CUIDADO COM - Mahle.com

gcY3FAu69S

CUIDADO COM - Mahle.com

Nesta edição do MAHLE Aftermarket news preparamos

alguns atrativos para você nas matérias internacionais:

mostramos a velocidade com que a MAHLE encoraja a nova

geração de novatos em engenharia, através do exemplo da

Formula Student. Entramos em um mercado otimista nas

pistas de esqui, no fornecimento de componentes para os

PistenBully. E, atenção: observamos, a partir de diferentes

ângulos, as atividades dos falsificadores, dando algumas di-

FALSIFICAÇÕES

Produtos falsificados Para veículos:

um Perigo Para indústrias, oficinas e motoristas

Mais nas págs. 3, 8 e 9.

Í n d i c e

2 EDiTORiAL

Edvaldo R. S. de Souza, Gerente

Nacional de Vendas

3 MAHLE MUNDO

Falsificação de marcas

4 MAHLE MUNDO

MAHLE fornece motores

para Formula Student

5 MAHLE MUNDO

Uma completa verificação

de saúde

n e w s

A F T E R M A R K E T

J O R N A L P A R A O S D I S T R I B U I D O R E S , L O J I S T A S , A P L I -

C A D O R E S E R E P A R A D O R E S D O S E T O R D E A U T O P E Ç A S

cas para você se proteger efetivamente desse tipo de fraude.

No mercado nacional, um resumo de nossas atividades de

aftermarket: nossas visitas, palestras, campanhas de vendas

e de logística, aniversários, confraternizações e nossa

participação na Automec 2007.

Então, por que não abrir logo este número e ficar sabendo

mais sobre o mercado e nossas ações?

CUIDADO COM

11 MAHLE MUNDO

Aquisição de unidades

de negócios Dana

12 EVENTOS

Nossa participação

na Automec 2007

18 pRODUTOS

Conheça nossos

lançamentos

20 EVENTOS

Convenção de Vendas da

Pellegrino e Rafting Savar

1/2007

www.mahle.com.br


EDItOrIAL

Edvaldo R. S. de

Souza, Gerente

Nacional de

Vendas

Prezados leitores,

Por mais de oito décadas, a MAHLE tem sido parceira do setor automotivo.

Nossas marcas – na Europa: MAHLE Original, MAHLE Filter e Knecht e, na

América do Sul: MAHLE Original, Metal Leve, MAHLE Filter e Cofap Rings

– tornaram-se sinônimos de qualidade, tecnologia, confiabilidade e serviço.

E isso tem fundamento: 2.000 engenheiros trabalham em nossas instalações

de desenvolvimento e pesquisa em Stuttgart, Northampton, Detroit (Farmington

Hills e Novi), São Paulo, Tóquio e Xangai em produtos inovadores que

proporcionam vida útil mais longa ao motor, sob as circunstâncias mais difíceis.

Conseqüentemente, todos os nossos produtos passam por avaliações

e testes exigidos durante cada estágio de desenvolvimento e produção.

Como parceiro que conta com extensa variedade de serviços para autopeças,

oficinas mecânicas e retíficas, fornecemos catálogos (impresso e eletrônico)

e informações técnicas. Além disso, nossos consultores estão disponíveis em

qualquer lugar do mundo para responder questões e indicar a melhor solução

a qualquer momento.

Entretanto, esses esforços e investimentos somente são praticáveis quando

nossos produtos mantêm seu alto valor de reconhecimento - através de nossas

marcas. A Automechanika 2006 em Frankfurt demonstrou mais uma vez

que muitos fornecedores não conseguem resistir à tentação de tirar vantagem

disso com meios ilegais, copiando ou imitando produtos e marcas. Como

fabricantes de marcas, vemos uma ameaça à confiança de nossos clientes,

além de que o uso de imitações com qualidade tecnicamente inferior pode

freqüentemente pôr em perigo os motores, veículos e passageiros.

Para sua proteção, em conjunto com outros fabricantes, assumimos uma batalha

contra a pirataria de produtos e marcas.

n e w s

A F T E R M A R K E T

Para sua correta identificação, nossos produtos apresentam recursos especiais

como hologramas tridimensionais.

Como expositores da feira de comércio em Frankfurt, estamos envolvidos

no projeto “messe Frankfurt against copying” (medidas de Frankfurt contra

cópias) para a luta contra a pirataria de produtos e marcas.

Fabricantes automotivos e de peças estão coordenando ações conjuntas

contra os imitadores, dentro da estrutura da Associação da Indústria Automotiva

Alemã (VDA) e outras associações.

A proteção dos direitos da propriedade intelectual é de interesse de todos.

Juntos podemos impedir o prejuízo de oficinas, comércio, indústria e

consumidor final e assegurar que produtos eficientes, de alta qualidade e

seguros estarão disponíveis no futuro.

Agora, aproveite a leitura e até a próxima edição.

Edvaldo R. S. de Souza


glossário da Pirataria

Pirataria de marca é o uso ilegal de símbolos, nomes,

logotipos e termos comerciais usados por determinado fabricante

para identificar seus produtos no mercado.

Pirataria de Produto define a cópia e a duplicação

ilegal de bens para os quais o fabricante tem direitos relativos

a invenção, design e método.

Plágio de Produto ocorre quando os produtos vêm ao

mercado com marcas apresentando pequenas variações. Às

vezes esses produtos nem existem no catálogo do fabricante

original.

cóPia imitadora descreve a tentativa de copiar o produto

original da maneira mais exata possível: a embalagem e

as marcas são geralmente difíceis de se distinguir; em alguns

casos, essa distinção nem mesmo é possível.

falsificação clássica envolve embalagem idêntica e

uso do nome do fabricante. Os materiais são de qualidade inferior,

às vezes defeituosos e perigosos.

FALSIFICAÇÃO

DE MArCAS

as garras da Pirataria: um em cada dez comPonentes automotivos é falsificado

– e, Portanto, Perigoso.

Jeans com designs imitados ou relógios falsificados de classe estão circulando

no mercado há um bom tempo. Mas, ultimamente, os produtos falsificados

abrangem cada vez mais setores: telefones celulares, remédios, peças automotivas

e até carros inteiros. O principal perigo disso tudo é o fato de que as cópias

geralmente não são identificadas à primeira vista e, na maioria dos casos, nem

mesmo são identificadas.

O fato é que todo o setor automotivo é afetado por roubo de marca e produto:

sejam componentes de freio, filtros do combustível ou todo o sistema de direção

– quase todos os componentes podem ser falsificados. Especialistas calculam

que 10% de todas as peças de substituição e acessórios de desempenho na Europa

são falsificados. Essa falsificação geralmente é feita de maneira tão eficiente

que algumas versões e embalagens só podem ser diferenciadas das originais se

forem analisadas por especialistas – e, em alguns casos, a dificuldade de diferenciação

se estende até mesmo a eles.

Principalmente nas feiras de negócios, as cópias são oferecidas sucessivamente.

Como exemplo, podemos citar as edições dos últimos anos da Automechanika.

Oficiais inspecionaram 500 expositores de produtos de diversos países da Europa;

144 exemplares de componentes falsificados foram apreendidos.

um alastramento Perigoso

A abrangência dessa produção ilegal de bens é alarmante: de 1998 pra cá, o

número de bens falsificados se multiplicou por dez. Numa escala mundial, 10%

do comércio mundial são realizados com produtos ilegais – um volume estimado

em 350 bilhões de euros – mais de 990 bilhões de reais. Cerca de 100 milhões

de produtos falsificados são apreendidos anualmente na União Européia. É o “imposto”

da pirataria. Quanto ao mercado de trabalho: cerca de 300.000 empregos

são perdidos a cada ano na Europa devido à pirataria de produtos e marcas.

n e w s

A F T E R M A R K E T

MAHLE MUNDO

Esses produtos falsificados – que vêm, em sua maioria, da Turquia e da

China – representam muito mais do que um problema de custos. As cópias

ilegais de produtos geralmente são feitas com materiais de baixa qualidade –

com sérias conseqüências e riscos fatais para as estradas. Existem relatos de

casos em que as lonas de freio se desintegraram e causaram falhas no freio

logo na primeira freada de emergência. Também existem relatos recorrentes

de filtros de combustível com revestimento incapaz de suportar a pressão da

bomba de injeção. Conseqüências: vazamento de combustível, o que gera

sério risco de incêndio e explosão no compartimento do motor!

o que você Pode fazer Para se Proteger

Tanto as lojas quanto as oficinas estão expostas aos perigos dos produtos

falsificados. Se os componentes de preço baixo falharem, o responsável pela

realização do serviço pode ter de arcar com todos os custos incorridos!

Portanto, recomenda-se uma análise cautelosa e uma verificação mais

atenta das ofertas suspeitas. Rotas de fornecimento que são diferentes

das comuns, notas fiscais suspeitas, a falta de notas fiscais ou mesmo as

condições de pagamento excessivamente atrativas são sinais que podem

envolver falsificações. Você só tem uma maneira de proteger a si mesmo e

aos outros de produtos extremamente perigosos: sempre passar longe da

pirataria; ou seja: usar componentes automotivos de qualidade, que tenham

sido fornecidos por empresas qualificadas, através de canais de distribuição

conhecidos.

Mesmo as marcas mundialmente renomadas, como a MAHLE Original,

MAHLE Filtros e a Knecht não estão isentas do perigo da pirataria. Para

obter algumas dicas sobre como distinguir, por exemplo, filtros originais de

cópias, consulte as páginas 8 e 9.


MAHLE MUNDO

formula student

qual é a essência de um bom engenHeiro? conHecimento

técnico atualizado, eXPeriência Prática consolidada.

e, claro, o tão falado esPírito de “combustível na

veia” – a PaiXão Pelos automóveis. a formula student

(comPetição internacional de design realizada com

mais de 250 equiPes de faculdades e universidades)

combina todos esses comPonentes. e a contribuição

da maHle é o fornecimento do motor.

A Formula Student é uma série de corridas organizada pela Sociedade dos Engenheiros

Automotivos (SAE; em inglês, Society of Automotive Engineers) juntamente

com promotores locais, na qual equipes de alunos de todo o mundo

colocam suas habilidades em prática. Os alunos projetam seus próprios carros

de competição e participam de corridas e outros eventos. As competições são

realizadas em diferentes países, como EUA, Grã-Bretanha, Brasil, Austrália e

Japão. Além de poucas modificações, as mesmas regras se aplicam internacionalmente,

no sentido de que todas as equipes em qualquer lugar podem co-

Formula Student - Direto do campus para as pistas de corrida.

A F T E R M A R K E T

n e w s

4

meçar com o mesmo tipo de carro de competição. Não é o carro mais rápido

que vence, mas a equipe com o melhor pacote geral (ver box).

Em 2006, a Formula Student aconteceu na Alemanha pela primeira vez. Entre 3 e

6 de Agosto, 660 alunos de 10 países (dentre eles Rússia, países escandinavos e

Canadá) participaram com 40 equipes para provar suas capacidades nos carros

feitos especialmente para um campeonato no autódromo de Hockenheimring.

A MAHLE apóia a Formula Student através de cooperação direta e próxima às

universidades. Um motor foi projetado especialmente para a série de corrida

– em diferentes configurações e versões com supercarga em diferentes níveis de

potência e características de torque. A equipe da RWTH Aachen usou o motor

MAHLE em 2006; em 2007 ele estará nos carros modelo “monocock” da Universidade

Stuttgart e da Universidade de Ciências Aplicadas Esslingen. Além disso,

existem planos para disponibilizar o motor para duas universidades nos EUA.

O número crescente de participantes e os eventos anuais de corridas representam

um sinal do ímpeto que o esporte automobilístico tem na motivação

de equipes de universidades. É assim que a Formula Student contribui para

aumentar o entusiasmo pela tecnologia. Durante muitos anos, a falta de tal entusiasmo

acabou gerando uma redução de novos engenheiros na Alemanha.

Também nesse ano – em meados de 8 a 12 de Agosto – centenas de estudantes

se reúnem no Hockenheimring para disputar com competidores de

casa e de outros países e para realizar contatos de valor com a indústria,

com os futuros empregadores. Não podemos esperar – temos de sempre

motivar os jovens com paixão pela tecnologia para trabalhar juntamente conosco

para encarar os desafios do desenvolvimento automotivo e motor. E

isso não acontece sem que pensemos em nossos interesses – afinal, nossos

ambiciosos projetos de Pesquisa e Desenvolvimento sempre precisam de

engenheiros novos e comprometidos...

maHle fornece motores Para

FOrMULA

student

comPonentes técnicos

Confiabilidade também em longas

distâncias

Segurança

Aceleração

Poder de freio

Manuseio (para um competidor

amador)

Consumo de combustível

Estética e conforto

Uso de componentes de séries

convencionais

Facilidade de conserto

comPonentes econÔmicos

Orçamento com gastos – preço

máximo para o protótipo: 25.000

dólares americanos (extrapolados

a uma série de 1.000 unidades)

Apresentações de vendas,

administração de tempo e projeto:

planejamento, projetos e produção

dentro de no máximo

12 meses


UMA COMPLEtA VErIFICAÇÃO

DE SAÚDE

Além dos cálculos de simulação e testes de componentes fora do motor, o

teste do motor em funcionamento é a mais importante fonte de informações

para um desenvolvedor de componentes de motor. A MAHLE opera um

total de 78 bancos de testes de motor e 8 dinamômetros de rolos em 7

centros de pesquisa e desenvolvimento internacionais.

teste do motor: central Para troca de informaçÕes

O teste com o motor é de vital importância para a MAHLE: além do atual desenvolvimento

de produtos para fabricantes mundiais de motores e veículos,

que é submetido à aprovação de produção, os desenvolvimentos relativos a

motor de nossos próprios produtos inovadores também são de grande importância.

A troca de dados e descobertas com outras áreas como design,

computação e testes são, portanto, uma parte essencial da atividade diária.

A cooperação próxima de todas as linhas de produção com os experimentos

do motor é a base da expertise, fazendo da empresa um parceiro valioso

de desenvolvimento de sistemas complexos de motores para fabricantes de

motores e veículos.

bancos de testes Para qualquer situação

O departamento de testes de motor na matriz em Stuttgart/Alemanha tem

32 bancos de teste à sua disposição, que cobrem um grande número de

diferentes tipos de motores e podem realizar todos os testes necessários.

Estão disponíveis 16 bancos de teste para motores de carros de passageiros

(motores a gasolina e diesel), 9 bancos de teste para motores de

veículos comerciais (incluindo aplicações marítimas e estacionárias, como

geradores), 3 bancos de teste para motores pequenos, 1 banco de teste

para investigações de perda por atrito, 1 câmara fria e 1 banco de teste

com câmara anacóica para testes de ruído. Graças à flexibilidade e à individualidade

na configuração do banco de teste, a MAHLE oferece aos seus

clientes benefícios consideráveis – nem mesmo os fabricantes de motores

terão tipos de motores diferentes em suas instalações de testes.

oPeração ininterruPta de 24 Horas

Para operar os motores sob carga nos bancos de teste, a saída mecânica

dos motores deve ser freada. Com esse objetivo, 3 tipos diferentes

de freios para banco de teste com diferentes potências de freagem são

usados: freios de corrente parasita (eddy current) com potência de freagem

Uma olhada na câmara fria: partida fria de um motor a –30ºC.

máxima de 160kW a 250kW para carros de passageiros. Freios hidráulicos

com potência de freagem máxima de 400kW a 1200kW para carros de passageiros

maiores e motores comerciais pesados. E os chamados dinamômetros

deitados, tipicamente motores assincronos que podem frear o motor

mas também motorizar. O poder máximo de freio e direção é de 200kW a

700kW. Os bancos de teste podem ser executados automaticamente em

sua totalidade, caso necessário. Instalados com equipamentos de medição

cuidadosamente selecionados, eles podem operar 24 horas por dia sem a

necessidade da atenção do operador.

Painel de operação do banco de teste com o sistema

de medição desenvolvido pela MAHLE para a medição

das temperaturas do pistão.

testes ácidos e resPonsabilidade de desenvolvimento

interno

Para que se alcance deliberadamente os comportamentos críticos de operação

dos motores e para que se possa medir os problemas resultantes qualitativa e

quantitativamente, é essencial a adesão a procedimentos de teste específicos que

são com freqüência estipulados pelos fabricantes do veículo ou do motor.

O departamento de teste de motores em Stuttgart tem a responsabilidade pelos

desenvolvimentos em sua própria área. Isso levanta uma variedade de tarefas com

necessidade contínua por desenvolvimento, como design e aprimoramento de

uma PCU (Power Cell Unit) – ou seja, o pistão, o pino, os anéis, as camisas, bielas

e bronzinas – ou talvez os testes dos sistemas do trem de válvulas ou módulos de

admissão.

isso acontece no dePartamento de teste de

motores da maHle

Verificação da função e resistência do componente

Investigações de consumo e de separação de óleo

Exame de depósitos de carvão e formação de diversos resíduos

Investigação de resfriamento e distribuição de temperatura nos

componentes

Aprimoramento das características acústicas e de vibração

Aprimoramento dos sistemas mecânicos de fluido

Minimização de perdas de atrito e desgastes de componentes

Análise dos efeitos de combustão e emissões

Diálogo com os fabricantes do motor ou do veículo e, se necessário,

suporte rápido e simples no caso de desafios técnicos inesperados

– incluindo medições para a análise de causas e preparação para

possíveis soluções.

A F T E R M A R K E T

n e w s

MAHLE MUNDO

Análise acústica na câmara anacóica.

5


MAHLE MUNDO

QUEStÃO

MAtErIAL

As válvulas devem funcionar em condições adversas: sob calor, alta pressão, fricção – e às vezes até mesmo sem a lubrificação

suficiente. Porém elas devem funcionar sempre durante muito tempo e com a maior segurança possível. Ao mesmo tempo, devem

ficar mais leves a cada nova geração de motores. Em outras palavras: o trabalho das válvulas não é nada fácil. Os desafios

dos projetistas são igualmente enormes. Materiais de alta tecnologia oferecem soluções convincentes... e idéias de design.

A F T E R M A R K E T

n e w s

Produção de válvulas: o material é o que imPorta


Os componentes individuais do sistema de trem de válvulas ficam sujeitos a

diferentes influências. As válvulas devem conciliar as altas cargas mecânicas,

térmicas e tribológicas resultantes do sistema. E como massa em movimento,

elas afetam diretamente as cargas mecânicas no trem de válvulas e nas

perdas por fricção.

base da Produção de válvulas: metais

Dependendo de onde as válvulas são usadas (na admissão ou escape,

em motores turbinados ou naturalmente aspirados), elas são feitas de

materiais diferentes. O material básico é a liga cromo silício (X 45 Cr Si

9-3). Para válvulas de exaustão sob alta carga, a superliga de níquel Nimonic

80A © , – desenvolvida pela MAHLE – é usada, o que também gera

novos padrões em termos de maleabilidade, soldabilidade e resistência

à temperatura.

Micrografia da superliga de níquel Nimonic

80A © , – desenvolvida pela MAHLE para

válvulas de escape sob altas cargas.

Local da válvula MAHLE com revestimento.

mono, bi ou oca?

Diferentes pesos exigem diferentes características de válvulas – e, portanto,

diferentes projetos.

As válvulas “monometálicas” consistem de apenas um material, principalmente

na liga cromo silício ou na superliga de níquel, ambas mencionadas

acima.

Válvulas “bimetálicas” são feitas de dois tipos diferentes de aço, como indica

o nome. A haste da válvula é conectada à cabeça da válvula por solda a

fricção. A cabeça da válvula é feita de aço de alta liga com resistência a alta

temperatura; enquanto a haste é feita de um aço com diferente liga, que pode

ser temperado.

A junta por solda a fricção conecta a haste da válvula à cabeça da válvula.

Um projeto inovador é a válvula oca, com excelentes características de resfriamento:

a cavidade da válvula é parcialmente preenchida com sódio, que

se torna líquido a 97,5ºC e dissipa melhor o calor da cabeça quente para a

haste.

A válvula oca: controle de temperatura, graças ao preenchimento de sódio.

Proteção com “stellite”

Para lidar com situações extremas, como altas temperaturas e corrosão química,

as válvulas em tais condições são “revestidas” com uma camada adicional

de “stellite”. Essa camada de cobalto e cromo é primeiramente soldada

e depois usinada.

Primeiro a camada de “stellite” é soldada

na válvula...

As diferentes fases de produção de uma válvula bimetálica.

o futuro do ProJeto de válvulas: semPre mais leves?

O futuro da produção de componentes de motor se caracteriza pela redução

de pesos. As válvulas oferecem aqui um grande potencial: se a massa das válvulas

for reduzida, os componentes associados a ela podem ser projetados de

maneira significativamente mais leve. Com os aços convencionais das válvulas

a melhora no peso é limitada pelas demandas por resistência do componente.

Novos materiais com uma proporção bastante favorável entre resistência e densidade

ainda estão em fase de testes. Tendo grande importância no desenvolvimento

de componentes para motores, a MAHLE segue um inovador design:

as válvulas leves da MAHLE. Na fabricação dessas válvulas são juntadas peças

moldadas e formadas de metal com uma haste sólida, através do uso de laser

de precisão e tecnologias de soldagem de fricção.

assunto de Ponta:

uma idéia da Produção de válvulas

1 2

3 4

… e depois usinada/acabada.

1 - Haste e cabeça da válvula são juntadas com soldagem de fricção. 2 - O metal da válvula é

aquecido com fortes correntes elétricas e moldado com aplicação de pressão. 3 - Marcação

a laser de uma válvula MAHLE. 4 - A válvula é aquecida indutivamente e depois resfriada para

endurecimento.

A F T E R M A R K E T

n e w s

MAHLE MUNDO


MAHLE MUNDO

FILtrOS FALSIFICADOS:

tUDO CErtO,

MAS APENAS Até A HOrA DE tIrAr DA EMbALAgEM

Uma enxurrada de produtos falsificados. Cada vez mais empresas duvidosas copiam produtos de alta qualidade de marcas renomadas; esse

processo é feito integralmente, até a embalagem – essas empresas esperam sempre ganhar dinheiro fácil através do uso de bons nomes e

materiais ruins. Como marcas líderes, a MAHLE e a Knecht não estão imunes à falsificação.

A falsificação de componentes automotivos não é somente mais um crime comum; é um perigo real: os exemplos mostrados aqui não são prejudiciais apenas

à reputação das marcas copiadas, mas os danos se estendem ao motor – e, conseqüentemente, a todos na escala de fornecimento, responsáveis pela

venda ou instalação de tais componentes. No entanto, os falsificados não são facilmente reconhecidos – externamente, a cópia ilegal freqüentemente passa

despercebida. É por isso que nossos especialistas analisaram o conteúdo de duas falsificações abusivas.

A F T E R M A R K E T

n e w s


filtro de óleo: o falsificado não funciona

testado e reProvado

O OC 257, enviado à MAHLE para uma investigação, não levantou suspeitas

inicialmente. Logo após um simples teste de arranhão na impressão,

os problemas começaram a

aparecer: a pintura foi facilmente

removida com as unhas.

À esquerda, a pintura original resistente.

À direita, a falsificação, onde a

tinta pôde ser removida com a unha.

recravamento ausente: causa de vazamento

Depois de aberto o filtro, uma olhada na base roscada: na falsificação, o

segundo recravamento está ausente. No original, ele serve para reforçar a

base roscada para evitar a distorção sob carga, que faz com que a junta de

vedação perca sua capacidade de vedação.

A base roscada da parte externa: impossível

de distinguir.

Mas internamente a falsificação não tem o

cravamento de reforço.

elemento do filtro: Pequeno e de má qualidade

Agora o real elemento do filtro: ele tem 10 mm a menos que o original. Isso

causa uma redução de aproximadamente 9% na área do filtro – e, portanto, um

desempenho menor do filtro, além de menor coleta de impurezas. Além disso,

o elemento só tem 60 dobras, em vez de 80! O número inferior de dobras gera

uma redução de 25% na área do filtro. Isso significa que, além dos 9%, a coleta

de impureza é reduzida em 34% e o tempo de serviço também tem uma redução

de 34%.

Também é notável a geometria irregular das dobras: as seções do filtro estão sobrepostas

de maneira muito justa – tem-se uma formação reduzida de bloco. No

entanto, em outras áreas as distâncias são muito longas. Além disso, o material

adesivo está faltando em algumas áreas entre a dobra e a placa de metal, com o

resultado desastroso: o óleo aqui flui direto do lado sujo para o lado limpo.

À esquerda, o original; à direita, a falsificação: um elemento de filtro menor e dobras irregulares.

No detalhe: as dobras inadequadas – em algumas partes, nem mesmo a disposição

da cola está correta.

válvula anti-retorno: uma idéia não tão boa

Algo particularmente crítico é a vedação entre o lado sujo e o limpo na área

da válvula anti-retorno. Nos filtros das marcas MAHLE e Knecht, o elemento

de filtro é distinto por um raio limpo que, em conexão com uma peça de

borracha moldada de precisão, serve como uma perfeita válvula anti-retorno.

No entanto, no filtro falsificado, um metal cortante pode ser visto e o óleo flui

diretamente por esse metal – sem filtragem – do lado sujo para o lado limpo.

O original: vedação de borracha. À direita, a falsificação com o metal que gera vazamento,

através do qual o óleo não filtrado pode passar.

No original, a válvula anti-retorno é feita

com uma peça moldada de borracha. À

direita, no entanto, a falsificação com um

simples disco de borracha que não se fixa

firmemente na superfície de vedação.

O resultado: dependendo da orientação

(filtro instalado horizontal ou verticalmente),

o filtro pode realizar uma drenagem

completa depois que o motor for desligado

– e ele deve ser preenchido de novo

integralmente no próximo funcionamento do motor. Até que isso aconteça, o motor não recebe

óleo suficiente (pressão). A longo prazo, isso causará um desgaste maior nos diferentes pontos

de lubrificação do motor, como nas bronzinas, eixo comando e cilindros.

colaPso com bY-Pass

A válvula do by-pass do filtro do óleo falsificado mostra a má qualidade do filtro.

Essa importante peça é responsável por garantir o fornecimento de óleo do motor

em todas as condições – por exemplo, no momento em que um elemento

estiver completamente bloqueado ou em temperaturas extremamente baixas

(gerando óleo altamente viscoso). Na falsificação, essa válvula é completamente

nula: a tensão da mola é tão baixa que ela se mantém aberta mesmo em operação

normal... e o óleo flui permanentemente para o motor, sem nenhum tipo de

filtragem. Isso significa que o filtro do óleo copiado não cumpre a sua função – e

causa danos ao motor em um período de tempo relativamente curto.

Válvula by-pass da MAHLE (à esquerda) – e válvula inoperante no filtro falsificado

(à direita).

a cóPia do filtro do combustível: nenHuma filtragem

Plástico no lugar de alumínio

A falsificação do KL 72 chegou à MAHLE Aftermarket de uma forma ainda

mais ousada: na antiga embalagem Knecht; era obviamente uma cópia.

Depois de aberto o produto, a falsificação se tornou ainda mais evidente:

enquanto o filtro do combustível é normalmente feito de alumínio, a imitação

barata era feita de plástico. Além disso, trazia a designação errada: a

palavra alemã “Kraftstofffilter” estava grafada como “Krarislofffilter”.

Fabricamos a peça KL 72 com alumínio. As falsificações são de plástico – e há erros de

ortografia na carcaça.

sem firmeza suficiente

O elemento do filtro não apresentava sintomas de falsificação em um primeiro

momento, mas depois mostrou uma falha significativa: o canto vivo é completamente

inadequado para a vedação do lado sujo para o lado limpo – um

raio é necessário aqui.

Além disso, a diferença de tamanho

entre o orifício no elemento

do filtro e sua contraparte é tão

grande que não se pode esperar

nenhuma vedação: o combustível

flui sem filtragem do lado sujo

para o lado limpo.

O raio necessário foi substituído com um

canto vivo. O resultado: vazamento.

A F T E R M A R K E T

n e w s

MAHLE MUNDO

9


MAHLE MUNDO

ESSE tOUrO DEIXA

SUAS MArCAS

Um Pistenbully grande pesa mais de 9 toneladas – e tem um motor a

diesel 430 cavalos, o que lhe permite preparar neve e massas geladas

para os esportes de inverno mesmo em inclinações extremas, terreno

difícil e condições de tempo insólitas.

Os PistenBullys preparam inclinações das pistas de esqui e trilhas cross-country.

Com relação aos esquis, eles fazem até mesmo as regiões mais remotas

serem acessíveis – como, por exemplo, a área gelada de teste de veículos de

esqui de Gala, perto de Tóquio. Eles mantêm a superfície adequada na pista

gelada de teste de veículos na Groenlândia. Eles limpam passagem em montanhas

com gelo e neve. E mesmo sem montanhas por perto, os PistenBullys

operam sem falha – como é o caso do Alpicenter Bottrop, que tem a pista de

esqui mais longa do mundo, com 640 m.

Essa potência, extrema habilidade e flexibilidade são a especialidade da Kässbohrer

Geländefahrzeug AG. Com mais de 50% do mercado, a empresa é a

líder mundial em preparação de trilhas e inclinações de esqui, assim como em

design de parque de diversões.

A linha de veículos vai dos ágeis que pesam 3,6 toneladas aos pesados, para

condições extremas, com 9 toneladas (sem as superestruturas e os acessórios

especiais!). Uma linha de equipamentos especiais faz com que a empresa

seja extremamente versátil: por exemplo, os guinchos que podem girar até

360º, mesmo em inclinações acentuadas. Também há o SnowCutter (removedor

de neve) que pode, de uma vez, quebrar seções congeladas de rampas

de esqui, suprimir os blocos e usá-los na preparação de uma superfície útil,

com sua plaina traseira.

Com os modelos PistenBully 100, 200 e 300, a Kässbohrer cobre uma enorme

gama de aplicações. Todos têm motores Mercedes-Benz, com baixas emissões.

Na versão menor, o PistenBully 100, um motor a diesel de 177 cavalos

com 4.250 cm 3 de deslocamento vem instalado. Esse motor já desenvolve

seu torque integral de 675 Nm próximo à velocidade de partida. O Pisten-

A F T E R M A R K E T

n e w s

10

Bully 200 é equipado com um motor de 330 cavalos, com deslocamento de

7,2 litros, desenvolvendo torque de 1.300 Nm a 1200–1600 rpm. Mesmo em

condições extremas, o PistenBully 300 obtém muita potência de um motor

de 430 cavalos com 12 litros de deslocamento e torque de 2000 Nm a 1200

rpm. Também nessa linha da Kässbohrer está a tecnologia da MAHLE com

pistões, bronzinas, bielas, tuchos, guias de válvulas, sede de válvulas, filtros

do óleo, filtros do ar e filtros do combustível.

Os PistenBullys são praticamente indestrutíveis: mesmo depois de 15 anos,

muitos deles funcionam perfeitamente. Naturalmente, durante uma vida de

serviço tão longa, algumas peças devem ser substituídas. Além disso, nesse

caso a MAHLE é claramente uma parceira de confiança para as oficinas locais

com componentes de motor e filtros de qualidade original.

Seja na Escandinávia coberta de neve, no vasto Canadá, nos montes do Japão, na gelada

Groenlândia, nos Alpes cobertos de neve... ou na área industrial da Alemanha: os

PistenBullys são usados em todo o mundo, inclusive em condições extremas – com os

componentes de motor e filtros da MAHLE.


MAHLE ADQUIrE UNIDADES DE

NEgÓCIOS DANA

Como já é de conhecimento do mercado e amplamente divulgado pela

mídia, no final de 2006 a MAHLE GmbH anunciou a celebração de um

contrato de compra de ações e ativos com a Dana Corporation, para

aquisição de suas unidades de negócios voltadas a peças para motores.

Esse contrato envolve, em âmbito mundial, a aquisição de todas as unidades

da Dana fabricantes de peças para motores, tais como anéis de

pistão, bronzinas, camisas de cilindros, eixos de comando de válvulas,

bem como as organizações de aftermarket Clevite® Perfect Circle® e

Glacier Vandervell.

Essa transação comercial foi concluída com êxito em 9 de março de

2007 e agora esse ramo de negócios da Dana faz parte do Grupo

MAHLE. A aquisição no Brasil está sendo sujeita à aprovação do CADE.

Essa divisão da Dana inclui vendas de aproximadamente US$ 650 milhões,

com unidades de produção em países como Estados Unidos, México,

Brasil, Argentina, Alemanha, França, Itália, Eslováquia, Espanha e

Reino Unido, e instalações de distribuição de aftermarket nos Estados

Unidos, Canadá, França e Itália.

Há mais de 80 anos, a MAHLE figura entre as fabricantes líderes internacionais

de componentes de alta qualidade para aplicações em motores

automotivos.

Inovações pioneiras tornaram a MAHLE uma parceira confiável e bemsucedida

para seus clientes. Hoje, o Grupo MAHLE fornece mundialmente

a mais ampla gama de componentes, sistemas e serviços de alta qualidade

para todos os fabricantes conhecidos de motores de combustão

interna, bem como para o aftermarket automotivo global. A integração

das empresas Dana ao Grupo MAHLE constitui mais um compromisso

com essa reputação de longa data.

Essa aquisição possibilita à MAHLE atender de forma ainda mais adequada

às exigências de nossos clientes de aftermarket, mediante a expansão

de nosso portfolio de produtos e melhor acesso a importantes

mercados. A MAHLE usará essa oportunidade única para fortalecer o relacionamento

com todos os clientes, de forma a beneficiá-los com essa

integração das divisões Dana de peças para motores ao Grupo MAHLE.

Como parte da aquisição da organização de aftermarket Clevite® nos

Estados Unidos, a MAHLE celebrou um contrato de longo prazo de licenciamento

e distribuição das juntas Victor Reinz® nos Estados Unidos

e no Canadá, o qual dá continuidade à distribuição dos produtos Victor

Reinz®, através da Clevite®.

Segundo Claus Hoppen, Diretor Presidente da MAHLE Metal Leve S.A.,

são grandes as expectativas quanto a uma colaboração bem-sucedida

e promissora com a organização Victor Reinz® nesses mercados, pois

seus produtos complementam perfeitamente a linha de aftermarket oferecida

pela MAHLE.

O Grupo espera que, com essas ações, possa oferecer aos clientes

MAHLE níveis cada vez mais elevados de satisfação.

A F T E R M A R K E T

n e w s

MAHLE MUNDO

11


EVENtOS

AUtOMEC 2007

A oitava edição da Automec – Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos

e Serviços, além da exposição tradicional de fabricantes, produtos e serviços,

foi também um palco de discussão sobre o futuro dos negócios e adequação

dos setores às novas demandas exigidas no mercado global.

O prestígio do setor e do evento foi comprovado na abertura oficial, com a presença

do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que também visitou

o estande da MAHLE Metal Leve S.A., entre outras autoridades. Na ocasião,

o presidente destacou a influência dos segmentos envolvidos na feira. “Aqui se

encontra um conjunto de situações que coroam o bom momento vivido pela

indústria automotiva. Essa feira é motivo de orgulho para todos nós”.

Realizada de 10 a 14 de abril, a feira ocupou 78 mil metros quadrados, com

1.350 expositores, sendo 950 nacionais e 400 internacionais, de 30 países, e

foi vista por um público de 96 mil visitantes/compradores, de 75 nacionalida-

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

des. Como nas edições anteriores, nosso estande recebeu a visita de representantes

de distribuidores, fabricantes e lojistas do Brasil e do exterior.

“A Automec tem sido, nos últimos anos, o maior evento do setor na América

Latina, mas sua visibilidade é mundial, tendo em vista que, além de profissionais

de todo o Brasil, são recebidos visitantes de inúmeros países, interessados

em conhecer nosso mercado. Outro fator importante é a sinergia

criada no encontro de todos esses expositores, fabricantes, distribuidores,

lojistas, reparadores, aplicadores e outros segmentos do setor, com troca

de informações e discussões sobre o futuro dos negócios. Para nós, esses

contatos são edificantes para manter e gerar bons relacionamentos e parcerias

comerciais. Tivemos muita satisfação em receber nossos parceiros e

aproveitamos a oportunidade para agradecer a todos que nos prestigiaram

com sua presença”, afirma Edvaldo R. S. de Souza (Gerente Nacional de

Vendas).


A F T E R M A R K E T

n e w s

1

EVENtOS


EVENtOS

CONFrAtErNIZAÇÕES

Pellegrino

A festa de confraternização de final de ano da Distribuidora Pellegrino

Filial de Cuiabá foi realizada em clima de descontração e alegria, quando

fomos representados por Fernando César Zenti (Inspetor de Vendas).

Confira na foto a presença de funcionários e familiares que prestigiaram

o evento.

motociclo

Um festivo encontro de confraternização foi realizado sob coordenação

da Motociclo, com a participação da MAHLE Metal Leve S.A., que na

ocasião foi representada por Victor Roney (Inspetor de Vendas), que compareceu

ao evento.

A F T E R M A R K E T

n e w s

14

roni da silva cHaves

A MAHLE Metal Leve S.A. esteve presente no jantar de confraternização

de final de ano do cliente Roni da Silva Chaves, representada por Luciano

Ponzio da Silva (Inspetor de Vendas).

O encontro teve a participação de 80 funcionários do distribuidor, que

participaram de um animado bingo e do sorteio de vários brindes após

o jantar.


ENCONtrOS

iv encontro dos Profissionais de

mecÂnica

Uma grande confraternização reuniu aproximadamente 350 pessoas no Restaurante

São Judas Tadeu, em São Bernardo do Campo (SP), por ocasião do

IV Encontro dos Profissionais de Mecânica.

Na oportunidade os participantes comemoraram os 27 anos de atividades de

nosso cliente Perim Auto Peças.

encontro com clientes

Com o objetivo de aproximar e estreitar relações entre os participantes,

um evento denominado “Encontro com Clientes” foi promovido

pela Motociclo, do qual participamos em regime de parceria, quando

fomos representados por Victor Roney (Inspetor de Vendas).

Confira a equipe de participantes na foto.

café da manHã PoliPeças

A MAHLE Metal Leve S.A. teve a satisfação de oferecer um café da manhã

para colaboradores da Polipeças Filial Cuiabá.

O evento foi prestigiado com a presença de Marcos (Gerente Polipeças),

sua equipe de vendas e apoio a vendas, representando a Polipeças, além

de Fernando César Zenti (Inspetor de Vendas).

A F T E R M A R K E T

n e w s

15

EVENtOS


EVENtOS

ACONtECEU

savar veículos

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

Uma palestra técnica foi realizada em Porto Alegre (RS) em parceria com o

distribuidor Savar Veículos. O palestrante foi Roberto Canassa (Supervisor de

Assistência Técnica), com a colaboração de Luciano Ponzio da Silva (Inspetor

de Vendas).

O encontro contou com a presença de 53 profissionais da área, que logo

após participaram de um jantar de confraternização.

camPanHa “Prestigiando a logística”

A campanha de produtividade, realizada junto à Distribuidora Laguna, Filial

de Curitiba (PR), foi um sucesso. Das 18 pessoas que participaram, 10 foram

premiadas por se destacarem.

Tendo em vista que a maioria das campanhas realizadas atingem os profissionais

diretamente ligados a vendas, a sugestão da campanha de logística

partiu do Gerente da filial, Silvio, para prestigiar os profissionais da área, por

entender que a logística também é parte integrante do processo de vendas.

Os prêmios foram entregues aos vitoriosos por Dani Martins Rossi (Gerente

da Laguna). Mauro Camargo (Inspetor de Vendas) representou a MAHLE

Metal Leve S.A.

Palestra bodiPasa

Uma palestra motivacional foi realizada para as equipes de vendas, administrativa

e de estocagem de nosso distribuidor Bodipasa Bombas Diesel Paulista,

com a presença de 24 funcionários.

A palestra foi ministrada por Filadelfo Moreira (Promotor de Vendas) e contou

ainda com o apoio de Luciano Ponzio da Silva (Inspetor de Vendas). Após o

evento, nosso distribuidor ofereceu um jantar para todos os presentes.


Aniversários Aniversários e e Visitas Visitas

rialan - 45 anos

Parabenizamos a Rialan pelos 45 anos de atividades

comemorados em janeiro/2007. Na foto,

da esquerda para a direita: Herman Candido,

Emerson Candido e Zene Candido (filhos), Sidiney

de Paula Candido (pai e proprietário da

Rialan) e Susana Gonçalves Ribeiro (Supervisora

de Vendas).

gruPo nacional - 35 anos

Eric Perim (Diretor do Grupo Nacional) recebeu, em

nome da empresa, uma placa comemorativa da MAHLE

Metal Leve S.A., entregue por Victor Roney (Inspetor de

Vendas) em homenagem aos 35 anos do grupo.

Perim

No dia 25/1/07 uma caravana do Distribuidor

Perim veio de São Paulo visitar

nossas unidades de pistões e filtros.

autoPeças YoKota

Vindas de São Paulo, 38 pessoas representando

a Autopeças Yokota também visitaram nossas

unidades de pistões e filtros.

Perim 27 - anos

Os 27 anos de atividades da Perim Auto Peças

foram comemorados no Restaurante São Judas

Tadeu, em São Bernardo do Campo (SP),

durante o IV Encontro dos Profissionais de Mecânica,

com um tradicional bolo de aniversário.

núcleo automotivo sul-

fluminense

Um grupo de 30 visitantes do Núcleo Automotivo

Sul-Fluminense, de Barra Mansa

(RJ), visitou nossas instalações em Mogi

Guaçu (SP).

com. de Peças nicosa - 35 anos

Na cidade de Ponta Grossa (PR), foi entregue

uma placa comemorativa dos 35 anos

de atividades ao nosso cliente Com. de Peças

Nicosa, em evento que contou com a

presença de mais de 200 participantes.

Na foto, da esquerda para a direita: Rubens

Scoss Junior (Diretor Técnico), Mauro Camargo

(Inspetor de Vendas), Rubens Scoss

(Diretor Presidente) e Fabiano Scoss (Diretor

Administrativo).

rialan

A distribuidora Rialan, de São Paulo, enviou

uma equipe de 18 pessoas para visitar nossas

unidades de pistões e filtros, localizadas em

Mogi Guaçu (SP).

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

EVENtOS


PrODUtOS

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC99

Aplicação: Linha pesada

Tratores Massey-Ferguson: todos

Case: 580H com motor Cummins 4B 96 >

Retroescavadeira, Case 580H com motor

Cummins 4B 96 >

Retroescavadeira, Muller TM31, motor Cummins

N855C 88 >

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC101

Aplicação: Linha pesada

Caterpillar: 325D, 553F751, 753B, 763H 853,

853H, 953, A220 e S175

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC102

Aplicação: Linha pesada

Volvo: A20, A20C, A25D, A40, A40D, L50D,

L120D, L150C, L150D, L180 e L180D

John Deere: 6110, 6300, 6310, 6410, 6510, 6600,

6610, 6800, 6810 e 6910

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC107

Aplicação: Linha pesada

Case: 4994, W14C, 688B, 921C, 588, 788,

921, 1155D, 1150D, 1085C e 1155E

Produto:

Bronzina M131149 (MAHLE)

Bronzina BC-1149-P (Metal Leve)

Aplicação: MWM – motor 4.12 TCAE – action euro 3/

VWC delivery (motores de 150-180 cv)

A F T E R M A R K E T

n e w s

1

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC108

Aplicação: Linha pesada

Fiat Allis: FB90, FB100, FB10, FB200, L60, L65, L75, L85 e L95

New Holland: 655E, 675E, NH75, NH85 e NH95

Produto:

Filtro do combustível KC222

Aplicação: Linha pesada

Caterpillar: séries D8, D10, 200, 300,

620, 630, 980 e 990


Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC103

Aplicação: Linha pesada

John Deere: 6000, 6200, 6210, 6300,

6500, 6600, 7500 e 7700

New Holland: 5460, 6640, 7740, 7840,

LW130, LW270, TS100 e TS110

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC104

Aplicação: Linha pesada

Case: 580, 580L, 7110, 7120, 7130,

7140, 7150, 7240 e 7250

Caterpillar: 918F, 924G, 928G, 938F

e 962G

Produto:

Filtro do óleo lubrificante OC529

Aplicação: Linha pesada

Volvo: N10, N12, FH12, Globetrotter

GM Caminhões: 12170, 14190, 16220 e 15190 com motor Caterpillar 3116 > 96

Produto:

Filtro do óleo lubrificante OC530

Aplicação: Linha pesada

Caterpillar: 24W, 3406, 3408, 3408B, 3412, 563, 594, 621, 621B, 627, 631,

637, 639D, 641, 650, 651, 657, 777B, 785 e 789

Produto:

Filtro do óleo lubrificante OC531

Aplicação: Linha pesada

Komatsu: 355A-3 (série 25900) com motor SAD155 importado; 155A1 com

motor NT855 nac. 150/155 A-1 (série 24805) com motor Komatsu

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC105

Aplicação: Linha pesada

Case: W14H, W20C, W30, W24C,

W14 e W18B

Produto:

Filtro do óleo lubrificante OC532

Aplicação: Linha pesada

Motores Cummins By Pass

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC106

Aplicação: Linha pesada

Case: 580L, 570LXT, 590 Super,

580 Super L e 580 SLE (filtro da

transmissão)

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC109

Aplicação: Linha pesada

Case: 680K, 680H, 780B, 780D, 680L, 780C, W14C e W14B

Fiat Allis: FR7, FL7, FR10B, FL5, FR9 e FD5

Produto:

Filtro do óleo hidráulico HC110

Aplicação: Linha pesada

Hyster: H1.00XL, 16.00XL e 300XL

Fiat Hitashi: EX-60-2, EX60-3, EX100-2 e EX100-3

A F T E R M A R K E T

n e w s

PrODUtOS

19


EVENtOS

E X P E D I E N t E

CONVENÇÃO

PELLEgrINO

Por ocasião da Convenção de Vendas da Pellegrino, realizada em dezembro

último no Hotel Refúgio Cheiro de Mato, na cidade de Mairiporã

(SP), foi entregue pela MAHLE Metal Leve S.A. uma placa comemorativa

aos 65 anos da empresa. A convenção contou com todos os

gerentes de unidades da Pellegrino, além das equipes de compras,

marketing e suporte.

MAHLE Aftermarket news 1/2007

MAHLE Aftermarket news é uma publicação externa do

departamento de Marketing e comunicação corporativa

da MAHLe Metal Leve S.A.

Correspondência: Rodovia Limeira Mogi-Mirim, km 103

ceP: 13480-970 - Limeira - SP - Brasil

monica.massacani@br.mahle.com

www.mahle.com.br

Comitê Editorial: edvaldo R. S. de Souza, Roberto Hojo, Maria

cristina Zanco Andrade, Mônica Andréia Magalhães Massacani,

Robson Rezende, Susana G. Ribeiro, Franco nardi, Antonio carlos

Bueno, Josemar Ribas e Sidney Oliveira

Coordenação: departamento de Marketing e comunicação corporativa

redação: Luciana Kobayashi e Otavio Mazza de Andrade

Jornalista responsável: Sonia Rezende – MTb 17.401 – SP

Criação e Produção: Studiocasecom

Tels.: (11) 3034-5217 e 3812-2760 – São Paulo – SP

www.studiocasecom.com.br

A F T E R M A R K E T

n e w s

0

Na foto, Susana G. Ribeiro (Supervisora de Vendas), Humberto Canobre

(Supervisor de Promoção), Claus Hoppen (Diretor Presidente da MAHLE

Metal Leve S.A.), Antonio Carlos de Paula (Diretor e Gerente Geral Pellegrino),

Odair Garcia (Diretor Regional Pellegrino), Edvaldo R. S. de Souza

(Gerente Nacional de Vendas), Paulo José Salles (Inspetor de Vendas) e

Nilton de Oliveira (Diretor Comercial Pellegrino).

savar veículos realiza rafting

Como prêmio de campanha e integração, promovemos, juntamente com

a Savar Veículos, uma ação radical com muita adrenalina, no Rafting Três

Coroas, que contou com a colaboração de Luciano Ponzio da Silva (Inspetor

de Vendas).

Participaram da aventura as equipes de vendas, balcão e televendas, em um

total de 24 pessoas. Após duas horas de muita emoção entre as equipes,

todos participaram de um churrasco para encerramento das atividades.

More magazines by this user
Similar magazines