket… e também para

o usuário fi nal.

mAhLE munDO

Em conjunto com outras organizações parceiras e

com as autoridades alfandegárias, a “Messe Frankfurt”

começou a iniciativa “Messe Frankfurt contra

Falsifi cação” desde 2006, e a operação policial na

Automechanika foi realizada nesse contexto.

Momentos críticos na Automechanika 2008:

onde normalmente negociações de venda são

realizadas em um ambiente descontraído, agentes

da alfândega e a polícia causaram um enorme

alvoroço quando realizaram buscas em 50

estandes para apreender produtos falsifi cados.

Medidas contra a audácia: os falsifi cadores

ofereciam seus produtos na renomada feira

comercial Automechanika – mas agentes da

alfândega apreenderam mais de 250 produtos

falsifi cados.

n e w s

AFTE RMARKE T

3


mAhLE munDO

pAusA pARA BROnzInAs

pERFORmAnCE DAs BROnzInAs É umA quEsTÃO DE mA-

TERIAIs, LIGAs E CAmADAs DE DEsLIzAmEnTO.

Além de sua função básica de suportar peças móveis, bronzinas, nos

motores, desempenham mais uma tarefa importante: acomodar e alojar

(embutibilidade) as partículas abrasivas. Essas partículas abrasivas são

geradas durante o funcionamento normal do motor e são tão pequenas

que não podem ser separadas pelo fi ltro do óleo e – se não alojadas –

podem levar a um desgaste prematuro. Essas funções-chave das bronzinas,

de atingir um funcionamento concêntrico e com baixo desgaste

para o motor, exigem estudos especiais de design.

Bronzinas nos motores estão sujeitas a diferentes condições de fricção. Por

esse motivo, elas são projetadas para resistir à fricção mista intensa do desgaste

que ocorre durante a partida a frio, assim como às altas pressões da combustão.

Em razão dessas diferentes exigências de desempenho, bronzinas são

geralmente feitas de vários materiais. Além de o material escolhido ser altamen-

AFTE RMARKE T

n e w s

4

te resistente ao desgaste, ele deve também proporcionar embutibilidade sufi -

ciente.

é o mAteriAl que fAZ A diferençA

As bronzinas MAHLE são de aço de alta resistência, revestidas com diferentes

metais patentes, ou seja, cuja resistência à fricção varia de acordo com a aplicação

específi ca de cada uma delas. Os materiais resistentes à abrasão são

selecionados a fi m de que as diferentes propriedades positivas desses materiais

se complementem e essa combinação seja ótima em cada aplicação específi ca.

O desenvolvimento de materiais tem, portanto, um papel fundamental não apenas

para atender às exigências de hoje, como também às futuras, de performance

das bronzinas. Por ter anos de atividades de desenvolvimento e experiência,

a MAHLE dispõe de um grande número de ligas de alta qualidade de

resistência à abrasão para bronzinas, como ligas de alumínio e de bronze.


ProjetAdAs com mÚltiPlAs cAmAdAs

Resistência, ajuste preciso e boa qualidade de funcionamento –

essas exigências são contraditórias em termos de tecnologia de

materiais. A solução: bronzinas multicamadas, projetadas de acordo

com o princípio de compartilhamento de trabalho. Isso em razão

da função básica das bronzinas, sobretudo sua capacidade de

carga dinâmica, que não apenas varia de acordo com o material,

mas também com a estrutura e a espessura das camadas, assim

como do design – como, por exemplo, a confi guração da superfície

de deslizamento da bronzina. A base da bronzina MAHLE é de

aço de alta resistência, revestida com diferentes metais, cuja resistência

à abrasão varia de acordo com a aplicação específi ca que

ela tem. A seguir uma descrição dos designs de bronzina.

Bronzinas sólidas são feitas inteiramente de um tipo de metal:

na maioria das vezes, uma liga de bronze. Essas bronzinas

são, em geral, utilizadas em motores de grande porte; entretanto,

podem ser também utilizadas em automóveis, como buchas de

pinos de pistão, arruelas de encosto ou bronzinas de eixos de

comando de válvula.

Bronzinas bimetálicas têm uma base de aço, uma camada intermediária

e uma camada de metal antifricção. Ligas de alumínio

são utilizadas principalmente para a camada de metal antifricção.

As bronzinas bimetálicas são utilizadas tanto em motores a gasolina

quanto diesel naturalmente aspirados de carga baixa a média

em automóveis – dependendo da liga, como buchas de bielas,

buchas do balancim de válvulas, arruelas de encosto, buchas de

eixo de comando de válvula, bronzinas centrais ou bronzinas de

biela.

Bronzinas trimetálicas têm uma base de aço, uma camada de

liga base, uma camada-barreira e a camada antifricção. A camada

de liga base é feita principalmente de um tipo de bronze e é

geralmente aplicada por meio de um processo de galvanoplastia.

Bronzinas trimetálicas são predominantemente utilizadas em

motores sujeitos a cargas mais altas – como buchas de pinos de

pistão de grande porte, bronzina de biela, bronzinas centrais e

buchas de eixo de comando de válvula.

Bronzinas sputter são bronzinas de altíssima qualidade. Em

termos de sua estrutura, elas também são bronzinas trimetálicas

feitas dos mesmos materiais. Contudo, uma camada de Al-SM

extremamente resistente é depositada sobre o material patente

– por meio de um método especial de produção, o processo

sputter. Por receberem esse revestimento, essas bronzinas

apresentam signifi cativamente maior dureza e resistência ao

desgaste. Elas são especialmente adequadas para motores de

Processo sputter

Adição de argônio

(plasma – gás

ionizado)

Fluxo de

íons

Fluxo de

material

atômico

Plasma

gás ionizado

Bronzina em

meia-lua

Cátodo

Bomba de vácuo

Fornecimento

de eletricidade

No processo sputter, as bronzinas que têm base de aço, camada patente

e camada-barreira são colocadas na máquina. O material da camada

de deslizamento se deposita na superfície de atrito da bronzina. Esse

processo gera bronzinas extremamente resistentes ao desgaste.

alta performance, como os turbinados em automóveis e veículos

comerciais. Por isso, são especialmente utilizadas nas bronzinas

centrais e bronzinas de biela.

bronZinAs sPutter: Perfeito comPArtilhAmento

de trAbAlho

A camada de deslizamento revestida pelo processo sputter é extremamente

dura e resistente ao desgaste; porém, a embutibilidade

para as partículas abrasivas mencionadas anteriormente é

baixa. Para proporcionar melhor embutibilidade, uma das bronzinas

é com sputter, enquanto a outra bronzina é uma peça trimetálica

convencional, que pode acomodar perfeitamente as partículas

abrasivas.

imPortAnte: sAber quAl é A PeçA suPerior e

quAl é A inferior

A bronzina sputter é sempre montada na posição sujeita à carga

mais alta. Por exemplo, a bronzina sputter deve ser montada no

semicírculo superior do olhal maior da biela, já que esse é o lado

onde a pressão de combustão exerce seu efeito (Figura 1). No

virabrequim, entretanto, a pressão de combustão afeta diretamente

a bronzina inferior. A bronzina sputter pode ser identifi cada

pela gravação “Sputter” na parte externa da bronzina. Por razões

de segurança, as bronzinas sputter são geralmente embaladas e

seladas separadamente.

cuidAdo: furo de lubrificAção!

Uma causa adicional de erro durante a montagem das bronzinas

é a sua posição. Na maioria dos pares de bronzinas, apenas

uma tem um furo. Se o local da bronzina é lubrifi cado através

de um furo de lubrifi cação (como com os virabrequins), é

preciso se certifi car de que o furo na bronzina esteja posicionado

exatamente sobre o furo do alojamento correspondente. Se

as bronzinas forem montadas do lado errado, a lubrifi cação do

motor será prejudicada. Resultado: engripamento intenso que

pode levar a bronzina a fi car soldada ao virabrequim, devido ao

enorme calor que é gerado. (A fi gura 2 mostra como fi ca essa

soldagem da bronzina ao virabrequim.)

1

2

mAhLE munDO

Bronzinas sólidas

São feitas inteiramente de um tipo de metal de

ligas especiais.

Bronzinas bimetálicas

A base de aço recebe o complemento de

uma camada intermediária e de uma camada

de metal antifricção – utilizadas para motores

sujeitos a baixa e média cargas.

Bronzinas trimetálicas

São compostas de uma base de aço, camada

de liga base, camada-barreira e camada

antifricção (nas bronzinas sputter temos um

revestimento especial) – utilizadas nos motores

turbinados.

A gravação “Sputter” é a identifi cação segura

desse tipo de bronzina.

Na biela, a bronzina sputter é montada no semicírculo

superior, onde a pressão de combustão

leva a uma carga mais alta.

O resultado do erro de montagem: como

as bronzinas haviam sido montadas do lado

errado, ou seja, do lado contrário, o furo de

lubrifi cação fi cou obstruído e isso levou ao

engripamento pelo extremo calor gerado, o que

fez a bronzina fi car soldada ao virabrequim.

No catálogo de bronzinas MAHLE, você encontra uma visão geral da linha completa desses produtos. Se preferir, acesse www.mahle.com

AFTE RMARKE T

n e w s

5


mAhLE munDO

sOBRE AR,

FOGO E ChAmA

Os fi ltros do ar trabalham para que o ar aspirado fi que sempre limpo, previnem contra o desgaste prematuro dos componentes do motor,

garantem uma ótima mistura ar/combustível e, quando equipados adequadamente, podem até apagar incêndios.

AFTE RMARKE T

n e w s

6


1 2

3 4

um dos mais importantes requisitos para uma ótima performance do motor, altos torques, baixo consumo de

combustível e menor emissão de poluentes é o ar aspirado limpo. Isso, entretanto, depende muito do filtro do ar, o

qual tem a função de impedir a entrada de partículas de poeira, de fuligem e de partículas do desgaste dos pneus

no sistema de admissão.

A essênciA de um bom filtro do Ar

Uma característica importante de qualidade é a chamada eficiência

de coleta, que é medida em porcentagem e indica a proporção

de partículas do ar aspirado que ficam retidas no filtro.

Os filtros do ar MAHLE e Knecht atingem uma eficiência de coleta

de até 99,9%. Isso significa que praticamente tudo que

pode afetar o funcionamento e a durabilidade do motor é filtrado

por eles. Essa eficiência de coleta cria condições para que o

motor tenha uma grande durabilidade mesmo sob temperaturas

extremas ou efeitos químicos.

Perigo de incêndio: PontA de cigArro jogAdA

PelA jAnelA

Curiosamente, os filtros do ar estão sujeitos não apenas à poeira,

à fuligem, ao calor, ao frio e a vários produtos químicos durante

seu funcionamento, como também à ameaça de outro

perigo: o de pegar fogo – causado pela total falta de cuidado de

alguns motoristas ao jogar ponta de cigarro aceso pela janela

de seu veículo em movimento. Se o calor de combustão de

500°C entra no sistema de admissão do veículo que vem atrás,

o filtro do ar desse veículo pode pegar fogo – com resultado

desastroso de um incêndio no compartimento do motor. O

exemplo mais conhecido disso é provavelmente a catástrofe

que ocorreu no Túnel Mont Blanc, na qual um caminhão pegou

fogo – a causa comprovada foi uma ponta de cigarro jogada

pela janela de um outro veículo.

Contudo, uma pesquisa realizada por oficinas mecânicas indicou

que a maioria dos incêndios no compartimento do motor arde

sem chama; por isso, geralmente não são percebidos quando

ocorrem. No caso desse tipo de incêndio, as peças do sistema de

admissão de ar que são feitas principalmente de plástico, em regra,

derretem. Se o veículo não ligar na manhã seguinte, basta dar

uma olhada no capô para perceber que ali ocorreu um incêndio.

PArA mAior segurAnçA Ao dirigir o veículo:

design retArdAdor de chAmAs

Para prevenir incêndios no compartimento do motor, fabricantes

de veículos tomaram medidas especiais de projeto, que incluem

grades na frente da abertura de admissão do ar ou posicionamento

adequado do canal de admissão do ar. Outra opção

para a prevenção contra incêndio é o projeto de elementos do

filtro com propriedades retardadoras de chamas como aquelas

desenvolvidas pela MAHLE em conjunto com fabricantes de automóveis

e fabricantes de papel filtrante. Essas camadas filtrantes,

com propriedades retardadoras de chamas, são obrigatórias

nos manuais de especificação de fabricantes de automóveis

para as futuras gerações de veículos.

triPlA Proteção

A base para atingir as propriedades retardadoras de chamas é

uma resina especial utilizada para impregnar o papel filtrante. A

proporção de resina para as camadas filtrantes com tratamento

retardador de chamas varia de 25 a 30% (para papel filtrante

normal, isso é, de apenas 15 a 20%). O papel filtrante tratado

dessa forma pode ainda pegar fogo, mas ele se apaga logo

após ter começado. A proteção se baseia nas três medidas

contra incêndio:

Liberação de nitrogênio (N 2 ) para apagar o incêndio como

um gás inerte.

Liberação de água para esfriar rapidamente a temperatura

abaixo do ponto de combustão.

Liberação de ácido para oxidar as fibras de celulose, para

que se tornem incombustíveis.

mAhLE munDO

colocAndo à ProvA: PAPel filtrAnte

normAl vs. filtro com médiA retArdAdorA

de chAmAs

O fluxo de ar que pode ser esperado no compartimento

do motor de um carro em movimento é

simulado por meio de um assoprador. Com uma

chama direta, tenta-se então atear fogo a um filtro

instalado em uma carcaça de filtro aberta.

Papel filtrante não retardador de chamas

1 O filtro é inflamado com uma chama direta: a

chama se espalha rapidamente. (O ensaio foi

abortado logo depois para se apagar o fogo

manualmente.)

2 Aqui é possível ver com clareza como a chama

se espalha rapidamente em direção ao

lado limpo (motor) – com todas as conse-

quências indesejáveis.

Papel retardador de chamas

3 O papel foi inflamado com uma chama direta.

4 Mas o fogo se apaga depois de alguns se-

gundos.

AFTE RMARKE T

n e w s

7


EvEnTOs

CAmpAnhA DE

COmBATE à pIRATARIA

no brAsil, A mAhle metAl leve s.A. tem AtuAdo fortemente contrA A fAlsificAção de comPonentes Automotivos,

que tAnto PrejudicA o nosso mercAdo. confirA:

A MAHLE Metal Leve S.A., líder mundial de componentes de motor e conhecida

pela qualidade de seus produtos (filtros, pistões, sistema de filtração e

válvulas, entre outros), iniciou uma campanha para combater a falsificação e a

pirataria em autopeças que também têm atingido suas marcas.

Consciente dos problemas gerados pela falsificação e pirataria de autopeças

que afetam toda a cadeia de reposição automotiva, a MAHLE Metal Leve S.A.,

em parceria com algumas associações como Sindirepa, Conarem e ABCF

(Associação Brasileira de Combate à Falsificação), iniciou um trabalho para

esclarecer e orientar os empresários da reparação de veículos sobre a importância

de combater esse crime.

Para isso, foi criado um selo holográfico em suas embalagens para dificultar

essa ação criminosa, que prejudica não somente os fabricantes sérios e idôneos,

como toda a cadeia da reposição automotiva e também o consumidor

que coloca uma peça sem os mínimos critérios de qualidade e que não atende

às especificações recomendadas pelas montadoras.

O desenvolvimento de um produto envolve um minucioso trabalho de pesquisa,

engenharia e tecnologia, que demanda tempo e investimento em equipamentos

e equipe de profissionais altamente capacitada. Trata-se de um trabalho

sério e de muita responsabilidade, pois as peças e os componentes de um

AFTE RMARKE T

n e w s

8

veículo devem atender a todas as especificações determinadas pelas montadoras,

para oferecer bom desempenho e segurança. O veículo é um meio de

transporte essencial e precisa estar em boas condições para não colocar em

risco a vida das pessoas.

Confira algumas dicas importantes para evitar a compra de produtos falsificados

ou piratas:

compre apenas de distribuidores MAHLE Metal Leve S.A. autorizados;

nenhum produto da MAHLE Metal Leve S.A. é oferecido avulso, sem embalagem

ou logomarca;

as embalagens apresentam diferenças de tonalidade, padrão e tamanho de

fonte;

as embalagens dos produtos originais apresentam o número do SAC, simbologia

de reciclagem e texto normal, sem negrito;

os anéis apresentam a gravação C TOP em chanfro;

as canaletas contêm um rebaixo dimensionalmente maior e gravação C TOP;

desconfie de peças que são oferecidas por um valor muito baixo – é nessas

horas que “o barato sai caro”.

Em qualquer um desses casos, entre imediatamente em contato com a

MAHLE Metal Leve S.A. Ligue grátis para o telefone 0800 0150015 e faça

sua denúncia.


FILTRO mAhLE

EquIpA A pRImEIRA mOTO

BICOmBusTívEL DO munDO

A primeira moto bicombustível do mundo, lançamento da honda do

primeiro trimestre deste ano, está equipada com um filtro bicombustível

produzido pela mAhLE. O modelo permite que o motociclista

escolha o combustível que melhor atenda às suas necessidades.

Em conjunto com a Moto Honda, o time de filtros da MAHLE desenvolveu três

variantes do filtro bicombustível de automóveis para aplicação em motos. A

MAHLE Filtros desenvolve e fornece filtro bicombustível para todas as montadoras

de automóveis instaladas no país e exporta para países da América do

Sul e Europa – é líder na fabricação do produto e centro de competência dentro

do Grupo MAHLE. Com capacidade instalada de 6 milhões de filtros em

2009, a MAHLE está preparada para suprir a demanda desse novo mercado

e tornar-se líder também em duas rodas.

Economia, desempenho e responsabilidade ambiental

O desenvolvimento da nova motocicleta acompanha a estratégia mundial da

Honda voltada para a preservação do meio ambiente, com a criação de novas

tecnologias ecologicamente responsáveis.

A tecnologia bicombustível vem a cada dia se mostrando mais acertada no

que diz respeito à redução da emissão de poluentes. Motores álcool/gasolina

em veículos são uma tendência mundial e o Brasil tem despontado como líder

nesse desenvolvimento.

Imagens: www.honda.com.br

AFTE RMARKE T

n e w s

pRODuTOs

9


pRODuTOs

produto: Filtro LX 2528

Aplicação: Linha pesada (maquinaria de obras públicas)

Caterpillar: 112 motor 68E1/81G1/81C1, 112F motor 89J1689/46D1/89J1-1688/82F1,

120G motor 87V1/82/2, 120H motor 4MK1, 12E motor 99E1, 12G motor 61M1/3PL842,

130G motor 74V1, 215 motor 96L1, 508 motor 9NC1/2HD1, 518 motor 50S1-205/50S206,

561B motor 62A1, 916 motor 2XB1/9WB1, 918F motor 5DL1/2CK1/3TJ1, 920 motor

62K1-3389/62K11414/62K3390-11413/62K3394, 922B motor 88J1, 924F motor

6MN1/4YN1/5NN1, 926 motor 4NB1-2075/8NB1-1541A/94Z1-2208, 926E motor

94Z2209, 928G motor 6XR, 930 motor 41K1-2326/41K2327-5314/17B1-219/79J1/79M1,

930R motor 57Z1-3999, 941 motor 80H3087/80H1-3039, 941B motor

80H3087/80H3085/80H3040-3084, 943 motor 4Z1/31Y1/19Z1379/19Z1-1378, 944 motor

87J1, 944A motor 43A1/58A1, 950 motor 90A1/81J5411/31K1016-

1200/31K1201/81J4273-5410, 950A motor 81J7846/81J1-4272/81J4273-7845, 950F

motor 5SK1-976/6YG1, 951B motor 86J1-1991/69H1-1868/79H1, 951C motor 86J2598-

4041/86J4042/19H1/86J992-2597, 953B motor 3MK1, 955H motor 60A1, AP1000 motor

1HD1, AP1050 motor 1JG1, CP563 motor 1YJ1/8XF1-650, CP563C motor

5JN1/8XF651/4KN1/CS583C, D4 motor 83J1-1810/84J1390/84J1-1389/82J1811/82J1-

3259/82J3260/82J3256, D4E motor 76W1/77W1/28X1-1726/52X1-1162/28x11727/

27x1/52X1163/72X1/29x1, D4H 2AC1-3999/82J3260/3AC1-3999/8PB1-3999/8PB4000/

9DB1-3999/3AC4000/2AC4000, D4HLGP motor 9GJ1/4NK1, D4HXL motor 9GJ1/4NK1/

8PG1, D5 motor 83H1-455/84H1-809/81H1/82H1, D6B motor 44A1/57A1/37A1/56A1,

EL180 motor 4EF1-100/1RF1-100, IT18 motor 9NB1/7ZB1, IT18B motor 2NJ1/4ZD1/1DF1,

IT18F motor 5EJ1/6ZF1, IT24F motor 4NN1/6KN1, IT28 motor 8JB1, IT28B motor

1HF1/5SD1, IT28F motor 1JL1/3CL1 e IT28G motor CAT3116.

produto: Filtro do ar LX 645/1

Aplicação: Linha leve

Citroën: Xsara 1.6 16V Break GLX/Exclusive motor TU-

5JP4 01/01-12/03, Xsara 1.6 16V Exclusive (autom./

mec.) motor TU5JP4 01/01-12/01, Xsara 1.6 16V GLX

(autom./mec.) motor TU5JP4 01/01 > e Xsara 1.6 16V

VTS motor TU5JP4 01/01-12/02, Xsara Picasso 1.6 16V

Flex Exclusive/GLX motor TU5JP4 01/05 >, Xsara Picasso

2.0 Brasil/Etoile/GLX motor EW10J4 01/01 > e Xsara

Picasso 2.0 16V Brasil/Etoile/GLX/Autom. motor XU-

10J4R 01/01 >.

Peugeot: 206 1.4 8V (Feline/Holiday/Presence/SW Presence)

01/04 >, 206 1.4 8V Flex (Feline/Presence/Sensation/SW

Presence) 01/04 >, 206 1.6 16V Flex (Holy./

Rall./Selec./Pres./SW/Escap./Felin./Tech) 01/05 > e 206

1.6 16V (CC/Pass./Rallye/Soleil/Quick./SW/Felin./Pres./

Tech) 01/01 >.

AFTE RMARKE T

n e w s

10

produto: Filtro LX 2529

Aplicação: Linha leve (utilitários)

GM: Blazer 2.4 MPFI (gasolina) 01/01 >, Blazer 2.4 MPFI

8V Flex motor LP8 01/07 >, S10 2.4 MPFI 01/98 > e S10

2.4 MPFI 8V Flex motor LP8 01/07 >.

produto: Filtro LX 2527

Aplicação: Linha pesada

Case: 550G, 570 LXT/LXT Séries/L, 580 SLE motor

Cummins 4BT 3.9, 580 Super L / Super L - Séries 2/

TLB, 580L motor Cummins 4BT 3.9 1996 >, 580L Séries

2/584E/585E/586E e 590 Super L / Super L - Séries 2.


produto: Filtro LX 2532

Aplicação: Linha pesada (maquinaria de obras públicas)

Agrale-Deutz: Marrua AM 100-E (6011.000.120.00.7) motor

MWM Sprint 4.07 TCA 02/07 >, Marrua AM 150-E

(6011.000.123.00.1) motor MWM Sprint 4.07 TCA 04/07 >

e Marrua AM 200-E (6011.000.115.00.7) motor MWM

Sprint 4.07 TCA 06/06 >.

Iveco: Dally 35 S 14 (3.0 16V TB-IC Eletrônico) motor F1C

Iveco 01/08 >, Dally 45 S 14 (3.0 16V TB-IC Eletrônico)

motor F1C Iveco 01/08 >, Dally 55 S 14 (3.0 16V TB-IC

Eletrônico) motor F1C Iveco 01/08 >, Dally 35.10 motor

8140.23 01/96 >, Dally 35.13 motor 8140.43S 01/96 >,

Dally 38.13 motor 8140.43S 01/05 >, Dally 40.13 motor

8140.43S 01/05 >, Dally 49.10 motor 8140.43S 01/96 >,

Dally 49.12 motor 8140.23 05/96 >, Dally 50.13 motor

8140.43S 01/03 >, Dally 59.12 motor 8140.43S 01/05 >,

Dally 60.12 (Scudato) motor 8140.23 01/03 >, Dally 60.13

(Scudato) motor 8140.43S 01/06 >, Dally 70.12 motor

8140.43S 01/04 > e Dally 70.13 motor 8140.43S 01/05 >.

Troller: Pantanal 3.0 TDI Eletrônico (4x2 CS / 4x4 CS) motor

International NGD 01/06 > e T4 3.0 TDI Eletrônico (4x4

/ Cap. Lona / Cap. Rig.) motor International NGD 01/06 >.

produto: Filtro do ar LX 1765

Aplicação: Linha leve

Peugeot: 307 2.0L 16V 08 >

Citroën: C4 2.0 16V (Pallas) 08/07 > e C4 2.0 16V (VTR) 01/07 >

produto: Filtro LX 2526

Aplicação: Linha leve

Fiat: Doblò/Cargo 1.3 MPI Fire 16V 01/02 -

12/06, Doblò/Cargo 1.6 MPI 16V 01/02 -

12/05, Doblò/Cargo 1.8 MPI Flex 8V 01/06 >

e Doblò/Cargo 1.8 MPI 8V 01/04 - 12/06.

produto: Filtro LX 147

Aplicação: Linha leve (utilitário)

Jeep (Chrysler): Cherokee 2.0 Diesel e

Cherokee 2.5TD (XJ) M51/M52 10/95 >

11/01.

Renault: Trafi c 2.0 (furgão) 01/00 > 12/02.

produto: Filtro LX 1673

Aplicação: Linha pesada (maquinaria de obras públicas)

GM: GMC 3.500 HD motor 4.2MWM Sprint 6.07T TD 01/01

>, 6100 (4.1) motor Maxion S4 01/97 >, 6150 (4.2) motor

MWM Sprint 6 01/97 > e Silverado motor 4.2 MWM Sprint

6.07 01/97 > 12/01.

Jacto: K-3 Challenger (Colhedora de Café) motor International

P4000 e Uniport 2000 (Pulverizador Agrícola) motor

Maxion 4000 T.

Massey-Fergusson Traktoren: 292 (Máquina Agrícola) motor

International P4000T 1998 > e motor MWM A4 - 4.1

2002 >, 460 (Máquina Agrícola) motor Perkins P-4000T,

5320 (Máquina Agrícola) motor Perkins 1006.6 1999 > e

5420 (Máquina Agrícola) motor Perkins 1006.6 2003 >.

Maxion: MF292 (Máquina Agrícola).

Troller: T4 2.8 TB Intercooler Diesel (4x4/4x2/Cap.Lona/Cap.

Rig.) motor MWM 4.07TCE 01/01 > 12/05.

Valtra: Máquinas Agrícolas BF65 motor Valtra/Sisu 320D

2000 >, BF75 motor Valtra/Sisu 320DS Tu 2001 >, BL77 motor

Valtra 320DSR Turbo 2003 >, BL 88 motor Valtra 320DSR

Turbo 2003 >, 600 motor Valtra/Sisu 320DS T 2001 >, 700

motor Valtra 320DS Turbo 2001 >, 800 motor Valtra/Sisu

420DR 1998 > e 900 motor Valtra/Sisu 420DSR T 2002 >.

AFTE RMARKE T

n e w s

pRODuTOs

11


pRODuTOs

produto: Filtro LX 2531

Aplicação: Linha leve

Ford: Ecosport 2.0 Duratech HE (câmbio manual) 01/03 >

produto: Filtro LX 1774

Aplicação: Linha pesada (maquinarias de obras públicas)

Caterpillar: 219 motor 5CF1, Challenger 35 motor CAT 3116

(6.6L) 8DN205-548, Challenger 36 motor 8DN205-548,

Challenger 55 motor CAT 3126 (7.2L) 7DM1, D3B motor

2PC1, D3C motor 7JF1, D4E motor CAT 2CB1, D5 motor

94J1-1704, D5B motor 26X1, D5H Série 1DD1-UP, D5H

Série 7NC1-UP, D5H Série 8RC1-UP, D6 motor 1Y1, D6C

motor 10K1-5984, D6H motor 4LG4000, D7 motor 93N1-

961, D7F motor 94N1-5191, D7G motor 44W441, D7H Série

77Z1-UP, 78Z1-UP e D7H Série 80Z1-UP.

Massey-Fergusson: MF8260 motor Valmet 634DSBIE.

AFTE RMARKE T

n e w s

12

produto: Filtro LX 2530

Aplicação: Linha leve (utilitário)

Toyota: Hilux 2.5 16V Turbo Diesel CS D4-D 4x2/4x4 01/06

>, Hilux 2.7 16V CD/CS/DX/SRV/4x2 01/02 a 12/03, Hilux

3.0 8V Diesel CD/CS/DX/SR/SRV 4x2/4x4 01/02 > e Hilux

3.0 8V Turbo Diesel CD SR/SRV/4x4 01/02 >.

produto: Filtro LX 760

Aplicação: Linha pesada (maquinarias de obras públicas)

Brastoft: Austoft (maquinaria de obras públicas) motor Cummins, Brastoft 7000 (maquinaria de obras públicas) motor

Cummins L10, 7000 Brastoft/Case (maquinaria de obras públicas) motor Cummins L10 e 7700 Brastoft/Case (maquinaria

de obras públicas) motor Cummins L10.

Case (CNH Global): Retroescavadeira 300 motor Cummins NT 855 C 380 e retroescavadeira 300 motor Detroit 8 V 71.

Case-IH CNH Global: A 7000/7700 (máquina agrícola) motor Cummins L10, A 7000/7700 (máquina agrícola)

motor Cummins M11, A 7000/7700 (máquina agrícola) motor Cummins 6CTA 8.3 e A 7000/7700 (máquina agrícola)

motor Scania DS11.

Clark Equipment: 175A/AII/AIII/B (manipulador telescópico) motor Detroit 6V71/8V71, 175A/175A II/175 A III (manipulador

telescópico) motor Cummins V8R 240, 175B (manipulador telescópico) motor Cummins V8R 240, 210/CS

270 (manipulador telescópico) motor Detroit 6V71/8V71, 275A/AII/AIII/B (manipulador telescópico) motor Cummins

NT 855 C 310, 275A/AII/AIII/B (manipulador telescópico) motor Detroit 8V 71, 280/280II/280 III (manipulador telescópico)

motor Cummins NT 855 C 310, 280/280II/280 III (manipulador telescópico) motor Detroit 8V 71, 310/375A/380A III (manipulador

telescópico) motor Cummins NT 855 C 380, 380 (manipulador telescópico) motor Cummins NT 855 C 310 e 475 III

(manipulador telescópico) motor Cummins VTA 1710 C.

Cummins: 855 P 400, 855/NTTA 855 e 855 C 370 (todos com aplicação industrial).

Eaton Yale & Towne: Manipuladores telescópicos 2500, 2500C motor GMC 6V-71/8V-71, 3000 motor Detroit 6V 71, 4000/4000B

motor Detroit 8 V 71 e 4000/4000 B/6000 motor Cummins NT 855 (todos manipuladores telescópicos).

Fiat-Allis/Geotech/Hitachi: 21B (máquina agrícola) e 945/945B (máquina agrícola) motor OM 352.

Gardner-Denver Compressors: 1200 motor GMC 8V-71, 600 motor CAT D 333 T e 750 motor Cummins NT 855 (todos compressores).

Komatsu: 150/155 A-1 (até série 19 999) motor Komatsu S6D155 Imp. e 155 motor Cummins (todos maquinarias de obras públicas).

Santal: Tandem (máquina agrícola) motor Scania DS11.

produto: Filtro do ar LX 1287

Aplicação: Linha leve

Citroën: C3/C3 Puriel/C3 XTR – 1.4 8V motor TU3JP 01/03 >, 1.4 8V Flex (Exclusive/GLX/XTR)

motor TU3JP 01/07 >, 1.6 16V motor TU5JP4 01/02 > e 1.6 16V Flex (Exclusive/GLX/XTR)

motor TU5JP4 01/06 >.

produto: Filtro LX 2534

Aplicação: Linha pesada (maquinaria

de obras públicas)

Case (CNH Global): 621C (pá

carregadeira) motor Cummins

6BT 5.9, 721C (pá carregadeira)

motor Cummins 6CT 8.3 e

821C (pá carregadeira) motor

Cummins 6CT 8.3.


CAmpAnhA

DE vEnDAs

A campanha de vendas realizada por seis meses em nossa distribuidora

Carlton Automotiva acarretou um significativo aumento de

vendas de nossa linha metal Leve. Esse resultado foi motivo de um

justo prêmio dado em reconhecimento a 22 dos clientes da distribuidora

que mais contribuíram para o sucesso da campanha.

Os premiados, oriundos de diversos estados do Brasil, como minas

Gerais, paraná e Rio Grande do sul, durante uma semana tiveram

a oportunidade de participar de uma animada e bem-sucedida

pescaria, realizada no país vizinho, Argentina, na província de

Corrientes, cortada pelo Rio paraná, onde foram recepcionados

no hotel piedra Alta.

Emilson sabatini (Inspetor de vendas) participou das atividades

do evento, representando a mAhLE metal Leve s.A., que, em parceria

com a Carlton Automotiva, contribuiu para a organização da

campanha e da viagem de premiação.

cArlton AutomotivA

Tudo começou em 1953, quando Thomaz Carlton, acreditando em seu futuro

e no futuro de seus negócios, abriu uma pequena loja, em Araraquara (SP).

Com o crescimento do mercado de autopeças, em 1970, seus dois filhos –

Jaime e Maria Dolores – dando continuidade ao ideal do pai, assumiram o

controle da empresa e fundaram, em 1973, a Carlton Automotiva. No começo

faziam pequenas distribuições, sem deixar de lado o atendimento varejista.

Entre 1979 e 1983, a Carlton Automotiva já distribuía as principais marcas do

comércio de autopeças do Brasil – o que contribuiu para que se caracterizasse

como atacadista do ramo de autopeças – e começou a vender seus produtos

em Minas Gerais, norte do Paraná e sul de Mato Grosso.

Hoje com 5.000 metros quadrados de área, atinge todos os estados do Brasil.

Visando aumentar o contato com seus clientes, foi criado em 1985 o telemarketing,

que, junto com a informatização de suas operações, agiliza muito

suas entregas – em muitos casos, pode ser feita em 24 horas. Esse serviço é

executado com equipe treinada para satisfazer todas as necessidades urgentes

dos clientes, de forma funcional e rápida.

Segundo a empresa, aprimorar sempre é a idéia fundamental da Carlton Automotiva,

que, com seus valores pessoais, colaboradores e fornecedores,

hoje está entre as grandes distribuidoras do ramo de autopeças no Brasil.

AFTE RMARKE T

n e w s

EvEnTOs

13


EvEnTOs

Fórmula

mAhle metAl leve s.A. nA segundA etAPA do cAmPeonAto brAsileiro

FórmulaT R u C K

A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de F-Truck aconteceu no Autódromo Virgílio Távora, em Euzébio, próximo a Fortaleza (CE), em um circuito

curto e muito emocionante. A MAHLE Metal Leve S.A. acompanhou a competição, representada por Sidney Henriques de Oliveira (Supervisor de Vendas)

e sua equipe: Silvia Helena Teixeira de Oliveira e Cirilo Márcio de Freitas (Inspetores de Vendas), ao lado de representantes de vários distribuidores, como

Bezerra Oliveira, Cavalcante Diesel, Pellegrino, Sama e Autopeças Campina Grande.

Trajetória de sucesso

A Fórmula Truck é atualmente a categoria mais popular do automobilismo brasileiro, sucesso de público e de mídia. A categoria é composta de caminhões

modifi cados. São várias marcas de veículos, diversos pilotos e equipes. Sua origem veio do contato entre o caminhoneiro santista Aurélio Batista Félix e o

jornalista português Francisco Santos. Em 6 de setembro de 1987 houve a primeira corrida no circuito do Autódromo Internacional de Cascavel no Paraná.

A prova de exibição juntou 35 pilotos e foi batizada de “I Copa Brasil de Caminhões”. Em 1994 a preocupação com a segurança foi prioridade para a realização

de uma nova apresentação de volta da categoria, para caminhoneiros e empresários do setor, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. A categoria

começou a se consolidar em 1995 com a disputa de quatro provas demonstrativas. Foram realizadas nas cidades de Cascavel e Londrina (PR), Tarumã

(RS) e Goiânia (GO). Em Goiânia compareceram mais de 120 mil pessoas.

Veja abaixo o calendário de provas que serão realizadas ainda neste ano.

homologAção do cAlendário e regulAmento dA cAtegoriA

Depois do sucesso de 1995, a CBA homologou calendário e regulamento para a F-Truck fazer sua temporada em 1996. A primeira corrida ofi cial da história

aconteceu em Guaporé, em 28 de abril, com regulamento defi nido e homologado pela Confederação Brasileira de Automobilismo.

Fonte: www.formulatruck.com.br

AFTE RMARKE T

n e w s

14

ETApA DATA AuTÓDROmO LOCALIDADE

4ª etapa 14/06/2009 Goiânia Goiás

5ª etapa 19/07/2009 Interlagos São Paulo

6ª etapa 16/08/2009 Londrina Paraná

7ª etapa 20/09/2009 Buenos Aires Argentina

8ª etapa 25/10/2009 Sta. Cruz do Sul R. G. do Sul

9ª etapa 15/11/2009 Curitiba Paraná

10ª etapa 13/12/2009 Brasília Distrito Federal


1 diA de foco nA roles

Nossa campanha Dia de Foco continua promovendo as vendas e fazendo

muito sucesso entre nossos parceiros. “Nesse dia, mediante acordo prévio

com a empresa, novas metas de vendas para nossas marcas são

estipuladas entre os profissionais, que são premiados com brindes personalizados

de acordo com seu desempenho. O clima é muito animado

entre os vendedores e os brindes são bem disputados”, informa Edison

Alberto da Silva (Inspetor de Vendas). Na Roles de Goiânia, o evento reuniu

20 participantes.

2 diA de foco nA Pellegrino

A Pellegrino de Goiânia também participou da campanha Dia de Foco, quando

10 profissionais estiveram envolvidos no esforço de vendas.

3 cAfé dA mAnhã

A equipe de vendas da nova filial da Sama Laguna em Goiânia (GO) foi visitada

pela equipe da MAHLE Metal Leve S.A., quando foi oferecido um café da manhã

para os colaboradores da empresa.

4 convenção de vendAs PoliPeçAs

A Convenção de Vendas 2009 da Polipeças foi realizada na cidade de Caxias

do Sul (RS), com a participação de toda a diretoria e gerentes das filiais, reunindo

25 pessoas. Participamos do evento ministrando palestra para toda a

equipe presente.

5 sAmA lAgunA

Neste ano continuamos nosso programa de palestras para passar aos profissionais

de vendas, aplicadores e técnicos informações sobre nossos produ-

1

2

4 5 6

7 8 9

tos, respectivas aplicações e questões técnicas. Em Goiânia (GO) foi ministrada

uma palestra para a equipe de vendas da nova filial Sama Laguna Goiânia,

reunindo 10 profissionais.

6 distribuidorA de PeçAs KAmPeão

No mês de abril foi a vez da equipe de vendas da Distribuidora de Peças

Kampeão, em Brasília (DF), assistir à apresentação de palestra técnica, que

reuniu 16 participantes.

7 scherer s.A. comPletA 45 Anos

Nosso cliente Scherer S.A. Comércio de Autopeças está comemorando seu

aniversário de 45 anos. A empresa conta com 10 unidades atuando nos três

estados do Sul do Brasil. A MAHLE Metal Leve S.A. homenageou a empresa

com a entrega de uma placa comemorativa alusiva à data. Na foto, Jayme

Scherer recebe a placa, junto com sua filha Maria Cristina e o gerente da filial

Florianópolis, Manoel. Fábio Krasilchik (Inspetor de Vendas) representou a

empresa.

8 homenAgem A roles

A Roles também foi homenageada pela MAHLE Metal Leve S.A. com uma

placa comemorativa dos seus 40 anos de atividades no setor. Todas as filiais

foram visitadas pela equipe da MAHLE Metal Leve S.A., quando foi oferecido

um café da manhã para confraternização entre todos os presentes.

9 cAtálogo de Produtos

Informamos a todos os interessados que nossos catálogos para os produtos

pistões, anéis, bronzinas, válvulas e filtros estão disponíveis para consulta

em nosso site: www.mahle.com.br

3

AFTE RMARKE T

n e w s

EvEnTOs

15


EvEnTOs

Na foto de cima, a turma composta por alunos

vindos da cidade de São Caetano do Sul (SP).

Na foto de baixo, os alunos da Baixada Santista

(SP).

EXpEDIEnTE

MAHLE Aftermarket news é uma publicação externa do

Departamento de Marketing e Comunicação Corporativa

da MAHLE Metal Leve S.A.

CORRESPONDÊNCIA: Rodovia Limeira Mogi-Mirim, km 103

CEP: 13480-970 - Limeira - SP - Brasil

priscila.zuben@br.mahle.com

www.mahle.com.br

COMITÊ EDITORIAL: Edvaldo R. S. de Souza, Roberto Hojo, Maria

Cristina Zanco Andrade, Priscila Von Zuben, Robson Rezende,

Susana G. Ribeiro, Franco Nardi, Josemar Ribas e Sidney Oliveira

nn ee ww s

AFTE RMARKE T

16

CuRsOs DE

mOTOREs

Desta vez os alunos da área de reparação foram indicados por

nosso parceiro Rialan. Uma turma foi formada por profi ssionais

da Grande São Paulo, indicados pela Rialan São Caetano do

Sul (SP). O outro grupo, composto de profi ssionais que atuam

na Baixada Santista, foi indicado pela Rialan Cubatão (SP).

1º EnCOnTRO DE

mECÂnICOs

A MAHLE Metal Leve S.A. esteve presente no 1º Encontro de Mecânicos

de Brasília (DF), em parceria com a Comando Auto Peças, localizada

naquela cidade.

O evento reuniu o expressivo número de 120 profi ssionais, que tiveram

a oportunidade de participar de várias atividades durante o dia, incluindo

sorteios de prêmios e divertidas corridas de kart. Edison Alberto da

Silva (Inspetor de Vendas) representou a empresa no encontro.

dAndo Prosseguimento Ao ProgrAmA de treinAmento e cAPAcitAção em motoriZAção, A mAhle

metAl leve s.A. continuA disPonibiliZAndo Ao mercAdo seu trAdicionAl curso de motores.

As aulas fi caram a cargo de Antonio Carlos Ferreira, do Centro

de Treinamento de Aftermarket.

Esperamos que o treinamento seja muito útil na rotina de trabalho

de todos os participantes.

COORDENAÇÃO: Departamento de Marketing e Comunicação

Corporativa

REDAÇÃO: Sonia Rezende e Otavio Mazza de Andrade

JORNALISTA RESPONSÁVEL: Sonia Rezende – MTb 17.401 – SP

CRIAÇÃO E PRODUÇÃO: Studiocasecom

Tels.: (11) 3034-5217 e 3812-2760 – São Paulo – SP

www.studiocasecom.com.br

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução e publicação, por meio impresso e/ou eletrônico,

salvo com o consentimento prévio por escrito da MAHLE Metal Leve S.A. Para mais informações e autorizações,

favor contatar-nos.

More magazines by this user
Similar magazines