Views
5 years ago

Infocehum 23 - cehum - Universidade do Minho

Infocehum 23 - cehum - Universidade do Minho

Infocehum 23 - cehum - Universidade do

NÚMERO 23 JAN/FEV 2010 NESTA EDIÇÃO: INFO CEHUM Centro de Estudos Humanísticos Universidade do Minho c e h . i l c h . u m i n h o . p t COLÓQUIOS/PALESTRAS: 3 — NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS: 8 PUBLICAÇÕES: 10 — VARIA: 16 MARIA ONDINA BRAGA O espólio da escritora Maria Ondina Braga, que está neste momento a ser catalogado no museu Nogueira da Silva no âmbito de um projecto de investigação coordenado pelo CEHUM e cujo objectivo principal é a criação de um arquivo digital para futura investigação da obra da autora, aparenta até ao momento ser constituído sobretudo por cartas e documentos escritos para e sobre Maria Ondina, mais do que por material de autoria da própria. A análise deste material tem contudo vindo a revelar aspectos cruciais sobre a vida e personalidade da autora. Maria Ondina, uma mulher independente numa altura em que o casamento era a regra e a carreira a excepção, viveu uma vida de semi-asceta. Chegou a comen- tar que, uma vez que recebia apenas 30 contos mensais como reforma de tradutora, a sua alimentação era constituída sobretudo por iogurtes e chá oriental, o seu pequeno luxo. Apesar de não nos ser possível confirmar a exactidão desta afirma- ção, o próprio comentário poderá dizer-nos algo sobre a personalidade da escritora. As cartas encontradas até agora que são da autoria da própria, bem como as entrevistas que deu a vários jornais ao longo das décadas, revelam-nos uma pessoa um pouco magoada e desapontada, mas sempre lutadora. Escreve, por exemplo, uma carta inflamada à DECO a participar de um homeopata que lhe disse “A senhora é insuportável!”, e uma outra ao director da Editora Caminho, com quem teve um desentendimento a propósito da falta de interesse que este mostrava em tradu- zir a sua obra para divulgação internacional (“…de tal maneira eu regressei a Lisboa, que escrevi uma carta ao meu editor da Caminho, lembra-se? Mas eu vou-lhe juntar aqui a cópia dessa carta. Que ele, o Zeferino, é horrível, como sabe,” confes- sa numa carta à amiga Elfriede Engelmayer).

Infocehum 22.pub - cehum - Universidade do Minho
Infocehum 20 - cehum - Universidade do Minho
Itinerâncias Críticas - cehum - Universidade do Minho
FERIT ORHAN PAMUK - cehum - Universidade do Minho
Infocehum 37.pub - cehum - Universidade do Minho
Infocehum 24 - cehum - Universidade do Minho
cia Hoje, que tomou lugar a 3 e 4 de Novem - cehum - Universidade ...
Bettencourt 2011 Campaniforme.pdf - Universidade do Minho
Universidade do Minho
SIAI_cris_2005_introducao_SM - Universidade do Minho
"Comunicação e Cultura" (.pdf) - ICS - Universidade do Minho
Mestrados e Doutoramentos - Universidade do Minho
Globalização na Literatura Infantil - Universidade do Minho
RELATÓRIO DE CONTAS E DE GESTÃO - Universidade do Minho
Programa - Universidade do Minho
Portugal - Serviços de Acção Social da Universidade do Minho