Views
4 years ago

Gênero e Sexualidade nas Práticas Escolares ... - Fazendo Gênero

Gênero e Sexualidade nas Práticas Escolares ... - Fazendo Gênero

ministrados sobre a

ministrados sobre a sexualidade são insuficientes, com ênfase nos aspectos anátomo-patológicos e de agravos à saúde, não permitindo maiores reflexões sobre os aspectos éticos e emocionais (RAMIN 2002); os alunos de enfermagem apresentam, em sua maioria, noções fluidas e limitadas, sem embasamento sobre sexualidade humana, além de empregarem os termos "sexo" e "sexualidade" como sinônimos (GIR et al, 2000); há uma clareza acadêmico-profissional da comunidade médica docente e não docente, sobre as carências estruturais de sua formação no tocante ao tema da Sexualidade Humana nos cursos de medicina da Universidade de Campinas, da Universidade de São Paulo e da Pontifícia Universidade de Campinas (SILVA, 1997). Egry (1985), Figueiró (2001), Nunes (1997), Silva (1997) e Silva (2001) sugerem que a educação sexual seja incluída nos cursos de educação superior, especialmente na área da saúde e das licenciaturas, a fim de diminuir a distância entre a formação e as exigências de atuação profissional. Estudos realizados por Barroso (1999), Egry (1985), Figueiró (2001), Nunes (1996), Silva (1997) e Silva (2001) confirmam a necessidade de formação docente, apontam para a falência do atual modelo médico-sanitarista-biologista, e sugerem uma educação sexual envolvida com uma compreensão histórica da sexualidade, contextualizada em suas variáveis culturais e de gênero. A formação de educadores para o processo educativo na área da sexualidade e promoção da saúde da mulher carece, pois, de estudos e se tornou um tema que não pode ser mais adiado. Considerações finais Nossa reflexão foi motivada pelo resultado de uma pesquisa que mostrou que não há plena adesão de mulheres universitárias às práticas preconizadas por campanhas “educativas” que visam a prevenção das DSTs e Aids. Essa seria uma forma de resistência feminina à lógica dessas campanhas/ações educativas? Acreditamos que tais resultados sugerem que as mulheres compreendem o exercício da sexualidade a partir de pressupostos diferentes dos utilizados para as ações educativas realizadas, que se ancoram num modelo de controle sobre o corpo. A dimensão subjetivamente significativa e socialmente desafiadora da educação sexual, como tema que deve perpassar a formação do educador, deve instigar as universidades a desenvolverem amplos estudos e pesquisas que possam subsidiar a formação dos educandos numa concepção histórico-cultural (NUNES, 2000), com o objetivo de que os estudantes tenham uma visão holística do ser humano, quer para sua atuação enquanto profissionais, quer para sua autocompreensão enquanto ser-de-relação. Acreditamos que esforços devem ser empreendidos para viabilizar uma educação sexual para mulheres que as libertem dos pressupostos epistemológicos que sustentam o sistema patriarcal. Enfim, destacamos Bordo (1997, pp.22) ao nos alertar que “Numa época como esta, necessitamos 4

desesperadamente de um discurso político eficaz sobre o corpo feminino, um discurso adequado a uma análise dos caminhos insidiosos e muitas vezes paradoxais do moderno controle social”. Referências BARROSO, Carmen. Pesquisa sobre educação sexual e democracia. Cadernos de Pesquisa, Fundação Carlos Chagas, São Paulo, n. 34, p. 89-90, ago. 1980. BARTHOLO Jr., Roberto S. Você e Eu: Martin Buber, presença, palavra. Rio de Janeiro: Garamond. 2001. ______. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Enfermagem, Medicina e Nutrição. 2001. Disponível em: http://www.mec.gov.br/sesu. Acesso em 12/09/2005. ______. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: pluralidade cultural, orientação sexual. Brasília: MEC/SEF, 1997.BRASIL LDB (Lei 9.394-96) BORDO, Susan. O corpo e a representação da feminidade: uma apropriação feminista de Foucault. In: Alison M. Jaggar e Susan Bordo (orgs.). Gênero, Corpo e Conhecimento. Rio de Janeiro: Record: Rosa dos Tempos, 1997. pp.19-39. BRUSCHINI, Maria Cristina A. (Coord.). Educação sexual: instrumento de democratização ou de mais repressão? Cadernos de Pesquisa, Fundação Carlos Chagas, São Paulo, n. 36, p.99-110, fev. 1981. BUBER, Martin. Do diálogo e do dialógico. SP: Perspectiva, 1982. EGRY, E.Y. O docente de enfermagem e o ensino da sexualidade humana: ação educativa através da pesquisa participante. São Paulo, 1985. 157p. Tese (Doutorado) Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1985. FAGUNDES, T.C.P.C. Implantação da disciplina Sexualidade e Educação na Universidade Federal da Bahia. Revista Brasileira de Sexualidade Humana. São Paulo, v.7, n.2 (especial), p.131-134, 1996. FIGUEIRÓ, Mary Neide Damico. Educação sexual no Brasil: estado da arte de 1980-1993.1995. 272 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Instituto de Psicologia, USP, SP, 1995. ______A produção teórica no Brasil sobre educação sexual. Cadernos de Pesquisa, Fundação Carlos Chagas, São Paulo, n. 98, p. 50-63, 1996. GIR, Elucir, NOGUEIRA, Maria Suely e PELA, Nilza Tereza Rotter. Sexualidade humana na formação do enfermeiro. Rev. Latino-Am. Enfermagem, abr. 2000, vol.8, no.2, p.33-40. ISSN 0104-1169. GOLDBERG, Maria Amélia Azevedo. Educação sexual: uma proposta, um desafio. 3. ed. São Paulo: Cortez, 1984. 5

sexualidade, relações de gênero e protagonismo juvenil no ... - UFRN
Educação como Prática da Liberdade - Paulo Freire - Gestão Escolar
Untitled - Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana
Gênero e Sexualidade nas práticas escolares ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e sexualidade nas práticas escolares - Fazendo Gênero ...
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Sexualidade nas Práticas Escolares ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
A construção de gênero e sexualidade no currículo - Fazendo Gênero
Sexualidade, gênero, cor/raça e idade em ... - Fazendo Gênero
Corpo, gênero e sexualidade em travestis de ... - Fazendo Gênero
Sexualidade, conflitos de gênero e adoção: Por ... - Fazendo Gênero
homossexualidade: qual a sua visibilidade na ... - Fazendo Gênero
GÊNERO E PSICOLOGIA: UM DEBATE EM ... - Fazendo Gênero
Práticas discursivas e práticas sexuais na ... - Fazendo Gênero
GÊNERO, SEXUALIDADE E DESEMPENHO ESCOLAR ... - ANPEd
SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO ESCOLAR NA PRATICA DOCENTE ...
1 Em virtude do grande número de pôsteres ... - Fazendo Gênero
Imbricações de gênero e raça nas trajetórias escolares - Fazendo ...
Simpósio Temático “Práticas e Representações” - Fazendo Gênero 10
A PATERNIDADE E HOMOSSEXUALIDADE ... - Fazendo Gênero
uma compreensão fenomenológica da ... - Fazendo Gênero