Revista BRF Fevereiro / Março 1998 Edição 6 Arquivo PDF ( 5,6 MB )

revistabrf.com.br

Revista BRF Fevereiro / Março 1998 Edição 6 Arquivo PDF ( 5,6 MB )

ficado deAprovagdo

'''^"'^'^^OAGROmDlsTRULSA

SALTO VEtmo/SC '*•

BRASIL

'^cimafo, avaliado e encontrado emTnf i'

_

'■fqmsm das nomas da qualidlf'^

^ -N0RMA5DAQUAUDADE-

ISO 9002:1994

^'^°«'MFORNEaMENTO.

E ROVINOS DE AVES.

■IO!AL wr^S5=--==-

CLlBiS!B

r>»iZ!^^E7.HmRo OF 1997

Ceaificado n" 43914

^^^ftiio.ndKa ovdcncitAoite com


Editorial

QUALIDADE, ACIMA DE TUDO

Em continuidade ao progroma de Qualidade

Total Perdigao - QTP, o empresa, apos / 6

meses de intensos trabalhos, teve suas

unidades indusfriais de Salto Veloso e de

Marau-Aves certificadas pela norma ISO

9002/94.

O orgao certificador escolhido foi o BVQI -

Bureau Veritas Quality International que,

atraves de sua subsidiario brasile'ira, efetuou

as audiforias nos sisfemas de gerenciamento

da qualidade nessas unidades. Ficando

comprovado que os sisfemas se apresentam

em conformidade com as exigencias da

referida Norma, foram enfao recomendadas

para a certifica^ao, que ocorreu no final de

1997. A Perdigao da, com o resultado desse

processo, um importante passo na

consolidagao do seu programa da qualidade.

Os sisfemas em operagao nas unidades,

posstveis gragas a participagao dos

funcionarios e seu compromefimenfo com a

politico e OS objetivos da empresa para a

qualidade, formalizarao o gerenciamento dos

processos indusfriais assegurando o

cumprimento das especificagdes e, por

consequencia, a qualidade de nossos

produtos.

Ao beneficiar-se dessa importante ferramenta

de reconhecimenfo mundial, a Perdigdo nao

apenas reforga a sua participagao no

mercado infernacional mas

demonsfra, uma vez mais,

o seu profunda respeito

pelos clientes e

consumidores.

Joao Degenhardf

diretor de Tecnologia e

coordenador do

Programa de Qualidade

Total Perdigao

ERRATA: No edicoo n® 5, materia de capo, pagina 11, o total de

terras mantidas pelo programa ambiental da Perdigao e de 63 milhoes

de metros quodrodos e nao 63 milhoes de hectares como publicado.

POR DENTRO

Indice

Matrizes de suinos chegam a

Rio Verde

MERCADO 5

Filial Santos

PARCERIA 6

Lojas Americanos

ESPECIAL 8

Ferrovio do Contestodo volto a operor

CAPA 10

Perdigao recebe Certifica(;ao

ISO 9002

EM FOCO 15

SAP R/3 implementodo nas filiais de

vendos do Sul

DESTAQUE

Copinzal completa 49 anos

16

ACONTECE 18

Noticias das Unidades Perdigao

Periftgeo Ho{e i uma pubTKo^do peri^a do Perdigw

Agroindustrial SA, de circuliHdo externa e distrliui(oo grotuitQ.

Consehe tditerkil: Eggon Jooo da Silvo; Nildemor Se


Suinos no

Agroceres:

matrizes de

alto valor

genetico

POR DENTRO

O MELHOP DA

SUINOCULTURA EM RIO VERDE

Perdigao recebera matrizes de

sumos das mais modernas empresas

de genetica animal do mundo

iniciar suas operagoes, em abril de

1999, a unidade de Rio Verde, Goias,

estara trabalhando com o que ha de

melhor no mundo em termos de genetica

de suinos. Isso porque a Perdigao es-

tobeleceu, recentemente, parcerias com

duas conceituodas empresas de genetica

animal, a Agroceres, do Brasil, e a subsi-

diaria brasileira da Dalland, da Holanda,

para o fornecimento, a partir de oulubro

de 1998, das cerca de 35 mil matrizes

de suinos aos seus integrados (que ja es-

tao pr^selecionodos e irao contar com re-

cursos do FCO - Fundo do CentroOeste

para o financiamento de suas instala-

goes). No pratica, isso representa o abas-

tecimento de 64 modulos de 520 ma-

trizes cada, gerando 1 3 mil leildes/ ano

por modulo.

ALTO VALOR GENETICO

Ao sair dos modulos, com 23 quilos, os biloes

soo encaminhodos para o sislema de termina-

^ao, operodo por produtores integrados

em 272 outros modulos, coda um com capa

cidade para mil animais. Ali, eles perma-

necerao por mais 110 dias e entdo ser^ en-

tregues d unidade industrial para abate

com cerca de 120 quilos, e o menor indice

possivel de gordura. O processo todo, do

nascimenfo ao abate, leva 172 dias.

"As matrizes serao inseminadas artificial-

mente com semen produzido por machos

de alto valor genetico em uma central de

insemina^ao da empresa", conta Nelson

Vas Hacklamer, diretor de Desenvolvi-

mento de Negocios.

O SUCESSO

Filial Santos muda sua

rotina para se adequar a

demanda do verao

Responsavel pelo distribuigao de produ-

tos Perdigao em fodo o litoral paulisla e

no cidade de Parati, no Rio de Janeiro, o

Filial Santos tem, no verao, suas vendas

aumentadas em quase 100%. Isso por-

que, de uma media populacional de 1,4

milhao de pessoas nos 16 municipios a

que atende, chega a uma populagao flu-

tuante de 1 8 milhoes entre os meses de

dezembro e fevereiro. "Nesses periodos

mudamos nossa forma de agao para po-

dermos monter todos os pontos-de-venda

abastecidos", conta Cesar Antonio Valver-

de, gerente da Filial Santos, que possui 74

funcionarios e atende a 2.400 clientes. O

trabalho passa, entao, a ser calcado em

uma moior ogilidade nas entregas, ja que

a saida de produtos aumenta, mas o espa-

(po de armazenagem dos clientes continua

o mesmo. "Para isso, nos meses de tempora-

da, aumentomos nossa froto, que neste

verao esta totalmente renovada, em 30%",

revela o gerente. Tambem e praticamente

dobrado o numero de promotores de ven-

das e de vendedores, alem de ser doda

uma atencpao extra a bares e restaurantes.

BOM DESEMPENHO OPERACIONAL

O mercado do litoral paulista se ca-

racteriza por ser heterogeneo; pequeno e

DO VERAO

Mercado

medio varejo ocupondo seu espocpo ao

lado de grandes redes, e todos rece-

bendo o mesmo atendimento profissional

e eficiente caracteristico do Perdigao.

Nos ultimos tres anos, as vendas de pro-

dutos Perdigao cresceram 80% na

regiao, e, segundo o gerente, isso deve-

se ao resgate do turismo da regiao

aliado aos aumentos da capacidade

produtiva e do mix de produtos da

empresa. "Durante as ferias, as pessoas

estao em busca de praticidade na

alimentofpao, por isso, registramos uma

boa procura por produtos prontos e semi-

prontos", diz. Merecem destaque, tam-

bem, as linhas Turma da Monica e

Chester, mais leves e apropriadas a

epoco de forte color. "Tivemos o melhor

desempenho operocional da empresa

nos dois ultimos anos e trabalhamos para

continuar merecendo esse titulo", finalize

o gerente.

A Filial Santos

aumenta em J 00%

suas vendas no

verao. Abaixo, a

Praia Grande


Parceria

GRANDES MARCAS,

A Perdigao e o segundo maior fornecedor da Lojas Americanos na area de peredveis

Desde sua inauguragao, em

1929, a Lojas Americanos utilizo o

conceito de auto-servigo

Reunir uma ampb linha de arligos miO-

dos que o consumidor poderia escolher e

levar diretamenfe ao caixa, sem precisar

chamar o vendedor. Essa era a ideia ba-

stca dos norteamericanosjohn Lee, Glenn

Matson, James Marshell e Batterson Boger

ao inaugurar, no ano de 1929, em

Niteroi, RJ, a primeiro Lojas Americanos.

Aii, podiam ser encontrodos desde bom-

bons e confeitos ate artigos de arma-

rinhos, escritorio e cozinho, passando por

brinquedos e vestuario.

Ao longo dos anos, olgumas mudongas

aconteceram. A come^ar pelo controle da

empresa, nos anos 30, e pelo abertura de

capital na bolso, nos anos 40. Nas tres

decodos seguintes, a cadeia de lojas se

expondiu. Primeiro, nos Estados do Rio de

NAS:

PRECOS BAIXOS

Janeiro e Sao Paulo, depois para os

demais, totalizando hoje 1 10 unidades.

Em 1983, o Grupo Garantia assumiu o

comando da rede e investiu na inau-

guragao de lojas maiores no interior, que

passorom a oferecer tambem area de

supermercado, com uma grande varie-

dade de produtos alimenticios. Com isso,

a parceria com a Perdigao, estabelecida

alguns anos antes atraves da utiliza(;ao

de produtos da marca nas lanchonetes,

se intensificou.

PARCERIA S6UDA

"Trobalho com a Perdigao desde o inicio

da nossa parceria, ha cerca de 15

anos, quando a administrag;ao da

empresa ainda era outra", afirma

AAoises Luiz Araujo, gerente de compras

da Lojas Americanos. "Acompanhei de

perto sua trojetoria no mercado e,

mesmo otrovessondo fases dificeis,

continuomos opostando no seu sucesso."

A Perdigao, por sua vez, fez por

merecer essa confian(pa. Prova disso esta

no fato de que em 1997 foi indicoda,

junto com outros 2.500 empresos

parceiras, para o premio Fornecedores

do Ano e ocabou sendo uma das cinco

ogrociodas. "A Perdigao e nosso

segundo maior fornecedor na area de

pereciveis", comenta o gerente.

Para se ter uma ideia, do foturomento

onual da empresa, 40% sao provenientes

do segmento de frigorificados. E, destes,

20% correspondem a vendo de produtos

Perdigao.

De acordo com Moises, a significative

porticipagao do empresa influencio, in-

clusive, o layout das gondolas das

segoes de supermercado do rede. Alem

disso, a Perdigao esta sempre presente

nas a(;5es do calendario promocional

da Lojas Americanos. E, quando ha

lan(;amentos de novos produtos, a

parceria tambem e acionoda. "Temos

um acordo atraves do qual todas as

novidades Perdigao sao imediatomente

introduzidas em nossos lojas", diz.

O diretor nocional de vendas da Per-

digao, Luiz Carlos Campagnola,

lembro; "A Lojas Americanos teve uma

contribuigao importante, por exempio,

para a introdugao da Linho Chester, em

todo o pais."

FACIUDADE PARA NEGOCIAR

A abertura para dialogar e outro carac-

teristico morcante do relacionomento en-

tre OS duos empresos. Na opiniao do ge-

rente Moises, isso facilita a concretiza-

(;ao de grande parte dos negocios e dife-

rencio a Perdigao de outros fornece-

dores. "Conhego ate o pessool das filiais

da empresa", ofirmo.

O diretor Campagnola enfatiza ainda a

forma orrojada com que a Lojas Ame-

ricanos trobalho seus projetos. "Eles nos

desofiom a ocomponhor novas a^oes, o

que ocobo dinomizondo nosso atua-

gao", diz.

Atuolmente, os produtos Perdigao de

maior soido na Lojas Americanos, se-

gundo o gerente Moises, sao a linguiga

toscono, solsicho, presunto, solome,

hamburguer, mortodela e chester.


Ferrovia do

Contestado: a

principal liga^ao

ferroviaria entre

o meio'oeste e

o norte de Santa

Catarina

Especial

FERROVIA DO CO NTESTADO

Perdigao ajuda o

viabilizar a reaf/Va^oo

da Ferrovia do

Contestado

o anoera 1909. O mes, outubro. No

quilometro 208 da Ferrovia do Contesta-

do, entre os municipios de Videira e Pi-

nheiro Preto, em Santa Catarina, foram

roubados 300 contos de reis e mortos dois

seguran


10.

Capa

ISO 9002 GARANTIA DE QUALIDADE

Participagao das

equipes e intenso

frabalho resultam

na certificagao de

duas fabricas da

Perdigao pela

norma ISO 9002

Demonstrando a sua constante preocupo-

gao com o consumidor, a Perdigao acabo

de obter a Certifica


2.

CAPA

Unidade Industrial

de Marau-Aves

A unidade de Marau-Aves integra a regional do

Rio Grande do Sul e estd localizada na cidade

de Marau, no norte do Estado e a 278

quilometros de Porto Alegre. Esse frigorifico de

aves fazia parte da Borella Avi'cola, empresa

incorporada pela Perdigao em 1985. Passou

par grandes mudangas e aumentos de capa-

cidade nos anos que se segtdram, transforman-

do-se em uma modema unidade de abate e

industrializagao, com capacidade de proces-

samento de 140 mil aves/dia, todas transforma-

das em cortes, parte das quais e industria-

lizada. Voltada a exportagao de came de aves,

tem como principais mercados para os setLs

produtos Japdo, Hong Kong, Cingapura,

Uniao Europeia (com destaqiiepara Alemanha

e Inglaterra) e paises do Oriente Medio, tota-

lizando 2,4 mil toneladas/mh. Com urn quadro

de 1.300funcionarios, a unidade Marau-Aves

tem como diretor regional Altair Zanchet.

garantia da qualidade e da satisfa(;ao

total do cliente."

QUAUDADE TOTAL PERDIGAO

As unidades certificadas foram escolhidas

pela Perdigao como pilotos no projeto de

preparogao para a certificaipao pelas

normas ISO 9002/94. O Projeto ISO, se-

guindo as diretrizes da OTP - Qualidade

Total Perdigao, teve inicio em maio de

1996 pela unidade de Marau-Aves. "A

certifica^ao foi mais um importante passo

na consolidagao da estrategia da

empresa, promovendo a parlicipa(pao e o

comprometimento de todos os funcionarios

com a politico e objetivos para a quali-

dade", dizjoao Degenhort, diretor de Tec-

nologio e coordenador do Programa.

"Foi um trabalho, acima de tudo, de mu-

danga de cultura", segundojose Luis San-

tin, gerente industrial de Marau-Aves. "Ho-

je, cado um se esforcpa em fazer melhor o

seu trabalho, dando ideias e sugestoes.

Nesta epoca de gbbaliza^ao precisamos

absorver novos conhecimentos. Nao existe

mais trabalho isolado", diz.

NIVELANDO CONCEITOS

A primeira providencia foi deferminar por

qua! Norma da serie ISO 9000 (9001,

9002 e 9003) seriam desenvolvidos os

Sistemas da Qualidade das duas uni-

dades. A opcao foi pela ISO 9002 que e

a que fornece diretrizes para a implanta-


,» apA

A mudan^a de cultura ocorrida dentro da

unidade assegura a oferfa de produtos e

servi(;os cado vez melhores, atendendo,

ossim, as expectolivos dos clientes externos

e internes. "Ao contrario do que muito gen-

te pensa, nossos clientes nao estao somen-

te la fora. Nao e so o consumidor do nos-

so produto, mas todo aquele para quenn

prestamos urn servigo, ou seja, o compa-

nheiro de trabalho, urn funcionario de ou-

tro departamento da empresa ou ate mes-

nno urn fornecedor."

Para a Perdigao, no entanto, a entrega dos

Certificados nao significa a conclusao do

trabalho. Ao contrario, e apenas o inicio.

Os certificados sao a confirmagao de que as

unidodes possuem sistemas da quaiidade

eficientes em operacao e que, por exigen-

cia formal da Norma, devem ser perma-

nentemente aperfeigoados. A verificagao

dessa evolu


A cidade de

Capinzat e

exempio de

produtivfdade e

modernidade

Destaque

A CAPITAL

BRASILBRA DO CHESTER

• '


Acontece

Nova Fabrica

Nova unidade ^

Maraui obras em V»om o termino do etapo de edifica^ao,

finalizacao . , . > i . _ ■ r i

inicio da urbanizagao, e da rase de mon-

18.

tagem de equipamentos, a nova unida-

de da Perdigao em Marau, RS, estd a

um passo de sua inauguragdo, prevista

para o final de abril de 1998.

Supermoderna, a fabrica que consumiu

um investlmento de US$ 30 milhoes,

produzira 260 toneladas de produtos

industrializados/dia e empregara 470

funcionarios. Com apoio da prefeitura

local e incentivos do governo do Estado

atraves do FUNDOPEM, a fabrica foi

ideali-zada de forma a otimizar os recur-

sos da unidade AAarau-Aves, ja existente.

Ou seja, grande parte da infra-estrutura

sera compartilhada pelas duas, o que re-

duziu sobremaneira o investlmento inicial.

Seminario de Estrategias

De 26 a 30 de janeiro de 1998, a Per-

digao realtzou seu Semindrio de Pianos e

Estrat^ias, envolvendo todo o corpo gererv

cial da empresa. Realizado em duas regioes

diferentes: em Itu, SP, e Froiburgo, SC, o

evento permitiu avaliar o desempenho da

Perdigao nas Praias

Perdigao realiza desde janeiro o

Projeto Verao nas principais cidades do

litoral brasileiro. Com o slogan: "Td

quente? Que tal frios?", a promo(;do

tem por objetivo estimular o consumo de

produtos Perdigao e aumentar a

visibilidade da marca nesses locals no

periodo de ferias.

Em 150 pontos-de-venda, os consumido-

res que comprarem um valor minimo de

R$ 10,00 tem direito de participar da

roleta Perdigao que, ao ser girada,

garonle instantaneamente um premio ao

comprador. Jd foram distribuidos 60%

das 150 mil unidades de kits de chur-

rasco, bolsas ter-

micas, tapa-sois,

bones, toalhas e

canetas. O pro-

jeto, que se esten-

derd ate a pri-

meira quinzena de

fevereiro, estd rece-

bendo o apoio de

outdoors, cartazes

e faixas de gon-

dolas, alem de

80 promotoras.

WCOMPRAOE

R$10^CiEPPO0(/IO5

PEPOGAa

VOCiGKAA

ROLBIAEGANHA

(A4BPINDE.

companhia em 1997; realizar os

planejamentos de metas e or^amento

para 1998; e trocar as estrategias da

companhia ate o ano de 2003. O semi-

ndrio foi tambem uma excelente oportunido-

de para a integracao do corpo gerencial.

m

Antonio Augusto: vasta experiencia

Novo Gerente

Antonio Augusto De Toni, 34 anos,

accba de ser contratado pela Perdigao

para atuar como gerente de

Desenvolvimento de Novos Mercados

Frigonfico de Mococa

e Desativado

For encontrar-se no perlmetro urbano,

com problemos de locolizogdo e meio

ambiente que impossibilitorom sua

expansdo e atualizacdo tecnoldgica, o

Frigorifico de Mococa, SP, comprodo

pela Perdigao em 1989, foi totalmente

desativado em janeiro passado.

No entanto, houve enorme preocupagdo

social no decorrer desse processo:

gradativomente as vagos existentes no

unidade foram se extinguindo e os mais

de 50 produtores integrados foram

transferidos para a empresa Da Gronjo

em Possos, MG.

A Perdigao monteve no municipio seu com-

plexo agropecudrio; o incubatorio; as gran-

jas de matrizes e a fabrica de ra(pdo, pre-

servando com isso mais de 100 empregos.

da diretoria de Comercio Exterior.

Formodo em Administrogdo, com

especializagao em Marketing pela

Faculdade Getulio Vargas, ele tem vasta

experiencia na drea de vendas

internacionais e nacionais.

Responsdvel pela implantagdo da

primeira empresa do setor frigorifico

brasileiro na Argentina, Toni tem

experiencia em todas as etapas da

atividade de comercio exterior.

Desde 1986 vinha atuando na empresa

Chapecd Companhia Industrial de

Alimentos, onde ficou por 1 1 anos e,

ap6s vdrias promogoes, passou a

ocupar a diretoria da Chapecd Trading,

de onde saiu para integrar o quadro

gerencial da Perdigao.

Perdigao recebe mais

um Premio

Disputando com oulros 42 produtos,

entre os mais de 500 langomentos

reolizodos em 1996, o Frongo Tem-

perado Perdigao, sucesso jd

consogrodo entre os consumidores,

recebeu o premio no cotegoria Conge-

lados e Supercongelados, na pesquisa

Langamentos do Ano da Abras. Como

acontece onualmente, a Associagdo

Brasileiro de Supermercadistos (Abras)

identificou os melhores produtos

segundo a opinido de gerentes de

supermercodos atraves desso pesquisa.

O criterio de escoiha levou em

consideragdo a novidade trozida pelo

lan^amento, o desempenho de vendas,

a qualidade do produto, e se ele

corresponde ao desejo do consumidor.


Quando

voce liga para a Perdigao,

ninguem fala nao.

0800-117782 Sim, est^ sempre sim. 0 Centro disposto de a Atendimento atender voce. da Sim, Perdigao sim.

Voce liga e n6s esclarecemos todas as suas duvidas sobre

nossos produtos, cursos, receitas, ou qualquer

outra informagao. Sim, sim. Ligue para o Centro

de Atendimento da Perdigao. Quando voce liga

para a Perdigao, ninguem fala nao.

PERDIGAO

.1

\

■}

More magazines by this user
Similar magazines