Views
5 years ago

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Polifonia x Plurivocidade: As ressoantes vozes de Balhtin em As Brumas de Avalon Renata Kabke-Pinheiro (Universidade Católica de Pelotas) Palavras-chave: Bakhtin; plurivocidade; As Brumas de Avalon ST 52- Gênero em cena – abordagens da feminilidade e da masculinidade através do cinema e da literatura Dentro dos estudos do discurso um dos conceitos muito freqüentemente citados de forma equivocada é o de polifonia, desenvolvido por Mikhail Bakhtin. O termo, vindo do grego e tomado emprestado da música, originalmente significa várias vozes, e é isto que gera o equívoco. A maior parte das pessoas atém-se apenas a este aspecto, o da variedade de vozes, esquecendo-se de que, mesmo dentro da música, polifonia implica dizer que todas as vozes apresentam o mesmo "peso" dentro da estrutura musical i . Esta noção de eqüipolência (mesmo “peso”, mesma importância) das vozes – neste caso em relação a personagens dentro de um romance literário – na polifonia foi exatamente o aspecto explorado por Bakhtin, que chegou à conclusão de que apenas Dostoievski conseguiu atingi-la. No entanto, Bakhtin não deixou de reconhecer e de dar a devida importância à presença de diversas vozes dentro de um texto, chamada por ele de plurivocidade, dedicando grande parte de seus estudos a esse fenômeno. Neste trabalho, buscaremos reunir, no intuito de permitir uma compreensão mais clara do que seja plurivocodade, alguns dos conceitos fundamentais de Bakhtin que se encontram de alguma forma relacionados ele, evitando o já comentado uso inadequado do termo polifonia em seu lugar. De modo especial, tentaremos demonstrar a ligação existente entre aquele que fala e as diversas vozes que se fazem presentes em seu discurso, principalmente aquelas que remetam às questões de gênero. Faremos também, ao final, uma breve demonstração da ocorrência da plurivocidade em um texto literário, buscando desligá-la da também freqüente e inadequada conexão com a idéia de voz = fala de uma personagem. Para tal, utilizaremos um excerto da obra As Brumas de Avalon, da escritora inglesa Marion Zimmer Bradley. Esperamos, com isso, contribuir para uma melhor compreensão deste aspecto fundamental da teoria de um autor tão importante como Bakhtin para os estudos do discurso. De onde vêm as vozes A presença do sujeito na língua, naquilo que ele diz, é motivo de debates e de surgimento de diversas teorias. Alguns dizem que o sujeito já está pré-determinado, condicionado pelos mais

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 – Corpo, Violência E Poder
Fazendo Gênero 8 Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Entre a casa e a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder A mulher sob o ...