ANY MAGAZINE

luishun

Edição 4 da Any Magazine, revista digital que fala sobre cinema, games, animes, série e tudo que envolve as artes visuais com conteúdo.

Digital Magazine that talks about games, series, animes and cinema.

Acesse tambem www.projetoany.wordpress.com e se mantenha informado das novidades da revista.

PARCERIA:

O T ACRA ZY

OTAKUS E NERDS

G O GO!

APOIO:

Only Good Animes

Apenas o Melhor

anime

portfolio

O conteúdo exclusivo para a revista

foi licenciado sob uma Licença

Creative Commons Atribuição-

SemDerivados 3.0 Brasil.

EDITOR CHEFE:

LUIS HUNZECHER

REDAÇÃO:

LUIS HUNZECHER

ALINE FIDENCIO

ROBERTA OLIVEIRA

DESIGN:

LUIS HUNZECHER

ALINE FIDENCIO

REVISÃO:

ROBERTA OLIVEIRA

COLABORADORES:

EVILASIO COSTA JUNIOR

(ANIME PORTFOLIO)

TASSIO BRUNO FERREIRA SILVA

(AFONTEGEEK)

LUIZ FELIPE

(OTACRAZY GO)

RICARDO SET

(ESPAÇO GAMER)

ARIANE DE SÁ

(CASA DO HERÓI)

CHRISTIANO

(OTAKU ANIMES)

CARLÍRIO NETO

(NETOIN)

FRANK LEMOS

(BEEK)

ALEX

(FATALITY)

EQUIPE SENPU TOKUSATSU

(SENPU)

SPIDEY

(THE AMAZING NERD)

ANYTHING

EDITORIAL

HERÓIS NOS

CINEMAS

Recentemente fomos surpreendidos com a noticia de que a

HBO produzirá uma serie baseada no Anime/Manga Monster.

A noticia repercutiu positivamente pois pode ser o primeiro

passo para o maior reconhecimento das obras japonesas no

cinema americano.

Hollywood é muito preconceituosa, não adianta negar, pois

é. Filmes estrangeiros tem que causar um baque imenso para

poderem ter sua chance nos cinemas americanos, foi assim

com quem quer ser um milionário, com Cidade de Deus,

Oldboy entre outros. Somente um filme que cause impacto

consegue abrir portas para esse pais ou para esse gênero em

Hollywood, e acredito que Monster tenha potencial para isso.

O espetacular Anime tem um roteiro de tirar o folego,

uma historia envolvente e muitos momentos extremamente

emocionantes e interessantes. Essas características não são

únicas desse titulo, muitos outros animes possuem capacidade

para se tornarem um filme Hollywoodiano, e nos próximos

anos veremos se uma série como Monster pode abrir portas

para o cinema japonês.

Quem sabe não teremos um Death Note, um Code Geas, um

Soul Eater nas telonas. Não custa sonhar, mas mais importante

do que isso, é preciso que se faça um trabalho de qualidade

para a idéia não se perder.

Luis Hunzecher - Editor Chefe

More magazines by this user
Similar magazines