Views
5 years ago

gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero

gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero

econstruída com base em

econstruída com base em seus próprios textos. Nesta santa idealizada, a virgindade era, sobretudo, um traço moral, não uma escolha.

Conclusão: Este trabalho é o primeiro que apresentamos comparando a temática virgindade nos escritos de Clara de Assis – as cartas enviadas a Inês de Praga - com as Legendas Menores, por isso apresentaremos nossas conclusões parciais, enfatizando que os dados apresentados podem ainda sofrer alterações, bem como há ainda outros pontos a serem abordados. Para entendermos o discurso produzido acerca da virgindade por Clara, utilizamos os estudos de Gênero. Segundo Joan Scott gênero é o saber a respeito das diferenças sexuais, tocando nas relações entre os sexos e entre indivíduos do mesmo sexo, estando presente em todos os aspectos da experiência humana, sendo constituinte dela. 15 A Clara das Legendas parece passiva e não acrescenta nada de novo. É apenas mais uma mulher religiosa que acatou os discursos da Igreja, mantendo-se enclausurada e em perfeito estado de devoção a Cristo. O modelo de santidade construído a partir dela tinha como objetivo edificar a mulher. Por isso, o ideal de virgindade era divulgado como algo a ser mantido pela mulher, para preservar-se pura e, com isso ser digna de conquistar o paraíso eterno. Todo o teor das três legendas exalta as virtudes de Clara, seja em vida ou na morte, porém, os confrontos com a Igreja pelo seu ideal de pobreza, são minimizados, até porque não seria condizente para uma mulher considerada santa, retrucar as decisões e imposições colocadas pelo Papado. Em contraponto a esse discurso imposto à mulher, Clara soube se utilizar dele para conseguir se fazer ouvir e lutar por seu objetivo religioso que era viver segundo os ensinamentos de Francisco de Assis, em pobreza e humildade. A virgindade representou para ela o meio para conseguir isso. Ao adotar um discurso de reconhecido prestígio, Clara se imbuiu da legitimidade e autoridade que esse discurso lhe concedia. Com essa autoridade ela pôde exercer o papel de sujeito no discurso de pobreza. Além disso, o viver religioso de Clara e suas irmãs representou uma quebra com o discurso dominante, significou uma via de acesso ao controle do próprio corpo. Desta forma, podemos concluir que apesar de as Legendas terem sido escritas com o objetivo de fazer de Clara um modelo a ser seguido e, quiçá, calar a sua fala, ela se fez ouvir através de seus próprios escritos, em que ressaltou toda a sua vontade de se tornar seguidora de Francisco e de Jesus Cristo, afrouxando os laços das diretrizes de gênero que cingiam as mulheres de sua sociedade, e que punha em posição de inferioridade ao homem.

gênero, idade média e interdisciplinaridade. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia. ST. 4 ... - Fazendo Gênero
- 1 - ST 49 – A Construção dos Corpos: Violência ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Nadia Maria Guariza ... - Fazendo Gênero
Sexualidade, gênero, cor/raça e idade em ... - Fazendo Gênero
Gênero Ciência e Tecnologia. ST 22 Claudia ... - Fazendo Gênero
Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo Gênero
1 Gênero , Ciências e Tecnologia. ST. 22 Auri ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Maria de ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Religião ST. 24 Joice Meire ... - Fazendo Gênero
Gênero, violência e segurança pública ST. 39 ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Sônia Cristina Hamid ... - Fazendo Gênero
1 Questões de gênero e educação – ST 58 ... - Fazendo Gênero
História, gênero e trajetórias biográficas – ST 42 - Fazendo Gênero ...
mulheres e canções. ST 3 Márcio Ferreira de ... - Fazendo Gênero
Violência de Gênero ST.5 Ana Luiza dos Santos ... - Fazendo Gênero
Práticas corporais e esportivas. ST 21 Silvana ... - Fazendo Gênero
1 Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Ana ... - Fazendo Gênero
Políticas e Teorias ST. 06 Núbia Regina Moreira ... - Fazendo Gênero
Gênero nas 'ciências naturais e exatas'. ST 25 ... - Fazendo Gênero
Genêro e Religião – ST 24 Maria Cristina Leite ... - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias - ST 06 - Fazendo Gênero
Gênero e Religião. ST 24 Clarice Bianchezzi ... - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias. ST 6 ... - Fazendo Gênero
classe, etnia e gerações. ST 34 Neuza de Farias ... - Fazendo Gênero