f SANTA | DEMOCRÁTICO a paciência esgotou

cpvsp.org.br

f SANTA | DEMOCRÁTICO a paciência esgotou

cpm

N.o_

BIBLIOTE

f SANTA | DEMOCRÁTICO

JJ. ROSA $

-^3 WSA çppp,

Qrgão de divulgação •^

Ceaííi it M

EDITORIAL

a paciência esgotou

Agosto 85

BIBLIOTECA

Não prestação de contas da contribuição dos pais.

Retenção dos comprovantes contábeis do CPM. Cartas acusando

o CPM de invadir a escola. Desrespeito às decisões dos pais

tiradas em assembléia. A tudo isto temos "agüentado no osso'.'

Mas agora: proibição do CPM de se reunir no colé-

gio, de construir um bebedouro para os alunos, nossos fi-

lhos. Proibição dos professores se reunirem na escola para

tratar de assunto de interesse da educação, recebimento de

classes "por engano" da escola Bento Gonçalves, acusações

caluniosas ã Diretoria de agressão ã vice-diretora e insi-

nuação de o CPM estar desativado, jã é demais!

E hora de dizer um "BASTA" a Diretora Marisa Souto,

que chama a nossa escola de "Sanatório Geral". Os professo-

res ha muito não a agüentam mais. A maioria dos pais e alu-

nos idem.

A Diretoria do CPM está lançando este Boletim para

mostrar o trabalho que vem desenvolvendo em prol da escola

e da educação e denunciar o boicote que vem sofrendo por

parte da Diretora Marisa Souto e por aqueles que a apoiam

(se é que alguém ainda a apoia!).

E só o faz depois de esgotados todos os canais do

diálogo e do entendimento e em legitima defesa, para preser

var o sagrado direito de continuar existindo, para preser-

var o direito de cumprir com o seu dever ea função para a

qual foi criado.

CA


cortam-se as assas e

acusa-se de não voar

Ao reter o material contábil do CPM, não prestar

contas e proibi-lo de se reunir na escola e de fazer promo

ções, a Diretora Marisa Souto tem o objetivo de impedir o

CPM de funcionar, para depois acusa-lo de não fazer nada. E

como cortar as asas de um passarinho para depois acusá-lo de

não voar.

Este plano diabólico visa impedir as eleições pa

ra escolha da nova diretoria, fechando o CPM para que nao

possa convocarmos pais para participar da Escolha do Dire-

tor, que devera ocorrer nos próximos meses, fazendo com que

pessoas ligadas ao seu esquema permaneçam no poder, "mudan-

do apenas as moscas".

Mas nos não nascemos ontem e percebemos essa in^

tenção da Diretora Marisa Souto. Por isso preparamos esse

relatório de nossas atividades, que fala por si mesmo, mos-

trando o muito que realizamos em tão curto espaço de tempo.

E mostrando também o quanto a administração desta diretora

tem sido prejudicial aos pais, professores e alunos. 0 quar^

to o CPM tem sido impedido por ela de realizar tantas outras

coisas boas em 1985..

Já se ouve murmúrios de que o CPM "está desativa-

do"; Não se deixem enganar: estamos mais ativos do que nun-

ca, lutando pelo sagrado direito de cumprir nosso dever es-

tatutário.^Lutando com a. comunidade pelo sagrado direito de

educação pública e gratuita. Lutando junto com professores

pelo direito liquido e certo de remuneração justa e melho-

res condições de ensino e de trabalho.

(A seguir o relatório das realizações do CPM. Não

precisa esforço para interpretá-lo. Temos certeza de que

ele fala por si mesmo.)


os perseguições ao CPM

Em 1985, o CPM foi golpeado pela Diretora, Sra.

Marisa Souto, e por ela impedido de funcionar..Ela diz que

se^ue orientôção da DE e da "assessoria jurídica" da SEC.

Se isso é verdade, o complo contra o CPM vem de cima.

Estes fatos falam por si mesmos.

- Fim de 1984: a Diretora Marisa diminui o número

de turmas de 19 ano. Seis salas ficam vagas e os excedentes

são mandados procurar vagas na (futura) escola Bento Gonça2.

ves fora da vila.

- Março de 1985: entrega três cartas para o Pres2

dente do CPM, dizendo que vai depositar o dinheiro da con-

tribuição dos pais em outra conta e acusando-o de invadir a

escola; manda remover o Tesoureiro e o Secretario deste CPM

(professores Marco Aurélio e José Valdir), dizendo que es-

tão sobrando na escola, deixando nossos filhos sem aula, ou

substituindo-os por outro recem-contratado; é afastada por

uma sindicância.

- De abril a 27 de maio: seu substituto proTbe o

CPMjde se reunir e de fazer qualquer promoção na escola e

retém comprovantes contábeis, não prestando contas da contri

buição dos pais.

- 27 de maio: pressionado, faz a primeira reunião

com o CPM. E na 2? reunião (dia 17 de junho), promete entre

gar a documentação e prestar contas na próxima reunião, o

que não acontece porque acaba deixando a escola.

- 20 de junho: professores afastados voltam ã es-

cola por decisão judicial. Estranhamente, a Diretora Marisa

Souto volta, embora a sindicância lhe tenha sido desfavorá-

vel. Desde então proTbe o CPM de se reunir na escola, retém

o material contábil, não presta contas do dinheiro arrecada

do. Chegou a proibir_até a construção de um bebedouro para

ns alunos e a promoção financeira do CPM.


"

oTelatoVio que fala por

si mesmo

o que o cpm fez em prol

da escola ?

1. Atividades de conserto e manutenção

- Conserto do muro semi-destruído na rua "B", por onde

entravam com facilidade elementos de fora para perturbar as

aulas (fim de 83).

- Colocação das grades no prédio velho, através de mutirão,

evitando a quebra de vidros e propiciando melhores condições

aos alunos e professores no inverno (concluído em fim de83).

- Conserto (provisório) dos banheiros (maio de 84), através

de mutirão.

2. Resolução de problemas urgentes

- Conseguiu a doação e empréstimo de classes e cadeiras,

possibilitando o inTcio das aulas em 84.

- Conseguiu a doação de material, como madeira, bõia, ca-

nos, etc, para consertos urgantes na escola (dezembro/83).

- ^Conseguiu a doação de papel e a impressão de todo o fi-

chário da Secretaria gratuitamente, possibilitando melhor

funcionamento daquele setor (novembro/83 e março/84).

- Oportunizou a confecção dos boletins dos alunos (maicy'84).

3. Promoções financeiras

- "RISOTO A MODA DO CPM" (maio/84)

- "BAZAR DA PECHINCHA" (maio/84) - Com Lions

- "FESTA JUNINA" - com apoio de prof., alunos e comunidade

(julho/84)

- Campanha na Assembléia Legislativa - doação do Dep. Ante

nor Ferrari


- Apoio a "CRIANÇA NA AVENIDA" - conseguiu ônibus gratuito

da SOPAL (outubro/84)

4. Promoções culturais e lazer

- "FESTIVAL DE TALENTOS" - junto com professores de arte da

escola (novembro/83)

- "MOMENTO ARTÍSTICO" - durante a Festa Junina, com valores

da. comunidade e da escola (julho de 84)

- Passeio com alunos vencedores da Gincana no SESC

QUAIS AS LUTAS QUE 0 CPM TEM LEVADO?

1. Pela manutenção da escola: para que o Estado^ cumprisse

o seu dever e fizesse reformas (rede elétrica, água, esgoto,

forro, muros, banheiros).

2. Condições de ensino: para que o Estado assumisse a meren

da escolar, desse mais professores e funcionários, materiaT

para secretaria e para professores, auditório, segurança."

3. Mais vagas na escola e na região, através da criação de

mais salas de aula e mais escolas.

4. Implantação do 29 Grau.

5. Pela volta dos professores afastados injustamente.

QUAIS AS VITORIAS OBTIDAS PELO CPM?

1. Reformas do prédio: a 19 em junho de 84 que acabou em

"meia sola"; a outra este ano, que foi um pouco melhor.

2. Vagas: em conjunto com outras entidades (Compromel) e co

munidade, conseguiu 3 novas escolas públicas de 19 Grau pa-

ra a região.

3. 0 29 Grau, depois de mais de três anos de luta, está fun

cionando.

4..^A volta dos professores afastados graças ã nossa pressão

e ã decisão judicial.

Observação: Em 85, fomos literalmente impedidos de trabalhar

em prol da escola e da Educação pela Diretora Marisa Souto.

Fonte: Atas do CPM


o criminoso que so' foz bom

Qual o "crime" do CPM? 0 grande crime do CPM foi

lutar para que:

- o Estado montasse o 29 Grau;

- o Estado assumisse a manutenção da escola, como

alias e seu dever;

- a contribuição escolar fosse de fato espontânea

como está na lei;

- o CPM não se transformasse num simples " menino

de recado" da Diretora, só quebrando galho e resolvendo pro

blemas sem poder decidir nada;

- a Diretora Marisa Souto cumprisse o estatuto do

CPM, prestando contas e apresentando comprovantes de recei-

t*a e despesa;

- não se consumasse o absurdo da sua administração,

como 6 salas vagas e os alunos sçrtdo mandados embora por

falta de vagas;

- viesse na escola, porgue quase nunca vem (ela

tem outro emprego e faz faculdade a noite).

Se este e o crime do CPM, pode-se dizer que ja-

mais um criminoso fez tanto bem ã escola, ã educação e a co

munidade.

Você sabia...

abrindo a boca

... que o CPM reivindica mais funcionários para a escola e


que, em vez de botar, o Estado reduziu o número de funciona

rios?

... que hã dois anos o CPM reivindica classes novas e que

as que chegaram no inicio do ano estão sendo devolvidas e

substituídas por classes velhas porque eram do Bento GonçaJ_

ves e a diretora Marisa as aceitou "por engano"?

...que estão sobrando 6 salas (vazias) na escola e que alu

nos ficaram sem aula e que a Diretora Marisa Souto mandou

fechar a salinha do CPM?

... que òs alunos da 59 série da professora Rejane planeja-

ram uma homenagem por ocasião de seu aniversário, a qual

a Diretora Marisa Souto proibiu que fosse realizada na esco

Ia?

... que a Diretora Marisa Souto proibiu o Padre e a comuni-

dade católica de entrar na escola no domingo de Ramos para

abençoar a conquista do 29 Grau, tendo a benção se realiza-

do fora do portão fechado a cadeado?

... que a Diretora Marisa Souto proibiu a reunião de pais e

professores na escola no 20 de julho para tratar do calenda

rio escolar, passando por cima dó acordo do magistério com

o governo, sendo a mesma reunião realizada no salão Paro-

quial?

... que a Diretora negou-se a acatar a decisão dos pais na-

quela reunião, tentando impor um calendário com aulas todos

os^sábados, mas que os professores se recusara a pôr em

prática para não prejudicar os pais e os alunos?

... que justifica todas essas atitudes dizendo que cumpre

ordens da DE e da.SEC?

... que durante a gestão da Diretora Marisa Souto o CPM rea

lizpu 12 reuniões oficiais, das quais ela participou de ape

nas quatro (4), o que dá 33,3% ?

AGORA VOCÊ JA SABE. NAO SE CALE. ABRA A BOCA, CO-

MO ESTÃO FAZENDO OS PROFESSORES E 0 CPM. ESTAMOS EM NOVA

REPUBLICA. 0 TEMPO DOS MUDOS E CALADOS ESTA FICANDO PARA

TRÁS!...


Senhores pais e senhoras mães

REUNIÃO GERAL

Dia: 10.08.85 (próximo sábado)

Hora: 14:30 horas

Local: Escola Santa Rosa

Vamos dar um BASTA a essa situação e melhorar no£

sa escola. Haverá a presença de autoridades ligadas a educa

ção.

A DIRETORIA DO CPM

proibida a entrada da

comunidade e do cpm

More magazines by this user
Similar magazines