Artes e Ofícios Editora | Catálogo Infantil e Juvenil, 2012 / 2013

antonio.luzzatto

Desde 2005, a Artes e Ofícios vem construindo seu catálogo infantil e juvenil de forma mais sistemática, tendo como elemento norteador a importância da formação de leitores. Produzir livros com qualidade literária para a criança e o jovem, abordando temas de interesse desse público é o objetivo principal da Artes e Ofícios. A seleção de textos, a decisão pelo formato, pelo projeto gráfico mais instigante e a escolha do ilustrador são pontos fundamentais para que o produto livro chegue às mãos do leitor como um objeto que, desde a capa, provoca o desejo da leitura.
Para saber mais, entre em contato com a Artes e Ofícios: divulgaleitura@arteseoficios.com.br ou acesse o site www.arteseoficios.com.br

O ilustrador Joãocaré nasceu em Porto Alegre.

Viveu muitos anos em Berlim e desde 2008

divide-se entre o Brasil e a Alemanha. Já foi

grafiteiro. É ilustrador e músico. Para a Artes

e Ofícios ilustrou e criou, junto com Juliana

Dischke, o projeto gráfico para o livro De carona,

com nitro, de Luís Dill – finalista do Prêmio

Açorianos na categoria – e também para O Outro

Passo da Dança, de Caio riter.

Dica para o professor: O livro leva o aluno a refletir

sobre a importância da presença paterna durante

a infância, situação rara no dias de hoje, quando

boa parte das famílias tem formação diferente da

tradicional. São grupos formados apenas pela mãe ou

pelo pai, com a presença de madrastas ou padrastos,

os irmãos que não são irmãos, e ainda as uniões

homoafetivas, uma realidade cada vez maior e que

precisa ser discutida. Convide os alunos a escrever

sobre a sua experiência familiar, como se sente dentro

dessa estrutura, o que é bom, o que é ruim, o que

gostaria que fosse diferente. Depois da leitura, peça

que eles façam uma comparação da sua história com

a dos meninos Lucas e Daniel. Esse resultado pode ser

dividido com os colegas num pequeno seminário.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

14 X 21 cm | 112 págs. | ISBN: 978-85-7421-201-2

ARCA DE HAICAIS, LUÍS DILL

Indicação de leitura: pré-leitor até 6/7 anos

A PRIMEIRA VEZ QUE EU VI

MEU PAI, MÁRCIA LEITE

Indicação de leitura: a partir de 10/11 anos

HAICAI É UM TIPO DE POESIA que teve origem no

Japão, e suas características mais importantes são

a objetividade e a concisão. Luís Dill criou haicais a

partir da observação de pequenos e grandes animais.

O resultado foi uma verdadeira arca (como

aquela de Noé), onde habitam bichos de todos os

NUM DIÁLOGO MUITO BEM CONSTrUíDO, dois

jeitos e tamanhos. Arca de haicais é um livro que

garotos vão falando da presença ou ausência

brinca com a imaginação das crianças e propõe um

do pai em suas vidas. Um deles, Dani, sonhou a

jogo de rimas muito divertido, bem apropriado

vida inteira em ter o pai por perto, segurar sua

para crianças pequenas e também para as que

mão, vê-lo presente nas apresentações da escola;

estão em fase de alfabetização.

34

o outro, Lucas, só deseja que o pai desapareça,

que o deixe em paz ao lado da mãe e do irmão.

Texto forte, contundente e, ao mesmo tempo,

extremamente lírico, que levará os leitores

sensíveis a reflexões necessárias.

Acervo Inicial

São Paulo 2012

O autor Luís Dill nasceu em Porto Alegre em

abril de 1965. É formado em Jornalismo pela

PUC-rS. Atualmente trabalha na rádio FM Cultura.

Tem mais de 20 livros publicados. Pela

Artes e Ofícios, publicou Letras finais, finalista do

35

A autora Márcia Leite é paulista e vive em

Jabuti 2006, selecionado pelo programa Minha

São Paulo. Escreve para crianças e jovens a mais

Biblioteca da Prefeitura de São Paulo em 2008 e

de 20 anos.

2009 e PNBE 2009; Castelo de areia, selecionado

para o Catálogo da Feira de Bolonha 2007; De

carona, com nitro, vencedor do Prêmio Açorianos

de Literatura 2009; Do coração de Telmah, finalista

do Jabuti 2010 e selecionado pelo PNBE

2011; e ainda a Série Quilate: A caverna dos

diamantes, Olhos de rubi e A noite das esmeraldas.

A ilustradora Martina Schreiner é designer e

realiza trabalhos na área há alguns anos. Para

a Artes e Ofícios ilustrou os livros O tesouro iluminado,

Caio riter; Domingo para sempre e outras

histórias sobre nunca mais, Celso Gutfreind; Bola

de sebo, Guy de Maupassant, e é responsável

pelo projeto gráfico e capa do livro Histórias de

princesas e príncipes (e de sapos também).

Dica para o professor: Faça, com as crianças, uma lista

dos bichinhos que não estão no livro e estimule-os a

criar outros e novos haicais.

INFOrMAÇÕES TÉCNICAS:

21 x 21 cm | 32 págs. | ISBN: 978-85-7421-178-7

More magazines by this user
Similar magazines