Views
5 years ago

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a

Pedro Moura Ferreira (Universidade de Lisboa) Palavras-chave: Juventude; Género; Sexualidade. ST 20 - Juventudes, gênero e violência Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Juventude, género e sexualidade em Portugal O objectivo desta comunicação é de analisar as diferenças de género no que respeita à sexualidade dos jovens. Durante muito tempo os comportamentos sexuais foram marcados por um duplo padrão moral que diferenciava fortemente os comportamentos masculinos e os femininos. Permitia-se ou pelo menos tolerava-se ao homem, o que era negado às mulheres (Bozon, 2004, 2005). Particularmente, o modelo mediterrânico impunha uma diferenciação de género muito acentuada, que, em torno dos valores da honra e da vergonha, ditava a preservação da virgindade feminina até ao casamento, e a iniciação sexual precoce masculina através da prostituição (Bozon e Heilborn, 1996). Estas diferenças entre comportamentos sexuais impunham-se também como formas de construção das identidades e das diferenças entre homens e mulheres. Não seriam, obviamente, as únicas. As diferenças no campo sexual prolongavam as que se manifestavam na organização e na divisão entre a esfera reprodutiva e a produtiva, entre o público e o privado, entre as hierarquias de autoridade e de submissão. Esta segregação sexual, pelo menos na sua forma extrema, deixou de se observar nos dias de hoje. A tendência de igualização de género e a generalização de uma sexualidade pré-conjugal nos jovens ditou o abandono da norma de preservação da virgindade e estabeleceu um padrão mais igualitário no relacionamento sexual. Apesar desta convergência no sentido de uma maior aproximação dos comportamentos, não é duvidoso pensar que algumas dessas diferenças ainda persistem, arrastando consigo padrões desiguais no relacionamento sexual. O duplo padrão moral já não se revestiria das mesmas formas anteriores, mas continuar-se-ia a manifestar através de comportamentos que seriam tolerados no masculino e censurados no feminino. Nesta perspectiva, a completa igualdade de género no domínio sexual ainda não teria sido atingida, persistindo ainda, por vezes de forma velada, preconceitos e censuras sociais que penalizariam a sexualidade feminina. As diferenças de género seriam assim vistas como uma fase inacabada de um processo mais amplo no sentido da dissolução das discriminações e das desigualdades de género. Paralelamente à perspectiva do duplo padrão, é possível olhar para as diferenças sexuais como manifestações e território da construção identitária. Depois de os territórios mais tradicionais da masculinidade, como a função de provedor económico da família, da representação da

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Entre a casa e a ...
Fazendo Gênero 8 Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder A mulher sob o ...
Fazendo Gênero 8 – Corpo, Violência E Poder
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC