curitiba - Metro

metropoint.metro.lu

curitiba - Metro

CURITIBA, QUINTA-FEIRA, 21 DE FEVEREIRO DE 2013

www.readmetro.com

Reparo após a

tempestade

Em época de chuva quem

transita de carro pela cidade

deve se preocupar não

apenas com os pontos de

alagamentos causados pelas

tempestades de verão:

é preciso ficar atento também

ao granizo, que pode

causar estragos e prejuízos

aos motoristas.

Nas capitais, o conserto

de um carro convencional

exposto ao gelo pode custar,

em média, R$ 2,5 mil. Já

o reparo de um carro blindado

pode custar mais, chegando

a R$ 5 mil dependendo

da área atingida.

“O conserto no blindado é

mais difícil, por isso o preço”,

justifica Reginaldo de Oliveira

das Dores, da R2 Martelinho

de Ouro, de São Paulo.

Pela diversidade de preços

praticados pelo mercado,

o ideal é que antes de

contratar um serviço o motorista

solicite, no mínimo,

três orçamentos em empresas

especializadas e idôneas.

Outra recomendação é que

ele fique atento também

à garantia oferecida pelo

prestador e o tempo de entrega

do serviço.

“Normalmente o conserto

feito por um granizeiro

[pessoa especializada em

amassados por granizo] dura

de dois a três dias”, avalia

Wilson Roberto Zimmermann,

proprietário da SP

Center Car.

O reparo

Para resolver pequenos

amassados, normalmente

um martelinho é utilizado.

Agora quando o dano está lo-

calizado sobre uma coluna

a situação é diferente. “Neste

caso aplicamos uma cola

quente na área externa sobre

o local amassado e depois

puxamos o local com o

auxílio de uma ferramenta”,

diz Zimmermann, que garante

que a técnica não estraga

a pintura.

E quando o assunto é pintura

é bom saber: nem todo

reparo de uma área amassada

exige funilaria. Ao que parece,

a mesma somente é necessária

se houver um dano

na pintura.

“Se não houver trinca, a

técnica que utiliza o martelinho

de aço inoxidável é suficiente

para desamassar o carro”,

afirma Zimmermann,

que explica que o bom profissional

evita o desmonte de

peças do carro durante o serviço.

“Fazemos o máximo para

não desmontar uma porta.

Contudo, existem casos em

que isso é necessário, bem

como a retirada do forro do

teto, por exemplo”, finaliza.

METRO MOTOR

Martelinho de ouro. Época de chuvas exige atenção. Danos

causados por granizo podem trazer prejuízos de até R$ 5 mil Pequenos amassados causados por granizo podem ser reparados com “martelinho” | MARCELO JUSTO/FOLHAPRESS

Dicas

Procure

um

abrigo

ELIANE

QUINALIA

METRO SÃO PAULO

Na hora da

tempestade

procure es-

1tacionar seu

2 3

carro em um

local coberto,

como um estacionamento

ou posto.

METRO

Não faça

o reparo

sozinho

Não tente desamassar

seu

carro sozinho.

Procure um

profissional

especializado

e peça uma

garantia do

serviço.

METRO

R$ 2.500

reais é o preço médio cobrado

por uma empresa para o

conserto de veículos atingidos

por granizo.

Fique de

olho na

cor

Se seu carro

precisar de

funilaria,

fique de

olho no

resultado.

A cor deve

ser como a

original.

METRO

13

More magazines by this user
Similar magazines