Views
5 years ago

versão pdf - Livraria Imprensa Oficial

versão pdf - Livraria Imprensa Oficial

versão pdf - Livraria Imprensa

  • Page 2 and 3: João Batista de Andrade Alguma sol
  • Page 4 and 5: Alguma solidão e muitas histórias
  • Page 6: Para meus pais, Fernando e Maria (i
  • Page 9 and 10: 8 que ele dirigiu, são hoje marcos
  • Page 11 and 12: 10 segredos e mistérios que, só d
  • Page 13 and 14: 12 não tanto pela instituição, m
  • Page 15 and 16: 14 O cineasta viveu - e vive - “u
  • Page 17 and 18: 16 “De propósito” - acrescenta
  • Page 19 and 20: 18 nem operários, nem estudantes.
  • Page 21 and 22: 20 bem de migrante, deixando Ituiut
  • Page 23 and 24: 22 buscando uma experiência igual
  • Page 25 and 26: 24 Finalmente, em 59, completando o
  • Page 27 and 28: típico militar de evidente origem
  • Page 29 and 30: 28 ao ombro, sozinho, o dia inteiro
  • Page 32 and 33: 03. O Partidão Antes mesmo de come
  • Page 34 and 35: paulistanos, no Lgo. São Francisco
  • Page 36 and 37: Eram textos que falavam, na verdade
  • Page 38 and 39: Partidão, como era conhecido o Par
  • Page 40 and 41: modernização dominada por novas f
  • Page 42 and 43: Ridicularizávamos as tentativas de
  • Page 44 and 45: em crise e que já não faltava mui
  • Page 46 and 47: Eu fui designado para a intervenç
  • Page 48: egras do marxismo e da política e,
  • Page 51 and 52: 50 Dos seriados, me lembro de um pr
  • Page 53 and 54:

    52 um grupo de cinema, de que já f

  • Page 55 and 56:

    54 de Jânio, Faria Lima e outros p

  • Page 57 and 58:

    56 traste com a paisagem miserável

  • Page 60 and 61:

    06. A alma em frangalhos É difíci

  • Page 62 and 63:

    O caminhão era peça fundamental d

  • Page 64:

    Dois outros momentos, um catorze an

  • Page 67 and 68:

    66 Vargas e, agora, a serviço do n

  • Page 69 and 70:

    68 ranças de organizações as mai

  • Page 71 and 72:

    70 Em São Paulo, um poeta popular,

  • Page 73 and 74:

    72 genericamente tachada de comunis

  • Page 75 and 76:

    74 Respirava essa agitação polít

  • Page 77 and 78:

    76 Num tom exaltado, juvenil, anti-

  • Page 79 and 80:

    78 construindo ali o terceiro está

  • Page 81 and 82:

    80 E foi em meio a esse caldo emoci

  • Page 83 and 84:

    na mesma ansiedade diante da tela m

  • Page 85 and 86:

    84 ta. De repente eu me vi no meio

  • Page 87 and 88:

    86 O chamado bateu como um martelo

  • Page 89 and 90:

    88 inclusive dentes. Os mesmos offi

  • Page 91 and 92:

    90 Bacurau era meu apelido de infâ

  • Page 93 and 94:

    92 de uma racionalidade: um objetiv

  • Page 95 and 96:

    94 Eu me politizara e me esforçava

  • Page 98 and 99:

    II - Na Contra-mão 01. Recomeçand

  • Page 100 and 101:

    Por exemplo, por iniciativa minha

  • Page 102 and 103:

    a falta de perspectiva dos estudant

  • Page 104 and 105:

    evelado e copiado lá, como um “t

  • Page 106 and 107:

    sionante. Zelito, desesperado, se a

  • Page 108 and 109:

    02. Rumo ao longa-metragem No come

  • Page 110 and 111:

    Cineastas como o Person e Roberto S

  • Page 112 and 113:

    Quantas vezes, desde essa primeira

  • Page 114 and 115:

    gado a repetir as experiências do

  • Page 116:

    Eu acertei o lançamento do filme e

  • Page 119 and 120:

    118 carroceria de lona. Me acenaram

  • Page 121 and 122:

    120 do trajeto, de olhos vendados,

  • Page 123 and 124:

    122 Na verdade tudo parecia extrema

  • Page 125 and 126:

    124 Afinal, certo ou errado, eu hav

  • Page 127 and 128:

    126 Isso representou, para mim, uma

  • Page 129 and 130:

    128 julgavam representantes de Cuba

  • Page 131 and 132:

    130 Quando Arkenthal apareceu, nós

  • Page 133 and 134:

    132 E essa sensação era ainda ali

  • Page 135 and 136:

    134 Raulino, Alain Fresnot, Chico B

  • Page 137 and 138:

    136 O fotógrafo (e câmera) era o

  • Page 140 and 141:

    04. Gamal - a emoção e a negaçã

  • Page 142 and 143:

    O gosto pelo cinema, como arte, com

  • Page 144 and 145:

    de mercado, o aposto O Delírio do

  • Page 146:

    Cena de Gamal

  • Page 149 and 150:

    148 mais que eu tentasse, jamais co

  • Page 151 and 152:

    150 respeito hierático ao seu sign

  • Page 153 and 154:

    152 A repercussão política dos do

  • Page 156 and 157:

    III - O Reencontro Com Meu País 01

  • Page 158 and 159:

    Um Cineasta na TV “Num dia qualqu

  • Page 160 and 161:

    muitos aos releases oficiais que pa

  • Page 162 and 163:

    Era a periferia desbragada, miséri

  • Page 164 and 165:

    que serviriam para cobrir parte das

  • Page 166 and 167:

    por cento, o que podia ser classifi

  • Page 168 and 169:

    Pessoalmente eu estava super-estabi

  • Page 170 and 171:

    eclamavam da presença de marginais

  • Page 172 and 173:

    apaz. Isso foi o suficiente para qu

  • Page 174 and 175:

    a leitura logo que percebiam o cont

  • Page 176 and 177:

    A pressão sobre meu trabalho era p

  • Page 178 and 179:

    Dra. Sueli e geralmente atendidas p

  • Page 180 and 181:

    depois, com a trágica e, até hoje

  • Page 182 and 183:

    02. O Globo Repórter Depois do tra

  • Page 184 and 185:

    importantes na política e na econo

  • Page 186 and 187:

    03. O Povo Fala Fernando (Pacheco J

  • Page 188 and 189:

    Não era esse exatamente o prato de

  • Page 190 and 191:

    Eu conhecia o Marco Antonio Coelho

  • Page 192 and 193:

    Nogueira. O problema era a proximid

  • Page 194 and 195:

    IV - De volta ao Cinema 01. A Abert

  • Page 196 and 197:

    Quanto aos repórteres que trabalha

  • Page 198 and 199:

    seus horrores: a cara do general-pr

  • Page 200:

    ça, sua irracionalidade, como uma

  • Page 203 and 204:

    202 Sua primeira incursão foi a de

  • Page 205 and 206:

    204 bater as sombras, para assim in

  • Page 207 and 208:

    206 brasileiros, sobrepesando a dor

  • Page 209 and 210:

    208 de lulas na brasa, um bom vinho

  • Page 211 and 212:

    210 Não que eu tivesse provocado a

  • Page 213 and 214:

    212 Quando Vlado recebeu o convite

  • Page 215 and 216:

    214 Conversando com Vlado, ele supe

  • Page 217 and 218:

    216 Clarice e seus filhos, o II Ex

  • Page 219 and 220:

    218 muitas vezes, se mostra absolut

  • Page 221 and 222:

    220 Daí a culpa, como se eu tivess

  • Page 224 and 225:

    04. A despedida da TV A partir de 1

  • Page 226 and 227:

    mento contra mim, com artigos em jo

  • Page 228 and 229:

    cubículo que mal cabia uma pessoa

  • Page 230 and 231:

    A câmera desce, vai até o bar. Eu

  • Page 232 and 233:

    No concurso aberto pela Globo, o Bo

  • Page 234 and 235:

    pedidos, de programas ou reportagen

  • Page 236 and 237:

    colocando atores cujas atuações i

  • Page 238 and 239:

    Para a Globo, a proibição foi um

  • Page 240 and 241:

    se ano de 2003 já foi exibido em f

  • Page 242 and 243:

    05. Do Cinema de Rua ao Greve! O Ci

  • Page 244 and 245:

    levando os filmes para as discussõ

  • Page 246 and 247:

    Sobre os meus filmes desse “ciclo

  • Page 248 and 249:

    Guardo na memória, como algo basta

  • Page 250 and 251:

    Mas o mais incrível estava por aco

  • Page 252 and 253:

    esultado é que a cópia saiu a tem

  • Page 254 and 255:

    captada pelo olhar do Raulino. Ali

  • Page 256 and 257:

    IV- De Volta aos Longa-metragens 01

  • Page 258 and 259:

    em aberto, amplo, que tentasse resg

  • Page 260 and 261:

    Nós formulamos a proposta de cria

  • Page 262 and 263:

    A polêmica ganhou os jornais, com

  • Page 264 and 265:

    O lado mais positivo da Apaci foi,

  • Page 266 and 267:

    Paulo, estivéssemos ou com uns ou

  • Page 268 and 269:

    02. Doramundo: prêmios e problemas

  • Page 270 and 271:

    Na hora da entrega dos prêmios, o

  • Page 272 and 273:

    do tipo “veja lá o que você and

  • Page 274 and 275:

    mente a abertura do festival, Mr. D

  • Page 276 and 277:

    Festival. Como se não bastasse, eu

  • Page 278 and 279:

    de longa-metragem, incluídos aqui

  • Page 280 and 281:

    Dirigindo Antonio Fagundes Irene Ra

  • Page 282 and 283:

    03. O Homem Que Virou Suco Como aco

  • Page 284 and 285:

    ser confundido com um outro nordest

  • Page 286 and 287:

    Um momento de afirmação, conflito

  • Page 288 and 289:

    O fotógrafo do filme foi o Aloysio

  • Page 290 and 291:

    monopolista estrangeiro e o oportun

  • Page 292 and 293:

    24 horas por dia pelo direito de fi

  • Page 294 and 295:

    produção brasileira busca abocanh

  • Page 296 and 297:

    O cinema seguia e segue, mesmo que

  • Page 298 and 299:

    de nordestinos nas grandes cidades,

  • Page 300 and 301:

    que não era nordestino e sim minei

  • Page 302 and 303:

    Há um momento especialmente engra

  • Page 304 and 305:

    “atestado ideológico” do perso

  • Page 306 and 307:

    04. O PCB e Os Demônios, aliás, A

  • Page 308 and 309:

    nho, o primado da inteligência, da

  • Page 310 and 311:

    Era uma coisa impressionante e eu p

  • Page 312 and 313:

    “partido da classe operária”.

  • Page 314 and 315:

    Nós trabalhamos muito, criando sub

  • Page 316 and 317:

    A violência vivenciada pelo repór

  • Page 318 and 319:

    Davi pede ao outro que o considere

  • Page 320:

    Eu, apesar de ser radicalmente cont

  • Page 323 and 324:

    322 culpá-lo por filmar, do que em

  • Page 325 and 326:

    324 No texto, publicado correta e d

  • Page 327 and 328:

    326 À saída das sessões, o repó

  • Page 329 and 330:

    328 “Diretas já” era um movime

  • Page 331 and 332:

    330 que chegou ao requinte de parar

  • Page 333 and 334:

    332 para nós, mas para nós era um

  • Page 335 and 336:

    334 Pedi ao Chico que girasse a câ

  • Page 337 and 338:

    336 subida na rampa do Presidente S

  • Page 339 and 340:

    338 País dos Tenentes. Na verdade,

  • Page 341 and 342:

    340 A homenagem, que na verdade hom

  • Page 343 and 344:

    342 O personagem de Pena, para mim

  • Page 345 and 346:

    344 por exemplo o crítico da revis

  • Page 347 and 348:

    346 “...o filme fala muito de nó

  • Page 349 and 350:

    348 nir o filme eu digo: “É uma

  • Page 351 and 352:

    350 produção e depois me chame pa

  • Page 353 and 354:

    352 absoluta negação do filme. O

  • Page 355 and 356:

    354 Os figurantes se reuniam, arran

  • Page 357 and 358:

    356 Em O Tronco, há outra passagem

  • Page 359 and 360:

    Final das filmagens de O País dos

  • Page 361 and 362:

    360 parecido, que tivemos que cenog

  • Page 363 and 364:

    Carta de Klaus Maria Brandauer, con

  • Page 365 and 366:

    364 comigo sobre uma política pró

  • Page 367 and 368:

    366 O atraso do filme foi fatal: Co

  • Page 369 and 370:

    368 Eu não queria ver ninguém, n

  • Page 371 and 372:

    João Batista com Francisco Ramalho

  • Page 373 and 374:

    372 Durante quinze anos ele e eu ha

  • Page 375 and 376:

    374 Na ECA ele chegou mesmo a me am

  • Page 377 and 378:

    376 nome criou uma tensão no cinem

  • Page 379 and 380:

    378 São Paulo fervia de projetos e

  • Page 381 and 382:

    380 Meu irmão tinha uma fazenda no

  • Page 383 and 384:

    382 É difícil levar o segredo par

  • Page 385 and 386:

    Cenas de O Cego Que Gritava Luz

  • Page 387 and 388:

    386 vel de uma dose de pinga e o pr

  • Page 389 and 390:

    Letícia Sabatela, Ângelo Antônio

  • Page 391 and 392:

    390 E nesse esforço tudo se encaix

  • Page 393 and 394:

    392 O FICA foi um sucesso estrondos

  • Page 395 and 396:

    394 o Goiânia Mostra Curtas (das g

  • Page 397 and 398:

    Luciana Braga em Rua 6, Sem Número

  • Page 399 and 400:

    398 carreira. Voltei a fazer docume

  • Page 401:

    400 acontecimentos para os quais me

  • Page 404 and 405:

    Filmografia 1963 Catadores do Lixo

  • Page 406 and 407:

    continuista: Jairo Ferreira montage

  • Page 408 and 409:

    1970 Eterna Esperança média-metra

  • Page 410 and 411:

    direção/roteiro/montagem/fotograf

  • Page 412 and 413:

    (jornalista), Oswaldo Campozana (Dr

  • Page 414 and 415:

    direção produção: Wagner Carval

  • Page 416 and 417:

    1985 Céu Aberto longa-metragem dir

  • Page 418 and 419:

    (Consuelo), Alexandre Ribondi (Edua

  • Page 420 and 421:

    fotografia: Carlos Ebert música: M

  • Page 422 and 423:

    Com José Mojica Marins, o Zé do C

  • Page 424 and 425:

    Prêmios Nacionais e Internacionais

  • Page 426 and 427:

    - Melhor Film OCIC/ FestRio 86 (Off

  • Page 428 and 429:

    Jurado no Festival Internacional da

  • Page 430:

    Créditos das fotografias pág.271