Views
5 years ago

Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Rosemeire dos Santos ...

Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Rosemeire dos Santos ...

Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Rosemeire dos Santos

Anais do VII Seminário Fazendo Gênero 28, 29 e 30 de 2006. Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Rosemeire dos Santos Brito Cláudia Pereira Vianna (orientadora) USP Palavras-chave: masculinidades, feminilidades, fracasso escolar. Fracasso de meninos no ensino fundamental: as contribuições das categorias gênero, classe e raça 1 . 1) Ponto de partida Este texto é resultado de investigação empreendida em minha dissertação de mestrado. Trata-se de um estudo de caso, de natureza qualitativa, no qual foi analisado um fenômeno cada vez mais notável no contexto brasileiro – o permanente insucesso do alunado masculino na Educação Básica, quadro que na atualidade pode ser melhor percebido nos elevados índices de inadequação série-idade entre esses estudantes. A produção acadêmica sobre fracasso escolar é vasta em nosso país, mas temos pouquíssimas investigações que tiveram como objeto de pesquisa o fato de que os garotos vêm apresentando resultados mais insatisfatórios desde os anos 1970. É consenso que muitos alunos são vítimas de discriminações de classe nas escolas públicas. Entretanto, quase não foi questionado o fato de que a maior parte desses estudantes são meninos pobres e negros, motivo pelo qual assumi desde o início a necessidade de inclusão de outras categorias – gênero, raça, etnia - também formadoras das desigualdades sociais brasileiras. Na primeira etapa da pesquisa foram feitas entrevistas com a professora de uma classe de segunda série do ensino fundamental 2 , e na outra, observações em sala de aula com inspiração na etnografia escolar, e também entrevistas com quatro crianças 3 e suas famílias. A hipótese inicial da investigação consistia na idéia de que os meninos estariam apresentando piores resultados em função de uma socialização que não estava voltada para a passividade e obediência almejadas pelas escolas (Duque-Arrazola, 1997; Silva e colaboradoras, 1999; Palomino, 2003). Já as garotas seriam mais facilmente adaptáveis à rotina e normas escolares por passarem por um processo de socialização primário centralizado no cumprimento a regras e tarefas. 1

1 Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Ana ... - Fazendo Gênero
Questão de gênero e raça: o desempenho ... - Fazendo Gênero
GÊNERO, COR/RAÇA E ESCOLARIZAÇÃO NOS ... - ANPEd
classe, etnia e gerações. ST 34 Neuza de Farias ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
Gênero nas interseções: classe, etnia e gerações – ST 34 Mériti de ...
GÊNERO, SEXUALIDADE E RAÇA/ETNIA: DESAFIOS ... - OEI
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
Gênero nas interseções: classe, etnia e gerações ... - Fazendo Gênero
Gênero nas interseções: classe, etnia e gerações ... - Fazendo Gênero
Entrevista Boletim Gênero, Raça e Etnia – Nº 19 – Maio de 2011
Violência de Gênero ST.5 Ana Luiza dos Santos ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Maria de ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ... - Fazendo Gênero
Gênero nas Ciências Naturais e Exatas – ST 25 Carla Giovana ...
1 Práticas Corporais e Esportivas – ST 21 Marcos ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia ST. 4 Sandra Raquew dos Santos ...
Encaminhamentos a recuperação paralela: um ... - Fazendo Gênero
O que os alunos pensam sobre questões de ... - Fazendo Gênero