Views
4 years ago

Pesquisas FAU 2007/2008 - fauusp

Pesquisas FAU 2007/2008 - fauusp

Nome do pesquisador(a)

Nome do pesquisador(a) Título da pesquisa Vigência Resumo Nome do pesquisador(a) Título da pesquisa Laboratório Vigência Resumo Produto obtido Marcelo Marino Bicudo Comunicação interespacial e arquitetônica 2004-2008 Aborda-se a questão do design contemporâneo chamando-o de design líqüido, para através da costura entre diversas teorias, inclusive semióticas, construir uma concepção de design sistêmica, que opera a partir da inter-relação de variáveis, construindo-se não mais através da causa e do efeito, mas através de um universo de probabilidades. Um design que é construído na e para a cultura, criando relações identitárias entre sujeitos e objetos. Um design que não se constrói a partir de métodos dados a priori, mas sim através de antimétodos. Oreste Bortolli Jr. O projeto habitacional implantado pela iniciativa privada na cidade de São Paulo e seus paradoxos LABPROJ 1 2006-2008 Dando continuidade ao trabalho desenvolvido no doutorado, a pesquisa trata do mercado imobiliário que opera na cidade de São Paulo com dois tipos de noção; a primeira promovendo perdas para o usuário e para a cidade, e a segunda, ao contrário dessa, opera visando a qualidade. Sendo assim, pautada nessas duas prerrogativas, a pesquisa tem em mira um reexame dessas duas noções e, para tal, deve estabelecer o contraste existente entre elas. Além disso, o trabalho deve buscar, por meio de estudos de casos e de experimentos de natureza projetual, alternativas de habitação em seus diversos níveis, ou seja, buscará esmiuçar o feitio da habitação multifamiliar e suas relações com o modo de morar. Trará um levantamento e redesenhos de habitações coletivas no bairro de Higienópolis, levando em conta os aspectos projetuais que se pressupõem. Tese de Doutorado. PESQUISA RELATIVA AO REGIME DE TRABALHO NA USP – SEM APOIO EXTERNO 261

Nome do pesquisador(a) Título da pesquisa Laboratório Vigência Resumo Produto obtido Rodrigo Cristiano Queiroz Oscar Niemeyer e Le Corbusier: Encontros LABPROJ 1 2007 - atual A leitura comparativa das arquiteturas de Oscar Niemeyer e Le Corbusier aponta para a existência de um diálogo. Os três encontros ocorridos entre os arquitetos em 1936 no Rio de Janeiro, em 1947 em Nova York e 1955 em Paris, prestam-se como cenário para uma troca de experiências estéticas caracterizada por uma relação de influência e contra-influência. Nos projetos que sucedem seu primeiro encontro com Le Corbusier na cidade do Rio de Janeiro em 1936, Niemeyer estrutura sua própria linguagem no instante em que, expande à escala do edifício, os elementos de caráter compositivo que Le Corbusier preserva internos a um esquema plástico-gráfico de matriz pictórica. A crescente emancipação da forma de traçado curvilíneo com relação aos pressupostos puristas apregoados por Le Corbusier em seus projetos, realizados durante a década de 1920, além de representar a autonomia formal da arquitetura de Oscar Niemeyer, sinaliza uma perspectiva plástica para a própria obra de Le Corbusier, justamente no momento em que o arquiteto franco-suíço, em 1947, na cidade de Nova York, é apresentado, pelas mãos do arquiteto brasileiro, às fotografias dos edifícios da Pampulha. No início de 1955, ano em que inicia uma severa autocrítica com relação aos seus procedimentos projetuais, Niemeyer realiza sua primeira viagem à Europa e reencontra Le Corbusier, dessa vez, no atelier do “mestre” em Paris. Ao ser apresentado aos estudos de Le Corbusier para os palácios de Chandigarh, Niemeyer encontra o nexo entre síntese plástica e monumentalidade, que será incorporado em seus projetos para os palácios de Brasília. Oscar Niemeyer arma seu universo estético a partir de um raciocínio dialético, que oscila entre o respeito e a ruptura com relação aos postulados corbusianos. Ao extravasar a dimensão expressiva da plástica arquitetônica para além dos parâmetros reguladores dos modelos de Le Corbusier, Niemeyer revigora os sentidos da superfície, da forma e do espaço na arquitetura moderna, assimilando o projeto como um desenho da própria paisagem. Tese de Doutorado. 262 A FAU PESQUISA NOS SEUS 60 ANOS

  • Page 1:

    A FAU PESQUISA NOS SEUS 60 ANOS

  • Page 4:

    5 7 17 61 91 125 149 159 177 197 21

  • Page 8 and 9:

    (1) Criada em 1934 a Universidade d

  • Page 10 and 11:

    (8) Em maio de 1969, tiveram seus d

  • Page 12 and 13:

    (14) PEREIRA, M. e SAWAYA, S. (Orgs

  • Page 14 and 15:

    (21) No ano de 2008, a FUPAM oferec

  • Page 16:

    (22) Paulo Mendes da Rocha, profess

  • Page 20 and 21:

    NÙCLEOS, LABORATÓRIOS E GRUPOS DE

  • Page 22 and 23:

    Núcleo Ano de formação Líder(es

  • Page 24 and 25:

    Laboratório Ano de formação Líd

  • Page 26 and 27:

    Linhas de pesquisa Equipe O LABAUT

  • Page 28 and 29:

    Laboratório Ano de formação Líd

  • Page 30 and 31:

    Equipe Laboratório Ano de formaç

  • Page 32 and 33:

    Laboratório Ano de formação Líd

  • Page 34 and 35:

    Linhas de pesquisa Equipe Laborató

  • Page 36 and 37:

    Laboratório Ano de formação Líd

  • Page 38 and 39:

    Laboratório Ano de formação Líd

  • Page 40 and 41:

    Equipe Equipe INPE Laboratório Ano

  • Page 42 and 43:

    Linhas de pesquisa Equipe Grupo de

  • Page 44 and 45:

    Grupo de pesquisa Ano de formação

  • Page 46 and 47:

    Linhas de pesquisa Equipe Grupo de

  • Page 48 and 49:

    Grupo de pesquisa Ano de formação

  • Page 50 and 51:

    Financiamento Linhas de pesquisa Eq

  • Page 52 and 53:

    Linhas de pesquisa Equipe Principai

  • Page 54 and 55:

    Grupo de pesquisa Ano de formação

  • Page 56 and 57:

    Grupo de pesquisa Ano de formação

  • Page 58 and 59:

    Grupo de pesquisa Ano de formação

  • Page 60:

    Linhas de pesquisa Grupo de pesquis

  • Page 64 and 65:

    INICIAÇÃO CIENTÍFICA, INICIAÇÃ

  • Page 66 and 67:

    INICIAÇÃO CIENTÍFICA, INICIAÇÃ

  • Page 68 and 69:

    INICIAÇÃO CIENTÍFICA, INICIAÇÃ

  • Page 70 and 71:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 72 and 73:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 74 and 75:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 76 and 77:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 78 and 79:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 80 and 81:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 82 and 83:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 84 and 85:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 86 and 87:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 88 and 89:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 90:

    INICIAÇÃO CIENTÍFICA, INICIAÇÃ

  • Page 94 and 95:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 93

  • Page 96 and 97:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 95

  • Page 98 and 99:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 97

  • Page 100 and 101:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 99

  • Page 102 and 103:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 101

  • Page 104 and 105:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 103

  • Page 106 and 107:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 105

  • Page 108 and 109:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 107

  • Page 110 and 111:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 109

  • Page 112 and 113:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 111

  • Page 114 and 115:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 113

  • Page 116 and 117:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 115

  • Page 118 and 119:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 117

  • Page 120 and 121:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 119

  • Page 122 and 123:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 121

  • Page 124:

    DISSERTAÇÕES DE MESTRADO 123

  • Page 128 and 129:

    TESES DE DOUTORADO 127

  • Page 130 and 131:

    TESES DE DOUTORADO 129

  • Page 132 and 133:

    TESES DE DOUTORADO 131

  • Page 134 and 135:

    TESES DE DOUTORADO 133

  • Page 136 and 137:

    TESES DE DOUTORADO 135

  • Page 138 and 139:

    TESES DE DOUTORADO 137

  • Page 140 and 141:

    TESES DE DOUTORADO 139

  • Page 142 and 143:

    TESES DE DOUTORADO 141

  • Page 144 and 145:

    TESES DE DOUTORADO 143

  • Page 146 and 147:

    TESES DE DOUTORADO 145

  • Page 148:

    TESES DE DOUTORADO 147

  • Page 152 and 153:

    PÓS-DOUTORADO 151

  • Page 154 and 155:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 156 and 157:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 158:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 162 and 163:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 164 and 165:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 166 and 167:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 168 and 169:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 170 and 171:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 172 and 173:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 174 and 175:

    Nome do pesquisador(a) Título da p

  • Page 176:

    As atividades ora propostas inserem

  • Page 180 and 181:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 182 and 183:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 184 and 185:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 186 and 187:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 188 and 189:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 190 and 191:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 192 and 193:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 194 and 195:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 196:

    Coordenador(a) Título da pesquisa

  • Page 200 and 201:

    AUXÍLIO À PESQUISA E OU PARCERIAS

  • Page 202 and 203:

    Produtos Convênio Coordenador(a) n

  • Page 204 and 205:

    Coordenador(a) nacional Vice-coorde

  • Page 206 and 207:

    Coordenador(a) nacional Título da

  • Page 208 and 209:

    Coordenador(a) nacional Coordenador

  • Page 210 and 211:

    Coordenador(a) nacional Título da

  • Page 212: AUXÍLIO À PESQUISA E OU PARCERIAS
  • Page 216 and 217: Instituição Coordenador FAU Situa
  • Page 218: Instituição Coordenador(a) FAU Si
  • Page 222 and 223: AUXÍLIOS À PARTICIPAÇÃO E ORGAN
  • Page 224 and 225: AUXÍLIOS À PARTICIPAÇÃO E ORGAN
  • Page 226 and 227: Nome do pesquisador(a) Título da p
  • Page 228 and 229: Palavras-chave visando à sua prese
  • Page 230 and 231: Nome do pesquisador(a) Título da p
  • Page 232 and 233: Evento Organizador(a) Local Data Ag
  • Page 234 and 235: Evento Organizador(a) Professor con
  • Page 236: Evento Organizador(a) Local Data Ag
  • Page 240 and 241: PROJETOS PESQUISA/EXTENSÃO 239
  • Page 242 and 243: Título do projeto Coordenador(a) A
  • Page 244 and 245: instâncias de governo e superar a
  • Page 246 and 247: Título do projeto Coordenador(a) A
  • Page 248: Título do projeto Coordenador(a) A
  • Page 252: OUTRAS MODALIDADES DE APOIO À PESQ
  • Page 256 and 257: Nome do pesquisador(a) Título da p
  • Page 258 and 259: Nome do pesquisador(a) Título da p
  • Page 260 and 261: A publicação envolveu a atualiza
  • Page 264: Nome do pesquisador(a) Título da p
  • Page 268 and 269: Nome do periódico Editor-chefe Com
  • Page 270 and 271: Nome do periódico Editor-chefe Com
  • Page 272: PERIÓDICOS EDITADOS NA FAUUSP 271
  • Page 276 and 277: Serviço de apoio Professor Coorden
  • Page 278: Serviço de apoio Professor Coorden
v14n2