RETROSPECTIVA 2007 - Mahle.com

gcY3FAu69S

RETROSPECTIVA 2007 - Mahle.com

MAHLE Aftermarket news, nossa revista de negócios,

aproveita o editorial desta edição para abordar uma breve retrospectiva

de nossas ações em 2007 e as perspectivas do

Aftermarket para o próximo ano. Nas matérias, registramos um

evento importante, a corrida de Le Mans, onde o Audi R10TDI

foi vencedor novamente com pistões MAHLE. Outros destaques

inovadores desta edição: o novo eixo de comando

MAHLE CamInCam®, usado pela primeira vez no Viper, e o

PERSPECTIVAS 2008

VEJA EM NOSSO EDITORIAL UMA BREVE RETROSPECTIVA SOBRE NOSSAS ATIVIDADES

EM 2007 E AS AÇÕES PLANEJADAS PARA O PRÓXIMO ANO.

Mais na página 2

Í N D I C E

2 EDITORIAL

Edvaldo R. S. de Souza, Gerente

Nacional de Vendas

3 MAHLE MUNDO

CamInCam ® : um desenvolvimen-

to inovador da MAHLE

4 MAHLE MUNDO

Consumo elevado de óleo e

suas causas

6 MAHLE MUNDO

Symmetrix®: o novo filtro do ar

MAHLE com tecnologia torcional

n e w s

A F T E R M A R K E T

J O R N A L P A R A O S D I S T R I B U I D O R E S , L O J I S T A S , A P L I -

C A D O R E S E R E P A R A D O R E S D O S E T O R D E A U T O P E Ç A S

fi ltro torcido SYMMETRIX®, que é mais efi ciente devido à sua

confi guração especial e à nanotecnologia. Também estamos

abordando eventos referentes ao mercado nacional como: visitas

de clientes, palestras, café da manhã, convenções de vendas,

aniversários, prêmios, Rally dos Sertões, corrida de carreteras,

lançamentos de produtos e Dia do Comprador, dentre

outros. Aproveitamos a oportunidade para desejar aos nossos

leitores um bom entretenimento na leitura deste número.

RETROSPECTIVA 2007

9 PRODUTOS

Lançamento de bronzinas

e pistões com anel

14 VISITAS

Profissionais visitam

nossas fábricas

16 PALESTRAS

Palestras ministradas

a clientes

18 EVENTOS

Carreteras comemoram

50 anos de prova histórica

3/2007

www.mahle.com.br


editorial

Edvaldo R. S. de

Souza, Gerente

Nacional de

Vendas

Prezados leitores.

O mercado de peças automotivas de reposição está passando por muitos

movimentos. A concorrência estabelecida entre os fornecedores está se

tornando cada vez mais acirrada e novos concorrentes estão entrando em

cena. A globalização determina os negócios do dia-a-dia.

Para uma empresa como a MAHLE, isso significa intensificar as atividades

em todas as frentes e continuar o crescimento, de forma ainda mais

veemente. Tudo isso por meio do próprio desempenho e de aquisições

externas feitas pelo Grupo MAHLE, como foi feito nos segmentos de componentes

de motores, recentemente adquiridos da Dana Corporation.

Essa estratégia expansionista é a base de um sucesso a longo prazo,

tanto para nossa empresa, como para nossos clientes, que esperam a

contínua ampliação da linha de produtos da MAHLE e a constante melhoria

do desempenho dos serviços, para que, por sua vez, possam manter

e expandir sua posição nos mercados locais.

Dentre os esforços do Aftermarket no Brasil, neste ano de 2007 que se

encerra, realizamos diversas ações sempre focadas no cliente, divulgadas

nas edições desta publicação, como campanhas de vendas, palestras,

treinamentos, inaugurações de filiais de nossos distribuidores, feiras,

exposições, encontros, confraternização, palestras técnicas e motivacionais,

visitas, apoio ao automobilismo e muitas outras, visando a capacitação

e o desenvolvimento dos profissionais do setor e, conseqüentemente,

do mercado de autopeças.

n e w s

A F T E R M A R K E T

Para 2008, já temos planejadas mais ações que continuem a valorizar e

movimentar esse mercado, sob as mesmas diretrizes que vêm pautando

o trabalho de toda a MAHLE, na busca da excelência, e mantendo nosso

padrão de qualidade, mundialmente reconhecido. Sabemos que, assim,

continuaremos caminhando na direção de atender as necessidades de

nossos clientes, sempre atentos a questões como custos adequados e

desenvolvimento de novos produtos.

Nesta última edição de 2007, na qual trazemos informações sobre tecnologia,

lançamentos de produtos e ações desenvolvidas no mercado

nacional nesses últimos meses, aproveitamos para desejar a todos os

nossos leitores os melhores votos de boas festas e que 2008 traga saúde

e conquistas a todos.

Obrigado e até o ano que vem.

Edvaldo R. S. de Souza


Upgrade para o Viper: o eixo de comando inovador

CamInCam® da MAHLE baixa os valores das emissões,

graças a um controle dirigido das válvulas de

escape.

CamInCam

UM DESENVOLVIMENTO INOVADOR

Como é possível fazer um motor ser mais potente, mais econômico e ter

emissões mais baixas, sem modificar fundamentalmente seu projeto? E como

podem motores em V, de conceitos mais antigos, com eixo de comando

central embaixo, se tornarem novamente competitivos, sem altos custos de

investimento? Um desafio virtualmente insolúvel, que foi respondido por um

time interdisciplinar da MAHLE, depois de 3 anos de desenvolvimento: com o

eixo de comando inovador CamInCam®, que já foi patenteado.

A tecnologiA: de 2 fAçA 1

O CamInCam® basicamente consiste de 2 eixos de comando, um dentro do

outro. Por exemplo, os cames de escape estão fixados no eixo de comando

exterior, que tem forma tubular – e os cames de admissão estão fixados no

eixo interior. Esse desenho novo permite o controle do tempo de admissão

e de escape independentemente e, portanto, permite o ajuste de posições

otimizadas para qualquer condição de uso do motor.

Em motores menores, o CamInCam® pode ser integrado em um conceito

de redução de cilindrada: o lado da admissão é controlado de forma a que a

pressão média efetiva seja aumentada, fazendo as condições de potência e

torque ficarem similares àquelas dos motores maiores.

os benefícios para o condutor...

mais potência

mais torque

menos consumo

emissões reduzidas

melhores condições de marcha lenta

n e w s

A F T E R M A R K E T

MaHle MUNdo

com o desenVolVimento do cAmincAm® A mAHle reVolucionou A tecnologiA dos eixos de comAndo,

gArAntiu VAntAgens competitiVAs e deu muito o que fAlAr nA indústriA.

... e para o fabricante do automóvel:

não é necessário projetar um motor novo

para atingir as características acima

redução de custos no desenvolvimento

dispensa de mudanças custosas de

sistemas de produção para novos

conceitos de motores

Perfeito jogo em comum: um eixo externo e um eixo interno permitem um timing

individualizado do lado da admissão e do lado do escape e possibilitam, por extensão,

maior potência a conceitos já estabelecidos de motores, proporcionando

ainda mais torque, menos consumo, emissões reduzidas e melhor qualidade

de marcha lenta.

®

AplicAção em série no Viper

O CamInCam® foi usado pela primeira vez em série no Dodge Viper SRT-10.

A principal razão para a escolha foi o fato de os valores das emissões estarem

muito elevados para as normas atualmente vigentes. O CamInCam® do

Viper é usado para controlar o lado da exaustão. Além disto, a alteração do timing

das válvulas permite o uso de curvas de levantamento de válvulas “mais

cheias”. Isso leva a um aumento de 20% da potência – e ao mesmo tempo à

melhor qualidade da marcha lenta. A instalação do CamInCam® no Dodge é

feita na fábrica da MAHLE em Gaildorf.

grAndes potenciAis no futuro

O CamInCam® pode ser empregado em todos os motores de um único eixo

de comando – ou seja, em muitos veículos europeus da faixa média. Os desenvolvedores

vêem porém um potencial maior no mercado dos Estados Unidos:

por exemplo, a concorrência japonesa oferece aqui modernos motores

em V com 4 eixos de comando no cabeçote. Isso é um nível tecnológico que

os fabricantes de carros americanos somente poderão atingir se revisarem

fundamentalmente seus conceitos de motores, à custa de significativos esforços

e de adaptarem suas fábricas de acordo.....ou se eles se decidirem pelo

CamInCam®. Porque o CamInCam® pode ser integrado facilmente aos conceitos

de motores existentes. Isso põe em evidência os custos mais elevados,

comparados com eixos de comando convencionais.

+

=


MaHle MUNdo

CoNsUMo

Perdas

eleVAdo de óleo e suAs cAusAs

Um assunto recorrente na assistência técnica da MaHle aftermarket: o consumo de óleo nos motores de quatro tempos. os “valores standard”

dependem aqui do projeto do motor. o consumo elevado pode ser devido ao desgaste do motor e do equipamento auxiliar, condições

de operação ou mesmo do óleo do motor. além de consumo de óleo durante a operação, o nível de óleo também pode baixar devido a perdas,

por meio de elementos de vedação danificados.

O óleo do motor escapa por meio dos anéis de pistão para a câmara de

combustão, pelas guias de válvulas para os canais de aspiração e escape

e por meio da vaporização/atomização para o carter - no suspiro do carter.

A maior parte desse óleo é queimada ou oxidada no catalisador. Durante o

movimento descendente do pistão, uma camada ultrafina de óleo permanece

no cilindro, e parcialmente evapora ou queima. O óleo restante serve para

A F T E R M A R K E T

n e w s

lubrificar o anel de pistão. Um certo consumo de óleo é portanto normal

ou mesmo desejado. Nos modernos carros de passeio, esse consumo é de

0,05 a 0,5 l por 1000 km. Motores com cilindrada maior e veículos comerciais

têm consumo de óleo maior. Durante o período de amaciamento – até mais

ou menos 5.000 km de rodagem – um motor novo/recondicionado poderá

consumir um pouco mais de óleo.


medição do níVel do óleo: bAnAl, mAs mesmo Assim umA

fonte de erros

O nível do óleo deve sempre ser medido cerca de 3 minutos depois de o motor

ter sido desligado. Em épocas de frio, condensados ou combustível não

queimado no óleo do motor poderão distorcer os resultados das medições – e

quando se medir imediatamente depois de desligar o motor, o nível de óleo

poderá estar muito baixo, pois o óleo ainda está sendo recolhido ao carter.

superfície de trAbAlHo de cilindros e Anéis de pistão

gAstos costumAm ser cAusAs de consumo eleVAdo de

óleo

Sinais de desgaste: o revestimento de cromo da superfície de trabalho foi completamente

removido...

...e todo brunimento desapareceu na faixa de trabalho dos anéis.

dois tipos significAtiVos de dAnos

desgAste em um cilindro de compressor

Um caso especial: o sistema de ar comprimido de um veículo comercial

Quando aparece esse tipo de dano em um compressor, ele pode ser causado

por disco de válvula com defeito (por ex-membrana de válvula com vazamento).

Os pistões e os cilindros são rapidamente resfriados quando o ar comprimido

passa do tanque para o compressor, por causa de uma membrana de válvula

com vazamento, depois do motor ter sido desligado. A umidade contida no ar

comprimido se condensa e dissolve o óleo lubrificante. O condensado reduz a

capacidade de carga do óleo, resultando um atrito, acompanhado de desgaste

excessivo dos anéis e da superfície de trabalho do cilindro. Consumo crescente

e contaminação do óleo de todo o sistema de ar comprimido serão a conseqüência.

A primeira indicação desse tipo de dano será dada por um secador

de ar contaminado com óleo, o que pode ser considerado um sinal de aviso de

um defeito no sistema de frenagem, fato muito importante para a segurança do

veículo. O compressor deverá ser reparado imediatamente.

As figuras mostram claramente que os parceiros, anel de pistão e superfície de

trabalho do cilindro, estão extremamente gastos. No entanto, essas partes trabalharam

apenas alguns milhares de quilômetros. Ao mesmo tempo, o motor

se fez notar pela emissão de fumaça azulada e aumento de consumo de óleo.

O consumo elevado de óleo foi causado pelo extremo desgaste de seus

componentes. Mas, o que causou esse desgaste?

nA práticA, A experiÊnciA nos indicA possíVeis cAusAs:

A capacidade de suporte de cargas da camada de óleo lubrificante foi

diluída devido a combustível não queimado (lavagem do cilindro).

O óleo do motor continha partículas abrasivas (sujeira).

A camada de óleo foi prejudicada pelo aquecimento prolongado do motor

– um alto risco, especialmente nas primeiras partidas de um motor novo ou

recondicionado.

recomendAções pArA eVitAr esse tipo de dAno:

Não espere o motor aquecer, mas use-o imediatamente a temperaturas e

rotações médias.

Verifique se estão funcionando adequadamente o sistema de partida, o

enriquecimento da partida a frio e, se for o caso, o sistema de ignição.

Todas as peças do motor devem ser cuidadosamente limpas e lubrificadas

antes da montagem.

Assegure a ausência de contaminação em todos os componentes do sistema

de admissão, quando o motor é remontado.

Nunca limpe um filtro velho do ar com ar comprimido, use sempre um novo filtro.

Por um lado apenas algumas partículas grossas podem ser removidas com ar

comprimido, por outro lado, o papel do filtro pode se tornar quebradiço e se

rasgar devido ao ar comprimido, sem que isso seja notado.

Verifique todo o sistema de admissão quanto a vazamentos, para que nenhum

ar contaminado (by-pass) possa ser admitido.

guiA de VálVulAs no cAbeçote

Guias de válvulas gastas

A causa do aumento de consumo de óleo também pode estar localizada no

cabeçote do motor. Se as guias de válvulas estão gastas, o óleo pode chegar

à câmera de combustão ou ao coletor de escape, devido ao aumento das folgas

entre as guias e as hastes das válvulas. Selos de haste de válvulas velhos

e quebradiços também contribuem para o aumento do consumo de óleo.

Quando se trocam as válvulas, recomenda-se a troca simultânea das guias

de válvulas. A experiência tem mostrado que selos de haste de válvulas,

em combinação com guias velhas e desgastadas, somente reduzem o

consumo de óleo por pouco tempo. Isso se dá devido ao forte movimento

radial da haste de válvulas, que danifica os selos, já depois de alguns

milhares de quilômetros rodados, resultando por sua vez em aumento de

consumo de óleo.

A F T E R M A R K E T

n e w s

MaHle MUNdo

5


MaHle MUNdo

tHe

syMMe-triCk

sYmmetrix ® - o noVo filtro do Ar mAHle com tecnologiA torcionAl:

desenHo inteligente pArA umA densidAde funcionAl máximA.

a área construtiva é preciosa, tanto na arquitetura, como na produção automotiva. Porém, um filtro do ar necessita, por razões de projeto,

de um certo espaço – dependendo do motor, ele pode ser considerável – a fim de permitir que o volume de ar requerido possa passar pelo

sistema. isso resulta que um elemento de filtro para veículos comerciais pode ser de significativo tamanho, dependendo das dimensões do

motor do veículo.

Dado que os motores turbinados permitem maior densidade de potência e apresentam

emissões mais reduzidas, eles estão sendo usados mais e mais. Dadas as

características de projeto, a necessidade de ar para a combustão e, conseqüentemente,

do espaço para o filtro de ar se tornam ainda maiores. Em outras palavras,

o compartimento do motor fica cada vez mais apertado.

Os projetistas de filtros do ar MAHLE estão diante do desafio de conseguir densidade

funcional máxima. Ou seja, aumentar a capacidade de retenção de sujeira,

reduzir o tamanho e aumentar o espaço entre trocas, tudo ao mesmo tempo.

Isso foi alcançado com uma solução singular: afastando-se dos largamente utilizados

elementos de filtro em forma de estrela – caminhou-se para um elemento

central de filtro de “desenho torcional” com fluxo axial - resultando características

aerodinâmicas excepcionalmente favoráveis.

Esse filtro torcional, de nome SYMMETRIX ® consiste de um grande número de

canais filtrantes fechados alternativamente. O ar penetra em um dos canais, passa

pelo meio filtrante, fica limpo da sujeira e sai do elemento de filtro por meio do

canal adjacente, na outra direção (veja diagrama 1).

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

Princípio funcional do filtro torcional:

1. O ar contaminado entra nos canais pelo lado sujo do filtro.

2. O ar passa pelo meio filtrante e é limpo de sujeira.

3. O ar limpo sai do elemento de filtro.

2

3


Porcentagem de de volume da da carcaça (%). (%).

Porcentagem de de retenção de de sujeira (%). (%).

Uma vantagem adicional: contrastando com os elementos convencionais de filtros

do ar em forma de estrela, a carcaça do elemento de filtro SYMMETRIX ® não exige

volume adicional para a entrada e saída do ar, devido ao princípio da passagem de

fluxo em linha. Com isso, a capacidade de retenção de sujeira pode ser aumentada

em 2,5 vezes, para o mesmo tamanho físico dos componentes. Os diagramas

ilustram o aumento da capacidade de retenção de sujeira e a redução do volume

requerido para retenção de igual volume de sujeira.

300

300

250

250

200

200

150

150

100

100

50

50

0

0

100

100

80

80

60

60

40

40

20

20

0

0

SYMMETRIX® Filtro convencional

SYMMETRIX® Filtro convencional

Comparação da retenção de sujeira para o mesmo volume de carcaça.

SYMMETRIX® Filtro convencional

SYMMETRIX® Filtro convencional

Volume de filtro necessário para a mesma capacidade de retenção de sujeira.

Dado o seu desenho livre de metais, o elemento de filtro pode ser incinerado

completamente, permitindo uma destruição ecologicamente correta.

meio filtrAnte: inoVAção com nAno-tecnologiA

Mas o aumento de rendimento do novo filtro torcional SYMMETRIX ® não se

deve unicamente à sua configuração especial – pois também no meio filtrante

“nenhuma fibra deixou de ser torcida”. Para fazer frente às elevadas demandas,

foi desenvolvido um meio filtrante muito fino, com uma eficiência de retenção

extremamente elevada. Isso foi obtido com uma camada de nano-fibras. Ela

aumenta a área do fluxo livre e, conseqüentemente, reduz a perda de pressão

dentro do filtro. Dependendo das solicitações e das aplicações em veículos

comerciais, esse meio pode também receber uma aplicação por impregnação

de um agente retardador de chamas.

tudo em um sistemA (modulAr)

O filtro torcional também faz parte de um sistema modular filtrante completo

para aplicações importantes, tais como em máquinas agrícolas, veículos

comerciais ou carros de passageiros. Adaptado a aplicações específicas, há

uma disponibilidade de várias modificações. Elas incluem um elemento de segurança,

que pode ser colocado entre o elemento atual de filtro e o motor – de

muita utilidade, por exemplo, em colheitadeiras em serviço. O elemento de filtro

garante que nenhuma sujeira chega ao motor diretamente via passagem de

admissão, quando o filtro é substituído no campo.

Posição do elemento de segurança

SYMMETRIX ® na carcaça: (1)

Elemento de segurança.

(2) Filtro torcional SYMMETRIX ® .

1

Para o motor

(lado limpo)

Um dispositivo adicional desse filtro completo consiste na assim chamada

pré-limpeza, que fica do lado sujo. Diversos ciclones limpam previamente o

ar de admissão – em um processo simples, mas engenhoso: pequenas asas

turbilhonam o ar – e as forças centrífugas resultantes jogam as partículas

maiores de sujeira para fora. Essa sujeira que se acumula é continuamente

eliminada por uma abertura. A limpeza prévia pode ser feita durante uma inspeção

ou durante uma troca de filtros.

Sendo parceira da indústria automotiva e de motores, a MAHLE está sempre

em contato com os mais renomados fabricantes de veículos, a fim de introduzir

o emprego do SYMMETRIX ® na produção em série.

Ciclones integrados para uma pré-limpeza no novo SYMMETRIX ® .

O desenho tripartite da pré-limpeza

1

A F T E R M A R K E T

n e w s

MaHle MUNdo

2

7


MaHle MUNdo

As “24 HorAs de le mAns”:

umA VitóriA dA tecnologiA diesel

Le Mans é de fato a mais conservadora das corridas. Aspectos tradicionais

como resistência, durabilidade e confiabilidade são altamente valorizados.

Quando todos os veículos podem correr praticamente à mesma velocidade,

o vencedor será aquele que fizer menos paradas nos boxes, as mais rápidas

paradas de reabastecimento e tiver o menor número de problemas técnicos.

No domingo do dia 17 de junho de 2007, às 15 horas, foi a vez do Audi R10

TDI do time Frank Biela, Emanuele Pierro e Marco Werner. O carro teve apenas

34 paradas nos boxes durante a corrida – somando um total de 26 minutos

e 57 segundos, principalmente para reabastecimento e troca de pneus. A

confiabilidade dos carros de Ingolstadt deve-se ao projeto dos motores, que

já foram vitoriosos em 2006. O motor biturbo TDI de 5,5 l, com uma potência de

650 hp, pistões MAHLE e cilindro revestidos com NIKASIL ® , projetou-se pela

segunda vez ao topo do pódio dos vencedores.

Também o Peugeot 908 HDI FAP, que estreou em Le Mans com os corredores

Pedro Lamy, Stéphane Sarrazin e Sébastien Bourdais, conseguiu o

segundo lugar na contagem geral, acionado por um motor diesel V12 de 5,5 l

e pistões MAHLE.

motor diesel Versus motor A gAsolinA

Depois de a Audi ter enviado um veículo movido a diesel para uma corrida de

24 horas e conseguir imediatamente a vitória em 2006, a reconhecida superioridade

dos veículos diesel passou a ser acaloradamente discutida entre os

aficionados. Como resultado, o regulamento foi modificado para que o total

de energia contida nos tanques fosse o mesmo para os dois conceitos. Apesar

dessa mudança no regulamento, o Audi TDI ganhou a corrida de novo,

seguido do Peugeot diesel – um sinal claro para os projetistas de veículos tradicionalmente

envolvidos em Le Mans. Afinal de contas essas corridas estão

muito próximas das condições de série e permitem uma transferência eficiente

da tecnologia do circuito de corridas diretamente para a estrada – simplesmente

porque seus motores são usados em condições de rotação similares

aos dos veículos de série.

A F T E R M A R K E T

n e w s

O Peugeot 908 Hdi FAP chega ao pódio com pistões fundidos e duráveis, com portaanéis

refrigerados da MAHLE.

desenVolVimento de pistões mAHle:

enVolVimento desde o princípio

Seja no Audi ou no Peugeot – os pistões altamente solicitados têm papel importante

na procura de confiabilidade e resistência. Para o Audi R10 TDI, a MAHLE

Motorsport Team desenvolveu um pistão forjado, com porta-anel refrigerado,

obtendo aumento de resistência pelo processo produtivo utilizado. Esse processo

permite a produção do pistão com paredes mais finas e, conseqüentemente,

com menor peso – vantagens que se tornam importantes nesse tipo de

competição. Adicionalmente, devido à circulação do óleo de refrigeração nas

galerias, obtém-se uma remoção otimizada do calor – o melhor pré-requisito

para fazer frente às elevadas pressões de combustão de até 200 bar.

No Peugeot 908 Hdi FAP foram usados pistões fundidos MAHLE com portaanéis

refrigerados, combinados com as galerias de refrigeração, formando um

só sistema, em decorrência de um processo produtivo especial. Devido ao

óleo que circula nos canais de refrigeração, consegue-se melhor dissipação

de calor, especialmente no primeiro canalete. Essa tecnologia também é conhecida

por sua durabilidade na produção em série.

le MaNs 2007

dUelo

dos Motores diesel

Vitória com pistões MAHLE forjados,

equipados com porta-anéis

refrigerados, no Audi R10 TDI.


Produto:

Bronzina B10652 (MAHLE) – BB652-J (Metal Leve)

aplicação: Chrysler – Jeep Cherokee 4.0L Motor 232/241/242/258

Produto :

Bronzina M18676 (MAHLE) – BC676-J (Metal Leve)

aplicação: Renault – Scenic, Laguna, Megane, 1.6L 16V,

4.0L Motor K4M

Produto:

Pistão com anel S25340 (MAHLE) – P&A 9222 (Metal Leve)

aplicação: Motor Fire 1.4L, 8V, bicombustível (Idea, Palio,

Weekend, Siena) ELX, Strada

Produto:

Bronzina M10675 (MAHLE) – BC 675-J (Metal Leve)

aplicação: Chrysler – Jeep Cherokee 4.0L Motor 232/241/242/258

Produto:

Pistão com anel S18100 (MAHLE) – P&A 9226 (Metal Leve)

aplicação: Renault – Scenic, Laguna, Megane, 1.6L 16V, 4.0L Motor K4M

A F T E R M A R K E T

n e w s

ProdUtos


eveNtos

FÓrMUla 1

GP Brasil

A MAHLE tradicionalmente apóia competições do automobilismo mundial,

desenvolvendo e fornecendo componentes, que são duramente testados

nas pistas de provas, sob as mais severas condições e níveis de

exigência.

Muitos componentes inovadores para motor da MAHLE já passaram por

esse “laboratório de testes”, venceram e continuam sua história de sucesso,

com a introdução da mesma tecnologia nos componentes de

série, utilizados nos veículos produzidos pela indústria automotiva em

todo o mundo.

A F T E R M A R K E T

n e w s

10

Dentre as inúmeras categorias apoiadas, destaca-se a Fórmula 1, considerada

o ponto alto dos esportes motorizados. A utilização dos componentes

MAHLE nos veículos de competição tem cumprido o papel de

desenvolvimento e experimentações para tecnologias do futuro.

Na etapa realizada em 21/10/07, no Brasil, a MAHLE esteve presente nos

veículos e no estande da Ferrari, em Interlagos, onde pôde torcer e vibrar

com a vitória de Kimi Raikkonen, seguido do brasileiro Felipe Massa.

Com essa vitória da Ferrari, definiu-se o campenato. Vencendo o GP

Brasil, Raikkonen, 28 anos, finlandês, se tornou campeão mundial de

Fórmula 1 em 2007. Sua carreira começou cedo: aos 21 anos, sob a observação

da FIA, chegou à Fórmula 1 após ter disputado 23 corridas de

F-Renault, marcando um ponto logo na prova de estréia.

Estiveram presentes no evento o Prof. Dr. Heinz K. Junker (Presidente

Mundial do Grupo MAHLE), Claus Hoppen (Diretor Presidente da MAHLE

Metal Leve S.A.), Edvaldo R. S. De Souza (Gerente Nacional de Vendas) e

clientes do Grupo MAHLE, como Sergio Comolatti (Presidente do Grupo

Comolatti), Neomar Guimarães Costa (Diretor Comercial da Polipeças),

Frederico Ramos (Diretor da Ginjo), Rogério Gomide (Real Moto Peças) e

Luiz Norberto Paschoal (CEO DPaschoal).

Felipe Massa também fez a alegria dos brasileiros. O paulista de 26 anos

marcou a pole position para o GP Brasil, repetindo a conquista do ano

passado, quando, além da pole position, também venceu a prova em

Interlagos, encerrando um período sem vitórias brasileiras no circuito. E

temos certeza de que muito mais alegria virá pela frente na Fórmula 1,

sempre com produtos MAHLE.


PrÊMio

Mais diesel

Foi com muita satisfação que soubemos do duplo reconhecimento da

marca Metal Leve, representado pelo Prêmio Mais Diesel, um referente

aos frotistas e outro dos varejistas, nos quesitos “A Marca Mais Lembrada”

e “A Melhor em Componentes para Motor”.

A entrega dos prêmios aconteceu no dia 17/10/07 no 16º Salão Internacional

de Transportes – Fenatran durante o evento Prêmio Mais Diesel.

O estudo que dá origem à premiação apura quais são as montadoras de

veículos, os fabricantes e os distribuidores de autopeças que oferecem

melhores produtos e serviços, na visão de frotistas e varejistas especializados

na comercialização de componentes para veículos pesados,

e oferece informações que contribuem para a evolução do mercado de

manutenção de veículos diesel.

A pesquisa é realizada junto a esses frotistas e varejistas especializados

dos nove principais mercados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro,

Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Curitiba e Brasília/DF,

estipulados pelo Instituto Marplan Brasil). Auditada em todas as

suas etapas pela BDO Trevisan, contou com o apoio oficial de entidades

nacionais de fabricantes e distribuidores de veículos pesados, como o

Sindirepa e a Andap.

A Editora Novo Meio, responsável pela pesquisa, objetivou detectar a percepção

de gerentes ou responsáveis de compras, de estabelecimentos

varejistas e empresas frotistas, sobre as montadoras, indústrias e distribuidores

com melhor preparo e estrutura para atuar no mercado de veículos

pesados no Brasil. O setor de transporte é atualmente responsável

por 2% do PIB nacional, o transporte rodoviário de cargas movimenta

mais de 60% de toda a produção brasileira e o volume de cargas transportadas

já ultrapassa a marca de 450 milhões de toneladas por ano.

Foram premiadas as marcas mais lembradas em cada categoria pesquisada

com os dois públicos: montadora (marca mais lembrada; apresenta

menos problemas de manutenção); fabricante (marca de peça

mais lembrada, mais apoio para treinamentos e palestras, condições de

garantia, componentes para motor, componentes de refrigeração para

motor, componentes para sistema de injeção, componentes de suspensão,

componentes de câmbio e transmissão, componentes para freios,

embreagens, rolamentos, bateria, componentes para fixação, acessórios,

combustíveis, lubrificantes, lona e encerados, implementos rodoviários,

pneus, sistema de rastreamento); distribuidor (o principal para a empresa,

o que mais evoluiu).

Edvaldo R. S. de Souza (Gerente Nacional de Vendas) representou a

MAHLE Metal Leve S.A. na cerimônia de entrega dos prêmios, quando

registrou a importância do evento para o fortalecimento e confirmação

das ações da empresa, no sentido de aperfeiçoamento contínuo de produtos

e serviços.

A F T E R M A R K E T

n e w s

11

eveNtos


eveNtos

Aniversários

Aniversários

recomáquinAs recomáquinAs – – 20 20 Anos Anos

Parabenizamos a Recomáquinas pelo aniversário de 20 anos de atividades. Carlos Schneider

(Inspetor de Vendas) entregou a placa comemorativa aos representantes da empresa:

Alcemar (Cachoeira) e Norma Gutterres. O casal, que administra a Recomáquinas, manifesta

sua profunda satisfação e o orgulho pela posição alcançada no mercado e o respeito conquistado

junto aos clientes. Eles afirmam ainda que, com base no desenvolvimento de um

planejamento estratégico, a empresa já está traçando novos objetivos.

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

retíficA esbrA e

Hp isbrA - 50 Anos

truckdiesel – 10 Anos

Uma década de existência, com atividades no setor de autopeças, foi

motivo de grande comemoração pela Truckdiesel. A MAHLE Metal Leve

S.A. parabenizou a empresa pelo aniversário com uma placa comemorativa,

cuja entrega foi feita por Marcelo Bassani (Inspetor de Vendas),

com nossos votos de muito sucesso nos negócios.

Na ocasião, também foi oferecido um tradicional café da manhã ao pessoal

da empresa, do qual participaram 25 pessoas.

Parabenizamos, pelo aniversário de 50 anos de fundação, a Retífica Esbra e a HP

Isbra, importantes empresas do setor no Estado do Rio de Janeiro, com a entrega

de placas comemorativas. Na foto: Paulo Rapp (Inspetor de Vendas), Serafin Táboas

(Fundador), Daniel Táboas (Filho) e Leila Moreira (Promotora de Vendas).


dia do

CoMPrador

Esse profissional, cujo papel vem se tornando cada vez mais importante na

estrutura das empresas, tem seu dia comemorado em 19 de setembro, data

designada como Dia do Comprador.

Essa posição cada vez mais destacada do comprador profissional faz com

que o mercado e as empresas exijam de seus colaboradores conhecimentos

teóricos, práticos e técnicos, tanto dos produtos que compram, como

suas aplicações e respectivas rentabilidades.

Em uma economia tão competitiva, na qual as empresas procuram reduzir

seus custos e aumentar a capacidade produtiva, sem abrir mão da qualidade,

comprar bem é imprescindível. Decisões corretas nas compras podem

ser o diferencial para os bons resultados da empresa.

Sendo assim, a MAHLE Metal Leve S.A. não poderia deixar de comemorar

o Dia do Comprador e para isso convidou alguns profissionais para representar

a classe e receber uma homenagem. O grupo convidado visitou, em

25/10/07, o Centro de Distribuição, em Limeira (SP), e depois desfrutou de

um relaxante MAHLE Day no Hotel Carlton.

O evento teve a participação de integrantes de nossa equipe de vendas,

que recepcionaram e acompanharam os participantes durante todas as atividades

realizadas no dia. Dentre eles: Edvaldo R. S. de Souza (Gerente Nacional

de Vendas), Susana Gonçalves Ribeiro (Supervisora de Vendas), Humberto

Canobre (Supervisor de Promoção) e os Inspetores de Vendas Maurício

Volpi, Paulo Salles, Ailton Parpinelli, Paulo Barbosa e Mauro Battistini.

“Seguindo nossa filosofia de foco no cliente, esse é o tipo de encontro que,

mesmo informal e descontraído, também nos auxilia no estreitamento de

relações com nossos parceiros, pois nos dá a oportunidade de conhecer

de perto algumas de suas necessidades e, assim, alinharmos nossas ações

à realidade do mercado”, afirma Edvaldo R. S. de Souza (Gerente Nacional

de Vendas).

profissionAis comprAdores

Jovair B. Alves ....................................Geral Parts

Jessé Teixeira ......................................Perim Autopeças

Francisco Carlos Lázaro ......................Hidrau Torque

Bartolomeu Silva .................................Car Central Autopeças

Marcos Nogueira .................................Distribuidora Automotiva Ltda.

Paulo Bertolli ...........................................Comercial e Distribuidora 5 de Agosto

Manoel dos Santos .............................Pacaembu Autopeças Ltda.

Mario Domingos Montone ...................Morelate Distrib. de Autopeças

Celso Martho ......................................Ginjo Autopeças

Lourival Reis ........................................Pellegrino

José Carlos Aguilar .............................Pellegrino

Sebastião Ávila ....................................Cambuci Metalúrgica

Celso Sanchez ....................................Comercial Automotiva (DPK)

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

eveNtos


EVENTOS

VISITAS

1

A F T E R M A R K E T

n e w s

14

2

3

4

5

6

7

8


1

2

3

Auto peçAs fAbiAno

Representando a Auto Peças Fabiano, 44 visitantes conheceram

nossas instalações, em Mogi Guaçu (SP).

cAr centrAl/roles

A Car Central Autopeças Rolamentos/Roles, filial Goiânia, enviou 40

clientes para visitar nossas fábricas de filtros e pistões.

comerciAl 5 de Agosto

Uma visita especial foi realizada às nossas fábricas por um grupo de 30

mulheres, convidadas pela Comercial 5 de Agosto de Florianópolis.

4 dinAbens

De Ribeirão Preto (SP) vieram 42 pessoas, da Dinabens, para conhecer

as nossas fábricas de pistões e filtros.

5

db – distribuidorA brAsíliA

Os 45 visitantes da DB - Distribuidora Brasília de Auto Peças Ltda.

vieram de Brasília (DF) para conhecer nossas plantas.

6 dpA

A DPA enviou de Porto Alegre (RS) 44 clientes para visitar nossas instalações.

Na viagem, participaram de um jantar típico em Florianópolis.

7 orbid

Nosso distribuidor Orbid, de Curitiba, também enviou um grupo com

34 integrantes para ver de perto nossas fábricas.

8 perim

Recebemos um grupo de 30 pessoas da Perim Comércio de Peças

Ltda., interessados em conhecer algumas de nossas fábricas.

9 polipeçAs

A Distribuidora Polipeças, de Vitória (ES), por meio de seus profissionais,

visitou nossas fábricas de pistões e filtros.

10

11

12

13

retíficA berg

Mecânicos convidados da Retífica Berg, vindos de São João del Rei

(MG), visitaram nossa fábrica de Itajubá (MG).

retíficA mArAngoni

Os 42 integrantes de uma caravana vinda de Pirassununga (SP) também

tiveram a oportunidade de conhecer nossas unidades.

retíficA rAmi

A retífica enviou 44 pessoas, da cidade de Jundiaí (SP) para visitar

nossas plantas de pistões e filtros.

Ap motos

Os 45 componentes da caravana da AP Motos saíram de Uberlândia

(MG) para visitar algumas de nossas fábricas .

9 13

10

11

12

A F T E R M A R K E T

n e w s

15

eveNtos


eventos

PAlestrAs

1 baRRos

Humberto Canobre (Supervisor de Promoção) esteve na Barros

Autopeças de Mogi Mirim (SP), onde ministrou palestra motivacional

para 40 pessoas presentes na distribuidora.

2 cabRino

Um público composto por 50 pessoas assistiu atento à palestra

motivacional realizada por Humberto Canobre (Supervisor de Promoção)

na Cabrino de Campinas.

3 comando

Edison da Silva (Inspetor de Vendas) ministrou palestra técnica na

Comando da cidade de Brasília (DF), a um público composto de 89

profissionais.

4 comando

Também proferida por Edison da Silva (Inspetor de Vendas), a

palestra em Formosa (GO) foi realizada para um público de 50

pessoas.

5 comando

As 35 pessoas convidadas pela Comando de Gama (DF) assistiram

à palestra técnica proferida por Edison da Silva (Inspetor de

Vendas).

6 comando

As 51 pessoas convidadas pela Comando de Luziânia (GO)

também assistiram à palestra técnica de Edison da Silva (Inspetor

de Vendas).

A F T E R M A R K E T

n e w s

16

7 Pacaembu

Convidados pela Pacaembu Ribeirão Preto, 25 pessoas ouviram a

palestra motivacional realizada por Humberto Canobre (Supervisor

de Promoção).

8 Pacaembu

Participamos do Projeto “Vivendo e Aprendendo”, na Pacaembu Uberlândia

(MG), com a presença de Reginaldo Merola, gerente da filial, e

palestra ministrada por Carlos Genaro (Inspetor de Vendas).

9 PoliPeças

Uma palestra motivacional foi apresentada por Humberto Canobre

(Supervisor de Promoção) a um interessado grupo composto por

13 pessoas na Polipeças Ribeirão Preto.

10 RPR

Marcelo Bassani (Inspetor de Vendas) ministrou palestra comercial

para uma platéia de 20 pessoas, na RPR da cidade de

Campinas (SP).

11 Roles

Em Campinas (SP), 18 pessoas tiveram a oportunidade de assistir

a uma palestra comercial ministrada por Marcelo Bassani (Inspetor

de Vendas).

12 TRuckdiesel

No dia 16/8/07 foi a vez de 32 profissionais assistirem à palestra

técnica proferida por Ricardo Calo (Assistência Técnica), na

Truckdiesel Campinas.

1 2


3

4

5

6

7

9

8

10

11

12

A F T E R M A R K E T

n e w s

17

eveNtos


eveNtos

Carreteras CoMeMoraM

50 aNos

de proVA HistóricA

Aconteceu em 1/9/07, em Passo Fundo (RS), no 150º aniversário da cidade,

o evento “Carreteras Históricas”, cinqüenta anos depois de uma outra prova

semelhante, realizada na comemoração do centenário da cidade, em 1957,

com a presença de pilotos locais. Neste ano, sob coordenação de Paulo

Trevisan, da Associação Cultural Museu do Automobilismo Brasileiro, foram

reunidas 17 carreteras, do museu e diversas outras, inclusive do Paraná.

Para o evento, foram fechadas algumas das principais avenidas da cidade,

reproduzindo o clima das disputas de rua, típicas dos anos 50 no interior do

Rio Grande do Sul.

As carreteras são carros que utilizam chassi e carroceria modificados de veículos

de série americanos, equipados com potentes motores de aproximadamente

400 cv e câmbios bem mais modernos que os originais. A combinação

garante altas velocidades finais, principalmente em provas de estrada, em

que foram registradas médias acima dos 200 km/h. Além de correrem pelo

interior, as carreteras dominaram as primeiras edições da lendária “Mil Milhas

Brasileiras”, em Interlagos, beneficiadas principalmente por sua resistência.

...50 anos depois, as carreteras voltam a brilhar nas disputas de rua.

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

Claus Hoppen (Diretor Presidente da MAHLE Metal Leve S.A.) compareceu ao

encontro e foi convidado a participar da prova, pilotando uma das carreteras

participantes.

“O pessoal do Veteran Car Clube de Passo Fundo conseguiu reunir nada

menos que 17 carreteras originais e eu tive o prazer de pilotar a Carretera

Ford número 4, fabricada em 1934, que pertenceu à Escuderia Galgos

Brancos, da família Andreatta. Na verdade, o carro pertenceu ao Vitorio

Andreatta e, na década de 60, chegou a bater o recorde brasileiro de velocidade,

algo em torno de 200 Km/h de média, em uma prova entre Guaíba

e Camaquã.

O evento reuniu importantes figuras do automobilismo brasileiro, como Anísio

Campos, Jan Balder, Henrique Iwers, Oscar Leke, Roberto Giordani, Francisco

Feoli e Haroldo Vaz Lobo, entre outros. Foi um momento inesquecível.

Após o evento, fomos conhecer a coleção de carros de corrida reunidos no

Museu do Automobilismo Brasileiro, com Paulo Trevisan, que já está com um

acervo de 73 carros de competição”, afirma Claus.

A era das Carreteras

Na década de 30, tornaram-se célebres, no Uruguai e na Argentina, as

empolgantes corridas em estradas de terra. A proximidade com os dois

países acabou por contagiar o Rio Grande do Sul, que importou o gosto

pelas carreteras (estradas, em espanhol).

Antigos Ford ou Chevrolet, por exemplo, podiam receber, de transplante,

modernos motores de Thunderbird ou Corvette. Estava montado um

carro especial de corrida. Até nas “Mil Milhas Brasileiras”, em Interlagos,

as carreteras estabeleceram sua hegemonia, entre 1956 e 1959. Ao

fim dos anos 60, elas foram perdendo espaço para os carros de série

mais modernos, porém continuaram combativas em provas de arrancadas,

nos anos 70.

Atualmente, no Brasil, só existem 18 carreteras genuínas. Seis estão na

coleção de Paulo Trevisan, que podem ser visitadas no Museu do Automobilismo

Brasileiro, em Passo Fundo (RS).

Fonte: www.quatrorodas.abril.com.br


ACONTECEU

POLIPEÇAS

A abertura da nova filial da Polipeças em Porto Alegre (RS) contou com uma

palestra de treinamento técnico para a equipe de vendas, que tradicionalmente

é realizada visando a informação, atualização e capacitação dos vendedores

em relação à distribuição dos produtos MAHLE Metal Leve S.A.

Luciano Ponzio da Silva (Inspetor de Vendas) ministrou uma palestra, que contou

com a presença de 9 vendedores. Logo após foram oferecidas pizzas

para todos os participantes.

NOVA FILIAL COMANDO

Nosso distribuidor Comando Autopeças, filial Distrito Federal, que atuava

apenas com linha leve, agora também está comercializando peças para

a linha pesada. Tendo em vista essa ampliação, montou uma nova filial,

em Brasília, especialmente dedicada à linha pesada.

A nova empresa iniciou suas atividades em maio de 2007 e está localizada

na SOF Sul, Brasília. O gerente dessa nova loja chama-se Sizenando

Pinto Coelho.

DAL DISTRIBUIDORA

A Convenção Regional de Vendas do distribuidor DAL - Distribuidora Automotiva,

filial Distrito Federal, aconteceu em Brasília (DF), com a presença de

20 profissionais.

A ação contou com o interesse e a efetiva participação dos integrantes da

equipe da empresa.

MOTOCICLO

Realizamos, em parceria com a Motociclo, nosso cliente especialista em motocicletas,

um animado bingo, no Hotel Senac, situado na Ilha do Boi, em Vitória

(ES). O evento fez parte das atividades de encerramento da 9ª Convenção de

Vendas da empresa e reuniu 87 pessoas das áreas comerciais (suprimentos

e vendas), com 51 representantes, 12 profissionais de televendas e 3 supervisores.

Robson Rezende (Supervisor de Vendas) e Victor Roney Schneider

Caetano (Inspetor de Vendas) representaram a MAHLE Metal Leve S.A.

A F T E R M A R K E T

n e w s

19

EVENTOS


eveNtos

e X P e d i e N t e

rally

dos sertÕes

Pela 8ª vez em 12 anos a Mitsubishi Motors foi campeã no Rally dos Sertões em

todas as categorias das quais participou: Protótipo, Geral e Super Production.

Da Geral, que é a categoria mais disputada do Rally, dos 10 primeiros colocados,

9 são da Mitsubishi, que liderou absoluta nesse mundo 4x4. Parabenizamos

Mauricio Neves e Clécio Maestrelli pela garra e espírito 4x4, bem como o

piloto Reinaldo Varela, o navegador Marcos Macedo e equipe, campeões da

MaHle Aftermarket news 3/2007

MaHle Aftermarket news é uma publicação externa do

Departamento de Marketing e Comunicação Corporativa

da MAHLE Metal Leve S.A.

Correspondência: Rodovia Limeira Mogi-Mirim, km 103

CEP: 13480-970 - Limeira - SP - Brasil

monica.massacani@br.mahle.com

www.mahle.com.br

Comitê editorial: Edvaldo R. S. de Souza, Roberto Hojo, Maria

Cristina Zanco Andrade, Mônica Andréia Magalhães Massacani,

Robson Rezende, Susana G. Ribeiro, Franco Nardi, Antonio Carlos

Bueno, Josemar Ribas e Sidney Oliveira

Coordenação: Departamento de Marketing e Comunicação Corporativa

redação: Luciana Kobayashi e Otavio Mazza de Andrade

Jornalista responsável: Sonia Rezende – MTb 17.401 – SP

Criação e Produção: Studiocasecom

Tels.: (11) 3034-5217 e 3812-2760 – São Paulo – SP

www.studiocasecom.com.br

A F T E R M A R K E T

n e w s

0

categoria Super Production do Rally dos Sertões 2007, e todos os demais pilotos,

navegadores e equipes que participaram das competições.

A seguir, os cAmpeões dA cAtegoriA gerAl:

1. Mauricio Neves/Clécio Maestrelli (Mitsubishi)

2. João Antônio Franciosi/Eduardo Bampi (Mitsubishi)

3. Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (BMW)

4. Reinaldo Varela/Marcos Macedo (Mitsubishi)

5. Marcos Cassol/Kleber Cincea (Mitsubishi)

6. Marcos Baumgart/Alessandro Fabrício (Mitsubishi)

7. Pedro Paulo Gouvêa Jr./Wagner A. De Paula (Mitsubishi)

8. Sven Fischer/João Luis Stal (Mitsubishi)

9. Ângelo Guazzelli/Carlos Eduardo Brites (Mitsubishi)

10. Francisco Humberto Gallucci/Humberto Gallucci Netto (Mitsubishi)

dpk

A MAHLE Metal Leve S.A. ofereceu um café da manhã para as equipes de

vendas e administrativa da DPK Porto Alegre. O encontro, que reuniu 31 funcionários,

contou também com a presença de Luciano Ponzio da Silva (Inspetor

de Vendas), representando a empresa.

More magazines by this user
Similar magazines