Views
4 years ago

Este estudo teve como objetivo principal analisar como tem sido

Este estudo teve como objetivo principal analisar como tem sido

estudos

estudos de gênero durante o ensino médio. Deste modo, se ampliariam as possibilidades de homens e mulheres dialogarem e compreenderem histórica e socialmente suas identidades de gênero, não reduzindo estas apenas a determinismos biológicos e sócio-culturais como a sociedade na maioria das vezes tem feito.O investimento em políticas públicas para aumentar o número de mulheres nas ciências exatas, penso não ser esta a única medida do Estado , pois antes disso se deve conhecer quais os valores culturais que permeiam estes espaços para produzirmos uma crítica à sua reprodução, quando esta vem afetar as vidas pessoais dos educandos como é o caso das mulheres estudantes de engenharia. Neste contexto a presença feminina, homossexual e étnica deverá também ser abordada, já que o gênero é uma categoria que se articula na transversalidade de outras categorias sociológicas. A produção de críticas consistentes e produtivas para este contexto só será válida e ética se nos propusermos a conhecer melhor o que pensa e quem vivencia este campo. A possibilidade de dialogarmos me parece ainda muito embrionária, aqui na UFSC. No entanto, a tentativa de se construir esta relação entre áreas exatas, especialmente os cursos de engenharia e estudo de gênero penso que deve-se continuar na tentativa de se promover mais estudos que possibilitem além da compreensão do contexto, ações para mudanças concretas no processo de formação da (o) engenheira (o). Referências BAZZO, Walter Antonio et ali. Educação tecnológica: enfoques para o ensino de engenharia. Walter Bazzo, Luiz Texeira do Vale Pereira, Irlan Von Lisinger – Florianópolis: Ed da UFSC, 2000. BAZZO, Walter Antônio. Ciência, tecnologia e sociedade: e o contexto da educação tecnológica. Florianópolis: Ed da UFSC, 1998. BAZZO, Walter Antonio & PEREIRA, Luiz Texeira do Vale. Introdução à engenharia. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1996. BITENCOURT, Silvana Maria. Existe um outro lado do rio? Um diálogo entre a cultura da engenharia e relações de gênero no Centro Tecnológico da UFSC. 141f. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) – Curso de Pós-graduação em Sociologia Política, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006. BOURDIEU, Pierre. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998. p.41-64 BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Betrand Brasil, 2000. BOURDIEU, Pierre. Introdução a uma sociologia reflexiva. In: O poder simbólico, Lisboa Difel, 1989. BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. In: Educação e Realidade. V. 20 (2), jul/dez. Porto Alegre: FE – UFRGS. 1995. BOURDIEU, Pierre. 1930. A profissão de sociólogo: preliminares epistemológicas. Petrópolis: Vozes, 1999. CONNEL, Robert. Políticas de masculinidade. In: Educação e Realidade, 20 (2), jul/dez, 1995. p.185-206 8

SCHIENBINGER, Londa. O Feminismo Mudou a Ciência? Bauru: EDUSC, 2001. 9

Introdução Este trabalho tem por objetivo analisar - PCGR
12 Introdução O objetivo desta dissertação é analisar as ...
O objetivo deste trabalho é analisar a singular ... - Âmbito Jurídico
O objetivo deste artigo é analisar o Direito Ambi - Âmbito Jurídico
O objetivo geral deste trabalho de pesquisa foi analisar o problema ...
Provas objetivas de Português e Estudos Sociais para os cursos ...
Objetivos gerais - Instituto de Estudos em Saúde Coletiva - IESC/UFRJ