Views
5 years ago

12 de maio de 2013 (Ascenção do Senhor) - Arquidiocese de Goiânia

12 de maio de 2013 (Ascenção do Senhor) - Arquidiocese de Goiânia

12 de maio de 2013 (Ascenção do Senhor) - Arquidiocese de

É bom cantar um bendito! / Um canto novo, um louvor! (bis) – Ao Deus Pai, que nesta hora, / as chaves da glória ao Filho entregou. (bis) – Jesus subiu para o céu, / ao lado de Deus, na glória sentou. (bis) – Os anjos, se admirando, / aplaudem, exclamando: “o homem chegou”. (bis) – Mostrando ao Pai suas chagas: / o preço da graça por nós pagou. (bis) – E os céus se juntam com a gente / e o povo contente canta com amor! (bis) P – Nós te damos graças, ó Deus da vida, porque teu filho Jesus, crucificado e ressuscitado, vencedor do pecado e da morte, subiu hoje ao mais alto dos céus. T – A ti, ó Pai a louvação, nesta festa da ressurreição. P – Sentado à tua direita, mediador entre o céu e a terra, juiz do mundo e Senhor do universo, é a garantia de uma humanidade nova, libertada do mal e recriada à tua imagem e semelhança. O mistério que celebramos hoje Neste domingo fazemos memória da subida do Senhor aos céus, vivendo o sentido mais profundo de sua ressurreição e da missão que Ele nos confiou. Porque Ele se fez servo, o Pai o elevou como Senhor de tudo e de todos. Nele todo o universo encontra seu sentido e sua referência. Demos graças a Deus por este erguimento, por esta divina elevação de todo o universo com Jesus e por esta certeza de que todas as pessoas são com Ele, elevadas e introduzidas na intimidade plena e definitiva de Deus. É neste espírito de unidade que a páscoa de Jesus trouxe para o mundo e particularmente para as comunidades cristãs, que fazem a novena de Pentecostes. Com Maria, Auxílio dos cristãos, e com os apóstolos, suplicamos e aguardamos a força do alto conforme a promessa de Jesus. Fazemos isto em comunhão com todas as Igrejas cristãs ‒ na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, por meio de uma unidade visível – que desejam e trabalham para que o mundo creia. Hoje também celebramos o Dia Mundial das Comunicações Sociais. T – A ti, ó Pai, a louvação, nesta festa da ressurreição. P – Como Jesus se reuniu com os discípulos de Emaús e se deu a conhecer a eles na partilha do pão, nós também nos alegramos na partilha deste Pão consagrado e recebemos a revelação do seu amor e a força da missão. Derrama sobre nós o teu Espírito, e recebe o louvor de todo o universo e de todas as pessoas que te buscam. T – A ti, ó Deus, a louvação, nesta festa da ressurreição! P – Toda a nossa louvação chegue a ti em nome de Jesus, por quem oramos com as palavras que ele nos ensinou: T – Pai nosso..., pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre. 27. ABRAÇO DA PAZ P – Irmãos e irmãs, por sua morte e ressurreição, o Cristo nos reconciliou. Demo-nos uns aos outros o abraço da paz! 28. RITO DA COMUNHÃO (Após o Pai-Nosso, quem preside convida a comunidade a partilhar o pão, dizendo:) P – Da mesma maneira como este pão, posto O SENHOR SUBIU AOS CÉUS sobre esta mesa, foi primeiro semeado sobre as colinas e múltiplo em suas espigas, e depois recolhido para tornar-se um, congrega assim teus amados e amadas de todos os cantos da terra no teu reino, por Cristo, nosso Senhor. (Mostrando o pão consagrado:) P – Provem e vejam como o Senhor é bom. Feliz quem encontra nele seu refúgio e segurança. Eis o cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo! T – Senhor, eu não sou digno(a)... (Comunhão: canto n. 18 deste folheto.) 29. ORAÇÃO FINAL Ó Deus, nós te bendizemos pela alegria deste encontro contigo e com os irmãos e irmãs em Jesus ressuscitado, hoje elevado aos céus. Ajuda-nos a viver nesta terra como testemunhas de sua presença e continuadores de sua missão, Por Cristo, nosso Senhor. T – Amém. O roteiro de “onde não houver missa” encontra-se no livro “Dia do Senhor”: de M. Guimarães e P. Carpanedo, Paulinas: Apostolado Litúrgico. Sugestões para as equipes de celebração: 1. Hoje inicia-se a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. Recomendam-se para esta semana orações durante a missa, sobretudo na Oração dos Fiéis, e oportunamente a celebração da missa votiva pela unidade dos cristão (cf. Diretório Ecumênico, 22 e 24). Neste ano, o tema é: “O que o Senhor exige de nós?” (Cf. Miqueias 6,6-9). 2. Rezar ou cantar o Pai Nosso, de mãos dadas, em comunhão com todas as Igrejas cristãs. 3. Incentivar a comunidade a participar da “Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos”, com o subsídio preparado pelo CONIC. 4. Valorizar também, neste Domingo, as pessoas que trabalham na área da comunicação. 5. Nos ritos finais, fazer o Envio da Comunidade retomando as palavras do evangelho de hoje. LEITURAS BÍBLICAS: 2ª-f.: At 19,1-8; Jo 16,29-33. 3ª-f.: At 1,15-17.20-26; Jo 15,9-17. 4ª-f.: At 20,28-38; Jo 17, 11b-19. 5ª-f.: At 22,30; 23,6-11; Jo 17,20-26. 6ª-f.: At 25,13b-21; Jo 21,15-19. Sábado: At 28,16-20.30-31; Jo 21,20-25. Domingo: Solenidade de Pentecostes – At 2,1-11; lCor 12,3b-7.12-13 ou Rm 8,8-17; Jo 20,19-23 ou Jo 14,15-16.23b-26. CÚRIA ARQUIDIOCESANA Praça Dom Emanuel, s/n - Centro - Caixa postal 174 CEP 74001-970 - Goiânia - Goiás Fone: (62) 3223-0759 - curia@arquidiocesedegoiania.org.br 1. MOTIVAÇÃO A – Com a subida de Jesus para o céu, celebramos o sentido mais profundo da Páscoa: Ele se fez servo, e o Pai o fez Senhor e Salvador de todos. Alegres, podemos conviver na terra com as realidades do céu e, para lá, peregrinamos sem medo. Unidos a todas as mães, intercedemos por elas, iniciando nossa celebração cantando. 2. CANTO DE ABERTURA (40º Curso: 04.11) O Senhor ressurgiu, / aleluia, aleluia! / É o Cordeiro Pascal, / aleluia, aleluia! / Imolado por nós, / aleluia, aleluia! / É o Cristo, Senhor, Ele vive e venceu, aleluia! 1. O Cristo, Senhor, ressuscitou, / a nossa esperança realizou: / vencida a morte para sempre, / triunfa a vida eternamente! 2. O Cristo remiu a seus irmãos, / ao Pai os conduziu por sua mão: / no Espírito Santo unida esteja, / a família de Deus, que é a Igreja! 3. O Cristo, nossa Páscoa, se imolou, / seu Sangue da morte nos livrou; / incólumes o mar atravessamos, / e à terra prometida caminhamos! (Uma pessoa acende o círio e diz em voz bem alta:) Bendito sejas, Deus da Vida, pela ressurreição de Jesus Cristo e por esta luz radiante! (Incensar o círio e a assembleia enquanto todos cantam:) T – O Senhor ressurgiu, / aleluia, aleluia! / É o Cordeiro Pascal, / aleluia, aleluia! / Imolado por nós, / aleluia, aleluia! / É o Cristo, Senhor, Ele vive e venceu, aleluia! 3. SAUDAÇÃO P – Em nome do Pai... T – Amém. P – A vós, irmãos, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo. T – Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. 4. ATO PENITENCIAL P – Iniciamos hoje a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. Diante da cruz Arquidiocese de Goiânia Festa da Ascensão do Senhor – Ano C 12 de maio de 2013 – Ano XXX – Nº 1719 O SENHOR SUBIU AOS CÉUS redentora de Cristo apresentemos nossos pecados contra a unidade. (Pausa) P – Confessemos os nossos pecados: T – Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço a Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor. P – Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. T – Amém. P – Senhor, tende piedade de nós. T – Senhor, tende piedade de nós. P – Cristo, tende piedade de nós. T – Cristo, tende piedade de nós. P – Senhor, tende piedade de nós. T – Senhor, tende piedade de nós. 5. HINO DE LOUVOR (39º Curso: 08.10) 1. Glória a Deus nos altos céus! / Paz na terra a seus amados! / A vós louvam, Rei celeste, / os que foram libertados! Glória a Deus / lá nos céus, / e paz aos seus! Amém! 2. Deus e Pai, nós vos louvamos, / adoramos, bendizemos; / damos glória ao vosso nome, / vossos dons agradecemos! 3. Senhor nosso, Jesus Cristo, / Unigênito do Pai, / vós, de Deus Cordeiro Santo, / nossas culpas perdoai! 4. Vós, que estais junto do Pai, / como nosso intercessor, / acolhei nossos pedidos, / atendei nosso clamor! 5. Vós somente sois o Santo, / o Altíssimo, o Senhor, / com o Espírito Divino, / de Deus Pai no esplendor. Glória a Deus... (bis) 6. ORAÇÃO P – Oremos. (Pausa para oração) Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T – Amém. LITURGIA DA PALAVRA A – Jesus voltou ao Pai e nos deixou como suas testemunhas. Escutemos! 7. PRIMEIRA LEITURA Leitura dos Atos dos Apóstolos (1,1-11) 1 No meu primeiro livro, ó Teófilo, já tratei de tudo o que Jesus fez e ensinou, desde o começo, 2 até ao dia em que foi levado para o céu, depois de ter dado instruções pelo Espírito Santo, aos apóstolos que tinha escolhido. 3 Foi a eles que Jesus se mostrou vivo depois da sua paixão, com numerosas provas. Durante quarenta dias, apareceu-lhes falando do Reino de Deus. 4 Durante uma refeição, deu-lhes esta ordem: “Não vos afasteis de Jerusalém, mas esperai a realização da promessa do Pai, da qual vós me ouvistes falar: 5 ‘João batizou com água; vós, porém, sereis batizados com o Espírito Santo, dentro de poucos dias’ ”. 6 Então os que estavam reunidos perguntaram a Jesus: “Senhor, é agora que vais restaurar o Reino em Israel? 7 Jesus respondeu: “Não vos cabe saber os tempos e os momentos que o Pai determinou com a sua própria autoridade. 8 Mas recebereis o poder do Espírito Santo que descerá sobre vós para serdes minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e na Samaria, e até os confins da terra”. 9 Depois de dizer isso, Jesus foi levado ao céu, à vista deles. Uma nuvem o encobriu, de forma que seus olhos não podiam mais vê-lo. 10 Os apóstolos continuavam olhando para o céu, enquanto Jesus subia. Apareceram então dois homens vestidos de branco, 11 que lhes disseram: “Homens da Galileia, por que ficais aqui, parados, olhando para o céu? Esse Jesus que vos foi levado para o céu, virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu”. – Palavra do Senhor. T – Graças a Deus. (Tempo de silêncio)

“Enviai o Vosso Espírito, Senhor...” - Arquidiocese de Sorocaba
Abril e Maio de 2011 - Paróquia Nossa Senhora das Mercês
Maio de 2012 - Paróquia Nossa Senhora das Mercês
Março - Paróquia São Luiz Gonzaga – Arquidiocese de Sorocaba ...
V No quinto mistério contemplamos a coroação de Nossa Senhora ...
2a Carta Pastoral a Arquidiocese de SP - Cardeal ... - Região da Lapa
04 de Maio - Paróquia Nossa Senhora do... - Diocese de Erexim
Novena de Natal - 2012 - 1 - Arquidiocese de São Paulo
Jornal "O Capuchinho" - março 2013 - Paróquia Nossa Senhora das ...
Celebrações - Setembro de 2013. - Diocese de Erexim
Ano XIV - nº 136 - Junho.2013 - Paróquia Nossa Senhora das Mercês
Revista Igreja Viva Maio 2018
Download File - Equipas de Jovens de Nossa Senhora
Maio de 2012 A Liahona - The Church of Jesus Christ of Latter-day ...
26 de maio de 2013 (Santíssima Trindade) - Arquidiocese de Goiânia
19 de maio de 2013 (Pentecostes) - Arquidiocese de Goiânia
30 de maio de 2013 (Corpus Christi) - Arquidiocese de Goiânia
Epifania do Senhor - n. 1645.indd - Arquidiocese de Goiânia