Views
4 years ago

O Empoderamento como estratégia de inclusão das mulheres nas ...

O Empoderamento como estratégia de inclusão das mulheres nas ...

- A criação

- A criação de espaços institucionais adequados para que os setores excluídos participem das decisões que fazem parte do seu cotidiano; que possam propor estratégias sobre o “que fazer” em relação às principais reivindicações no campo político público. - Formalização de direitos legais, divulgação sobre as leis e resguardo de seu conhecimento e respeito - Fomento de organizações em que as pessoas que integram o setor social excluído possam, efetivamente, participar e influenciar nas estratégias adotadas pela sociedade. Isso acontece quando as organizações tornam possível estender e ampliar a rede social que integram, publicizando-a e tornando-a acessível . - Capacitação para o exercício da cidadania e da produção, incluindo os saberes instrumentais essenciais, além do conhecimento sobre ferramentas para analisar dinâmicas econômicas e políticas relevantes. - Criação de acesso e controle sobre os recursos e ativos (materiais, financeiros e de informação) para possibilitar o efetivo aproveitamento de espaços, direitos, organização e capacidades. Uma vez construída esta base de condições facilitadoras do empoderamento é importante trabalhar na perspectiva da autonomia das mulheres pois o alcance desta, servirá de medida para avaliar o processo de empoderamento e superação da exclusão social. Deverão ser feitas as seguintes perguntas para avaliar a eqüidade de gênero: em que medida as mulheres são capazes de decidir, autonomamente, sua participação no mercado de trabalho, na política ou na vida cívica? O acesso à Políticas Públicas para superação da exclusão social Analisando a exclusão social das mulheres, e por tanto sua autonomia, deve-se vincular essa questão com a compreensão das relações de poder em todos os âmbitos, incluindo os direitos sexuais e reprodutivos. Há evidências sobre o fato que homens e mulheres com os mesmos níveis de escolaridade não acedam às mesmas oportunidades de trabalho, porque é no âmbito reprodutivo e das responsabilidades familiares que se encontram os obstáculos para o desempenho eqüitativo. (Presser, Sen 2000, apud Montaño, 2001). Um exemplo claro nesse sentido é a desistência escolar de meninas pobres que está diretamente relacionada aos seus direitos reprodutivos (gravidez na adolescência). Outro exemplo que nos mostra a importância de analisarmos a esfera reprodutiva se refere ao uso do tempo e o cumprimento do mandato cultural do cuidado que relaciona as mulheres com o 4

cuidado não remunerado da família. Esta verdadeira “atadura” às obrigações domésticas não remuneradas e não reconhecidas está na base dos obstáculos enfrentados pelas mulheres para sair para o mercado de trabalho em igualdade de condições com os homens. Se assumimos que o conceito de exclusão social articulado com os de empoderamento e autonomía nos dão a pauta para entender a complexidade da pobreza, na perspectiva de gênero, devemos ter cuidado em manter uma distinção entre os aspectos constitutivos da pobreza e os aspectos instrumentais que apóiam o empoderamento das mulheres. Como formular políticas que permitam participar equitativamente nos mercados com o desafio que requer criatividade e pragmatismo no sentido de fazer uso dos recursos que dispõem os países para enfrentar o desenvolvimento? Um desses recursos são as mulheres, suas organizações e experiências e, que lamentavelmente tem sido mobilizadas como recursos sem valor econômico, nem reconhecimento político. Cabe ressaltar que o processo de empoderamento é visto como estreitamente relacionado ao de participação. Experiências em diversas partes do mundo têm mostrado que processos de participação possibilitam processos de empoderamento e que estas metodologias favorecem o estabelecimento de políticas e práticas de desenvolvimento que contemplam as necessidades das pessoas vivendo na pobreza. É importante a promoção e a implementação de processos participativos na gestão das políticas. Iorio (2002) propõe que os governos devem assegurar canais para que as pessoas e os grupos de pessoas vivendo na pobreza possam fazer parte de instâncias de definição, implantação e monitoramento de políticas mais gerais (como orçamento participativo, conselhos de políticas sociais, segurança alimentar, previdência, conselhos de saúde, educação) e de programas de combate à pobreza e à exclusão (mas não somente nestes espaços). A participação é um elemento constitutivo das estratégias de empoderamento. O Banco Mundial, por exemplo, vê o empoderamento como a última etapa nos processos de participação local nos projetos de desenvolvimento. Por isso, o “empoderamento” é indicado como passo inicial de um processo mais amplo de conquista da cidadania, que deve ser facilitado através da participação em projetos com vistas a propor demandas de políticas públicas. Nos propusemos, através desse trabalho, mostrar que os profissionais de Serviço Social devem atuar como facilitadores do processo de empoderamento, na medida em que despertam nas mulheres condições de mudança em relação a sua consciência, aos seus direitos e capacidades, possibilitando dessa forma, sua autonomia e inclusão nas políticas sociais. Bibliografia 5

Trabalhando com Mulheres Jovens: Empoderamento ... - Promundo
Direitos e Deveres das Mulheres Presas - Defensoria
Novos possíveis : estratégias identitárias de mulheres oriundas da
nós, mulheres, não temos ainda garantidos ... - Direito à moradia
INFORMATIVO MULHER E MEIO AMBIENTE - Centro de ...
II Plano Nacional de Políticas para as Mulheres - BVS Ministério da ...
Turismo, Espaço e Estratégias de Desenvolvimento Local - Index of ...
O pré-natal e a atenção à saúde da mulher na ... - Faculdade Social
diretrizes_feminicidio_FINAL
Autonomia Econômica e Empoderamento da Mulher - Funag
O empoderamento da mulher na agricultura familiar de ...
Adaptação, género e empoderamento das mulheres
PRONAF MULHER: perspectivas para o empoderamento ... - alasru
GÊNERO, PODER E EMPODERAMENTO DAS MULHERES1
O Empoderamento da Mulher ea Igualdade de Gênero - fea-RP
Empoderamento e direitos no combate à pobreza - ActionAid Brasil
Estratégias de sobrevivência das mulheres proprietárias de ...
Software livre como estratégia de inclusão digital: O caso da UFRB ...
A INCLUSÃO DA MULHER BRASILEIRA NO ... - Sports In Brazil
Meirelaine Gasparoni - Água, Mulheres e Desenvolvimento - Ufop
Moda e Artesanato: Inclusão no Programa Social Mulheres Mil ...
A mulher nas decisões da Justiça do Trabalho - Universidade ...
A Inclusão das Mulheres na Polícia Militar de Santa Catarina
Joyce Anselmo A Inclusão das Mulheres no Mundo das Finanças
estratégias de atenção a saúde da mulher - ABEn Eventos
Novos Possíveis - Estratégias Identitárias de Mulheres Oriundas da