Views
4 years ago

Pesquisas FAU 2007/2008 - fauusp

Pesquisas FAU 2007/2008 - fauusp

Nome do pesquisador(a)

Nome do pesquisador(a) Título da pesquisa Agência Vigência Resumo Lucrécia D’Alessio Ferrara Espaço e Cultura: estratégias comunicativas e sistemas semióticos CNPq 2004-2007 Esta pesquisa desenvolverá a análise do espaço bidimensional, tridimensional do objeto e tridimensional social e ambiental, considerando suas propriedades culturais. As análises daquelas traduções do espaço evidenciam como são superadas suas características enquanto simples suporte e como ele se transforma em espacialidades que caracterizam diversos processos interativos. Dessa forma, as espacialidades constituem vetor básico para a caracterização comunicativa de veículos gráficos, audiovisuais ou digitais, e interfere na emergência de fluxos sociais e culturais que atingem antigas manifestações da cultura ocidental até as dinâmicas globais e locais que caracterizaram as últimas décadas do século XX, até nossos dias. Esta pesquisa pretende desenvolver a análise das transformações do espaço nas suas espacialidades e conseqüentes mudanças semióticas das suas estratégias comunicativas. De um modo geral e, algumas vezes não de maneira explícita, as traduções do espaço em espacialidades e suas conseqüências culturais e comunicativas têm sido estudadas por diversos autores e, muitas vezes, sob o impacto da compressão tempo/espaço decorrente das novas tecnologias da informação. Aquelas tecnologias levaram não só à compressão espaço/tempo que redesenhou o mapa do mundo, mas, sobretudo, alteraram as bases comunicativas que se manifestam em estruturas, paradoxalmente, conectadas em rede e fragmentadas no espaço vivido (Ianni/Ortiz). Ou seja, trata-se de bases comunicativas mundiais que se manifestam a uma percepção situada: sobrepõem-se o global e o local, o espaço e o tempo, o físico e o social. Paradoxalmente, o virtual se atualiza nos lugares e entre os lugares e se faz vivo no corpo das relações que se estabelecem socialmente (Santos, Harvey, Hall, Giddens, Bauman). A compressão espaço/tempo coloca novos desafios para a pesquisa que procura definir paradigmas conceituais que permitam entender, analisar e interpretar como as estruturas comunicativas mundializadas constroem/destroem/reconstroem a cultura assumida pela tradição. Como hipótese, esses paradigmas estabelecem que aquelas estruturas exigem outras estratégias que se representam através uma semiótica dialogante (Bakhtin/ Lotman) que incorpora, na mesma tensão produtiva, sua matriz sintática e seu interpretante (Peirce, Morin, Prigogine), sua ação e cognição coletivas (Virilio, Levy, Kerckhove). Em termos investigativos, é indispensável, de um lado, superar qualquer análise apocalíptica (Adorno, Horkheimer) da tecnologia e, em nossos dias, da mundialização que nos levaria a negar, repelir ou subestimar a existência de novas estruturas comunicativas e, sobretudo, das espacialidades que promovem e expandem as relações culturais. De outro lado, é indispensável resistir, como fazem Eco e Habermas, a uma integração sem crítica e enfrentar a complexidade teórica, analítica e, sobretudo, interpretativa da nova realidade espacial contemporânea. O objetivo dessa pesquisa é estudar, empírica e teoricamente, a tradução do espaço quando se transforma em espacialidades mediativas. Essa tradução nasce no Renascimento e se desenvolve na diagramação da imprensa e da publicidade, na montagem presente na fotografia, no cinema, na televisão e no audiovisual e no amplo diálogo cultural que atinge o ciber-espaço. Ainda como hipótese, entende-se que aquela tradução ocorre nas transformações da relação entre o tempo e o espaço e no modo como gera outras categorias cognitivas para a comunicação que ultrapassa a simples relação para comprometer-se com características vinculativas e veiculativas (Sodré). BOLSA PRODUTIVIDADE 165

Nome do pesquisador(a) Título da pesquisa Agência Vigência Resumo Com esse objetivo, entende-se que a pesquisa se desenvolve em duas etapas e apresenta distintas metodologias: 1) estudo empírico das características semióticas, que se desenvolvem em distintos processos comunicativos que emergem de espacialidades bi-dimensionais, tridimensionais e ambientais com características e conseqüências culturais distintas. As leituras produzidas no decorrer dessa etapa se desenvolveram durante 2003, 2004, até o momento atual. 2) estudo de natureza metodológica teórica e dedutiva, que procura discriminar e caracterizar as categorias de análise dos processos comunicativos, que decorrem da tradução do espaço nas suas espacialidades e suas conseqüências para uma epistemologia do espaço e da comunicação. Márcia Peinado Alucci Estresse térmico em áreas urbanas: uma avaliação das cidades brasileiras CNPq 2005-2008 2005 - 2007 Metas alcançadas no período 03/2005 a 06/2007 do projeto de pesquisa Processo n. 300911/2004-1: No período de março de 2005 a junho de 2007, foi desenvolvido o software “urbanus 1.0”, que permite ao usuário identificar as condições de estresse térmico em espaços abertos ao longo do ano, em 57 cidades brasileiras. Esse software está disponível, desde junho de 2007, para consulta na página da FAUUSP: http://www.fau.usp.br/pesquisa__sn/laboratorios/labaut/conforto/conforto.html 2008 a 2011 Produtividade em Pesquisa: Este projeto de pesquisa, a ser desenvolvido ao longo do período 03/2008 a 03/2011, tem por objetivo identificar as alternativas de projeto que permitirão ao arquiteto o controle dos períodos de estresse (calor e/ou frio) em espaços abertos. Para o dimensionamento de tais alternativas, serão consideradas as obstruções do entorno (espaços abertos com edificações) as características das vias (calçadas e leito carroçável). As alternativas de projeto a serem dimensionadas serão: Sombreamento por vegetação (árvores típicas da área urbana); Distância máxima entre pontos sombreados nos espaços públicos; Sombreamento por componentes construtivos (membranas, laje, etc.); 166 A FAU PESQUISA NOS SEUS 60 ANOS

trabalhadores - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro
Pesquisa Fapesp edição 149 julho 2008 - Revista Pesquisa FAPESP
I CO - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro
Confira a íntegra da pesquisa - Rede Nossa São Paulo
Seleção de prioridades de pesquisa em Saúde, 2008.
Atos dos Apóstolos (2007) - Centro de Pesquisas Ellen G. White
Evangelismo (2007) - Centro de Pesquisas Ellen G. White
Dezembro 2007 / Janeiro 2008 - Edição 285 - Cave
Educação (2008) - Centro de Pesquisas Ellen G. White
m - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro
Pesquisa "Retrato do Varejo" 2008 - Apas
Pesquisa Fapesp edição 149 julho 2008 - Revista Pesquisa FAPESP
Cadernos de Ética em Pesquisas - Conselho Nacional de Saúde
Vocação para a e para as mazelas - Revista Pesquisa FAPESP
66 DEZEMBRO DE 2007 PESQUISA FAPESP 142 - Revista ...
I Edição 2007/2008 - Câmara Municipal de Setúbal
O Desejado de Todas as Nações (2007) - Centro de Pesquisas ...
Filhas de Deus (2008) - Centro de Pesquisas Ellen G. White
apresentação café com pesquisa - Nomads.usp
MEIO - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro
Autenticando 2007 nº1 - Grupo Autêntica
Pesquisa Fapesp edição 144 - Revista Pesquisa FAPESP
trabalhadores - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro
Pesquisa Especial de Tabagismo PETab - libdoc.who.int
GRITO no - Centro de Documentação e Pesquisa Vergueiro