Mapa reduzido do caminho - Programa Caminha São Paulo

caminhasaopaulo.com.br

Mapa reduzido do caminho - Programa Caminha São Paulo

Peruíbe (17 km)

PórtICO ELEtrôNICO

1º Pórtico: Mercado de Peixes (Km 0)

av. Beira Mar, esquina com av. Padre anchieta

•Peruíbe

ELEMENtOS HIStórICOS

• Pia batismal colonial, em pedra de granito, atualmente

localizada para visitação no Paço Municipal

• “Porto Secreto” de Pero Correia, na ilha de Guaraú

• Ruínas do Abarebebê

Itanhaém (23 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

2º Pórtico: Posto da Guarda Municipal (Km 25)

Av. Mário Covas Júnior, 651 - Orla da Praia do Cibratel II

3º Pórtico: Praça Narciso de Andrade (Km 31)

Rua Cunha Moreira - Centro Histórico

ELEMENtOS HIStórICOS

• Cama de Anchieta

• Imagem de Nossa Senhora da Conceição, situada na

Igreja do alto do Morro do Convento

• Igreja Matriz de Santa´Ana

• Monumento de Anchieta, na Praça Narciso de Andrade

• Painéis de Anchieta, no Morro da Caixa D´Água

• Pocinho de Anchieta

• Púlpito de Anchieta

•Itanhaém

Praia do CeNTro

Praia do GuaraÚ

Praia de iTaNHaÉM

•Mongaguá

Mongaguá (18 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

4º Pórtico: Plataforma de Pesca Marítima Amadora (Km 43)

Av. Governador Mário Covas Júnior, 10.181 - Agenor de Campos

5º Pórtico: Poço das Antas (Km 54)

Rua das Cascatas, s/nº - Balneário Pedreira

São

Vicente

•Praia Grande

Praia do CeNTro

ELEMENtOS HIStórICOS

• Adeias Indígenas Itaóca e Aguapeú

• Poço das Antas

Praia Grande (28 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

6º Pórtico: Centro Cultural Vivencia Ocian (Km 73)

Av. Presidente Castelo Branco, s/nº - Cidade Ocian

7º Pórtico: Portinho (Km 83)

R. Paulo Sergio Garcia, 18.531 - Tude Bastos (Sitio do Campo)

ELEMENtOS HIStórICOS

• Capela Nossa Senhora da Guia

• Portinho

Cubatão (17 km)

PórtICO ELEtrôNICO

21º Pórtico: Largo do Sapo

Praça Coronel Joaquim Montenegro

ELEMENtOS HIStórICOS

• Cruzeiro Quinhentista

• Igreja Nossa Senhora da Lapa, edificada sobre a

extinta Fazenda dos Jesuítas

•Cubatão

CaNTo do ForTe

•Santos

•Guarujá

eNseada

•Bertioga

São Vicente (4 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

8º Pórtico: Biquinha de Anchieta (Km 87)

Praça 22 de janeiro, s/nº - Praia do Gonzaguinha

9º Pórtico: Posto de Informações Turísticas (Km 90)

Av. Ayrton Senna da Silva (em frente à Av. Presidente Wilson)

Praia BraNCa

ELEMENtOS HIStórICOS

• Biquinha de Anchieta

• Porto das Naus

• Ruínas do primitivo colégio dos jesuítas,

a primeira escola do Estado de São Paulo,

no Morro dos Barbosas

Santos (6 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

10º Pórtico: Aquário Municipal de Santos (Km 95)

Av. Bartolomeu de Gusmão, s/nº (Praça Ver. Luiz La Scalla) - Ponta da Praia

22º Pórtico: Outeiro de Santa Catarina (rota alternativa)

Rua Visconde do Rio Branco, 48 - Centro

ELEMENtOS HIStórICOS

• Outeiro de Santa Catarina

• Prédio da Alfândega, antigo Colégio dos Jesuítas

• Ruínas do Engenho São Jorge dos Erasmos, na

divisa com a cidade de São Vicente

sÃo LoureNÇo

São Sebastião (84 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

15º Pórtico: Capela Sagrado Coração de Jesus

(Km 205)

Av. Walkir Bergani / Rio-Santos Km 169 - Boiçucanga

16º Pórtico: Centro de Informações Turísticas

(Km 245)

Av. Altino Arantes, 174 - Centro Histórico

O c e a n o A t l â n t i c o

• Praia de Boiçucanga

ELEMENtO HIStórICO

Guarujá (43 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

11º - Pórtico: Secretaria Municipal de Turismo (Km 107)

Av. Mal. Deodoro da Fonseca, 723 - Pitangueiras

12º - Pórtico: Associação dos Pescadores da Praia

do Perequê (Km 121)

rodovia ariovaldo de almeida Viana, s/nº

(orla da Praia do Perequê)

ELEMENtOS HIStórICOS

• Ermida de Santo Antonio do Guaibê

• Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande

•Caraguatatuba

São Sebastião

Maresias

Um caminho de contemplação, história e fé

PorTo NoVo

•Ilhabela

Caraguatatuba (31 Km)

PórtICO ELEtrôNICO

18º Pórtico: Secretaria de Turismo (Km 300)

Praça Diógenes Ribeiro de Lima, 140 - Centro

• Rio Juqueriquerê

ELEMENtO HIStórICO

PoNTa

das CaNas

Ilhabela (27 Km)

PórtICO ELEtrôNICO

17º Pórtico: Vila (Km 264)

Rua Dr. Carvalho, 80 - Centro

ELEMENtOS HIStórICOS

• Praia de Ponta das Canas

• Igreja Matriz de Nossa Senhora D´Ajuda

Bertioga (39 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

13º - Pórtico: Forte São João (Km 140)

Rua Vicente de Carvalho, s/nº - orla da Praia da Enseada (próximo à balsa)

14º - Pórtico: Riviera de São Lourenço (Km 155)

Avenida Riviera - Praça SIV - acesso à praia pela avenida principal.

ELEMENtOS HIStórICOS

• Forte São João

• Parque dos Tupiniquins

• Reserva Indígena Guarani do Rio Silveira,

situada na divisa com São Sebastião

•Ubatuba

Praia do Cruzeiro

Praia GraNde

Ubatuba (49 km)

PórtICOS ELEtrôNICOS

19º Pórtico: Cruz de Maranduba (Km 327)

Rua da Cruz - Praia de Maranduba

20º Pórtico: Praia de Iperoig / Cruzeiro (Km 370)

Praça de Eventos - Centro

ELEMENtOS HIStórICOS

• Ilha de Anchieta

• Praia do Cruzeiro, antiga Praia do Iperoig

• Local de cativeiro de Anchieta, entre “o rio

grande e a colina”

O

NO

SO

L E G E N d a S

• Cidades

Praias

elementos históricos

Pórticos eletrônicos

rota principal

rota alternativa

rotas opcionais

rotas naturais

N

S

NE

SE

L

Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo | Conteúdo Editorial e Fotos: Assessorias de imprensa das cidades citadas | Design Gráfico: Cassio & Bueno Editora Ltda | Setembro 2011


N

S

N

SO

NO

Diz o dicionário que caminhar é, entre outros,

avançar com sucesso, conhecer, progredir, evoluir.

A rota pedestre “Passos dos Jesuítas

–anchieta”, organizada pela Secretaria de Turismo

do Estado de São Paulo, propõe a redescoberta das

riquezas naturais, históricas, culturais, religiosas e

monumentais de cidades do Litoral Paulista de um

jeito diferente e todo especial: a pé!

Contemplativo por natureza, o caminho

reproduz os passos da presença jesuítica na região

na metade do século XVI, marcada sobretudo pela

ação catequista e desbravadora de Padre Anchieta.

São 13 municípios, num total de 360 km de

muita beleza, história e fé. “Passos dos Jesuítas

– anchieta” é um convite ao caminhar e, ao

mesmo tempo, a conhecer uma das mais belas e

acolhedoras regiões do Estado de São Paulo.

Anchieta deixou seus versos, que tal você deixar

suas pegadas em nossas areias?

www.caminhasaopaulo.com.br

O

PErUÍBE

CUBatÃO

ILHaBELa

Um pouco da cidade

É um charme só. Abriga grande parte da Estação Ecológica

Juréia-Itatins e conta com 39 km de praias, além de rios,

cachoeiras, atrativos históricos e culturais e muitas opções

de lazer.

Você não pode deixar de visitar

Ruínas no Abarebebê – Não custa lembrar que as ruínas

estão na rota principal do Passos dos Jesuítas – Anchieta. O

lugar tem uma energia diferente. É um patrimônio histórico

do século XVI que retrata a catequização indígena na

região.

Aquário Municipal - Conta com 19 recintos que

representam diferentes ecossistemas aquáticos.

Boulevard - Amplo calçadão no centro comercial e de lazer

onde se realizam eventos artísticos.

Colônia Veneza - Abriga a 1ª Capela de Mosaicos do Brasil,

com mosaicos e esculturas em troncos de árvores

Praia do Guaraú - A 8 km do Centro, possui costão rochoso

e rio que desemboca no mar. Ideal para passeios de canoa,

barco ou escuna.

Um pouco da cidade

É entre os municípios de toda a região um dos que possui maior

potencial ecoturístico, além de manter preocupação com a

recuperação ambiental e possuir parques ecológicos, atrativos

históricos e culturais. Não dá para deixar de mencionar o seu

pólo industrial, sempre indutor do desenvolvimento.

Você não pode deixar de visitar

Caminho do Mar – Calçado com macadame em 1913,

pavimentado em concreto em 1925, foi por muito tempo o principal

caminho entre são Paulo e o litoral.

Calçada do Lorena – Primeira estrada pavimentada do Brasil e a

mais importante na época por mudar a rotina dos tropeiros,viajantes

e comerciantes, agilizando os negócios.

Cruzeiro Quinhentista – Homenagem à chegada dos portugueses

ao litoral, no entroncamento das primeiras ligações

entre o planalto e o litoral, possui azulejos pintados à mão com

figuras dos desbravadores.

Largo do Sapo – Os padres jesuítas dominavam grande parte

das terras que margeiam o rio Cubatão e conseguiram, inclusive,

o arrendamento da Passagem do Cubatão (atual Praça Coronel

Joaquim Montenegro), onde fica o largo.

Um pouco da cidade

Pesquisas arqueológicas realizadas pelo Projeto Arqueológico

de Ilhabela identificaram no território do município 14 sítios

arqueológicos pré-coloniais, ou seja, locais que foram ocupados por

seres humanos antes de 1500. Somada à riqueza histórica, Ilhabela

é um convite ao caminhar ou navegar, ao estar entre o mar e a

floresta, ao admirar a fauna e flora da Mata Atlântica, ao mergulhar

na natureza e ver todas as cores e sabores que ela oferece.

Você não pode deixar de visitar

Centro histórico e comercial, conhecido como Vila - É o centro

histórico e comercial de Ilhabela e local onde o povoado se formou.

A Vila é encantadora com a sua mistura do antigo e do moderno.

Seus prédios históricos que conservam traços dos períodos colonial

e imperial se fundem com deliciosos restaurantes, charmosos cafés,

livrarias, biblioteca, lojas de artesanato caiçara e shopping em geral.

Além disso, também estão na região as construções mais antigas

do município, como a Igreja Matriz Nossa Senhora D’Ajuda e Bom

sucesso, a antiga Cadeia e Fórum, a Colônia de Pescadores, a

Casa de Cultura e o píer, atual receptivo de navios.

Santuário Ecológico Ilha das Cabras - Criado em 1992, por

abrigar uma rica e frágil comunidade de animais marinhos, o

Santuário estende-se da praia das Pedras Miúdas, em frente à Ilha

das Cabras, até a praia do Portinho. O mergulho de snorkel ou

cilindro permite a contemplação de grande variedade de cardumes,

corais, estrelas do mar, anêmonas e uma infinidade de outras

formas de vida multicoloridas.

Parque Municipal das Cachoeiras - No parque encontra-se a

antiga usina da CesP, o Viveiro Municipal aroeira e algumas trilhas

de fácil acesso que se destacam por levar à duas cascatas de

quase 30 metros de altura que são verdadeiros tesouros.

ItaNHaÉM

SaNtOS

CaraGUatatUBa

Um pouco da cidade

Pedra que canta ou pedra que chora? Há uma certa polêmica

em relação ao real significado do nome. Independente disso,

Itanhaém encanta. São 26 km de praias, baías, pequenas

enseadas e costões rochosos. Possui também atrativos

históricos, culturais, rurais e religiosos importantes, além de

belas ilhas.

Você não pode deixar de visitar

Casario Colonial – Fica no Centro de Itanhaém e contemplá-lo

provoca uma certa nostalgia.

Morro Sapucaitava - Localizado próximo ao Iate Clube, no

bairro Praia do Sonho, é um dos principais locais escolhidos

para realização de trilhas ecológicas. No local, encontra-se vasta

quantidade e diversidade da flora da Mata Atlântica sob direta

influência marítima, além de uma fauna também bastante rica.

Praia dos Pescadores - A Prainha tornou-se Praia dos

Pescadores. É um dos locais mais divulgados da cidade, pois

tem seu panorama ligado à telenovela “Mulheres de Areia”, em

sua primeira versão, transmitida pela extinta TV Tupi de São

Paulo, durante os anos de 1974-75.

Cama de Anchieta – Uma das formações rochosas mais

espetaculares de Itanhaém. Conta a tradição que quando

Anchieta permanecia em missão na cidade gostava de sentarse

e deitar-se no lugar para meditar, rezar ou simplesmente

descansar.

Um pouco da cidade

Reúne história, cultura e as belezas da Mata Atlântica. Em seus 6 km

de praia abriga o maior jardim de praia do mundo, além de ser uma

das principais rotas de cruzeiros marítimos e de possuir um dos mais

completos complexos de eventos do Brasil. É bela, cordial, esportiva e

segura.

Você não pode deixar de visitar

Bolsa Oficial de Café – Criado em 1922 para abrigar a principal Bolsa

de Café e Mercadorias do mundo, o prédio, com cerca de 6 mil m², é

considerado um dos mais belos da cidade. A construção monumental,

com mais de 200 portas e janelas, abriga, desde 1998, o Museu do Café.

Linha Turística de Bonde - Com saídas da Praça Mauá, cinco

bondes e um reboque circulam pelas principais ruas e edifícios

do Centro Histórico, proporcionando uma verdadeira viagem ao

passado, em um roteiro de 5 km.

Santuário Santo Antonio do Valongo – a pedra fundamental do

santuário foi assentada em julho de 1640. Em estilo barroco, tem

fachada com um dos mais expressivos trabalhos do século XVIII e

importantes obras de arte.

Aquário Municipal - Segundo parque público em visitação no estado

de São Paulo (atrás apenas do Zoológico da capital), é lugar de

lazer, diversão, cultura e pesquisa, expondo centenas de espécies

raras e curiosas da fauna aquática de diversas partes do mundo.

são milhares de animais, de águas doce e salgada, que vivem em

seu habitat natural reconstituído. Na mesma praça que abriga o

Aquário está o Monumento à Anchieta.

Um pouco da cidade

Se você pensa em conhecer uma cidade que combina o azul do

mar e o verde da Mata Atlântica, seu destino é Caraguá. São 40

km de praias que agradam crianças, jovens e adultos. O nome de

cada praia, em tupi guarani, está ligado às condições naturais de

cada uma delas, como Tabatinga, que significa “terra branca” ou

Massaguaçu - grande massa de água.

Você não pode deixar de visitar

Morro de Santo Antônio - aqueles que apreciam a natureza

devem visitar o mirante. De lá, avista-se toda a enseada

formada por Caraguá e São Sebastião, tendo ao fundo

Ilhabela. Cercado também de religiosidade e fé, no alto do

morro localiza-se a estátua de Santo Antônio.

Lagoa Azul - Tranquila, a lagoa de água doce, contrasta

com as fortes ondas e o mar aberto, separados por bancos

de areia branca. É um dos principais atrativos da Praia do

Capricórnio.

Praia Martin de Sá - É a praia mais badalada , onde

barzinhos e quiosques, muitos com música ao vivo, disputam

a preferência dos visitantes. É vasta a oferta de passeios,

como ski-banana e de escuna, e inúmeras atividades

esportivas ar ar livre durante as férias, como aeróbica, futvôlei

e surf.

Fazenda de Mexilhões - A maior Fazenda de Mexilhões do

Estado de São Paulo fica na Praia da Cocanha. As atividades

são desenvolvidas por pescadores locais, que produzem em

torno de 8 mil toneladas por ano. É possível fazer passeios de

barco para conhecer o cultivo.

MONGaGUÁ

GUarUJÁ

UBatUBa

Um pouco da cidade

É naturalmente encantadora. Possui nada menos que

13 km de belas praias. Além de atrativos naturais, históricos,

culturais e rurais. Há, ainda, opções interessantes para a

prática de esportes náuticos e pesca.

Você não pode deixar de visitar

Poço das Antas - É um parque ecológico com piscinas de

água natural corrente, trilhas ecológicas e corredeiras. Há

quem garanta que por ali passaram os jesuítas, entre eles

Anchieta. Tem acesso fácil pela rodovia. Localiza-se apenas

a 600 metros do centro da cidade. O visitante pode desfrutar

dos quiosques, área de piquenique, sanitários e do comércio

local, além de apreciar sua rica fauna e flora.

Casa da Memória - A Casa da Memória, inaugurada em

2007, está em uma nova sede, de frente para o mar e com

fácil acesso pelas principais vias da cidade. o local possui

vasto acervo histórico de fotografias, documentos e objetos.

Os guias são capacitados e conhecem tudo sobre a história

da cidade.

Parque Turístico Ecológico A Tribuna - Fica em frente

à Plataforma de Pesca, na Avenida Mário Covas Júnior.

Viveiros com diversos tipos de pássaros, serpentário,

aquários e espaço para cursos e palestras são distribuídos

nos 5.500m2 de área do local.

Um pouco da cidade

Está localizada na Ilha de Santo Amaro. Com 22 km de praias que

agradam todos os gostos, além de atrativos históricos e culturais,

conta ainda com diversas opções de esportes náuticos e lazer.

Destaque para um paraíso chamado Prainha Branca, literalmente um

pedacinho do céu ao alcance de nossos pés.

Você não pode deixar de visitar

Ruínas da Ermida de Santo Antonio do Guaibê – a Capela do

século XVI é encontrada na região próxima à armação das Baleias

feita de pedra e óleo de baleia. Atualmente em ruínas, é tida como

capela quinhentista de Santo Antônio, construída por José Adorno,

freqüentada pelo Padre anchieta que nela haveria rezado missas e

catequizado índios. O cruzeiro de pedra do século XVI pertencente

à Ermida, encontra-se no Museu Paulista (Museu do Ipiranga) na

cidade de são Paulo.

Ilha do Arvoredo – A ilha do arvoredo está localizada em frente à

praia de Pernambuco, a 1,6 km da costa. Com uma área de 36 mil

metros quadrados, a ilha serve de palco para pesquisas ecológicas e

científicas.

Fortaleza da Barra Grande - Está localizada entre a praia do Góes

e Santa Cruz dos Navegantes. Foi erguida durante a unificação das

coroas portuguesa e espanhola (1580-1640), mais precisamente

em 1584. Está edificada sobre um esporão de rochoso em frente

ao estuário de santos. Tem suas paredes e muralhas espessas

construídas com grandes blocos de pedra, óleo de baleia e cal de

sambaqui. A Fortaleza também faz parte do Programa Caminha São

Paulo – Passos dos Jesuítas-Anchieta por ter recebido visitas do

Padre José de Anchieta e por hoje abrigar uma imagem do beato.

Um pouco da cidade

Fundada em 28/10/1637 sob o nome de Vila da Exaltação da

Santa Cruz de Ubatuba, foi palco do primeiro tratado de paz no

continente americano, a Paz de Iperoig no ano de 1563, entre

os portugueses e a Confederação dos Tamoios. em sua área

encontram-se as mais belas paisagens naturais. São mais de

70 praias, além de ilhas, cachoeiras e uma floresta exuberante.

O Parque Estadual da Serra do Mar no Núcleo Picinguaba e o

Parque Estadual da Ilha Anchieta colaboram na preservação da

rica Mata Atlântica que ainda existe na região.

Você não pode deixar de visitar

Projeto TAMAR - depois de Fernando de Noronha e da Praia

do Forte, Ubatuba é a terceira base mais importante do projeto.

Nos tanques há tartarugas-cabeçudas, olivas, verdes e de

pente, as quatrs espécies presentes no litoral brasileiro.

Praia do Cruzeiro - Os padres jesuítas José de Anchieta

e Manoel da Nóbrega chegaram à região com a missão de

pacificação. Na ocasião, Anchieta tornou-se prisioneiro dos

mesmos, permanecendo em Ubatuba por quatro meses.

Enquanto isso, o padre Manoel da Nóbrega voltava a São

Vicente para finalizar o tratado denominado "Paz de Iperoig",

que seria firmado em 14 de setembro de 1563. Foi nessa época

que Anchieta escreveu o Poema à Virgem Maria na praia de

Iperoig (atual Cruzeiro), constituído de 5.732 versos.

Praia de Itamambuca - Itamambuca é uma das mais

preservadas praias de Ubatuba. Famosa por suas excelentes

ondas para o Surf, também proporciona uma excelente

oportunidade para o ecoturismo pela Mata atlântica preservada.

PraIa GraNdE

BErtIOGa

Ponta das Canas

Cruzeiro Quinhentista

Um pouco da cidade

Uma cidade em constante evolução. Essa é, sem dúvida,

uma das melhores formas de definir a Estância Balneária

de Praia Grande, com seus sempre bem cuidados 23 km de

praia e ótima infraestrutura urbana. O pôr do sol no Portinho,

às margens do Mar Pequeno, é inesquecível. Talvez por isso

anchieta tenha escolhido o lugar como tela para sua ação

catequista.

Você não pode deixar de visitar

Praça da Paz – Localizada no cruzamento das avenidas Brasil e

São Paulo, a Praça da Paz possui sete esculturas de aço carbono

e ferro, com cerca de 10 metros de altura cada uma. Estão

retratados: Sérgio Vieira de Mello, Jesus Cristo, Maria Mãe de

Jesus, Papa João Paulo ii, Madre Tereza de Calcutá, Mahatma

Gandhi e Nélson Mandela.

Área de Lazer Ézio Dall’Acqua - Na margem do Mar Pequeno,

o local, mais conhecido como Portinho, oferece 26 quiosques

de alvenaria equipados com churrasqueira, mesa e bancos. Há

também píer de 150 metros para pesca e locação de barcos. Por

sua localização estratégia, a tradição conta que era ponto de uso

freqüente dos jesuítas em suas ações de catequese.

Praia Canto do Forte - Uma das mais badaladas da Cidade,

com cerca de 1,5 km. É a única ladeada pelo Morro Xixová

Pequeno. A formação rochosa localiza-se dentro da Fortaleza

de Itaipu e do Parque Estadual Xixová-Japuí. A praia possui

área para entrada e saída de jet ski e conta com serviço de

Banana-boatares.

Um pouco da cidade

É um dos municípios de maior área verde de todo o Estado

de São Paulo. Possui 36 km de praias e uma extensa área

de manguezais, rios, cachoeiras, fauna e flora exuberantes.

E quando o assunto é gastronomia, tainha, camarão na

moranga e até um conhecido pastel atraem público de todas

as regiões.

Você não pode deixar de visitar

Trilha da Água – após a travessia do rio itapanhaú,

começa uma caminhada de 700 metros por uma trilha seca

no meio do mangue, passando pelas matas paludosa, de

restinga, ombrófila e de encosta. Parada para banho nas

águas límpidas do Rio Guachinduva, de onde a caminhada

continua dentro da água.

Aldeia Rio Silveira – Localizada na divisa de Bertioga e são

Sebastião, a aldeia abriga atualmente cerca de 400 índios

Guarani que ainda cultivam a história e a cultura indígena.

Uma caminhada em meio a Mata Atlântica até o rio revela o

passado misturado com as tecnologias do futuro.

Forte São João - Foi a primeira fortaleza construída

com projeto arquitetônico enviado de Portugal na costa

brasileira e em alvenaria. A entrada do Canal da Bertioga

era posição estratégica a ser defendida pela coroa

portuguesa e pelos luso-brasileiros, pois dava acesso às

Vilas de São Vicente e Santos. Recebeu os jesuítas José

de Anchieta e Manoel da Nóbrega, que desenvolveram o

trabalho de catequese dos curumins.

Ermida de Santo Antonio do Guaibê

Mirante Ubatumirim

Forte SãoJoão

Ruínas no Abarebebê

Cama de Anchieta

Igreja N. Senhora da Ajuda

SÃO VICENtE

SÃO SEBaStIÃO

Portinho

Um pouco da cidade

Basta dizer que é a primeira cidade do Brasil. Está

dividida em área continental e área insular o que, entre

outros, sugere uma interação entre recursos naturais e

infraestrutura urbana. O turismo histórico, de sol e praia e

também o monumental estão entre os atrativos. Sem contar

que o município abriga o maior espetáculo em areia de

praia do mundo, realizado todos os anos no mês de janeiro.

Você não pode deixar de visitar

Monumento dos 500 anos – Uma das mais belas vistas

das praias de são Vicente pode ser apreciada do Memorial

dos 500 anos, que fica no alto da Ilha Porchat. Projetado

pelo arquiteto oscar Niemeyer, tem um design que chama

atenção por sua beleza e linhas arrojadas.

Ponte Pênsil - Cartão-postal de São Vicente, foi a primeira

do gênero construída no Brasil. Tombada como patrimônio

histórico, foi inaugurada em 21 de maio de 1914 e ainda

mantém parte do material original utilizado na obra, vindo

da Alemanha, como os cabos de aço.

Biquinha de Anchieta - Existente desde 1553, a Biquinha

de anchieta foi uma das principais fontes de água da

população de São Vicente durante séculos. Seus belos

azulejos azuis trabalhados a mão são relíquias históricas.

Lá, o famoso padre jesuíta bebia água e catequizava

índios. Além da bica, a praça conta com uma estátua em

tamanho natural do padre.

Um pouco da cidade

São Sebastião é uma das cidades do país que mais representa a

diversidade e a cultura do Brasil. Índios, escravos, portugueses e

posteriormente filhos desta miscigenação foram os responsáveis por

criar uma cultura única que se espalha pela arquitetura e culinária

da cidade. Uma visita ao centro histórico é como viajar no tempo,

em meio à animada vida noturna e aconchegantes pousadas, todos

prontos para receber apreciadores da ecologia, de esportes náuticos

e radicais, ou apenas para descansar e curtir o sol e o mar.

Você não pode deixar de visitar

Sitio Arqueológico - após uma percurso de cerca de 4 horas

pelo bairro São Francisco, a 270 metros de altitude, chega-se no

local que abriga acervo de uma extinta fazenda de

tráfico de escravos, um impressionante cenário com

mais de 200 anos de história.

Antiga Estrada da Limeira - Caminhada, que pode ser

percorrida a pé, de bicicleta ou em veículos 4x4, pelo Parque

estadual da serra do Mar, proporciona ao visitante uma visão

deslumbrante das cidades circunvizinhas e do canal e centro

histórico de São Sebastião.

Cachoeiras Ribeirão do Itu

Trilha completa (8,2km): Com início na divisa dos municípios de

Salesópolis e Caraguatatuba vai até Boiçucanga, Costa Sul de

São Sebastião.

Samambaiaçu e Serpente: Começa em Boiçucanga, dura

90 minutos e tem como principal atrativo a ‘Cachoeira da

Samambaiaçu’, com queda d´água de 20 metros de altura,

excelente para a prática de rapel.

Pedra Lisa: Também inicia no sertão do bairro de Boiçucanga

e é a opção com menor grau de dificuldade. Sua duração é de

apenas 40 minutos e durante o percurso pode-se apreciar uma

queda d´água de 30 metros de altura, ótima para banho.

Matriz de Santo Antônio

Biquinha de Anchieta

Centro Histórico

Poços da Antas

Similar magazines