Views
5 years ago

ST 38 Márcia Maria Severo Ferraz Vera Lúcia ... - Fazendo Gênero

ST 38 Márcia Maria Severo Ferraz Vera Lúcia ... - Fazendo Gênero

enfocam-se as mulheres

enfocam-se as mulheres mais velhas às voltas com os dramas de amor, as dificuldades para se manter bonita e as idiossincrasias da maternidade e da vida a dois. Nessa nova série, Curvas perigosas, Maitena amplia seu alvo, mas continua ironizando as neuroses femininas contemporâneas, tais como: mulheres à beira de um ataque de nervos, preocupadas com a última moda, a conta do cartão de crédito, o pretendente que desapareceu depois do primeiro encontro, as rugas e a celulite que teimam em reaparecer. Aqui a autora revela com precisão o seu estado de espírito atual, pois as piadas vão muito além das idiossincrasias femininas e lançam um olhar cruel e enternecido sobre as agruras da sociedade contemporânea, em tiras como O que nos irrita no futebol e Por que os homens sempre estão com alguém? Dessa forma, considera-se que essas piadas fazem rir (e muito), mas deixam uma sensação incômoda quando o/a leitor/a se reconhece em alguma das pequenas neuroses. As situações estão presentes quando o marido começa a ver um jogo de futebol pela televisão e se esquece da sua esposa ou quando eles expõem à sua dependência às mulheres, não conseguindo ficar sozinhos. O cartum O que nos irrita no futebol faz com que ele seja considerado pela mulher invasivo, anti-estético, barulhento, rompedor de diálogos, influência negativa no estado de ânimo e, o mais importante, causador da dependência feminina ao universo masculino. Verifica-se, dessa forma, que por estar em primeiro lugar, esse esporte – o futebol – é julgado como um empecilho o qual dificulta o relacionamento do casal, já que a dependência feminina está altamente marcada com base na figura central masculina. Já no segundo cartum, Por que os homens sempre estão com alguém?, Maitena justifica a dependência masculina com as seguintes situações: porque se atracam com a primeira que encontram, só se separam quando a mulher toma a iniciativa, não conseguem jantar sozinhos e voltam a se atracar com a primeira que encontram. Isso equivale a dizer que os homens não conseguem ficar sozinhos e, para tanto, torna-se imprescindível a figura da mulher, ou melhor, de qualquer mullher. A dependência deles é tanta que, para viverem, os homens necessitam sempre da companhia feminina. Dessa forma, questionam-se as relações de gênero em que o feminino e o masculino estão sempre envolvidos em curvas perigosas, nas quais, apesar de opostas, buscam sempre se encontrar. Referências BOURDIEU, Pierre. “A dominação masculina”. Revista Educação e Realidade. Porto Alegre: Editora da UFRGS, v. 20, nº 2, jul/dez , p. 133-184, 1995.

CALDAS-COULTHARD, Carmen Rosa. “O picante sabor do proibido: narrativas pessoais e transgressão”. Gênero em discursos da mídia. Florianópolis: Ed. das Mulheres; Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2005. CONELL, Robert. “Políticas da masculinidade”. Revista Educação e Realidade. Porto Alegre: Editora da UFRGS, v. 20, nº 2, jul/dez, p. 185-206, 1995. OLIVEIRA, Pedro Paulo. A construção social da masculinidade. Belo Horizonte: Editora UFMG, Rio de Janeiro: IUPERJ, 2004.

Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Nadia Maria Guariza ... - Fazendo Gênero
mulheres e canções. ST 3 Márcio Ferreira de ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Maria de ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia. ST. 4 ... - Fazendo Gênero
Estudos em análise crítica do discurso – ST 2 Vera Lúcia Pires ...
Genêro e Religião – ST 24 Maria Cristina Leite ... - Fazendo Gênero
Gênero Ciência e Tecnologia. ST 22 Claudia ... - Fazendo Gênero
1 Gênero , Ciências e Tecnologia. ST. 22 Auri ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Religião ST. 24 Joice Meire ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade. ST ... - Fazendo Gênero
Práticas corporais e esportivas. ST 21 Silvana ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero, violência e segurança pública ST. 39 ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Sônia Cristina Hamid ... - Fazendo Gênero
1 Questões de gênero e educação – ST 58 ... - Fazendo Gênero
História, gênero e trajetórias biográficas – ST 42 - Fazendo Gênero ...
Violência de Gênero ST.5 Ana Luiza dos Santos ... - Fazendo Gênero
1 Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Ana ... - Fazendo Gênero
Políticas e Teorias ST. 06 Núbia Regina Moreira ... - Fazendo Gênero
- 1 - ST 49 – A Construção dos Corpos: Violência ... - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias - ST 06 - Fazendo Gênero
Engenharias no Brasil: mudanças no perfil de ... - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias. ST 6 ... - Fazendo Gênero