Artes e Ofícios Editora | Catálogo Infantil e Juvenil, 2012 / 2013

antonio.luzzatto

Desde 2005, a Artes e Ofícios vem construindo seu catálogo infantil e juvenil de forma mais sistemática, tendo como elemento norteador a importância da formação de leitores. Produzir livros com qualidade literária para a criança e o jovem, abordando temas de interesse desse público é o objetivo principal da Artes e Ofícios. A seleção de textos, a decisão pelo formato, pelo projeto gráfico mais instigante e a escolha do ilustrador são pontos fundamentais para que o produto livro chegue às mãos do leitor como um objeto que, desde a capa, provoca o desejo da leitura.
Para saber mais, entre em contato com a Artes e Ofícios: divulgaleitura@arteseoficios.com.br ou acesse o site www.arteseoficios.com.br

CATÁLOGO INFANTIL E JUVENIL 2012 / 2013


Elma

Desde 2005, a Artes e Ofícios vem construindo

seu catálogo infantil e juvenil

de forma mais sistemática, tendo como

elemento norteador a importância da

formação de leitores.

Produzir livros com qualidade literária

para a criança e o jovem, abordando

temas de interesse desse público é o

objetivo principal da editora. A seleção

de textos, a decisão pelo formato,

pelo projeto gráfico mais instigante

e a escolha do ilustrador são pontos

fundamentais para que o produto-livro

chegue às mãos do leitor como um

objeto que, desde a capa, provoca o

desejo da leitura.

Chegamos a 2012, data em que a Artes

e Ofícios completa 21 anos, com um

catálogo LIJ consistente: com mais de

50 títulos, dos quais muitos merecedores

de prêmios e menções, além de

alguns terem sido selecionados para

compras governamentais como PNBE,

Kit Escolar BH – Prefeitura de Belo Horizonte,

e Programa Minha Biblioteca da

Prefeitura de São Paulo, entre outros.

O reconhecimento da crítica, dos mediadores

de leitura e sobretudo dos

leitores assegura que a Artes e Ofícios

segue no caminho certo e esse continuará

sendo o norte: produzir livros de

qualidade para a criança e o jovem a

fim de buscar sempre e mais a formação

do leitor.

Para saber mais, entre em contato com

a Artes e Ofícios:

divulgaleitura@arteseoficios.com.br ou

acesse o site www.arteseoficios.com.br

APRESENTAÇÃO


4

COLEÇÃO GRILOS

ESSA É UMA COLEÇÃO que coloca os leitores — pré-adolescentes e adolescentes

— em contato com assuntos que são de seu interesse. São histórias que

dialogam com os conflitos dessa fase da vida e personagens que vivem situações

que poderiam ser as mesmas vividas pelo leitor em seu cotidiano.

Os personagens que o leitor encontrará nos livros da coleção Grilos são adolescentes

grilados diante de alguma situação ou sentimento. Todos trazem as marcas

da fase que estão vivendo: a insegurança diante das descobertas, os desejos nem

sempre compreendidos, o medo de não ser aceito, paixões não correspondidas,

relação familiar complicada.

Todas as histórias revelam que crescer é estar em transição, em busca de.

PRÓXIMO LANÇAMENTO: ENCONTROS NO PARAÍSO, SANDRA PINA

ACONTECEU COM ALINE E LUCAS,

ELIANA MARTINS

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

ESSA É A HISTórIA DE ALINE E LUCAS. Mas é principalmente a

história de Diego. História que ele mesmo (re)escreve, desejando

saber mais sobre sua origem, seu passado de criança que nasceu

sem ser planejada.

Diego quer compreender a ausência do pai, os silêncios da avó e

da mãe cada vez que insiste em saber mais sobre sua própria história.

A partir da proposta da professora de Português, decide escrever

o que de fato aconteceu com Aline e Lucas. E para escrever,

precisou pesquisar, mergulhar num passado que estava escondido,

talvez esperando o momento em que ele estivesse preparado para

enfrentá-lo. E foi assim que o jovem do nono ano se deparou com

a bonita história de amor que aconteceu com Aline e Lucas.

A autora Eliana Martins trabalhou como professora de crianças

bem pequenas e foi para elas que escreveu suas primeiras histórias.

Formou-se em Psicologia, mas sempre atuou na área da comunicação

e destacou-se como escritora desde 1990, quando publicou

seu primeiro livro. Hoje tem muitos livros publicados, por várias

editoras — Cia das Letras, SM, Ática entre outras — e foi finalista

em importantes prêmios literários, entre eles o 1º Prêmio Barco a

Vapor e o Prêmio Jabuti.

Dica para o professor: Em Aconteceu com Aline e Lucas há duas histórias,

que são narradas em dois tempos diferentes, duas épocas. Que tal propor

aos alunos a montagem de um painel, que traga imagens, frases e notícias

da época em que seus pais se conheceram e a época em que eles mesmos

estão começando a namorar? Interessante comparar as semelhanças e diferenças

entre os dois momentos.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 120 págs. | ISBN: 978-85-7421-169-5

Finalista do Prêmio AGES Livro

do Ano 2006 – Associação

Gaúcha de Escritores

GRILOS, CELSO GUTFREIND

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

SÃO NOVE CONTOS. Histórias que revelam o olhar, as dores, e a

capacidade sonhadora da infância diante de situações do cotidiano

e da necessidade de crescer. O leitor vai se identificar com o João,

que se apaixona perdidamente pela Liana e, paralisado de amor, não

consegue tirá-la para dançar. Ou com Felipe, que tem medo de que

seu avô morra. E com a história do menino que vai ao parque com

a mãe e vive uma aventura incrível. São histórias de melhores amigos,

e de conflitos entre eles, história de família, história de menino e

menina e o jeito diferente que cada um tem de ver e de querer as

coisas. E história de cachorro, que é também história de gente.

O autor Celso Gutfreind nasceu em Porto Alegre, em 1963, e

além de escritor é psiquiatra. Tem cerca de vinte livros publicados

e participou de antologias no Brasil e exterior — Argentina,

Luxemburgo, Canadá. recebeu premiações como o Prêmio

Nacional de Poesia Mario Quintana (1985) e os prêmios Açorianos

e Henrique Bertaso, em 1993. Fez doutourado e pós-doutorado

em Paris, na área da Psiquiatria Infantil, tendo como tema de

pesquisa a utilização terapêutica do conto. Atualmente é membro

da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Porto Alegre e professor

da Fundação Universitária Mário Martins.

Dica para o professor: Trabalhe com seus alunos o significado da palavra

grilo no contexto do título e proponha que confeccionem uma caixa para

guardarem seus grilos. Depois de um tempo, encoraje-os a abrirem suas

caixas e discuta com eles “os grilos do crescimento”.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 112 págs. | ISBN: 978-85-7421-121-3

OLHOS AZUIS, CORAÇÃO VERMELHO

JANE TUTIKIAN

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

PArA JÚLIA, AS TrANSFOrMAÇÕES DA ADOLESCÊNCIA chegaram

como se não fossem esperadas. Vieram dúvidas, medo, angústia, mas

também a certeza de que podia ser a “mocinha” da qual a mãe falava.

Numa narrativa sensível e emocionante, a autora relata a história

de uma garota que, além de ter de enfrentar uma avalanche de hormônios,

precisa aprender a lidar com os sentimentos contraditórios

que tem em relação à irmã, portadora da síndrome de Down.

A autora Jane Tutikian é doutora em Literatura Comparada (UFrGS),

com Pós-Doutorado (PUCrS) em literaturas lusófonas. Atua na

UFrGS como professora de literatura. Ganhou importantes prêmios

literários na categoria juvenil, incluindo o Prêmio Jabuti em 1984.

Dica para o professor: Júlia vive momentos que provocam transformações.

Proponha que cada aluno faça um álbum com os momentos marcantes de

sua vida. O álbum deverá apresentar, além de fotos, pequenos depoimentos

do próprio aluno e de seus familiares ou amigos.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 80 págs. | ISBN: 85-7421-128-1

5


Rogério Coelho

Vencedor do Prêmio AGES Livro

do Ano 2006 – Associação

Gaúcha de Escritores

Selecionado para Acervo Básico

FNLIJ 2006

Catálogo Feira de Bolonha 2009

DEBAIXO DE MAU TEMPO, CAIO RITER

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

rENATO CONTrArIA A OrDEM DO PAI e sai para remar no momento

em que se arma uma tempestade. Enfrenta muita chuva e

precisa refugiar-se numa ilha na qual encontra pessoas muito diferentes

dele. Os encontros e as situações que o personagem vive

na ilha o levam a refletir sobre o amor, sobre a amizade, as relações

entre as pessoas, o papel e o valor que cada um tem. Volta

para casa diferente.

O autor Caio Riter nasceu em Porto Alegre em 1962. É professor

de Língua Portuguesa e Literatura e doutor em Literatura Brasileira

pela UFrGS.Tem vários livros publicados para crianças e jovens. recebeu

o Prêmio Açorianos de Literatura na categoria Juvenil em 2004

e 2006. Em 2005 foi vencedor do 1º Prêmio Barco a Vapor de Literatura

Infantojuvenil, das Edições SM. Pela Artes e Ofícios publicou,

ainda, Eduarda na barriga do dragão, título da coleção Tatu-bolinha

selecionado pela FNLIJ para o Catálogo de Bolonha 2007, e O outro

passo da dança, novela juvenil.

Dica para o professor: A partir das referências dadas pelo narrador e pelo

próprio personagem e dos acontecimentos da história, proponha que seus

alunos escrevam o texto no qual renato toma coragem e declara-se à colega,

Gabi Giacomini. O título: Depois do mau tempo.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 112 págs. | ISBN: 978-85-7421-120-6

MÃO DUPLA, CHRISTIAN DAVID

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

APóS UM INFELIZ ACONTECIMENTO, Tiago tem sua vida transformada.

Precisa buscar uma forma de entender o que a vida lhe tirou

e de encarar o dia a dia de um jeito diferente. Ao buscar(-se), encontra

novos caminhos e uma surpresa boa: há muitas possibilidades

de ser, de viver, de se relacionar com os outros e de olhar para si

mesmo. O autor revela a angústia de um adolescente que precisa

encarar a vida num corpo diferente, corpo no qual falta um pedaço.

Em plena adolescência, fase de inseguranças e dúvidas, Tiago precisa

enfrentar, ainda, o medo de não ser aceito e de não conseguir

encontrar seu lugar no mundo.

O autor Christian David nasceu em Porto Alegre, em 1972. Seu

primeiro contato com a arte de escrever aconteceu na adolescência,

quando escrevia as letras das músicas da banda do irmão mais velho.

Formou-se em Ciências Biológicas pelas UFrGS. Na observação da

cidade, nas histórias urbanas e na participação em eventos sobre

literatura infantojuvenil busca elementos para desenvolver seus

projetos literários.

Dica para o professor: Proponha uma conversa sobre as possibilidades

semânticas da expressão mão dupla. Esse bate-papo pode ser muito rico

tanto antes quanto depois da leitura do livro.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 80 págs. | ISBN: 978-85-7421-153-4

7


8

Kit Escolar Prefeitura

BH 2010

Mais de 40 mil livros vendidos

Finalista do Prêmio AGES Livro

do Ano 2006 – Associação

Gaúcha de Escritores

Finalista do Prêmio Jabuti 2006

Programa Minha Biblioteca –

Prefeitura de São Paulo/CBL

2008 e 2009

PNBE 2009

E AGORA?, SANDRA PINA

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

ESSA É A HISTórIA DE JULIA E rODrIGO. Amigos de infância, eles

descobrem-se apaixonados um pelo outro. E agora? Dando voz aos

dois personagens, a autora revela o dilema vivido por ambos e a

angústia diante do sentimento ainda desconhecido. Como se comportar?

O que fazer para não dar bandeira? Ou será melhor declarar-se

de uma vez e ver no que vai dar? E o depois? Como enfrentar o dia

seguinte? Essas as dúvidas que surgem para Julia e rodrigo, os grilos

que encaram ao viver sua primeira paixão.

A autora Sandra Pina é carioca. Estudou jornalismo e publicidade

na PUCrJ e é especialista em Literatura Infantil e Juvenil pela UFF.

Trabalhou com assessoria de imprensa, marketing e assessoria artística

na indústria fonográfica por muitos anos. Hoje faz traduções

de inglês e espanhol, escreve resenhas e roteiros, realiza leituras

críticas, além de ministrar oficinas e minicursos ligados à palavra e à

literatura infantil. É coordenadora de comunicação da AEILIJ.

Dica para o professor: Para motivar os alunos para a leitura, mostre o livro e

faça-os pensar sobre o título. O que estaria por detrás da pergunta? Proponha

que escrevam, em pequenos grupos, a história que o título inspira. Depois da

leitura das produções para o grande grupo, sugira a leitura do livro.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 120 págs. | ISBN: 978-85-7421-160-2

LETRAS FINAIS, LUÍS DILL

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

AO SAIr DE CASA, determinado a mudar sua vida a fim de conquistar

a menina mais linda da escola, Oswaldo se vê envolvido em um

sequestro. Numa sucessão desenfreada de emoções, a narrativa nos

apresenta um adolescente corajoso, que, ao olhar para o passado,

buscará descobrir as palavras com que reescreverá sua história. Uma

narrativa envolvente e sensível em que as letras finais cabe ao leitor

descobrir.

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em abril de 1965. Formado

em Jornalismo pela PUC-rS, trabalha na rádio FM Cultura, produzindo

programas culturais. Tem vários livros publicados para o público adolescente

e alguns para crianças. Pela Artes e Ofícios lançou também

Castelo de areia, título da coleção Tatu-bolinha selecionado pela FNLIJ

para o Catálogo de Bolonha 2007, De Carona, com nitro e Do coração

de Telmah, novelas juvenis.

Dica para o professor: Proponha a seleção de uma trilha sonora para o livro.

Depois de selecionar as músicas e gravá-las em CD, cada aluno deverá confeccionar

a capa para seu CD. Os trabalhos podem render uma bela exposição.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 18,5 cm | 128 págs. | ISBN: 978-85-7421-119-0

Laura Castilhos


Kit Escolar Prefeitura

BH 2011

DICIODIÁRIO, VALESCA DE ASSIS

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

A PArTIr DA IDEIA DE FAZEr UM

DICIODIÁRIO, Maria Antônia passa a olhar o

mundo de outro jeito: as palavras revelam

situações cotidianas antes invisíveis aos olhos

da adolescente. A percepção da injustiça, da

desigualdade, da fome a levam a refletir

sobre questões que antes não a incomodavam.

E é nesse desvendamento da realidade que

Tônia percebe-se diferente, surpreendendo-se

– e também ao leitor – com sua capacidade

de interferir nos acontecimentos.

A autora Valesca de Assis além de ter participado

de diversas antologias, publicou

livros para o público adulto, com os quais

recebeu importantes prêmios, entre eles o

de revelação de autor da APCA, em 2000,

e Prêmio Especial do Júri da União Brasileira

de Escritores, em 2002.

Dica para o professor: Proponha aos alunos

que fotografem “Anicas”, pessoas que vivem nas

mesmas condições da personagem da história.

Depois sugira que façam legendas para as fotos e

monte uma exposição. Será um belo material para

discutir questões sociais.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

13 X 18,5 cm | 80 pgs | ISBN: 978-85-7421-025-4

André Neves

COLEÇÃO BRINCANDO DE PENSAR

A COLEÇÃO TrAZ HISTórIAS nas quais filósofos, escritores e pintores são personagens

e tema. Freud, Kafka, Aristóteles, Van Gogh, Shakespeare e Platão tornam-se

conhecidos dos leitores através de histórias que relatam aspectos importantes da

vida e das realizações desses gênios de forma lúdica, fazendo com que o pequeno

leitor ou o adolescente conheça figuras importantes da história da humanidade.

O autor Paulo Bentancur nasceu em Santana do Livramento, rS, em 1957. É escritor, poeta e crítico.

Teve contos publicados na Argentina e na Itália. Ganhou quatro prêmios Açorianos, sendo um deles

na categoria infantojuvenil com Freud, o menino escondido, título da coleção Brincando de pensar.

A ilustradora Laura Castilhos nasceu em Porto Alegre, em 1959. Além de artista plástica e ilustradora,

é também professora de desenho no Instituto de Artes da UFrGS. recebeu vários prêmios,

entre eles o Prêmio Açorianos nos anos de 1997, 2000 e 2001. Para a Artes e Ofícios ilustrou também

os livros da Série Lendas, As Histórias Mais Loucas do Mundo, Pedro Malazarte e a arara gigante e

Histórias de princesas e príncipes (e de sapos também).

Dica para o professor: Proponha que seus alunos levantem outros escritores, filósofos e figuras

importantes na história cultural da humanidade, pesquisem a história de cada um deles e escrevam

uma novela ou peça teatral, colocando-os como personagens.

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

FREUD, O MENINO ESCONDIDO

FrEUD FOI O INVENTOr DA PSICANÁLISE, transformando o diálogo

entre paciente e médico. O paciente ignora o que ele mesmo recalcou,

mas apenas ele é quem possui a chave para abrir a porta de seu

inconsciente. Nessa história, temos um garoto inquieto, imprevisível,

dispersivo, que parece ser várias pessoas ao mesmo tempo. Seu grande

amigo fala de Freud e do inconsciente, palavra-chave para entendermos

muitos dos mistérios da nossa mente.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 12,5 X 18,5 cm | 48 págs. | ISBN: 85-7421-062-5

11


KAFKA, O CRIADOR

DE MONSTROS

KAFKA É UM ESCrITOr que

lançou poucos livros em vida

e antes de morrer pediu para

seu melhor amigo queimar as

histórias que deixaria inéditas.

Suas tramas são absurdas,

com jeito de pesadelo: personagens

enredados em meio

a leis e sistemas cruéis que os

escravizam e que põem em

dúvida até mesmo quem eles

são, tornando-os homens sem

identidade. Verdadeiro pesadelo.

Nessa história, o tio de

um garoto conta tudo sobre

Kafka e sua figura tão impressionante

quanto suas histórias.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

12,5 X 18,5 cm | 48 págs.

ISBN: 85-7421-063-3

ARISTÓTELES,

É LOGICO, PÔ

HÁ 2.300 ANOS Aristóteles

deu aulas que séculos depois

viraram livros. Fundador da

Lógica, demonstrava que o

raciocínio possui implacável

correção formal. Nessa história,

uma garota tem um

desafio para vencer: compreender

a mecânica do

silogismo, a fórmula que o

filósofo criou para expressar

raciocínios bem fundamentados.

Um jogo de vôlei

revelará a resposta aparentemente

enigmática.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

12,5 X 18,5 cm | 48 págs.

ISBN: 85-7421-061-7

VAN GOGH, AS CORES QUE TREMIAM

O PINTOr HOLANDÊS VAN GOGH mudou a história da pintura.

Suas telas têm muito amarelo, cores contrastantes, fortes, pinceladas

grossas, num ritmo que dá a sensação de que as imagens tremem.

Nessa história, um professor está com a filha doente, uma garota que

já pinta seus quadros, um deles com bastante influência do gênio de

Van Gogh.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 12,5 X 18,5 cm | 48 págs. | ISBN: 85-7421-064-1

12 13

SHAKESPEARE, ENTRE O CÉU E A TERRA

SHAKESPEArE VIVEU HÁ MAIS DE 400 ANOS, na Inglaterra. Escreveu

quase 40 peças de teatro, comédias e dramas, uma melhor que a outra.

Romeu e Julieta, Hamlet, Sonhos de uma noite de verão, A tempestade são

alguns de seus títulos mais famosos. A história de Paulo Bentancur

narra o drama de um garoto que vive só com o pai. A mãe é atriz, e

está longe de casa, em turnê, encenando uma peça de Shakespeare.

Morre o avô do garoto e a mãe volta para o enterro. Aí ela conta ao

menino por que Shakespeare foi tão genial.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 12,5 X 18,5 cm | 48 págs. | ISBN: 85-7421-065-X

PLATÃO, OS HOMENS NA CAVERNA

ESCrAVOS DENTrO DE UMA GrUTA, incapazes de libertar-se para

que a escuridão da ignorância seja trocada pela luz solar do conhecimento,

são uma bela imagem sobre a difícil conquista da sabedoria.

História extraída de A república, de Platão, recontada mais de 2.000

anos depois, em linguagem fluente e com sabor de aventura.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 12,5 X 18,5 cm | 48 págs. | ISBN: 85-7421-060-9


SÉRIE LENDAS

AS LENDAS DE UMA rEGIÃO iluminam o passado e explicam o presente. São

narrativas através das quais é possível compreender as crenças de um povo.

No rio Grande do Sul, o primeiro grande pesquisador foi Simões Lopes Neto,

que registrou histórias de uma época em que as narrativas eram transmitidas de

pai para filho, narradas ao pé do fogo.

O autor Simões Lopes Neto (1865-1916) nasceu em Pelotas, rS. Procurou valorizar a história do

gaúcho e suas tradições. Sua literatura saltou o curral do regionalismo, transcendendo tanto na forma

quanto no registro da língua. Além dos contos, registrou as lendas mais significativas do rS.

14 que criem um quarto livro para a coleção, que também deverá ter uma pedra, cujo nome estará no 15

A ilustradora Laura Castilhos nasceu em Porto Alegre, em 1959. É artista plástica, ilustradora e

título. Ou estimule-os a escrever uma outra aventura juntando os protagonistas dos três livros.

também professora de desenho no Instituto de Artes da UFrGS.

Dica para o professor: Divida seus alunos em pequenos grupos, sorteie entre eles regiões ou países

e proponha que façam um levantamento das lendas e contos populares do lugar.

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

Programa Sala de Leitura –

FDE – Governo de São Paulo

O CURUPIRA, O SACI

E OUTRAS LENDAS

QUATOrZE LENDAS, a metade

missioneiras, a outra

metade, do centro e do norte

do Brasil. Entre elas, a do

Curupira, o espírito malfazejo

do mato, que tinha os

pés invertidos, e a do Saci,

uma das figuras mais queridas

do folclore nacional.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

13,5 X 20,5 cm | 56 págs.

ISBN:85-7421-068-4

A SALAMANCA

DO JARAU

UMA GrUTA ENCANTADA

localizada num cerro distante.

Gruta com tesouros,

segredos, fenômenos. Um

cavaleiro aventura-se a

explorar o lugar, onde depara-se

com um espectro,

uma cascavel amaldiçoada,

uma princesa...

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

13,5 X 20,5 cm | 64 págs.

ISBN: 85-7421-067-6

O NEGRINHO

DO PASTOREIO

NA PrIMEIrA, O NEGrI-

NHO, afilhado da Virgem

Maria, é morto num formigueiro

e ressuscita. Na

segunda, uma cobra gigante

se alimenta apenas

de carniças e acaba iluminada

e transparente, transformando-se

numa espécie

de fera fantasmagorica.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

13,5 X 20,5 cm | 48 págs.

ISBN:85-7421-066-8

SÉRIE QUILATE

PrOTAGONIZADAS POr ADOLESCENTES, histórias de ação e aventura são narradas

com agilidade, envolvendo e surpreendendo o leitor. Novelas policiais juvenis

que trazem a adrenalina capaz de agradar o leitor jovem, tão familiarizado com

a linguagem cinematográfica.

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em abril de 1965. Formado em Jornalismo pela PUC-rS,

trabalha na rádio FM Cultura, produzindo programas culturais. Tem vários livros publicados para o

público adolescente e alguns para crianças.

Dica para o professor: Cada livro tem, na trama, uma determinada pedra. Sugira aos seus alunos

Indicação de leitura: a partir de 11/12 anos

PRÓXIMO LANÇAMENTO: NA COMPANHIA DE ÁGATA

Programa Minha Biblioteca

– Prefeitura de São Paulo/

CBL 2011

A CAVERNA

DOS DIAMANTES

É A HISTórIA DE DOIS

ADOLESCENTES que pretendiam

viver uma aventura

e decidem passar uma

noite longe de casa. O que

encontram é muito mais

que aventura: veem-se

envolvidos numa perigosa

trama, na qual bandidos

perigosos estão atrás de

diamantes roubados.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 x 21 cm | 80 págs.

ISBN: 978-85-7421-177-0

A NOITE DAS

ESMERALDAS

A NOITE DAS ESMErAL-

DAS é narrada por José,

o guri que protagoniza

uma história bastante

perigosa e repleta de

ação. Uma mulher absolutamente

maluca e um

pivete “meio herói” são

alguns dos elementos que

transformam a noite de

José em uma aventura

inesquecível.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 x 21 cm | 80 págs.

ISBN: 978-85-7421-176-3

OLHOS DE RUBI

FILIPE, UM GArOTO

que corre na praia bem

cedinho, a fim de treinar

para a olimpíada da

escola, encontra um

cadáver. Vai à delegacia

para denunciar o que

viu, porém, ao voltar à

praia com o delegado,

o cadáver sumira! Uma

perigosa aventura estava

apenas começando...

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 x 21 cm | 80 págs.

ISBN: 978-85-7421-175-6


16

COLEÇÃO TATU-BOLINHA

VOLTADAS PArA LEITOrES INICIANTES, as histórias da Coleção Tatu-bolinha

tratam temas como medo e insegurança de forma lúdica, promovendo a identificação

da criança com as personagens.

Eduarda, que sente medo de tudo; Almofada, que não gosta de se despedir

das pessoas que ama; e o menino que teme caranguejos enfrentam situações

que são muito parecidas com aquelas vividas pelas crianças que estão descobrindo

o mundo e construindo relações.

As ilustrações de Elma iluminam o texto e divertem o leitor, bem como deve

ser a literatura endereçada aos pequenos.

A ilustradora Elma é pernambucana e vive há muitos anos em João Pessoa, na Paraíba. Desde

criança demonstrou interesse e habilidade para trabalhos manuais: fazia cartões, pintava pratos de

cerâmica e bonecos de gesso, enfeitava sabonetes. Com o tempo, foi aprimorando suas habilidades

e já ilustrou muitos livros infantis para várias editoras, recebendo o selo “Altamente recomendável”

da FNLIJ. Atualmente é também escritora.

Indicação de leitura: leitores iniciantes a partir dos 7 anos

Catálogo Feira de Bolonha 2007

EDUARDA NA BARRIGA DO DRAGÃO,

CAIO RITER

EDUArDA TINHA MEDO, muito medo. Qualquer movimento

do dragão era motivo para ela se esconder, se encolher, ficar

pequenininha de tanto pavor. Para fugir do medo, a menina foi

inventando palavras e rimas. E não é que tudo se transformou

em poesia? Eduarda na barriga do dragão é também a história de

tantas crianças que pensam que o medo tem cara feia e pele

enrugada.

O autor Caio Riter nasceu em Porto Alegre em 1962. É professor

de Língua Portuguesa e Literatura e doutor em Literatura

Brasileira pela UFrGS. Tem vários livros publicados para crianças e

jovens. recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura na categoria

Juvenil em 2004 e 2006. Em 2005 foi vencedor do 1º Prêmio

Barco a Vapor de Literatura Infantojuvenil, das Edições SM. Pela

Artes e Ofícios publicou Debaixo de mau tempo, novela juvenil da

Coleção Grilos que trata das descobertas da adolescência e da nem

sempre tranquila relação com o mundo dos adultos e O outro

passo da dança.

Dica para o professor: Confeccione um dragão enorme, no qual seus

alunos possam entrar para experimentar como Eduarda se sentia. Sugira

que registrem como se sentiram através de imagens ou palavras. Outra

atividade bem lúdica é fazer uma maquete da barriga do dragão. Como

será que é lá dentro?

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 18 X 23 cm | 24 págs. | ISBN: 85-7421-144-3


Finalista do Prêmio Açorianos 2007

Catálogo Feira de Bolonha 2007

A ALMOFADA QUE NÃO DAVA TCHAU,

CELSO GUTFREIND

ALMOFADA ADOrAVA DAr OI. Mas não gostava de ter de

se separar das almofadas que ela amava. Queria ficar sempre

juntinho, por isso não dava tchau de jeito nenhum. Só oi, olá,

cumprimento assim, desses de encontro. Para ela, tchau era

palavra quase proibida. A almofada que não dava tchau é uma

história que fala de alguém, igual a tantas crianças, que não

gosta de despedidas.

O autor Celso Gutfreind nasceu em Porto Alegre, em 1963.

Escritor, psiquiatra e professor. Tem muitos livros publicados

para os públicos infantil, juvenil e adulto. Participou de antologias

no Brasil e exterior e recebeu prêmios importantes como o

Prêmio Nacional de Poesia Mario Quintana (1985) e o Prêmio

Açorianos de Literatura (1993). Pela Artes e Ofícios, é autor

de Grilos, livro de contos voltado para adolescentes e préadolescentes

que trata de questões importantes vividas pela

gurizada que está construindo sua identidade e buscando seu

jeito de estar no mundo.

Dica para o professor: Estimule seus alunos a pensarem na própria

família como se fossem almofadas. Que características cada um apresentaria?

A família-almofada pode ser confeccionada com colagem (como a

técnica usada pela ilustradora) ou como almofadas mesmo, podendo-se

pedir a ajuda de uma avó ou tia para realizar a oficina de almofadas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 18 X 23 cm | 24 págs. | ISBN: 85-7421-142-7

CASTELO DE AREIA,

LUÍS DILL

PrAIA: ArEIA, SOL, MAr. Tudo perfeito para que o dia fosse

pura diversão. Mas e aqueles estranhos olhinhos sempre à

espreita? O menino não sabia que o dono dos olhinhos amedrontadores

poderia se tornar um grande parceiro naquela

brincadeira divertida. Castelo de areia é história de surpresas à

beira do mar.

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em abril de 1965.

Formado em Jornalismo pela PUC-rS, trabalha na rádio FM

Cultura, produzindo programas culturais. Tem vários livros

publicados para o público adolescente e alguns para crianças.

Pela Artes e Ofícios lançou o livro Letras finais, da Coleção

Grilos, cujo texto aborda questões nem sempre fáceis para os

adolescentes, através do personagem Oswaldo, um guri que é

sequestrado por engano; De carona, com nitro e Do coração de

Telmah.

Dica para o professor: Após a leitura do livro, proponha uma oficina de

confecção de castelos de sucata.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 18 X 23 cm | 24 págs. | ISBN: 85-7421-143-5

19


20

COLEÇÃO PRALER

A COLEÇÃO PrALEr é um convite de todos os príncipes e princesas que habitam os

castelos de nossa imaginação. Temos o prazer de convidá-los, crianças de qualquer

idade, a encontrar segredos, mistérios e muitas diversão. Convide adultos e crianças

a entrar no mundo da imaginação. Todos serão muito bem-vindos!

DIABOS, OGROS E PRINCESAS,

ERNANI SSÓ

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

MANTENDO A TrADIÇÃO, este livro aumenta

muitos pontos ao contar esses contos...

E vem com o aviso de que contém histórias

assustadoras. É verdade que contém, mas

também não é verdade. É verdade porque os

quatro contos reunidos aqui tratam de velhos

problemas entre pais e filhos. Agora, não é

verdade porque terão mais leitores achando

graça do que ficando com os cabelos em pé!

O autor Ernani Ssó Nasceu em Bom Jesus, no

interior do rio Grande do Sul. É tradutor e

escritor de livros para crianças e adultos, mas o

que mais gosta são os livros para crianças, pois

são os mais difíceis de escrever.

A Ilustradora Martina Schreiner é designer e realiza

trabalhos na área há alguns anos. Para a Artes

e Ofícios ilustrou os livros O tesouro iluminado,

Caio riter; Arca de haicais, Luís Dill; Bola de sebo,

Guy de Maupassant; Domingo para sempre e

outras histórias sobre nunca mais, Celso Gutfreind,

e é responsável pelo projeto gráfico e capa do

livro Histórias de princesas e príncipes (e de sapos

também), contos de fadas traduzidos por Beatriz

Viégas-Faria e ilustrados por Laura Castilhos.

Dica para o professor: Leve a versão original dos contos

para a sala de aula e faça uma leitura aos alunos. Peça

que eles comparem as adaptações com a versão original,

apontando semelhanças e diferenças.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17,5 X 24 cm | 64 págs. | ISBN: 978-85-7421-209-8


HISTÓRIAS DE PRINCESAS E

PRÍNCIPES (E DE SAPOS TAMBÉM),

TRADUÇÃO BEATRIZ VIÉGAS-FARIA

Indicação de leitura: a partir de 8/9 anos

CONTOS DE FADAS encantam crianças, jovens e adultos

de todas as idades há centenas de anos. As cinco

belas histórias que o leitor encontrará nesse volume –

Cinderela, A bela adormecida, Branca de Neve, Rapunzel

e A princesa e a ervilha – são bastante conhecidas e, ao

longo de muitos anos, vêm sendo contadas e recontadas

por mães, pais, avós, tios, madrinhas, padrinhos e

professores que querem despertar nos pequenos o desejo

da leitura. Ao abri-lo, o leitor – pequeno ou grande – vai

entrar num mundo onde textos e imagens são convite

para soltar a imaginação e “viver feliz para sempre”.

A tradutora Beatriz Viégas-Faria nasceu em Porto Alegre.

Formou-se Bacharel em Letras pela UFrGS, onde também

especializou-se em Linguística e Letras. Fez Mestrado e

Doutorado na PUCrS e em 2003 foi doutoranda/bolsista

na University of Warwick. Atualmente, é professora

adjunta na Faculdade de Letras da Universidade Federal

de Pelotas. Além de dedicar-se ao ensino superior,

também desenvolve projetos de pesquisa na área de

Estudos da Tradução e é membro da International

Association of Translation and Intercultural Studies.

A ilustradora Laura Castilhos é artista plástica e professora

adjunta no Instituto de Artes da UFrGS, onde se

diplomou em Artes Plásticas. Doutorou-se em Desenho

pela Universidad Complutense de Madrid, Espanha. Para

a Artes e Ofícios ilustrou as coleçoes Brincando de Pensar

e Lendas, e os livros As histórias mais loucas do mundo,

Pedro Malazarte e a arara gigante. É autora, conjuntamente

com Daniela Vicentini e Paulo ribeiro, da obra Tríptico

para Iberê, editada pela Cosacnaify, em 2010.

Dica para o professor: Pesquise vídeos disponíveis na internet

com adaptações em desenho animado para alguns contos de

fada. Leve para a sala de aula e apresente aos alunos, antes da

leitura do livro. Comente com eles suas percepções e provoque-os

a fazer o mesmo.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

18 X 23 cm | 64 págs. | ISBN: 978-85-7421-196-1

23


24

COLEÇÃO SÓ UM CONTO

A COLEÇÃO Só UM CONTO APrESENTA AO JOVEM LEITOr contos de autores

consagrados, a fim de motivá-lo para a leitura dos clássicos e prepará-lo para o

conhecimento da tradição literária.

Os títulos foram selecionados levando em conta, além da inquestionável

qualidade estética, as possibilidades para o trabalho em sala de aula, uma vez

que são textos que oferecem ao professor múltiplas formas de abordagem.

O projeto editorial, com ilustrações que convidam à leitura e aguçam a

curiosidade, propõe um encontro prazeroso e transformador.

A ilustradora Tati Móes formou-se em Design Gráfico pela Escola de Belas Artes da Universidade

Federal de Pernambuco (UFPE). Durante o Curso de Anatomia Humana e Crítica de Arte, apaixonou-se

pelo mundo da literatura infantojuvenil com o auxílio de seu mestre Shuni’shi Yamada (Shanghi).

Entre alguns dos livros que ilustrou, destinados a crianças e jovens, estão O Barulho do Tempo, Lendas

da Amazônia... e é assim até hoje, Lendas do Folclore Popular e cartilhas educativas. Atualmente, além

de ilustradora, trabalha como artista visual e designer. Para a coleção Só um conto apresenta uma

proposta que une o conto a uma linguagem gráfica facilmente absorvida pelos jovens, buscando

atrair esses potenciais leitores cada vez mais habituados ao apelo da imagem.

Dica para o professor: Estimule seus alunos a escolherem outros contos e produzirem um livro

artesanal ilustrado, com o mesmo tamanho e número de páginas dos livros da coleção Só um conto.

Faça uma exposição e chame outras turmas para ver.

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

A CARTOMANTE,

MACHADO DE ASSIS

A CARTOMANTE É UM CONTO

BASTANTE CONHECIDO de Machado

de Assis e trata de um dos temas

recorrentes em sua obra: o adultério.

Mas vai além, esmiuçando com

maestria a fragilidade humana

e a insegurança que acabaram

por conduzir rita e Camilo até a

cartomante e daí os empurraria ao

desfecho trágico. Mestre do conto,

Machado prende o leitor da primeira à

última linha e, leitura terminada, trama

e personagens seguem provocando a

reflexão do leitor acerca dos mistérios

que existem entre o céu e a terra.

O autor Machado de Assis

(1839-1908) nasceu no rio

de Janeiro, filho de um mulato

e de uma descendente de portugueses.

Frequentou a escola

primária, mas não pode seguir

os estudos. Autodidata, ainda

muito jovem, tornou-se um dos

maiores intelectuais do país. Foi

fundador e primeiro presidente

da Academia Brasileira de Letras.

Ousado e inovador, sua obra é

única e atual, consolidando-o

como um dos maiores escritores

da Literatura Brasileira.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17 X 24 cm | 32 págs.

ISBN:978-85-7421-191-6


Kit Escolar Prefeitura

BH 2009 e 2010

NO MANANTIAL,

SIMÕES LOPES NETO

MANANTIAL NÃO É MANANCIAL,

fonte, olho d’água: é atoleiro,

pântano, lugar de águas escuras

e traiçoeiras. E é nesse lugar

sombrio que acontece o desfecho

do conto de Simões Lopes Neto.

Para lá o leitor é levado, junto

com Maria Altina e Chicão, numa

corrida desenfreada em direção

ao fim trágico. Maria Altina

enamorou-se de André, o furriel,

que pediu sua mão a Mariano, o

pai. Mas havia Chicão, rapaz que

despertava medo em Maria Altina

e que acaba por arrastá-la para o

fundo das águas barrentas.

O autor João Simões Lopes

Neto (1865-1916) nasceu em

Pelotas, rS. Procurou, nos textos

que produziu, valorizar a história

do gaúcho e suas tradições,

porém, foi muito além disso.

Sua literatura saltou o curral do

regionalismo, transcendendo e

surpreendendo, tanto na forma

quanto no registro da língua. Em

1912 lançou Contos gauchescos,

sua obra-prima, também editado

pela a Artes e Ofícios.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17 X 24 cm | 32 págs.

ISBN:978-85-7421-145-9

PAI CONTRA MÃE,

MACHADO DE ASSIS

O PErSONAGEM PrINCIPAL É

UM CAÇADOr de escravos que,

ao tornar-se pai, vive uma grave

crise financeira. Não tendo

como sustentar o filho, precisa

levar adiante a decisão de deixar

o pequeno na roda dos enjeitados.

Do outro lado, uma

escrava fugida, grávida, busca

a liberdade para o filho que

habita seu ventre. O encontro

dos dois revela que nem todos

os nascimentos são bem-sucedidos.

Machado de Assis, no conto

escrito no auge da maturidade

literária, joga no rosto da sociedade

essa trama inclemente.

O autor Machado de Assis

(1839-1908) nasceu no rio de

Janeiro, filho de um casal sem

posses. Frequentou a escola

primária, mas não pode

seguir os estudos, pois cedo

precisou trabalhar para garantir

o sustento. Tornou-se autodidata,

e mesmo sem ter acesso a

cursos regulares, empenhou-se

em aprender, tornando-se,

ainda muito jovem, um dos

maiores intelectuais do país.

Ousado e inovador, sua obra

é única e atual.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17 X 24 cm | 32 págs.

ISBN: 978-85-7421-146-6

Kit Escolar Prefeitura

BH 2009 e 2010

A MÁSCARA DA MORTE

RUBRA, EDGAR ALLAN POE

ENQUANTO A MOrTE rUBrA

dizima o povo, o Príncipe

encastela-se em uma de suas

propriedades, inviolável

construção, onde a peste jamais

poderia adentrar. Blindando

sua fortaleza das emanações

da terrível epidemia, promove

festas, bailes e todo o tipo de

diversão. E lá permaneceria

enquanto o mundo não

anunciasse o fim do perigo.

Num desses bailes, no entanto,

uma presença chama a atenção

de todos, colocando-os frente a

frente com o inesperado.

O autor Edgar Allan Poe

(1809-1849) nasceu em Boston,

nos Estados Unidos. Perdeu a

mãe muito cedo, sendo criado

por um casal abastado que, no

entanto, nunca o adotou legalmente.

Muito cedo, dedicou-se

à literatura e, além de escritor,

tornou-se crítico e editor, sustentando-se

com os trabalhos que

fazia nessa área. O temperamento

mento instável, porém, levou-o

ao alcoolismo e à morte. É considerado

um dos precursores

da literatura de ficção científica

e fantástica modernas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17 X 24 cm | 32 págs.

ISBN: 978-85-7421-147-3

27


ILUSTRAÇÃO CARTAS DO MEU MOINHO

CONTOS FRANCESES

ESTA COLEÇÃO FOI CONCEBIDA no intuito de divulgar contos não muito

conhecidos no Brasil, além de propor uma versão mais leve e atual de contos

já consagrados. As organizadoras buscaram, na seleção de textos, revelar, em

poucas páginas, aspectos diferentes da França e de grandes autores franceses

para os leitores brasileiros, principalmente para os jovens leitores que ainda não

conhecem esses grandes escritores da literatura ocidental. Esperamos que você

encontre nessas páginas um universo novo, sedutor e rico.

As organizadoras e tradutoras Paola Felts Amaro é formada em Letras e é Mestre em Literatura

Francesa pela UFrGS, e professora de línguas portuguesa e francesa e respectivas literaturas. Adriane

Sander cursou Letras e fez sua especialização em francês e Literatura de língua francesa na UFrGS,

onde obteve seu mestrado em literaturas francesa e francófona. Ambas lecionam na Alliance Française

de Porto Alegre.

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

CARTAS DO MEU MOINHO, ALPHONSE DAUDET

CARTAS DO MEu MOINHO repousa sobre uma aura de nostalgia e

originalidade. Nostalgia, porque esses textos retratam a “Velha

França” que já estava desaparecendo no século XIX, e originalidade,

pois retrata a França sob aspectos contraditórios: a cidade

e o interior, o realismo e o imaginário, a tradição e o novo. Em

suas cartas, descreve um lugar sonhado e não vivido e subverte a

lógica de se contar aos interioranos a vida da cidade: conta aos

citadinos um mundo que lhes é estranho, fazendo com que sonhem

com um moinho que não existe, seduz por seus personagens

cúmplices de sua imaginação.

O autor Alphonse Daudet, nascido em 13 de maio de 1840, em

Nîmes, filho de um fabricante de tecidos, foi um romancista e

poeta francês. Manteve laços com Flaubert, Tourgueniev, Zola,

Victor Hugo, Manet, renoir e Monet.

As ilustradoras Jandaíra Vendramini nasceu em João Pessoa,

em 1984, mas vive no rio Grande do Sul desde criança. reside

em Porto Alegre, onde graduou-se em Design e atualmente é

empresária. Este livro é sua estreia como ilustradora. Juliana

Dischke foi colega de Jandaíra na faculdade de Design, e vem

se especializando como designer de livros. Para a Artes e Ofícios,

ilustrou também os livros Whatever, de Leonardo Brasiliense,

O Horla, A cabeleira, A mão, O colar, de Guy de Maupassant, e é

responsável, juntamente com Joãocaré, pelo projeto gráfico dos

livros da coleção Papo-cabeça.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

12,5 X 18,5 cm | 96 págs. | ISBN: 978-85-7421-212-8

29


30

Acervo Complementar

São Paulo 2012

Acervo Complementar

São Paulo 2012

BOLA DE SEBO, GUY DE MAUPASSANT

OBrA-PrIMA DO CONTO rEALISTA, Bola de Sebo é uma narrativa

da guerra franco-prussiana iniciada em 1870. Dez moradores

da cidade francesa de rouen, ao fugirem do exército invasor,

são reunidos ao acaso dentro de uma diligência. Junto a estes

fugitivos (que representam a sociedade: comerciantes, burgueses,

nobres, as irmãs religiosas, o político) está a prostituta Élisabeth

rousset, apelidada Bola de Sebo. A personagem, que encarna

a figura do herói, apesar de sua generosidade capaz de salvar a

vida dos companheiros de viagem, quando deixa de lhes ser útil,

volta a ser desprezada por eles.

A ilustradora Martina Schreiner é designer e realiza trabalhos

na área há alguns anos. Para a Artes e Ofícios ilustrou os livros

O tesouro iluminado, Caio riter; Domingo para sempre e outras

histórias sobre nunca mais, Celso Gutfreind; Arca de Haicais, Luís

Dill, e é responsável pelo projeto gráfico e capa do livro Histórias

de princesas e príncipes (e de sapos também).

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

12,5 X 18,5 cm | 96 págs. | ISBN: 978-85-7421-189-3

O HORLA, A CABELEIRA, A MÃO, O COLAR

GUY DE MAUPASSANT

ESTE LIVrO TrAZ o autor francês que retratou de forma realista

a Paris do século 19 e inspirou mais de 200 títulos de cinema e TV.

Tido como o conto fantástico mais conhecido de Maupassant, O

Horla, narra, na forma de diário, o horror de um homem que

acredita ser perseguido por ser invisível que ele só poderia destruir

pelo fogo. A Cabeleira, de 1884, apresenta um personagem

obcecado por certa cabeleira loira, em texto pontuado de erotismo.

A Mão aborda o mistério da morte de um oficial inglês pela mão

decepada de seu maior inimigo. O Colar, de 1884, centra a narrativa

em uma mulher inconformada com seu casamento medíocre

e que toma emprestada uma joia que ela termina perdendo.

A ilustradora Juliana Dischke nasceu em Santa rosa, em 1985,

mas vive em Porto Alegre há 8 anos. Cursou a faculdade de Design

e vem se especializando como designer de livros. Para a Artes e

Ofícios, ilustrou também os livros Whatever, de Leonardo Brasiliense,

Cartas do meu moinho, de Alphonse Daudet, e é responsável, juntamente

com Joãocaré, pelo projeto gráfico dos livros da coleção

Papo-cabeça.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

12,5 X 18,5 cm | 112 págs. | ISBN: 978-85-7421-188-6

O autor Guy de Maupassant, nascido em 5 de agosto de 1850

em Tourville-sur-Arques, viveu 42 anos e produziu mais de 300

textos (incluindo poesias e histórias para teatro) ao longo dos dez

anos de uma carreira orientada por Gustave Flaubert. O homem

que se definia como “um observador” da vida, fez parte do círculo

de Émile Zola, Edmond de Goncourt e Cézanne.


32

PAPO-CABEÇA

Vencedor do Prêmio

Açorianos 2009

Categoria juvenil

Finalista do Prêmio

Açorianos 2009

Categoria projeto gráfico

DE CARONA, COM NITRO,

LUÍS DILL

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

A HISTórIA TrAZ PErSONAGENS SIMPLES,

pessoas comuns que encontramos no dia a dia,

a maioria jovens. Várias vidas que se entrelaçam

numa trama que as levará à tragédia. Mortes

anunciadas no início do texto. Uma história que

prende o leitor e quer alertá-lo: fique vivo!

fique vivo!

De carona, com nitro não pretende julgar ou

pregar moral. Quer, sim, provocar reflexão,

levando o leitor — o jovem que sai pra balada

ou o pai que espera seu retorno — a pensar

sobre um assunto sério, que ocupa muitas

páginas dos jornais: jovens que morrem no

trânsito.

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em

1965. É jornalista e De carona com nitro é seu

21º livro. Pela Artes e Ofícios publicou Castelo

de areia, conto infantil ilustrado por Elma; Letras

finais, livro juvenil finalista do Prêmio Jabuti

2006 e selecionado pelo Programa Minha

Biblioteca da Prefeitura de São Paulo em 2008

e 2009 e PNBE 2009; e Do coração de Telmah,

novela juvenil

O ilustrador Joãocaré é músico e professor

de Yoga além de ilustrador e fotógrafo. Já foi

grafiteiro. Morou muitos anos em Berlim e

hoje vive em São Paulo. Para a Artes e Ofícios

ilustrou e criou, junto com Juliana Dischke, o

projeto gráfico para o livro A primeira vez que eu

vi meu pai, de Márcia Leite e também para O

Outro Passo da Dança, de Caio riter.

Dica para o professor: Estimule seus alunos a criar

uma campanha endereçada aos jovens para evitar

acidentes de trânsito. Esse trabalho pode ser feito

através de cartazes, faixas e outros materiais a serem

distribuídos na escola e também através da criação de

um blog ou espaço no site da escola. Procure incluir

os pais em seu projeto.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 X 21 cm | 128 págs. | ISBN: 978-85-7421-159-6

Kit Escolar de

Contagem – MG

Acervo Complementar

São Paulo 2012

O OUTRO PASSO DA DANÇA,

CAIO RITER

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

ANA, BErNArDO E CELINA são adolescentes. Amigos

desde a infância, o trio A-Bê-Cê não se separa jamais.

Desde pequenos, andam sempre juntos, e juntos vivem

as experiências que a vida vai trazendo.

Numa tarde comum, Ana sai de casa para se encontrar

com a mãe. De repente, um outro encontro. Aquele que

poderia não ter acontecido: Ana Lúcia e a bala. Uma

bala (perdida?) encontra Ana Lúcia.

A partir de um acontecimento que se tornou banal num

país onde a violência faz parte do cotidiano, Caio riter

conta, nessa novela juvenil, a história de três adolescentes

que se deparam, de repente, com a necessidade de amadurecer.

A vida lhes trazendo dor até então desconhecida.

O autor Caio Riter nasceu em Porto Alegre, onde

vive. Formou-se em Jornalismo e em Letras e é mestre

e doutor em Literatura Brasileira pela UFrGS. Publicou

seu primeiro livro em 1994 e nos últimos anos tem se

destacado como escritor de textos para crianças e jovens,

tendo recebido importantes prêmios por sua produção:

Prêmio Açorianos na categoria juvenil em 2004 e 2006;

1º Prêmio Barco a Vapor em 2005; Catálogo de Bolonha

em 2007 e 2008; Prêmio White ravens – Alemanha –

2007; Acervo Básico FNLIJ 2006 e 2008; Selo Altamente

recomendável FNLIJ 2007 e 2009; Prêmio Açorianos na

categoria infantil em 2009.

O ilustrador Joãocaré nasceu em Porto Alegre. Viveu

muitos anos em Berlim e desde 2008 divide-se entre o

Brasil e a Alemanha. Já foi grafiteiro. É ilustrador e músico.

Para a Artes e Ofícios ilustrou e criou, junto com Juliana

Dischke, o projeto gráfico para o livro De carona, com nitro,

de Luís Dill – finalista do Prêmio Açorianos na categoria

– e também para A primeira vez que eu vi meu pai, de

Márcia Leite.

Dica para o professor: Distribua entre os alunos três tipos de cartões:

Você não enxerga/Você não anda/Você não ouve. Após, os

alunos se reunirão em grupos de acordo com o cartão recebido Em

seguida, distribua outros cartões com ações que eles precisam realizar

levando em conta a limitação proposta no 1º cartão. A atividade

renderá uma bela reflexão. Depois, proponha a leitura do livro.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 X 21 cm | 176 págs. | ISBN: 978-85-7421-168-8

33


O ilustrador Joãocaré nasceu em Porto Alegre.

Viveu muitos anos em Berlim e desde 2008

divide-se entre o Brasil e a Alemanha. Já foi

grafiteiro. É ilustrador e músico. Para a Artes

e Ofícios ilustrou e criou, junto com Juliana

Dischke, o projeto gráfico para o livro De carona,

com nitro, de Luís Dill – finalista do Prêmio

Açorianos na categoria – e também para O Outro

Passo da Dança, de Caio riter.

Dica para o professor: O livro leva o aluno a refletir

sobre a importância da presença paterna durante

a infância, situação rara no dias de hoje, quando

boa parte das famílias tem formação diferente da

tradicional. São grupos formados apenas pela mãe ou

pelo pai, com a presença de madrastas ou padrastos,

os irmãos que não são irmãos, e ainda as uniões

homoafetivas, uma realidade cada vez maior e que

precisa ser discutida. Convide os alunos a escrever

sobre a sua experiência familiar, como se sente dentro

dessa estrutura, o que é bom, o que é ruim, o que

gostaria que fosse diferente. Depois da leitura, peça

que eles façam uma comparação da sua história com

a dos meninos Lucas e Daniel. Esse resultado pode ser

dividido com os colegas num pequeno seminário.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 X 21 cm | 112 págs. | ISBN: 978-85-7421-201-2

ARCA DE HAICAIS, LUÍS DILL

Indicação de leitura: pré-leitor até 6/7 anos

A PRIMEIRA VEZ QUE EU VI

MEU PAI, MÁRCIA LEITE

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

HAICAI É UM TIPO DE POESIA que teve origem no

Japão, e suas características mais importantes são

a objetividade e a concisão. Luís Dill criou haicais a

partir da observação de pequenos e grandes animais.

O resultado foi uma verdadeira arca (como

aquela de Noé), onde habitam bichos de todos os

NUM DIÁLOGO MUITO BEM CONSTrUíDO, dois

jeitos e tamanhos. Arca de haicais é um livro que

garotos vão falando da presença ou ausência

brinca com a imaginação das crianças e propõe um

do pai em suas vidas. Um deles, Dani, sonhou a

jogo de rimas muito divertido, bem apropriado

vida inteira em ter o pai por perto, segurar sua

para crianças pequenas e também para as que

mão, vê-lo presente nas apresentações da escola;

estão em fase de alfabetização.

34

o outro, Lucas, só deseja que o pai desapareça,

que o deixe em paz ao lado da mãe e do irmão.

Texto forte, contundente e, ao mesmo tempo,

extremamente lírico, que levará os leitores

sensíveis a reflexões necessárias.

Acervo Inicial

São Paulo 2012

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em

abril de 1965. É formado em Jornalismo pela

PUC-rS. Atualmente trabalha na rádio FM Cultura.

Tem mais de 20 livros publicados. Pela

Artes e Ofícios, publicou Letras finais, finalista do

35

A autora Márcia Leite é paulista e vive em

Jabuti 2006, selecionado pelo programa Minha

São Paulo. Escreve para crianças e jovens a mais

Biblioteca da Prefeitura de São Paulo em 2008 e

de 20 anos.

2009 e PNBE 2009; Castelo de areia, selecionado

para o Catálogo da Feira de Bolonha 2007; De

carona, com nitro, vencedor do Prêmio Açorianos

de Literatura 2009; Do coração de Telmah, finalista

do Jabuti 2010 e selecionado pelo PNBE

2011; e ainda a Série Quilate: A caverna dos

diamantes, Olhos de rubi e A noite das esmeraldas.

A ilustradora Martina Schreiner é designer e

realiza trabalhos na área há alguns anos. Para

a Artes e Ofícios ilustrou os livros O tesouro iluminado,

Caio riter; Domingo para sempre e outras

histórias sobre nunca mais, Celso Gutfreind; Bola

de sebo, Guy de Maupassant, e é responsável

pelo projeto gráfico e capa do livro Histórias de

princesas e príncipes (e de sapos também).

Dica para o professor: Faça, com as crianças, uma lista

dos bichinhos que não estão no livro e estimule-os a

criar outros e novos haicais.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

21 x 21 cm | 32 págs. | ISBN: 978-85-7421-178-7


36

Catálogo Feira de Bolonha 2012

MENINO COM PÁSSARO AO OMBRO,

SERGIO NAPP

Indicação de leitura: a partir de 7/8 anos

O MENINO-PErSONAGEM DESSA BELíSSIMA HISTórIA traz não

somente um pássaro ao ombro, ele parece trazer consigo a própria

poesia. Porque carrega no seu olhar de infância a sensibilidade de

observar a vida de um jeito mais demorado, enxergando nas coisinhas

tão pequenas do cotidiano, muito mais do que elas mostram

num olhar menos atento. Para completar, o traço de Walther

Moreira Santos é também pura poesia. As ilustrações conversam

com o texto como se ambos fossem velhos conhecidos: o texto é o

menino; a ilustração, o pássaro. Ou seria o inverso?

O autor Sergio Napp é gaúcho de Giruá. Formou-se engenheiro.

É escritor, poeta e escreve também letras de música. Tem livros

publicados por várias editoras para o público adulto, para adolescentes

e para crianças. Vive em Porto Alegre.

O ilustrador Walther Moreira Santos nasceu e vive em Pernambuco.

Além de ilustrador, é também escritor com vários livros pu-

blicados e prêmios importantes.

Dica para o professor: Estimule seus alunos a criar diálogos entre o Menino

e o Pássaro. O que será que os dois conversavam? Que segredos o Menino

contava ao Pássaro? Faça a atividade em duplas e depois convide-os a apresentarem

os diálogos para toda a turma.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

21 x 26 cm | 32 págs. | ISBN: 978-85-7421-190-9

O TESOURO ILUMINADO, CAIO RITER

Indicação de leitura: a partir de 7/8 anos

LUíSA E JOÃO MOrAM NUM LUGAr LEGAL. Muitas árvores e

uma praça bacana onde a gurizada brinca solta e, nos dias de sol,

empina pipas de todas as cores e formatos. Num desses dias de

céu azul e sol forte, os dois amigos têm uma surpresa: um pequeno

tesouro vem dependurado numa das pipas: um tesouro iluminado!

O autor Caio Riter nasceu em Porto Alegre, onde vive. Formou-se

em Jornalismo e em Letras e é mestre e doutor em Literatura

Brasileira pela UFrGS. Publicou seu primeiro livro em 1994 e

tem se destacado como escritor de textos para crianças e jovens,

tendo recebido importantes prêmios por sua produção: Prêmio

Açorianos em 2004, 2006 e 2009; 1º Prêmio Barco a Vapor em

2005; Catálogo de Bolonha em 2007 e 2008; Prêmio White

ravens – Alemanha – 2007; Acervo Básico FNLIJ 2006 e 2008;

Selo Altamente recomendável FNLIJ 2007 e 2009.

Dica para o professor: Para motivar seus alunos para a leitura, antes de

apresentar o livro, leia o pequeno texto acima e estimule-os a pensar que

“tesouro” seria esse que veio pendurado na pipa. E após a leitura, que tal

fazer uma oficina de pipas e depois soltá-las no pátio da escola?

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 17 x 25 cm | 48 págs. | ISBN: 978-85-7421-174-9

Selecionado para Acervo

Básico FNLIJ 2008

AS HISTÓRIAS MAIS LOUCAS DO MUNDO,

RAQUEL GRABAUSKA

Indicação de leitura: a partir de 8/9 anos

UM HOMEM QUE MENTE TANTO que chega a mentir a mentira,

mentindo que era mentira o que nem tinha mentido... E o homem

que não parava de tomar banho? Esfregou-se tanto-tanto-tanto que

sumiu! Essas histórias muito loucas pretendem divertir e aguçar a

curiosidade dos pequenos leitores, levando-os a dar boas risadas e

também a inventar suas próprias histórias sobre grandes e pequenas

loucuras. São dez contos que mostram situações impossíveis com

criatividade e leveza, brincando com a capacidade das crianças de

imaginar e de acreditar em coisas inacreditáveis.

A autora Raquel Grabauska nasceu em Ijuí, rS. Além de escritora é

diretora de teatro e atriz do Grupo Cuidado Que Mancha com quem já

realizou espetáculos, gravou CD’s e publicou vários livros infantis.

A ilustradora Laura Castilhos é artista plástica, ilustradora e professora

de desenho no Instituto de Artes da UFrGS. recebeu vários prêmios,

entre eles o Prêmio Açorianos nos anos de 1997, 2000 e 2001. Para

a Artes e Ofícios ilustrou também os livros da Série Lendas, Coleção

Brincando de Pensar, Pedro Malazarte e a arara gigante e Histórias de

princesas e príncipes (e de sapos também).

Dica para o professor: Após a leitura, estimule seus alunos a escreverem

histórias mais loucas. Proponha que ilustrem os textos e confeccione um livro

artesanal com As Histórias Mais Loucas da Turma. A criançada vai adorar.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 21 cm | 48 págs. | ISBN: 978-85-7421-150-3

O DIA EM QUE A TURMA ENCAROU O

INTROMETIDO,ANA MARIA ROSSI

Indicação de leitura: a partir de 8/9 anos

PESQUISAS ATESTAM QUE OITO DE CADA DEZ CrIANÇAS têm problemas

desencadeados pelo estresse: dor de cabeça, dor de barriga,

choro frequente... Através da história da turma que vai passar férias

na praia e acaba se deparando com uma situação frustrante, a autora

mostra às crianças que elas não precisam se sentir vítimas do

estresse; que podem aprender a reconhecer as situações que lhes

causam ansiedade e praticar técnicas de relaxamento que as ajudarão

a lidar com o intrometido.

A autora Ana Maria Rossi é Ph.D. em Psicologia Clínica e Comunicação

de Massas. Especializou-se no tratamento do estresse e biofeedback

na Florida State University e na Menninger Foundation. Participou,

na University of Nebraska, de programas comportamentais dirigidos à

prevenção do estresse infantil. Atualmente ministra cursos e palestras no

mundo todo e coordena congressos e programas de treinamento que

ajudam as pessoas a identificar e administrar as causas do estresse.

Dica para o professor: Estimule seus alunos a fazerem uma lista das situações

que causam estresse e depois crie, com a ajuda deles, um manual para afastar

o intrometido, com dicas que podem ser colocadas no mural da sala de aula.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 18 X 23 cm | 24 págs. | ISBN: 978-85-7421-152-7

37


38

Finalista Prêmio Açorianos 2009

Categoria Infantil

DOIDO PRA VOAR,

HERMES BERNARDI JR.

Indicação de leitura: a partir de 8/9 anos

CAIO FErNANDO MOrAVA NO PASSO DA

GUANXUMA, cidade pequena, daquelas onde

as crianças correm no quintal, sobem em árvore,

criam galinhas no fundo do pátio e se entregam

à fantasia de reinventar o mundo para passar o

tempo. Um dia ele se muda para a cidade grande

— o mundo das oportunidades para você —

e convive com a dificuldade para compreender

a lógica desse espaço tão diferente, onde as

crianças brincam juntas, mas cada uma na sua

casa, através do computador. Até que chega o

dia em que o computador vira seu aliado para

mostrar ao Dudu, o amigo do prédio, outras

possibilidades de viver a amizade e a fantasia.

O autor Hermes Bernardi Jr. é escritor, dramaturgo,

diretor de teatro e atua como contador de

histórias. Criou os projetos: Tapete Mágico –

espaço de leitura; Colcha de histórias: 30 retalhos

– a poesia ao alcance dos olhos; e Terça eu

conto pra você!. Em 2000/2001 trabalhou no

Family Literacy Program, na Filadélfia – EUA, a

convite do Departament of Education of USA

do Congreso de Latinos Unidos. Desde 2004

coordena a AEILIJ — Associação de Escritores

e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil

no rio Grande do Sul. Por Pé de Sapato – uma

história de muitas histórias recebeu o Prêmio

Tibicuera de Teatro/2005 - Melhor dramaturgia.

Doido pra voar é sua estreia como ilustrador.

Dica para o professor: Proponha a seus alunos criar

com sucata uma cidade inventada. Pode ser muito divertido

botar a turma toda a confeccionar uma grande

maquete. E depois, que tal colocar personagens nessa

cidade-fantasia e inventar histórias para eles?

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

18 X 23 cm | 48 págs. | ISBN: 978-85-7421-163-3


PRÓXIMOS LANÇAMENTOS:

O PENICO DO GENERAL,

SERGIO NAPP

QUANDO EU FOR CRIANÇA

DE NOVO, ELIANA MARTINS

DOMINGO PARA SEMPRE E OUTRAS

HISTÓRIAS SOBRE NUNCA MAIS,

CELSO GUTFREIND

Indicação de leitura: a partir de 9/10 anos

AO CONTAr AS HISTórIAS DA AVó que engasga o

lobo para livrar a neta de uma mágoa, do menino

que não quer que sua avó vá para o céu e do

menino que quer que o domingo seja eterno, Celso

revela profundo conhecimento do universo infantil e

retrata o pensamento da criança de forma magistral.

Domingo para sempre e outras histórias sobre

nunca mais é livro pra gente de todas as idades,

porque fala de experiências e sentimentos que

nos acompanham por toda a vida. É um livro para

sempre. São histórias das quais todo mundo um dia

já foi personagem. Ou ainda vai ser.

O autor Celso Gutfreind é escritor e psiquiatra com

doutorado e pós-doutourado em Psiquiatria infantil

realizados em Paris, e cujo tema é a utilização

terapêutica do conto. É autor de livros para crianças,

adolescentes e também tem importantes publicações

na área da psiquiatria. Pela Artes e Ofícios publicou

Grilos (juvenil), A almofada que não dava tchau

(infantil) e O terapeuta e o lobo (psicanálise).

A ilustradora Martina Schreiner é designer e

realiza trabalhos na área há alguns anos. Para a Artes

e Ofícios ilustrou os livros O tesouro iluminado, Caio

riter; Arca de haicais, Luís Dill; Bola de sebo, Guy de

Maupassant, e é responsável pelo projeto gráfico

e capa do livro Histórias de princesas e príncipes (e

de sapos também), contos de fadas traduzidos por

Beatriz Viégas-Faria e ilustrados por Laura Castilhos.

Dica para o professor: Entre no clima do “nada é para

sempre” e explore a questão do tempo com as crianças.

Comece provocando os alunos a atribuírem um significado

para os advérbios “logo” e “sempre”. reflita sobre a

distância que eles representam: por que os bons momentos

acabam logo e o ruins parecem durar para sempre? O logo

pode, muitas vezes, não ser tão perto, e o para sempre,

não é eterno. Use essas reflexões para levar os alunos a

pensarem sobre a importância de viver um dia de cada

vez, que o tempo passa e precisamos aprender a valorizar

alegrias e tristezas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

13,5 X 18 cm | 62 págs. | ISBN: 978-85-7421-199-2

41


42

Vencedor do Prêmio Açorianos

2010 Categoria Infantil

PNBE 2011

PEDRO MALAZARTE E A ARARA

GIGANTE, JORGE FURTADO

Indicação de leitura: a partir de 9/10 anos

O AUTOr rETOMA UM PErSONAGEM POPULAr,

conhecido de tantas gerações que cresceram ouvindo

suas narrativas engraçadas, e cria para ele uma nova

história: é o encontro de Pedro com um homem que

bate o carro porque é “atropelado” por uma galinha.

Ao pedir ajuda a Malazarte, que assiste à cena encostado

tranquilamente na cerca à beira da estrada, o

Janota se vê envolvido numa série de trapalhadas e é

incapaz de compreender a “lógica” de Pedro Malazarte.

Uma história muito divertida, que agrada crianças de

todas as idades e traz aos adultos a possibilidade do

reencontro com um personagem que fez parte de sua

infância.

O autor Jorge Furtado é cineasta e escritor. Alcançou

grande sucesso de público e crítica com os curtas O dia

em que Dorival encarou a guarda (1986), Barbosa (1988)

e Ilha das Flores (1989), este vencedor de muitos prêmios

nacionais e internacionais, inclusive o Festival de

Berlim. Escreve roteiros e dirige programas de televisão,

incluindo as minisséries Luna Caliente e Decamerão – A

Comédia do Sexo. Em 2002 estreou como diretor de

longa-metragens com Houve uma vez dois verões e em

seguida vieram O homem que copiava, Meu tio matou

um cara e Saneamento básico, o filme. Como escritor,

tem alguns títulos publicados para adultos e um livro

para crianças: uma tradução de Alice no País das Maravilhas,

de Lewis Carrol.

A Ilustradora Laura Castilhos nasceu em Porto Alegre,

em 1959. Além de artista plástica e ilustradora, é também

professora de desenho no Instituto de Artes da

UFrGS. recebeu vários prêmios, entre eles o Prêmio Aço-

rianos nos anos de 1997, 2000 e 2001. Para a Artes e

Ofícios ilustrou também os livros da Série Lendas, Coleção

Brincando de Pensar, As histórias mais loucas do mundo

e Histórias de princesas e príncipes (e de sapos também).

Dica para o professor: Malazarte é personagem da cultura

popular e já protagonizou muitas histórias engraçadíssimas.

Estimule seus alunos a pesquisarem outras histórias do Malazarte.

Que tal montar um livro com o título Poucas e boas do

Malazarte? O professor de Arte pode participar desse projeto,

estimulando os alunos a produzirem belas ilustrações.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

18 X 23 cm | 64 págs. | ISBN: 978-85-7421-166-4


44

PORTO ALEGRE NO LIVRO DAS CRIANÇAS

PERDIDAS, CLÁUDIO LEVITAN

Indicação de leitura: a partir de 9/10 anos

ESTE É UM LIVrO QUE MOSTrA POrTO ALEGrE como ela é, e

como ela já foi. Mas não trata simplesmente da história da cidade,

o objetivo é despertar no leitor o desejo de saber mais sobre a

cidade onde vive, de compreender como ela cresce e se modifica ao

longo dos anos. Vítor é o menino-personagem que guiará o leitor

por Porto Alegre, através de uma aventura na qual um grupo de

crianças embarca sem saber em que enrascada está se metendo.

O autor Cláudio Levitan é arquiteto com mestrado em Habitação

Popular (University of Newcastle-upon-Tyne) e especialização em

Planejamento Urbano (IBAM/rJ e PrOPUr/UFrGS). É escritor, cartu-

nista, ilustrador, músico e diretor de teatro. Por seus livros para crianças

recebeu o Prêmio Açorianos em 2001 e a indicação em 2007.

A Ilustradora Ana Gruszynski nasceu e vive em Porto Alegre. É

designer gráfica, ilustradora e jornalista. Atua como professora da

Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFrGS.

Dica para o professor: Após a leitura do livro, estimule seus alunos a conhecerem

mais sobre a história da cidade, principalmente o patrimônio histórico

– prédios, monumentos, documentos –, levando-os a perceber a importância

do passado para a compreensão do presente e planejamento do futuro. E que

tal criar uma nova aventura para Vítor e sua turma numa outra cidade?

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17 X 24 cm | 48 págs. | ISBN: 978-85-7421-165-7

A PRIMAVERA DE CECÍLIA, BEATRIZ ABUCHAIM

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

VOCÊ JÁ SE SENTIU BEM só de poder contar um problema a alguém?

Já guardou um segredo? Já trocou olhares com alguém e sem precisar

falar nada já sabia o que o outro estava pensando? Já pegou um livro

ou um casaco emprestado e nem lembrou de devolver? Já sentiu as

horas passarem voando entre risos e bobagens? Então, você sabe o que

é ter e ser um amigo de verdade, e talvez as histórias desse livro façam

você se lembrar e sentir saudade dos amigos que tem, teve e terá.

São contos para quem sabe – e quem ainda não descobriu – que um

amigo é o maior tesouro que alguém pode desejar.

A autora Beatriz Abuchaim é psicóloga e mestre em Educação

pela PUC-rS. Atualmente mora em São Paulo, onde faz Doutorado e

trabalha como pesquisadora da Fundação Carlos Chagas.

Dica para o professor: Após a leitura do livro, faça uma círculo com os alunos

e reflitam juntos sobre o valor da amizade. Peça aos alunos que relatem a

importância de se ter um amigo e questione sobre a diferença entre ser amigo

e ser colega. Depois da conversa, crie com os alunos o “Mural da Amizade”,

um espaço na sala de aula onde eles poderão compartilhar recados e imagens

que simbolizem as suas relações de amizade.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

13 X 21 cm | 96 págs. | ISBN: 978-85-7421-195-4

Vencedor do Prêmio

Açorianos 2004

Categoria Juvenil

Kit Escolar Prefeitura

BH 2012

ATRÁS DA PORTA AZUL, CAIO RITER

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

NUMA INTErTEXTUALIDADE COM ALICE NO PAíS DAS MARAvILHAS,

o autor propõe uma viagem pelo encantamento da leitura. Levada

pela curiosidade, Alícia entra na porta azul, a porta sempre trancada

da casa da avó. E ao enveredar pela escada que surge por detrás

dessa porta, a menina tão desejosa de fantasia encontra personagens

que a vão conduzindo por um caminho de descobertas e surpresas.

Dica para o professor: Para motivar seus alunos para a leitura do livro, antes de

indicá-lo, leve para a sala de aula a imagem de uma porta e estimule-os a pensar

o que pode ter atrás dessa porta. Faça-os falar as ideias que lhes vêm à cabeça e

depois proponha uma produção textual em duplas, cujo título deverá ser Atrás da

porta. Feitas as redações e lidas para o grande grupo, apresente o livro aos alunos.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 x 21 cm | 88 págs. | ISBN: 978-85-7421-172-5

A COR DAS COISAS FINDAS, CAIO RITER

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

NUMA VISITA à BIBLIOTECA DA CIDADE, Eduarda, Pedro e Beatriz

percebem que há algo estranho acontecendo. Pedro, na sua paixão

por livros de mistério, decide bancar, ele mesmo, o detetive. A partir

daí, surpresas terríveis envolvem os jovens, colocando-os na mira

de vampiros. Era preciso descobrir tudo antes que a cidade e seus

habitantes corressem maiores riscos. Nessa época em que a tecnologia

está em alta e apenas o que é atual tem valor, o autor faz uma

declaração de amor aos livros, à leitura e à preservação da memória.

Dica para o professor: Ao longo da história, vários poetas são referidos pela

professora Liana. Após a leitura e exploração do livro, proponha que os alunos

listem os poetas citados e estimule-os a buscar poemas desses autores para

montar uma antologia poética. Após a seleção dos poemas, sugira a confecção

de um livro artesanal. Lembre-se de que o livro deve ter texto de apresentação,

sumário, orelhas e minibios dos autores. Ou publique os poemas selecionados

em um varal no corredor da escola.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 x 21 cm | 104 págs. | ISBN: 978-85-7421-173-2

O autor Caio Riter nasceu em Porto Alegre, onde vive. Formou-se em

Jornalismo e em Letras e é mestre e doutor em Literatura Brasileira

pela UFrGS. Publicou seu primeiro livro em 1994 e nos últimos anos

tem se destacado como escritor de textos para crianças e jovens,

tendo recebido importantes prêmios por sua produção: Prêmio

Açorianos em 2004, 2006 e 2009; 1º Prêmio Barco a Vapor em

2005; Catálogo de Bolonha em 2007 e 2008; Prêmio White ravens –

Alemanha – 2007; Acervo Básico FNLIJ 2006 e 2008; Selo Altamente

recomendável FNLIJ 2007 e 2009.

45


Finalista do Prêmio

Jabuti 2010

PNBE 2011

DO CORAÇÃO DE TELMAH,

LUÍS DILL

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

A HISTórIA NASCE A PArTIr DE UMA PErGUNTA

que o autor se coloca: é possível escrever um

romance usando o twitter? Com essa motivação

Luís Dill escreveu a novela, que vem do coração

de Telmah.

Uma história em 500 tweets, que estabelece diálogo

com Hamlet, peça de Shakespeare na qual

a dúvida, a dor e a tragédia estão presentes da

primeira à última linha. Essa também é a história

de Telmah: a dúvida sobre a morte do pai tomando

conta de suas vísceras, alastrando-se por

todo o corpo e, como em Hamlet, levando-a à

loucura. O leitor acompanha cada pulsação do coração

de Telmah através de 500 tweets, nos quais

ela vai contando sua história de vingança e dor.

O livro tem projeto gráfico e fotos de Tatiana

Sperhacke.

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em

1965. Formou-se em Jornalismo pela PUC/

rS. Como jornalista, já atuou em assessoria de

imprensa, jornal, rádio, televisão e internet.

Atualmente é Produtor Executivo da rádio

FM Cultura. Como escritor estreou em 1990.

Atualmente tem mais de 20 livros publicados,

além de participações em coletâneas. Também

é colaborador de jornais e de revistas. Já

foi finalista de diversos prêmios literários e

vencedor do Açorianos na categoria conto em

2008 e na categoria juvenil, em 2009, com o

livro De carona, com nitro, da Artes e Ofícios.

Dica para o professor: Proponha que seus alunos

leiam Hamlet, de Shakespeare, a fim de analisar o

diálogo que há entre as duas histórias. Uma atividade

interessante é propor que escrevam, eles mesmos,

uma história em tweets. Quem sabe uma história que

dialogue com outro texto de Shakespeare: Otelo, Rei

Lear, Romeu e Julieta...

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 X 21 cm | 128 págs. | ISBN: 978-85-7421-125-1

PNBE 2011

WHATEVER,

LEONARDO BRASILIENSE

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

SÃO DEZ CONTOS que retratam os anos de João

Pedro no ensino médio e sua relação com a

escola, os colegas, a família, e principalmente

revelam a forma displicente com a qual ele vai

encarando as situações de seu cotidiano e até

mesmo a necessidade de decidir o que fará no

futuro. Aparentemente, nada é suficientemente

importante a ponto de provocar qualquer reação

em João Pedro. Tanto faz. Nada parece animá-lo

ou dar sentido à sua vida de adolescente classe

média-média. Tudo é igual a tédio e desinteresse.

Whatever... É essa falta de entusiasmo com a

vida e o futuro, que o autor diz observar em

muitos jovens, que o motivou a escrever os

contos. Será a juventude atual uma espécie de

Geração Whatever?

O autor Leonardo Brasiliense nasceu em São

Gabriel, em 1972. Formou-se em Medicina na

Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente

trabalha na receita Federal. Como escritor, publicou

O desejo da Psicanálise (1999); Meu sonho

acaba tarde (2000); Desatino (2002); Adeus conto

de fadas (Prêmio Jabuti de Melhor Livro Juvenil

em 2007) e Olhos de morcego (2007).

A ilustradora Juliana Dischke nasceu em Santa

rosa, em 1985, mas vive em Porto Alegre há 8

anos. Graduou-se em Design e vem se especializando

como designer de livros. Para a Artes e

Ofícios, ilustrou também os livros O Horla, A cabeleira,

A mão, O Colar, de Guy de Maupassant, Cartas

do meu moinho, de Alphonse Daudet, e é responsável,

juntamente com Joãocaré, pelo projeto

gráfico dos livros da coleção Papo-cabeça.

Dica para o professor: A partir do questionamento “será

a juventude atual a geração whatever?”, estimule seus

alunos a pensarem sobre o que caracteriza a juventude

de hoje: o que buscam? O que fazem para se divertir?

Como se comportam? Como se vestem? Proponha

também que tracem um paralelo com a juventude em

outros momentos. Convide o professor de história para

dar aos alunos o pano de fundo de cada época.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

16 X 23 cm | 128 págs. | ISBN: 978-85-7421-124-4

47


CINDERELA,

PAULA MASTROBERTI

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

FADAS SÃO SErES FANTÁSTICOS que cochicham

histórias nos ouvidos das pessoas. O caso é que

elas cochicham tão baixinho, que nem sempre

é possível entender todos os detalhes. É por isso

que existem tantas versões diferentes para os

contos de fadas. Este livro, dizem, é mesmo a

biografia autorizada pela própria Cinderela. Pelo

menos foi o que a autora entendeu quando a

fada cochichou em seu ouvido.

A autora e ilustradora Paula Mastroberti

nasceu e mora em Porto Alegre. É artista plástica pela

UFrGS, doutora em letras PUC-rS e desde criança gosta

de desenhar e de contar histórias.

Dica para o professor: Cinderela é o um dos contos

de fadas mais lidos entre o público infantojuvenil e,

talvez, o que mais desperte a imaginação do público,

principalmente das meninas – quem nunca sonhou

com o príncipe encantado? Proponha aos alunos que

assumam o papel de princesas e príncipes e escrevam

como desejam ver seus opostos. Peça a eles que

descrevam características físicas e psicológicas. reúna

as principais informações apontadas pela turma e criem

um retrato falado desses personagens, que podem ser

representados em situações diversas e incorporados em

uma nova versão da história.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

17 X 24 cm | 96 págs. | ISBN: 978-85-7421-200-5

PRÓXIMOS LANÇAMENTOS DE

PAULA MASTROBERTI:

SAPATOS VERMELHOS

UMA PRINCESA, UMA ERVILHA?

49


MITOLOGIA / LENDAS

Os autores Carmen Seganfredo (1956) é bacharel em Letras e tradutora. A.S. Franchini (1964)

é formado em Direito e também é tradutor. Traduziram Ambrose Bierce, robert Louis Stevenson e

Charles Dickens, entre outros. Pela Artes e Ofícios também organizaram uma seleção de pensamentos

extraídos do Livro do desassossego, de Fernando Pessoa, publicados sob o título A quintessência do

desassossego e Em mares nunca navegados, adaptação de Os Lusíadas, de Camões.

ESTE LIVrO APrESENTA algumas histórias da mitologia hindu, que

é uma das mais ricas e originais. Deixando de lado o aspecto místico

da sua teologia, os autores limitam-se aqui a pôr em foco o lado da

pura aventura – algo que não falta às lendas dos deuses hindus.

Alguém já disse que para buscar algo realmente novo deve-se fazê-lo

mergulhando no passado mais remoto, onde repousam as coisas

realmente originais. Vista por este ângulo, a antiquíssima mitologia

hindu é um manancial inesgotável de novas ideias, ao menos para o

homem ocidental: devas, rakchasas, avatares, vimanas, que o leitor

conhecerá ao longo destas páginas, e que irão surpreendê-lo pela

50 inventividade e audácia da concepção.

51

AS MELHORES HISTÓRIAS

DA MITOLOGIA AFRICANA,

A.S. FRANCHINI E

CARMEN SEGANFREDO

UMA VErDADEIrA “DANÇA-DO-

FOGO” DIVINA, repleta de ação e

humor, é o que o leitor encontrará.

Ogum, o temperamental deus da

guerra; Oxóssi, o vibrante deus da

caça; Iemanjá, a sedutora deusa dos

mares; Exu, o deus ladino, fértil em

truques e estratagemas; Xangô, o

destemido deus do fogo e dos metais.

Esses e muitos outros personagens

são os protagonistas deste volume,

cujas histórias são parte integrante

de uma das mais ricas culturas da

humanidade: a cultura africana, a

mesma que inspirou quase tudo o

que há de mais inovador na arte

ocidental.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm

248 págs. | ISBN: 978-85-7421-154-1

AS MELHORES HISTÓRIAS

DA MITOLOGIA CELTA,

A.S. FRANCHINI

DIVIDIDO EM DOIS BLOCOS (Lendas

Irlandesas e Lendas Galesas), o livro

começa abordando as seis divisões da

Irlanda para introduzir temas como

o rapto da harpa mágica, o mão de

prata, o mingau de Dada, a rixa do

touro (I e II), e Finn e o salmão do

conhecimento. Com glossário, para

facilitar a leitura, a obra acompanha

as histórias – em especial os ciclos

heróicos – criadas e legadas pelos

celtas em suas andanças por terras

que hoje se denominam Bélgica,

Itália, Espanha, França, Grã- Bretanha

e Irlanda, onde se fixaram. É referência

para a parte 2 do livro a obra

Mabinogion, em que Lady Charlotte

Guest reuniu, no século 19, as

principais lendas galesas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm

246 págs. | ISBN: 978-85-7421-197-8

PNBE 2009

AS MELHORES HISTÓRIAS DA

MITOLOGIA HINDU, A.S. FRANCHINI

E CARMEN SEGANFREDO

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 288 págs. | ISBN: 978-85-7421-179-4

AS MELHORES HISTÓRIAS DA MITOLOGIA

JAPONESA, CARMEN SEGANFREDO

A OBrA rETOMA MITOS como Yari Ameno Nuboko, a criadora

do Japão; a instalação do Panteão Divino no céu japonês; a expulsão

do deus Susanowo dos céus, e a descida à Terra da estirpe imperial

de Amaterasu. A fonte principal da mitologia japonesa é o Kojiki

(registro de Assuntos Antigos), tido como o primeiro livro de

crônicas do Japão, e o Nihon Shoki (Crônicas do Japão), o segundo

livro japonês mais antigo. Neles, a autora se abasteceu para criar

os textos desse livro, que conta com um glossário e uma versão da

lenda mais famosa do código de honra samurai, “A vingança dos

ronin de Ako”.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 208 págs. | ISBN: 978-85-7421-181-7

AS MELHORES HISTÓRIAS DA

MITOLOGIA NÓRDICA, A.S. FRANCHINI

E CARMEN SEGANFREDO

NUM ÚNICO VOLUME, ESTÃO rEUNIDAS AS PrINCIPAIS LENDAS

relativas à mitologia dos povos que habitaram, nos tempos pré-cristãos,

os atuais países escandinavos (Noruega, Suécia e Dinamarca), além

da gélida Islândia. Fonte de inspiração para as mais variadas áreas, a

mitologia nórdica influenciou uma legião de artistas na criação de suas

próprias obras, tal como o escritor inglês J. r. r. Tolkien e o compositor

alemão richard Wagner, que utilizou as lendas vikings para compor a

famosa tetralogia operística O Anel dos Nibelungos, que apresentamos

sob a forma romanceada na segunda parte deste volume.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 328 págs. | ISBN: 978-85-7421-103-9


52

AS MELHORES LENDAS

JAPONESAS, CARMEN

SEGANFREDO

ESTE É O LIVrO CErTO para todos

os que querem aprender com

um pouco de humor e conhecer

um pouco mais sobre a raiz do

mundo dos animês e mangás. Leve

e divertido apresenta lendas que

acabam por revelar-nos os segredos,

as crenças e os temores desse

misterioso povo de tradição milenar,

trazendo-nos algo desta solene e

misteriosa atmosfera oriental, tão

próxima e ao mesmo tempo tão

distante da nossa. Nestas páginas, o

leitor japanófilo se maravilhará com

a inesgotável fonte de intrigantes

descobertas que o conduzirá por

esse curioso e enigmático mundo,

povoado de kami, gigantes,

anões, samurai, xamãs, feiticeiros,

magos, sennin, sábios imortais,

bruxas, dragões e yokai (kitsune,

tanuki, tengu, kappa, oni) e claro,

as famosas katana e o-yoroi (as

“grandes armaduras”).

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm

312 págs. | ISBN: 978-85-7421-208-1

FÚRIA NÓRDICA, A.S.

FRANCHINI E CARMEN

SEGANFREDO

NESTE LIVrO, O LEITOr ENCON-

TrArÁ transplantado algo do clima

feroz e irreverente deste povo pagão,

ao mesmo tempo em que se

deliciará com as soluções repletas de

interpretação criativa e bom humor,

encontradas pelos autores para

preencher as lacunas históricas e

textuais dos relatos originais. A Saga

de Erik, o Vermelho, tornou-se

célebre por vários motivos: ela conta

como Erik descobriu, nomeou e

colonizou a Groenlândia. Além disso,

conta sobre seu filho Leif, o Sortudo,

que acidentalmente encontrou a

América, cinco séculos antes de

Cristóvão Colombo, tendo sempre

por pano de fundo as disputas entre

os pagãos vikings e os primeiros

católicos nórdicos, os “vira-casacas”

do deus Odin. Para se ter uma

ideia do tipo de fama que esta saga

abarca, a banda Led Zeppelin fez

uma música dedicada ao filho de

Erik, Leif Eriksson, chamada The

Immigrant Song, cantada pela perspectiva

dos vikings pagãos remando

para o oeste da Escandinávia na

busca de novas terras.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm

384 págs. | ISBN: 978-85-7421-186-2

PNBE 2009

O ANEL DOS NIBELUNGOS,

A.S. FRANCHINI E CARMEN SEGANFREDO

O ANEL DOS NIBELuNGOS é considerada a obra-prima de Wagner,

a mais expressiva e fascinante. Num exaustivo trabalho que durou

cerca de trinta anos, criou dezoito horas de música, composta por

quatro óperas interligadas: O ouro do Reno, A valquíria, Siegfried e O

crepúsculo dos deuses, sendo as duas últimas mais intensas do ponto

de vista dramático. Nessas histórias, não faltam ação, romance e

até a presença de uma insuspeita veia cômica, já que a maioria dos

personagens transitam pelo grotesco, numa profusão de anões,

gigantes e elfos.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 192 págs. | ISBN: 978-85-7421-136-7

BEOWULF, A.S. FRANCHINI

E CARMEN SEGANFREDO

UM HEróI DESTEMIDO o bastante para enfrentar três dos mais ferozes

monstros criados pela imaginação humana em três duelos

sucessivos e vertiginosos: eis o que o leitor encontrará nas páginas

deste vibrante romance, adaptado do clássico poema medieval inglês

Beowulf. Considerado por J. r. r. Tolkien, e pela maioria dos

amantes da literatura heróica, como uma das mais perfeitas e empolgantes

criações do gênero, a saga de Beowulf, praticamente

desconhecida no Brasil, vem sofrendo nos últimos anos uma revitalização

intensa, graças a traduções e adaptações de todo o gênero.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 232 págs. | ISBN: 978-85-7421-149-7

GILGAMESH, A.S. FRANCHINI

E CARMEN SEGANFREDO

MISTO DE DEUS E HOMEM, Gilgamesh empreendeu uma jornada

heróica em busca da dádiva suprema da imortalidade. Épico

incomparável de aventura, sobretudo pelos temas eternos que

aborda e pela riqueza inventiva da trama. No plano do mito,

Gilgamesh pode ser considerado como o primeiro herói mitológico

de que o Ocidente tem notícia. Protótipo de todos os heróis que

se seguiram, enfrenta provas as mais ásperas em nome de seus

princípios, alcançando vitórias — e também reveses — típicos do

herói trágico que, querendo abarcar o céu, defronta-se com suas

limitações humanas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 272 págs. | ISBN: 978-85-7421-158-9

53


MITOLOGIA GREGA – HISTÓRIAS, TERRÍVEIS,

ROSANA RIOS

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

54

rEÚNE ALGUNS DOS MUITOS MITOS DA GrÉCIA CLÁSSICA,

organizados por temas – Origens; Família, Cidades e Povos;

Metamorfoses; Heróis e Monstros; Guerras e Combates; Finais:

Morte, Destruição e Sofrimento. Com orelha do psicanalista

Mário Corso, o livro traz a possibilidade do encontro com os

mitos mais procurados por leitores que querem conhecer mais a

mitologia grega e mergulhar nesse universo instigante, que diz

tanto sobre a humanidade.

47

Catálogo Feira de Bolonha 2012

Acervo Inicial

São Paulo 2012

Acervo Complementar

São Paulo 2012

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

21 X 26 cm | 176 págs. | ISBN: 978-85-7421-198-5

VOLTA AO MUNDO EM 80 MITOS,

ROSANA RIOS

Indicação de leitura: a partir de 12/13 anos

MITOS SÃO HISTórIAS ANTIQUíSSIMAS, nascidas da tradição

oral, bem antes que a maioria das pessoas soubesse ler e escrever.

A autora, depois de anos de pesquisa, reuniu 80 mitos

representativos de diferentes regiões do mundo, a fim de

revelar a importância e a riqueza da mitologia na construção

da identidade de cada povo. São histórias que nasceram para

explicar fenômenos muito antes que a ciência o fizesse, como

a criação do mundo e a razão de existir de cada coisa ou ser.

Assim, temos a possibilidade de uma riquíssima viagem rumo

ao conhecimento do que há de mais profundo e verdadeiramente

humano em nós mesmos através dos tempos.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

21 X 26 cm | 224 págs. | ISBN: 978-85-7421-170-1

A autora Rosana Rios é autora de literatura infantil e juvenil

e estuda os mitos da humanidade desde que era bem jovem.

Já publicou mais de 100 livros de ficção, foi roteirista de TV e

de quadrinhos e é especialista em literatura fantástica. Na web:

www.segredodaspedras.com, http://rosana-rios.blogspot.com e

http://rosanariosliterature.blogspot.com.


HISTÓRIAS CLÁSSICAS DE PIRATAS

O autor Eduardo San Martin nasceu em Porto Alegre em 1953. É escritor e jornalista. Trabalhou

na Folha da Manhã e Correio do Povo no rio Grande do Sul, revista Status, Lira Paulistana e agência

Unipress em São Paulo. Em Londres, foi produtor do Serviço Mundial da BBC (British Broadcasting

Corporation), correspondente dos jornais O Globo e Diário do Sul. Trabalhou para O Globo em Lisboa.

Nos Estados Unidos foi correspondente da Agência rBS (jornais Zero Hora, Diário Catarinense e O

Pioneiro), do Serviço Português da BBC para a África e information officer da ONU (Organização das

Nações Unidas), em Nova York. Publica literatura desde 1972.

56 57

BUCANEIROS DA AMÉRICA,

EDUARDO SAN MARTIN

TrATA-SE DO rELATO MAIS COMPLETO narrado por um suposto

participante da “conquista” do Panamá por Henry Morgan, em 1671,

na disputa pelas riquezas da América. A obra vai do relato pessoal de

viagem a textos curtos sobre piratas menores do século XVII, como o

único registro conhecido das ousadias de roche Brasiliano. Os Bucaneiros

da América é o quinto livro de uma série com histórias clássicas da

pirataria europeia.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 344 págs. | ISBN: 978-85-7421-135-0

PIRATAS: UMA HISTÓRIA GERAL DOS ROUBOS

E CRIMES DE PIRATAS FAMOSOS, EDIÇÃO E

ADAPTAÇÃO DE EDUARDO SAN MARTIN

A CrôNICA HISTórICA DAS FAÇANHAS ENSANDECIDAS de 19 entre

os maiores piratas. Do autor deste livro não restou uma única pista

biográfica confiável. O livro, aliás, já foi até creditado a Daniel Defoe,

o autor de robinson Crusoe. Mais uma vez, E. San Martin, com a

agilidade do jornalista e a curiosidade infatigável do pesquisador,

tornou acessível para a língua portuguesa – não só traduzindo, mas

recontando – uma literatura documental só acessível em pesados

volumes originais. Nela, inimigos públicos abrem a alma severa e

sem ilusões para retratar um tempo onde, ao invés de peixes, só

lobos pareciam viver no mar.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 432 págs. | ISBN: 85-7421-096-X

NÁUFRAGOS:

HISTÓRIAS DA

ERA DOS

DESCOBRIMENTOS,

EDUARDO SAN

MARTIN

EPISóDIOS DA VIDA DE

PEQUENOS MArINHEIrOS

quase anônimos, de aventureiros

renascentistas sem

maior distinção, que se

dedicaram ao desbravamento

de novos mundos fazendo o

trabalho braçal da expansão

dos impérios europeus. São

histórias comoventes que

retratam o cotidiano das

navegações numa época em

que navegar era uma aventura

pelo desconhecido e exigia

sangue frio e muita coragem.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

16 X 23 cm | 256 págs.

ISBN: 978-85-7421-010-0

A VIAGEM DO

PIRATA RICHARD

HAWKINS:

HISTÓRIA AUTêNTICA

DA ERA DOS

DESCOBRIMENTOS,

EDUARDO

SAN MARTIN

rELATO DE VIAGEM

rENASCENTISTA, verídico,

em nova e cuidada versão,

este livro recupera e reconta

fatos extraordinários. O texto,

extraído das anotações de

richard Hawkins, corsário

inglês, mantém o sabor original

da realidade impiedosa

dos saques, das conquistas e

das batalhas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

16 X 23 cm | 440 págs.

ISBN: 85-7421-110-9


58

OUTROS TÍTULOS

Vencedor do Prêmio

AGES Livro do Ano 2011 –

Associação Gaúcha de

Escritores / Categoria

Narrativa Longa

Acervo Complementar

São Paulo 2012

AURUM DOMINI – O OURO DAS

MISSÕES, SIMONE SAUERESSIG

ESTA É A HISTórIA DE ADÉLIA E CHICO.

Ela, filha de comerciantes de São Leopoldo;

ele, índio-mestiço, órfão, criado e educado

por padres da região das Missões. Ligação

improvável, entretanto completamente verossímil

na envolvente narrativa de Simone

Saueressig. O romance traz a agilidade e a

criatividade narrativa das lendas que constituem

parte do patrimônio cultural do rio

Grande do Sul e revela seriedade e competência

na construção dos personagens, no

tratamento da linguagem, nas atitudes e

comportamentos que se devem esperar de

pessoas situadas nos campos rio-grandenses

do século XIX.

A autora Simone Saueressig nasceu em

Campo Bom, rS e mora em Novo Hamburgo.

Estreou na Literatura em 1987 e em 1988

foi finalista do Prêmio Nestlé de Literatura,

com o livro A Pedra Mágica. Tem vários

títulos publicados para o público infantil e

juvenil como A Noite da Grande Magia Branca

e A Estrela de Iemanjá (Editora Cortez) e A

Fortaleza de Cristal (L&PM Editores), finalista

do Prêmio Tibicuera de 1994. Na década

de 90, publicou contos infantis no jornal Ya,

de Madri (Espanha). Em 2003, conquistou o

1º lugar no concurso Leia Comigo, da FNLIJ

e o 1º lugar no concurso Museus: Mundos

Imaginários, promovido pelo Museu Imperial

de Petrópolis - rJ.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

16 X 23 cm | 240 págs. | ISBN: 85-7421-183-1

LENDAS DO SUL, SIMÕES LOPES NETO

PUBLICADO PELA PrIMEIrA VEZ EM 1913, Lendas do sul tornou-se,

com o passar do tempo, o documento literário por excelência do

folclore sul-rio-grandense. São 17 lendas que contemplam, além do

sul do Brasil, personagens e histórias do imaginário mítico do centro

e do norte brasileiros. Acompanham as lendas estudo crítico e notas

explicativas, que ajudam o leitor a compreender os enigmas do autor

e de sua obra.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 13 X 21 cm | 160 págs. | ISBN: 85-7421-079-x

CONTOS GAUCHESCOS, SIMÕES LOPES NETO

CONTOS GAuCHESCOS É OBrA PrIMA DO CONTO BrASILEIrO. As

narrativas, plenas de humanidade, não tratam de grandes feitos,

nem os personagens são tipos heroicos; são histórias da vida comum

de pessoas simples, por vezes presas a uma existência marcada por

acontecimentos violentos: as guerras que assolaram o rio Grande do

Sul, o isolamento, as mudanças que marcaram a época e a vida de

quem vivia no campo. Nessa edição os contos vêm acompanhados

de notas de vocabulário que ajudarão o leitor contemporâneo a

penetrar com mais segurança pelos caminhos da narrativa simoniana.

Uma breve apresentação e resumos comentados de cada um dos

contos iluminam a leitura e auxiliam a compreensão.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 14 X 21 cm | 200 págs. | ISBN: 978-85-7421-156-5

O autor Simões Lopes Neto nasceu em Pelotas, em 1865. Descendia

de estancieiros e passou a infância na campanha. Aos onze anos perdeu

a mãe e foi estudar na cidade. Dois anos depois viajou ao rio de

Janeiro para cursar Humanidades. Em 1882 retornou à terra natal

onde trabalhou como despachante, corretor, funcionário público e

jornalista. Passou por diversas redações, chegando a dirigir um jornal.

Cancioneiro guasca, de 1910, é sua estréia em livro. Dois anos depois,

a obra-prima Contos gauchescos, e no ano seguinte, Lendas do sul.

Postumamente foram publicados Casos do Romualdo e Terra gaúcha.

59


Acervo Complementar

São Paulo 2012

A QUINTESSêNCIA DO DESASSOSSEGO,

FERNANDO PESSOA

A.S. FrANCHINI E CArMEN SEGANFrEDO, organizadores desta

coletânea, apresentam aqui algumas das reflexões mais originais e

instigantes extraídas do Livro do Desassossego. Elas surgem como uma

espécie de “súmula aperitiva” da obra original, e que outro objetivo

não tem senão o de dar ao leitor iniciante uma noção quintessenciada

da genialidade deste pensador incomparável. “Quero que a leitura

deste livro vos deixe a impressão de terdes atravessado um pesadelo

voluptuoso”. É sob esta invocação provocante do próprio autor

que o leitor deve ingressar na leitura deste livro – um manancial

originalíssimo de ideias que, para muitos, haverá de converter-se em

livro de cabeceira.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 152 págs. | ISBN: 978-85-7421-140-4

POEMAS SELECIONADOS, FERNANDO PESSOA

ELE-MESMO E HETERÔNIMOS

TrATA-SE DE UMA SELEÇÃO DE POEMAS de Fernando Pessoa elemesmo

e de seus heterônimos completos, Alberto Caeiro, ricardo

reis e Álvaro de Campos. Aclamado pela crítica como um dos maiores

poetas da Língua Portuguesa, comparado a Camões, sua genialidade

revela-se sobretudo na criação desses heterônimos, personalidades

poéticas completas criadas por Pessoa e através das quais o poeta

produziu vasta obra, além da produção atribuída a ele próprio, o

ortônimo, ou Pessoa ele-mesmo.

Poemas selecionados quer ser porta de entrada para aqueles que

pouco conhecem a obra desse grande poeta e também mais uma

possibilidade de contato com a palavra pessoana para aqueles que,

conhecedores da obra, têm o desejo de renovar sempre e mais uma

leitura que jamais se esgota.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 152 págs. | ISBN: 978-85-7421-167-1

O autor Fernando Pessoa (1888-1935) nasceu na cidade de Lisboa,

Portugal. Morreu na mesma cidade, aos 47 anos, de complicações

hepáticas. Aclamado pela crítica como um dos maiores poetas da

Língua Portuguesa, comparado a Camões, sua genialidade revela-se

sobretudo na criação dos heterônimos — Álvaro de Campos, ricardo

reis e Alberto Caeiro —, personalidades poéticas completas, através

das quais o poeta criou vasta obra, além da produção atribuída a ele

próprio, o ortônimo, ou Pessoa ele-mesmo. O Livro do Desassossego,

um de seus trabalhos mais profundos e originais, é atribuído a

Bernardo Soares, considera-do semi-heterônimo de Pessoa por

parecer-se muito com ele.

CONTOS,

MACHADO DE ASSIS

ESSA EDIÇÃO TrAZ TrÊS

CONTOS EXEMPLArES de

Machado de Assis: Capítulo

dos chapéus, 1884; O caso da

vara, 1889; e Pai contra mãe,

1906. Acompanha estudo

crítico de Altair Martins,

escritor, professor e mestre

em Literatura Brasileira, que

contextualiza as histórias,

guiando o leitor e propondo

possibilidades para uma

leitura mais qualificada.

O autor Machado de Assis

(1839-1908) representa a

maior revolução literária

do Brasil. Foi o primeiro

intelectual brasileiro que

não teve origem burguesa

– ao contrário, mulato,

ele descendia de camadas

humildes. Foi fundador

e primeiro presidente da

Academia Brasileira de

Letras. Na opinião maciça

da crítica, é o maior vulto de

nossa literatura, tornando-se

um escritor completo.

Transitou em todos os

gêneros literários da época,

destacando-se no conto, no

romance e na poesia.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 14 X 21 cm

88 págs. | ISBN: 978-85-7421-157-2

EM MARES NUNCA

NAVEGADOS,

A.S. FRANCHINI E

CARMEN SEGANFREDO

OS LuSíADAS, DE CAMÕES, é um clássico

cada vez mais estudado. E, no

entanto, nem sempre lido. Em mares

nunca navegados é a forma fiel que os

autores encontraram para “traduzir”

Os lusíadas. Uma narrativa ágil e atual

que reconta cena a cena a travessia

dos portugueses pelos mares bravios.

Personagens fantásticos, mitológicos.

Batalhas enfurecidas. A saga movimentada

dos navegadores lusitanos

em luta contra humanos e também

contra deuses. Um prodígio de feito,

tanto no plano da História (as aventuras

e desventuras de um povo conquistador)

quanto no plano literário.

Os autores Carmen Seganfredo

(1956) é bacharel em Letras e tradutora.

A.S. Franchini (1964) é formado

em Direito e também é tradutor.

Traduziram Ambrose Bierce, robert

Louis Stevenson e Charles Dickens,

entre outros. Pela Artes e Ofícios

também organizaram uma seleção

de pensamentos extraídos do Livro

do desassossego, de Fernando Pessoa,

publicados sob o título A quintessência

do desassossego e são escritores de alguns

dos títulos da série de Mitologia

e Lendas.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 14 X 21 cm

200 págs. | ISBN: 978-85-7421-097-1

61


62

APOIO A PAIS E PROFESSORES

A DANÇA DAS PALAVRAS:

POESIA E NARRATIVA PARA

PAIS E PROFESSORES, CELSO

GUTFREIND

EM SUA APrESENTAÇÃO, o psicanalista

Abrão Slavutzky avisa: “A Dança das Palavras

versa sobre as graças e desgraças do ser

humano, revestidas com humor e compaixão”.

São 39 capítulos com poemas, narrativas e

ensaio, tudo voltado para pais e professores,

mas, esclarece o autor, sem oferecer conselhos

ou autoajuda. O conteúdo, lembra Celso, foi

pensado a partir da tentativa de entrar no

ponto de vista dos cuidadores. Walter Benjamin,

Alice ruiz, João Cabral de Melo Neto,

Cortázar, Cecília Meirelles e Martinho da Vila

aparecem em epígrafe nas histórias em que

o autor discorre sobre bullying, bifês a quilo,

amizade, troca de insultos entre jogadores

de futebol, medo, a música Disparada de

Geraldo Vandré, força e fraqueza entre

outros temas.

O autor Celso Gutfreind Nascido em Porto

Alegre, Celso Gutfreind é escritor, psiquiatra

e psicanalista e pós-doutor em Psiquiatria da

Infância e da Adolescência pela Universidade

Paris. Foi escritor residente do Clube de

Editores Ledig House em Nova Iorque. Pela

Artes e Ofícios, lançou Grilos, A almofada

que não dava tchau (Prêmio da Associação

Gaúcha de Escritores), O terapeuta e o lobo e

Domingo para sempre e outras histórias sobre

nunca mais. Tem textos traduzidos para

francês, inglês e espanhol.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

16 X 23 cm | 240 págs. | ISBN: 85-7421-183-1

DEZ PASSOS PARA A REDAÇÃO NOTA DEZ,

SÉRGIO VIEIRA BRANDÃO

4ª ed. – Conforme Novo Acordo Ortográfico

PASSO A PASSO, o autor, também professor, revela a natureza de

uma boa redação, os segredos e macetes de um texto de qualidade, o

caminho que leva até o coração da mais eficiente comunicação verbal.

O autor Sérgio Vieira Brandão é professor, assessor de educação

e escritor. Colabora com a imprensa, escrevendo artigos sobre educação

e promovendo a prática da leitura e da escrita.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 128 págs. | ISBN: 85-7421-116-8

INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS, RICARDO RUSSO

Ed. atualizada – Inclui capítulo sobre Novo Acordo Ortográfico

A PrOPOSTA DESSE LIVrO do professor Antônio ricardo russo

é apresentar àqueles que se preparam para o ENEM ou outros

concursos algumas armadilhas que poderão encontrar nas questões

que lhe serão apresentadas e mostrar-lhes de que forma poderão

vencê-las. Nessa segunda edição, o livro vem com novos exercícios,

novos textos e um capítulo especial sobre o Novo Acordo Ortográfico.

O autor Antônio Ricardo Russo é licenciado em Letras e em Jornalismo

pela PUC/rS. Atualmente leciona em cursos de preparação

para vestibular e ENEM em escolas de Porto Alegre e Florianópolis.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 16 X 23 cm | 168 págs. | ISBN: 85-7421-116-9

PAIS E FILHOS CONECTADOS, VALÉRIA PORTELLA

PAIS E FILHOS CONECTADOS traz dicas de segurança, diversão e bom

uso da internet para os pais que têm dúvidas sobre o bem – ou o

mal – que as aventuras pelo ambiente virtual podem causar. Numa

linguagem ágil, leve e bem humorada, a autora revela que, além de

divertido e prazeroso, sentar diante da telinha com as crianças pode

ser um momento de aprendizado e convivência. Para ambos.

A autora Valéria Portella nasceu em Porto Alegre e é publicitária.

Morou 12 anos em São Paulo onde trabalhou como redatora em

agências de publicidade. Em 2003 criou o blog Linkbrink com dicas

de sites de qualidade para os pais indicarem aos seus filhos. O blog

foi o que inspirou este livro.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS: 14 X 21 cm | 112 págs. | ISBN: 978-85-7421-151-0

63


64

PROFESSOR, INFORME-SE

SOBRE O DIVULGA LEITURA.

O DIVULGA LEITUrA É UM PrOGrAMA DE INCENTIVO à formação de leitores que tem

como objetivo estabelecer parcerias com escolas, prefeituras e instituições que buscam a

promoção da leitura.

Através dessa parceria, a editora viabiliza a capacitação de professores para o trabalho

criativo com o livro, motivando-os para a elaboração de projetos de leitura, e

oportuniza o contato dos leitores com os escritores, levando-os até a escola ou município

após a realização do trabalho com seus livros.

Além das dicas deste catálogo, nosso setor de divulgação escolar também disponibiliza

roteiros de leitura de diversos títulos, produzidos por especialistas da área, para

serem trabalhados em sala de aula com os seus alunos.

ENTRE EM CONTATO E SAIBA MAIS:

divulgaleitura@arteseoficios.com.br

( 51 3311 0832

www.arteseoficios.com.br/divulgaleitura

http://twitter.com/arteseoficios

PROJETO GRÁFICO E EDITORAÇÃO Juliana Dischke

More magazines by this user
Similar magazines